Page 1

Abril de 2014 | Edição 347

Informativo da Cooperativa Agropecuária de Bom Despacho

Palavra do cooperado Palavra do cooperado traz nesta edição o respeitabilíssimo produtor rural da comunidade do Bom Retiro, o nonagenário José Lopes da Silva, popularmente conhecido como “Zé do Chico”. “Considero o Somé um pai para mim”, afirmou Zé do Chico. Págs. 06 e 07

Pág. 02

Assembleia aprova sem ressalvas prestação de contas do exercício de 2013

Pág. 05

Dever cumprido Roberto José de Araújo se aposenta após 30 anos de irretocáveis serviços à COOPERBOM. Roberto gerenciou vários setores da cooperativa e por onde passou, ele deixa um legado exemplar, digno de ser respeitado, admirado e exaltado por todos.

A diretoria, que assumiu a cooperativa em março de 2013, teve suas contas aprovadas sem ressalvas pela assembleia geral. Compromissada com a gestão transparente, integrada com o conselho de administração, equipe de colaboradores e principalmente atendendo interesses e demandas coletivas dos cooperados, a diretoria foi aplaudida em sua primeira prestação de contas.

Pág. 09

Governo retoma o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) Os produtores rurais inscritos no Programa de Aquisição de Alimentos devem comparecer ao PAA (Avenida das Palmeiras nº 12) para a entrega dos produtos. Para maiores esclarecimentos, entrar em contato pelos telefones: (PAA) 3531-2839, ou 3521-3051 (Aline Deptº de Marketing). IMPORTANTE: Produtos de origem animal, devem se agendados com antecedência.

Pág. 08

Eleitos os novos membros do Conselho Fiscal Na Assembleia Geral Ordinária, realizada em 30 de marços de 2014, foi eleito o novo Conselho Fiscal da COOPERBOM. Formado por associados de idoneidade comprovada e comprometidos com a COOPERBOM, o novo Conselho Fiscal já assumiu suas funções.

Pág. 03

Com a palavra... Fúlvio de Queiroz Cardoso Neto

Tarcísio Mendes Pág. 06

DER autoriza a construção de via de acesso à Fábrica de Rações Após nove anos de luta, a COOPERBOM conseguiu autorização do DER-MG para a construção de via de acesso à Fábrica de Rações localizada na rodovia MG-164. A obra é de grande importância para a segurança do trânsito local e fundamental para a política de ampliação da fábrica.

Pág. 07


BOM DESPACHO • ABRIL DE 2014

Palavra do Cooperado

2

Zé do Chico, antes de tudo um forte O escritor Euclides da Cunha escreveu: “o nordestino é antes de tudo um forte”. Utilizamos esta frase para definir o trabalhador rural de nome José Lopes da Silva, mais conhecido como Zé do Chico (foto), cuja história de vida é um exemplo de honestidade e que também tem um modo de vida parecido com o de milhares de homens do campo deste país. D o a l to d e s e u s quase noventa anos (o aniversário é em 5 de setembro), seu José é um dos associados mais idosos da cooperativa. Com voz mansa e firme ele fala sobre sua labuta na roça, dos tempos difíceis de antigamente, “porque agora, diz ele, as coisas melhoraram muito: temos luz elétrica, geladeira, fogão a gás; tem o tanque e a ordenha mecânica na “tiração” de leite, tratores fazem os serviços que antigamente eram feitos no braço e sob um sol causticante”. Zé do Chico é viúvo, tem 6 filhos homens frutos de uma união feliz com sua esposa dona Maria Enir do Couto (Dona Fia). Deles, é o Joãozinho que é o seu braço direito na fazenda. Seu Zé diz que goza de boa saúde porque aos 89 anos toma somente três comprimidos ao dia. Pegar duro no batente mesmo, disse ele que tem até disposição, mas o coração e o corpo já estão cansados. Mas nem por isso fica parado, frequenta as missas na capela do Bom Retiro, que ele próprio ajudou na construção, participa de todos eventos da comunidade e cuida com carinho de sua horta, das “criações” e da “fazeção” de comida. Sobre a cooperativa, ele afirmou que “a cooperativa mudou mesmo! No mandato anterior tinha algumas diferenças, mas o Somé

chegou tudo nos eixos, né?” Disse também que deve muita obrigação ao Célio que o orientou bastante sobre leis ambientais. “Os três diretores são pessoas muito boas e honestas e estão conduzindo muito bem a cooperativa e ela está só progredindo. Do jeito que lá vai, está indo bem”, completou. João Lúcio da Silva (foto), o Joãozinho, interveio na conversa e fez questão de fazer seu comentário: “O que eu conheço do Somé, Célio e Vicente Roberto é a honestidade deles, os associados podem confiar neles. Eles trabalham para o produtor rural e para ajudar as comunidades. Depois que eles assumiram a cooperativa melhorou bastante, e está só melhorando. A ração

