Issuu on Google+


Sistema de Automação, Inteligência e Segurança Digital. S.A.S.P. (Sistema de Automação e Supervisão Predial - Inteligência Predial), Monitoramento Digital através de Câmeras – Sistema de C.F.T.V. Digital (Circuito Fechado de Televisão - Câmeras), Controle de Acesso com Biometria ou Cartão Mifare e Catracas em Áreas Restritas, Sistema de Alarme e Detecção de Incêndio, Controle de Energia e Demanda e Racionamento de Energia, Cabeamento Estruturado e Telefonia (Telemática).


1. Maquete de Demonstração do Sistema / Apresentação:

2. Objetivo do Sistema: Esta implantação tem como objetivo o fornecimento de Mão-de-Obra e Equipamentos para instalação do S.A.S.P. (Sistema de Automação e Supervisão Predial - Inteligência Predial), Monitoramento Digital através de Câmeras – Sistema de C.F.T.V. Digital (Circuito Fechado de Televisão - Câmeras), Controle de Acesso com Biometria e Catracas em Áreas Restritas, Sistema de Alarme e Detecção de Incêndio, Controle de Energia e Demanda e Racionamento de Energia, Cabeamento Estruturado e Telefonia (Telemática), através de Controladores Inteligentes distribuídos e integrados com painéis elétricos, máquinas, equipamentos, inclusive das lojas, Sistema de Alarme e Detecção de Incêndio e Automação Predial com o apoio das imagens de Câmeras estrategicamente distribuídas, sensores de segurança e Controle de Acesso com Biometria para Áreas de Acesso Restrito, com possibilidade de conexão Remota através da Internet ou Intranet, utilizando a tecnologia TCP/IP e interfaces para a transmissão de dados, permitindo assim o acompanhamento, supervisão, gerenciamento, segurança, administração e funcionamento de todo o empreendimento através de qualquer computador ou pocket pc que esteja conectado na WEB.


Todas as informações são registradas em banco de dados com possibilidade de pesquisa e busca de informações que são armazenadas instantaneamente em cada ocorrência ou evento destes sistemas. A UNIDADE estará recebendo informações constantes para controle interno e apoio operacional, através do Sistema de Dados e Controles Digitais que estarão fazendo os registros das informações de todas as ocorrências e eventos. Simultaneamente, teremos o registro e gravação das imagens das câmeras que servem para segurança e para coibir a ação de freqüentadores indesejados sem que haja uma supervisão visual deste evento, dando maior segurança aos usuários e clientes que freqüentam o local.


3. (S.A.S.P.) Sistema de Automação e Supervisão Predial O S.A.S.P. (Sistema de Automação e Supervisão Predial – Inteligência Predial) tem o objetivo de alertar, prevenir e sinalizar todos os sinais considerados importantes como controle de demanda e medição de energia e água, circuitos de iluminação, sinais de máquinas e equipamentos, caldeiras, aquecedores, ar condicionado, gerador, bombas caixas d´água, níveis de reservatórios, sensores de presença, sensores de abertura de portas e janelas, sensores perimetrais, sinalização de incêndio, sonorização, etc.:


4. Software do (S.A.S.P.) Sistema de Automação e Supervisão Predial 5. Controle de Demanda e Energia: Através de uma interface de alta tecnologia e com os mais ricos e sofisticados recursos gráficos, utilizamos controladores para o Controle de Demanda e Energia, possibilitando o racionamento de energia. O mesmo controle pode ser feito com água, gás e outras grandezas que se façam necessário.


Gráficos e Medições são fornecidas instantaneamente para Controle e Supervisão dos operadores, com precisão, com o objetivo de evitar que seja ultrapassada a demanda contratada.


Relatórios de medidas podem ser impressos e gerados arquivos para consulta e verificação local ou à distância.

Máquinas de Ar condicionado, compressores ou cargas de grande consumo podem ser desligadas de modo progressivo e com inter-travamento lógico estabelecido em projeto.


6. Características do Sistema de Alarme e Detecção de Incêndio: A Central do Sistema de Alarme e Detecção de Incêndio tem o objetivo de alertar, prevenir e sinalizar elementos que estejam em condição de alarme, como por exemplo: - Detector de Fumaça Acionado através de algum sinistro. - Botoeira tipo quebra-vidro acionada para alertar alguma ocorrência.

- Chave de fluxo, quando algum bico do Sistema de Sprinklers é acionado devido a excesso de temperatura, fogo próximo à área de cobertura. - Bomba do Sistema de Incêndio acionada. - Vazamento de gás identificado por detector de gás.


A Central do Sistema de Alarme e Detecção de Incêndio possui as seguintes características:

- Acima de 300 laços de endereçamento e com display no frontal. - Duas saídas Master programáveis para alarme e avaria, contínua ou pulsante. - Programação feita pelo usuário. - Porta Serial de Comunicação RS-232 ou RS-485. - Memória para acúmulo de eventos e alarmes. - Bateria para alimentação em caso de falta de energia. - Fonte chaveada microcontrolada com teste de bateria incorporado. - Indicação da zona em alarme. - Fabricante: SIEMENS, BOSH, EDS ou similar.

