Page 1

ww w.guiaprat ico enem.c o m .b r


APRESENTAÇÃO Ç Caro aluno, O Vestibular e o ENEM são momentos de decisão e expectativa para mais de 5 milhões de jovens em todo o Brasil. É uma corrida para garantir a tão sonhada vaga na universidade e o início da busca por um futuro melhor. Mas a quantidade de informações, fórmulas, aulas e simulados deixam os jovens apreensivos e ansiosos, sem contar a pressão familiar.

Para tentar minimizar esses problemas e ter um ganho de tempo foi desenvolvido o GUIA PRÁTICO DO VESTIBULAR E ENEM, que traz através de uma linguagem simples e ilustrada os principais assuntos de Ciências da Natureza, Ciências Humana, Linguagens, Literatura, Redação e Matemática. Elaborado por professores experientes e inovadores de escolas e cursos pré-vestibulares tem um novo conceito de conteúdo, formatado com uma visão jovem e objetiva para que você revise de forma rápida os principais assuntos. O GUIA PRÁTICO é um manual prático, ilustrado com dicas, macetes, resumos e questões resolvidas, que ajudarão você a se dar bem na hora da prova! Leve sua Coleção GUIA PRÁTICO no dia da prova e estude pelos resumos. Boa Sorte!!!

Prof. Bruno Dantralves COORDENADOR DE CONTEÚDO

3


SUMÁRIO CIÊNCIAS NATURAIS E MATEMÁTICA BIOLOGIA Introdução ..................................................................................................................6 Tipos de Células ...........................................................................................................6 Constituintes Celulares ..................................................................................................7 Substâncias Inorgânicas.................................................................................................9 Substâncias Orgânicas ...................................................................................................9 Orgânulos Citoplasmáticos.............................................................................................11 Gametogênese .......................................................................................................... 12 A Espermatogênese e Ovulogênese................................................................................. 13 Ciclo Menstrual .......................................................................................................... 14 Fecundação .............................................................................................................. 15 Vamos Revisar!? ........................................................................................................ 16 FÍSICA Introdução ................................................................................................................ 18 Calculando a Velocidade Média ...................................................................................... 19 Definindo Aceleração .................................................................................................. 19 Definindo Frequência .................................................................................................. 20 Movimento Uniforme (M.U.) ......................................................................................... 20 Movimento Uniformemente Variado (M.U.V.) .................................................................... 21 Lançamento de Projéteis .............................................................................................. 21 Vamos Revisar!? ........................................................................................................ 24 QUÍMICA Introdução ................................................................................................................ 26 Átomo ..................................................................................................................... 26 Símbolos Químicos ..................................................................................................... 26 Moléculas ................................................................................................................ 26 Substâncias .............................................................................................................. 26 Misturas .................................................................................................................. 27 Alotropia .................................................................................................................. 27 Sistemas Homogêneos e Sistemas Heterogêneos ............................................................... 28 Resumindo Transformação da Matéria ............................................................................. 28 Propriedades da Matéria .............................................................................................. 29 Separação de Misturas ................................................................................................. 29 Estrutura Atômica ....................................................................................................... 30 Modelos Atômicos ...................................................................................................... 30 Os Estados Energóticos dos Elétrons ............................................................................... 31 Vamos Revisar!? ........................................................................................................ 32 MATEMÁTICA Introdução ................................................................................................................ 34 Função .................................................................................................................... 34 Tipos de Função ......................................................................................................... 35 Domínio de Funções Reais ............................................................................................ 38 Vamos Revisar!? ........................................................................................................ 39

