Issuu on Google+

Colombo

Metropolitana

Região

Piraquara Pinhais Campo Largo Colombo Campina G. do Sul Quatro Barras Curitiba São José dos Pinhais

ANO III - Nº 165 - 13 a 19/02/2017 | DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

www.grupoparanacomunicacao.com.br

Beti Pavin participa da abertura do ano legislativo na Câmara Municipal Página 11

DIRETOR GERAL: JOÃO ALOYSIO RAMOS

Programa Família Paranaense ajuda a reduzir dependentes do Bolsa Família Entrevista

Ex-Prefeito de Pinhais, Luizão Goulart anuncia desfiliação do PT

O Paraná reduziu o número de famílias dependentes do Bolsa Família nos últimos anos. Dados do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), baseados em números do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, mostram que o Estado tinha 370,8 mil famílias dependentes do programa em 2016. O volume é 20,5% menor do que o registrado em 2010 (466,6 mil). Programas de combate à pobreza, como o Família Paranaense, e de incentivos para instalação de empresas e geração de empregos, como o Paraná Competitivo, têm contribuído para melhorar a renda da população e tirar famílias da linha da pobreza.

Página 13

Páginas 8 e 9

Curitiba

Greca e vereadores definem ações para melhorar infraestrutura nos bairros da Capital Página 12

|| Com a redução da pobreza, o Paraná foi o Estado que mais diminuiu o número de beneficiários do Bolsa Família em todo país

Piraquara

Pinhais

Quatro Barras

São José dos Pinhais

Campina Grande

Obras do segundo lote do PAC avançam no bairro Guarituba

Diversas obras trazem melhorias para o município de Pinhais

Prefeitura de propõe criação do Parque Linear do Timbu

Programa de Desenvolvimento é apresentado ao prefeito Toninho

Prefeitura leiloará veículos, equipamentos e cavalos

Página 4

Página 5

Página 6

Página 7

Página 10


2

13 a 19/02/2017

www.grupoparanacomunicacao.com.br

A Gazeta Região Metropolitana

||RÁPIDAS

||Economia

ƒƒFacebook dá mais uma pista de que vai produzir séries de TV na rede social

A executiva do ano na China que não tirou nenhum dia de férias em 26 anos

Não é segredo que o Facebook estuda já há algum tempo trabalhar com produções de mídia dentro da rede social. Agora, o boato de que a empresa estaria investindo recursos nessa ideia está finalmente confirmado. A empresa de Mark Zuckerberg contratou a executiva Mina Lefevre, da MTV norte-americana, para desenvolver conteúdo original de TV especialmente para a rede social. Ela vai trabalhar com Ricky Van Veen, um dos fundadores da página CollegeHumor, bastante famosa nos EUA, no desenvolvimento das produções. Ainda não se sabe o que o Facebook está armando exatamente, mas está cada vez mais claro que a empresa planeja se tornar uma concorrente das emissoras de TV e também de serviços de streaming, como a Netflix. Resta saber se a tentativa vai vingar.

ƒƒTVs QLED da Samsung são primeiras a mostrar todas as cores em qualquer situação A nova linha de televisores QLED da Samsung trouxe os primeiros aparelhos da história a serem certificados com 100% de volumes de cores. Quem promoveu a certificação é a associação técnica-científica alemã Verband Deutscher Elektrotechniker (VDE). Isso quer dizer que as TVs da linha conseguem exibir toda a gama de cores existentes em qualquer luminosidade, inclusive com o brilho no máximo. Na maioria dos televisores, conforme o brilho aumenta, uma distorção de cores começa se apresentar. Em todos os modelos lançados até agora, isso acontecia em alguma configuração de brilho. De acordo com a Samsung, isso significa imagens em HDR mais realistas, mais precisas e mais vibrantes. Segundo a empresa, “filmes e séries de TV são exibidas como o diretor ou produtor de conteúdo deseja, tanto nas cenas mais escuras quanto nas mais claras”. Claro que toda essa definição e qualidade de imagem não iria sair barato – ao menos não no lançamento. O modelo mais barato da série Samsung QLED, que tem 55 polegadas e não tem tela curva, sai por US$ 2,5 mil (R$ 7,7 mil, numa conversão direta), enquanto o de 65 polegadas custa US$ 3,4 mil (R$ 10,5 mil). A opção de 75 polegadas custa US$ 6 mil (R$ 18,6 mil).

ƒƒUber é processada em R$ 150 milhões por dedurar suposta traição Um empresário francês processou a Uber em € 45 milhões (o equivalente a R$ 150,1 milhões, em conversão direta) porque um possível bug no sistema da empresa teria custado seu casamento. O homem, que vive na Riviera Francesa, no sul do país, diz que pegou o smartphone da esposa emprestado para usar o Uber. Depois, mesmo tendo encerrado a sessão, ela continuou recebendo notificações relacionadas ao uso que ele fazia do app. Tendo o itinerário do marido em mãos, a mulher teria desconfiado da sua fidelidade, o que causou o fim do casamento, segundo reportagem do Le Figaro. O jornal local informa que haverá uma audiência preliminar sobre o caso no próximo mês. Outro veículo francês, o The Local, procurou a Uber para entender melhor a história, mas a empresa não quis conversa. “A Uber não comenta publicamente sobre casos individuais, especialmente aqueles que dizem respeito a coisas como um processo de divórcio”, disse um porta-voz.

Dong Mingzhu comanda 70 mil funcionários e admite que dedicação teve impacto na sua vida pessoal. Getty Images

A última vez que Dong Mingzhu tirou férias foi em 1991. Presidente de uma das maiores empresas da China, ela foi escolhida pela revista Forbes a executiva do ano do país e há 26 anos não sabe o que é ter um dia livre. Viúva, a executiva de 62 anos comanda a Gree Electric Appliances, maior fabricante de aparelhos de ar condicionado chinesa, com valor de mercado de US$ 22 bilhões (R$ 68,8 bilhões) e 70 mil funcionários. ‘Sem alternativa’ Em suas entrevistas, Dong costuma dizer que “não tem outra alternativa” a não ser continuar na Gree por toda a vida. As declarações demonstram sua devoção pela empresa em que começou como vendedora e que se tornou um gigante. A cada cinco aparelhos de ar condicionados vendidos na China, dois são da Gree Electric. Mas a executiva reconhece que esta dedicação teve impacto na sua vida pessoal. Dong contou à TV chinesa que nunca assistiu às formaturas do filho, desde os primeiros anos na escola até a universidade. “Para que o mundo seja um lugar melhor, um pequeno grupo de pessoas tem que fazer sacrifícios”, declarou na ocasião. Descanso garantido Os trabalhadores chineses têm direito a férias. Segun-

|| Dong Mingzhu está sem férias há 26 anos e costuma dizer que vai descansar no dia em que se aposentar

do o site Chinalawblog.com, especializado na legislação do país, todos os empregados que trabalham de maneira contínua durante um ano devem ter férias remuneradas. Nos primeiros 10 anos de serviço, o funcionário chinês tem direito a cinco dias de férias por ano. O período aumentará gradualmente e chega a até 15 dias anuais para quem estiver há 20 anos ou mais na empresa. É um período maior do que o previsto nos Estados Unidos, por exemplo, onde a lei federal não garante o direito a férias remuneradas - embora a grande maioria das empresas ofereça dias livres aos seus empregados. Potência turística A China vem emergindo como potência global no setor turístico na medida em que seus cidadãos têm uma renda maior e mais tempo disponível para as atividades recreativas dentro e fora do país.

Basta recordar que em maio do ano passado, o grupo chinês Tiens - de biotecnologia e produtos para a saúde - foi notícia na China ao oferecer férias na Espanha para 2.500 dos seus 10 mil funcionários. De acordo com o jornal britânico The Guardian, o bilionário chinês Li Jinyuan, dono do grupo Tiens gastou o equivalente a US$ 8 milhões (R$ 25 milhões) do próprio bolso para levar os funcionários para passear na Espanha. A empresa fretou 20 aviões e reservou 1.650 quartos de hotel. Em 2015, Li Jinyuan havia levado outros 6.400 funcionários para a França. Mas a executiva Dong Mingzhu está convencida de que o sacrifício da sua vida pessoal se justifica para garantir o bem-estar dos seus milhares de funcionários. Ela costuma dizer que terá muito tempo para descansar quando se aposentar.

||EXPEDIENTE O jornal A GAZETA REGIÃO METROPOLITANA é uma publicação da GPC - Grupo Paraná Comunicação - Editora Novo Rumo Eireli - ME - CNPJ 24.363.820/0001-06  www.grupoparanacomunicacao.com.br - Rua Gustavo Rattman, 72, Bacacheri - 82520-630 - Fone: 4106.0378 / 3363.0971 - E-mail: agazetaregiaometropolitana@yahoo.com. br - Horário de Atendimento: segunda a sexta, das 10h30 às 13h00 e das 15h00 às 19h00.  Diretor Geral: João Aloysio Correa Ramos  Departamento Comercial: Werno Koch  Departamento de Jornalismo: Vanessa Souza (DRT 4034/16/74)  Departamento de Arte: Wilson Talisin de Souza  Circulação: Pinhais, Piraquara, Araucária, Colombo, Curitiba, São José dos Pinhais e Quatro Barras  Impressão: Folha de Londrina  Tiragem: 10.000 exemplares distribuídos gratuitamente O jornal A Gazeta Região Metropolitana não se responsabiliza por conceitos e ideias expressas em matérias assinadas ou pagas.


