Issuu on Google+

Ă  esquerda???

Ou À direita???

Margarida Maia

0


Era uma vez um número muito simpático e bem disposto, chamava-se Cinco, tinha a cabeça achatada, uma barriga muito grande, um sorriso simpático e olhos pestanudos. Adorava juntar-se aos outros números para brincar, passear, conversar, dizer piadas e rir às gargalhadas.

1


Mas o Cinco andava preocupado. Os seus amigos tinham reações estranhas; ora queriam ficar à sua direita, ora queriam ficar à esquerda. O Cinco andava mesmo baralhado, até já falava sozinho: - Indecisos é o que eles são. Que piada tem andarem sempre de um lado para o outro? Andam mesmo tolinhos!

25 52

2


Um dia, passeava o Cinco com o seu amigo Dois numa conta de supermercado quando o amigo insistiu para ficar à esquerda. O Cinco desorientou-se: - Mas que raio, ainda ontem no prémio da Catarina quiseste ficar à direita. O que se passa contigo? – perguntou o Cinco muito vermelho. - Pensa, Cinco, pensa! Se eu ficar à tua direita, juntos valemos mais. Ora repara, 52 vale mais que 25, certo? – respondeu o Dois com muita calma - Quando é para pagar, eu, que sou mais pequeno, fico à esquerda; quando é para receber, fico à direita, percebeste? O Cinco olhou para o amigo e disse: - Calma aí, deixa-me pensar. Se eu passear aqui com o Oito é ao contrário, não é? 85 vale mais que 58. Já estou a entender! – exclamou o Cinco com um enorme sorriso. - Isso mesmo! Para serem mais forte juntos, com os números menores que tu, ficas sempre à esquerda e com os maiores, ficas à direita. É simples. – disse o Dois, dando-lhe uma palmadinha nas costas. - Agora já entendo a vossa esquisitice de andar sempre a mudar de lugar. – disse o Cinco muito satisfeito.

3


No dia seguinte encontrou-se com o Nove na classificação de um teste de Língua Portuguesa e, sem sequer dizer boa tarde ao amigo, correu para a direita e disse: - Vou ficar aqui. Não te importas, pois não? – perguntou ansioso pela resposta do amigo. - Claro que não – respondeu o Nove – nos testes do Diogo ficam todos à minha direita. Ele é muito bom aluno.

Escola E. B. 2, 3 de Aranguez Língua Portuguesa – 5º ano

Nome

Diogo dos Santos Machado

A professora

Margarida Maia

Ano

Turma

Classificação global :

F

6

Muito Bom (95%)

4


Satisfeito por ter entendido como as coisas funcionavam, foi à procura do seu melhor amigo, o Zero. Encontrou-o na receita de bolo de chocolate, que a Laura se preparava para fazer. Divertiram-se imenso: 0,5 colher de fermento; 50gr de manteiga; 0,5Kg de chocolate; 50 minutos em forno médio...

Bolo de Chocolate Misture as 50gr de manteiga com 5 ovos, acrescente 0,5Kg de chocolate em pó previamente misturado com a farinha e 0,5 colher de café de fermento em pó. Leve ao forno por 50 minutos na temperatura média. Deixe arrefecer e sirva com chantilly.

5


Chegou a casa a cheirar a chocolate. Tomou um duche e jantou. Não conseguiu ficar muito tempo a brincar com os irmãos porque estava muito cansado. Quando a mãe lhe foi dar um beijinho de boa noite o Cinco, antes de adormecer, ainda conseguiu dizer: - Seja à direita ou à esquerda, os meus amigos são os melhores amigos do mundo! A mãe não entendeu nada. Encolheu os ombros, apagou a luz e fechou a porta do quarto a sorrir – Miúdos! – exclamou.

6


O Conto do 5