4


CIÊNCIAS HUMANAS, PORTUGUÊS, REDAÇÃO E LITERATURA HISTÓRIA GERAL Introdução ...................................................................................................................44 Civilizações Orientais (3000 a.C.) ................................................................................... 44 A Geografia dos Povos ................................................................................................. 44 A Evolução Política...................................................................................................... 45 Evolução Econômica .................................................................................................... 45 Antiguidade Clássica ................................................................................................... 46 O Mundo Grego .......................................................................................................... 46 O Mundo Romano ....................................................................................................... 47 Feudalismo ............................................................................................................... 48 Alta Idade Média ........................................................................................................ 49 Civilização Árabe ........................................................................................................ 50 Vamos Revisar!? ........................................................................................................ 52 GEOGRAFIA Introdução ................................................................................................................ 54 As Escolas Geográficas................................................................................................. 54 Os Movimentos da Terra e Suas Consequências .................................................................. 55 Cartografia ............................................................................................................... 56 Projeções Cartográficas ............................................................................................... 56 Fatores e Elementos do Clima ........................................................................................ 58 Pressão Atmosférica ................................................................................................... 59 Massas de Ar .............................................................................................................60 Principais Climas do Mundo ..........................................................................................60 Vamos Revisar!? ........................................................................................................ 61 LÍNGUA PORTUGUESA Conceito e Divisão ...................................................................................................... 62 Fonética................................................................................................................... 63 Morfologia ............................................................................................................... 63 Sintaxe .................................................................................................................... 64 Semântica ................................................................................................................ 65 Vamos Revisar!? ........................................................................................................66 REDAÇÃO Introdução ................................................................................................................68 Tipologia Textual ........................................................................................................68 Descrição .................................................................................................................68 Narração ..................................................................................................................69 Vamos Revisar!? ........................................................................................................ 71 LITERATURA Introdução ................................................................................................................ 72 O Barroco ................................................................................................................. 73 Características do Barroco ............................................................................................ 74 Vamos Revisar!? ........................................................................................................ 75

QUESTÕES COMENTADAS ........................................................................... 78 5


BIOLOGIA ejam bem vindos ao começo da nossa jornada. Neste módulo vamos iniciar o estudo da célula. Começaremos analisando a membrana celular e o citoplasma com seus componentes, entre outros assuntos.

S

Bruno Dantralves

INTRODUÇÃO Os níveis de organização dos seres vivos vão desde os átomos até: células – tecidos – órgãos – sistemas – organismo – população – comunidade – ecossistema e a biosfera.

Você já deve saber que todos os seres vivos são constituídos por células. Ela é um compartimento envolvido por membrana e preenchido por solução aquosa com diversas substâncias químicas; é a menor estrutura viva que existe. Alguns organismos são unicelulares, outros pluricelulares. Lembrem-se de que, por serem invisíveis a olho nu, as células e suas estruturas precisam ser estudadas através de aparelhos de aumento como o microscópio.

CUIDADO

As células totipotentes dos vegetais são chamadas de meristemáticas.

QUANTO A EVOLUÇÃO: I. Células procarióticas – células primitivas com organização mais simples; não apresentam núcleo diferenciado1 e têm como única organela os ribossomos. Aprofundaremos mais com o estudo das bactérias no módulo de zoologia.

UFBA 2008 (1ª FASE) / Questão 15 (16) A compreensão da estrutura básica da célula eucariótica, consagrada na Teoria Celular, está associada ao desenvolvimento da microscopia. Proposição VERDADEIRA. Por ser a célula uma estrutura microscópica, o seu estudo esta condicionado ao uso do microscópio.

II. Células eucarióticas – são maiores e mais complexas; apresentam membrana, citoplasma com organelas e núcleo diferenciado.

TIPOS DE CÉLULAS

Observando a figura você pode notar a complexidade dessas células.

As células podem apresentar formas diferentes adaptadas a diferentes funções. Elas podem ser:

>> CÉLULA EUCARIÓTICA

a) Indiferenciadas ou totipotentes – Podem se especializar em outros tipos celulares. Ex: células embrionárias (Zigoto). b) Diferenciadas – quando apresentam forma e função definida, como as células musculares.

Os vírus não são considerados células, pois não possuem metabolismo próprio já que não apresentam organelas para desempenhar as funções vitais e, por isso, não são capazes de se reproduzir fora da célula.

1.

6

Núcleo Diferenciado ou Organizado – é quando o material genético-DNA está envolvido por membrana.


CONSTITUINTES CELULARES

UFBA 2007 (1ª FASE) / Questão 20

I. MEMBRANA CELULAR OU PLASMALEMA

(01) A presença do colesterol na bicamada lipídica contribui para a fluidez, essencial à dinâmica da membrana plasmática.

É uma pequena película que envolve a célula sem isolá-la do meio, possibilitando troca de substâncias entre a célula e o ambiente. Ela é constituída de carboidratos, proteínas e lipídios (fosfolipídios). Os pesquisadores Singer e Nilcholson propuseram o modelo do mosaico fluido, no qual ela apresenta diferentes proteínas que se movimentam em uma dupla camada de lipídios.

Proposição VERDADEIRA. O colesterol ajuda a manter a fluidez ideal da membrana celular, viabilizando o trânsito de substâncias através dela.

