Page 1

i n f o r m a t i v o

Publicação mensal da Paróquia Santuário Santa Rita de Cássia Ano 12 - Edição nº 123 - Março/2019 Fone: (41) 3276-2075 | www.santuariosantaritadecassia.com.br

Páscoa é tempo de renovação Mais uma vez vamos celebrar a Páscoa, a festa que proclamamos em todas as nossas celebrações, pois em cada Eucaristia anunciamos a ressurreição do Senhor. Vamos celebrar estes momentos fortes de fé - na esperança de dias cada vez melhores - onde a valorização da vida supera a cultura de morte, onde o perdão se sobressaia aos sentimentos de vingança e de rancores, onde o desejo de viver em comunidade e família seja mais forte do que o isolamento e o individualismo. São João Paulo II nos presenteou com uma mensagem de Páscoa que, embora antiga, permanece atual:

“Como aos apóstolos assustados na tempestade, Cristo repete aos homens de nosso tempo: ‘Coragem, sou eu, não tenhais medo!’ (Mc: 6,50) E se Ele está conosco, por que havemos de temer? Embora o horizonte da humanidade pareça uma escuridão, vamos celebrar o triunfo esplendoroso da alegria Pascal. Se um vento contrário dificulta o caminho dos povos, se o mar da história se torna borrascoso, ninguém deve ceder ao pavor ou ao desânimo. Cristo ressuscitou! Cristo está vivo entre nós! A Páscoa traz consigo a mensagem de vida libertada da morte. Que vençam os pensamentos de paz! Que vença o respeito pela vida!” (Papa João Paulo II). Que o Cristo ressuscitado seja a força dos devotos de Santa Rita de Cássia. Feliz e abençoada Páscoa. Pe. Carlos Alberto scj.


A cada Páscoa, o Cordeiro de Deus é imolado para a salvação do mundo “Jogai fora o velho fermento, para que sejais uma massa nova, já que sois ázimos, sem fermento. De fato, nosso cordeiro pascal, Cristo, foi imolado. Assim, celebremos a festa, não com o velho fermento nem com o fermento da maldade ou da iniquidade, mas com os pães ázimos da sinceridade e da verdade” (1 Cor 5, 7-8). Nós celebraremos nas festas pascais a sucessão dos acontecimentos que anteciparam a graça do sacrifício redentor de Cristo, Morto e Ressuscitado, acompanhemos os horários da nossa paróquia: • Domingo de Ramos ,14 de abril: Bênção dos Ramos e procissão às 9h (em frente à ESIC), com missa às 9h30. O Senhor avança e entra triunfalmente em Jerusalém e é recebido como um rei vitorioso. Não obstante, montado num jumento, se apresenta como um soberano humilde. E isto já nos adverte que seu reino não é deste mundo (Jo 18,36). Jesus recebe silencioso todas estas aclamações do povo e, ante a curiosidade de alguns gregos que querem vê-lo, diz umas palavras que, até mesmo para os discípulos mais próximos são, no mínimo, enigmáticas: “É chegada a hora em que o Filho do Homem será glorificado. Digo-vos: se o grão de trigo caído na terra não morre, fica só; mas se morre, dá muito fruto”. (Jo 12, 23-24). • Segunda-feira Santa, 15 de abril: Missa às 19h. • Terça-feira Santa, 16 de abril: Confissões das 8h às 11h, das 14h às 17h, e às 19h. Missa às 19h. • Quarta-feira Santa, 17 de abril: Confissões das 8h às 11h, das 14h às 17h e às19h. Missa e Sermão do Encontro às 19h30. É um momento que marca o encontro da Virgem Maria com seu Filho Divino, carregando a cruz no caminho do Calvário, pelas ruas de Jerusalém, depois de ser flagelado, coroado de espinhos e condenado à morte por Pilatos. É um momento em que meditamos o doloroso encontro da Virgem Maria com Jesus; é um momento de profunda reflexão sobre as dores da Mãe de Jesus, desde o Seu nascimento até a Sua morte na cruz. Jesus sofreu a Paixão; a Virgem sofreu a compaixão por nós.

