Page 1

especial RIO

Startup Rio:

www.gustavotutuca.com.br

O presidente da Cisco do Brasil, Rodrigo Dienstmann, explica que o programa vai funcionar como um catalisador, acelerando o ambiente favorável ao desenvolvimento de tecnologia já existente no Rio. “O setor de tecnologia vai se beneficiar bastante. Ele vai se aliar, acelerar as startups e realmente criar resultados práticos não só para dentro do estado, mas para o Brasil e, com a indústria global de hoje, acho que as invenções criadas aqui podem ser exportadas para o mundo inteiro”.

Um incentivo ao empreendedorismo digital no Estado O Governo do Rio lançou, em outubro de 2013, o programa Startup Rio. A parceria entre o Estado e empresas privadas tem como objetivo apoiar empreendedores do setor de tecnologia. Os candidatos que forem selecionados para participar do programa vão receber uma bolsa de R$ 100 mil da Fundação Carlos Chagas de Amparo à Pesquisa no Estado do Rio de Janeiro (Faperj) para desenvolverem projetos no período de um ano. O total investido será de R$ 5 milhões para apoiar até 50 ideias. Além de oferecer bolsas para os empreendedores, a Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia vai dar um espaço para que os selecionados trabalhem em conjunto. O antigo prédio da faculdade de Direito da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj), no Catete, será reformado de acordo com os padrões internacionais para criar um escritório compartilhado e funcionar como incubadora. A obra deve custar cerca de R$ 1,5 milhão.

Além de propiciar o crescimento da indústria do Rio e dos inventores, o Startup também quer ajudar na criação de uma mentalidade empreendedora. Para Marcelo Salim, diretor de Tecnologia da Rio Negócios, a agência de promoção de investimentos do Rio, este é o maior legado do projeto. “A nossa preocupação é menor com esse sucesso e maior com a formação da mentalidade de todo mundo que vai passar por lá. Mesmo as pessoas que não construam uma startup na primeira vez, o processo vai ficar na cabeça delas, e terão condições de tentar outra vez e chegar a algum resultado positivo”, disse Salim.


Reestruturação da Uerj ATENDE cinco mil servidores A Assembleia Legislativa do Rio (Alerj) aprovou em fevereiro, em discussão única, o projeto de lei 2.707/14, de autoria do Poder Executivo, que reestruturou o plano de cargos, carreiras e remuneração do quadro de servidores técnicoadministrativos da Universidade do Estado do Rio de Janeiro (Uerj). O projeto retornou à pauta depois de receber 174 emendas, sendo 37 delas incluídas no texto após negociação no Colégio de Líderes da Casa. Um dos principais avanços foi o enquadramento dos servidores, que passou a ser por tempo de efetivo serviço na universidade, e não mais por tempo de efetivo serviço no cargo, como previa o texto original. Os reajustes foram escalonados em 26%, 34% e 56%. As emendas garantiram, ainda, a manutenção da periculosidade na aposentadoria sem a perda da paridade, a redução da carga horária e a equiparação salarial da enfermagem, que ganhava 10% a menos que os demais servidores, além da reestruturação do quadro de pessoal instituído em três carreiras (auxiliar técnico universitário, técnico universitário e técnico universitário superior). Foram incluídos, ainda, na remuneração base os auxílios creche, alimentação e excepcional, insalubridade e periculosidade e verba de representação judicial. O plano ainda define atribuições, tabelas com remunerações e gratificações.

Plano de cargos da Faetec reajusta salários em 32%

32% 4% set/07 2

Os vencimentos dos servidores avançaram em 85,09%. Acima dos índices de inflação, com avaliação positiva de 21,06%

