Page 1

P2 / DICAS DE MECÂNICO

P5 / ENTREVISTA

P7 / IMPORTANTE SABER

P8 / DICAS DE PONTO DE VENDA

Trava no Guidão e Regulagem do

Saiba mais os lançamentos da

Cruzamento de dados dos cartões de

Coluna de estreia da publicitária Gabriella

retorno

Shimano, lendo a entrevista

crédito pela Receita Federal

Araújo, abordando ideias para melhorar sua

com Sr. Fabio Takayanagi

loja

Tudo o que você precisa saber sobre a distribuidora que tem tudo o que você precisa

Ano 01

Edição 02

Publicação Bimestral

Evento Na Estrada, da LM Bike, percorreu capitais das regiões Norte e Nordeste e aproximou a empresa de seus clientes.

Equipe da LM Bike abre o primeiro evento na cidade de Belém - PA

Entre os dias 03 e 14 de julho aconteceram os

expectadores, o Na Estrada levou conheci-

produtos e serviços a uma confraternização

eventos Na Estrada 2012. Durante 2 semanas,

mento, novidades e oportunidade de bons

para fechar a noite. Também, em 2012, todos

a equipe da LM Bike percorreu cinco cidades

negócios para os mais de 250 estabelecimen-

os convidados receberam um kit de boas-

das regiões norte e nordeste do país (Belém –

tos comerciais do segmento de bicicleta convi-

vindas que incluía camisetas personalizadas,

PA, Imperatriz – MA, São Luis – MA, Teresina

dados para participar dos eventos.

adesivos, chaveiros e catálogos. Além disso, no fim de cada Na Estrada, os lojistas participa-

– PI e Fortaleza – CE), que foram escolhidas para receber um dos maiores treinamentos

O Na Estrada é um evento já tradicional da LM

itinerantes do segmento de bicicleta do país.

Bike e nasceu de um desejo da própria empre-

ram de um sorteio de produtos da empresa.

sa de se aproximar de seus clientes através de Com público total estimado em mais de 500

uma ação, que unisse a apresentação de seus

>> Continua na página 03


EDITORIAL Como prometido, aqui está a segunda edição do GIRO LM BIKE. Não se engane leitor, ela não está menor. Este formato com 8 páginas será o padrão de todas as próximas publicações. A anterior foi um pouco maior para abrir com chave de ouro este novo projeto, podemos chamá-la de algo do tipo “Edição Especial ou Edição de Estreia”.

Dicas de Mecânico Suspensão RST

Trava no guidão Nos modelos de suspensões de ponta, que apresentam trava no guidão e geralmente são

A matéria de capa desta segunda edição aborda o evento NA ESTRADA, que percorreu cidades das regiões Norte e Nordeste do Brasil e mostrou o quanto a LM Bike está comprometida em se tornar uma parceira efetiva de seus clientes. Já na seção Entrevista, contamos com a ilustre participação do presidente da Shimano Latin America, Sr. Fabio Takayanagi, que contou detalhes sobre os novos projetos da empresa para o próximo ano, uma leitura indispensável para você que admira a marca.

utilizados em competições, o ciclista tem a

Na página 7, a coluna História de Sucesso conta a trajetória de uma loja do interior de São Paulo que está na ativa há 49 anos, a Houses Bike. E temos também uma estreia, que vem junto com uma convidada especial: a coluna DICAS DE PONTO DE VENDAS assinada por Gabriella Araújo. Nela, a publicitária e sócia-proprietária da agência Ori + Usagi, ensinará alguns truques para atrair a atenção de seus clientes e alavancar as vendas com ideias simples e fáceis de ser implantadas. Seja bem-vinda Gabriella!