• Quinta-feira Santa, 18 de abril: Missa Crismal, dos Santos Óleos e da Unidade às 9h na Catedral. No Santuário Santa Rita de Cássia: Confissões das 14h às 17h. Missa de Lava-Pés e Ceia do Senhor às 20h. Vigília Eucarística a partir das 22h, conforme escala. A Ceia preparada para a noite do Mandamento do Amor, com o gesto expressivo do Lava-Pés, no qual convergem todos os atos de amor, ainda que não sejam perfeitos, e de onde nasce toda a voragem do amor vindo da Trindade: “Amai-vos uns aos outros como eu vos amei”. Nesta noite a Eucaristia foi instituída e o sacerdócio ministerial nasceu do mistério de Cristo. Em todas as missas, “Eis o Cordeiro de Deus” será o convite ao Banquete das Núpcias do Cordeiro, que se faz presente até o fim dos tempos. • Sexta-feira Santa, 19 de abril: Confissões das 8h às 11h. Celebração da Paixão às 15h. Encenação da Paixão de Jesus e Procissão do Senhor Morto às 19h. A Sexta-feira Santa é dia do Cordeiro, providenciado pelo Pai do Céu (Cf. Gn 22,8) ser imolado na ara da cruz, altar definitivo do verdadeiro e definitivo sacrifício. O Cordeiro inocente é imolado na Páscoa da cruz, sangue derramado e passado nos umbrais das portas de todos os corações, para que da velhice do pecado e da maldade sejamos todos restaurados no homem novo, que é Jesus. • Sábado Santo, 20 de abril: Bênção dos alimentos às 9h30. Vigília Pascal às 19h. No Sábado Santo, a terra está em silêncio. O Senhor visitou, portando seu estandarte de Cordeiro Imolado, a mansão dos mortos. Aplica-se pergunta feita no Apocalipse: “Quem é digno de romper os selos e abrir o livro? Ninguém no céu, nem na terra, nem debaixo da terra era digno de abrir ou de olhar o livro. Um dos anciãos me disse: ‘Não chores! Vê, o leão da tribo de Judá, o rebento de Davi, saiu vencedor. Ele pode romper os selos e abrir o livro’. Então, vi um Cordeiro. Estava no centro do trono e dos quatro Seres vivos, no meio dos Anciãos. Estava de pé, como que imolado. O Cordeiro tinha sete

EQUIPE RESPONSÁVEL: Padre Maicon Frasson, Maria do Rocio M.O. Souza, Karini Chiamulera de Matos Czelusniak, Kellen Cochinski, Marlise Groth Mem e João Alécio Mem. Pároco e Diretor: Pe. Carlos Alberto Rodrigues, scj. Fotografias: Pastoral da Comunicação. Circulação mensal. Diagramação/impressão: Primagraf Gráfica e Editora. Tiragem: 1.500 exemplares.


chifres e sete olhos, que são os sete Espíritos de Deus, enviados por toda a terra. Então o Cordeiro veio receber o livro, da mão direita daquele que está sentado no trono. Quando ele recebeu o livro, os quatro Seres vivos e os vinte e quatro Anciãos prostraram-se diante do Cordeiro. Todos tinham harpas e taças de ouro cheias de incenso, que são as orações dos santos. E entoaram um cântico novo: ‘Tu és digno de receber o livro e de abrir-lhe os selos, porque foste imolado, e com teu sangue adquiriste para Deus gente de toda tribo, língua, povo e nação” (Ap 5, 2-9). No Cristo, Cordeiro Pascal que se imolou, abre-se o livro da vida e encontra sentido a existência de todos os homens e mulheres de todos os tempos.

