Issuu on Google+


Não mais deveres sem direitos!

VOTE E LUTE COM A

CHAPA

2

8 programa político 8 8 8 Nosso programa não foi construído do dia para noite. Muito menos trata-se da simples vontade de um pequeno grupo. Utilizamos como base a carta sintetizada no II Encontro Gaúcho de Pós-Graduandos. Incorporamos também, bandeiras levantadas durante a assembléia que formou a chapa. Acreditando que nossa associação nacional deve representar os interesses daqueles que representa e não se manter atrelada a um governo, assumem-se as seguintes bandeiras: a Reconhecer a bolsa como direito e não como benefício; a Utilizar critérios socioeconômicos para a concessão de bolsas; a Estabelecer transparência na seleção de pós-graduandos e nos critérios de concessão de bolsa; a Combater o assédio moral a pós-graduandos por parte de orientadores e de coordenações; a Criar um ambiente saudável para a convivência e a troca de conhecimento entre os estudantes da pós-graduação, inclusive de diferentes áreas do conhecimento; a Promover disciplinas de estágio docente que contemplem a formação didática e pedagógica dos pós-graduandos; a Questionar o ranqueamento de cursos pela Capes como critério para distribuição de recursos; a Implantar transparência na gestão de recursos (origem/distribuição); a Debater o financiamento da universidade e consequentemente das pesquisas ali produzidas; a Valorizar os periódicos nacionais e multidisciplinares e preservar o tempo de maturação de cada pesquisa; a Valorizar a extensão como item de progressão na carreira docente; a Incluir a participação dos pós-graduandos na avaliação dos os chamados cargos de apoio; a Pelo direito de organizarmos! Não mais APGs sem sede! Luta constante pelos espaços estudantis nos cursos de pós-graduação; a Fortalecer a articulação regional de pós-graduandos como preparação para a disputa de um Conselho Nacional de Associações de Pós-Graduandos (CONAP) mais crítico e propositivo; a Obter um plano nacional de assistência estudantil para a pós-graduação; a Retomar de discussão e conquistar a aprovação do projeto de lei do pós-graduando; a Instaurar uma política de valorização constante dos pós-graduandos. a Questionar o Código Nacional de Ciência, Tecnologia e Inovação, bem como a concepção de pesquisa e desenvolvimento hoje imposta pelo governo e aceito pela ANPG; Garantir e aprofundar a autonomia do movimento frente ao governo e a partidos; a Desenvolver e estimular a criação de comitês da verdade nas universidades; Varrer a herança maldita da Ditadura! a Pela apuração e punição dos responsáveis pelos crimes da Ditadura Militar. Pela Desmilitarização da Polícia. a Em defesa da democracia! Não à criminalização dos movimentos sociais. a Desenvolver e estimular às lutas ligadas à paridade nas universidade; a Lutar contra as terceirizações na universidade. Pela revogação da lei que extingue os concursos públicos para os chamados cargos de apoio; a Debater e aprofundar a concepção de internacionalização. Devemos questionar a qualidade do ensino no exterior e por que apenas algumas áreas do conhecimento são beneficiadas; a Discutir a situação dos direitos políticos dos estudantes de pós-graduação que estudam no exterior e dos estrangeiros que aqui residem; VOTE E LUTE COM A a Combater o produtivismo acadêmico. CHAPA

2


Chapa 2 Não mais deveres sem direitos! - XXVI CNPG