Regulagem do retorno

Fica aqui novamente o convite para você, caro leitor, contar sua história de sucesso ou relatar algumas lembranças engraçadas e curiosas. Você poderá estar em destaque na próxima edição do GIRO LM Bike. Os interessados poderão encaminhar seu material para este e-mail: marketing@lmbike.com.br. Sugestões de matérias e apreciações também podem ser enviadas para o mesmo endereço. Aproveite a leitura!

opção de travar a suspensão e aumentar a carga ou pressão. Basta clicar na trava com o polegar, a cada clique a pressão aumentará deixando a suspensão mais rígida. No fim, ela estará travada totalmente.

Nos modelos como a RST First, existe um botão azul na parte de baixo da suspensão. Esse botão é responsável por regular a velocidade em que a suspensão retornará para a posição inicial de amortecimento. Quando o ciclista deixa o botão totalmente “aberto”, à suspensão irá retornar muito rápido para a posição inicial do amortecimento, gerando o efeito “catapulta”. Se o ciclista deixar o botão totalmente “fechado”, a suspensão irá retornar muito devagar para o ponto inicial durante o amortecimento. Por exemplo, imagine um piloto em uma pista com muitos trechos acidentados, a suspensão poderá passar em alguns buracos sem estar em seu ponto incial de

EXPEDIENTE LM COMERCIAL E DISTRIBUIDORA CNPJ: 70.963.418/0001-80 Rua Maria Guimarães, n. 1020, B. Maria Fernanda I Lagoa da Prata - Minas Gerais - CEP: 35590-000 Tel.: 0800 970 4044 - email: faleconosco@lmbike.com.br Redação, arte, diagramação: Equipe Marketing LM Bike Tiragem: 10 mil exemplares Distribuição: Gratuita e dirigida Impresso em papel reciclato

amortecimento devido a letindão do retorno, o que pode gerar um certo desconforto ao usuário. Portanto, deve-se fazer uma regulagem adequada para cada tipo de terreno e pilotagem.

Equipe Técnica LM Bike

Página 2


Na Estrada

aproxima LM Bike dos clientes das regiões Norte e Nordeste

Representante da LM Bike, Edivaldo Pessoa, discursa no Na Estrada em Teresina - PI

As 5 edições do Na Estrada contaram com a

da Bodim Bicicletas e Moto de Imperatriz-MA, o

anos de loja e fiquei impressionada com a atenção

presença do gerente de produtos da LM Bike,

evento foi uma oportunidade única para adquirir

que nos deram. Até que enfim alguém veio aqui,

Juliano Mol Xavier, que apresentou novidades em

conhecimento. “O Na Estrada foi muito bom para

na nossa cidade, e nos ouviu. Isso foi muito gratifi-

produtos para este ano, destacando as tendências

aproximar ainda mais nossos laços com a LM Bike,

cante.”

do mercado brasileiro e do gerente comercial,

através das novidades que nos trouxeram e do

Tiago Vidal, que trouxe dados da capacidade

conhecimento que eu e minha equipe de vendas

O representante de vendas da LM Bike, Emerson

logística da LM Bike, reafirmou a expectativa da

adquirimos”. Imperatriz recebeu o Na Estrada, para

Pereira, que atua na região de Imperatriz, acredita

empresa para o segmento de bicicleta em 2012.

o segmento de bicicletas, pela primeira vez e foi

que o Na Estrada foi muito importante para seus

Ainda, as edições de São Luis, Teresina e Fortaleza

um momento importante para mostrar a seriedade

clientes. “Alguns convidados não conheciam muito

receberam a visita do diretor da LM Bike, Henrique

e o comprometimento da empresa. “A gente se

bem a empresa. Agora sei que eles estão cientes

Ribeiro, que na oportunidade falou sobre o bom

sente valorizado em participar de um evento como

do nosso crescimento e da nossa visão que é alcan-

momento da bicicleta no país e do foco especial

este em nossa cidade, até pela distância geográfica

çar a preferência do mercado até 2014. Eles viram

que a empresa vem dando as regiões norte e nor-

que a empresa está daqui”, completa Ribamar.