A Gazeta Região Metropolitana

www.grupoparanacomunicacao.com.br

13 a 19/02/2017

Palavra do Diretor

João Aloysio C. Ramos

volta às aulas com disposição e segurança Entre os preparativos para a volta à escola não devem faltar, além da compra do material escolar e uniforme, alguns cuidados para prevenir acidentes com as crianças. Com o final das férias e o início das aulas, já recomeçam as minhas preocupações e a de muitos pais e mães com as crianças na escola. Desde o desempenho nos estudos, o relacionamento com os colegas e com a professora, a alimentação, passando pela correria e custos com o material escolar e uniformes, até o cuidado com a segurança dos pequenos, seja dentro da escola ou no trajeto de casa para a escola ou vice-versa. E quando a segurança das crianças está em jogo, todo cuidado é pouco. De uma forma ou de outra, não dá para descuidar deles por um minuto sequer, sob pena de colocar em risco a saúde, o bem-estar e, inclusive, a vida. Para começar, já na ida para a escola, seja de carro, ônibus escolar, ônibus de linha ou a pé, as crianças encontram-se sempre numa condição mais vulnerável a acidentes do que os adultos. Nas brincadeiras na escola, especialmente no playground, a vigilância dos adultos também é bem-vinda, pois a maior parte dos acidentes acontecem nos parquinhos. Enfim, qualquer descuido e falta de informação dos pais pode ser fatal. eStatíSticaS Dados do Ministério da Saúde apontam que 26% das mortes por causas externas ocorridas com crianças de 0 a 14 anos aconteceram quando elas encontravam-se na situação de pedestres, sendo que 11% delas morreram na posição de ocupantes de carros. A faixa etária mais vulnerável a sofrer mortes como ocupantes de carros foi entre 5 a 9 anos (27%), seguida da faixa entre 1 a 4 anos (18%). Já as mortes por atropelamento atingiram mais a faixa entre 10 e 14 anos (46%), seguindo as entre 5 e 9

anos (40%) e depois, as pequenas, entre 1 a 4 anos, que também representam uma percentagem considerável: 20%. De acordo informações de especialistas, para prevenir acidentes no trânsito, os pais não devem negligenciar nenhum detalhe. E lembram: “90% dos acidentes são evitáveis, não são fatalidades. Ocorreram por imprudência ou negligência dos adultos”. Para quem leva os filhos de carro, é fundamental colocá-los no banco detrás com cadeirinhas ou cinto de segurança. Muitas vezes, os pais cedem às reclamações dos filhos por terem de ir no banco detrás e usar cinto, e terminam por fazer a vontade deles deixando-os ir no banco da frente. Mas é preciso que os pais se conscientizem de que essas regras, por mais difícil de aplicá-las que sejam, são para a própria segurança das crianças. Prevenir atropelamentos também é possível, mesmo para aquelas crianças que têm de voltar da escola a pé, sem os adultos. “Os pais têm de dar o exemplo. Os filhos serão pedestres atentos e responsáveis se os pais também forem”. Os atropelamentos com crianças são, frequentemente, graves ou fatais, pois a estrutura física da criança é muito mais frágil que a de um adulto. “Entre 25% e 50% dos atropelamentos requerem admissão hospitalar. Veja algumas dicas que podem contribuir, e muito, para a segurança das crianças com relação as idas e vindas da escola. TranSPorTe a PÉ - Não permita que uma criança menor de 10 anos atravesse a rua sozinha. A supervisão de um adulto é vital até que seu filho demonstre

habilidades e capacidade de julgamento do trânsito. - Tenha certeza que seus filhos sempre usam o mesmo trajeto para a escola. Caminhe com seu filho para identificar o caminho mais seguro. Procure pelo trajeto mais reto com poucas ruas para atravessar. - Olhar para os dos dois lados várias vezes antes de atravessar a rua. Atravesse quando a rua estiver livre e continue olhando para os lados enquanto atravessa a rua. - Ensine-os a obedecer os sinais de trânsito. - Atravesse nas esquinas, usando os sinais de trânsito e as faixas para pedestres quando disponível. Não saia na rua por entre carros estacionados ou atrás de árvores e arbustos. - Caminhar de frente para o tráfego, nas calçadas ou nos caminhos. Caminhar o mais à esquerda possível se não houver calçadas. - Observe os carros que estão virando ou dando a ré. - Pratique estas habilidades com seus filhos, centenas de vezes se preciso for. Supervisione-os até que eles se mostrem pedestres seguros. TranSPorTe no Carro - De acordo com o Código Brasileiro de Trânsito, crianças devem viajar no banco traseiro até 10 anos de idade. Contudo, considere a estrutura física da criança, ou seja, ela vai estar pronta para o banco da frente quando estiver adequada ao cinto de segurança do carro. Veja a seguir: - Crianças recém-nascidas, até com pelo menos um ano de idade e 9 kg devem usar cadeiras de segurança – bebês-confortos ou cadeiras conversíveis – instaladas no banco traseiro de costas para o movimento do carro.

- Crianças com mais de um ano de idade e entre 9 e 18 kg podem ficar em cadeirinhas de segurança viradas para frente. - Crianças que pesem entre 18 e 36 kg (normalmente entre 4 e 10 anos) devem usar o assento de segurança que posicionem corretamente o cinto de segurança. O cinto de segurança para adulto não protege as crianças pequenas dos traumas de um acidente. - Para que uma criança fique segura usando um cinto, ela deve ter altura suficiente para sentar-se e dobrar seus joelhos na borda do assento sem deslizar. - Esteja atento ao selo de certificação de Padrões de Segurança, norma que estabelece os requisitos de segurança de dispositivos de retenção para criança em veículos (cadeirinha e assento auxiliar). TranSPorTe no ÔniBuS Se a criança utiliza ônibus de linha, é necessário orientá-la para: - Esperar a parada total do ônibus para subir e, principalmente, descer. - Esperar a saída do ônibus para atravessar a rua, mesmo que seja por detrás do veículo. Nessa situação, não há visibilidade dos carros que trafegam em direção contrária. - Não colocar a cabeça e mãos para fora das janelas ou fazer qualquer outra espécie de brincadeira dentro do veículo. ÔniBuS ou van Verificar se não há superlotação e se há cintos de segurança para todas as crianças. - Verificar se tem registro concedido, anualmente,

pela Urbs, que regulamenta a prestação de serviço. naS BrincaDeiraS Da eScola - Inspecione os playgrounds onde seus filhos brincam. Procure por equipamentos apropriados para a idade. Verifique se há perigos, como equipamentos enferrujados ou quebrados e superfícies perigosas. Relate qualquer perigo à escola. - Observar se o solo do playground tem capacidade para absorver altos impactos. O correto é que seja de areia, gramado ou piso emborrachado com 7 cm de espessura. Jamais o piso deverá ser de lajota, cimento ou asfalto. - Se seu filho está envolvido em programas esportivos, converse com o coordenador ou técnico para assegurar-se de que os seguintes itens estão presentes na escola: condicionamento físico e psicológico apropriados, equipamento de segurança apropriado, ambiente seguro para atividade, supervisão adequada de adultos, regras de segurança e um plano de emergência médica. - Certifique-se de que as crianças, quando praticam esportes, estão agrupadas de acordo com seus níveis de habilidades, peso e maturidade física, especialmente para esportes de contato. - Cheque se a escola dispõe de algum adulto para supervisionar as brincadeiras no playground. Essas são algumas informações que com certeza podem ajudar, e muito, para a segurança dos nossos pequenos estudantes. Sempre que possível, leve e busque seu filho na escola. Mesmo que ele já tenha idade suficiente para ir e voltar sozinho.

3


4

13 a 19/02/2017

A Gazeta Região Metropolitana

www.grupoparanacomunicacao.com.br

||piraquara

Obras do segundo lote do PAC avançam no bairro Guarituba As obras do segundo lote do PAC Guarituba avançam. Serviços de drenagem e pavimentação foram retomados e já beneficiam a população da região. Nesta semana as intervenções estão sendo realizadas na Rua das Andorinhas e nas imediações da Rua Gerhard Von Scheidt. No lote dois, por exemplo, serão executados 10 quilômetros de asfalto, sistema de galerias pluviais e outras obras complementares na área delimitada entre a Rodovia João Leopoldo Jacomel, rua Betonex e rua Pastor Adolfo Weidmann, incluindo as ruas Gerard Von Scheidt, das Andorinhas e um primeiro trecho da São José. Nesse perímetro serão contempladas as ruas Maria Lobato Amaral, Sebastião Victor dos Santos, José Geraldo Ribeiro, Rua da Paz, Ivo Alves

Prefeitura realiza encontro de supermercados e mercados de Piraquara || A revitalização do grande Guarituba compreende um investimento de quase R$ 100 milhões para o resgate social de mais de 8 mil famílias

da Silva, Rua da Serra, Olleotti Maria, Mariane Sais e Miguel Lucas Barreto. PAC Guarituba A revitalização do grande Guarituba compreende um investimento de quase R$ 100 milhões para o resgate social

de mais de 8 mil famílias, com a construção de casas populares, obras de infraestrutura e regularização fundiária. Os recursos são do Programa de Aceleração do Crescimento – PAC do Governo Federal, com contrapartidas dos governos estadual e municipal.

