Issuu on Google+

GUARULHOSWEB htps:/twi er.com/guar lhosweb

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

Tablóide

1

Edição 23 Ano 1 / 30 de janeiro de 2014

GUARULHOS PEDE ÁGUA

Ineficiência da administração pública se reflete diretamente na qualidade de vida dos guarulhenses. Administração do PT, 13 anos depois, empurra o problema da falta de água para a população, enquanto o Saae desfila arsenal de desculpas

TJ-SP concede liminar que suspende cargos comissionados

Giro na Cidade: Inaugurado o Magazzino 1002

Papa Francisco nomeia novo Bispo de Guarulhos

2014, um ano para não cair do cavalo


2

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

O pinião

htps:/twi er.com/guar lhosweb M UNDO DAS PALAVRAS

José Roberto Nalini

Oswaldo Coimbra

PROMOVER A PACIFICAÇÃO O Poder Judiciário é encarregado de fazer incidir a vontade concreta da lei às situações conflituosas. A formatação clássica das funções estatais confere à lei o primado, porque deveria ser a relação necessária extraída da natureza das coisas. Administrar, no Estado de Direito, seria apenas cumprir a vontade da lei. Só que os tempos correntes causaram fissura nessa tripartição. O processo legislativo é complexo e a realidade necessita de respostas mais ágeis. Diante disso, o Executivo passa a normatizar, diretamente ou mediante atuação profícua de suas inúmeras exteriorizações: agências públicas, Bancos estatais e outros organismos. Para o Judiciário, não é fácil hoje saber qual a lei vigente. Há uma prolífica produção normativa, incompatível com a certeza que deveria gerar a ambicionada “segurança jurídica”. O quadro é ainda mais preocupante, quando todas as questões passam a ser judicializadas. Tudo é objeto de questionamento perante as quatro instâncias do Judiciário brasileiro. O resultado é o número impressionante de 93 milhões de processos em curso, 20 milhões dele na Justiça Comum de São Paulo. Para vencer o acúmulo de demandas, juízes e funcionários se esforçam e elaboram quantidade incrível de respostas às pretensões formuladas perante o foro. Muitas dessas respostas são processuais, pois a ciência processual mereceu consistente incremento e, de ferramenta utilizada para “fazer justiça”, não é raro que o processo se converta em finalidade. O jejuno não compreende porque o seu processo se encerrou, mas

o problema que o suscitou continua incólume. Quando não, até mais agravado. O fenômeno da judicialização de todas as questões impõe à sociedade uma reflexão inadiável. Será esta a melhor alternativa para o enfrentamento das aflições geradas pelo convívio? Verdade que o processo é considerado a opção mais civilizada de resolução de controvérsias. Mas não é a mais rápida, nem a menos dispendiosa. Estudiosos do tema chegam a afirmar que é a mais precária, porque se a resposta for meramente processual, os desdobramentos vão aflorar e germinarão novos processos. Diante disso, avulta a importância da adoção de alternativas ao processo judicial, rumo à pacificação que prescinda do formalismo do juízo. Dentre as já praticadas, a conciliação e a mediação parecem atender à vocação brasileira por compor-se amigavelmente. Se elas vierem a ser incrementadas, contando para isso com a imprescindível contribuição dos advogados, defensores, promotores e outros parceiros, não será o Judiciário o principal beneficiário dessa mudança de rumo. Pois o alívio na carga de trabalho da Justiça é um fator relevante.

Continua em:

http://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=56430&t= PROMOVER+A+PACIFICACAO José Renato Nalini é presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo

Acontece

Papa Francisco nomeia novo Bispo de Guarulhos O Papa Francisco nomeou Bispo da Diocese de Guarulhos (SP) Dom Edmilson Amador Caetano, O.Cist. transferindo-o da Diocese de Barretos (SP). Dom Caetano nasceu na cidade de São Paulo em 20 de abril de 1960. Estudou Filosofia no Mosteiro “São Bento”, em São Paulo e Teologia no Instituto Teológico “Pio XI”, em São Paulo e no Mosteiro “São Bento”, do Rio de Janei-

ro. Obteve a Licenciatura em Liturgia no Pontifício Ateneu Sant’Anselmo, em Roma. Membro da Congregação de S. Bernardo da Ordem Cisterciense, emitiu a profissão perpétua em 25 de março de 1982. Foi ordenado sacerdote em 12 de dezembro de 1985. Em 9 de janeiro de 2008 foi nomeado Bispo de Barretos (SP) e em 28 de março sucessivo recebeu a Leia mais: ordenação episcopal. http://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=56404