nossa preocupação com qualidade e em trazer boas novidades para o Brasil”. Cleide Regina, tele-

deste, pelo bom desempenho de seus números na Elenir da Silva, proprietária da loja Triciclo, em

vendas da LM Bike que atende a região de Belém,

Fortaleza, disse que sua visão sobre a LM Bike

parece ter a mesma impressão que Emerson teve

Em cada evento, os convidados tiveram a opor-

mudou após o Na Estrada. “A equipe que veio no

quanto ao evento. “Com certeza o Na Estrada foi

tunidade de conhecer os produtos de perto através

evento nos passou muita segurança e seriedade.

um grande passo para alcançarmos nosso objetivo

de uma mini-feira com exposição de várias marcas

Foi muito bom conhecer a trajetória de sucesso da

até 2014. Particularmente, foi uma ótima opor-

próprias e exclusivas da LM Bike. Além disso,

empresa e o empenho que ela tem em desenvolver

tunidade de aproximação com meus clientes, além

todos tiveram a chance de trocar informações

e distribuir produtos excelentes, porque foi sempre

de poder conhecer um pouco mais da cultura do

com os gestores da empresa, bem como com os

isso o que busquei para minha loja: me diferenciar

Pará, uma região que está em grande desenvolvi-

vendedores da região, que também estiveram

pela qualidade”. Elenir ainda reforça a importância

mento”, conclui ela.

presentes. Para Ribamar Almeida, proprietário

do evento acontecer em sua região. “Tenho 16

economia do Brasil.

Página 3


Você aumentou o tamanho dos seus sonhos

E nós ampliamos a nossa vontade de realizá-los

ocê ra v

s pa

ça e pe

d iva s u l xc s ha e ou. neu n p i l e a nh m as mu e so es, rod o r c p m õ ta o e se uspens con u cad e q r k i e 9 s B m s, o2 M anh adro adas do que AL u m q a á u ia ke t trar ceit ênc n n d a bi o o n . enc is c eiro a te a t t ê n s m c i s o de Vo und arca ufruir m m o s das as d cê u t o s i v l c para stou ci i qu con

ter


Entrevista

Fabio Takayanagi Ele é presidente de uma das mais respeitadas e conceituadas organizações do setor de bicicletas no Brasil, a Shimano Latin America. Confira abaixo uma entrevista exclusiva com o executivo, que fala de mercado, novidades para 2013 e das parcerias com a LM Bike. Como você analisa a atual situação do mercado de bicicleta no Brasil? – Passado o momento de euforia econômica, agora é uma hora mais “pé no chão”, porém o que enxergamos no mercado de bikes no Brasil é um crescimento constante e um enorme potencial, realidade que se credencia, a cada dia, com a popularização da bicicleta como: alternativa de transporte, seguindo uma tendência de sustentabilidade e de saturação ao trânsito; busca pela qualidade de vida com mais gente procurando o ciclismo por seus benefícios à saúde física e mental; aumento de opções do lazer que incluem a bicicleta, dentro de grandes centros urbanos, mais notadamente o “Efeito Ciclo Faixa” em São Paulo. Ou seja, vivemos uma situação bastante favorável e a tendência é uma maior profissionalização do mercado e o aumento da percepção de valor agregado ao produto por parte do consumidor. O que a Shimano tem feito para aproveitar o bom momento do mercado de bicicletas no país? – Costumamos dizer que não “aproveitamos o momento” mas sim, ajudamos a “fazer o momento”. Essa tem sido nossa postura desde de o início das atividades da SLA no Brasil e América Latina: ajudar no crescimento e desenvolvimento do mercado com ações regulares e de forte impacto no âmbito da melhoria técnica dos profissionais mecânicos com nossos Seminários Técnicos gratuitos, ações de incentivo ao esporte com apoio a organizadores de eventos e patrocínio à atletas e equipes de diversas modalidades e atenção ao segmento da mobilidade e lazer com ações sociais e debates com o público. Temos ainda projetos maiores de incentivo aos profissionais do mercado pois entendemos também que o nível de exigência do consumidor tende a aumentar. Qual a projeção de crescimento da Shimano, no Brasil, para o próximo ano? Página 5

