Issuu on Google+

Um som, um disco e um show imperdíveis INTRO :: Não faz tanto tempo assim (ou será que faz?rssss) e éramos, falo ao menos por mim e pelos meus amigos, extremamente felizes com as hoje praticamente desaparecidas fitinhas K-7. Duas delas de 46 minutos já bastavam para tornar fantástica uma corriqueira trip veranil para Capão da Canoas ou Imbé. Se fosse pra Torres, duas de 90 minutos resolviam magistralmente a parada. Pra Santa, aí era necessário preparar um case de fitas “Special Highway 101”, que era pra não enjoar do setlist. Às vezes eu demorava mais de mês pra finalizar uma fitinha daquelas, misturava música de CD com música de vinil e coisas gravadas do rádio. Incontáveis madrugadas noventistas passei ouvindo as rádios em busca ‘daaaaaqueeeele’ SOM pra preencher os meus cassetes. Podia demorar, mas vinha. E numa dessas noites insones dei a sorte de gravar “Little Wing”, versão de Derek and the Dominos para a canção de Jimi Hendrix. Nossa! Difícil descrever o que senti quando ouvi essa releitura antológica, CELESTIAL de Eric Clapton, Bobby Whitlock, Carl Radle e Jim Gordon (=Derek and the Dominos) + colaboração especial de ninguém menos que Duane Allman (1946-1971), virtuoso guitarrista dos Allman Brothers. A “sonzeira” é tão inacreditavelmente feérica pra mim que fosse eu o personagem Doctor Gonzo imerso numa ten-

ebrosa “bad trip” lisérgica do filme “Medo e Delírio”, a escolheria como trilha pra dar cabo da vida ao invés de White Rabbit do Jefferson Airplane. É uma paulada! CHORUS :: O disco é Layla and Other Assorted Love Songs (1970), pois um álbum que reúne Eric Clapton e Duane Allman; “Layla” e “Little Wing” é algoimperdível. SOLO :: O show imperdível é de Eric Clapton em Porto Alegre, estacionamento da Fiergs, dia 06 de outubro. Why? Pois já o foi quando ele esteve por aqui em 1990, no Gigantinho, e em 2001, no Olímpico. Neste último estive, e jamais vai sair da minha cabeça vê-lo solando “Cocaine” e eu ali bem pertinho do palco; e “Layla” naquele trecho do piano, aquela melancolia dor-decotovelo toda. De arrepiar e de se reconhecer ali em meio ao drama amoroso Clapton- Pattie Boyd. Teve ainda no bis a fantastique “Sunshine of your Love” do Cream, com aquele riff talvez o mais reconhecível do rock junto com “Black in Black” do ACDC. Então não perde, pois sim, “Clapton is god”, my friends.

BARES QUE GOSTAMOS

:: Tutti Giorni

Localizado na avenida Borges de Medeiros, 788, nos Altos do Viaduto Otávio Rocha (lado esq. De quem vai para a Zona Sul), o Tutti é conhecido como o bar dos cartunistas, dos artistas gráficos. A aura “under”, o clima despojado (incentivado pelo proprietário, El gaucho Nani), a decoração temática (com os trabalhos do pessoal da GRAFAR) atraiu naturalmente a fauna mais ensandecida e carente da cidade: jornalistas, publicitários, músicos, atores, cineastas, produtores culturais... Que adotaram o espaço. Mais infos sobre o Tutti acessa: http://www.youtube.com/watch?v=WkpJ mH1W60

::INSÔNIA CLASS Não sei quem faz a programação do “Insônia Class” da Ulbra TV, mas esses dias estava irresistível com a sequência de filmes: “A Cidade Perdida”(2005), sobre a Cuba pré e pós revolução, e “Suicide Blondie”(1999), que classificaria como uma “viagem”, aqueles movies que seguem a linha “After Hours” do mestre Scorcese, onde numa noite tudo mesmo pode acontecer. Só falta agora rolar um “Queimando tudo” do Cheech & Chong, que fez muita gente na década de 90 e início dos 2000 subir na finada TV Guaíba atrás de uma cópia do clássico, que se você desse sorte conseguia assistir nas madrugas da hoje TV Record. E o melhor era dublado. Assiste um trecho da pérola http://www.youtube.com/watch?v=lHNsFI UJw1E

Advogada especialista em Direito de Família e Civil Telefone 51 99121009 | paulacurciofontoura@yahoo.com.br

Um espresso com...Marcos Lauro O convidado do DC para um café espresso é o jornalista e radialista paulistano Marcos Lauro, repórter e editor do site da revista VIP, colaborador da revista Rolling Stone e um dos criadores do Sambarbudo Project(www.sambarbudo.com.br), núcleo de criação formado por um podcast semanal, festas e, em breve, uma banda. Fiz por email uma rápida entrevista pingue-pongue com ele: DC: Cinco shows internacionais inesquecíveis?

David Bowie, 1997, Estádio do Ibirapuera; U2, PopMart Tour, 1998, da sala de casa (vi pela TV); Prodigy, 1998, Anhembi; Paul McCartney, o show da vida, em 2010, no Morumbi; John Legend & The Roots,

@dimensocosmpoli

2011, Anhembi. DC: Um lugar em SAMPA que merece ser conhecido?

Coqueiro Drinks, em Pinheiros. O novo pólo etílico-jornalístico da cidade.

Designer de acessórios http://michelerizzi.blogspot.com criação de peças personalizadas e exclusivas

ANGÉLICA RIZZI

DC:Uma rádio?

cantora/campositora

Eldorado Brasil 3000 FM.

CANÇÕES ITALIANAS E AUTORAIS

DC: Revista VIP é?

angelrizzi@gmail.com |www.angelicarizzi.com

OMB 19155/DRT/RS9298

Cultura, informação e belas mulheres.

DC: Rolling Stone é?

A melhor revista de cultura pop do país.

http://dimensaocosmopolita.blogspot.com

Diagramação: Diego Coiro Tortorelli | diegoct.prod@gmail.com

pg 1


Dimensão Cosmopolita Contracapa