ESPECIALIZAÇÕES DA MEMBRANA As membranas podem desenvolver algumas estruturas que ajudam na realização de suas funções ou que lhe sirvam de proteção. Abaixo citaremos algumas delas:

Suas principais funções são: proteção, nutrição e adesão em outras células para formar os tecidos. Apresenta a capacidade de regeneração em caso de lesão pequena.

• O glicocálix – é formado por carboidratos. Além de proporcionar resistência e proteção, confere à célula a capacidade de reconhecimento.

>> MEMBRANA CELULAR

• As microvilosidades – são prolongamentos que aumentam a superfície de contato. Aumentam a absorção do alimento no intestino. • A parede celular – É uma estrutura rígida que envolve as células dando proteção mecânica. Nas células vegetais é formada por celulose.

TRANSPORTE ATRAVÉS DA MEMBRANA Possibilita à célula obter nutrientes e liberar suas excretas5.

Os fosfolipídios são anfipáticos2, apresentando caudas hidrofóbicas3 e uma cabeça hidrofílica4.

Para facilitar a resolução das questões, tenha cuidado com a palavra gradiente. Ela representa a diferença de concentração de uma substância entre dois meios, como o citoplasma e o fluido extracelular. As substâncias tendem a seguir de onde tem mais para onde tem menos, esse é o sentido do gradiente.

Mudanças na temperatura modificam a fluidez da membrana, podendo prejudicar o trânsito de substâncias. O colesterol ajuda a estabilizar a membrana, assim como o tamanho da calda dos ácidos graxos. VEJA NO ESQUEMA.

>> TRANSPORTE CELULAR

>> FOSFOLIPIDIOS, REGULAÇÃO DE FLUIDEZ.

4 5 2 3

Anfipáticos – apresentam duplo caráter, com regiões polares e regiões apolares. Hidrofóbica – tem aversão a água, ocorre com moléculas apolares.

7

Hidrofílica – tem afinidade por água, ocorre em moléculas polares ou carregadas. Excretas – são “sobras” das reações químicas não úteis à célula como: gás carbônico, amônia, uréia.


BIOLOGIA >> OSMOSE

1. TRANSPORTE PASSIVO Ele não gasta energia metabólica (ATP), pois se dá a favor do gradiente. Existem três tipos: a) Difusão simples – ocorre através dos “espaços” entre os fosfolipídios. Possibilita a passagem de substâncias pequenas e sem carga (apolar) como os gases (O2, CO2). b) Difusão facilitada – ocorre com a ajuda de proteínas. Possibilita a passagem de moléculas maiores e carregadas (“polares”) como glicose, aminoácidos, íons. c) Osmose – passagem apenas de solvente (água) do meio hipotônico6 para o hipertônico7, através de uma membrana8 semipermeável. Para facilitar a compreensão da osmose, interprete tonicidade como tendência a atrair água. Ao mergulhar uma célula animal em uma solução hipertônica, a célula perde água por osmose e murcha (plasmólise). Porém, se a célula for colocada numa solução hipotônica, entra água, podendo estourar (plasmoptise). A parede celular impede que a célula vegetal se rompa por entrada de água em excesso.

UFBA 2004 (1ª FASE) / Questão 22 (01) Substâncias polares penetram na célula, através da bicamada lipídica, caracterizando o processo de transporte ativo. Proposição FALSA. O que caracteriza transporte ativo é o fluxo contra o gradiente e o consumo de ATP.

Algumas estruturas são muito grandes para passar através da membrana, necessitando de outro tipo de transporte como a endocitose, que corresponde à entrada de substâncias na célula por meio do englobamento pela membrana. Ela pode ocorrer através da:

Quando um indivíduo está com a pressão sanguínea baixa, ele ingere sal para tornar o sangue mais hipertônico, atraindo mais água, que vai aumentar o volume sanguíneo, levando a um aumento da pressão.

• Fagocitose - englobamento de substâncias sólidas por evaginação da membrana. • Pinocitose – englobamento de macromoléculas dissolvidas em líquido que penetram por invaginação.

2. TRANSPORTE ATIVO Gasta energia (ATP), pois ocorre contra o gradiente.

A exocitose seria o processo inverso da endocitose; corresponde à saída de substâncias através da fusão de vesículas com a membrana.

O exemplo mais estudado é a bomba de Na+/K+. Esse transportador ajuda na polarização da membrana, possibilitando a transmissão do impulso nervoso.

II. CITOPLASMA Corresponde a tudo o que se encontra dentro da célula, com exceção do núcleo das células eucarióticas. Caso as organelas sejam retiradas do citoplasma, este passa a se denominar hialoplasma, citosol ou matriz citoplasmática.