8%

JUN/13

DEZ/13

85%

Foi aprovado na Alerj, também em fevereiro, o projeto de lei 2.687/13, de autoria do Poder Executivo, que instituiu o plano de cargos, carreiras e remuneração da Fundação de Apoio à Escola Técnica do Estado do Rio de Janeiro (Faetec). O principal avanço em relação ao texto original foi a garantia de reajuste único de 32,5% para todos os profissionais da fundação, já que, na mensagem inicial do governo, os técnicos administrativos receberiam 23,4%. Na gratificação por qualificação, docentes com mestrado ganharam reajuste de 39%, e com doutorado, 54%. Também houve acordo prevendo a criação da carreira de docente de nível superior, a regulamentação do regime de dedicação exclusiva e a inclusão dos chamados professores 2 no quadro efetivo da Faetec. PRESTANDO CONTAS GUSTAVO TUTUCA


ensino superior a distância chega no alemão

O ensino superior, de qualidade e a distância, pode estar mais perto. A proposta de levar à comunidade do Complexo do Alemão, zona Norte do Rio, um polo de Educação a Distância do Estado do Rio de Janeiro (Cederj) deu início quando ainda o deputado estadual, Gustavo Tutuca, esteve à frente da secretaria de Ciência e Tecnologia. Alguns imóveis estão sendo analisados em conjunto com o governador do Estado, Luis Fernando Pezão, e com representantes da secretaria. A sinalização do governador é positiva, mas ainda é necessário o processo de adequação do espaço, que pertence à prefeitura do Rio. A intenção é de que a novidade seja entregue ainda este ano. A Fundação CECIERJ tem como objetivo social oferecer educação superior gratuita e de qualidade, na modalidade a distância, para o conjunto da comunidade fluminense.

CVT Alemão Vale lembrar que o Estado atua também na comunidade do Alemão por meio do Centro Vocacional Tecnológico (CVT) Alemão, unidade de formação profissional da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec). Inaugurada em maio de 2011, o CVT é a segunda unidade de ensino instalada pela Faetec na região, a outra é um Centro de Educação Tecnológica e Profissionalizante (Cetep). O CVT Alemão está localizado na rua Paranhos, nº 127, em Olaria, e oferece cursos na área de Serviços. São disponibilizados cursos de Informática, Montagem e Manutenção de Micros, Modelagem e Corte e Costura, Bordado e Customização, Refrigeração, Instalador Mecânico de Split, Recepcionista, Operador de Telemarketing e Assistente Administrativo.

Polo de Educação a Distância é inaugurado na Rocinha e beneficIa a comunidade A Secretaria de Ciência e Tecnologia inaugurou, em fevereiro, o Polo de Educação a Distância (PED) da Rocinha, que reúne desde o Ensino Fundamental até a Pós-Graduação a distância. Foram investidos R$ 2,5 milhões. Atualmente, os alunos vão poder desfrutar de nove salas de tutoria, dois laboratórios de informática, dois de física, uma biblioteca e um auditório, cada, espaço wireless e módulos independentes para o Ceja e Cederj. Há uma aposta que o ensino técnico oferecido a distância pode ajudar muitos jovens a ingressarem no mercado de trabalho por meio da rede Faetec. Os cursos de graduação a distancia são oferecidos pelo Consórcio Cederj, formado por oito instituições públicas GUSTAVO TUTUCA PRESTANDO CONTAS

de ensino superior no Estado do Rio de Janeiro (UERJ, UFRJ, UFF, UNIRIO, UENF, RURAL e CEFET, IFF). No Polo Rocinha há quatro cursos universitários: Licenciatura em Pedagogia (Uerj); Tecnologia em Sistemas da Computação (UFF); Administração (UFFRJ); e Tecnologia em Gestão de Turismo (Cefet-RJ). Já a Rede Ceja - Centro de Estudos de Jovens e Adultos - oferece o Ensino Fundamental, do 6º ao 9º ano, e o Ensino Médio para jovens e adultos. Os três cursos profissionalizantes - Eletricista Predial, Encanador/Instalador (bombeiro hidráulico) e Segurança no Trabalho - são uma parceria com a Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec). 3


Sinal verde

para wi-fi no entorno do Maracanã

Expansão do Rio Estado Digital A Secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, sob o comando do secretário Gustavo Tutuca, disponibiliza a rede wi-fi do Governo do Estado no entorno do Maracanã. O sinal é aberto e gratuito para os torcedores, servindo também aos frequentadores da região. A rede wi-fi do Maracanã também é um projeto-piloto do novo modelo de gestão do programa Rio Estado Digital, que terá sua manutenção a cargo de empresas de telecomunicações. Atualmente há 15 redes, basicamente em comunidades e grandes vias do Rio, além de municípios da Baixada Fluminense. Para utilizar o sinal do Maracanã, por questões legais e de segurança, é necessário que o usuário preencha um cadastro prévio. Uma vez realizado, no entanto, ele poderá fazer uso da rede em qualquer lugar do estado em que o programa funcione. A velocidade média de acesso é de 500 Kbps.

