Page 1

Revista Potencial . 1


Editorial

CRESCENDO EM TODOS OS SETORES Os primeiros meses de 2016 foram marcantes para o Grupo Potencial. A conclusão da ampliação da usina de biodiesel representou um marco na história da companhia, que se tornou a segunda maior do país em capacidade produtiva. Na nova etapa, a Potencial Biodiesel passou a ter capacidade instalada de até 1.065m³ por dia, o que representa, aproximadamente, 383 milhões de litros por ano. Até então, a capacidade de produção diária era de 553 m³ e 199,1 milhões de litros ao ano. Em vias de conclusão também está a nova base de distribuição da Potencial Petróleo, localizada em Esteio, no Rio Grande do Sul. A unidade amplia a atuação da empresa no Sul do país e fica localizada ao lado da Refinaria Alberto Pasqualini – Refap. A promoção Maratona de Prêmios também já realizou seus primeiros sorteios, contemplando quem abasteceu ou trocou o óleo nos postos participantes desde julho. Na seção “Potencial pelo Brasil” você vai conhecer mais um pouco sobre um dos principais municípios de Santa Catarina, a bela Chapecó, cidade totalmente planejada e sede de um dos mais antigos parceiros da Potencial, o Posto Ideia. A Revista Potencial traz ainda alguns assuntos relevantes para o setor de revenda de combustíveis, como uma nova Lei Municipal de Curitiba que obriga os postos a trabalharem apenas com dois dígitos na comercialização de seus produtos. Também traz um comunicado da ANP alertando para as diferenças entre agentes de monitoramento e fiscalização das revendas. Vale a pena conferir esta edição da Revista Potencial! Uma boa leitura e até a próxima!

A Revista Potencial é uma publicação dirigida aos colaboradores, clientes e parceiros da Rede Potencial Petróleo. PRESIDENTE - Arnoldo Hammerschmidt CONSELHO EDITORIAL - Adriana Hammerschmidt Colaço Vaz, Carlos Eduardo Hammerschmidt, Luciana Hammerschmidt, Wla-

2 . Revista Potencial

dem Mecatti e Leonardo Escorsim / JORNALISTA RESPONSÁVEL Hernani Vieira (CTRS 993/06/98v - SINDIJOR 816) / PROJETO GRÁFICO E DIAGRAMAÇÃO - Turbo Comunicação / TIRAGEM: 3.000 unidades / IMPRESSÃO: Gráfica Radial CONTATO: supervisor.mkt@potencial.net.br


Destaque da Edição

Potencial amplia armazenagem e dinamiza logística de distribuição no RS

A

Base de Armazenamento de Combustíveis de junto aos parceiros, clientes e colaboradores, de estar entre Esteio – BEST –, base primária que a Poten- as maiores distribuidoras do país, comercializando producial está construindo no município de Esteio, tos com qualidade, de forma rentável, segura, social e amno Rio Grande do Sul, vai ampliar o sistema de arma- bientalmente correta. “A Potencial já atua há mais de 10 zenamento de derivados de petróleo e biocombustíveis anos no estado do Rio Grande do Sul. O estado possui um na região Sul do País e dinamizará a logística de dis- mercado de combustíveis com grande capacidade de crestribuição dos produtos da empresa. A unidade, que de- cimento. Este projeto nos trará novos parceiros e nos proverá entrar em operação porcionará melhores conno segundo semestre de dições operacionais para Unidade deverá entrar em 2017, fica localizada ao atender nossos clientes”, operação no segundo lado da Petrobras (Refirelatou o diretor comercial semestre de 2017 e terá naria Alberto Pasqualini da empresa Carlos Eduarcapacidade de movimentar – Refap) e será servida do Hammerschmmidt. 3 pelas principais rodovias até 100.000m por mês. MEIO AMBIENTE federais do Sul, como as O engenheiro Dorli Zanoni observa que o empreendiBRs 101 e 116. A unidade possui uma tancagem de 25 milhões de litros mento está sendo construído atendendo toda legislação e deve movimentar 100 milhões de litros de combustível/ ambiental, com a implementação de várias ações que se mês. A Base vai contar com um moderno sistema de car- tornam necessárias para os devidos cuidados ao meio regamento, garantindo a agilidade nas operações. O em- ambiente e sua preservação. Entre estas ações estão dispreendimento vai consolidar as expectativas da Potencial positivos de controle, como separadora de água e óleo e Revista Potencial . 3