Expediente: http://www.guarulhosweb.com.br/expediente.php?nr=expediente

ÉTICA DE GUERRA Há mais de 60 anos, teve fim o pesadelo trazido à Humanidade pelo Nazismo durante a Segunda Guerra Mundial. Seus episódios mais monstruosos ainda desafiam a nossa capacidade de compreender o comportamento humano. Mas isto, contudo, não tem impedido a admiração de leigos e estudiosos por um militar alemão, o marechal de campo Erwin Joahannes Eugen Rommel, a quem são debitadas pelos historiadores seguidas vitórias contra as tropas dos países aliados, supostamente defensores da democracia. Mas a quem ninguém jamais atribuiu ato indigno, que pudesse ser considerado crime de guerra. Portanto, durante aquele pesadelo houve, sem dúvida, militares alemães que mostraram uma agressividade desmedida, doentia, criminosa. Mas, houve também, uns poucos, como Rommel, impulsionados unicamente pela destrutividade imposta por um conflito armado. Hoje, quem quiser entender o caráter monstruoso da ação bélica que atingiu a tripulação do navio brasileiro “Antonico”, terá de levar em conta esta divisão. O afundamento da embarcação foi obra do submarino alemão U 516, cuja artilharia o atingiu no litoral da Guiana Francesa, no dia 22 de setembro de 1942. Do ponto de vista das exigências morais cabíveis num conflito militar, o aspecto inaceitável daquela ação bélica não se manifestou na destruição do navio, conquanto a embarcação, desprovida de armas, fosse usada somente como um meio de transporte de mercadorias. Nem mesmo na morte de 16 tripulantes do “Antonico”. Afinal o ataque se inseriu na série de represálias desencadeadas por Hitler como reação à assinatura pelo Brasil do pacto de aliança estabalecida por países que o combatiam. O que, na verdade, fez surgir no Brasil, após o final da guerra, com a derrota dos nazistas, uma reação contra o comportamento do comandante do submarino, o capitão-tenente Gerhard Wiebe, foi o fato de as mortes terem sido desnecessárias ao objetivo principal daquela manobra militar alemã. Destruído o “Antonico”, Gerhard Wiebe poderia ter ordenado que o U 516 simplesmente se afastasse daquela área. Ele, no entanto, ao saber que os 40 tripulantes do “Antonico” tinham se abrigados em botes salva-vidas, mandou que fossem metralhados.

Continua em:

http://www.guarulhosweb.com.br/noticia. php?nr=56354&t=ETICA+DE+GUERRA * Oswaldo Coimbra é professor doutor em Comunicação e jornalista


htps:/twi er.com/guar lhosweb

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

3

C idade

TJ-SP concede liminar que suspende cargos comissionados na Câmara Em sua decisão em relação à Ação Direta de Inconstitucinalidade, o relator Tristão Ribeiro, do Órgão Especial do TJ-SP, aponta que “em análise perfunctória, vislumbro tratarem as normas combatidas de criação de inúmeros cargos em comissão, ao que parece, sem os requisitos exigidos constitucionalmente, além de manutenção de servidores em desvio de função, de criação de mecanismo para efetivação de comissionados sem a submissão a concurso público e de pagamento de adicionais por funções inerentes aos próprios cargos”. O relator entende ainda que “a regra para investidura em cargo, emprego ou função pública é a de submissão a concurso público, sendo exceção a criação de cargos em comissão, a qual se dará somente em casos específicos e em percentuais mínimos.” Desta forma, prossegue, “a institucionalização do “desvio de função” causa estranheza, uma vez que “desvio” significa o afastamento do padrão. Sendo assim, parece não ser normal sua transmutação em regra. Tratase, aqui, de análise superficial da ação, mas, contudo, verifico a existência de perigo iminente, uma vez que a manutenção das leis questionadas poderá determinar prejuízo ao erário público, com danos de difícil reparação, tendo em vista se tratar de pagamentos de natureza alimentar”. Em resposta ao GuaurlhosWeb, a assessoria de imprensa da Câmara Municipal informou que as medidas judiciais cabíveis seriam tomadas assim que a Casa fosse notificada sobre a decisaõ.

Uma decisão do Tribunal de Justiça de São Paulo, publicada na última sextafeira, dia 24, concede liminar que acaba com uma série de cargos comissionados criados na Câmara Municipal em 2011

Leia mais:

http://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=56374

O Sindicato dos Trabalhadores na Administração Pública Municipal de Guarulhos (Stap) convoca a categoria para ato na Praça Getúlio Vargas, Centro, na próxima terça-feira, dia 4, às 17h. O objetivo é protestar contra decreto da Prefeitura (31.528, de 21/01) que dificulta o acesso dos Servidores a tratamento médico ou no acompanhamento de parentes (filhos, pais, cônjuges) a consultas. O GuarulhosWeb publicou reportagem na semana passada dando conta da insatisfação da categoria. O presidente do Stap, Pedro Zanotti Filho, afirma: “Tentam impedir o Servidor de exercer o direito de ir ao médico. É desumano e ilegal”. As regras do decreto são mais duras para quem tem jornada inferior a 35 horas. Pedro observa: “Mas prejudica toda a categoria, inclusive os que cumprem jornadas maiores”.

Leia mais:

http://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=56372

Caminhão despenca sobre quatro casas em Cumbica Por pouco não ocorreu uma tragédia nesta manhã na Rua Tamboriu, em Cumbica. Um caminhão que transportava papel higiênico atravessou um muro e atingiu quatro casas O acidente deixou apenas uma pessoa ferida, que foi socorrida por moradores, segundo o Corpo de Bombeiros. Três viaturas do Corpo de Bombeiros foram enviadas ao local para atender a ocorrência. A Defesa Civil estava no local por volta das 12h45 para avaliar as casas atingidas pelo caminhão. As casas ficam abaixo do nível da rua e o caminhão desceu de ré “caindo” sobre os imóveis.

Stap convoca Servidores para protesto na Getúlio Vargas

Leia mais:

http://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=56395

Guarulhense morre afogado em Nazaré Paulista Os Bombeiros encontraram na manhã desta terça-feira, 28, o corpo de um homem de 32 anos que morreu afogado após cair de uma moto aquática na represa Atibainha, em Nazaré Paulista. As buscas pelo corpo da vítima eram feitas desde domingo, 26, quando aconteceu o acidente. Os bombeiros encontraram o corpo boiando na represa volta das 9h, após serem informados por uma moradora do local. O corpo da vítima deve ser levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Bragança Paulista.