Órgão e informação da COOPERATIVA AGROPECUÁRIA DE BOM DESPACHO Av. das Palmeiras, 180 - Fone (37) 3521-3131 Contato: secretaria@cooperbom.com.br Editor: Renato Fragoso - 17.434/MG DIRETORIA EXECUTIVA (Mandato 2013/2016) Presidente - Moacir Eustáquio Teixeira Diretor Administrativo - Vicente Roberto da Silva Diretor Comercial - Célio Jesus da Silva CONSELHEIROS ADMINISTRATIVOS EFETIVOS: Antônio Bernardes Filho, Dinoralva Maria da Silva Gontijo, José Roberto Alves Silvestre, João José de Carvalho, Willian Diniz da Silva e Fúlvio de Queiroz Cardoso Neto. SUPLENTES: Amintas Pinto da Silva, Maurício da

está com preço bom, não está muito cara. O que ajuda o produtor é isto: baixar o preço das coisas”, afirmou. Sobre as dificuldades da atividade e a vida campesina Zé do Chico ressaltou que “nós aqui na roça, se fosse pra gente pagar para mexer, trabalhar, a gente não daria conta não, tem que ser a pessoa mesmo para tomar conta”. Zé do Chico é um homem simples, honrado e respeitado que exerce grande liderança na comunidade do Bom Retiro. Entrevista a Carlos Roberto do Couto

CORREIO COOPERBOM Fornecimento Março / 2014 Posição 1

Ronaldo Valadares Gontijo

396.114

2

Geraldo Magela de Araújo II

209.002

3

Guarim Alfredo Caetano Carvalho

126.000

4

Rui Otaviano Rodrigues

114.185

5

EI - Polidoro Joaquim de Faria

99.422

6

Paulo Gontijo Álvares

98.016

7

Ailton José Soares

94.263

8

Lucimara de Almeida Pinhão

94.184

9

Ronaldo de Souza Queiroz

72.531

10

Alice Miranda Borges

70.131

11

EI - Marcelo Costa Tonaco

68.732

12

Otto Bernardes de Castro

65.917

13

Francisco Rafael E. Azevedo

64.946

14

Vantuir José dos Santos

56.876

15

Vaine Alves Teixeira

55.523

16

José Airton Pereira

55.410

17

Paulo Emílio Vasconcelos Carvalho

54.943

18

Carlos Humberto de Araújo

48.059

19

Vicente De Paulo Silva - Sintico

47.644

20

Jacques Gontijo Álvares

46.500

21

AR - Arnaldo dos Santos

45.776

22

Pedro Otacílio de Araújo

42.864

23

Roberto José de Araújo

41.885

24

Simão Salviano Costa

38.635

25

Pedro Evangelista da Silva

35.271

26

Alberto Magno Resende

34.344

27

Marco Aurélio Rodrigues Costa

34.211

28

Leonardo Cardoso Gontijo

33.683

29

Mauricio Eustáquio de Souza Castro

30.892

30

Vânia Oliveira Leite de Sousa

30.275

31

José Mauro da Silva Sintico

29.878

32

ER - Jaime José da Silva

29.104

33

Francisca Cândida de Oliveira Silva

28.872

34

Alessandro de Souza Ferreira

28.799

35

José Roberto Alves Silvestre

28.113

36

Pedro Gontijo Álvares

27.177

37

Elias Salviano da Silva

26.607

38

Dermivaldo José de Araújo

26.492

39

EI - Roberto José de Faria

26.170

40

ER - Alex da Costa Araújo

25.609

41

Maximina Ferreira de Queiroz

25.055

42

AR - Alonso Francisco Ferreira

23.746

43

José Pereira de Souza

23.033

44

Otávio Henrique Rezende

22.908

45

Gustavo Xavier Rezende

22.908

46

Bruno Teixeira Borges

22.059

47

Guilherme Teixeira Borges

22.058

48

Geraldo Raimundo Gontijo

20.155

49

Osvaldo Campos Silva

19.362

50

Raymundo José de Oliveira Junior

18.995

Leite entrege na COOPERBOM

Costa Cardoso e Anderson José de Medeiros.

