Issuu on Google+


03

www.paginacultural.com Abril de 2012

Editorial

Mês do índio, mês do livro, mês do jornalista, mês dos jovens, mês do desenhista, mês de Monteiro Lobato. Um excelente mês para lançarmos a 3ª edição do Guia Página Cultural, o guia cultural de Uberlândia. Nesta edição, entrevistamos uma das figuras mais importantes na cena Uberlandense de cinema, Iara Magalhães. Apresentamos também o artista local/internacional, pintor, gravador, escultor e desenhista, Assis Guimarães. Em nossa seção História, fotos incríveis da história da nossa cidade: o primeiro teatro, artistas da década de 20, a construção da Casa da Cultura.

04 - Entrada Franca 06 - Infantil 12 - Artes 14 - Exposições 16 - Teatro 20 - História 22 - Roteiro 26 - Especial 28 - Crônica 30 - Agenda

Entrevista especial com a professora de história do cinema Iara Magalhães - 10

Guia Página Cultural Mensal / 5 mil exemplares / Gratuito Direção Geral: Sérgio Evangelista Editora: Jornalista Lilian Guedes Programador Web: Wisley Aguiar Comercial: Hugo Lopes (34) 8801-5273 / Patrícia Masan 8829-2470 E-mail: contato@paginacultural.com.br


Entrada Franca

www.paginacultural.com Abril de 2012

04

Projeto Cinema no Pátio exibe “Mutum”

Mutum quer dizer mudo. Mutum é uma ave negra que só canta à noite. E Mutum é também o nome de um lugar isolado no sertão de Minas Gerais, onde vivem Thiago e sua família. Thiago tem dez anos e é um menino diferente dos outros. É através do seu olhar que enxergamos o mundo nebuloso dos adultos, com suas traições, violências e silêncios. Ao lado de Felipe, seu irmão e único amigo, Thiago será confrontado com este mundo, descobrindo-o ao mesmo tempo em que terá de aprender a deixá-lo.

no Pátio Projeto Cinema Kogut - Diretora Sandra Filme "Mutum" al - 20h Mercado Municip 18/04 - Pátio do - Uberlândia/MG iel, 155 - Centro ac M rio gá le O R.


05

www.paginacultural.com Abril de 2012

Toda Terça

Cervejas especiais, ótima comida e muito rock’n roll Toda terça tem Rock’n Beer, o ponto certo, no centro da cidade, para quem curte rock’n roll, cerveja gelada, comida de qualidade e a atmosfera europeia de um autêntico Pub Irlandês. As primeiras 80 pessoas não pagam ingresso, apenas devem ter consumo mínimo de R$15,00. Para os que chegarem depois, o ingresso fica em R$ 5,00 sem consumo. Ótimo para boas conversas e cervejas especiais. No centro da cidade. Abertura da Casa: 18h. Av. Floriano Peixoto, 18 - www.rocknbeer.com.br


Infantil

www.paginacultural.com Abril de 2012

06

Uberlândia Shopping realiza exposição “Crianças no Espaço”

A mostra espacial que já passou por vários países é dividida em módulos montados numa estrutura cenográfica com 300 m², sendo “Área cultural”, “Área Terrestre” e “Área Lunar”, e formada também por diversas imagens e conteúdos multimídia relativos à aventura espacial, desde o Programa Apollo até aos dias atuais. Exposição “Crianças no Espaço” Até 27 de abril - Uberlândia Shopping Av. Paulo Gracindo, 15 - Bairro Morada da Colina Segunda a sábado das 10h às 22h, domingos das 12h às 20h Entrada Franca - De 6 a 10 anos


07

Leia

www.paginacultural.com Abril de 2012

O Melhor de Min.