Leia mais:

http://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=56391


4

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

htps:/twi er.com/guar lhosweb

Cidade

Bronca na Web

Farol poderia resolver perigo e congestionamento perto do Shopping O motorista profissional Adilson de Deus Queiroz mandou sua bronca para o GuarulhosWeb com uma sugestão Tenho que ir as vezes, ao shopping , buscar minhas filhas no trabalho e na volta, sou obrigado a fazer o retorno na ponte grande. Que as vezes é perigoso a noite pela escuridão e congestionamento ali. Seria o caso de se colocar um farol em frente a Vigorito, dando acesso para avenida Guarulhos sentido centro e facilitaria a vida de milhares todos os dias. Não entendo que tentaram fazer ali.

Mas havia o projeto de um tunel!

Quando da construção do Shopping Internacional, constava no projeto a construção de um túnel sob a Via Dutra. Houve até o início das obras. Mas tudo não passou de enganação, sendo abandonado antes mesmo da inauguração. E aí chegou o Alfredinho e fez a maior lambança!. Wilson

http://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=56393

Leitor denuncia surgimento de favela na Salgado Filho

Sou morador do condomínio Flavia Fernanda e venho por meio desta denunciar uma invasão de sem terras ao lado do condomínio que esta situado na avenida Salgado Filho n 4180. Creio que em 02 meses já teremos mais uma favela no centro de Guarulhos e já presenciei até usuários de drogas. Os mesmos estão com barracas de dormir e acampados há mais de 01 semana. Os moradores estão ligando para a policia e para a prefeitura e ninguém toma uma ação

Leia mais:

http://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=56393

DE MO ROU .

Até que enfim. É preciso acabar com com os cargos comissionados. Renan

Escola de Qualificação Profissional é inaugurada no Centro de Integração da Cidadania

Leia mais:

A Bronca na Web traz a denúnciA de Marcelo Figueiredo Borges, morador do condomínio Flavia Fernanda, sobre a ocupação de um terreno na avenida Salgado Filho.

TJ-SP concede liminar que suspende cargos comissionados criados em 2011 na Câmara

APLAUSOS PARA CURSOS PROFISSIONALIZANTES

Ensinar o povo só a dançar e tocar viola não resolve pois o Brasil inteiro quer ser artista. Os cursos profissionalizantes gera empregos,melhora a renda e acaba com o bolsa família. Julieta

Stap denuncia que decreto assinado por Derman é um insulto contra os Servidores

E eles...

Quem acha que a prefeitura vai fazer algo, fique sonhando. Vide a favela que há atras do Hospital do CECAP, antes só tinha um plantador de milho/mandioca, vejam como está agora!!. MILTON AKIO

Igualdade e direito a moradia

Porque penalizar quem ja tem um monte de regras a cumprir no trabalho, alias conseguido através de concurso, capacidade....e eles ( os comissionados ) que regras tem a cumprir? que eu saiba nenhuma. se voce souber ...escreva aqui....é meu caro derman..a ideologia petista foi mesmo por agua abaixo. José Lima

Moro na r.sítio novo de goiás e dez do dia que os ÉTICA DE GUERRA manifestantes ocuparam essa área que antes era haOS COVARDES IGNORAM A ËTICA DE bitado por usuários de drogas,hoje é ocupada por mulheres,crianças e cidadãos trabalhadores que estão GUERRA lutando para terem um espaço .Não vejo problema neE os guerrilheiros matavam com ética? Quem matou nhum nisso e até ajudo no que posso o prefeito Celso Daniel e o prefeito de Campinas? Shirlei da Silva Aninha


htps:/twi er.com/guar lhosweb

Cidade Cidade

Leia mais:

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

5

Guarulhos é 6ª em ranking do Ciesp sobre exportações do Estado de 2013

http://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=56411

A Diretoria Regional do Centro das Indústrias do Estado de São Paulo (Ciesp) em Guarulhos ocupa a 6ª posição em ranking sobre a participação de 39 regiões paulistas nos US$ 63,1 bilhões da pauta exportadora estadual, responsáveis por 26,1% do montante vendido pelo Brasil no mercado global no acumulado no ano de 2013. A lista foi elaborada pelo Departamento de Estudos e Pesquisas Econômicas (Depecon) em conjunto com o Departamento de Relações Exteriores (Derex) do Ciesp e da Fiesp, a partir de dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC). A remessa de produtos ao exterior dos quatro municípios que compõem a Regional do Ciesp Guarulhos no acumulado no ano de 2013 caiu 10,4%, em relação ao mesmo período de 2012, passando de US$ 3 bilhões para US$ 2,7 bilhões. As importações cresceram 14,5%, passando de US$ 2,8 bilhões para US$ 3,2 bilhões, entre o acumulado no

ano de 2012 e o mesmo período de 2013. A corrente de comércio regional teve expansão de 1,5%, indo de US$ 5,7 bilhões para US$ 5,8 bilhões. O saldo da balança comercial, no acumulado no ano de 2013, foi deficitário em US$ 482,8 milhões, enquanto, no mesmo período de 2012, o saldo foi superavitário em US$ 228,6 milhões. Nas exportações da região, os destaques são: Consumo de bordo (US$ 1,6 bilhão); Produtos farmacêuticos (US$ 119,4 milhões); Metalurgia dos metais não ferrosos (US$ 83,6 milhões). Os principais destinos das exportações da região foram: Provisão de Navios e Aeronaves (47,2% do total exportado); Estados Unidos (11,6%) e Argentina (7,3%). O município de Guarulhos é o principal exportador da região, respondendo por 97,9% das exportações da região. O município de Guarulhos também é o principal importador da região, respondendo por 93,2% das importações da região.

http://www.spajulioganiko.com.br/

ht p:/ w w.spajulioganiko.com.br/index.php?topicos=nav/presenteie

ht p:/ www.spajulioganiko.com.br/radio.htm ht p:/ w w.spajulioganiko.com.br/index.php?topicos=nav/servicos