CONSELHEIROS FISCAIS EFETIVOS: Flávio Martins Teixeira, Iralva de Araújo, Madalena Mª Araújo Santos. SUPLENTES: Dener José da Costa, Geraldo Francisco da Silva, Célio Moreira S. Júnior

PERÍODO

VOLUME (em litros)

Março 2013 3.807.835 Abril 2013 3.704.444 Maio 2013 3.973.111 Junho 2013 3.937.168 Julho 2013 4.209.234 Agosto 2013 4.066.396 Setembro 2013 3.965.043 Outubro 2013 4.155.823 Novembro 2013 3.966.723 Dezembro 2013 4.020.717 Janeiro 2014 3.830.961 Fevereiro 2014 3.262.942 Março 2014 3.486.489

PRODUÇÃO Publicação: Cidade’s.com Editora de Jornais e Revistas CNPJ - 16.634.399/0001-00 - fone: (37) 3522-3953 Diagramação/Editoração: David Renato de Oliveira Fragoso Fotos & Artes: Marketing Cooperbom - Aline Gontijo e Gustavo Rocha TIRAGEM: 2.000 EXEMPLARES Impressão: SEMPRE EDITORA

Os artigos assinados não refletem necessariamente a opinião deste jornal.

Produção

*Leite recebido em Bom Despacho e Estrela do Indaiá


CORREIO COOPERBOM

BOM DESPACHO • ABRIL DE 2014

3

A p ó s n o ve a n o s de luta, a COOPERBOM conseguiu autorização do DER-MG para a construção de via de acesso à Fábrica de Rações localizada na rodovia MG-164. A obra é de grande importância para a segurança do trânsito local e fundamental para a política de ampliação da fábrica. O presidente Moacir Estáquio Teixeira afirmou que as obras devem se iniciar o mais rápido possível e que dentro de poucos meses deverão estar con-

Acesso à Fábrica de Rações

DER autoriza a construção de via de acesso à Fábrica de Rações cluídas, pois é no período de seca que há um aumento significativo de trânsito de veículos pesados no local. “A via de acesso à fábrica de rações é uma reivindicação antiga da cooperativa e uma das demandas importantes de nossa gestão. Para conseguirmos a autorização foi necessário muito trabalho junto ao DER -MG que não mais deverá autorizar a construção de vias de acesso nas rodovias do estado”, explicou Moacir. Local da construção

Trânsito de caminhões

Trânsito pesado

Local onde será construído o acesso à Fábrica de Rações


Investimento

4

BOM DESPACHO • ABRIL DE 2014

CORREIO COOPERBOM

Investimento aumenta o rendimento dos serviços na fábrica de rações Investimento feito pela COOPERBOM adquirindo uma empilhadeira melhorou o rendimento dos serviços de transporte, movimentação e empilhamento de materiais diversos na fábrica de rações. O equipamento substitui boa parte do esforço desnecessário que vários homens deveriam realizar para mover o mesmo material de um ponto a outro.

Empilhadeira trabalhando

Diretores ao lado da empilhadeira

Colocando a carga no caminhão

Funcionário dirigindo a empilhadeira

Diretores e gerente da Fábrica de Rações


BOM DESPACHO • ABRIL DE 2014

CORREIO COOPERBOM

5

Roberto José de Araújo sai de cena após 30 anos de irretocáveis serviços à COOPERBOM Roberto José de Araújo, casado há 35 anos com Maria Helena, dois filhos; Fábio, arquiteto e Roberta, médica; se diz orgulhoso de sua família, substrato de amor, amizade, respeito e apoio. Sob a matrícula 783-4, com mais de 40 anos como cooperado, este competente profissional sai de cena para administrar seus próprios negócios, deixando um legado exemplar em sua trajetória de 30 anos ocupando cargos importantes e estratégicos na COOPERBOM. Logo após se form a r c o m o Té c n i c o e m Agropecuária, Roberto Araújo foi contratado pela EMATER e após algum tempo distante de sua terra natal, suas raízes falaram mais alto e ele descobriu que seu lugar era na sua cidade-mãe e então voltou para suas origens. Pouco tempo depois, enquanto trabalhava na lida da fazenda, foi aberto concurso para gerente do posto de captação de leite no Engenho do Ribeiro, que estava sendo montado. Apresentou seu currículo e foi contratado pelos diretores, na época, Jacques Gontijo e Antônio Bernardes da Silva. “A obra estava no seu início e ajudei na montagem e na construção da unidade, pegando literalmente na massa”, diz com orgulho. Gerenciou a unidade por dois anos. Descrevendo sua trajetória na cooperativa, Roberto relata: “A área de laticínios da COOPERBOM enfrentava problemas com maquinário e com pessoal, tanto em Bom Despacho como na unidade de Estrela do Indaiá. Recebi então um convite do Dr. Jacques Gon-