Título: O Melhor de Mim Autor: Nicholas Sparks Editora: Arqueiro Preço: R$24,90 Páginas: 272 Na primavera de 1984, os estudantes Amanda Collier e Dawson Cole se apaixonaram perdidamente. Embora vivessem em mundos muito diferentes, o amor que sentiam um pelo outro parecia forte o bastante para desafiar todas as convenções de Oriental, a pequena cidade em que moravam. Nascido em uma família de criminosos, o solitário Dawson acreditava que seu sentimento por Amanda lhe daria a força necessária para fugir do destino sombrio que parecia traçado para ele. Amanda, uma garota bonita e de família tradicional, que sonhava entrar para uma universidade de renome, via no namorado um porto seguro para toda a sua paixão e seu espírito livre. Quando o verão do último ano de escola chegou ao fim, a realidade os separou de maneira cruel e implacável. Vinte e cinco anos depois, eles estão de volta a Oriental para o velório de Tuck Hostetler, o homem que um dia abrigou Dawson, acobertou o namoro do casal e acabou se tornando o melhor amigo dos dois. Seguindo as instruções de cartas deixadas por Tuck, o casal redescobrirá sentimentos sufocados há décadas.


Cinema e Vídeo

www.paginacultural.com Abril de 2012

O Palhaço Uma das melhores comédias dramáticas já produzidas pelo cinema brasileiro. MoneyBall Um bom filme com uma história interessante e motivadora, mas com um final diferente do que se espera. Tudo pelo poder Um bom roteiro que envolve segredos e traições no mundo da política com ótimas interpretações. The Walking Dead 2 A segunda temporada é ótima. Boas atuações, direção, roteiro, maquiagem, efeitos. O preço do amanhã Apesar de muitas mentiras e alguns exageros, a premissa do filme é bacana e te prende. Por kelson Venâncio www.cinemaevideo.com.br

08


Entrevista Iara Magalhães e a Sétima Arte

A cena do audiovisual em Uberlândia ganha cada vez mais importância, tendo, nos últimos anos, se destacado em festivais de cinema Brasil afora, com produtores premiados e reconhecidos. Para contar essa história, o Guia Página Cultural entrevistou uma das figuras mais importantes da produção de cinema na cidade, a mestre em Comunicação em Semiótica pela PUC-SP, professora de cinema e audiovisual, produtora cultural e diretora de filmes, Iara Magalhães. 1 - Nos últimos anos, Uberlândia ganhou uma forte expressão na produção de cinema. Como você avalia esse salto? O que o motivou? Como era o panorama do audiovisual na cidade e como é hoje? Sem dúvida, foi a convergência entre as mídias através do aparelho semiótico computador. Reduziu o custo dos processos de produção de filmes, desde a gravação, edição e pós-produção. A tecnologia e o universo simbólico na produção audiovisual não se separam. Manuel de Barros, poeta, diz: palavra que eu falo, me incluo nela. Não há como separar a apropriação das tecnologias com a democratização dos fazeres em audiovisual, temos que pontuar também as políticas públicas de fomento ao audiovisual em todo Brasil e em nossa cidade, temos que ressaltar também as novas tecnologias da comunicação reduzindo a distância entre o fazer, o exibir e o distribuir. Mas ainda há muito o que fazer. 2 - Havia um curso universitário de audiovisual na cidade que teve suas atividades encerradas recentemente. Por que o curso foi extinto? De que forma isso atrapalha a produção? O curso superior tecnológico em Produção audiovisual teve suas atividades encerradas em função de não haver demanda suficiente para o curso que justificasse a abertura de novas turmas. Uma das características de cursos de graduação tecnológica é atender a uma certa demanda por um determinado tempo até que ela comece a se esvair,tem sido assim com a maior parte dos cursos tecnológios da UNITRI. O que se estuda agora é a criação de propostas de novos cursos na área que poderiam atender a uma nova demanda. Vejo novas configurações, o audiovisual ( ou seja a produção de filmes e vídeos