• Domingo da Páscoa, 21 de abril: Missa às 6h seguida de café partilhado, missa às 9h30 e 19h. Nossos votos de Páscoa se expressem no canto da Igreja para o Domingo da Páscoa da Ressurreição: “Cantai, cristãos, afinal: Salve ó vítima pascal. Cordeiro inocente, o Cristo abriu-nos do Pai o aprisco. Por toda ovelha imolado, do mundo lava o pecado, duelam forte e mais forte, é a vida que vence a morte. O Rei da vida, cativo, é morto, mas reina vivo! Responde, pois, ó Maria: no caminho o que havia? Vi Cristo ressuscitado, o túmulo abandonado, os anjos da cor do sol, dobrado ao chão o lençol. O Cristo, que leva aos céus, caminha à frente dos seus! Ressuscitou de verdade. Ó Cristo, Rei, piedade!”

Graça recebida Mariana Evangelista Peniche, 13 anos Em 2015, minha irmã Cecília teve um diagnóstico médico de meningite e encefalite viral, havia 5 vírus no encéfalo dela. Ela ficou internada no Hospital Pequeno Príncipe durante um mês e cinco dias. Minha família rezou muito pedindo a cura pela intercessão de Santa Rita de Cássia e de Nossa Senhora Aparecida. Foi o que aconteceu, ela foi curada. DEMONSTRATIVO FINANCEIRO Fevereiro / 2019

Março • 22 - Dia Votivo de Santa Rita de Cássia • 29 - Caminhada Penitencial às 6h e Via Sacra durante a missa das 19h

Abril • 03 e 10 - Encontro de Batismo das 19h30 às 21h30 • 05 - Missa em honra ao Sagrado Coração de Jesus às 7h30, seguida de Adoração ao Santíssimo • 05 e 12 - Caminhada Penitencial às 6h e Via Sacra durante a missa das 19h • 06 e 07 - Retiro de Crisma • 07 - Após missa das 8h e 9h30 café para os dizimistas • 22 - Dia Devocional de Santa Rita de Cássia

ENTRADAS Dízimo Vendas / Eventos Coletas / Doações Renda de Aplicações Financeiras Total das Entradas

47.749,00 29.696,67 16.802,00 784,07 95.031,74

SAÍDAS DIMENSÃO RELIGIOSA Salários Encargos Sociais Imobilizações Manutenção Geral Água, Luz e Telefone Material Gráfico Eventos / Cultos / Celebrações Despesas Bancárias Sub Total DIMENSÃO SOCIAL Assistenciais Sub Total DIMENSÃO MISSIONÁRIA Formação Religiosa Arquidiocese Sub Total Total das Saídas

17.513,74 7.459,27 24.973,01 75.045,61

SUPERÁVIT DO MÊS

19.986,13

18.127,00 13.887,95 2.444,57 4.309,05 4.434,08 1.256,86 4.472,75 163,00 49.095,26 977,34 977,34


Aconteceu Mais curtidas no Facebook

(facebook.com/staritactba)

“Viva este tempo em autêntico espírito penitencial e de conversão, como um retorno ao Pai, que espera todos com os braços abertos para nós admitir à comunhão mais íntima com Ele” - Papa Francisco Santa Quaresma à todos Jesus merece todo nosso amor! Não é verdade?

Mais curtida no Instagram (@staritactba)

Aconteceu o retiro das pastorais do Santuário Santa Rita. Juntos refletindo a unidade e o serviço! Coloque esses agentes de pastoral em oração! #RetiroDeLideranças

Mais curtida no Twitter (@staritactba)

Segunda-feira é sempre um recomeço, uma nova oportunidade de se aprimorar e vivenciar os ensinamentos de Cristo. #Reflexão #segundafeira #StaRitaCtba #Quaresma #AgradecerSempre

Profile for Guilherme Dos Anjos de Almeida

Informativo Santa Rita de Cássia - Março de 2019  

Informativo paroquial da Paróquia Santa Rita de Cássia, do mês de Março de 2019.

Informativo Santa Rita de Cássia - Março de 2019  

Informativo paroquial da Paróquia Santa Rita de Cássia, do mês de Março de 2019.

Advertisement