tijo para gerenciar a unidade e solucionar os impasses. Aceitei o desafio e no início enfrentamos muitos problemas e um dos principais era o de resfriamento do leite. Passei várias noites dando assistência para que não houvesse prejuízo para o resfriamento do leite. A cooperativa recebia em média 200 mil litros de leite diários que deveriam ser resfriados imediatamente e produzia 10 mil litros de leite pasteurizado por dia. Foi um período difícil, mas juntamente com toda equipe conseguimos vencer mais um desafio e solucionar os problemas daquela unidade, onde permaneci como gerente por 15 anos.”

“A hora do encontro é também despedida a plataforma desta estação, é a vida”. (Milton Nascimento e Fernando Brant)

Após sua passagem pela área de laticínios, na administração de José Fúlvio Cardoso, Roberto enfrenta novo desafio, convidado para gerenciar a área comercial, temeu a grande responsabilidade, mas aceitou. Na época, o gerente da área comercial tinha múltiplas funções (compras, atendimento ao produtor e ao vendedor além de administrar a loja). Segundo Roberto, foi um período muito bom em que ele pode acumular experiência e importantes conhecimentos na área comercial, onde foi gerente durante 8 anos. “No início, eu tinha dúvidas se conseguiria vencer mais aquele desafio, mas graças

a Deus conseguimos fazer um bom trabalho”, ressaltou Roberto. Com um currículo invejável, competência comprovada e experiência em vários setores da cooperativa, Roberto, mais uma vez, foi convidado para administrar a fábrica de rações. Ao receber o convite da diretoria, Roberto questionou se havia algum

Algumas vezes é preciso silenciar, sair de cena. E esperar que a sabedoria do tempo termine o espetáculo.

problema em sua gestão da área comercial, a resposta não poderia ser outra. O convite era exatamente consequência de sua grande performance na área comercial e em vários outros setores por onde passou. Mais maduro e experiente, não se assustou com a responsabilidade de gerenciar a fábrica de rações. Quando iniciou sua gestão, a fábrica produzia em média 600 t de rações por mês. Deixou a fábrica com a produção mensal de 4 mil toneladas. Isto em apenas três anos e meio. Roberto se aposenta com a certeza do dever cumprido e com o reconhecimento unânime de diretores, funcioná-

rios e produtores rurais. Sobre a aposentadoria, Roberto diz que se preparou durante um ano. Nesse mesmo período, se preocupou em treinar um substituto. Ressaltou que durante toda sua vida profissional sempre priorizou o trabalho em equipe e reconhece o mérito de todos que trabalharam com ele durante sua jornada na COOPERBOM. “Sou grato a todas as pessoas com as quais trabalhei, do mais simples funcionário aos diretores, sem jamais esquecer o produtor com quem aprendi mais que pude ensinar”, enfatizou. Entrevista a Carlos Roberto do Couto

Homenagem

A certeza do dever cumprido


BOM DESPACHO • ABRIL DE 2014

Com a Palavra ...