11 para diversas mídias) está ligado a produção intangível, ligado ao conhecimento e à criatividade - é um conceito novo no Brasil, o mercado de audiovisual está sendo discutido em todo Brasil, porque une economia, cultura e negócios e precisa ser discutido seu potencial em diversos setores e empreendimentos. 3 - Como é vista no resto do país a produção audiovisual de Uberlândia? Não saberia quantificar, mesmo porque o mercado de produção audiovisual é demarcado por três linhas: produção , exibição e distribuição. Existem diversos tipos de produção audiovisual em Uberlândia, uma produção significativa na área publicitária, na produção jornalística, a produção cinematográfica deu uma virada a partir de 2005 quando as leis de incentivo à cultura passaram a permitir a produção de filmes em nossa cidade. Mas, volto a dizer , ainda há muito o que fazer. 4 - Você é uma das pioneiras dessa linguagem na cidade. Como foi abrir os caminhos? Conte-nos a sua trajetória. Bem, eu sou Cirurgiã Dentista, formei na USP- Ribeirão Preto, Fiz especialização de Odontopediatria na UFU, Mestrado em Comunicação e Semiótica PUC- SP, e quero entrar para o doutorado este ano. É difícil falar de si, mas vou tentar. Tudo começou com a Sétima Arte Vídeo Locadora, depois com o Projeto Pré-estréia, aí vem a minha cinefilia, em seguida um quadro no Jornal Meio Dia (TV Integração)- cenas, minha família, a UNITRI e seus gestores, os alunos e professores do curso,os professores Waldemar Lima (em memória) e Galileu Garcia, os professores PUC, os orientadores Irene Machado e Silvio Ferraz, Júlio Bressane e São jerônimo, Gilles Deluze e os livros e mais outros livros. Em tempo... tudo começou com a Sétima arte e os filmes que eu assisti e continua na 5ª edição da Perpendicular em 2012, na ONG Novamídia, na Consultoria Audiovisual ao Ponto de Cultura Algar Transforma-Projeto Olho Portátil, no programa Triângulo das Gerais, no filme que dirigi Piano em Conserto, no Projeto LixO- A última Projeção amplificada, no projeto audiovisual Bancos de rua (em fase de finalização), em novas articulações para o audiovisual em Uberlândia. Tudo começou com a Sétima arte, assisti nos últimos vinte e cinco de minha existência a aproximadamente 10 mil filmes, a grande maioria deles em VHS. Eu os assisti a todos e esqueci de todos. Na medida que os esqueci, eles me vêem ao pensamento um por um. Uma imagem é o que me constrói em cada um deles e em todos eles. Uma imagem qualquer, uma letra de um título, o nome de um diretor, os pés de um personagem, o olhar de outro, um lugar, um objeto, um ato de fala, um ruído, uma canção, todos imagens que não se separam do mundo e nem de mim.Ruínas de tempo. De começos de mundos.Começos de VIDA.


Artes


13

Assis Guimarães Artista plástico atuante no cenário urbano de Uberlândia desde os anos 80. Bacharel em Artes pela Federal de Uberlândia, pintor, gravador, escultor e desenhista com formação basicamente clássica, dedica-se desde o início à pintura em aquarela, técnica na qual foi iniciado por seu amigo, Maciej Babinski. Em seu estúdio no centro da cidade, desenvolve, concomitantemente à prestação de serviços artísticos junto à comunidade, obras que migram para a pintura abstrata, com pesquisas conceituais embasadas em questões inerentes aos âmbitos “do circunstancial e do eterno”.

assisguimar@hotmail.com


Casa da Cultura

www.paginacultural.com Abril de 2012

14

Exposição “Entrelinhas” do holandês Jan-Frits Obers

Jan-Frits Obers é holandês, nasceu em setembro de 1963 na cidade de Deurne NL. Mudou-se para o Brasil em 1989 para a cidade de Patos de Minas/MG onde reside até hoje. Nos trabalhos desenvolvidos são utilizados materiais como papel artesanal de diversas qualidades de fibras, sementes, cordas, carvão, pastel seco e outros materiais naturais, resultando numa forma singular de harmonia visual.

INHAS Exposição ENTREL ers Ob Artista Jan-Frits - 20h ril ab de 10 Abertura: s 12 às 18h gunda a sexta, da se de io, ma de Até 18 ra ltu Cu da eiroz – Casa Galeria Geraldo Qu inho nd Fu o irr Ba – rneiro, 89 Praça Coronel Ca Entrada Franca


