Issuu on Google+

Revista Cruzeiro nยบ 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 1


Revista Cruzeiro nยบ 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 2


Revista Cruzeiro nº 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 3

ÍNDICE

O JOGO

4

SERVIÇOS

6

FUTUROS CRAQUES

7

E X P E D I E N T E

PERSONAGEM

10

Presidente: Gilvan de Pinho Tavares

NO MINEIRÃO

12

NA REDE

13

FOTO DA SEMANA

14

O torcedor sempre foi a maior preocupação do Cruzeiro. Com o objetivo de melhorar a experiência da China Azul no Mineirão, lançamos a revista Guia do Jogo “O Mineirão é Nosso” para informar quem está no estádio com notícias do jogo, estatísticas, curiosidades, entrevistas e artigos. A distribuição da revista é gratuita e será feita em todas as partidas disputadas no Mineirão. Anuncie no Guia do Jogo: comercial@clube.cruzeiro.com.br 31 3349-1564

1º Vice-presidente: José Maria Queiroz Fialho 2º Vice-presidente Márcio Rodrigues Silva Diretor de Marketing: Marcone Barbosa Jornalista: André Faitin Cotta Projeto gráfico: José Afonso Cézar Direção de arte: Diogo Tenuta Comercial: Rose Beatriz, Jacqueline Dias e Priscilla Gouvêa Robson Pires comercial@clube.cruzeiro.com.br Fotos: Cruzeiro Esporte Clube Tiragem: 15 mil exemplares Impressão: Rona Editora Redação: andreftb9@gmail.com Av. Augusto de Lima, 233 sala 1.534 - Centro Belo Horizonte/MG CEP 30190-000 Conteúdo produzido por: FTB9 Conteúdo e Marketing Esportivo

Guia do Jogo | O Mineirão é Nosso • 3


Revista Cruzeiro nº 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 4

O JOGO

x

DEFESA DA LIDERANÇA

Jogo para manter o 1º lugar e invencibilidade em casa INVICTO NO MINEIRÃO desde a reinauguração, o Cruzeiro enfrenta o Santos, neste domingo, para quebrar a série de seis jogos sem vitória contra a equipe paulista no Brasileirão. A última aconteceu em 2009, na rodada final do campeonato daquele ano. O triunfo sobre o Criciúma, na quarta-feira, garantiu a liderança para a Raposa e evidenciou a grande fase que vive o meia Ricardo Goulart, autor do golaço, de letra, que deu os três pontos para os comandados de Marcelo Oliveira. “Foi um gol muito bonito, de letra, foi o primeiro da minha carreira como profissional. O mais importante de tudo é que a gente lutou, sabíamos que aqui seria uma guerra. Time que quer ser campeão tem que enfrentar este tipo de jogo fora de casa”, disse Goulart.

Além disso, ficou também a certeza de que a equipe está trilhando o caminho certo. Após 13 rodadas disputadas, o Brasileirão começa a tomar contornos mais claros e o time celeste esteve sempre entre os ponteiros e agora assume a liderança. Pelo lado adversário, o Santos chega após empatar com o Corinthians, no meio da semana, na Vila Belmiro. A equipe praiana está um ponto acima da zona de rebaixamento, mas tem dois jogos a menos que o Criciúma, o primeiro time na zona da degola. Para o jogo de hoje, Marcelo Oliveira não poderá contar com o meia Everton Ribeiro, suspenso por atingir o limite de cartões amarelos. O árbitro da partida é o catarinense Roberto Godoy Bezerra, de Santa Catarina.

Provável escalação: Fábio; Mayke, Bruno Rodrigo, Dedé e Egídio; Souza, Nilton, Martinuccio, Ricardo Goulart e Luan; Vinícius Araújo

46jogos 14vitórias 18empates 14derrotas 75gols contra

60gols marcados

4 • Guia do Jogo | O Mineirão é Nosso

C L A S S I F I C A Ç Ã O 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 15 16 17 18 19 20

Cruzeiro Botafogo Corinthians Coritiba Vitória Atlético-PR Internacional Bahia Grêmio Fluminense Vasco Flamengo Goiás Santos Ponte Preta Atlético-MG Criciúma São Paulo Portuguesa Náutico