6

Assembleia apro prestação de contas

Fúlvio de Queiroz Cardoso Neto Cooperado há 28 anos, Fulvinho integra pela primeira vez a diretoria como membro do Conselho de Administração a convite do presidente Moacir Eustáquio, Somé. “Sobre este primeiro ano de mandato, vejo uma administração transparente, tranquila, muito racional, centrada e focada no cumprimento dos objetivos propostos em campanha. Minha convicção é que será daí para melhor até o final do mandato. Os cooperados voltaram a frequentar a cooperativa. É notório a satisfação e o prazer deles em poder dialogar com os diretores. Eu poderia dizer que eles estão se sentindo em casa novamente. O que tenho que a dizer sobre a Assembleia Geral é que tudo transcorreu muito bem, num clima de muita tranquilidade e transparência. A Assembleia foi o reflexo desse primeiro ano de administração, o relatório apresentado foi aprovado por unanimidade e sob salvas de palmas, e demonstrou o eficiente e competente trabalho realizado neste primeiro ano de mandato. O relacionamento entre o conselho de administração e a diretoria é muito positivo. É pautado no respeito mútuo, na confiança, amizade e sobretudo com o compromisso de zelar pelos interesses dos cooperados. Os conselheiros de Estrela do Indaiá, João José, e de Moema, Willian Diniz também estão integrados neste clima de amizade. Eu poderia dizer que existe um “laço de família” nesta administração da COOPERBOM. A sugestão que eu gostaria de fazer já está inserida nos compromissos da diretoria que é a ampliação da fábrica de rações, porque com o aumento da produção poderá ocorrer uma redução de preços da ração e isto ajudaria em muito o produtor. A grande demanda dos associados é por um preço de ração mais acessível e a diretoria está atenta a isto e vem tomando providências”. Entrevista a Carlos Roberto do Couto

CORREIO COOPERBOM

A COOPERBOM colocou à disposição e deliberação da Assembléia Geral Ordinária o Relatório de Gestão, Balanço Patrimonial, Demonstração do Resultado do Exercício e demais peças contábeis do exercício de 2013, devidamente analisados e aprovados pelo Conselho de Administração e Auditoria Independente. A Sobra foi de R$ 1.929.246,63 que representa 1,82% sobre a receita bruta dos setores comerciais. Índice considerado satisfatório, considerando que o objetivo da COOPERBOM é fornecer bens e serviços de qualidade ao associado sem fins lucrativos. A administração assumiu a direção da COOPERBOM em março/2013, compromissada com uma gestão transparente e integrada com o Conselho de Administração, equipe de colaboradores e principalmente atendendo os interesses e demandas coletivas dos associados. O endividamento bancário da COOPERBOM em 2012 era de R$ 20.030.134,76, esse endividamento foi reduzido ao valor de R$ 17.110.305,33, que representa diminuição de 14,58%, cumprindo assim o compromisso da diretoria de uma gestão com menores custos financeiros. O faturamento total de 2013 foi de R$ 158 milhões, superior em

15,84% em relação ao ano de 2012, crescimento que demonstra a confiança dos associados e comunidades na COOPERBOM. A COOPERBOM inaugurou mais uma unidade comercial, Supermercado em Moema, hoje possui 29 departamentos que fornecem produtos agropecuários e de consumo, buscando sempre preço adequado e justo para os associados. A administração implantou a partir de março/2013 um processo sistemático de cobrança dos créditos dos associados inadimplentes, com a aprovação pelo Conselho de Administração dos critérios para recebimento, o que tem possibilitado a muitos cooperados quitarem seus débitos. Foi contratado ainda os serviços advocatícios de um escritório para acompanhar todas as demandas da COOPERBOM, em todos os setores e buscar as soluções jurídicas para os impasses apresentados. A COOPERBOM também ampliou e modernizou vários departamentos com destaque para os Insumos do Bairro Ana Rosa, Engenho do Ribeiro e principalmente Fábrica de Rações que atingiu uma produção recorde de 35 mil toneladas, superior em 24,4% em relação a 2012. A responsabilidade técnica e social está demonstrada nas realizações: - 1.702 atendimentos

gratuitos de assistência médica no consultório da cooperativa; - 2.928 atendimentos veterinários e agronômicos; - 158.705 doses de vacinas contra Aftosa, doadas aos cooperados no valor de R$ 196.023,60; - 900 horas trabalhadas pela Motoniveladora a preços abaixo dos praticados no mercado. Relatório de aplicações em área técnica e assistência médica superam R$389.000,00 conforme demonstrado abaixo: SETORES

p ro d u to s n a s fa zen d a s c o m i nv e s t i m e n t o s d e aproximadamente R$ 2.000.000,00; • Melhoria e ampliação em diversos departamentos. Os diretores Moacir Eustáquio Teixeira, Célio de Jesus Silva e Vicente Roberto da Silva agradecem ao Conselho de Administração e Conselho Fiscal, Gerentes, Encarregados, Funcionários e, de forma muito especial, aos cooperados pelo apoio à administração.

