Page 1

ANO 10 | Nº 109 | DEZEMBRO 2012 | DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

VINHEDO | VALINHOS | LOUVEIRA | CAMPINAS | JUNDIAÍ | ITATIBA

SEU IMÓVEL TOTALMENTE ENFEITADO PARA

O NATAL

Uma revista dirigida ao público que está procurando seu imóvel e ao mesmo tempo oferecer empresas, profissionais e produtos com qualidade em todas áreas do mercado imobiliário.

Contraste perspectivo:

Corretor, faça a diferença aplicando essa técnica.

Férias com as Crianças!

Veja as Dicas para não ficar em Apuros.

DESEJAMOS A TODOS UM FELIZ NATAL E PRÓSPERO ANO NOVO


-3


Acabou + 1 São 9 anos de vida e de muito trabalho. O Guia Seu Imóvel nasceu com o propósito de compartilhar, com você, leitor e parceiro, momentos de nossas histórias de vida que são mais do que decisivos. São momentos de mudança, readaptação, realização, transformação e o começo de muitas histórias de vida. Assim, na edição de nº 109 nossa equipe comemora a chegada do fim do ano com a mesma esperança e atitude de quando começamos. Agora, partir para um novo ciclo é fundamental, porém, a ideologia de transformar e realizar sonhos saudáveis permanecerá como escopo de nossa missão.

E D I T O R I A L

Assim, para nós, realizar vai além de fazer. Realizar é a permitir o reiventar e acreditar que as coisas se encaixarão e tudo poderá vir a ser um belo cubo mágico. Conte conosco e faça sempre bons negócios. E faça da vida seu momento de vivê-la plenamente. Feliz Natal e um maravilhoso Ano Novo! Continue nos enviando críticas e sugestões que sempre ajudam a melhoSEU TOTALIMÓVEL rar nosso Guia. ENFEITMENTE A ANO

VINH

EDO

10 |

Nº 10

9 | DE

ZEMB

RO 20 12 |

LINH

OS |

LOUV

EIRA

| CA

MPIN

O NADTO PARA AL

AS |

JUND

Contr aste

DESEJ

AMOS A

pers

TODO

para

S UM

ÇÃO GR

TA

ITATIB A

Criação e Arte Final Takmídia Projeto gráfico e diagramação Takmídia Editora e Propaganda Ltda Sugestão de matérias, anúncios e correspondências deverão ser enviadas para: Rua Cientista Albert Bruce Sabin, 85 Jd. Mírian CEP: 13280-000 . Vinhedo . SP ou através do e-mail: falecom@guiaseuimovel.com.br Tel: (19) 7812-9717

Sucesso a todos e bons negócios!

vo:

s Cri

não

ança

ficar

FELIZ

essa

s!

em A puros .

NATAL

técn

ica.

imob

iliário .

E PRÓ

“Acredite, corra atrás, a única coisa que existe entre você e o seu sonho é o seu medo.” SPERO

ANO N

OVO

Autor Desconhecido

Grande abraço e até o próximo mês! André Takuma EDITOR

4-

Colaboradores Mauro Contesini paisagismo@guiaseuimovel.com.br

pecti

com a

icas

RIBUI

IAÍ |

Uma re oferec vista di er em rigida ao pres as, pr público que ofiss ionai es s e pr tá proc ur odut os co ando se Corr u im m qu etor alidad óvel e , faça ao e em a dife toda mesmo tem s área renç po s do a ap Veja mer lican as D cado do

Féria s

DIST

ATUI

| VA

Diretor Geral André Takuma andre@guiaseuimovel.com.br

As matérias assinadas são de inteira responsabilidade dos autores, não expressam necessariamente a opinião da revista. Os textos, fotos e outros dados que constam nos anúncios são de total responsabilidade dos anunciantes.