15

www.paginacultural.com Abril de 2012

Exposições

Elke Coelho e Clarissa Borges no Museu Universitário de Arte, até 20 de abril. ENTRELINHAS - Artista Jan-Frits Obers Abertura: 10 de abril - 20h Até 18/05 - segunda a sexta, das 12 às 18h Galeria Geraldo Queiroz - Casa da Cultura Praça Coronel Carneiro, 89 - Bairro Fundinho VENTANAS - Artista Ana Carolina Mundim Até 18/04 - segunda a sexta das 12 às 18h Casa da Cultura Praça Coronel Carneiro, 89 - Bairro Fundinho Exposição GERMINAÇÃO SINTÉTICA - Artista Régis Winckler Até 19/04 - segunda a sexta das 12 às 18h Galeria Lourdes Saraiva - Oficina Cultural Praça Clarimundo Carneiro, 204 - Bairro Fundinho “FRÁGIL ÁREA DE RISCO” “ENCONTRO DE HORIZONTES” Artistas Elke Coelho e Clarissa Borges Museu Universitário de Arte - MUnA Até 20/04 - segunda a sexta das 8h30 às 17h Praça Cícero Macedo, 309 - Bairro Fundinho Fones: (34) 3232-9121 / 3231-7708 CARTOGRAFIAS - Artista Elenice Silva Abertura 26 de abril de 2012 - 20h Até 25/05 - segunda a sexta, das 12h às 18h Sala de Experimentações Visuais - Casa da Cultura Praça Coronel Carneiro, 89 - Bairro Fundinho KAFFA - Instalação de José Vilmar Até 27/04 - segunda a sexta das 9h às 19h Galeria Virmondes Rua Melo Viana, 74 - Bairro Martins (34) 3235-8933 / 8805-7746 COISAS A FAZER - Artista Lucimar Bello Até 27/04 - segunda a sexta das 12h às 18h Galeria de Arte do Espaço Cultural do Mercado R. Olegário Maciel, 155 - Centro


Teatro

Rêve d’un clown

Pelo dicionário de sím bolos “O palhaço é, tradicionalmente, a fig assassinado. Simbo ura do rei liza a inversão da co mpostura régia nos palavras e atitudes”. seus atavios, Ele representa o home m por detrás do pode fala está representad r, nesta o pelo símbolo da po sição “rei”; ao mesm em que também é o o tempo homem do povo, aq uele a quem a ordem Representar a figura foi dada. do rei assassinado nã o quer dizer que ele interpretando um fan está tasma, mas que pode comunicar “tudo” qu diria na presença de e não se um rei vivo. No teatro o jogo do palhaço em respeito a essa tradiç cena diz ão, ele veio para mo stra-se e revelar-se, qualquer lógica ultrap desafiando assada ou rigidez mo ral. O clown, usando tença popular, seria uma sena voz do povo, e em uma conclusão partic simplesmente o home ular, seria m/a mulher. Nesta peça existem três clowns com um sonho em comum, ele ser artistas. A cena se s querem passa em um cabaret francês chamado Le o sonho. O que eles Rêve, não percebem é que o lugar está um pouc abandonado, afinal o trata-se de uma casa que realiza sonhos, muito desmerecido no elemento s tempos atuais. Ca da um deles chega a modo no lugar. seu


www.paginacultural.com Abril de 2012

16

tram o quanto é difícil sonhar, Os três palhaços nesta peça nos mos s. Por isso representam vários acreditar em si mesmo, e nos outro perdas, o fracasso e as ilusões. aspectos da vida cotidiana, como as situação, apresentam três Para reverter “simbolicamente” essa do: generosidade, afetividade mun o possibilidades de relação com a moral, mas de uma visão clownesc e doação. Não se trata de uma lição ret caba do dono pelo tado esen repr de sociedade. O rei assassinado, aqui ao assistir este espetáculo irá ] Le Rêve, na verdade é a plateia, que contratar ou não esses artistas. Ao Cubo Cia de Teatro Rose Battistella, Marcelo Briotto É um grupo composto pelos atores estudam a arte do palhaço e todas e Emilliano Freitas que há muitos anos tradicionais quanto em ambientes as suas nuances, tanto nos palcos n n clow ve d’u e 2012 ê R lo cu il d Espetá e 15 de abr 14 s a Dança r Data: o : 20 h Arte - UAI q Fundinho. io r á r o H de eia) 6Palco ,00 (m ijo, 38 Local: sberto Carr nteira) R$ 8 (i eli Rua F s: R$ 16,00 so . s e e r d g In ida s das as Para to


Mapa


19


História

O primeiro nome da cidade foi São Pedro de Uberabinha, denominação recebida quando elevada a distrito de Uberaba em 1857. Em 14 de março de 1891, passou a denominar-se Uberabinha, e em 19 de outubro de 1929, Uberlândia.