Destaque da Edição

POR QUE ESTEIO? Localizado na Região Metropolitana de Porto Alegre, com indústrias tradicionais e polo comercial em crescimento, o município de Esteio foi escolhido para sediar a base graças à logística de distribuição através de vários entroncamentos rodoviários na região Sul do País. Hoje, o município é rico nos ramos da metalurgia, vestuário, tecidos, produtos alimentares e mecânica. Cidade mais Humana Data de Emancipação: 28/02/1955 População: 83.984 (IBGE - estimativa 2015) Área total: 32,5 km² Expectativa de vida: 75,5 anos (IBGE/2010) 1º lugar na Taxa de Alfabetização da Região Metropolitana (IBGE/2010) 2º maior Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) da Região Metropolitana. (PNUD/2010) 2º maior Índice de Desenvolvimento Socioeconômico (IDESE) da Região Metropolitana. (FEE/2012) Menor Taxa de Mortalidade Infantil do Rio Grande do Sul (SES/2012)

redes específicas de drenagem oleosa. Incluem ainda sistemas de segurança para os tanques tais como, alarmes de nível e selos flutuantes, além de poços de monitoramento, filtros de vapores orgânicos, Central de Resíduos Classe I e Inertes e coleta seletiva de resíduos. “Todos estes cuidados técnicos e ambientais estão sendo implementados para que a BEST figure no topo das empresas que atuam no ramo de combustíveis, mas que dão total prioridade ao meio ambiente”, disse o engenheiro da Potencial Dorli Zanoni. Hoje, na implantação, o empreendimento gera 150 empregos, e quando iniciar suas operações, programada para segunda metade de 2017, estará gerando aproximadamente 80 empregos, sendo 30 diretos e outros 50 indiretos. Além de ser fonte geradora de receitas para o município de Esteio, a base vai contribuir com o desenvolvimento econômico e social da região.

O COMEÇO O projeto da BEST teve início em 2012, quando a Potencial adquiriu o terreno para a construção do terminal de armazenagem e distribuição de combustíveis. A partir disso, iniciaram-se os trâmites documentais para aprovação e licenciamento do empreendimento. Os trabalhos de construção foram iniciados em dezembro de 2015.

Em fase avançada de construção, a BEST terá papel estratégico no crescimento da Potencial.

4 . Revista Potencial


Matéria de Capa

Potencial Biodiesel se torna a segunda maior usina do Brasil

N

a centenária Lapa, distante 64 quilômetros de Com a ampliação da Usina da Lapa, o Grupo Potencial Curitiba, capital do Estado do Paraná, o Gru- se constitui no segundo maior produtor de biodiesel do po Potencial implantou, em 2012, a Potencial País e o maior da Região Sul, com distribuição de seus Biodiesel, usina de processamento de biodiesel - energia produtos principalmente para os estados do Paraná, São limpa e renovável. Em junho de 2016, foi concluída uma Paulo e Rio de Janeiro. Além do biodiesel – principal proampliação da unidade e, hoje, a usina tem capacidade duto – a Potencial Biodiesel também produz a glicerina, de produção de 382.680 borra, ácido graxo e oleína. 3 m por ano de biodiesel e A unidade da Lapa, onde Investimento na ampliação da 45,5 toneladas de glicerina. hoje trabalham 117 colabousina consolida compromisso Com esse aumento, a caparadores, exigiu a contratacom desenvolvimento cidade instalada de todas as ção – terceirizada – de 200 usinas brasileiras chega a operários para sua ampliasustentável. 7,3 bilhões de litros anuais. ção, informa o engenheiro O Grupo Potencial investiu R$ 70 milhões na amplia- e gerente de Projetos e Instalações do Grupo Potencial, ção da usina da Lapa, consolidando, dessa forma, seu Dorli Zanoni. Ele acrescenta que existem mais dois procompromisso com o desenvolvimento sustentável e sua jetos do Grupo em curso: a Unidade de Refino de Glicerelação com o conjunto econômico do País, sem agredir rina, com investimentos de R$ 80 milhões, com previsão o meio ambiente, atendendo a legislação brasileira. Ho- de entrar em operação nos primeiros meses de 2018; e a je, o Brasil é um dos maiores produtores e consumidores Unidade Esmagadora de Soja, que exigirá recursos de R$ de biodiesel do mundo. 200 milhões, com previsão para 2020. Revista Potencial . 5