6

30 de janeiro de 2014

w w.facebo k.com/guarulhosweb

htps:/twi er.com/guar lhosweb

Capa

Falta água e respeito com a população de Guarulhos Quarta-feira, 29, 7h. Enquanto muitos moradores de Guarulhos se dirigiam ao trabalho, outros foram para a rua para protestar contra a falta d´água que, na região do Cabuçu, já durava cinco dias seguidos. Em um período em que as temperaturas ficaram entre 30 e 35 graus em boa parte do dia, bairros da periferia onde predominam ruas de chão batido, a ausência de água nas torneiras se torna o inferno na terra. A situação era parecida em outros bairros de Guarulhos, como Parque Continental e Recreio São Jorge. Nestes últimos dois, a população não se revoltou ainda, mas sofre com a omissão do poder público munici-

pal que, quando colocado contra a parede, desfila uma série de desculpas quando não coloca a culpa no próprio consumidor que gasta água demais nesses tempos de temperatura alta e umidade relativa do ar baixa. Na verdade, a falta de água em Guarulhos é um problema crônico que atinge os mais diferentes bairros, inclusive o Centro até em períodos de inverno, quando as temperaturas não são tão altas assim. Há rodízios de água por todos os lados. A população já se acostumou com a rotina de água somente a cada 24 ou 48 horas. O Saae (Serviço Autônomo de Água e Esgoto) senta em cima do problema e já tem uma resposta pronta,

em forma de um texto que mais parece um mantra, de tão repetido que é. O GuarulhosWeb enviou na terça-feira uma série de questionamentos à assessoria do Saae (veja em quadro). Além de várias perguntas não serem respondidas, o órgão ligado à Prefeitura preferiu distribuir uma nota a toda a imprensa se justificando. Há pérolas do tipo: “A escassez de água não é exclusividade de Guarulhos; essa é uma realidade também de outros municípios da região metropolitana de São Paulo, onde há problema de disponibilidade hídrica para abastecimento de toda população, especialmente no verão, quando aumenta excessivamente o consumo de água”.


htps:/twi er.com/guar lhosweb

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

PÓS-GRADUAÇÃO | 2014

A EVOLUÇÃO DA SUA CARREIRA Pós-Graduação UnG

Carregando...

*Desconto não cumulativo, válido para cursos de especialização e MBA e para pagamentos efetuados até 31/01/2014.

O conhecimento que fará de você um profissional MAIS COMPLETO

Mais de 60 cursos de especialização e MBA, concentrados nas seguintes áreas:

http://www.ung.br/vestibular/ Gestão, Negócios e Ciências Jurídicas, Ciências da Saúde, Educação, Ciências Exatas e Computacionais e Ciências Multiprofissionais. Guarulhos

São Paulo

Itaquá

TAS! R E B A S A L U MATRÍC Desconto especial de

20%

para matrículas antecipadas*

ung.br/posgraduacao 11 2464-1182

7


8

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

htps:/twi er.com/guar lhosweb

Capa

Saae gasta R$ 164 milhões mas não resolve problemas Para se defender, a resposta pronta do Saae aponta que a autarquia já investiu, em 12 anos, R$ 164 milhões em recursos próprios e do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para diminuir o déficit e melhorar as condições de abastecimento em todo município, seja executando obras para melhoria do sistema e para controle e redução das perdas de água, seja buscando novas alternativas de suprimento de água. Na verdade, o Saae gastou em média R$ 13,6 milhões ao ano ou R$ 1,1 milhão ao mês para não resolver o problema. Fosse diferente e a população não estaria com a garganta seca quando mais precisa de soluções do poder público. E não adianta a atual administração jogar a culpa em gestões passadas. Desde 2001, o Saae está nas mãos do mesmo grupo político. Aliás, naquele ano, quem assumiu a autarquia prometendo mundos e fundos, apelando para

o velho discurso de ter herdado o caos foi ninguém menos que o atual prefeito de Guarulhos, Sebastião Almeida (PT). Ou seja, Almeida foi uma negação como presidente do Saae e continua como prefeito, já que é inapto na solução dos problemas. No começo, ainda havia projetos, como estabelecer um grande plano diretor para o abastecimento de água no município, readequar a rede, buscar novos recursos, como poços profundos, entre outras soluções. Hoje, o discurso é outro. Na cartilha pronta do Saae, impera o conformismo de quem não tem soluções a apresentar. Diz o Saae: “vale considerar que a cidade está localizada em região de cabeceiras, com baixa disponibilidade hídrica para distribuição e exploração, e registra um crescimento populacional acentuado. Guarulhos não tem água para explorar, por isso depende de comprar por atacado da Sabesp uma parte da água que distribui”.

Culpa é do calor e da falta de chuvas

Questões não respondidas pelo Saae

Verão, a estação mais quente do ano, é um período em que a região Sudeste do Brasil sofre com o grande volume de chuvas. No entanto, este 2014, além do final de 2013, vem sendo marcado pela falta de chuvas. Dezembro teve o menor índice dos últimos 84 anos. Este mês, por sua vez, terá uma média superior a qualquer outro janeiro. Por enquanto, a média em São Paulo e cidades da região metropolitana, convivem com a média de 31,7 graus. É a maior temperatura desde 1943, quando tiveram início as medições do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia). Ela está quatro graus acima da média histórica de janeiro, que é 27,6ºC, e também supera com certa folga a média de 30,9ºC registrada em 1956, a mais alta até então para o pe-

A Sabesp já iniciou campanha publicitária informando sobre o risco de desabastecimento na Região Metropolitana. Preciso saber como está a situação aqui. Ha o risco da Sabesp diminuir o fornecimento para Guarulhos? O Saae já foi informado sobre isso? Se sim, como o Saae pretende lidar com essa situação?