Teve início a semana da Declaração Anual do MEI em Piraquara A Sala do Empreendedor de Piraquara está mobilizada para atender os microempreendedores individuais que necessitam fazer a Declaração Anual do Simples Nacional do MEI. Entre os dias 13 e 17 de fevereiro o Sebrae em parceria com os municípios promove a Semana Nacional DASN, mas em Piraquara o procedimento já está sendo realizado desde janeiro. A declaração anual é obrigatória, nela o microempreendedor deve informar as suas operações do ano anterior para não ter o CNPJ bloqueado. A Sala do Empreendedor de Piraquara atende os empreendedores de forma gratuita, orienta sobre os procedimentos e auxilia no envio da declaração. Anualmente os Micros Empreendedores Individuais (MEI) devem declarar seus rendimentos, que não devem passar do valor de R$60.000,00 por ano. Hoje Piraquara possui mais de 4 mil MEIs, que contam com todo o su-

|| Na declaração anual, o microempreendedor deve informar as suas operações do ano anterior para não ter o CNPJ bloqueado porte e atendimento da Sala do Empreendedor do município, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico. Sala do Empreendedor de Piraquara A abertura do próprio negócio, ou ampliação dele, se tornou realidade para os empreendedores piraquarenses nos últimos anos. Por meio da Sala do Empreendedor, a Prefeitura de Piraquara oferece desde a

A Secretaria Municipal de Saúde, em parceria com a Universidade Federal do Paraná, realizou na última terça-feira (07) o I Encontro de Supermercados e Mercados de Piraquara. O evento, realizado no Teatro Municipal Heloína Ribeiro de Souza, reuniu proprietários, gerentes e manipuladores de alimentos dos estabelecimentos do município para apresentar o projeto “Promoção de boas práticas higiênicas em supermercados, mercados e restaurantes”. O projeto será desenvolvido em seis etapas, com o levantamento de um diagnóstico dos estabelecimentos locais, aplicação de quest ionários, oficinas de capacitação e assessoramento, entre outras atividades. “É um projeto voltado a realidade de cada mercado. Todas as atividades serão realizadas nas instalações dos estabelecimentos em conjunto com os gerentes, manipuladores de alimentos e a própria população consumidora”, explicou a Professora da UFPR e coordenadora do projeto, Marcia Oliveira Lopes. De acordo com a Secretária de Saúde de Piraquara, Maristela Zanella, além de auxiliar

os proprietários a se adequarem a legislação sanitária vigente, o projeto também visa o fortalecimento do comércio local. “A Vigilância Sanitária vai assessorar os estabelecimentos para que eles se organizem e ofertem um produto de qualidade para a população. Isso é importante, pois as pessoas passam a acreditar e ter certeza que aqui no município vão encontrar serviços de qualidade”, ressaltou. As próximas etapas do projeto são: - Levantamento das condições higiênico-sanitárias e da adesão às Boas Práticas higiênicas; - Aplicação de questionários sobre Boas Práticas higiênicas e segurança alimentar; - Oficinas de capacitação em Boas Práticas e manipulação higiênica dos alimentos; - Reaplicação dos questionários sobre Boas Práticas higiênicas e segurança alimentar; - Reaplicação das listas de verificação para levantamento das condições higiênico-sanitárias e da adesão às Boas Práticas higiênicas; - Devolut iva dos resultados.

orientação e formalização básica até o aporte financeiro por meio de linhas de crédito facilitadas da Fomento Paraná. A criação do espaço possibilitou o avanço dos microepreendedores individuais, geração de renda e emprego no município. Serviço Local: Secretaria de Desenvolvimento Econômico Endereço: Avenida Getúlio Vargas, nº 1396 – Centro Telefone: 3590-3307

|| A Vigilância Sanitária vai assessorar os estabelecimentos para que eles se organizem e ofertem um produto de qualidade para a população


www.grupoparanacomunicacao.com.br

A Gazeta Região Metropolitana

13 a 19/02/2017

5

||pinhais

Diversas obras trazem melhorias para o município de Pinhais Dentre as várias frentes de trabalho, algumas obras se destacam por refletirem em importantes mudanças nas regiões em que estão concentradas

|| A prefeita de Pinhais, Marli Paulino, ressalta que a Secretaria de Obras Públicas de Pinhais está trabalhando intensamente para dar continuidade às melhorias que a cidade precisa

A Secretaria Municipal de Obras Públicas de Pinhais (SEMOP) está retomando o calendário de atividades e diversas intervenções estão ocorrendo pela cidade. Dentre as várias frentes de trabalho, algumas obras se destacam por refletirem em importantes mudanças nas regiões em que estão concentradas. N a A ve n i d a J a c o b Macanhan continuam as obras para duplicação do trecho entre a Rua Pérola e a Avenida Uirapuru. Neste momento, a equipe da SEMOP está trabalhando na drenagem e no reforço da base, para posterior-

mente fazer a aplicação do asfalto. A Rua Malásia, no bairro Pineville, passa por troca da pavimentação, entre as ruas Libéria e Congo. Após o término da obra, o trecho contará com asfalto permanente e meio-fio. Já no bairro Emiliano Perneta, a Secretaria de Obras trabalha na abertura de acesso da Rua Sertaneja para a Rua Mandaguaçú, com pavimentação em antipó. Outra via que recebe troca de pavimentação e melhorias na drenagem é a Rua Antonio Taborda Ribas, no Centro. Concluída a obra, a rua terá asfalto permanente e meio-fio.

Destaque também para a abertura de rua na marginal do Rio Atuba, local onde será implantado o Parque Linear do Atuba. Esta obra vai facilitar o acesso da população à Avenida Ayrton Senna da Silva. A prefeita de Pinhais, Marli Paulino, ressalta que a Secretaria de Obras Públicas de Pinhais está trabalhando intensamente para dar continuidade às melhorias que a cidade precisa. “Estamos retomando as atividades e novas obras estão por vir, a transformação de Pinhais não para, pois queremos melhorar cada vez mais a infraestrutura da cidade”, afirma Marli Paulino.

Profissionais de Pinhais participam de formação sobre Diagnóstico em Políticas Públicas Profissionais que atuam em diversas Secretarias da Prefeitura de Pinhais participaram, nos dias 8 e 9 de fevereiro, de uma formação sobre Diagnóstico em Políticas Públicas e o Plano Plurianual. O evento, organizado pela Secretaria de Finanças, por meio do Departamento de Orçamento, foi realizado no Centro de Formação dos Profissionais da Educação (Cenforpe II), localizado no bairro Weissópolis. Durante os encontros, os part icipantes t iveram orientações em relação ao planejamento estratégico municipal; sobre o Plano Plurianual(PPA) e os ciclos das políticas públicas municipais; e a relação do plano diante do contexto das práticas de gestão pública contemporânea. Além des tes temas, também foram t ratados

assuntos referentes à elaboração do PPA e o potencial de transformá-lo em instr umento de gestão e motivação das equipes de governo; gestão, monitoramento e avaliação do PPA e o plano como instrumento de gestão. Plano Plurianual O Plano Plurianual é um planejamento governamental indicado pela Constituição Federal de 1988. O PPA estabelece diretrizes, objetivos e metas da Administração Pública para um período de quatro anos, organizando as ações do governo municipal. Ele dá suporte às leis de Diretrizes Orçamentárias (LDO) e às Leis Orçamentárias Anuais (LOA) que apontam onde e como os recursos do Governo são aplicados a cada ano.

|| Durante os encontros, os participantes tiveram orientações em relação ao planejamento estratégico municipal


6

13 a 19/02/2017

A Gazeta Região Metropolitana

www.grupoparanacomunicacao.com.br

||Quatro Barras

Prefeitura de Quatro Barras propõe criação do Parque Linear do Timbu Proposta é recuperar o meio ambiente e criar um amplo complexo com áreas de caminhada, pedalada e uma arena aberta para multi eventos, com atividades culturais, recreativas e de educação ambiental A Prefeitura de Quatro Barras está propondo a criação de uma estrutura sem precedentes na via que liga a área central do município ao bairro Jardim Menino Deus. É o Parque Linear do Timbu, um projeto de recuperação ambiental, com áreas de caminhada, pedalada, espaços de lazer e uma arena aberta multi eventos, para a promoção de atividades culturais, recreativas e, principalmente, de educação ambiental. O projeto prevê replantio de espécies nativas e a recuperação da qualidade hídrica do Rio Timbu. A área destinada ao parque é da Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) e engloba um território de área verde de ambos

os lados da Avenida Francisco Sbrissia. Na terça-feira, dia 7, o Prefeito Angelo Andreatta (Lara) e os vereadores André Luiz Barcia da Silva, Paulo Cesar de Lima Junior (Juninho), Sandro Eleno Andreatta (Leno), Vandir Rodrigues, Wagner Pertel dos Santos (Vaguinho), Vânia de Lara Araujo e Mauro dos Santos estiveram reunidos com a equipe técnica da Sanepar para expor o projeto e buscar parcerias. Entre os presentes esteve o consultor estratégico da Diretoria de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Joaquim Severino; a geóloga Ester Amélia Assis Mendes; a bióloga da Unidade de Serviço de Recursos Hídricos, Claudia

|| Grupo visitou área indicada à implantação do parque, entre o Centro e o bairro Jardim Menino Deus

R. Vítola; e a engenheira civil Vânia Andretta Lobo. Lara afirmou que este foi o segundo encontro para tratar sobre o parque. Há pouco mais de dez dias, o prefeito conversou com o presidente da Sanepar, Mounir Chaowiche e o diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Companhia, Glauco Machado Requião. “Fomos muito bem recebidos e observamos realmente um interesse, uma receptividade em desenvolver projetos que

beneficiem o meio ambiente e a população”, destacou. Após a explanação do projeto com técnicos das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e Planejamento Urbano e Obras, o grupo fez uma visita in loco à área. Uma das preocupações do prefeito diz respeito ao uso que vem se fazendo da área, principalmente para o descarte de lixo. “Hoje a área está vulnerável, por inúmeras vezes evitamos invasões e já foram reti-

radas toneladas de lixo. O que estamos propondo é a criação de um parque que zele por este patrimônio ambiental, mas que ao mesmo tempo agregue um ganho social, beneficiando diretamente a população”, afirmou. Além de buscar os recursos para viabilização do projeto com a Sanepar, Lara disse que estuda um plano de manejo para o parque, envolvendo grupos como os Desbravadores, o Clube da Árvore, escoteiros, entre outros. “Queremos realmente viabilizar este grande projeto que será um marco para Quatro Barras, e que vai atender cerca de 15 mil pessoas que moram nas regiões de entorno”, afirmou. A Prefeitura de Quatro Barras e a Sanepar devem estabelecer um termo de cooperação nos próximos dias. A companhia também vai analisar a viabilidade de execução do projeto. Lara disse que, se aprovado, a Prefeitura será parceira na aplicação dos investimentos.