Fabio Takayanagi, presidente da Shimano Latin America

que não ‘aproveitamos o momento’, mas sim “ Costumamos dizerajudamos a ‘fazer o momento’. ” marketing direcionadas exclusivamente para elas? – Muitas! O Zee e o novo Saint no extremo, o novo SLX, além de várias novidades na linha de entrada de MTB. O novo Dura-Ace série 9000 e 9070 Di2, ambos de 11 velocidades, o novo Sora e o novo Tourney A070! Isso sem contar com a linha completa de vestuário da Shimano, as sapatilhas com conceito Dynalast e o Click’R (pedal e sapatailha) para aqueles que estão descobrindo ou se iniciando no uso de pedais de encaixe. A LM Bike será distribuidora exclusiva das linhas de pneus Geax e Vittoria, representadas pela Shimano, além da linha de vestuário Shimano Cycling Wear. Qual a expectativa da empresa quanto a introdução dessas marcas no mercado nacional? – Temos uma expectativa muito grande! Para os pneus Geax e Vittoria, temos certeza que com o trabalho que a LM Bike fará junto a Shimano, poderemos aumentar muito a presença desses pneus nas lojas, tornando-se referência em pneus ‘high-end’. São pneus de altíssima qualidade, com tecnologias avançadíssimas e únicas no mercado, além da Vittoria S.p.A. ser a única empresa de grande porte que foca 100% em pneus para bicicletas. Já a linha de vestuário Shimano Cycling Wear trará a qualidade Shimano agora também para roupas específicas para o ciclismo, abrangendo desde o ciclista casual até o chamado amador de elite. Acreditamos que temos produtos muito bons e que devemos abocanhar uma boa fatia do mercado dentro de poucos anos, lembrando que temos um produto premium. Como será a promoção destas novas marcas no Brasil? A Shimano pretende fazer ações de

– A Shimano já está fazendo algumas ações de marketing para a Vittoria e Geax com o patrocínio em forma de presença da marca dentro das provas das Ligas de Ciclismo do estado de São Paulo. Em breve teremos um evento de lançamento feito junto com a LM Bike para os pneus da Geax e da Vittoria, dentro de nossa estrutura do Shimano Fest. Já estamos negociando pneus para patrocinar a equipe de MTB LM Bike/Shimano, vamos montar bikes de exposição e test-ride com pneus Geax e Vittoria, pretendemos expor no Brasil Cycle Fair, além de muitas outras ações que serão planejadas e executadas junto com a LM Bike. Para a Shimano Cycling Wear, também serão feitas ações como anúncios em revista, exposição em eventos e feiras entre outras. O planejamento de marketing para vestuário está previsto para o final do segundo semestre/início de 2013. A equipe LM Bike/Shimano de MTB vem obtendo resultados expressivos nas competições em que participa. Qual a importância de apoiar estes atletas e o que isso agrega à marca Shimano? – A equipe LM Bike/SHIMANO está realmente se saindo muito bem e isso nos deixa muito felizes. Não são apenas os bons resultados, mas também o comprometimento e trabalho da equipe como um todo. Eles tem uma postura bastante profissional e a proposta de trabalho, a forma como a equipe é conduzida, como se portam fora de competições e a preocupação com a marca do patrocinador, além do retorno institucional com ações também sociais, são de grande valor. Um belo trabalho e um exemplo a ser seguido por outras equipes e atletas.