Veja o esquema. 6 7 8

Hipotônico – apresenta maior concentração de solvente em relação ao soluto. Hipertônico – apresenta maior concentração de soluto em relação ao solvente. Membrana semipermeável – deixa passar o solvente, mas retém o soluto.

O hialoplasma é rico em compostos orgânicos e inorgânicos. 8


SUBSTÂNCIAS INORGÂNICAS

1. OS CARBOIDRATOS

Os compostos inorgânicos são substâncias que não apresentam ao mesmo tempo os átomos de carbono, hidrogênio e oxigênio (C, H e O), como a água e os sais minerais

São a principal fonte de energia para os seres vivos. Cuidado, ele também pode ser chamado de açúcar, hidratos de carbono, glicídios e até glicanos.

1. ÁGUA

Podemos dividir os carboidratos em três classes: monossacarídeos, dissacarídeos e polissacarídeos. • Os monossacarídeos – são os mais simples. Citaremos os mais cobrados.

É a substância mais abundante nos seres vivos. Quanto mais intensa for a atividade celular, maior o teor de água, como ocorre nos neurônios e células da retina.

UFBA 2005 (1ª FASE) / Questão 13

É uma molécula polar, tendo afinidade por íons positivos e negativos, funcionando como principal solvente dos seres vivos.

(04) A vascularização do músculo esquelético proporciona à carne vermelha um maior teor de ferro, elemento químico essencial à funcionalidade da hemoglobina.

A água também participa como reagente ou produto de várias reações nos seres vivos, tanto que o oxigênio liberado durante a fotossíntese provém dela. Como apresenta um elevado calor específico, precisando “receber muito calor” para que possa evaporar, ajudando a resfriar os organismos que liberam suor.

Proposição VERDADEIRA. Um maior fluxo sanguíneo leva mais nutrientes, como o ferro, que é fundamental para o transporte de gases na hemoglobina.

Ribose – é uma pentose. Está presente na constituição dos ácidos ribonucléicos (RNA) e do trifosfato de adenosina (ATP).

Lei mais em outras fontes. >> NÃO DÊ BOBEIRA

Desoxirribose – é uma pentose. Está presente na constituição do ácido desoxirribonucléico (DNA).

algumas provas como a do Enem costumam abordar a água em contextos sociais como a sua má distribuição, a sua qualidade; sendo necessário leituras complementares, além de senso crítico ao ler o enunciado e analisar as proposições.

As hexoses são açúcares com seis carbonos. A mais estudada é a Glicose (C6H12O6), que é produzida durante a fotossíntese, sendo a principal fonte de energia para os seres vivos.

a) Cálcio (Ca+) – Componente de ossos e dentes. Essencial à coagulação do sangue e necessário para a contração muscular. b) Sódio (Na+) e Potássio (K+) – Essencial para a condução do impulso nervoso e equilíbrio osmótico. c) Iodo (I2) – Compõe os hormônios da tireóide. d) Fósforo (P) - Componente de ossos e dentes. Essencial para o armazenamento e transferência de energia (ATP). e) Ferro (Fe) – Componente da hemoglobina (transporta O2 nas hemácias), mioglobina (armazena O2 nos músculos) e enzimas respiratórias. f) Magnésio – Componente da clorofila.

• A próxima classe de carboidratos estudada será os dissacarídeos – Eles são produzidos pela condensação8 de dois monossacarídeos. A sacarose é a principal forma de transporte de açúcares nos vegetais. • E por último analisaremos os polissacarídeos – eles são produtos da condensação de vários monossacarídeos, sendo geralmente insolúveis. a) Amido – Reserva de glicose nos vegetais, muito encontrado em raízes e sementes. b) Glicogênio – Reserva de glicose nos animais, muito encontrado nos músculos e fígado. c) Celulose – Polímero9 de glicose que forma a parede das células vegetais, conferindo proteção. Os humanos não podem digerir a celulose por não possuírem a celulase, presente em herbívoros.

SUBSTÂNCIAS ORGÂNICAS São importantes por fornecer matéria- prima para a construção dos constituintes celulares e energia para o funcionamento da celular.

8 9

9

Condensação – corresponde à fusão de duas moléculas com liberação de água. Polímero – (“poli” – vários e “meros” – parte) substância formada por várias partes, como a celulose, que é formada por várias moléculas de glicose.


BIOLOGIA por ela produzida, e essenciais aquelas que deve ser ingeridas na alimentação.