ríodo. Embalado pelos recordes, que incluem ainda os mais baixos níveis de umidade relativa do ar neste período, justamente pela ausência de chuvas, o Saae entra no embalo da Sabesp (Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo) para tentar se eximir de qualquer culpa. Na resposta pronta, alega: “o Sistema Cantareira está com o nível mais baixo dos últimos 10 anos. Segundo a companhia estadual, a falta de chuva em dezembro – o menor índice dos últimos 84 anos – agravou o problema, deixando o sistema com 23% da capacidade. Somados a esta situação, as altas temperaturas registradas nos últimos meses e, consequentemente, o aumento excessivo do consumo têm dificultado a distribuição de água em Guarulhos”

Já há desabastecimento em algumas regiões? Quais as áreas mais críticas de Guarulhos? Quais os números de consumo médio (histórico) nos meses de janeiro a março dos últimos anos? Neste 2014, está muito acima da média? Em áreas onde já há rodízio, os intervalos sem água podem ficar maiores? Hoje, qual a região que recebe água com maior intervalo de desabastecimento? O Saae pretende realizar alguma campanha pontual para alertar sobre o risco de falta de água? Se houver números de avanço no abastecimento (série histórica), me passe também.


htps:/twi er.com/guar lhosweb

w w.facebo k.com/guarulhosweb

* Verifique torneiras, registros, válvulas e caixas de descarga e, também, as tubulações de sua casa. Conserte os vazamentos que encontrar. Aproximadamente 230 litros de água por dia são economizados com o conserto de uma torneira. Mais 15 litros de água são economizados, se a privada com válvula for trocada por outra com caixa-acoplada.

Após jogar a culpa em São Pedro, o Saae assume a própria incompetência. “Vale lembrar que o Saae compra por atacado da Sabesp cerca de 87% da água que distribui, por meio dos Sistemas Cantareira e Alto Tietê; os outros 13% de água correspondem à produção própria do Saae, por meio de poços profundos e das Estações de Tratamento de Água (ETAs) Tanque Grande e Cabuçu”. Sem assumir que existe um rodízio implantado em Guarulhos, algo que a maior parte da população já sabe e sofre na própria pele, o Saae aponta que “tem realizado manobras no sistema de abastecimento, para distribuir de forma justa a água disponível. Mas, tendo em vista o quadro preocupante, a autarquia municipal pede a colaboração da população quanto ao uso racional da água”.

* Preste atenção no “ladrão” de sua caixa-d’água. Se houver vazamento quando a caixa estiver cheia, a boia pode estar com defeito. É preciso consertá-la ou substituí-la. * Reduza o tempo do banho. Além de economizar água, você vai diminuir o consumo de energia elétrica. Normalmente, gasta-se 105 litros de água ao tomar banho de chuveiro. Reduzindo o tempo de banho para 5 minutos, economiza-se 35 litros.

Moradores devem tomar as próprias providências Saae, havia em Guarulhos um movimento de grande expansão imobiliária e hoteleira. Na época, o município contava com 1.027.717 habitantes, segundo o IBGE. A cidade, em diversos bairros da região central e também da periferia, assistia a terrenos antes vazios ou ocupados por construções antigas darem lugar a uma série de edifícios residenciais, comerciais, além de novos hotéis. Anunciava-se uma nova fase de desenvolvimento. Mais de 13 anos se passaram, o PT já está em seu quarto mandato à frente da cidade que já tem uma população com mais de 1,3 milhão de habitantes e os problemas são os mesmos – e até piores – que na virada do século. O abastecimento de água não cresceu na mesma proporção do número de moradores. Aliás, o Saae não dá essa informação. Apenas diz que está trabalhando para minimizar os problemas, como se isso fosse a postura esperada pela população.

9

Dicas para economizar água

Atestado de incompetência

Com água nas torneiras ou não, todo mês o consumidor guarulhense tem a conta do Saae para pagar. Mas na hora de cobrar solução é obrigado a ouvir que a população precisa tomar suas providências, com uma série de orientações. A autarquia entende que “os impactos dos períodos sem água pela rede são minimizados se os imóveis possuírem caixa d’água com volume adequado para a quantidade de moradores (de acordo com a norma técnica e o Código de Posturas do Município, os imóveis devem possuir reservatórios para, pelo menos, 24 horas de consumo) e os pontos de abastecimento, como descarga, torneiras e chuveiros, estiverem ligados diretamente à caixa-d’água e não à rede pública de abastecimento.” No início dos anos 2000, quando o PT chegou ao poder em Guarulhos e o atual prefeito Sebastião Almeida assumiu o comando do

30 de janeiro de 2014

População precisa contribuir, diz “cartilha” do Saae

Bem diferente de apresentar saídas, o Saae apela para a “necessária a participação de todos para a utilização consciente e sustentável da água. Pequenas atitudes no dia-a-dia podem fazer a diferença”. Realmente, o discurso é nobre, mas oferece poucos resultados a quem precisa apelar para caminhões pipa, água comprada ou outras soluções menos indicadas. - Aquelas que dizem respeito à forma como usamos a água, os nossos hábitos quanto ao uso de torneiras e chuveiros; - Aquelas referentes à adequação das instalações hidráulicas de nossas casas, como o tipo de torneiras (torneira com arejador ajuda a economizar água) e o tipo de descarga nos vasos sanitários; - Aquelas referentes à manutenção das instalações hidráulicas de nossa casa e o permanente controle para percebemos o surgimento de um vazamento não visível; - As iniciativas para o aproveitamento da água de enxague de roupa ou de chuva para a lavagem de quintal ou para regar plantas (neste caso, só água de chuva).