21

Uberlândia ontem Encontramos no perfil de Reinaldo Carata Macedo (bethcaratta@yahoo.com.br), um verdadeiro acervo fotográfico da história de Uberlândia. Publicamos aqui para que você também curta.


Roteiro

www.paginacultural.com Abril de 2012

22

Lazinho: Bar, Restaurante e Buffet de Massas Terça à sexta-feira: 17:30 Sábado almoço e jantar. Domingo somente almoço. R. Francisco Alves, 139 (34) 3231-1929

Tortas doces e pratos especiais sob encomenda

São várias receitas deliciosas, por encomenda, para fazer do seu jantar ou evento sucesso total. Tarsila - Doces e Salgados Fone: (34) 9127-0411

Ferolla Pizzaria

Pizzas em vários sabores. Forno a lenha. Ambiente confortável com play para crianças. Segunda à Domingo após as 17:00 Av. Rondon Pacheco, 2130 (34) 3231-2878

Chigaco 30

O clima e o glamour da Cidade de Chicago de 1930. Almoço de segunda a segunda, 11h às 15h. Avenida Princesa Isabel com Avenida Paes Leme. Reservas: (34) 3235-1930


BULE


Especial

27

Festival Latino Americano de Teatro Ruínas Circulares

Vem aí a IV edição do Festival Latino Americano de Teatro Ruínas Circulares, com estreia dos espetáculos e trabalhos dia 30 de abril, se estendendo até 5 de maio de 2012 em Uberlândia. O festival é uma ação do grupo de pesquisa PÉTALA – Pesquisa e Estudo do Teatro na América Latina, com cadastro no CNPq, coordenado pela profa. Yaska Antunes (Artes Cênicas/UFU) e com uma comissão organizadora formada basicamente por alunos do Curso de Teatro da Universidade Federal de Uberlândia. O Festival Latino Americano de Teatro Ruínas Circulares é um evento que promove apresentações, reflexões e práticas teatrais abordando o fazer teatral na América Latina, dispondo de atividades que se dividem em conferências e palestras, oficinas e demonstrações técnicas dos grupos participantes do festival e espetáculos teatrais dos grupos latinos, tendo como convidados a se apresentar na cidade vários grupos cênicos da América Latina. Acompanhe a programação detalhada na agenda do site Página Cultural, atualizada diariamente.


28

Dança

Interferência Inacabada: Hip Hop e Dança Contemporânea

As apresentações fizeram parte do projeto Circulação Uberlândia Vanilton Lakka e Artistas Colaboradores, que traz agora em abril o espetáculo “Interferência Inacabada... preste atenção no ruído ao fundo”, integrado por Vanilton Lakka, premiado em 2005 pela Associação Paulista de Críticos de Artes, e o DJ Performer, Fernando Prado. O espetáculo é uma mistura impressionante de Hip Hop e Dança Contemporânea e estreou em 2007 no Panorama Sesi de Dança – SP. Confira a agenda: 07 e 08/04, às 20h, no Espaço Diversidade Cultural Rua Paraíba, 3048 / Bairro Umuarama Entrada: R$ 10,00 - revertidos para a escola de dança. 26/04, às 19h, na Academia Espaço do Corpo Rua Monte Alegre, 162 / Bairro Aparecida Entrada franca 28/04, às 19h, na Escola de Dança Carla Cecílio Rua Santos Dumont, 684 / Centro Entrada franca 29/04, às 17h, na Casa da Rua Rua José Higino Oliveira, 105 / Bairro Tocantins Entrada franca Projeto: Circulação Uberlândia Vanilton Lakka e Artistas Colaboradores Espetáculo: Interferência Inacabada... preste atenção no ruído ao fundo Coreografia e interpretação: Vanilton Lakka DJ Performer: Fernando Prado


Crônica

Para fazer um bolo de chocolate

Guimarães Lobo Se soubesse fazer um bolo de chocolate certificaria estar só, pois ou se faz sozinho ou quando a ensinar a filha numa tarde de chuva, para depois comer junto a todos que a casa chegasse. Juntaria, primeiramente, tudo o que fosse precisar: farinha de trigo; açúcar; leite; o próprio chocolate, em pó para a massa e em barra, meio amargo, para a calda; além de fermento para fazer crescer e ovos para dar liga. Cada qual em sua porção específica: duas xícaras da primeira e também do seguinte; uma xícara do próximo e seis colheres, bem cheias, do mais importante; além de uma colher de chá do outro e seis unidades dos últimos. Bateria as claras em neve para depois juntar as gemas e o açúcar, sempre tomando cuidado em não parar de bater. Colocaria então a farinha, aquela porção generosa de chocolate e ainda o fermento e o leite, nunca me descuidando em bater. Eis a mistura homogênea dos trabalhos de química que numa longínqua prova de escola ousei como exemplo.