Foto: Adobe Stock

Matéria de Capa

MATÉRIA-PRIMA Para a produção do Biodiesel, a Potencial utiliza como matéria-prima, principalmente, o óleo degomado de soja, podendo chegar a um consumo aproximado de 245 mil toneladas por ano, o que corresponde a 1.225 mil toneladas de soja em grãos, equivalentes a mais de 8% da safra do Estado do Paraná, ou, mais de 325 mil hectares de área plantada. No levantamento nacional entre todas as usinas produtoras de biodiesel, o óleo de soja continua predominando como matéria-prima, sendo usado em 78,66% da produção do país. A gordura bovina é o segundo item mais usado, em aproximadamente 14,17% da produção. Também são utilizados, mas em menor escala, outros materiais graxos, como óleo de algodão, óleo de fritura, gordura de porco, gordura de frango e óleo de palma/dendê. Há inúmeras razões para que a soja responda pela maior parcela da produção de biodiesel no país, mas a principal reside no fato de que ela tem uma cadeia produtiva bem estruturada e um cultivo adaptado para produzir com igual eficiência em todo território nacional.

PROJETO DE PLANTIO DE EUCALIPTO A lenha de eucalipto, para geração de vapor, é um dos insumos mais utilizados para a produção do biodiesel, um produto ecologicamente correto. A Potencial Biodiesel consome a cada mês perto de 7.000 m³ desta lenha, totalizando cerca de 84.000 m³/ano. Para atender essa necessidade de lenha, a Potencial está desenvolvendo um projeto de fomento de plantio de eucalipto, que reunirá os vários atores envolvidos no processo, fazendo com que o produtor rural tenha mudas de qualidade, plante a cultura com correta assistência técnica, tenha a garantia de compra e financiamento através do Banco do Brasil, para que ao final do desenvolvimento da cultura a parceria com a empresa seja permanente, participando no compromisso do desenvolvimento regional baseado na confiança entre todos os envolvidos.

Com ampliação, usina passou a ter capacidade de produção de mais de 382 mil m3 por ano de biodiesel.

6 . Revista Potencial


Matéria de Capa

POTENCIAL BIODIESEL É DESTAQUE NO 50o LEILÃO DA ANP

PRODUÇÃO BRASILEIRA

A usina paranaense foi uma das participantes no

2.202.118 m³ de biodiesel, volume inferior ao

Até julho deste ano, foram produzidos

50º Leilão de Biodiesel da ANP, tendo comercializado

produzido no mesmo período de 2015, que foi

toda a sua oferta do combustível. No Leilão foram ar-

de 2.272.488 m³, confirmando uma redução de

rematados 674,3 milhões de litros de biodiesel, sendo

3,1% na produção nacional até esse mês.

100% deste volume oriundo de produtores detentores

A capacidade instalada autorizada a operar

do selo Combustível Social. O preço médio foi de R$

comercialmente, de todas as usinas, em julho,

2,398/L, sem considerar a margem Petrobras, e o valor

era de 599.304 m³, a produção foi de 337.435

total negociado atingiu o patamar de R$ 1,62 bilhão,

m³ e a demanda real foi de 328.817 m³. Ao lon-

refletindo num deságio médio de 15,04% quando

go do ano, a demanda de biodiesel chegou a

comparado com o preço máximo de referência médio

2.194.817 m³.