2013 Nº atend.

Despesas

2012 Nº atend.

Despesas

Área Técnica

2.928 236.518,07

2.173 237.055,57

Assist. Médica

1.702 153.103,74

1.739 128.226,13

Total

4.630 389.621,81

3.912 365.281,70

Principais projetos para 2014: • Ampliação da Fábrica de Rações na área de recepção, armazenagem, expedição e entrega dos


BOM DESPACHO • ABRIL DE 2014

CORREIO COOPERBOM

7

A Sobra do exercício 2013 foi de R$ 1.929.246,63 1,82% sobre a receita bruta dos setores comerciais. Redução do Endividamento Bancário Em 2012 era de R$ 20.030.134,76 Em 2013 foi reduzido para R$ 17.110.305,33 Redução de 14,58% Compromisso da diretoria de uma gestão com menores custos financeiros cumprido Aumento do Faturamento Faturamento de R$ 158 milhões, 15,84% superior a 2012 Este crescimento demonstra a confiança dos associados e comunidade na COOPERBOM. Inauguração do Supermercado em Moema Atualmente a COOPERBOM possui 29 departamentos que fornecem produtos agropecuários e de consumo, buscando sempre preço adequado e justo para os associados. Ampliação e Modernização Ampliação da Fábrica de Rações que atingiu uma produção recorde de 35 mil toneladas, superior em 24,4% em relação a 2012. Insumos do Bairro Ana Rosa e Engenho do Ribeiro . Apoio Jurídico e Cobrança de Créditos Cooperados inadimplentes tem condições de quitarem suas dívidas; Acompanhamento jurídicos de demandas judiciais. A responsabilidade técnica e social - 1.702 atendimentos gratuitos de assistência médica no consultório da cooperativa; - 2.928 atendimentos veterinários e agronômicos; - 158.705 doses de vacinas contra Aftosa, doadas aos cooperados no valor de R$ 196.023,60; - 900 horas trabalhadas pela Motoniveladora a preços abaixo dos praticados no mercado.

Investimentos da ordem de R$ 1.147.047,67 Aquisições: 01 Caminhão Mercedes-Benz Atego Ano/Mod. 2013 c/ carroceria

192.139,00

02 Caminhonete Fiat Strada Working Ano/Mod. 2013

62.500,00

01 Fiat Uno Mille Way Ano/Mod. 2013

27.210,00

01 Caminhonete GM D20 Conquest Ano/Mod. 1992

27.000,00

Diversos equipamentos de informática e licenças de uso de software

57.257,43

Máquinas, móveis e utensílios modernizando os setores comerciais

45.625,59

Melhorias Fábrica de Rações (Reformas e Máquinas)

174.504,21

Supermercado Moema (Móveis e computadores)

139.553,16

Ampliação Loja de Insumos Ana Rosa (Instalações, móveis e computadores)

113.656,56

Fazenda (Máquinas agrícolas e Pastagens)

73.919,46

Ampliação do Depósito do Insumos do Engenho do Ribeiro

59.821,13

Supermercado BD (Sala Padaria e conclusão sala câmara frigorífica)

36.785,10

Posto de Combustíveis de Estrela do Indaiá (Poço artesiano e computadores)

32.470,32

Reforma de veículos

29.124,73

Indústria Laticínios (Prédio e máquinas)

27.144,73

Ampliação da Loja de Insumos de Araújos (móveis)

25.238,11

Ampliação do Supermercado Mato Seco (móveis e computadores)

20.182,54

Outras

2.915,60

Total

1.147.047,67 Principais projetos para 2014

• Ampliação da Fábrica de Rações na área de recepção, armazenagem, expedição e entrega dos produtos nas fazendas com investimentos de aproximadamente R$ 2.000.000,00; • Melhoria e ampliação em diversos departamentos.

Compareci à Assembleia Geral e fiquei muito alegre e muito satisfeito com a transparência da diretoria da COOPERBOM, com a seriedade e a maneira simples e muito eficaz que eles estão administrando e conduzindo a cooperativa. As pautas apresentadas, não só foram aprovadas como foram muito aplaudidas pelo grande número de associados presentes na Assembleia. Vejo a administração da cooperativa com muita alegria, satisfação e esperança porque percebo a seriedade em todos os diretores, membros dos conselhos e em todos colaboradores. Isto me faz acreditar e ter a absoluta certeza que vai dar tudo certo e a atual administração vai superar todas as expectativas. Prova disso é a própria prestação de contas de seu primeiro ano de mandato. As mudanças e as melhorias estão fartamente comprovadas pelos relatórios e os números apresentados na Assembleia. Eu espero que todos os associados compareçam na próxima Assembleia para se certificar que a COOPERBOM está sendo administrada com transparência e seriedade e que as promessas de aumentar a assistência aos associados estão sendo cumpridas além de vários outros projetos que estão em execução. Entrevista a Carlos Roberto do Couto