www.paginacultural.com Abril de 2012

29

O próximo passo seria untar um tabuleiro com margarina para que a massa não grudasse e colocaria a mistura para assar, não mais que meio tempo de uma partida de futebol. Enquanto o forno fizesse sua parte, deitaria em banho-maria aquela barra de chocolate meio amargo e, assim que ela derretesse, adicionaria meio copo de leite e meia colher de margarina. Tudo com muita temperança, pois a destemperança para com uma receita é como água para chocolate. Nesse hiato de tempo, sentaria ao chão, bacia no colo, e enquanto raspasse com o dedo aquele resto de massa que sempre fica na tigela e o levasse com gula à boca, lembraria de um imperativo suave das vozes da infância: “Lave as mãos, menino – lave as mãos!”. Bolo assado, desenforma; calda feita, derramaria esta sobre aquele, como lava a deslizar pela encosta de um vulcão, admirando o desenho que a calda no bolo fizesse. E o deixaria esfriar cobrindo-o com um pano-de-prato tão branco que doeria aos olhos, mas bordado com linha vermelha nas pontas e uma estampa de joaninhas ao centro. E comeria numa tarde de chuva, lembrando de todas as tardes em que vivi um bolo de chocolate. Tudo isso faria se soubesse fazer um bolo de chocolate. Mas como não sei, eu peço minha mãe. guimaraes_lobo@hotmail.com


Agenda

www.paginacultural.com Abril de 2012

30

Segunda - 02/04

Domingo - 08/04

Projeto In Cantus Casa da Cultura - 20h00 Praça Coronel Carneiro, 89 Fone: (34) 3255-8252 Entrada Franca

Feira da Gente - Artes plásticas, acessórios, gastronomia, música ao vivo Praça Sérgio Pacheco - 10h00 Entrada Franca

Terça - 03/04 Terça do Rock Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894 Quarta - 04/04 Banda Dama de Espadas Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894 Quinta - 05/04 The Doors Cover Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894 Sexta - 06/04 Banda Mad Houdini Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894 Sábado - 07/04 Para Sempre Família! - Arte Espírita Teatro Rondon Pacheco - 18h e 20h Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182 Banda Bendz Rock’n Beer - 21h30 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894

Vozes no Vento Núcleo Servos Maria de Nazaré Teatro Rondon Pacheco - 20h00 Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182 Terça - 10/04 Terça do Rock Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894 Abertura da Exposição Entrelinhas Artista Jan_Frits Obers Casa da Cultura - 20h00 Praça Coronel Carneiro, 89 Fone: (34) 3255-8252 Quarta - 11/04 Feira da Amizade Praça Tubal Vilela - 08h00 Entrada Franca V8 Umplugged Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894 Reunião Clube Filatélico e Numismático Casa da Cultura - 19h45 Praça Coronel Carneiro, 89 Fone: (34) 3255-8252 Lançamento do Dvd “Aula de pandeiro e Percussão Popular”, de Alex Mororó Oficina Cultural - 20h00 Praça Clarimundo Carneiro, 204 Fone: (34) 3231-8608


31

Agenda

www.paginacultural.com Abril de 2012

Quinta - 12/04 Banda Bye Billy Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894 Sexta - 13/04 Apresentação Banda Municipal Terminal Castelo Branco - 09h45 Entrada Franca Encontro Literário com Enivalda Nunes Casa da Cultura - 13h00 Praça Coronel Carneiro, 89 Fone: (34) 3255-8252 Mostra Artesanal e Gastronômica Praça Coronel Carneiro - 16h00 Entrada Franca Banda Tomarock Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Música ao vivo com Michel Ashtar Place Colline - 19h00 Av. Nicomedes Alves dos Santos, 1500 Fone: (34) 3215-7798 Show Escutatória - Grupo EmCantar Teatro Rondon Pacheco - 20h00 Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182 Sábado - 14/04 Apresentação da Banda Municipal Mercado Municipal - 11h00 Rua Olegário Maciel, 255 Entrada Franca Feira do Coreto Praça Clarimundo Carneiro - 15h00 Entrada Franca