4

Com o novo modelo de gestão, o programa será expandido para quatro cenários: comunidades, grandes vias, eventos e municípios fora da Região Metropolitana. A manutenção das redes que já existem passará a ser feita no modelo PPP, assim como das novas a serem implantadas. As empresas de telecomunicações interessadas em compartilhar novas redes com o projeto Rio Estado Digital deverão, oportunamente, se cadastrar junto à Secretaria, que, para tal, lançará um edital de credenciamento no fim do ano.

Inclusão digital e serviços gratuitos O Rio Estado Digital foi desenvolvido pela Secretaria de Ciência e Tecnologia, com o suporte de universidades e do IME, para oferecer internet gratuita com conteúdos orientados à inclusão digital. Ele está presente no Complexo do Alemão, Santa Marta, Rocinha, PavãoPavãozinho, Providência/ Porto, Manguinhos, Vila Militar, Cidade de Deus, Rua Tereza, Batan; na Baixada (Duque de Caxias, São João de Meriti, Belford Roxo, Nova Iguaçu e Mesquita); e nas orlas da Urca ao Leblon. GUSTAVO TUTUCA PRESTANDO CONTAS


AGORA É LEI: terminais de transportes terão sinal wi-fi Mais um passo foi dado rumo à democratização do acesso à internet por todo Estado. E isso graças a uma lei de autoria de Gustavo Tutuca, que dispõe por meio de um programa estadual de internet nos terminais de transportes do Estado do Rio. A publicação da lei já saiu no Diário Oficial sancionada pelo então governador Sérgio Cabral. A Lei Nº 6712 DE 14/03/2014, tem como objetivo a instalação de equipamentos de internet sem fio (WI FI) e disponibilização de sinal nos terminais de embarque GUSTAVO TUTUCA PRESTANDO CONTAS

e desembarque de passageiros de trem, metrô, ônibus intermunicipal e barcas. Segundo os artigos que pautam a lei, a instalação e manutenção dos equipamentos referidos ficarão sob a responsabilidade da concessionária de transporte administradora do terminal. E o sinal do equipamento deverá abranger todo o espaço físico dos terminais rodoviários, metroviários, ferroviários e de barcas do Estado do Rio de Janeiro. 5


Expansão da rede Faetec pela CIDADE DO RIO As comunidades de Santo Amaro, Parque da Cidade, na Gávea, e Condomínio Dona Castorina, no Leblon, Zona Sul do Rio de Janeiro, contarão com três novos polos da Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec), em breve, para atender o cidadão que deseja realizar serviços por meio do computador e utilizar internet de graça.

Mapa das

veja a presenç

As novas unidades são uma parceria entre as associações de moradores desses locais, que cederam os imóveis, e a Faetec, que implantará os equipamentos. Cada uma contará com dez computadores, salas climatizadas e dois monitores para auxiliar e tirar dúvidas do usuário. O investimento será de, aproximadamente, R$ 14 mil. Atualmente, temos 92 polos espalhados em todo Rio de Janeiro.

Jardim Bangu CVT Bangu

CETEP Santa Cruz

Na atualidade, a informação tem assumido um papel de grande relevância social, uma vez que os avanços da ciência se convertem em soluções para nosso cotidiano e estão presentes desde um setor produtivo até nossas atividades mais corriqueiras e particulares. Ter um espaço democrático de conhecimento, ofertado pelas Faetecs Digitais, é uma questão que discute a ampliação do acesso tanto à recepção quanto à emissão de conhecimento, a sua democratização e do conhecimento. A formação de leitores e a inserção cultural das populações nos mais diversos assuntos, pretendem assim disponibilizar as novas tecnologias de informação e comunicação às comunidades e promover o processo de inclusão digital.

6

GUSTAVO TUTUCA PRESTANDO CONTAS


das Faetec’s digitais

sença da faetec no município do rio ETE J.K.