Com a Palavra...

va sem ressalvas do exercício de 2013

Tarcísio Mendes


BOM DESPACHO • ABRIL DE 2014

Novos Conselheiros Fiscais

8 Palavra do presidente sobre a Assembleia Geral A expectativa para a primeira assembleia era enorme, m a s g ra ça s a Deus tudo transcorreu da melhor forma possível. Nós da diretoria e do Conselho de Administração ficamos orgulhosos com o reconhecimento de nosso trabalho e com a aprovação por unanimidade de nossa prestação de contas. Para o segundo ano de mandato, em 2014, uma de nossas prioridades é a ampliação da fábrica de rações. Atualmente o comércio de ração é nosso carro chefe, a fábrica foi construída observando os rigorosos critérios técnicos, produzimos ração reconhecidamente de excelente qualidade e todas essas condições são favoráveis a investimentos, principalmente porque a ampliação da fábrica vai atender melhor ao cooperado reduzindo os preços finais de nossos produtos. Gostaria de ressaltar que todo e qualquer investimento feito na COOPERBOM tem como principal objetivo criar melhores condições para o atendimento ao produtor rural. Nesse processo de ampliação da fábrica será construído um amplo galpão com mais de 1.000 m² de área para armazenamento e centralização do comércio e distribuição de rações. Consequentemente diminuindo os custos com transporte, estocagem e mão-de-obra, refletindo na redução dos preços ao consumidor de nossos produtos. Serão adquiridos 12 silos para estocagem de matéria-prima e estamos mudando e modernizando da fábrica de sal. O supermercado COOPERBOM também será contemplado com investimentos necessários à sua ampliação e para isto adquirimos um imóvel contíguo ao centro de distribuição, para esta aquisição utilizamos recursos referentes à venda de um imóvel em Araújos e do Recanto das Palmeiras. A cooperativa tem por tradição distribuir suas sobras, o que está sendo feito desde o dia 7 de abril. Nós da diretoria e conselho de administração agradecemos o apoio e a confiança de todos cooperados, e podem ter a certeza que não arredaremos pé de nossos compromissos de trabalhar sempre em função dos interesses coletivos de nossos associados. Entrevista a Carlos Roberto do Couto

Eleitos os novos membros do Conselho Fiscal

CORREIO COOPERBOM

Na Assembleia Geral Ordinária, realizada em 30 de marços de 2014, foi eleito o novo Conselho Fiscal da COOPERBOM. Formado por associados de idoneidade comprovada e comprometidos com a COOPERBOM, o novo Conselho Fiscal já assumiu suas funções.

Novo Conselho Fiscal, eleito em 30/03/2014: Dener José da Costa, Geraldo Francisco da Silva, Célio Moreira S. Júnior, Iralva de Araújo, Flávio Martins Teixeira, Madalena Maria Araújo Santos.


CORREIO COOPERBOM

BOM DESPACHO • ABRIL DE 2014

9

Criado em 2003, o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA) é uma ação do Governo Federal para colaborar com o enfrentamento da fome e da pobreza no Brasil. O PAA promove o acesso a alimentos às populações em situação de insegurança alimentar e promove a inclusão social e econômica no campo por meio do fortalecimento da agricultura familiar. Como funciona Parte dos alimentos é adquirida pelo governo di-

retamente dos agricultores familiares, assentados da reforma agrária, comunidades indígenas e demais povos e comunidades tradicionais, para a formação de estoques estratégicos e distribuição à população em maior vulnerabilidade social. O PAA é implementado por meio de cinco modalidades, em parcerias com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), governos estaduais e municipais. Para participar do Programa, o agricultor deve ser identificado como agricultor familiar, enquadrando-se no

Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf). A identificação é feita por meio de uma Declaração de Aptidão ao Pronaf. A COOPERBOM participa do PAA repassando recursos do governo federal da ordem de R$ 643.500,00 aos produtores rurais inscritos no PRONAF. Os produtores inscritos têm direito à importância de R$ 6.500,00 por projeto. O PAA foi suspenso temporariamente pelo governo, mas está de volta com força total e faz parte dos objetivos da COO-