UFBA 2008 (1ª FASE) / Questão 22 (08) O amido é um polímero de condensação que, ao entrar em contato com a água, dissolve-se rapidamente gerando glicose.

>> AMINOACIDOS

Proposição FALSA. Apesar de ser um polímero formado pela condensação de glicose, ele é pouco solúvel em água e precisa de enzima para ser decomposto.

2. OS LIPÍDIOS São moléculas insolúveis em água e solúveis em solventes orgânicos como o éter, álcool.

UFBA 2007 (1ª FASE) / Questão 24 (04) A necessidade de nitrogênio na nutrição vegetal se justifica pela participação desse elemento na composição de biomoléculas, entre as quais, aminoácidos e nucleotídeos.

a) Lipídios simples – são constituídos apenas por C, H e O. Os Triglicérides – São formados por ácidos graxos e colesterol. Ex: óleos e gorduras.

Proposição VERDADEIRA. Pois aminoácidos e nucleotídeos são substâncias constituídas por N2.

A gordura funciona como isolante térmico, diminuindo a perda de calor para o ambiente, ajudando a manter a homeotermia10. É muito importante para animais que vivem em ambiente frio.

4. OS NUCLEOTÍDEOS São muito importantes por serem os monômeros, ou seja, as partes que compõem os ácidos nucléicos (DNA e RNA). Também realizam funções energéticas ao formarem o ATP e atuarem como transportadores de H2 (NAD+, NADP+ e FAD).

b) Os Lipídios Complexos, além de C, H e O possuem outros elementos como S, N e P.

Falaremos mais sobre esses nucleotídeos no módulo de bioenergética.

• Os Fosfolipídios são formados por dois ácidos graxos e um ácido fosfórico ligados ao glicerol. Formam as membranas celulares apresentando função estrutural.

5. VITAMINAS

c) A classe dos Esteróides faz parte da constituição de membranas celulares e servem de matéria-prima para a produção de hormônios sexuais (estrogênio, progesterona e testosterona) e corticóides.

Por último, estudaremos as Vitaminas que atuam ativando enzimas responsáveis pelo metabolismo celular. Precisam ser adquiridas na alimentação. As lipossolúveis: São solúveis em lipídios. a) Vit. A – É produzida a partir do ß-caroteno. Previne infecções e evita a cegueira noturna.

No momento da prova não se esqueça de que, apesar de vegetais poderem sintetizar alguns esteróides, o colesterol só é encontrado em animais, associado à membrana celular e transportado na forma de lipoproteínas (HDL e LDL).

b) Vit. D – Atua no metabolismo do cálcio e do fósforo, auxiliando a sua absorção. c) Vit. E – Antioxidangte11; promove a fertilidade. d) Vit. K – Atua na coagulação sanguínea

3. OS AMINOÁCIDOS

As hidrossolúveis: São solúveis em água. Seu excesso é liberado pela urina.

São os constituintes das proteínas. Os humanos não produzem os 20 tipos de AA sintetizados pelos vegetais. Para cada espécie chamamos de naturais as substâncias 10

a) Vit. C (ácido ascórbico) – Antioxidante; previne contra infecções. 11

Homeotermia – consiste na manutenção da temperatura corpórea constante. Ocorre em aves e mamíferos.

10

Antioxidante – “se deixam oxidar pelos radicais livres”, protegendo a célula contra danos em suas moléculas.


Vamos Revisar

>> BIOLOGIA

Célula – Menor unidade viva, formada por membrana, citoplasma e núcleo.

Reticulo Rugoso – Apresenta ribossomos aderidos. Produz proteínas para exportação.

VAMOS–REVISAR. Procariontes seres primitivos, formados por células sem núcleo, apresentando os ribossomos como única organela.

Complexo de Golgiense – Armazena, transporta e secreta substâncias. Lisossomos – Realiza a digestão intracelular.

Eucariontes – Seres evoluídos, formados por células com organelas e núcleo diferenciado.

Mitocôndrias – Produz energia (ATP) para manter o metabolismo celular.

Membrana celular – Envoltório celular formada por glicolipoproteínas que protege a célula e selecionando as substâncias que entram e saem.

Cloroplastos – Realiza a fotossíntese, produzindo compostos orgânicos para a célula. Cito esqueleto – Fornece suporte estrutural a célula.

Transporte ativo – Ocorre contra o gradiente de concentração, consumindo ATP.

Óvulo e espermatozóide – gametas

Transporte passivo – Ocorre a favor do gradiente como a difusão simples, facilitada e a osmose.