Desafio Subida RST

Lançamentos

em Itabirito-MG

LM Bike

A linha de quadros Mosso 980 XC, recém-chegada ao Brasil, é a pioneira da marca no segmento de quadros tamanho 29”, uma tendência que já é realidade no mercado de bicicletas para Mountain Bike no Brasil. O grafismo elegante e o design robusto, certamente agradará até os gostos mais exigentes, sem contar, é claro, com a incrível tecnologia Tripple Butted Tubes, já conhecida entre os usuários da marca MOSSO e que coloca o produto entre os mais modernos do merFoto de OX Vídeos/ Léo

cado. Em alumínio 7005 e disponível nas cores branca e preta, o quadro 980 XC é o item que faltava em sua Atletas sobem o Alto do Cristo em Itabirito - MG

No dia 07 de julho, em Itabirito-MG, foi

Além disso, a LM Bike, patrocinadora da com-

realizado o Desafio Subida RST, promovido pela

petição, distribuiu premiações para os atletas

LM Bike em parceria com os organizadores da

com melhores rendimentos na segunda etapa

Copa Inconfidentes de MTB. A prova reuniu

da Copa Inconfidentes. Os brindes agradaram

dezenas de atletas, que enfrentaram um circuito

bastante os atletas, que elogiaram a premiação.

de aproximadamente 1 km. Os bikers largaram às 10 horas e fizeram uma corrida rápida e cheia de emoção.

loja para atender seus clientes com o que há de mais moderno para as bicicletas aro 29.

“A premiação é ótima, atendendo a todos os atletas. Além disso, o evento é muito importante para o esporte e é maravilhoso o atendimento que o atleta recebe da organização”, conta Paulo

A versão colorida do já consagrado Kit Venzo, chega

em primeiro lugar, com o tempo de 7 minu-

Roberto Correa (Amazonas/Kore/IDT/Roberta

ao mercado na versão com 6 peças (guidão, suporte

tos e 20 segundos. Na categoria Feminina,

Stopa/Higéia), que ficou em primeiro lugar na

Liége Walter (Ikenfix / Alto Rendimento) foi

categoria Sub-55.

Na categoria masculina, Daniel Carneiro ficou

a vencedora, com o tempo de 10 minutos e

de guidão, canote, abraçadeira de canote de selim, movimento de direção e manopla) e disponível em 2 cores (dourada e vermelha). Com fino acabamento, material de altíssima qualidade e um design arrojado,

57 segundos. “Apesar de ser uma prova curta,

A prova terá a sua terceira e última etapa, com a

exigiu muito do atleta, mas foi interessante a

Maratona RST, no dia 9 de setembro. O formato

a grande sensação daqueles usuários que sempre

competição”, diz Liége. A dupla campeã ganhou

e local da prova ainda serão definidos.

buscaram personalizar suas bicicletas, deixado-as

uma suspensão RST First Air.

o Kit Venzo é fabricado em alumínio muito leve e será

com um estilo diferente e marcante.

Página 6


COLUNA

História de Sucesso

IMPORTANTE SABER

Bike’s House - Piracicaba - SP 49 anos de história e uma só paixão. Esses são os números que a Bike’s House, de Piracicaba, interior de São Paulo, carrega consigo, o que a torna um dos mais antigos estabelecimentos comerciais de sua cidade em atuação até hoje. Essa também é a trajetória de sucesso de Simeão Moda, conhecido simplesmente por Sr. Moda, um comerciante que seguiu os passos de seu pai e abriu uma loja de bicicletas. “Eu nasci dentro de uma bicicletaria, por isso, esta paixão por bicicletas”, brinca. Sr. Moda lembra que os primeiros anos foram tranquilos para a loja, a concorrência era pequena e ainda não havia internet, o que para ele, hoje, atrapalha as vendas. “Começamos com 2 pessoas, já tivemos 12 e agora trabalhamos com 4. As piores fases foram em 1977, sei lá, parece que de repente as pessoas cismaram que andar de bicicleta não era mais chique; outro período difícil foi no plano Collor, quando os saques das cardenetas de poupanças foram bloqueadas e o povo não tinha dinheiro para comprar”, argumenta Sr. Moda. A loja mudou para a sede atual em 1988. “Foi quando saímos do aluguel e compramos um prédio próprio. Mas as coisas melhoraram mesmo em 1992, quando, a prática do MTB passou a se popularizar na região. Do começo da loja, até hoje, acredito que a principal mudança foi a chegada das peças mais ‘top’ no mercado, por que como o custo delas é bem mais alto, com isso, o ganho também é maior. No passado, trabalhávamos com produtos bem mais baratos e o ganho da bicicletaria era em consertos e não em peças”, explica. O proprietário ainda ressalta sobre o bom momento que o mercado de bicicleta passa no Brasil. “O consumo de bicicletas está em crescimento, graças ao apoio da ‘mídia’ e as instalações de ciclovias e ciclofaixas, acredito ainda que o mercado tende a crescer muito mais. Vejo um futuro promissor para as magrelas no Brasil”.