Projeto de grafite deve estimular a arte e reduzir pichações Um novo projeto já começa a nascer em Quatro Barras com a proposta de transformar a pichação, que é um crime previsto em lei federal, em grafite - uma forma de expressão cultural. Este foi o tema do encontro que reuniu o prefeito Angelo Andreatta (Lara); o secretário de Cultura, Esporte, Lazer e Juventude, Adriano de Lara; o diretor de Cultura, Enéas Ribeiro Corrêa; o conselheiro tutelar Lucio Mauro Biz, e jovens da comunidade ligados ao grafite. Christopher, Leonardo, Luis e Tairone, moradores da Borda do Campo, serão alguns dos adolescentes beneficiados pelo projeto. Os participantes serão orientados pelos irmãos grafiteiros Gabriel e Gustavo, moradores do Jardim Menino Deus, que já atuam com o grafite inclusive como convidados

|| A ideia é oferecer oficinas educativas a estes e outros jovens da comunidade

em eventos nacionais, e serão os porta vozes da iniciativa que deve estimular a veia artística na cidade, de uma forma benéfica para seus moradores. A ideia é oferecer oficinas educativas a estes e outros jovens da comunidade. “Queremos estimular a veia cultural do grafite, mas de forma ordenada, planejada, em um local próprio,

colocando um fim nas pichações de prédios públicos e residências, que não são benéficas para a cidade. Mas ao mesmo tempo, queremos valorizar o talento destes jovens, dando subsídios para que desenvolvam seus dons ainda mais”, disse Lara. Do encontro realizado na segunda-feira, dia 6, alguns tópicos foram pactuados: além

das oficinas, a proposta é criar um evento de lançamento do projeto e ao final estabelecer um campeonato dos melhores trabalhos, com direito à premiação. Em contrapartida, os jovens também assumem o compromisso de acabar com as pichações. “Por mais que a pichação seja uma forma de expressão, ela não é boa para a cidade. Com o projeto poderemos dar lugar a algo mais cultural através do grafite”, disse o grafiteiro Gustavo Leon Marcondes. Lara disse que o principal objetivo do projeto é tornar a cidade mais bonita e ao mesmo tempo incentivar os diversos meios de expressão. Por isso, o projeto vai acontecer em pontos da cidade já pichados. O primeiro deles deve ser a Praça Marcos Tamanini, no Jardim Menino Deus.

várias mãos O diretor de Cultura, Enéas Ribeiro Corrêa, disse que o surgimento do projeto ocorreu de forma simultânea, a várias mãos. As demandas de uma cidade sem muros pichados, a necessidade de um projeto voltado à juventude e a oportunidade de desenvolver novas habilidades culturais culminaram na iniciativa, que deve mobilizar mais de 30 jovens da comunidade. Ainda segundo Enéas, passada a etapa das oficinas, as escolas também devem ser engajadas como pontos de divulgação. “As escolas poderão ter seus muros revitalizados com a marca artística dos grafiteiros, e o mais importante, o projeto dará bons exemplos para crianças e jovens que seriam potenciais pichadores, conduzindo para o caminho da arte e da cultura”, afirmou.


www.grupoparanacomunicacao.com.br

A Gazeta Região Metropolitana

13 a 19/02/2017

7

||são josé dos pinhais

Na manhã desta sexta-feira (10), o secretário de Indústria, Comércio e Turismo, Giam Celli e sua equipe, junto com o representante da Agência Paraná de Desenvolvimento, Jean Alberini, apresentaram ao prefeito Toninho Fenelon, o estudo realizado no município em 2016, e que resultou em um relatório, que é um portfólio da cidade para investidores. De acordo com Giam Celli, o relatório é parte do Programa Municipal de Atração de Investimentos (PMAI), que tem como objetivo identificar os potenciais econômicos de São José dos Pinhais, a fim de direcionar aos polos econômicos tais investimentos. “O PMAI é executado através de convênio firmado com o Governo do Estado e com ele esperamos atrair novos investimentos para São José dos Pinhais. O repres entante da Agência Paraná de Desenvolvimento, que é um órgão do Governo do Estado do

Paulo Szostak/PMSJP

Programa Municipal de Desenvolvimento é apresentado ao prefeito Toninho População não precisa enfrentar filas para atendimento na Agência do Trabalhador

|| “Devemos buscar investimentos para que São José dos Pinhais volte a se desenvolver, por isso essas informações do estudo são importantes para todos os setores”, disse o prefeito Toninho Fenelon

Paraná, explicou ao prefeito que o estudo oferece uma ampla informação do município ao investidor interessado. “Todas as empresas que chegam hoje na Agência precisam destas informações. Esse estudo traz segu-

rança ao investidor, pois ele já sabe por onde começar”, explica Jean Alberini, que explicou que o segundo passo do Programa é a captação de investidores. “Sabemos que a economia não se recupera de um

dia para outro, por isso devemos buscar investimentos para que São José dos Pinhais volte a se desenvolver, por isso essas informações do estudo são importantes para todos os setores”, disse o prefeito Toninho.

O prefeito Toninho Fenelon recebeu em seu gabinete, na manhã desta sexta-feira (10), o deputado federal Leopoldo Meyer, que veio trazer uma boa notícia para São José dos Pinhais: em breve o o município deve receber duas novas ambulâncias e dois novos kits para Fisioterapia. De acordo com o deputado, a aquisição se dará por meio de uma emenda de bancada no valor de R$ 1,3 milhões. “Estes recursos serão integralmente aplicados em São José dos Pinhais, assim

que repassados ao Governo do Estado”, explicou Leopoldo Meyer. O prefeito Toninho agradeceu a emenda que garante os recursos para o município e destacou a importância do trabalho conjunto. “O trabalho dos nossos deputados que representam São José dos Pinhais, no Governo do Estado e no Governo Federal, tem sido de grande importância, uma vez que têm resultado em investimentos diretos em prol da população”, disse o prefeito Toninho.

Paulo Szostak/PMSJP

São José dos Pinhais vai receber duas novas ambulâncias e equipamentos de fisioterapia

|| Prefeito Toninho Fenelon e o deputado federal Leopoldo Meyer

As longas filas que tem se formado pela manhã na Agência do Trabalhador de São José dos Pinhais podem ser evitadas. Desde dezembro de 2015 a Agência realiza o atendimento através do agendamento on-line. Isso significa que o trabalhador pode escolher o dia e a hora para ser atendido, sem a necessidade de acordar muito cedo, ficar em pé e esperar longo período até a agência abrir. “O agendamento poder ser feito pelo computador de casa ou pelo celular. O trabalhador pode procurar também qualquer terminal gratuito de internet no município, localizado nas subprefeituras da Borda do Campo, Guatupê e Afonso Pena, no quiosque da Agência do Trabalhador, que fica na Rua XV de Novembro, quase esquina com Avenida Rui Barbosa; ou ainda na própria Agência do Trabalhador, onde atendentes estão realizando o agendamento ao longo do dia”, explica o secretário de Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Marcos Setim. Na página www.trabalho. pr.gov.br, à direita da tela há um botão escrito “Agendamento procura de emprego”, basta clicar e dar sequência ao agendamento. A Secretaria Municipal de Trabalho, Emprego e Economia Solidária – Agência do Trabalhador -, está localizada na Avenida Rui Barbosa 9244 – Centro. O atendimento é das 8h às 16h. Mais informações podem ser obtidas no telefone (41) 3283-6800.


8

13 a 19/02/2017

A Gazeta Região Metropolitana

www.grupoparanacomunicacao.com.br

||Entrevista

João Aloysio e Vanessa Martins de Souza

Ex-Prefeito de Pinhais, Luizão Depois de trinta anos filiado ao PT, o ex-Prefeito de Pinhais, Luizão Goulart, anunciou a desfiliação do partido, no sábado (04/02), durante reunião do Diretório Municipal. O motivo da saída é buscar melhores oportunidades para uma futura candidatura a Deputado Federal, em 2018, uma vez que alega não ter encontrado muitas possibilidades no Partido dos Trabalhadores (PT). Ainda analisando os inúmeros convites que tem recebido para filiação, o ex-prefeito afirma que tem o prazo até março de 2018 para escolher um partido que lhe ofereça boas condições de disputar o pleito. A G a z e ta Ci d a de d e Pinhais: O senhor deixa o PT após trinta anos. Antes de revelar os motivos de sua desfi liação, gostaria que falasse sobre a sua entrada na política. Luizão: Comecei a participar mais ativamente em 1985, por influência do grupo de jovens da igreja que frequentava. Era um tempo de forte movimento juvenil na política, e o pessoal mais antigo já participava de movimentos de associações de moradores e outros movimentos sociais. O PT era um partido novo, fundado em 1980, com grandes expectativas de renovação. Em 1984, houve o movimento pelas eleições diretas, estávamos comemorando o fim do regime militar. Enfim, uma época de muita efervescência política. A Gazeta: Quando se filiou ao PT e começou a disputar as eleições? Luizão: Me filiei em 1987. Um ano depois, em 1988, aos 26 anos, já lancei minha primeira candidatura. Foi a Prefeito de Piraquara. Eram nove candidatos e fiquei em 4º. lugar. Quem venceu a eleição foi o Luiz Cassiano. Em 1992, concorri, pela primeira vez, a vereador de Pinhais e perdi a eleição. Em 1993, fui eleito diretor de um colégio na Vila Amélia. Em 1996, fui eleito vereador de Pinhais, com 670 votos, junto com a Marli Paulino. Em 2002, fui eleito Presidente da Câmara de Pinhais para o biênio 2002/2003. No ano de 2002, também me candidatei a Deputado Estadual, tendo ficado com a 2ª suplência. A Gazeta: Em que ano foi sua primeira eleição a prefeito de Pinhais? Luizão: Foi em 2004, onde concorri com Marcos