(R$ 2,823 /L). O 50º Leilão (L50) foi realizado para garantir o abas-

De acordo com a ANP, até o mês de julho, a região Centro-Oeste lidera a produção de bio-

tecimento de biodiesel no mercado nacional durante o

diesel no cenário nacional, com a participação de

período de 01 de setembro a 31 de outubro de 2016.

44%. Já a Região Sul foi responsável por 39% da produção brasileira, seguida pelo Nordeste, com

REDUÇÃO DA POLUIÇÃO O Protocolo de Kyoto sugeriu a fabricação e utilização do biodiesel e do álcool como maneiras mais eficazes de diminuir a poluição da atmosfera pelo gás carbônico, enxofre, metano e por outros gases formadores do efeito estufa. O biodiesel emite 98% menos CO2 do que o

8%. As Regiões Sudeste e Norte representaram, respectivamente, 7% e 2% da soma. Fonte: Boletins Mensais do Biodiesel da ANP

B8 NA ESPERA O Brasil possui capacidade instalada de mais de 7

petróleo. Além disso, o biodiesel não é tóxico, é cem ve-

milhões de metros cúbicos de biodiesel por ano em 51

zes mais biodegradável que o óleo diesel comum e não

usinas autorizadas a produzir e comercializar o com-

produz fumaça preta nem odores desagradáveis. Um

bustível nos leilões da ANP. O mercado atual (B7) tem

estudo descobriu que trocar o diesel de petróleo pelo

uma demanda inferior a 4 milhões de metros cúbicos

biocombustível pode diminuir a poluição entre 65% e

por ano, o que significa que o país tem uma capaci-

72%. Desde o início do Programa Nacional de Produção

dade ociosa de, aproximadamente, 50% das usinas.

e Uso do Biodiesel (PNPB), o Brasil produziu 8,2 milhões

Com base nesses dados, as entidades do setor estão

de m3 de biodiesel. Durante estes sete primeiros anos,

trabalhando para que a adoção do B8 na mistura obri-­

o Programa contribuiu com a redução de importação de

gatória possa ser feita imediatamente, sem qualquer

diesel em US$ 5,3 bilhões.

comprometimento do sistema de abastecimento.

JORNAL Valor Econômico DESTACA POTENCIAL BIODIESEL A Potencial Biodiesel e a Potencial Petróleo foram