Palco Móvel - dança e música Bairro Planalto - 18h00 Av. Indaiá, 1112 Entrada Franca Show Escutatória - Grupo EmCantar Teatro Rondon Pacheco - 20h00 Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182 Cineclube Cultura - Corrida contra o destino (Vanishing point, USA, 1971) Oficina Cultural - 20h00 Praça Clarimundo Carneiro, 204 Fone: (34) 3231-8608 Entrada Franca Banda Sinopse Rock’n Beer - 21h30 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894 Domingo - 15/04 Feira da Gente - Artes plásticas, acessórios, gastronomia, música ao vivo Praça Sérgio Pacheco - 10h00 Apresentação da Banda Municipal Praça Sérgio Pacheco - 11h00 Entrada Franca Show Escutatória - Grupo EmCantar Teatro Rondon Pacheco - 20h00 Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182 Cineclube Cultura - E sua mãe também (Y tu mamá también, México, 2001) Oficina Cultural - 20h00 Praça Clarimundo Carneiro, 204 Fone: (34) 3231-8608 Entrada Franca *Confira a agenda cultural atualizada todos os dias no paginacultural.com


Agenda Segunda - 16/04 Fórum Permanente de Dança Casa da Cultura - 14h00 Praça Coronel Carneiro, 89 Fone: (34) 3255-8252 Entrada Franca Oficina de Desenhos e Sabores, com a artista Lucimar Belo Mercado Municipal - 17h00 às 18h00 Rua Olegário Maciel, 255 Entrada Franca Oficina - Fazeres e Gambiarras: Arte e Conteporaneidade, com a artista Lucimar Belo Teatro de Bolso do Mercado 19h00 às 22h00 Rua Olegário Maciel, 255 Tons de Milton Nascimento Grupo Vocal Art In Cena Casa da Cultura - 20h00 Praça Coronel Carneiro, 89 Fone: (34) 3255-8252 Terça - 17/04 Oficina - Fazeres e Gambiarras: Arte e Conteporaneidade, com a artista Lucimar Belo Teatro de Bolso do Mercado 13h30 às 16h30 Rua Olegário Maciel, 255 Terça do Rock Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894

www.paginacultural.com Abril de 2012

32

Mestre das Ilusões Cia Atlanta de Teatro Teatro Rondon Pacheco - 20h00 Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182 Tons de Milton Nascimento Grupo Vocal Arte em Cena Oficina Cultural - 20h00 Praça Clarimundo Carneiro, 204 Fone: (34) 3231-8608 Projeto Cinema no Pátio - Mutum (adaptado da obra Campo Geral, de João Guimarães Rosa) Pátio do Mercado Municipal - 20h00 Rua Olegário Maciel, 255 Quinta - 19/04 Banda Venosa Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894 Feira Gastronômica - Sexteto Badauê Pátio do Mercado Municipal - 19h00 Rua Olegário Maciel, 255 O Caixeiro da Taberna Cia Atlanta de Teatro Teatro Rondon Pacheco - 20h00 Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182 Sexta - 20/04

Quarta - 18/04

Oficina com Alice Ruiz Casa da Cultura - 18h00 Praça Coronel Carneiro, 89 Fone: (34) 3255-8252 Entrada Franca

Banda Ultravioleta Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894

Guns’n Roses Cover Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894


33

Agenda

www.paginacultural.com Abril de 2012

MPB com Carlim de Almeida Place Colline - 19h00 Av. Nicomedes A. dos Santos, 1500 Fone: (34) 3215-7798 Lançamento do Livro Inutilidade Poética, de Fernanda Tavares Casa da Cultura - 20h00 Praça Coronel Carneiro, 89 Fone: (34) 3255-8252 Entrada Franca Sábado - 21/04 Cineclube Cultura - Corrida sem fim (Two-Lane blacktop, USA, 1971) Oficina Cultural - 20h00 Praça Clarimundo Carneiro, 204 Fone: (34) 3231-8608 Entrada Franca O Caso dos Irmãos Naves Grupo EmCena de Teatro Teatro Rondon Pacheco - 20h00 Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182 Domingo - 22/04 Feira da Gente - Artes plásticas, decoração, acessórios, gastronomia, música ao vivo Praça Sérgio Pacheco - 10h00 Entrada Franca Cineclube Cultura - Coração selvagem (Wild at heart, USA, 1990) Oficina Cultural - 20h00 Praça Clarimundo Carneiro, 204 Fone: (34) 3231-8608 Entrada Franca O Caso dos Irmãos Naves Grupo EmCena de Teatro Teatro Rondon Pacheco - 20h00 Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182