Testículos e Ovários – gônadas masculina e feminina; produz hormônios e gametas.

Compostos orgânicos – Moléculas complexas formadas por C, H e O. Fornecem matéria prima e energia para as células.

Endométrio – tecido mais externo do útero que mantém o desenvolvimento embrionário e descama durante a menstruação.

Fosfolipídios – Molécula anfipática, compõe as membranas biológicas.

Anexos embrionários – âmnio, córion, alantoide, saco vitelino e placenta.

Aminoácidos – constituinte das proteínas.

Ribossomos – “Fábrica” de proteína.

Folhetos embrionários a) ectoderme: origina o sistema nervoso, epiderme; b) mesoderme: origina os tecidos conjuntivos, músculo, ossos; c) endoderme: origina o aparelho digestório, fígado, pâncreas, sistema respiratório, tireóide.

Reticulo Liso – Não apresenta ribossomos aderidos. Sintetiza lipídios.

Fases da segmentação – mórula, blástula, glastula e neurula.

Nucleotídeos – formam os ácidos nucléicos, ATP, NAD+ e FAD.

Anotações:

16


URAIS ATES CIÊNCI QUASESeNTÕ DAS COMENTA MATEMÁTICA


QUESTÕES COMENTADAS PROVA AMARELA (ENEM 2008) - QUESTÃO 3

PROVA AMARELA (ENEM 2008) - QUESTÃO 4

Calcula-se que 78% do desmatamento na Amazônia tenha sido motivado pela pecuária — cerca de 35% do rebanho nacional está na região — e que pelo menos 50 milhões de hectares de pastos são pouco produtivos. Enquanto o custo médio para aumentar a produtividade de 1 hectare de pastagem é de 2 mil reais, o custo para derrubar igual área de floresta é estimado em 800 reais, o que estimula novos desmatamentos.

O gráfico abaixo mostra a área desmatada da Amazônia, em km2, a cada ano, no período de 1988 a 2008.

Adicionalmente, madeireiras retiram as árvores de valor comercial que foram abatidas para a criação de pastagens. Os pecuaristas sabem que problemas ambientais como esses podem provocar restrições à pecuária nessas áreas, a exemplo do que ocorreu em 2006 com o plantio da soja, o qual, posteriormente, foi proibido em áreas de floresta.

As informações do gráfico indicam que

Época, 3/3/2008 e 9/6/2008 (com adaptações). A partir da situação-problema descrita, conclui-se que a) o desmatamento na Amazônia decorre principalmente da exploração ilegal de árvores de valor comercial. b) um dos problemas que os pecuaristas vêm enfrentando na Amazônia é a proibição do plantio de soja. c) a mobilização de máquinas e de força humana torna o desmatamento mais caro que o aumento da produtividade de pastagens. d) o superavit comercial decorrente da exportação de carne produzida na Amazônia compensa a possível degradação ambiental. e) a recuperação de áreas desmatadas e o aumento de produtividade das pastagens podem contribuir para a redução do desmatamento na Amazônia. Gabarito: E - A recuperação de áreas degradadas e a utilização de insumos para elevação da produtividade das pastagens impedem que haja uma expansão das fronteiras agropecuárias, resultando automaticamente na diminuição dos níveis de desmatamento. 78

a) o maior desmatamento ocorreu em 2004. b) a área desmatada foi menor em 1997 que em 2007. c) a área desmatada a cada ano manteve-se constante entre 1998 e 2001. d) a área desmatada por ano foi maior entre 1994 e 1995 que entre 1997 e 1998. e) o total de área desmatada em 1992, 1993 e 1994 é maior que 60.000 km2. Gabarito: D - Os anos de 1994 e 1995 somados resultam em níveis de desmatamento superiores aos dos anos de 1997 e 1998, especialmente o de 1995, que atingiu 30 mil km2. PROVA AMARELA (ENEM 2008) - QUESTÃO 11 O jogo-da-velha é um jogo popular, originado na Inglaterra. O nome “velha” surgiu do fato de esse jogo ser praticado, à época em que foi criado, por senhoras idosas que tinham dificuldades de visão e não conseguiam mais bordar. Esse jogo consiste na disputa de dois adversários que, em um tabuleiro 3×3, devem conseguir alinhar verticalmente, horizontalmente ou na diagonal, 3 peças de formato idêntico. Cada jogador, após escolher o formato da peça com a qual irá jogar, coloca uma peça por vez,


Guia Pratico Vestibular e Enem - TOUR  

Tour Grátis do Guia Prático