entre as 65 empresas paranaenses que constam no

as duas empresas do Paraná que mais aumentaram o

ranking e a Potencial Petróleo a segunda. A usina de

faturamento em 2015, segundo o levantamento feito

biodiesel aumentou o faturamento em mais de 40%

pelo jornal Valor Econômico, com base nas receitas

em relação a 2014. No ranking das 1000 maiores do

líquidas das companhias analisadas. A Potencial Bio-

país pela publicação, a Potencial Biodiesel ficou na

diesel foi a que apresentou maior aumento de receita

782a e a Potencial Petróleo na 310a colocação. Revista Potencial . 7


Destaque da Edição

Maratona de Prêmios: Conheça os primeiros ganhadores da promoção

A

bastecer ou trocar o óleo nos Postos Poten- bientes, aspiradores de pó, home theaters, tablets, câcial está sendo ainda mais vantajoso para os meras esportivas, notebooks, bicicletas, fogões, máclientes da rede de postos. No início de julho, quinas de lavar, geladeiras, smartphones, aparelhos de foi dada a largada na promoção Maratona de Prêmios. televisão e um carro 0km. Você já pode conferir os A ação desenvolvida pelo departamento de marketing primeiros ganhadores no site da Potencial ou no box da distribuidora contemplará 49 clientes dos postos por na página ao lado. meio de sorteios semanais até 2 de dezembro, quando MAIS CHANCES será realizada a apuração do ganhador do Clio 0km. Com o número de prêmios envolvidos na campanha, Para a Maratona de Prêmios, o objetivo é premiar o as chances dos clientes participanmaior número de clientes dos posPromoção terá 17 tes serem sorteados aumentaram tos, assim como nas promoções consideravelmente. Ao abastecer desenvolvidas em 2015 e também sorteios ao todo e em alguns anos anteriores. “Pela premiará 49 clientes no Posto Caminhos do Parque, em Curitiba, o cliente Luciano Oliveiexperiência das últimas campados Postos Potencial. ra afirmou: “Sou cliente da Potennhas, percebemos que os clientes cial há anos, sei da qualidade dos gostam e participam com mais frequência quando distribuímos mais prêmios em vez de combustíveis e gosto do atendimento. Mas as promoções sortear apenas um prêmio maior”, afirma o supervisor ajudam na hora de decidir entre a Potencial ou um posto de outra marca. Aqui tenho mais chances de ganhar.” de marketing da Potencial, Wladem Mecatti. Durante a promoção, serão realizados 17 sorteios Nos primeiros sorteios da promoção também ficou comsemanais, com expectativa de participação de mais de provada essa diversidade de ganhadores, revelando que 1,5 milhão de cupons. Serão distribuídos prêmios co- clientes de postos com menor volume de vendas posmo micro-ondas, fornos elétricos, aparelhos de DVD suem a mesma chance de ganhar que os clientes de posautomotivo, cafeteiras espresso, aquecedores de am- tos com maior volume. 8 . Revista Potencial


Destaque da Edição

A PROMOÇÃO ANTES DE CHEGAR AOS POSTOS

Q

uem acompanha as promoções da Potencial, muitas vezes, não tem ideia do processo anterior à campanha chegar aos postos. Qualquer ação promocional em que o consumidor dependa da sorte e seja necessária a compra de produtos, o uso de serviços, ou interação com a marca da empresa para concorrer aos prêmios, é obrigatória a autorização da Caixa Econômica Federal. E esta determinação vale para prêmios de quaisquer valores e de empresas de qualquer porte. É muito importante ficar atento a essa determinação, pois as multas decorrentes da ausência de autorização chegam a 100% do valor dos prêmios e proibição de até 2 anos para promover novas promoções. Mas antes do processo da promoção ser enviado para regularização, a Potencial realiza um detalhado planejamento, com pesquisa de mercado, definição dos prêmios, período, mecânica da ação e desenvolvimento dos materiais de divulgação. Após esta etapa, segue para elaboração do plano de operação e regulamento, que serão enviados para a Caixa. Também é importante ressaltar que nessa etapa do processo é necessário fazer o pagamento das taxas previstas para a Caixa, que são proporcionais aos valores totais dos prêmios distribuídos. Os pedidos de autorização devem ser protocolados no prazo mínimo de quarenta dias antes da data de início da promoção comercial e o lançamento da promoção comercial com distribuição gratuita de prêmios não pode ser iniciada antes da emissão do respectivo Certificado de Autorização. Após receber o Certificado de Autorização da promoção, a Potencial passa para a etapa de produção e envio aos postos participantes dos materiais de divulgação. Os sorteios são fiscalizados por um auditor independente e indicado. A prestação de contas é a última etapa de uma promoção comercial. É o momento em que se deve demonstrar o cumprimento do plano de operação. Caso o processo apresente qualquer irregularidade, a empresa não conseguirá obter novas autorizações para promoções futuras e poderá pagar multas. Por isso é muito importante seguir todo o planejamento estabelecido. Revista Potencial . 9


Notícias Institucionais

TRANSPORTAR 2016

7a TRILHA DA LINHA POLÔNIA, EM ITAIÓPOLIS (SC)

O Grupo Potencial foi um dos participantes da 10ª Transportar - Feira de Transporte Intermodal e Logística, evento que apresentou as melhores alternativas para ampliar e modernizar os negócios no segmento de logística e transporte no país. O evento foi realizado em Curitiba, entre os dias 6 e 8 de agosto.