Segunda - 23/04 Semana Internacional da Dança - Projeto Corpo: espaços e inter-(re)ferências Terminais de ônibus urbanos - das 09h00 às 10h30 e das 15h00 às 16h30 Entrada Franca Festival de Dança do Triângulo - 24ª edição Veículos virtuais - dança, comunicação e visibilidade - Gravação dos trabalhos para o festival Teatro Rondon Pacheco - 15h00 às 20h00 Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182 Terça - 24/04 Semana Internacional da Dança - Projeto Corpo: espaços e inter-(re)ferências Terminais de ônibus urbanos - das 09h00 às 10h30 e das 15h00 às 16h30 Entrada Franca Terça do Rock Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894 Recital de Violões da UFU Teatro de Bolso Mercado - 20h00 Rua Olegário Maciel, 255 Entrada Franca Quarta - 25/04 Semana Internacional da Dança - Projeto Corpo: espaços e inter-(re)ferências Terminais de ônibus urbanos 09h00 às 10h30 e das 15h00 às 16h30 Entrada Franca Show com a Banda Skyhell Rock’n Beer - 18h00 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894


Agenda

www.paginacultural.com Abril de 2012

34

Aladim e a Lâmpada Maravilhosa Trupe de Truões Teatro Rondon Pacheco - 20h00 Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182

Projeto Música de Minas - Goiá O poeta ainda vive Pátio do Mercado Municipal - 20h00 Rua Olegário Maciel, 255 Entrada Franca

Quinta - 26/04

Sábado - 28/04

Semana Internacional da Dança - Projeto Corpo: espaços e inter-(re)ferências Terminais de ônibus urbanos - das 09h00 às 10h30 e das 15h00 às 16h30 Entrada Franca

Em Busca da Felicidade Grupo Movimentarte Teatro Rondon Pacheco - 18h e 20h Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182

Aladim e a Lâmpada Maravilhosa Trupe de Truões Teatro Rondon Pacheco - 20h00 Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182

Cineclube Cultura - O demônio das 11 horas (Pierrot le fou, França, 1965) Oficina Cultural - 20h00 Praça Clarimundo Carneiro, 204 Fone: (34) 3231-8608 Entrada Franca

Abertura da Exposição “Cartografias”, da artista Elenice Silva Casa da Cultura - 20h00 Praça Coronel Carneiro, 89 Fone: (34) 3255-8252 Entrada Franca

Banda Trivolt Rock’n Beer - 21h30 Av. Floriano Peixoto, 28 Fone: (34) 3214-9894

Sexta - 27/04 Semana Internacional da Dança - Projeto Corpo: espaços e inter-(re)ferências Terminais de ônibus urbanos - das 09h00 às 10h30 e das 15h00 às 16h30 Entrada Franca Música ao vivo com João Calaça Place Colline - 19h00 Av. Nicomedes Alves dos Santos, 1500 Fone: (34) 3215-7798 Aladim e a Lâmpada Maravilhosa Trupe de Truões Teatro Rondon Pacheco - 20h00 Rua Santos Dumont, 517 Fone: (34) 3235-9182

Domingo - 29/04 Feira da Gente - Artes plásticas, decoração, vestuário, acessórios, gastronomia e música ao vivo Praça Sérgio Pacheco - 10h00 Entrada Franca Forró na Praça - Show com Stilo Mineiro Praça Sérgio Pacheco - 19h30 Entrada Franca Cineclube Cultura - Filme: Sem destino (Easy rider, USA, 1969) Oficina Cultural - 20h00 Praça Clarimundo Carneiro, 204 Fone: (34) 3231-8608 Entrada Franca *Confira a agenda cultural atualizada todos os dias no paginacultural.com


33

www.paginacultural.com Abril de 2012

Humor



Guia Abril 2012