* Feche a torneira enquanto escova os dentes ou faz a barba. Habitualmente, gasta-se 17 litros de água para escovar os dentes. Fechando a torneira, economiza-se 15 litros. Para fazer a barba, gasta-se normalmente 105 litros de água. Fechando a torneira, economiza-se 75 litros. * Lave o máximo possível de roupas por vez, tanto no tanque quanto na máquina de lavar. * Feche as torneiras enquanto ensaboa louças e roupas. Dê preferência ao uso de balde na hora de lavar o carro. Você vai gastar muito menos água. Para lavar a louça, gasta-se normalmente 75 litros de água. Fechando a torneira para ensaboar, economiza-se 15 litros. Para lavar o carro com mangueira, gasta-se em média 378 litros de água. Bloqueando a mangueira, economiza-se 300 litros. * Não use a mangueira como vassoura ao lavar o quintal e a calçada. Varra antes, assim você ganha tempo e economiza água. Varrendo com a mangueira, gasta-se 225 litros de água. Varrendo com vassoura, economiza-se 225 litros de água. * Regue as plantas e a grama no começo da manhã ou após o entardecer, quando o sol não está intenso e a evaporação é menor. Utilize apenas regadores ou vaporizadores de água nos vasos.


10

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

htps:/twi er.com/guar lhosweb

Ano chinês

Julio Ganiko

2014, um ano para não cair do cavalo

Segundo a astrologia chinesa, doze diferentes animais regem com suas características cada ano de nossas vidas. Rato, boi, tigre, coelho, dragão, serpente, cavalo, cabra, macaco, galo, cachorro e porco se revezam. Ou seja, a cada doze anos de vida, entramos no ano de nosso animal. Junto a este neste ciclo estão inseridos os cinco elementos da natureza, que - segundo os chineses – são o fogo, a terra, o metal, a água e a madeira. Desta forma, quem nasce sob o elemento fogo, passará por todos os elementos até chegar ao fogo novamente dali cinco anos. Só que seu animal, só retornará em doze. Assim, a combinação entre os ciclos do animal e do elemento somente se repetirão quando essa pessoa completar 60 anos de idade. Antes de entender o que nos oferecerá o ano do cavalo de madeira, vale refletir um pouco sobre o que ocorreu no ano da serpente de água, iniciado em 10 de fevereiro de 2013 e que termina neste dia 30 de janeiro de 2014. Estamos saindo de um período em que a serpente de água imprimiu suas características: A serpente costuma espionar, trair, ser ligeira, dar o bote, usa muito a inteligência e produz o antídoto do próprio veneno. Não se estranha que 2013 tenha sido marcado pelo maior escândalo de espionagem mundial, quando o ex-técnico da CIA, Edward Snoweden, foi acusado de espionagem por vazar informações sigilosas de segurança dos Estados Unidos. Na verdade, ele revelou ao mundo como seu país espionava países espalhados por todo o mundo, inclusive o Brasil. No cenário político ocorreram fatos que surpreenderam

a muitos, como a prisão dos políticos condenados no processo do Mensalão. Mas esse tipo de fato só poderia ocorrer no ano da serpente. Mas neste 31 de janeiro de 2014, a ordaremos no ano do cavalo de madeira. E o que esse novo período pode nos reservar? Cavalo tem como característica a liberdade, a paixão, a liderança, o movimento e também o trabalho. Mas não o mesmo trabalho do ano do boi (arado, pacífico e pés no chão) mas sim o trabalho com grandes galgadas, usando a paixão e a liderança. Será um ano cheio de compromissos sociais, afinal o papel do cavalo é mostrar seu poder e sua beleza. Para quem está sozinho o ano do cavalo é favorável para encontrar o seu par, porem o principal é saber dominar seu ímpeto de liberdade, compreender a vida a dois . O ser humano torna o cavalo útil e aprende a domá-lo sendo seu guia, pois - sem ele - o cavalo é um animal selvagem sem rumo na vida. Sem dúvida o ano do cavalo de madeira passará rápido e terá muita lenha para queimar. Na economia mundial haverá muitas batalhas como dizem os especialistas, mas lembre-se que o cavalo ajuda a vencê-las. O cavalo sempre foi um meio de transporte antes mesmo dos automóveis, portanto este é um ótimo momento para você sair do lugar, seja nos estudos, no trabalho, na vida emocional e pessoal. Monte no cavalo e cavalge. Afinal, quem ficar parado em um ano tão rápido poderá literalmente cair do cavalo. Julio Ganiko é acupunturista, especialista em terapias e filosofia oriental. Diretor do Spa Urbano Julio Ganiko

Biblioteca comemora Dia dos Quadrinhos com mini exposição do autor de Tintim

A exposição pode ser vista até o final de fevereiro e está montada na área da Gibiteca e Mangateca. De acordo com Irene Castilla Rios, que é auxiliar de biblioteca e que coordena o espaço de quadrinhos com a bibliotecária Márcia D’Angelo, a mostra é reduzida, mas traz bastante informação sobre o autor. “O objetivo é educar o leitor para conhecer o artista e a importância dele”, explica. Com cerca de dois mil volumes, a Gibiteca e Mangateca tem em seu acervo quadrinhos americanos, japoneses, europeus, tirinhas e adaptações literárias para o gênero. Entre as obras mais procuradas pelo público estão os mangás Naruto, Death Note e One Piece, e os comics Homem Aranha e Batmam. “Também tem uma procura grande por Graphic Novel, que são histórias com uma visão pessoal do autor, algo menos comercial”, disse Irene. Segundo a auxiliar de biblioteca, a coleção mais representativa que o local tem é a do Homem Aranha, com cerca de 500 volumes. “Ela foidoada por um colecionador e tem até revistas