Acima alguns modelos de equipamentos de alarme e detecção de Incêndio:


7. Recursos e Benefícios do Sistema Anjo Digital:

Com a instalação do Sistema de Inteligência Predial, é possível fazer o monitoramento do Consumo de Energia e Água, além do Controle com Programações Horárias de várias Máquinas e Equipamentos como: Ar Condicionado, Iluminação, Bombas e outros, além da vigilância de todas as regiões e portas de acesso através de câmeras instaladas em locais estratégicos na ENIAC, tendo uma maior integração e controle destes locais, documentando e registrando vários tipos de ações.


8. Distribuição de Pontos Monitorados de C.F.T.V. Digital: Através de um computador conectado em um canal de banda larga

(Speedy-Telefonica, Ajato-TVA ou outro), o Sistema estará conectado com IP de cada máquina e em cada Unidade, podendo fazer qualquer tipo de acesso e visualizar qualquer uma das imagens.


9. Integração do Sistema de C.F.T.V. Digital: É possível também, incluir mais quatro alarmes

com informações de violação, utilizando, principalmente no horário noturno,

após o encerramento das aulas e demais funções.


10. Operação do Sistema de C.F.T.V. Digital:

Com todas as informações exibidas do sistema, fica fácil acompanhar e detectar qualquer tipo de sinistro ou necessidade de intervenção de um agente de segurança. Para a operação, basta a conexão com qualquer computador e que o operador tenha razoáveis conhecimentos em informática.

Com estas características e definidas as rotinas e procedimentos operacionais do cliente final, o Sistema está apto a funcionar e ser operado.


11. Descrição Técnica e Operacional de CFTV Digital:

Todas as funções necessárias para uma operação completa e interativa estão disponíveis no sistema, de maneira a possibilitar uma operação com todas as funções de gravação, conexão e gerenciamento de todas as Unidades.


Algumas características técnicas e operacionais disponíveis do sistema: - Possui até 16 entradas de câmeras para monitoração e gravação. - Software de Controle, monitoramento e gerenciamento de imagens das câmeras existentes. - Software de busca e visualização de Arquivos das imagens gravadas para observação de sinistros. - Software Remoto para visualização via WEB dos locais que possuem estação de monitoramento. - Permiti visualizar as imagens via Internet e Intranet (Rede interna). - Software para acesso das câmeras de qualquer parte do mundo pela Internet. - Grava em Arquivos MPEG. - Alto grau de compactação das imagens. - Controle de câmeras que possuem panoramização e ZOOM. - Conexão e a integração com alarmes do tipo: sensores de presença, abertura de portas, vibração e com programação horária e de dias da semana individualizados e independentes para atuação como alarme. - Software informa data e horário das gravações e permite acesso remoto dos eventos já gravados. - Software visualiza até as 16 câmeras simultaneamente ou na sequência uma a uma em tela cheia e permite definir horários e datas para gravação para cada uma das câmeras. - Função motion detection para gravação apenas quando há movimento na imagem, e desta maneira utiliza menos espaço em disco rígido (HD) e facilita a busca de imagens em caso de sinistro, pois o sistema não executou a gravação de imagem desnecessária, evitando perda de tempo na busca de sinistros. - Seleciona a área específica e sensibilidade de gravação para cada imagem. - Controle de acesso de usuários. Define quais são os usuários, suas senhas de operação e as imagens das câmeras que podem ter acesso.


12. Arquitetura do C.F.T.V. Digital:


13. Sala de Controle LCD para o Sistema de Monitoramento C.F.T.V.:


14. Características do Sistema de Acesso com Biometria O Sistema de Controle de Acesso com Biometria realiza o controle e restringe o acesso de pessoas nas áreas restritas através de terminais e dispositivos de bloqueio com acionamento eletromagnético (Catracas, portas, portões, cancelas, torniquetes, portas, etc.). Estes dispositivos são instalados nos locais de acesso restrito, transmitindo as informações detalhadas em tempo real sobre a movimentação de pessoas através de consultas e relatórios.

O bloqueio de acesso para áreas restritas (diretoria, almoxarife, financeiro).


15. Software para o Sistema de Controle de Acesso: O Software permite configurações individuais por usuário e por catraca, determinando o mapa de acesso dos usuários, bem como horários e jornadas permitidas. É possível a exibição de diversos tipos de relatórios através da utilização de filtros com os dados que existem e estão armazenados em Banco de Dados. É uma ferramenta flexível e que permite customizações simples e de baixo custo. O Software funciona com diversos Bancos de Dados como por exemplo: SQL Server, Oracle, Fire Bird, InterBase, dentre outros, sendo que para projetos de maior porte, recomendamos SQL Server ou Oracle.


TORNIQUETES: bloqueio mecânico tipo gaiola, evita que alguém pule ou passe por cima, como é possível em uma catraca.

CANCELAS: bloqueio mecânico para controle veicular.

Contato:

55 11 6435 3999

gtechg.gtechg@gmail.com Site: www.gtechg.com.br


Gtechg