JOGOS DO BRASIL

A Potencial patrocinou a 7a Trilha da Linha Polônia, promovida pelo Jeep Clube Itanalama, na cidade de Itaiópolis (SC), em 6 de agosto. A largada do evento aconteceu no Auto Posto Polis, um dos revendedores Potencial no município. A trilha contou com muita lama, rios e aventuras para todos os participantes.

A Potencial , mais uma vez, se destacou expondo sua marca nos Jogos do Brasil contra Equador e Colômbia. No jogo realizado em Manaus, um grupo de revende-

2o MOTOLAPA

dores acompanhou a equipe da Potencial no camarote exclusivo. Este investimento está trazendo para marca mais reconhecimento nacional. As próximas partidas serão contra Bolívia e Venezuela, nos dias 6 e 11 de outubro. Se tem Brasil em campo, tem Potencial.

Nos dias 3 e 4 de Setembro, aconteceu o 2o MotoLapa, evento realizado pelo Lapa Motoclube, com apoio da Prefeitura do município, e que teve como principal patrocinador o Grupo Potencial. Durante o evento, ocorreram shows de rock, wheeling, dinamômetro, globo da morte, bênção aos motociclistas, praça de alimentação, área de camping, além da promoção e apresentação da cultura local. Quem passou pelo espaço da Potencial recebeu brindes, participou de sorteios e levou para casa uma divertida caricatura. 10 . Revista Potencial


Potencial pelo Brasil

Chapecó: Terra da agroindústria

L

ocalizado no estado de Santa Catarina, o muni- nologia. A construção civil e o comércio também são cípio de Chapecó foi criado em 25 de agosto de importantes fontes de renda. 1917. A colonização começou com os tropeiros A região tem grande perspectivas devido a sua posique utilizavam a região como trajeto para o transpor- ção central do Mercosul, do alto potencial e da dispote de gado. A partir da parada dos tropeiros e da vinda nibilidade de energia elétrica, das condições favoráveis das companhias colonizadoras, iniciou-se o processo para a produção agropecuária, dentre outros fatores. de migração de outros Estados, principalmente do Rio Sua excelente infraestrutura urbana e a riqueza de sua Grande do Sul. economia levam cada vez Com uma população mais visitantes à cidade. A excelente infraestrutura de 209.553 mil habitanurbana e a riqueza da economia Em Chapecó são presertes, Chapecó é consideravados os costumes gaúde Chapecó levam cada da a quinta maior cidade chos. Bem no centro do vez mais visitantes à cidade. do estado. Reconhecida município, o Monumento internacionalmente por Desbravador mostra a ficoncentrar o maior parque agroindustrial latino-ameri- gura de um gaúcho com um machado, símbolo do trabacano, Chapecó é chamada de capital da agroindústria, e lho e da luta. Esta obra é o ponto de referência da cidade. também de capital do oeste catarinense. Próximo ao monumento está a Catedral Santo AntôAlém da agroindústria, se destacam os setores de nio, inaugurada em 1956. Outro ponto turístico atrativo equipamentos para frigoríficos, o de plástico e emba- é o Museu da Colonização, que tem como objetivo reslagens, transportes, móveis, bebidas, software e biotec- gatar e preservar a memória de Chapecó. Revista Potencial . 11


Potencial pelo Brasil

Chapecó também oferece ao visitante belas paisagens naturais, como o Mirante da Ferradura, onde é possível ter uma vista impressionante do Rio Uruguai, que divide os estados do Rio Grande do Sul e Santa Catarina.

CULTURA E EVENTOS

O Museu Italiano conserva parte da história da imigração italiana, com cerca de 300 peças do início do século XX.

Na Praça Coronel Bertaso, há um painel histórico feito em argamassa que retrata parte da história da cidade.