GUIA SEU IMÓVEL é uma publicação mensal da Takmídia Editora e Propaganda Ltda. Tiragem: 10.000 exemplares Impressão: LogPrint Gráfica e Logística


-5


Decoração Natalina. O que fazer? Das decorações tradicionais às mais contemporâneas, existem um sem número de ideias para vestir a sua casa, de forma alegre e festiva, neste Natal Árvore de Natal A grande protagonista da quadra natalícia, é em torno da árvore de Natal que se centram grande parte das atenções antes, durante e depois da noite de Consoada e, por isso mesmo, terá de brilhar! Tradicional ou alternativa, grande ou pequena, artificial ou natural, verde floresta ou branca, com decorações de uma só cor ou ornamentos feitos à mão, só não podem faltar as iluminações e a estrela no topo da árvore, que representará o espírito natalício que se vive na sua casa. Portas Para dar as boas-vindas à época de Advento e antecipar toda a decoração do seu lar, pendure uma bonita coroa de Natal na porta de entrada. Comprada ou confeccionada à mão; redonda, oval ou pendente; com galhos de pinheiro ou ramos secos; com apontamentos de vermelho, dourado ou prateado; com ou sem fitas… a verdade é que provavelmente vai contagiar todos os vizinhos a fazerem o mesmo! Janelas Anime as suas vistas (e dias mais cinzentos!) com janelas vestidas a rigor: escolha entre iluminação de Natal, neve artificial (divirta-se a transpor para os vidros os muitos moldes que normalmente acompanham as latas de neve artificial), pendure estrelas, bolas de Natal ou outros ornamentos com uma fita de seda ou um fio de cediela transparente atado no varão da cortina. Não se esqueça dos peitoris que podem ser enfeitados com velas, pinhas, bonecos ou postais de Natal. Centros de mesa Uma das decorações mais populares na época natalícia são os centros de mesa e não estamos a falar apenas daquele que enfeita a mesa de jantar na noite de Consoada. Existe uma enorme variedade de matéria-prima para elaborar centros de mesa de Natal deslumbrantes, que não vão querer esperar até ao dia 24 de Dezembro para serem exibidos! Aproveitando os ornamentos que não colocou na árvore e as sem-

6-

pre bonitas velas, adicione algumas das melhores decorações que a Mãe Natureza tem para oferecer – ramos de pinheiro, folhas secas, pinhas, azevinho, bagos vermelhos, paus de canela, castanhas, nozes – e dê um toque natalício à mesa da sala, ao espaço sobre a lareira, à mesa da cozinha, à mesa da sala de jantar, à mesa do hall de entrada… Divisões a decorar É uma boa questão! Há quem prefira concentrar a decoração de Natal numa única divisão – a sala de jantar ou de estar – mas também há quem goste de enfeitar toda a casa. E como gostos não se discutem (principalmente no Natal!), tem a liberdade de adicionar pequenos apontamentos natalícios em qualquer divisão: na casa de banho ou na cozinha, com têxteis-lar natalícios, imanes ou peças decorativas alusivas ao Natal, por exemplo. Pode ainda deixar os seus filhos decorarem os seus quartos ou escritório a preceito. Exterior No caso de quem habita vivendas, com jardim, tire proveito de todo o exterior da casa, quer com iluminações natalícias em torno da casa ou a enfeitar pequenas árvores e arbustos. Um pai Natal gigante a espreitar do telhado, um presépio em ponto grande, bonecos de neve ou renas a “correr” pelo jardim farão as delícias dos habitantes e dos transeuntes. Outros detalhes Para além dos principais elementos decorativos da época de Natal, existem várias outras maneiras de dar à sua casa um ambiente mágico e encantador. Surpreenda nos jantares que antecedem os dias 24 e 25 de Dezembro com marcadores de lugar confeccionados a partir de postais de Natal antigos, bolas ou estrelas brilhantes; enfeite os guardanapos com fitas em cetim ou feltro, adicionando uma pequena estrela ou cristal decorativo; resgate a velha tradição do calendário de Advento; inove na forma como embrulha os presentes; faça os seus próprios postais de Natal… enfim, divirta-se com a decoração natalícia! Fonte: http://eudecoro.com/artigos/como-decorar-casa-para-natal