Página 7

Sobre se manter no mercado por incríveis 49 anos, Sr. Moda diz ter o segredo da longevidade do negócio. “Honestidade e trabalho. Nós procuramos atender as necessidades reais dos nossos clientes, oferecendo sempre os tamanhos, as cores, os modelos, os tipos de peças que mais os agradam”, finaliza.

Sr. Moda, anos após a mudança para a sede própria, em 1990

Cruzamento de dados dos cartões de crédito pela Receita Federal A Receita Federal juntamente com a Receita Estadual estão cruzando os dados das vendas via cartão de crédito visando autuar empresas que sonegaram o recolhimento de impostos, através da omissão de faturamento da venda de bens. Os principais alvos são empresas prestadoras de serviços e do comércio varejista. Para identificar estas empresas, a Receita Federal está partindo do cruzamento de dados de 4 fontes, sendo uma delas um relatório de dados fornecido pelas empresas administradoras de cartões de crédito, sobre as compras feitas através desta modalidade. Estes dados foram cruzados com declarações de renda e, do cruzamento podem ser aferidas informações de empresas que possuíam declaração de faturamento inferior ao volume de vendas feitas via cartões de crédito, ao consumidor final. A Receita Federal já está enviando as autuações, e poderá, ainda, enviar informações para o Ministério Público, a fim de que os empresários responsáveis respondam criminalmente por seus atos.

Evandro e Alexandre Moda, ao lado do pai

Em 1988, a loja se chamava Ciclo Center XV

Este sistema é um dos mais modernos e eficientes já construídos no mundo e logo estará operando por inteiro! Para se ter uma ideia, as operações relacionadas com cartão de crédito e débito foram cruzadas em um pequeno grupo de empresas varejistas no fim do ano passado, e a grande maioria deles sofreram autuações enormes, pois as informações fornecidas pelas operadoras de cartões ao fisco (que são obrigados a entregar a movimentação), não coincidiram com as declaradas pelos lojistas. A recomendação é de que as empresas devem se esforçar ao máximo no sentido de acertar suas operações na busca de minimizar possíveis problemas com o FISCO, pois a Receita Federal/Estadual está intimando empresas que efetuaram vendas com Cartão de Crédito e não declararam.

Fernando André Silva - Gerente Fiscal LM Bike


O que acontece com seu pedido? 2 ° Passo: Conferência de Preços e Prazos

DICAS DE PONTO DE VENDA Preparar para receber Estar atento ao olhar do consumidor-alvo é fundamental. Faz com que possamos perceber o que já é afirmado por alguns estudiosos: todos os cinco sentidos do ser humano influenciam na decisão de compra. Depois da visão, que nos apresenta ao vivo as soluções de consumo, o olfato é o sentido que mais nos provoca emoções, seguido pela audição, tato e paladar. A ordem é menos importante quando percebemos o retorno sobre o investimento em itens que gerem boas sensações ao cliente.