CVT Quitungo

m Bangu CETEP Batan

CVT Marechal Hermes

Jardim Novo

Ass de Mulheres

CVT Alemão

CETEP Vaz Lobo

CETEP Alemão

CETEP Portela Campinho CVT Campinho

Cascadura Piedade

CETEP Cri-Quintino

ETE Silva Freire CETEP Engenho Novo

CVT Cidade de Deus

Barreira do Vasco

CETEP Jacaré

CVT Correios CETEP Mangueira CETEP Vila Isabel Chacrinha Unidos da Tijuca Vila Olímpica do Salgueiro

Parque da Cidade Igreja Batista do Leblon

inauguradas (31) GUSTAVO TUTUCA PRESTANDO CONTAS

Central do Brasil CETEP Praça da Bandeira

Q. da Mangueira

a inaugurar (8)

CETEP Catumbi

CVT Cidade de Deus

Santo Amaro

CETEP Santa Marta CETEP Chapéu Mangueira

Dona Castorina

em construção (6) 7


Obra do campus

Uezo é iniciada 8

O novo campus da Fundação Centro Universitário da Zona Oeste (Uezo) está sendo construído às margens da Avenida Brasil, cujo projeto é do arquiteto Paulo Casé. A expectativa é de que o número de alunos passe dos atuais 1,9 mil para seis mil. O projeto total está orçado em R$ 40 milhões. A Uezo é a única universidade tecnológica do Estado e tem por finalidade formar profissionais no âmbito da educação tecnológica, em nível superior, para atender à demanda do parque industrial fluminense e dos diversos setores da economia. Um dos destaques do novo campus será o Laboratório de Tecnologia Naval e Offshore, parceria com o Arsenal de Marinha do Rio de Janeiro, que investirá R$ 1 milhão na montagem e equipamentos. Nesse laboratório, os alunos do curso de Tecnologia em Construção Naval terão atividades voltadas para a manutenção e reparos de embarcações e estruturas offshore, com a simulação de estaleiros, em pequena escala. O trabalho nesse laboratório terá foco nas áreas de ensaios mecânicos em materiais metálicos e compósitos utilizados nos setores de corrosão, sistemas de proteção e ensaios não destrutivos.

PRESTANDO CONTAS GUSTAVO TUTUCA


Le Cordon Bleu: Faetec terá 20% das vagas para cursos GUSTAVO TUTUCA PRESTANDO CONTAS

A primeira unidade da Le Cordon Bleu no Rio de Janeiro é um convênio com a Fundação de Apoio à Escola Técnica (Faetec). A escola funcionará em um prédio cedido pelo governo do estado, em Botafogo. A Fundação terá direito a 20% das vagas para os alunos da rede, que poderão fazer os cursos gratuitamente. A Faetec também ficará responsável pela certificação dos cursos. A primeira turma terá 480 vagas, das quais 96 serão reservadas aos alunos da Faetec, que deverão ter conhecimento prévio do setor. Futuramente, a escola poderá formar até 800 estudantes por ano, sendo 160 da Faetec. Os cursos oferecidos serão os mesmos ministrados na unidade francesa, mas adaptados para a realidade brasileira pela equipe pedagógica da escola. Eles terão uma média de duração de 300 horas/ aula, ou seja, de 10 a 20 semanas dependendo do curso. O preço dos cursos também será definido pela equipe da Le Cordon Bleu. 9


Maré terá um CVT e uma escola com Ensino Médio O Governo do Estado anunciou uma série de obras que vai beneficiar moradores do Complexo da Maré, na Zona Norte do Rio. As comunidades vão ganhar um Centro Vocacional Tecnológico (CVT) com horário integral, uma escola de Ensino Médio, uma Delegacia Legal e uma base do Detran. O objetivo é tornar os serviços públicos mais acessíveis à população da Maré, que foi ocupada pelas Forças de Segurança em março deste ano. – O início do processo de construção de um CVT e de uma escola com Ensino Médio Integral no Complexo da Maré, que vão complementar a rede de creches e colégios que a prefeitura também instalará na região, foi sonhado por mim, ainda como secretário de Estado, e colocado em prática antes mesmo de deixar o cargo para retornar à Alerj. Sou muito 10