PERBOM de apoiar e incentivar o pequeno produtor e ajudar instituições do município. Em Bom Despacho, dos 99 produtores rurais inscritos no programa, 40 são mulheres produtoras. Importante Os produtores rurais inscritos no PAA (Programa de Aquisição de

Alimentos) devem comparecer ao PAA (Avenida das Palmeiras nº 12) para a entrega dos produtos. Para maiores esclarecimentos, entrar em contato pelos telefones: (PAA) 3531-2839, ou 3521-3051 (Aline Deptº de Marketing). IMPORTANTE: Produtos de origem animal, devem se agendados com antecedência.

A COOPERBOM está com inscrições abertas para cursos do SENAR

Veja a relação dos cursos: • Trab. na Operação e na Manutenção de Ordenhadeira Mecânica; • Trab. na Olericultura Básica;

• Trab. na Operação e na Manutenção de Empilhadeira; • Trab. na Avicultura Básica; • Trab. na Operação e na Manutenção de Motosserra; • Trab. no Tratamento da Madeira; •Trab. na Operação e na Manutenção de Caldeiras; • Trab. na Aplicação de Agrotóxicos;

• Trab. na Bovinocultura de Leite; • Trab. na Administração de Empresas Agrossilvipastoris; • Cerqueiro Cursos gratuitos com certificação Interessados deverão entrar em contato com o departamento de Marketing com Aline Gontijo ou Paulo Henrique. Tel: 37 - 3521 3020.

Palestra: Pneumonia em Bovinos Dia: 27/03/2014 Local: Engenho do Ribeiro

Parceria: Cooperbom x Bayer Público: 50 Pessoas

PAA

Governo retoma o Programa de Aquisição de Alimentos (PAA)


BOM DESPACHO • ABRIL DE 2014

Associados, Compra & Venda e Frases

10 Novos Associados • Maurício Eguiar Vinhal; • Priscila Silva Lemos; • Vilson José Longuinho da Silva Júnior

Compra & Venda

CORREIO COOPERBOM

Repasse de Novilhas COOPERBOM A COOPERBOM realizou nesse 10 de abril mais um repasse de novilhas. Os cooperados compareceram em massa e o evento foi um sucesso.

• Compro: Tanque de 1.500 lts. Tel.: (37) 9129-8274 • Vendo: Saveiro 93/94 - 1.6, Daniel. Tel.: (37) 9818-9273 • Vendo: Terreno 4,25ha, Bom Retiro. Tel.: (37) 99995748 • Vendo: Terreno 66,0ha, Urucum/Martinho Campos. Tel.: (37) 3524-6172 / (37) 3522-3515 • Vendo: Touro nelore po. Tel.: (37) 9985-9921

O repasse de novilhas faz parte de um programa de melhoramento genético implantado pela COOPERBOM há 18 anos. Quem fala sobre o programa é o médico veterinário J e n e r Pe s s o a C a n ç a d o (foto). Com 21 anos de cooperativa, Jener é responsável técnico por pelo menos 6 setores na entidade, inclusive para o melhoramento genético de novilhas e disseminação de genética de qualidade. Segundo ele, são adquiridas novilhas selecionadas de qualidade com-

provada preferencialmente de cooperados que são encaminhadas para a fazenda para engorda, inseminação e posteriormente repassadas aos cooperados a preços abaixo do mercado, em 24 parcelas fixas mensais descontadas na folha do leite ou com descontos para o pagamento à vista.

Os enormes benefícios “Os benefícios do repasse são enormes”, é o que afiança o produtor O s m a r R i b e i ro G o nt i j o

(foto), da Fazenda “Veia”, no Bom Retiro. “O repasse de novilhas é uma grande ajuda ao produtor porque ele consegue, em condições especiais e preços abaixo dos praticados no mercado, a melhoria genética de seu plantel”, afirmou Osmar. “A diretoria tem que continuar promovendo o repasse para ajudar o produtor, eu mesmo consegui melhorar a genética de meu plantel graças à qualidade e às condições para aquisição de novilhas estabelecidas no repasse”, concluiu.


CORREIO COOPERBOM

BOM DESPACHO • ABRIL DE 2014

11 Credibom


Credibom

12

BOM DESPACHO • ABRIL DE 2014

CORREIO COOPERBOM


13º jornal correio cooperbom ed abril 347  
Advertisement
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you