Classificação até o dia 07/08/2013

24 24 20 20 19 19 19 19 16 14 14 14 14 12 11 11 11 9 9 8


Revista Cruzeiro nยบ 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 5

Coloq Vai a


Revista Cruzeiro nº 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 6

SERVIÇOS

ORIENTAÇÕES PARA ENTRADA DOS MASCOTINHOS NO MINEIRÃO OS PAIS OU RESPONSÁVEIS pela criança deverão levá-la nos portões B, C ou D do estádio Mineirão, aos cuidados da Equipe de Coordenação de Mascotes. Todas as crianças deverão ter o ingresso do respectivo portão e estarem devidamente uniformizadas. - Idade mínima: 4 anos - Idade máxima: 11 anos Crianças já cadastradas, que possuem o crachá de mascote: deverão chegar até uma hora antes do início da partida. Crianças que ainda não são cadastradas: Chegar com, no mínimo, duas horas de antecedência para preenchimento do cadastro, no próprio estádio, nos portões citados acima, em dias de jogos do Clube.

Documentos necessários para a confecção da carteira de mascote: - Xerox da certidão de nascimento - Xerox do comprovante de residência - Preenchimento da ficha de inscrição (no local) informando todos os dados, nome completo, endereço, telefone, etc..) - Uma foto 3x4 - Taxa R$10,00 para confecção da carteirinha - A criança deverá usar o uniforme completo do Cruzeiro: - Meninos: camisa, short branco ou azul, meia branca ou azul, tênis - Meninas: camisa, short ou saia branca ou azul, meia branca ou azul, tênis Os coordenadores descerão com as crianças para o campo com uma hora de antecedência do início das partidas. As crianças que chegarem após esse horário, não terão como entrar em campo. Os mascotes serão devolvidos pelos coordenadores, logo após a entrada em campo, nos seus respectivos portões, onde os mesmos foram entregues aos coordenadores. Washington Alves/VIPCOMM

6 • Guia do Jogo | O Mineirão é Nosso


Revista Cruzeiro nº 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 7

FUTUROS CRAQUES BRUNO LAMAS

PROMESSA DA BASE MESMO CONTANDO com um elenco qualificado, com nomes do calibre de Dedé, Dagoberto e Borges, o Cruzeiro está antenado no futuro e a contratação da promessa Bruno Lamas, no início do ano, é prova disso. Antes de chegar à Toca da Raposa, o meia passou pelas equipes de base do São Paulo e do Santos, onde se destacou. Quando deixou o time praiano, teve propostas de clubes do Brasil e até mesmo do exterior, mas o jogador decidiu, com o incentivo do pai, vir para Belo Horizonte. “O Cruzeiro é um grande time. Sempre briga por títulos e tem uma linda torcida. Além disso, houve um projeto de carreira traçado, o que foi um diferencial,” explicou o atleta, que vê nos torcedores celestes o principal diferencial entre jogar aqui ou por São Paulo e Santos. “Em termos de estrutura os três oferecem o que há de melhor. Mas aqui senti a torcida mais próxima. Parece que o pessoal acompanha mais de perto e isso é muito positivo”. As principais características do meia são a visão de

jogo e a bola parada, fatores determinantes para facilitar a vida dos atacantes que jogam ao seu lado. Não por acaso, o grande ídolo de Bruno no futebol é o francês Zinedine Zidane, famoso pelo estilo clássico no trato com a bola e pelos passes precisos. No time titular, seu modelo é Everton Ribeiro, que atua na mesma posição e também é canhoto. Bruno é muito ativo nas redes sociais e gosta do contato com o torcedor. Quem quiser acompanhar mais de perto a carreira do futuro craque, fazer perguntas e interagir, pode segui-lo no Twitter, @brunojplamas, e no Instagram, @brunojplamas. FICHA TÉCNICA Nome completo: Bruno Pavani Lamas Posição: meia Nascimento: 13/04/1994 (Ilha Solteira-SP) Altura: 1,77 m Peso: 76 kg Clubes: São Paulo (2007 a 2009), Santos (2010 a 2013), Cruzeiro (2013)

“O Cruzeiro é um grande time. Sempre briga por títulos e tem uma linda torcida. Além disso, houve um projeto de carreira traçado, o que foi um diferencial,”

Guia do Jogo | O Mineirão é Nosso • 7


Revista Cruzeiro nº 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 8

8 • Guia do Jogo | O Mineirão é Nosso


Revista Cruzeiro nยบ 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 9


Revista Cruzeiro nº 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 10

PERSONAGEM JOÃOZINHO

PAI E FILHO Em homenagem ao dia dos pais

Joãozinho Neto

POUCOS JOGADORES na história tiveram a oportunidade de se tornar ídolos dos clubes do coração. Menos ainda, tiveram o prazer de ver o filho atuar com a mesma camisa que os consagrou. Um dos maiores jogadores da história do Maior de Minas vivenciou as duas emoções: Joãozinho, o ponta-esquerda irreverente que pulava o muro do Mineirão para ver o Cruzeiro jogar, teve a felicidade de ver seu filho, também Joãozinho, com o manto celeste durante o início da década de 2000. Apelidado de “bailarino” por causa dos dribles que faziam os adversário dançar, Joãozinho marcou 116 gols em 471 jogos com a camisa estrelada e fez parte do esquadrão que contava com Raul, Nelinho, Piazza e Jairzinho, cam-

