Page 4

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DO ATAQUE AMPLIADO A INCÊNDIOS FLORESTAIS

2007

Meteorologia e incêndios em 2007 O ambiente meteorológico de 15 de Maio a 15 de Outubro foi em 2007 mais favorável às operações de combate de incêndios que em qualquer um dos períodos homólogos em 2000-2006. Apenas 35% dos dias registaram um perigo de incêndio muito elevado ou extremo, contrastando com a média de 57% para 20002006, e o índice de perigo FWI nunca atingiu os níveis realmente extremos que marcaram 2003, 2004 e 2005. Os grandes incêndios (superfície ardida superior a 100 ha) coincidiram com os picos do FWI. Em 2007 a probabilidade média diária de ocorrência de fogos desta dimensão situou-se em 0,38 face a 0,54 em 2000-2006. Seriam expectáveis 54 dias com grandes incêndios em 2007 de acordo com a tendência de 2000-2006. O facto de tal ter sucedido em apenas 19 dias sugere um melhor desempenho do dispositivo operacional. Em 2007 ocorreram fogos ≥100 ha em um quarto dos dias com perigo muito elevado e em 80% dos dias com perigo extremo, quando em 2000-2006 tal sucedeu respectivamente em mais de três quartos e em quase todos os dias incluídos naquelas classe de perigo. Apesar de ser visível em 2007 uma melhoria do ataque ampliado face à média de 2000-2006 não há evidências de uma evolução positiva real, já que o desempenho de 2007 é similar àquele obtido nos melhores anos anteriores (2000 e 2006). Para um determinado nível de perigo meteorológico, especialmente em condições mais severas, o número de fogos foi em 2007 substancialmente inferior, confirmando uma tendência com início em 2004. Relativamente a 2000-2006 o número de ocorrências ajustado para as condições meteorológicas baixou cerca de 46%, o que terá libertado recursos para o combate ampliado.

Protocolo ANPC/UTAD

Relatório final

i

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DO ATAQUE AMPLIADO A INCÊNDIOS FLORESTAIS  

Este trabalho foi realizado no âmbito do Protocolo entre a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) e a Universidade de Trás-os-Montes...

AVALIAÇÃO DO DESEMPENHO DO ATAQUE AMPLIADO A INCÊNDIOS FLORESTAIS  

Este trabalho foi realizado no âmbito do Protocolo entre a Autoridade Nacional de Protecção Civil (ANPC) e a Universidade de Trás-os-Montes...

Advertisement