Ceschin, Luiz Cassiano, que buscava a reeleição, e o Romeu Massignani. Com a oposição dividida, quem venceu foi o Luiz Cassiano. Em 2006, me candidatei a Deputado Estadual, obtendo a 1ª; suplência. Terminei por assumir uma cadeira na Assembleia no lugar do então Deputado Estadual Ênio Verri, que foi chamado pela então Governador Roberto Requião para assumir a Secretaria de Estado de Planejamento. Fiquei pouco mais de um ano como Deputado Estadual. A Gazeta: Conte um pouco das vitória nas eleições de 2008 e 2012 Luizão: Em 2008, junto com a Marli Paulino, fui eleito prefeito. Por sinal, vinte anos após a minha primeira eleição, disputando com o Marcos Ceschin, que tinha o apoio do Cassiano. Eu e a Marli fomos eleitos com 64% dos votos válidos. Já em 2012, fomos reeleitos, obtendo a maior votação do Brasil, quase 94% dos votos. Em suma, fui candidato pelo PT em nove eleições. A Gazeta: O que mais o motivou sua filiação ao PT? Luizão: Foi todo esse idealismo da época, essa vontade de mudar a sociedade para melhor. O Brasil passava por muitas mudanças. Foram vinte anos de regime militar, e a juventude estava muito ativa politicamente. Em 84, tivemos grandes comícios pelas Diretas Já e estávamos muito desejosos de mudanças na política. A Gazeta: É de se supor que pela sua trajetória e liderança na Região Metropolitana, o seu nome deveria estar bem cotado no partido. Por

que resolveu sair nesse momento? Luizão: Por uma questão de estratégia, procuro um grupo político mais viável a minha candidatura. Todos sabem que tenho intenção de me candidatar a Deputado Federal. No PT, temos dois deputados federais fortes, bastante atuantes, trabalhando bastante: o Ênio Verri e o Zeca Dirceu. Há, ainda, a Senadora Gleisi Hoffmann, que deverá candidatar-se em 2018 a Deputada Federal. Então, busco um grupo em que haja mais chances de viabilizar minha candidatura. A nível estadual, dentro do PT, nunca tive muito espaço. A Gazeta: O senhor diria que tem sido um pouco esquecido pela direção do partido a nível estadual? Luizão: A questão é que não há muito espaço para mim porque existem outros nomes na fila, como prioridade do partido. Talvez, agora, com as dificuldades eleitorais do partido, as coisas pudessem mudar. Mas não vejo muitas possibilidades. Em oito anos como prefeito de um dos municípios mais importantes do estado, tendo sido o prefeito mais bem avaliado do Brasil e reeleito com quase 94% dos votos, mesmo assim, a direção estadual nunca me chamou para um encontro de peso. Há outras lideranças estaduais na minha frente. Assim, via poucas chances de viabilizar uma candidatura a Deputado Federal pelo PT. A Gazeta: As denúncias de corrupção contra lideranças importantes do PT também pesaram nessa decisão de desfiliação? Luizão: Não é o caso de dizer que não tenha divergências em relação a princípios,

|| Após 30 anos no PT, ex-Prefeito de Pinhais, Luizão Goulart, deixa a sigla para v

elas existem. Tenho até março de 2018 para escolher um partido. Quero um partido que não fuja dos meus princípios e ideologia. Sempre defendi uma posição mais de centro-esquerda e, de repente, não quero entrar num partido em que tenha que defender posições de direita, ideias que não acredito. Seria uma contradição muito grande. Conversarei com alguns partidos para tomar uma decisão. A Gazeta: O senhor já havia decidido há algum tempo sair do PT ou essa decisão lhe ocorreu agora em 2017? Luizão: Eu já vinha planejando sair do PT, mas queria terminar meu mandato como Prefeito. Porém, já tinha em mente que o próximo passo para viabilizar minha candidatura a deputado federal teria de ser a troca de partido.

A Gazeta: Sobre as denúncias contra membros importantes do PT, lideranças de peso, o que o senhor tem a dizer? Luizão: Evidentemente, são posturas com as quais não podemos concordar. Não se pode apoiar certas práticas. Mas o PT foi muito massacrado pela mídia, de maneira geral. Vejamos, o PT esteve no poder federal durante doze anos, ia para dezesseis anos, se a Dilma não caísse. Isso ensejou muitas disputas, muita animosidade. Quando não se consegue discutir a política, parte-se para ataques pessoais. O Lula, como presidente, e a Dilma, no primeiro mandato, sempre priorizaram políticas para a maioria da população, os mais pobres. A Gazeta: Mas a era Lula não teria sido beneficiada pela


www.grupoparanacomunicacao.com.br

A Gazeta Região Metropolitana

13 a 19/02/2017

9

o anuncia desfiliação do PT relações com o partido e suas lideranças por sua desfiliação? Já foi questionado por alguma liderança sobre essa desfiliação? Luizão: Não creio que as coisas ficarão estremecidas. Na política as relações se mantêm. Aqui em Pinhais, abri o jogo com o Diretório Municipal. Explanei minhas razões, ficou tudo muito claro. Conversei também com o Presidente Estadual do PT, Deputado Federal Ênio Verri. Foi tudo muito pacífico.

viabilizar candidatura a Deputado Federal

conjuntura favorável economicamente, a nível mundial, inclusive? Luizão: Não se pode dizer que não foi mérito do Lula. As coisas não acontecem por acaso. Em relação a Pinhais, por exemplo, por que não foi feito antes o que dava para fazer? Essa justificativa é uma forma de se tirar o mérito das pessoas. Houve falhas, muitas falhas, nos governos do PT a nível federal, mas também houve muitos acertos e não podemos esquecer, jogando fora o que foi construído de bom. A Gazeta: Como o senhor avalia o futuro do PT? Luizão: Houve lideranças petistas muito penalizadas com as denúncias. Mas, também, estamos vendo outras lideranças de outros partidos sendo penalizadas.

A corrupção não é problema de um partido somente. Em todos, ou quase todos os partidos, há nomes envolvidos em corrupção. Com o PT no Governo Federal, houve desenvolvimento, os pobres foram mais contemplados, isso é fato. Por outro lado, não se pode negar que o PT está desgastado. Mas se a Justiça demonstrar que está tratando sem distinção a todos os paridos no combate à corrupção, veremos que quase todas as siglas sairão desgastadas desse processo. A Gazeta: O senhor conquistou, com essa longa trajetória de trinta anos, um considerável respeito dentro do PT. Inclusive, lembramos que o Lula e a Dilma já vieram a Pinhais durante sua gestão. O senhor acredita que haverá algum estremecimento nas

A Gazeta: Nas eleições de 2016, senhor apoiou as candidaturas de Marli e Rosa, em chapa sem o PT. Isso causou algum racha, alguma animosidade dentro do partido? Luizão: Não chegou a rachar. Sempre tivemos discussões muito maduras no Diretório. Tomamos decisões muito claras. Claro que defendi algumas posições que prevaleceram dentro do partido. Isso causou algumas rusgas, mas não um racha. Havia outros nomes que queriam lançar candidatura a prefeito e a vice-prefeito dentro do PT. Orientei a Rosa Maria a sair do partido para poder viabilizar sua candidatura. Assim como orientei a chapa com a Marli em 2008 e o apoio à candidatura dela a Deputada Estadual em 2014. O objetivo foi pensar na expansão da política municipal, no crescimento do município politicamente. Se a Marli tivesse sido eleita Deputada Estadual, as coisas estariam diferentes. Pinhais já estaria sendo defendida a nível estadual. Não dá para ficar brigando internamente em detrimento do município. Quero, de agora em diante, pavimentar minha candidatura a Deputado Federal. A Gazeta: De quais partidos o senhor já recebeu convite para filiação? Luizão: Já vinha recebendo convites para filiação desde muito antes de anunciar minha desfiliação do PT. São propostas de vários partidos. Vou conversar com todos. Tenho de analisar minhas chances de ser eleito.