dos anos 70”, conta Irene. Outra publicação importante do acervo é uma coletânea especial de Jonah Hex, da DC Comics. Outra coleção doada recentemente é a do Spawn, com mais de 100 revistas, mas esta ainda não está disponível para o público. O público da Gibiteca e Mangateca tem idades entre 12 e 40 anos e cada faixa etária tem suas preferências. Os leitores de até 20 e poucos anos são da fase do mangá, cresceram influenciados pela cultura japonesa. Já os acima de 30 são fãs dos quadrinhos americanos, com histórias de super-herois, e também quadrinhos italianos, como os de faroeste. Diferente das publicações do acervo da biblioteca, que podem ser levadas para casa, as revistas da Gibiteca e da Mangateca são para leitura apenas no local. Para ter acesso às obras é preciso ter mais de 12 anos ou estar acompanhado pelos pais ou responsáveis legais. A Biblioteca Monteiro Lobato fica na rua João Gonçalves, 349, no Centro, e funciona de segunda a sexta, das 9 às 18 horas, e sábado, 9 às 14 horas.


htps:/twi er.com/guar lhosweb

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

11

Balada

Giro na cidade O Agito esteve presente nas melhores baladas e bares da cidade e fotografou tudo para voces, confiram abaixo algumas fotos e para ver as coberturas completas acessem o nosso site www.agitoguarulhos.com.br

The Lord Black

Kabala bub

Tche Gandaias

Mauii Bar

http:/ www.faculdadeprogresso.edu.br/home.php


12

htps:/twi er.com/guar lhosweb

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

h

Balada

Magazzino 1002 traz especiarias para Guarulhos A casa, localizada na avenida Timóteo Penteado, 1002, oferece uma grande variedade de queijos nobres, frios e massas. Entre os frios, destaque para peças de presunto de Parma e o famoso Pata Negra, além de uma grande variedade de pães e torradas italianas.Há ainda diversos tipos de massas frescas da linha Bonna Pasta, marca nobre produzida em Guarulhos. Vale a pena conferir.

Leia mais:

http:/ www.conexao.com/fgv/

htp:/w w.guarulhosweb.com.br/notica.php?nr=50298

http://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=56423


htps:/twi er.com/guar lhosweb

w w.facebo k.com/guarulhosweb

ht p:/ www.mariacereja.com.br/

30 de janeiro de 2014

13

http://gtc.com.br/


14

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

Especial

htps:/twi er.com/guar lhosweb

Carro Express

Fernado Calmon

Desafios da mobilidade urbana Pesquisas demográficas apontam que a população mundial crescerá dos sete bilhões de habitantes atuais para nove bilhões até 2050, dos quais 70% vão se espremer em enormes

Dessa forma, a mobilidade deverá ser totalmente reformulada. Os próprios fabricantes de veículos deverão repensar a si próprios e até atuar como provedores diretos de serviços de mobilidade para enfrentar o futuro. Uma conferência sobre o tema, organizada recentemente em Londres pela consultoria Frost & Sullivan, concluiu que carros se parecerão mais com robôs, na realidade das megacidades. “Motoristas aos poucos transferirão os controles para sistemas de direção autônoma a bordo. Haverá administração de tráfego de alta precisão, veículos em comboio, uso mais eficiente das infraestruturas e possibilidade zero de acidentes. Uso de energia, emissões, produtividade e tempos de deslocamentos confiáveis serão muito melhores”, segundo Richard Parry-Jones, executivo do Conselho Automobilístico da Grã-Bretanha. Para ele ocorrerá mudança gradual de combustíveis fósseis para eletricidade, enquanto o progresso das baterias será lento. Motor de combustão interna ainda terá longa vida, mas poderá mudar de função e atuar como um extensor de autonomia altamente eficiente para veículos elétricos. Alguns conferencistas preveem que a necessidade de possuir um automóvel será bem menor. Cidadãos urbanos poderão confiar em uma combinação de transporte público, bicicletas e mesmo andar a pé. Existirá forte ampliação dos esquemas de compartilhamento de veículos, hoje ainda tímidos, mas que serão particularmente apreciados em dias de intempéries e muito frio ou calor. Para integrar todas essas possibilidades se usarão os celulares inteligentes.

“Telefones inteligentes terão papel chave na mobilidade futura. Eles protagonizarão uma revolução na cadeia de mobilidade”, afirmou Robert Heinrich, da Daimler. Além de facilitar o compartilhamento de carros e bicicletas, ajudarão usuários a encontrar vagas para estacionar e acessar outros meios de transporte. BMW, Ford, Nissan, Renault e Volkswagen também estão apostando nas diferentes opções para deslocamentos em cidades. Na realidade, serão bastante tênues – talvez até desapareçam – as linhas de separação entre transporte público e privado. Especialistas esperam forte diminuição de interesse pela propriedade de um automóvel. O número de pessoas que aceitariam diferentes esquemas de compartilhamento pode crescer dos atuais dois milhões para 26 milhões, já em 2020. Esse total envolveria uma frota estimada de 500.000 carros. Pesquisas apontam que algo em torno de 30 atividades profissionais seriam exercidas por pessoas que não desejariam continuar donas de um veículo, mas vão querer acesso a um, quando necessitarem. Nada fácil será para os fabricantes e a sua rede de comercialização e manutenção reformularem o plano de negócios. Problema principal está na constatação de que cada carro compartilhado custará a perda de 10 outros para clientes individuais. Com essa diminuição de escala de produção, é preciso saber de onde surgirá dinheiro para investir em todas as pesquisas de segurança, emissões e novas tecnologias, em uma imensa cadeia de valores