grato ao governador Luiz Fernando Pezão por esse anúncio que dá início às obras – disse o deputado estadual Gustavo Tutuca. As obras do Complexo de Educação da Maré, que será erguido em um terreno ao lado do 22º Batalhão de Polícia Militar, ficarão a cargo da Faetec (Fundação de Apoio à Escola Técnica). Com custo estimado em R$ 13 milhões, o projeto prevê a construção de uma escola de Ensino Médio Técnico com capacidade para 350 alunos, e um CVT para atender a cerca de 1,8 mil alunos/ano em cursos de qualificação profissional, com duração de 12 a 20 semanas. As duas unidades devem ocupar 4,5 mil e 1,5 mil metros quadrados, respectivamente. O Governo do Estado ainda planeja construir uma quadra esportiva de mil metros quadrados. GUSTAVO TUTUCA PRESTANDO CONTAS


Gustavo Tutuca por... Luiz Fernando Pezão, Governador

“Gustavo Tutuca é um político que dá orgulho para a cidade de Piraí, aonde comecei meus trabalhos na política. Pude, ao lado dele, implantar o maior programa de inclusão digital do Brasil, o Piraí Digital. De perto acompanhei seu trabalho à frente da secretaria de Ciência e Tecnologia. Uma gestão evidenciada pela vinda dos grandes parques tecnológicos para o Rio; tornou a maior rede de qualificação profissional, a Faetec, em evidência dentro e fora do nosso Estado; avançou na qualidade no ensino superior, seja pela valorização dos servidores, seja na melhoria da estrutura para os alunos; e lembrar também que é um político que pensa a frente do seu tempo quando nos referimos a políticas públicas de democratização da informação e inclusão”

“Como secretário de Ciência e Tecnologia, o deputado Gustavo Tutuca elevou o Rio de Janeiro a um patamar de notável excelência. Ele soube conduzir com muita habilidade a política de valorização do setor que se iniciou na gestão do governador Sérgio Cabral, conseguindo ampliar conquistas nos 15 meses em que comandou a pasta. Prova disso é que a maior parte dos principais centros de pesquisa do Brasil estão no Rio .”

“Neste curto mas profícuo período que o deputado Gustavo Tutuca esteve à frente da pasta da Secretaria de Ciência e Tecnologia do RJ, posso dizer que o estado e a UEZO tiveram um aliado na valorização da Ciência e da Tecnologia. Ressalto o imprescindível apoio que recebemos do deputado para aprovação da Licença Ambiental, o que possibilitou o início das obras do campus da UEZO.”

Marco Antônio Raupp, Ex-ministro CT&I

Alex Sirqueira, Reitor UEZO

“Gustavo não pode ser medido pelo tempo que passou pela SECT. Tem que ser medido pela qualidade do trabalho e pelo legado que deixou. Ninguem fez tanto pelo nosso setor em tao pouco tempo. O Startup Rio é um dos principais legados.”

Marcio Lacks, Assespro

Associação das Empresas Brasileiras de TI GUSTAVO TUTUCA PRESTANDO CONTAS

“Durante o período em que esteve à frente da secretaria de Estado de Ciência e Tecnologia, Gustavo Tutuca se mostrou um entusiasta de ambientes de inovação e de parques tecnológicos. Sempre buscou apoiar as iniciativas do Parque Tecnológico da UFRJ.”

Maurício Guedes

Diretor do Parque Tecnológico da UFRJ

“Conheci o Deputado Gustavo Tutuca quando este assumiu à Secretaria de Ciência e Tecnologia do Estado do Rio de Janeiro. Logo concluí que ele é um jovem político com muita energia e com o compromisso de apoiar a ciência, tecnologia e inovação em nosso estado.“

Jacob Palis

Presidente Academia Brasileira de Ciências 11


/gustavotutuca

NA REDE

www.gustavotutuca.com.br

Acesse do seu celular! gustavotutuca@gmail.com


Prestando Contas - maio 2014  

Informativo Prestando Contas do deputado Gustavo Tutuca direcionado para a cidade do Rio de Janeiro

Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you