10 • Guia do Jogo | O Mineirão é Nosso

peão da América em ’76. Mas o lance que o deixou gravado na memória do torcedor foi justamente o gol que deu o título da Libertadores daquele ano ao Cruzeiro. O terceiro jogo da final contra o River Plate chegava ao fim empatado em 2 a 2 quando, aos 42 do Segundo Tempo, o árbitro apitou uma falta na beira da área a favor da equipe celeste. Enquanto Nelinho, o maior batedor de faltas do mundo, se preparava para a cobrança e o goleiro adversário instruía a barreira, Joãozinho se antecipou e colocou a bola no ângulo direito do goleiro argentino, selando a vitória cruzeirense e o título de melhor time da América. O ex-jogador, que fez sua última partida com o manto estrelado em 1986, contra o Hércules, da Espanha, esteve, no domingo, no camarote do Cruzeiro durante a vitória por 1 a 0 sobre o Coritiba, onde os sócios puderam tirar fotos com o eterno ídolo. Quando o pai se despediu do Cruzeiro, Joãozinho, o filho, tinha apenas 6 anos e ainda estava longe de se tornar jogador profissional, fato que se concretizou em 2000, quando estreou pelo time de cima da Toca da Raposa. Após um início promissor nas categorias de base, com passagens até pelas seleções sub-17 e sub-20, uma lesão logo no início da carreira atrapalhou seu desenvolvimento e impediu que se firmasse no time de cima. Atualmente, Joãozinho é capitão do Ypiranga-BA, e disputa a segunda divisão do Campeonato Baiano.


Revista Cruzeiro nยบ 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 11


Revista Cruzeiro nº 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 12

NO MINEIRÃO

NAMORO NO ESTÁDIO A PARTIDA DE SÁBADO passado, contra o Coritiba, foi a primeira de Fabiano e Marina no Mineirão como namorados. Ambos do interior de Minas Gerais, ela de Cataguazes, ele de Mariana, vieram a Belo Horizonte só para acompanhar o Cruzeiro em campo. Na verdade, Marina, de 20 anos, nem cruzeirense era antes de conhecer Fabiano. Não seguia futebol e passou a se interessar pela equipe estrelada por insistência do namorado, que não frequenta o estádio com mais assiduidade por falta de tempo. “Venho aos jogos uma vez ou outra. Vinha mais no Mineirão antigo, hoje trabalho em Itabira e moro em Mariana”, contou ao Guia do Jogo. Se a correria do dia a dia o impede de com-

12 • Guia do Jogo | O Mineirão é Nosso

parecer ao estádio com mais frequência, antes Fabiano era frequentador assíduo. Seu jogo inesquecível nas arquibancadas foi a emocionante final da Copa do Brasil de 2000, quando o Cruzeiro virou o jogo sobre o São Paulo aos 46’ do Segundo Tempo, com uma cobrança de falta espetacular de Giovanni, e levantou a taça do torneio pela terceira vez. A vitória sobre o Coritiba e a boa campanha no campeonato até aqui deixaram Fabiano empolgado. “Espero que o time seja mantido para o ano que vem. A vaga para a Libertadores está bem encaminhada. Ano que vem teremos título, é só entrosar”, afirmou, otimista, enquanto deixava o estádio contente com mais uma grande exibição.


Revista Cruzeiro nº 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 13

NA REDE

www.instagram.com/guiadojogocruzeiro #cruzeiropelomundo #cruzeironomineirao

Guia do Jogo | O Mineirão é Nosso • 13


Revista Cruzeiro nº 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 14

FOTO DA SEMANA NO MINEIRÃO Washington Alves/VIPCOMM

Mascotinhos do Cruzeiro cercam o ídolo Fábio.

14 • Guia do Jogo | O Mineirão é Nosso


Revista Cruzeiro nยบ 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 15


Revista Cruzeiro nยบ 3_Layout 1 08/08/13 12:12 Page 16

ADM: Gilvan de Pinho Tavares


Revista Guia do Jogo 3˚Edição