-7


8-


-9


10 -


- 11


12 -


- 13


Viagem Com Crianças

Viajar com crianças não é tão complicado e pode ser bastante divertido. O segredo é escolher bem o lugar, incluindo no roteiro atrações que agradam também aos pequenos, e a época certa para fazer a viagem. Para tudo ser uma festa do início ao fim, saiba quais são os cuidados necessários em cada tipo de viagem. Documentação em dia No Brasil, se a criança for viajar com um dos pais ou ambos, basta apresentar a carteira de identidade (RG) ou a certidão de nascimento (original ou cópia autenticada) que comprove a filiação. Para viagem com avós, tios ou irmãos, é necessário um documento de identidade com foto que comprove parentesco até 3º grau. Menores de 12 anos que viajam com acompanhantes sem grau de parentesco precisam de autorização dos pais com firma reconhecida em cartório. O mesmo vale para os que vão embarcar sozinhos e têm entre 12 aos 18 anos. Os modelos das autorizações de viagem podem ser encontrados no site do Tribunal de Justiça de São Paulo. Nos hotéis, a regra é a mesma: crianças só podem se hospedar com os pais ou autorização dos mesmos. Segurança no carro Seja em uma rodovia movimentada ou na estrada de terra praticamente deserta, criança tem lugar certo dentro do veículo. Quem não seguir as determinações impostas pela legislação a partir de setembro de 2010 comente infração gravíssima de trânsito, que prevê multa de R$ 191,53 e sete pontos na carteira. Crianças com até 1 ano devem utilizar o bebê-conforto preso ao cinto de segurança do veículo. As que têm entre 1 e 4 anos viajam em cadeirinhas apropriadas para o transporte infantil, também presas ao cinto de segurança. Para pequenos de 4 a 7 anos e meio, o assento não precisa ter encosto, mas deve ficar presa ao cinto do veículo. A partir dos 7 anos e meio, a criança já pode viajar feito gente grande, usando apenas o cinto de segurança, mas no banco traseiro. Crianças no avião Embarque: menores de 12 anos têm atendimento preferencial e devem ser embarcados e desembarcados antes dos outros passageiros. Acomodação: crianças gostam de espaço e, convenhamos, não há muito na aeronave. O ideal é solicitar assentos na primeira fileira, que são reservados para passageiros especiais, como bebês, crianças desacompanhadas, gestantes, idosos e portadores de necessidades especiais. Algumas companhias oferecem até berço, que podem ficar posicionados diante da poltrona dos pais (solicite antes, na hora da reserva). Crianças de até dois anos ficam no colo na hora da decolagem e aterrissagem. Necessariamente precisam de um cinto especial que é atado ao acompanhante. Alimentação: algumas companhias aéreas têm um cardápio especifico para os pequenos. O serviço, em geral, deve ser solicitado com 24h de antecedência. Levar papinha, lanchinhos, bolachas e frutas também são boas opções. Não se esqueça da mamadeira do bebê. Você pode prepará-la a bordo. Diversão: para não transformar a viagem de avião em um inesquecível martírio, leve brinquedos, livros, lápis e papel para entreter os pequenos. Hospedagens para crianças Os hotéis-fazenda e resorts são boas opções para os pequenos. Esses tipos de hospedagens são mais preparados para receber a garotada do que outros. Para entreter os pequenos, alguns costumam oferecer atividades recreativas, espaços para correr, pular e até brincar com outras crianças. Outra dica é abastecer o frigobar de comidas gostosas compradas fora do hotel. Para a criança não se perder Durante as férias é natural que os pais estejam mais distraídos e as crianças mais empolgadas. Eis a combinação de fatores perfeita para uma criança sumir em questão de minutos. Além de ficar alerta, alguns cuidados extras podem ser tomados. Coloque um cartão do hotel no bolso de seu filho ou faça você mesmo um crachá de identificação, com endereço e telefone. Em áreas grandes, como parques, sempre combine um ponto de encontro de fácil localização e instrua-o a pedir ajuda a policiais. Inclua os interesses dos pequenos na programação Lembre-se que os passeios programados têm de bacanas para você e para os pequenos também. Uma tarde num museu de arte moderna pode ser agradável ou um verdadeiro suplício. Um jeito de fazer com que as crianças se interessarem pelos locais que serão visitados é envolvê-las no planejamento antes da viagem. Mostre fotos, entre no site, dê toques sobre como ela deverá se comportar em cada ambiente. E, claro, deixe que eles também tomem decisões. Por fim, evite roteiro compras e passeios noturnos. Elas odeiam.