Graciele e Denilson são uns dos responsáveis pela conferência de preços e prazos dos pedidos

Após a liberação do pedido pela análise de crédito do setor financeiro da LM Bike, ele é encaminhando, através do servidor da empresa, para a “Conferência de preços e prazos”, também conhecido internamente como “Alçada de pedidos”. Para explicar melhor sobre esta etapa, teremos a colaboração dos Analistas de Faturamento, Graciele Maria de Paula e Denilson Silva. Graciele explica que é uma das responsáveis por manter a organização de seu setor, apoiando os demais colaboradores do faturamento quando necessário e resolvendo possíveis problemas que podem surgir durante as etapas do processo. “Em minha rotina, confiro se o pedido, que foi liberado pelo setor de crédito, está de acordo com a política comercial da empresa, me atentando principalmente aos preços e prazos que estão sendo negociados nela e analiso possíveis bonificações e processos de garantias”, enumera ela. Ao receber um pedido, Graciele se torna a responsável por adequá-lo as políticas comerciais da LM Bike. “Ele somente será liberado para separação após verificarmos que tudo o que foi combinado entre o vendedor e o cliente está de acordo. É como se fosse um processo de padronização, no qual eu vou conferir se os prazos de pagamentos, os descontos, o frete e o valor mínimo para geração de boleto estão criteriosamente corretos”, esclarece. O processo é sitematizado e bem ágil. “Grande parte do procedimento é feito digitalmente, por isso se torna algo bem rápido. Por exemplo, se o pedido estiver de acordo com as políticas da empresa, ele será liberado em menos de 1 minuto! Após isso, ele é im-

presso e encaminhado diretamente para a separação”, completa. Denilson Silva é outro colaborador responsável pelas mesmas tarefas descritas acima. Entre suas funções, Denilson explica que seu objetivo no cargo é “ficar atento ao fluxo dos pedidos liberados pelo financeiro, verificá-los, liberá-los e fazer as correções necessárias. Após isso, passar os pedidos para o encarregado da expedição, para iniciar o processo de separação e expedição”. Denilson ainda esclarece outros procedimentos que executa. “O pedido é processado no sistema e entra no diário da empresa. É impresso um documento para o setor de faturamento onde consta o prazo, descontos, frete, número do pedido, nome do cliente, sua localização, data e hora de processamento, código e descrição do produto; e outro documento idêntico é deixado na expedição, para que o pedido tenha sempre as mesmas informações e não haja divergências”. Ele ainda acrescenta alguns pontos de sua rotina. “É também minha responsabilidade verificar as faltas e inserir complementos quando houver alguma inclusão ou substituição de produto; cancelar pedidos; observar os pedidos datados e pedidos que aguardam a chegada de mercadorias para liberá-los; atender representantes e televendas para fazer possíveis modificações; ordenar os pedidos de acordo com a ordem de chegada e, por fim, manter o processo de expedição ativo de acordo com a demanda dos pedi-

Investir em layout de loja, organização, cor, som ambiente e iluminação adequada são fundamentais para o sucesso do negócio. Layout da loja: a imagem idealizada para a loja precisa estar de acordo com sua localização, com seu público-alvo e com seu estilo. A atmosfera e a ambientação de compra precisam influenciar a decisão dos consumidores. Cor: as combinações de cores devem atrair o consumidor-alvo ou destacar uma mercadoria específica. Crianças são atraídas por cores primárias, os adolescentes por cores fortes e quentes, os esportistas por cores radicais e vivas, e assim por diante. Som: a música cria um certo envolvimento indispensável no ambiente da loja e pode, inclusive, controlar o tráfego de acordo com o ritmo dela. Luz: a boa iluminação é responsável por clarear o ambiente, destacar mercadorias, decorar espaços especiais e acompanhar o estilo e personalidade da loja. Aroma: um perfume ou cheiro gera personalidade ao ambiente, e provoca lembranças, desejos e sentimentos. Então, vamos preparar a casa para melhor receber sua visita?

por Gabriella Araújo, publicitária, sóciadiretora da Ori + Usagi (www.oriusagi.com.br)

dos, não deixando falta-los na expedição.”, finaliza.

Página 8

Giro LM Bike Segunda Edição  

Segunda Edição do informativo bimestral da LM Bike

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you