A Gazeta: O PROS da Rosa Maria, seria uma opção? Luizão: Sim, há essa possibilidade. O PDT também é um bom partido e conta com o Deputado Federal Assis do Couto. O PROS tem o Toninho, da Fazenda Rio Grande, que talvez tente a reeleição. É preciso ver se há espaço para mais um. O PMDB tem muitos candidatos fortes, com mais de 150 mil votos, como os deputados federais João Arruda e o Hermes “Frangão” Parcianello. A Gazeta: E o PSDB? Luizão: Não, seria uma linha muito diferente. Ficaria muito complicado para eu defender essa posição . A Gazeta: O PV? Luizão: Um partido muito bom. Tem a Ex-Deputada Federal Rosane Ferreira, a quem apoiei em Araucária. Uma grande liderança. A Gazeta: Um fato recente com o ex-presidente Lula chamou a atenção do país, durante o velório da esposa Marisa Letícia. Lula fez praticamente um comício ao discursar durante o funeral. Como o senhor avalia essa postura? Luizão: Vejo com muita naturalidade o jeito dele. Foi criado um factoide em torno desse discurso. Mas é preciso lembrar que o Lula estava diante de pessoas amigas, de companheiros, e falou com naturalidade a pessoas que conheciam a família e aos companheiros de partido. Não houve nada demais naquele discurso emocionado. No velório do nosso saudoso Secretário José Zeitel, também discursei em homenagem, relembrando sua trajetória. Falei de forma empolgada. Se o discurso não contraria os fatos, os ideais da pessoa velada, não vejo mal nenhum nisso. Afinal, a Dona Marisa participou de toda a trajetória do PT, não houve contradição alguma. A Gazeta: Quais bandeiras o senhor pretende defender como Deputado Federal? Luizão: Entre as muitas bandeiras, quero focar na defesa da integração da Região Metropolitana com Curitiba. Enquanto presidente da As-

somec, pude verificar bons resultados na defesa dessa integração visando o atendimento de demandas comuns, o desenvolvimento integrado da Região. A Gazeta: No final do ano passado, o senhor realizou um encontro com lideranças da Região Metropolitana. Como o senhor avalia esse encontro? Luizão: Uma receptividade muito boa por parte das lideranças. A Região Metropolitana conta com municípios que têm os mesmos problemas, demandas em comum, mas não estão unidos, ainda. Os prefeitos têm demonstrado uma boa receptividade à ideia de fortalecer a integração para o bem comum a todos os municípios. A Gazeta: À frente da Assomec, tivemos a eleição do Prefeito Márcio Wosniak, de Fazenda Rio Grande. Na presidência do Conresol-Consórcio dos Resíduos Sólidos Urbano, a eleição do Prefeito de Curitiba, Rafael Greca. O senhor ficou satisfeito com esses resultados? Luizão: O Márcio na Assomec foi uma boa escolha, uma vez que ele foi reeleito Prefeito, e para a presidência da entidade é preciso que seja um gestor em segundo mandato. Quanto ao Conresol, considero perfeitamente justo, plausível, que seja o Prefeito de Curitiba, já que a capital responde por 70% do lixo do Consórcio. O Márcio, a quem respeito muito, demonstra disposição de trabalhar, apesar de ser de um partido não alinhado a minha trajetória. Assim, como a Prefeita de Colombo, Beti Pavim, também tucana, e que foi eleita presidente do Consórcio da Saúde. A Beti teve nosso apoio. Já temos inclusive uma parceria no mini-consórcio para os serviços do SAMU e acredito que ela trabalhará pela integração. Não olhamos cores partidárias quando se trata de resolver os problemas comuns aos municípios. Os dois Consórcios estão em boas mãos, assim como a presidência da Assomec. Se essas lideranças articularem com os demais prefeitos, poderemos avançar bastante para ajudar a todos os municípios.


10 13 a 19/02/2017

A Gazeta Região Metropolitana

www.grupoparanacomunicacao.com.br

||campina grande do sul

Prefeitura de Campina Grande do Sul leiloará veículos, equipamentos e cavalos A Prefeitura de Campina Grande do Sul realizará, no dia 21 de fevereiro, um leilão de veículos, móveis, aparelhos eletrônicos, entre outros bens inservíveis para o município. Também serão leiloados dois cavalos e duas éguas. No total, são 26 lotes com lances iniciais que variam de R$ 300 a R$ 30.000. Entre os veículos que vão a leilão há carros, caminhões, ônibus e vans da frota municipal. No lote de aparelhos eletrônicos constam impressoras, monitores, televisores, aparelhos de DVD e outros. Entre os móveis, estão mesas, cadeiras, geladeiras e aparelhos de ar condicionado. “São bens que não estão mais a serviço da comunidade. Nosso objetivo é angariar fundos que possibilitarão a aquisição de novos equipamentos e veículos”, disse o prefeito, Bihl Zanetti. O leilão será na Câmara Municipal, organizado pelo

Escolas e Cmeis dão boas vindas aos alunos com atividades especiais || Entre os veículos que vão a leilão há carros, caminhões, ônibus e vans da frota municipal

leiloeiro oficial Paulo Roberto Nakakogue. Também serão aceitos simultaneamente lances online. Para participar é preciso fazer um cadastro no site www.nakakigueleiloes. com.br e enviar por e-mail os documentos solicitados (RG, CPF e comprovante de residência) até 24 horas antes do leilão. Os itens leiloados estarão expostos para visitação nos dias 15, 16, 17 e 20 de fevereiro das 9h às 11h30 e das 14h às 17h. Os bens

móveis em geral, incluindo sucatas, estarão no centro de eventos. Os semoventes (cavalos e éguas), no Rancho Dalprá e os veículos, na Secretaria Municipal de Infraestrutura. SERVIÇO O leilão será realizado às 10 horas do dia 21 fevereiro, na Câmara Municipal - Praça Bento Munhoz da Rocha Neto, 34. Confira AQUI a lista completa dos itens que serão leiloados. Mais informações: 3092-6400.

Copa Orlando Rodrigues Jr. de futebol de campo é retomada A Copa Orlando Rodrigues Jr. de futebol foi retomada da tarde deste domingo, dia 5. Na primeira rodada desta segunda fase do campeonato enfrentaram-se os times dos grupos 5 e 6. No campo da sede, o Rosário goleou o Pelezinho por 7 x 2. Em seguida, o União foi derrotado pelo Fox por 5 x 3. Já no Jardim Paulista, o S. C. Campina venceu o Peñarol por 2 x 1 e o Tchuruu ganhou do Cicamp por 4 x 2. Com os resultados, Rosário e Fox lideram o grupo 5 e Tchuruu e S. C. Campina lideram o grupo 6. Essa se-

|| A programação especial foi uma recomendação da Secretaria Municipal de Educação

Os alunos das escolas municipais e Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis) de Campina Grande do Sul foram recepcionados com atividades especiais na quarta-feira, dia 8, dia em que retornaram das férias. Gincana, pintura no rosto, cabelo maluco, contação de histórias, visita de personagens, jogos e brincadeiras movimentaram as crianças. A programação especial foi uma recomendação da Secretaria Municipal de Educação. “É uma forma de darmos as boas vindas às crianças e começarmos o ano letivo de forma alegre e divertida”, disse a secretária da Educação, Neiva de Souza Oliveira. A rede municipal de ensino de Campina Grande do Sul possui 12 escolas e 15 Cmeis. Ao todo, são aproximadamente 5,6 mil alunos.

Guarda Municipal faz ação preventiva no Eugênia Maria || Os dois melhores times de cada grupo se classificarão para as semi-finais

gunda fase da competição ainda terá mais duas rodadas. Os dois melhores times de cada grupo se classificarão para as semi-finais. A

Copa Orlando, que está em sua 5ª edição, é promovida pela Secretaria Municipal de Esporte, Lazer e Juventude.

A Guarda Municipal de Campina Grande do Sul realizou mais uma operação preventiva na tarde de sexta-feira, dia 3. Desta vez a ação foi no bairro Eugênia Maria. A equipe orientou o trânsito e fez a consulta de dezenas de veículos, abordando alguns casos suspeitos. Na semana passada, o mesmo trabalho havia sido realizado na rua Professor Duílio Calderari e na rua José Sbalcheiro, no Jardim Paulista. “Foi mais uma ação em prol da segurança dos munícipes. A ideia é repetir a operação em outros pontos da cidade”, contou o secretário de Ordem Pública e Segurança, Jefferson Cordeiro.


www.grupoparanacomunicacao.com.br

A Gazeta Região Metropolitana

13 a 19/02/2017

11

||colombo

|| Para atender e pensar no futuro dos jovens, Beti Pavin citou que o município conta com o Instituto Federal do Paraná (IFPR), no Roça Grande, com cursos técnicos e profissionalizantes

Durante a abertura do ano legislativo na Câmara Municipal, realizado na terça-feira, dia 7, a Prefeita Beti Pavin destacou que é necessário ter harmonia entre os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e recebeu uma homenagem da Casa em alusão aos 127 anos de emancipação política do município, comemorado no último dia 05. “O Executivo, o Legislativo e o Judiciário são poderes independentes, mas que devem trabalhar e estar em harmonia para que os serviços e as ações de todas estas instâncias cheguem com mais eficiência para a população, principalmente neste período de crise, para atendermos as expectativas e necessidades dos cidadãos”, pronunciou a Prefeita na tribuna da Câmara. Beti destacou que ao longo dos seus 58 anos, já vivenciou várias crises financeiras e por conta desta experiência, acredita que esta esteja no final. “Como gestora dos recursos públicos municipais sofro muito porque as

despesas são fixas e a arrecadação não, por isso, temos que olhar para as principais necessidades da população.” A Prefeita, também falou aos presentes que quer continuar fazendo a diferença na vida dos colombenses. “Somos um município populoso, grande, com diversas questões sociais para serem resolvidas. Em função disso, nossas prioridades são a saúde, a educação e a assistência social dando a acolhida para quem mais precisa”, explicou. Para atender e pensar no futuro dos jovens, Beti Pavin citou que o município conta com o Instituto Federal do Paraná (IFPR), no Roça Grande, com cursos técnicos e profissionalizantes. Em construção está uma unidade do Senai, no Guaraituba. “Todos sabem que a educação está entre as minhas prioridades, então fiz questão de fazer estas parcerias para dar oportunidade aos jovens a se inserirem com mais facilidade no mercado de trabalho”. Já no atendimento às crianças, a Prefeita mencionou sobre as construções

de duas escolas em tempo integral, uma no Guaraituba e outra na Vila Ana Maria. Discorreu também a respeito do andamento dos trabalhos da Santa Casa de Misericórdia e da construção da UPA do Osasco para o incremento dos serviços de saúde no município. Para finalizar, Beti destacou que acredita na pujança de Colombo. “Estamos trabalhando muito forte, com muito zelo e esperamos que em um curto espaço de tempo vamos sair desta crise tentando ser mais assertiva e justa nas políticas públicas pautada sempre no amor e no respeito ao próximo”, completou a Prefeita desejando sucesso aos vereadores. A sessão também contou com uma benção ecumênica realizada por quatro religiosos, homenagens aos dois primeiros bebês que nasceram em 05 de fevereiro, data dos 127 anos de emancipação política de Colombo e também entrega de placa comemorativo a personalidades da sociedade civil organizada.