Diversos eventos levam milhares de visitantes à cidade o ano todo, como a Romaria de Frei Bruno e a Feira do Gado em Geral, em abril; o Campeonato Catarinense de Automobilismo, promoção do Automóvel Clube de Chapecó, em maio e outubro; a Festa do Frango e do Peru, promoção do Lions Club de Chapecó e da Sadia S/A, em agosto; a Oktober Compras e a EFAPI, Exposição-Feira Agropecuária, Comercial e Industrial, que recebe mais de 600.000 visitantes por ano, em outubro; a Würstfest (Festa da Linguiça) e o Rodeio Crioulo Interestadual, em novembro. Chapecó possui o Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, uma obra de grande valor para a cidade, que busca promover a cultura e o turismo no município. O Centro tem capacidade para realizar de seis a doze eventos simultâneos. Os 12.920 m² de área construída incluem salão de convenções com espaço para 2.400 pessoas. É um verdadeiro espetáculo de infraestrutura e modernidade.

saiba mais

Foto: Chapecó e Região Convention Visitors Bureau (www.chapecoeregiaocvb.com.br)

O Mirante da Ferradura oferece espetacular vista do Rio e do Vale do Uruguai.

12 . Revista Potencial

Fundação – 25 de agosto de 1917 Natural de Chapecó - Chapecoense População – 209.553 (IBGE 2016)


Potencial pelo Brasil

BELEZA NATURAL A natureza exuberante está entre os principais atrativos da região. Além do Mirante da Ferradura, a Trilha do Pitoco, a 28km do centro, chama a atenção por suas 5 belas cachoeiras. No Distrito de Marechal Bormann, distante 12km de Chapecó, há o Balneário de Águas Termais, que oferece água mineral sulfurosa a uma temperatura de 43ºC.

TURISMO RELIGIOSO Chapecó tem uma vocação natural para o turismo religioso. Entre os locais de visitação, destaca-se a capela de Nossa Senhora de Lourdes, localizada no Distrito de Sede Figueira. O local é composto por três grutas que se formaram na rocha e uma cachoeira com aproximadamente oito metros de queda d’água. A capela fica em frente a uma das grutas, onde anualmente, no mês de dezembro, realiza-se Romaria Penitencial para a Santa, contando com a participação de cerca de 5 mil pessoas. Em meio à mata nativa, há a Trilha dos Mistérios do Rosário, com 15 esculturas em pedra de arenito simbolizando cada um dos mistérios. As obras foram confeccionadas pelo artista chapecoense Cyro Sosnoski. Na cidade, também, você pode conferir a Capela São Carlos, construída em estilo franciscano, edificada em madeira e telhas de zinco.

POTENCIAL EM CHAPECÓ O Posto Ideia, localizado em Chapecó, é parceiro da Potencial há mais de 15 anos. Além das gasolinas PMAX e dos demais combustíveis Potencial, oferece aos seus clientes uma ampla loja de conveniência e troca de óleo. Para Aldoir Roque Sangalli, proprietário do posto, a relação com a Potencial é muito positiva: “Além da marca ter um visual muito bonito, um dos principais diferenciais é a proximidade que a Potencial tem com seu revendedor, facilitando os interesses com a empresa, sem burocracias”. Sangalli vai além: “Essa parceria já dura tanto tempo e vai continuar por muito mais por causa da transparência e confiança de ambas as partes”. Revista Potencial . 13


Notícias do Setor

ANP ALERTA PARA DIFERENÇAS ENTRE AGENTES DE MONITORAMENTO E FISCALIZAÇÃO

DIVULGADOS DADOS DE FISCALIZAÇÃO NO 1o SEMESTRE DE 2016 No primeiro semestre de 2016, a ANP realizou 9.709 ações de fiscalização relativas ao setor de abastecimento. O número representa um aumento de 29,5% com relação ao mesmo período de 2015. O maior

A ANP possui, em seu quadro

número de ações de fiscalização ocorreu nos segmentos de combus-

próprio, servidores concursados

tíveis automotivos, sendo 6.422 ações em revendedores de combustí-

na função de fiscais, que podem

veis e 321 em distribuidores de combustíveis.