Leia mais:

http://www.guarulhosweb.com.br/noticia.php?nr=56156


Carro Express

htps:/twi er.com/guar lhosweb

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

15

GM e Chevrolet comemoram 89 anos de Brasil Em 2013, a GM do Brasil consolidou o seu programa de renovação da sua linha de veículos Chevrolet no pais com os lançamentos dos modelos Prisma e Tracker, que se somaram aos nove outros novos modelos lançados em 2011 e 2012 (Cruze sedã, Cobalt, nova S10, Cruze Spor6, Sonic hatchback, Sonic sedã, Spin, Onix e Trailblazer), a maioria desenvolvida no Centro Tecnológico localizado no Brasil. Em 2013, a Chevrolet comercializou no mercado brasileiro 649.792 veículos, ocupando o terceiro lugar no ranking das maiores indústrias automobilísticas brasileiras. A marca cresceu 1,12%, em comparação a 2012, enquanto o mercado registrou queda de 0,9%. Nos últimos 89 anos, a GM do Brasil e a Chevrolet conquistaram a confiança dos brasileiros, tornando-se modelo para as outras unidades da GM no mundo.

Hoje a Chevrolet tem aproximadamente 600 pontos de vendas e serviços de assistência técnica em todo o país, além de oferecer a maior linha de veículos 100% flex. A companhia tem três Complexos Industriais que produzem veículos em São Caetano do Sul e em São José dos Campos, ambos em São Paulo, além de Gravataí (RS). Conta ainda com unidades em Mogi das Cruzes (produção de componentes estampados e peças), Sorocaba (Centro Logístico Chevrolet) e Indaiatuba (Campo de Provas), todas em SP, além de um Centro Tecnológico, em São Caetano do Sul (SP), com capacidade para desenvolvimento completo de novos veículos. A subsidiária brasileira é um dos cinco centros mundiais na criação e desenvolvimento de veículos, nos campos da engenharia, design e manufatura.

http://www.eniac.com.br/vs_eniac/default.asp?origem=17


16

30 de janeiro de 2014

w w.facebo k.com/guarulhosweb

htps:/twi er.com/guar lhosweb

Lançamento Ernesto Zanon

A3 Sedan, muito mais que o irmão hatchback com “traseira” Ao trazer para o Brasil o A3 Sedan, a Audi quer fugir da velha máxima de que se trata de uma versão maior do irmão hatchback que leva a mesma nomenclatura, velho conhecido do público por aqui. Ele marca a entrada da marca alemã em um novo segmento de mercado, o que mais cresce no mundo: o dos sedãs compactos. O GuarulhosWeb foi conhecer de perto o modelo na apresentação do A3 Sedan à imprensa brasileira nesta quarta-feira, em um teste drive de quase 300 quilômetros, entre São Paulo e Porto Feliz, no interior, por estradas alternativas em um trajeto muito interessante. Além do visual, que segue as linhas dos demais modelos Audi, foi possível atestar como o sedan se sai no pé,com o motor 1.8 TFSI, potência de 180 cv e 250 Nm de torque máximo, combinado com o câmbio S tronic de sete marchas e dupla embreagem. Conforme aponta a Audi, mesmo sendo um sedan, o modelo mantém o DNA esportivo, traço característico da marca. Números do fabricante apontam aceleração de 0 a 100 km/h em 7,3 segundos e a velocidade máxima é de 235 km/h. Durante o teste drive, não foi difícil atingir marcas próximas dos 200 km/h e conseguir ótimas recuperações em trechos de serra e curvas seqüenciais. A Audi, porém, exagera quando apresenta números de consumo de combustível. Segundo a divulgação, o consumo combinado (cidade e estrada) é de 17,8 km/l. Durante o teste drive, expondo o carro a condições limite, mas a maior parte em rodovias, o número final no computador de bordo ao final dos


htps:/twi er.com/guar lhosweb

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

primeiros 150 km foi de 11,5 km/l de gasolina. Chama a atenção a agilidade e o desempenho do A3 Sedan nas mais diversas condições. Com a suspensão apontada para o modo esportivo – Dynamic - no sistema Audi Drive Select, o carro fica um pouco mais duro, mas bastante preciso na condução em estrada, estando sempre à mão com alto grau de precisão e segurança, mesmo naquelas curvas mais fechadas com o ponteiro apontando acima de 100 km/h. Quando utilizado o modo Comfort, ele ficou bem mais macio, mas um pouco mais solto. Há ainda os modos Auto, Efficiency e Individual, acionados de forma bastante simples a partir de um botão no centro do painel abaixo do volante. O Audi Drive Select se baseia no controle eletrônico de estabilidade (ESC), que torna a condução ainda mais ágil, precisa e estável. Caso a roda do lado interno da curva perca demasiadamente a tração, a unidade de controle do sistema a freia suavemente e com precisão. Dessa forma, o torque excedente é transmitido para a roda externa. Ao mesmo tempo, a tração adicional ajuda o condutor a esterçar o carro para o interior da curva. A versão básica desse sistema regula o pedal do acelerador, a assistência da direção e o câmbio S tronic.

http://internacionalshopping.com.br/

17


18

w w.facebo k.com/guarulhosweb

30 de janeiro de 2014

MASSAS FOFINHO 100 SALGADOS APENAS R$

htps:/twi er.com/guar lhosweb

ht p:/ www.guarulhosweb.c22 om.br/mas as/ (11) 2414-2286 (11) 2414-0081

Rua Cabo Antonio Pereira da Silva, 233 (ao lado do Hospital Padre Bento)

Salgados congelados

Coxinha Bolinha de queijo Bolinha de calabresa Risoles Kibe Croquete de carne

LOJA DE Fテ。RICA MASSAS ,00 R$ NHOQUE DE BATATA

R$

8,00

15

Canelone Rondelle Conchile Nhoque recheado

,00


Guarulhosweb tabloide23