14 -


- 15


16 -


- 17


Você sabe o que é contraste perspectivo?

O

aperfeiçoamento do consultor imobiliário deve ocorrer todos os dias. É importante estar atento a funcionalidades, técnicas e praticas do mercado imobiliário, para desenvolver um atendimento abrangente ao cliente. Dessa forma, a prestação de serviços a um cliente que deseja adquirir um imóvel pode ser trabalhada de forma diferenciada, de modo que o imóvel se torne mais interessante aos seus olhos, utilizando-se de uma prática conhecida como Contraste Perceptivo. Ao comparar um imóvel a outro, o cliente faz uma análise balanceada das possibilidades a ele apresentadas. De acordo com o depoimento de Bruna Souza, baseando-se em um artigo do conselho regional do Espírito Santo, essa prática “busca causar impacto no cliente através da comparação de produtos com qualidades diferentes”. Para ilustrar melhor essa situação, vamos acompanhar o exemplo abaixo. Um consultor imobiliário atende um cliente interessado na compra de um imóvel no valor aproximado de 300 mil reais seria apresentado a alguns imóveis nessa faixa de valor. No caso, o consultor imobiliário, após diversas buscas, propõe-se em apresentar um imóvel com estrutura comprometida (muito ruim), que está sendo comercializado por 300 mil reais, em um bairro distante do centro. Um segundo, que possui um valor de 250 mil reais, mas que ainda falta realizar o acabamento e necessita gastar muito ainda com reformas. E por fim, um imóvel numa área valorizada, próximos de locais de conveniência e em ótimas condições, com armários em todos os cômodos, e ótimo acabamento, no valor de 340 mil reais. Acima, verificamos que foram apresentadas ao cliente opções que, num primeiro momento, estão aquém do que seria interessante ao cliente. Localizações ruins e imóveis mal acabados, para então mostrar um imóvel em que há mais probabilidade de agradar o cliente. Dessa forma, foi possível um comparativo de como está atualmente o mercado, dando ao cliente a possibilidade verificar as opções existentes e dar uma atenção maior ao imóvel apresentado por último. Esse cliente, após a visita, olhará de forma diferente para esse terceiro imóvel. Haverá uma percepção positiva em relação ao último imóvel. Se o cliente tivesse visitado somente o terceiro imóvel, sua observação seria diferente. Talvez o imóvel pudesse não ser tão atrativo quanto realmente se tornou após esse trajeto às demais localidades. O contraste perceptivo é utilizado com intuito de garantir um grande impacto na apresentação de algo. Para efeito de comparação, exibi-se uma situação muito pior para suavizar a intensidade da questão a ser passada. Nesse sentido, utilizando-se a técnica de forma adequada, é possível trazer ao cliente um impacto positivo, aumentando exponencialmente a probabilidade fechar um negócio. Fonte: www.universidadegaia.com.br

18 -


- 19


20 -


- 21


22 -


- 23


uia Seu Imóvel - Ano 9 - N° 109 - Dezembro 2012  

Guia Seu Imóvel

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you