autuar e interditar estabelecimen-

As cinco principais motivações de autuações foram: não cumprir

tos regulados, recolher amostras

notificação da ANP; não atender a normas de segurança; não prestar

de combustíveis e outros produ-

informações ao consumidor; equipamento ausente ou em desacordo

tos para análises físico-químicas,

com a legislação; e comercializar ou armazenar produto não conforme

e atuar em forças-tarefas em con-

com a especificação. Já as interdições foram motivadas, principalmen-

junto com outros órgãos públicos,

te, pelas seguintes irregularidades: não atender a normas de segu-

como Procons, Polícias, Bombei-

rança; exercer atividade regulada sem autorização; comercializar ou

ros e Fazendas Estaduais.

armazenar produto não conforme com a especificação; comercializar

Já o monitoramento dos produtos é realizado com o auxílio de agentes coletores vinculados a

produto com vício de quantidade; e adquirir ou destinar produto de/ para fonte diversa da autorizada. Com relação aos combustíveis fora das especificações, a gasolina foi

Instituições contratadas pela ANP,

o que registrou o maior número de não conformidades, sendo o per-

exclusivamente para a realização

centual de etanol a principal irregularidade, correspondendo a 95,2%

de análises físico-químicas para a

dos casos. No período, a fiscalização lavrou ainda 89 autuações moti-

produção de dados consolidados

vadas por bomba medidora com vício de quantidade, irregularidade

sobre a qualidade dos produ-

conhecida como “bomba-baixa”, o que representou 3% dos autos de

tos regulados no mercado. Tais

infração aplicados em todo Brasil.

coletores de amostras não são fiscais da ANP, e as análises físico-­ químicas realizadas para o monitoramento não geram autuação, a menos que confirmadas por nova coleta realizada por agentes de fiscalização. Por este motivo, não é necessária a guarda da amostra de contraprova nas coletas do monitoramento. Em todos os casos, nenhum agente, seja do monitoramento ou da fiscalização, pode solicitar benefícios de qualquer natureza aos estabelecimentos regulados em razão do desempenho de suas funções. Fonte: ANP 14 . Revista Potencial

Fonte: Assessoria de imprensa da ANP

Lei OBRIGA ARREDONDAMENTO DE PREÇOS NOS postos DO PARANÁ Em 17 de maio, o governador do Paraná, Beto Richa, sancionou a Lei 18.782, que estabelece a formatação dos preços para comercialização de combustíveis no Estado limitada a dois dígitos de centavos. O projeto proíbe a adoção do terceiro dígito após a vírgula na formação dos preços dos combustíveis, estratégia usada há muitos anos pelas revendas do setor. A Lei já está em vigor. As entidades ligadas à categoria estão tomando medidas legais para revogar a lei, uma vez que a adoção das três casas decimais na formação de preços é uma determinação regulatória federal, por meio de resolução da ANP. É importante lembrar, também, que todo o setor de combustíveis trabalha com os três dígitos após a vírgula, como refinarias, transportadoras e distribuidoras. Fonte: Bem Paraná


Família Potencial

Luiz Carlos Bruzamolin Filho GERENTE INDUSTRIAL - POTENCIAL BIODIESEL “Ingressei na Potencial Biodiesel em setembro de 2014, como gerente industrial. Desde então percebi que a Potencial é uma empresa dinâmica, em constante evolução e com muitos desafios pela frente. A área industrial vem crescendo a cada ano e a expectativa que tenho para o setor é de um crescimento contínuo, ao menos pelos próximos anos.”

Wellington Almeida Souza COORDENADOR INDUSTRIAL - POTENCIAL BIODIESEL “Estou na Potencial Biodiesel há mais de 4 anos, desde o início da instalação industrial, sendo responsável por acompanhar a montagem, formar as equipes da área industrial e também sou responsável pela operação e manutenção da fábrica, bem como implementação de novos projetos. É um prazer fazer parte dessa equipe, que me proporciona um amadurecimento profissional e pessoal.”

Revista Potencial . 15


Destaque da Edição

16 . Revista Potencial

Revista Potencial nº 27 - Setembro/Outubro 2016  

Potencial Biodiesel • Potencial pelo Brasil - Chapecó • Nova Base em Esteio-RS • Maratona de Prêmios

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you