Vandalismo faz Colombo perder R$ 384 mil por ano com placas de sinalização A Prefeitura de Colombo gasta R$ 384 mil por ano para recuperar placas de sinalização danificadas ou furtadas. Os bairros com os maiores índices de vandalismo de acordo com o levantamento, realizado em 2016, pela Secretaria de Obras e Viação, pasta responsável pela sinalização do trânsito do município, são o Guaraituba e o Jardim Monza. Segundo o Secretário da pasta, Agnaldo Santos, o custo de uma placa ao município, em média, é de R$ 160,68 cada unidade, entre a fabricação e a instalação. “É uma perda muito significativa para o município, principalmente, em uma época de crise, em que todas as economias são importantes. O valor gasto com a troca das placas daria, por exemplo, para construir meio quilômetro de asfalto novo por ano”, exemplifica Santos. Mensalmente, as equipes da Prefeitura realizam o re-

paro de cinco placas, gerando uma despesa de R$ 32.574,74 mil e interferindo na segurança de pedestres e motoristas. O número preocupa, visto que durante todo o ano de 2016, a Prefeitura de Colombo gastou R$ 384 mil. “São vandalizadas 1.320 placas ao ano, que além do custo financeiro proporcionado ao município, aumenta os riscos de acidentes de trânsito, pois as vias do município possuem um grande tráfego de veículos circulando diariamente”, alerta o secretário da pasta. A Secretaria de Obras e Viação está disponível para receber denúncias pelo telefone 41-3663.2244 e/ou no endereço Rua Antonio Francisco Scrock, 337 – São Gabriel. “Com a população nos ajudando e denunciando, aumenta as chances de evitar o vandalismo, além de agilizar a substituição das placas”, explica Santos.

Marcio Fausto/PMC

Marcio Fausto/PMC

Prefeita participa da abertura do ano legislativo na Câmara Municipal

|| Durante todo o ano de 2016, a Prefeitura de Colombo gastou R$ 384 mil


12 13 a 19/02/2017

www.grupoparanacomunicacao.com.br

A Gazeta Região Metropolitana

||Curitiba

Greca e vereadores definem ações para melhorar infraestrutura nos bairros O Prefeito Rafael Greca e os vereadores Mauro Bobato e Oscalino do Povo estiveram, na sexta-feira, 10, definindo ações para melhorar a infraestrutura em bairros de Curitiba. A intenção é aprimorar o sistema de sanitário e a pavimentação, além de atuar na regularização fundiária. Também participou da reunião, o administrador regional do Bairro Novo, Fernando Werneck Bonfim. Na conversa, o vereador Mauro Bobato, que estava acompanhado do administrador regional do Bairro Novo, Fernando Werneck, levaram ao Prefeito demandas da região do Umbará. Um dos problemas do bairro é a ausência de redes coletoras de esgoto, em áreas mais distantes. Uma das soluções apresentadas foi a utilização do sistema de RALFS (Reator Anaeróbio de Manto de Lodo e Fluxo), que são tanques de coleta e biodigestão dos resíduos sanitários. “Os Ralfs coletam o esgoto em tanques

Cesar Brustolin/SMCS

A intenção é aprimorar o sistema de sanitário e a pavimentação, além de atuar na regularização fundiária

|| O prefeito Rafael Greca e os vereadores Mauro Bobato e Oscalino do Povo estiveram, na sexta-feira, 10, definindo ações para melhorar a infraestrutura em bairros de Curitiba

que, adicionados componentes, fazem o tratamento sanitário. Já fiz isso na gestão anterior, podemos fazer novamente”, afirmou Greca. Na reunião Greca disse que pretende melhorar a malha viária da região, em

especial a rua Nicola Pelanda e a estrada do Ganchinho. “Em breve, vamos reativar a Usina de Asfalto da Prefeitura de Curitiba e com esta produção vamos levar asfalto de qualidade para a estrada do Ganchinho”, disse o Prefeito.

FANNY E VILA LINDÓIA O vereador Oscalino do Povo disse ao Prefeito que já começou um trabalho de manutenção na região do Fanny e Lindóia. “A Prefeitura voltou a ser presente

Trajes para Festas FORMATURAS 15 ANOS CASAMENTOS

Locação e Vendas PREÇOS ESPECIAIS PARA 1ª LOCAÇÃO

Rua Marechal Deodoro, 1629 - Alto da XV - Curi ba - (41) 3319.0807 - (41) 9613.8781

nos bairros, com os serviços sendo prestados para todos”, disse o vereador. Um dos pedidos de Oscalino foi a regularização fundiária e ampliação do número de moradias populares na região do Fanny e Lindóia, que devem ser acompanhadas com novos equipamentos públicos. “É preciso planejar escola, posto de saúde, transporte e tudo que for preciso para atender essas pessoas. Não apenas fazer ou regularizar as moradias”, ressaltou o prefeito quanto a amplitude necessária do projeto. Oscalino sugeriu a participação de estudantes universitários na elaboração dos estudos e participação no processo habitacional. A ideia agradou o prefeito. Por fim, foi proposto um dia de ação social, integrando diversos órgãos e secretarias com serviços gratuitos, no campo de futebol do Villa Fanny, evento que será planejado em parceria com a prefeitura para o mês de maio.


www.grupoparanacomunicacao.com.br

A Gazeta Região Metropolitana

13 a 19/02/2017

13

||Notícias do Estado

Comissão do BID conhece obras rodoviárias na Região Metropolitana de Curitiba

|| Com a redução da pobreza, o Paraná foi o Estado que mais diminuiu o número de beneficiários do Bolsa Família em todo país

para as famílias mais pobres”, diz Suzuki Júnior. POBREZA O Paraná conseguiu diminuir a pobreza em 15% entre 2009 e 2015, de acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) do IBGE. O número de pessoas que residem em domicílios cuja renda mensal per capita é de até meio salário mínimo – um dos critérios para medir a pobreza - caiu de 2,1 milhões para 1,5 milhão no Estado. Foi a maior queda entre os estados do sul e quase cinco vezes a registrada no Brasil no mesmo período. Entre 2009 e 2015, o número de pessoas que ganhava até meio salário mínimo no Brasil caiu 3,3%, de 58,2 milhões para 56,3 milhões. “Hoje o Paraná também se consolida como um Estado socialmente responsável. Os resultados alcançados pelo programa Família Paranaense nos enchem de orgulho e mostram que estamos no caminho certo”, diz a secretária estadual da Família e Desenvolvimento Social, Fernanda Richa. Lançado em 2012, o programa Família Paranaense, principal programa do governo para redução de pobreza no Estado, atende famílias que vivem em situação de risco e vulnerabilidade social.

Desde a sua implantação, já chega a 265,6 mil o total de famílias atendidas em todos os municípios do Estado. Por meio da modalidade de transferência de renda às famílias que vivem em extrema pobreza, o programa reúne ações articuladas de 19 secretarias e órgãos estaduais. São ações principalmente nas áreas da assistência social, educação, saúde, habitação, agricultura e trabalho. MUNICÍPIO O levantamento do Ipardes mostra que em Curitiba o volume de famílias dependentes do programa Bolsa Família caiu 30,5%, de 42.747 em 2010, para 29.701 em 2016. A maior queda, no entanto, se deu nos municípios de menor porte. Santo Inácio, no Norte do Estado, foi o que registrou maior recuo no número de dependentes do Bolsa Família. Em 2016, o município tinha 47 famílias atendidas pelo programa, 80% menos do que as 235 em 2010. Itambé, na Região Metropolitana de Maringá, registrou uma queda de 78,6%, de 215 para 46, e Itaguajé, no Noroeste, teve queda de 71,3%, de 380 para 109 famílias. Em 2016, a remuneração média por família no Bolsa Família no Paraná foi de R$ 152,17.

Representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) visitaram, na semana passada, obras rodoviárias da Região Metropolitana de Curitiba. O procedimento foi coordenado por técnicos do Departamento de Estradas de Rodagem (DER/PR), que apresentaram um panorama atual sobre as condições das rodovias, os desafios na execução das obras e todo o planejamento para reduzir os gargalos rodoviários nos municípios da RMC. A visita da comissão do BID faz parte da programação dos estudos que envolvem o Programa Estratégico de Infraestrutura e Logística de Transportes do Estado. Orçado em US$ 435 milhões, o programa prevê uma série de obras em rodovias do Paraná, como construção de contornos, pavimentação de novas rodovias e também duplicações. Questões relativas à reintegração de faixas de domínio, aspectos ambientais e a elaboração dos projetos referentes às obras foram discutidas. Na rodovia João Leopoldo Jacomel (PR-415), principal ligação entre Curitiba, Pinhais e Piraquara, os engenheiros responsáveis pela obra destacaram o planejamento para a construção de obras de artes especiais (viadutos e trincheiras) em trechos de perímetro urbano

e com intenso tráfego de veículos. Por dia, cerca de 25 mil veículos circulam nos dois sentidos, a maioria automóveis leves e motos. “Essa etapa em campo é importante para que a comissão do Banco Interamericano de Desenvolvimento conheça toda a complexidade que envolve os serviços de reestruturação ou construção de novas rodovias em locais com grande concentração populacional”, afirma o diretor-geral do DER, Nelson Leal Junior. FINANCIAMENTO Do valor total de US$ 435 milhões, a proposta prevê um financiamento de US$ 235 milhões em empréstimos junto ao BID e os outros US$ 200 milhões de contrapartida do Governo do Paraná. A expectativa é que o empréstimo seja assinado no segundo semestre de 2017. INFRAESTRUTURA Além dos recursos para modernização das rodovias, o financiamento do BID prevê, também, a criação de pontos de armazenagem de grãos, estacionamentos e áreas de serviços em regiões estratégicas para o transporte de cargas no Paraná. A intenção é construir esses centros em Cascavel, Maringá, Ponta Grossa, Guarapuava e Guaíra. Jorge Woll/DER

O Paraná reduziu o número de famílias dependentes do Bolsa Família nos últimos anos. Dados do Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico Social (Ipardes), baseados em números do Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário, mostram que o Estado tinha 370,8 mil famílias dependentes do programa em 2016. O volume é 20,5% menor do que o registrado em 2010 (466,6 mil). O Paraná foi o Estado que mais reduziu o número de beneficiários do Bolsa Família no período. Em segundo lugar ficou Rondônia, com redução de 18%, de 114,1 mil para 93,5 mil famílias. No Rio Grande do Sul o número caiu 16,4%, de 456,8 mil para 379,2 mil. Em todo o País, no entanto, o programa federal, criado para auxiliar pessoas em situação de extrema pobreza, ampliou o número de usuários em 6%, de 12,8 milhões para 13,7 milhões de famílias. A principal explicação para a redução do número de beneficiários do Bolsa Família no Paraná está na diminuição da pobreza no Estado, na avaliação do economista Julio Suzuki Júnior, diretor-presidente do Ipardes. Programas de combate à pobreza, como o Família Paranaense, e de incentivos para instalação de empresas e geração de empregos, como o Paraná Competitivo, têm contribuído para melhorar a renda da população e tirar famílias da linha da pobreza. “O que se observa no Paraná, nos últimos anos, é que o rendimento subiu mais entre a parcela da população com menor renda. Programas de assistência social e de promoção do emprego vêm proporcionando maior independência e autonomia

Rogério Machado/SECS

Programa Família Paranaense ajuda a reduzir dependentes do Bolsa Família

|| Representantes do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) visitaram na semana passada obras rodoviárias da Região Metropolitana


14 13 a 19/02/2017

A Gazeta Região Metropolitana

www.grupoparanacomunicacao.com.br

||notícias do planalto

Temer destaca papel da Caixa Econômica nos programas sociais Como executor do Minha Casa Minha Vida e do Bolsa Família, por exemplo, instituição virou uma das principais faces do governo federal Marcos Corrêa/PR

|| O presidente também destacou a colaboração e o diálogo entre a instituição e o governo federal

O presidente da República, Michel Temer, destacou, na quinta-feira, dia 9, o papel social da Caixa Econômica Federal nos principais projetos do Governo Federal. A declaração ocorreu durante a abertura do Encontro Caixa 2017, evento que reuniu gestores regionais e nacionais para apresentação de ações de impulso ao crescimento da economia brasileira. Uma das funções da Caixa é executar programas sociais como o Bolsa Família, o Minha Casa Minha Vida e Cartão Reforma, por exemplo. Dessa forma, entende Temer, o banc o torna-se a principal face do Governo Federal. “A presença do poder público se faz, muitas vezes, por agentes da Caixa. Eles são o primei-

ro contato, a primeira visão que o cidadão tem do Governo”, afirmou. Temer também destacou a colaboração e o diálogo entre a instituição e o Governo Federal. “Os ministros do meu governo, quando vão tratar de questões atinentes ou quando se necessita da Caixa Econômica Federal, logo encontram respaldo nos seus pleitos”, disse. País de reformas Michel Temer citou o diálogo com a Caixa como exemplo de relacionamento que o governo mantém com as outras instituições da República, como o Poder Judiciário e o Congresso Nacional. “Foi o diálogo que nos permitiu aprovar matérias fundamentais para o País que

estavam paradas há anos, como a questão do teto dos gastos”, ressaltou. Outro exemplo citado foi a reforma do Ensino Médio, que foi aprovada pelo Senado Federal na última quarta-feira, dia 8, e seguiu para sanção presidencial. Temer adiantou que pretende sancionar a matéria “nesses próximos dias, muito rapidamente”. O presidente lembrou, também, o projeto de modernização das leis trabalhistas, que buscou conciliar demandas dos trabalhadores e dos empregadores. “Conseguimos, em poucos meses, avançar e enviar para o Congresso Nacional reformas que eu imaginava que levariam cerca de dois anos para acontecer”, disse.

Economistas classificam IPCA de janeiro como surpresa positiva Com um cenário mais favorável para o custo de vida neste início de ano, especialistas apostam que a inflação vai ficar dentro do que o Banco Central quer, uma taxa de 4,5% ao ano. Se esse valor se confirmar, será a melhor taxa desde 2009. Diante desse quadro, a expectativa é de que os juros no País também possam continuar a cair. O Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de janeiro ficou em 0,38%, resultado menor que o esperado pelo mercado financeiro e classificado como uma boa surpresa. Para José Francisco de Lima Gonçalves, economista-chefe do Banco Fator, esse resultado mostra que os choques, ou os piores momentos para o custo de vida, foram superados. Em análise publicada por ele, a avaliação é de que o cenário continuará favorável nos próximos meses, o que deve permitir cortes maiores na taxa básica de juros. “Aguardamos queda de 1 ponto percentual na Selic”, afirmou. Na última reunião do Banco Cen-

tral que definiu essa taxa, o corte foi menor, de 0,75 ponto percentual. IPCA 2017 O economista Leandro Câmara Negrão, do Bradesco, publicou recentemente análise em que avalia que o preço dos alimentos deve contribuir de maneira favorável para levar a inflação para o centro da meta. No texto, afirma que os primeiros indicadores de custo de vida divulgados neste ano “têm confirmado esse ambiente de alívio dos preços dos alimentos”. A projeção do economista é de que o IPCA termine o ano “exatamente” no centro da meta, em 4,5%. “Na nossa visão, esse cenário para a inflação deve permitir que o Banco Central siga com o processo de redução da taxa básica de juros da economia”, ponderou. Na Concórdia Corretora, a avaliação é de que inflação “estará no centro da meta em breve”, entre maio e junho deste ano. Para fevereiro, projetou a corretora, é possível o índice fique entre 0,35% e 0,40%.


www.grupoparanacomunicacao.com.br

||HORÓSCOPO

A Gazeta Região Metropolitana

||humor

www.titividal.com.br

ÁRIES – de 21/3 a 20/4 É um momento de muita energia e grandes novidades, ariano! Muitas surpresas, entusiasmo e iniciativa. Aliás, é isso que o céu mais pede de você: inove, crie, dê um passo a mais, seja mais ousado. Movimento especial no campo das amizades, na vida amorosa e nos assuntos pessoais e afetivos. Bom momento para começar a fazer algo que queria há muito tempo.

LIBRA – de 23/9 a 22/10 São dias movimentados nas relações, libriano, com novos amigos, um novo amor (?) ou boas surpresas nas relações que já existem. É um momento importante para sair, se mostrar, conversar, fazer contatos, contar suas ideias e ouvir os outros. Há muito crescimento no que se faz junto. Dias importantes no amor, em termos de diálogo, sexualidade e muito mais intimidade.

TOURO – de 21/4 a 20/5 O momento promete movimento em família, taurino. Com boas conversas, carinho, mais entendimento. Ótimos dias para assuntos que tenham a ver com a casa e com imóveis. Mas no trabalho tudo está correndo bem também. O período promete mais energia para você dar conta de tudo que precisa e boas novas para você ficar bem animado. Mostre-se mais. Conte suas ideias!

ESCORPIÃO – de 23/10 a 21/11 É um momento bem importante para sua carreira, escorpiano, e vale a pena colocar suas ideias em prática e agir para ter o que deseja. Dias de novidades importantes não só no trabalho, mas em toda sua rotina. Ótimo momento para cuidar da saúde, fazer esporte e cuidar de você. Na família, boas conversas trazem entendimento e ajudam a resolver velhas tensões.

GÊMEOS – de 21/5 a 20/6 O céu promete ótimos encontros, contatos e muita integração com seus amigos, geminiano. Suas ideias são mais aceitas, o que favorece os projetos intelectuais e profissionais e todo tipo de divulgação e contato. Ótimo momento para escrever, ler, conversar, estudar, fazer um curso e viajar. E também para colocar planos mais ousados e criativos no papel. Vai com tudo!

SAGITÁRIO – de 22/11 a 21/11 É um momento maravilhoso para planejar a viagem dos sonhos, sagitariano. E como você ama viajar, de repente ainda consegue pensar em uma viagem curta e outra bem mais longa, ou por mais tempo, ou para mais longe. Bom momento para os assuntos sociais, culturais e intelectuais, e um momento maravilhoso para o amor, a diversão e os relacionamentos. Sorte geral!

CÂNCER – de 21/6 a 22/7 Período bem movimentado no trabalho, canceriano. Isso pode significar novidades e a necessidade de sair da zona de conforto. Mas provavelmente por um ótimo motivo. Momento também é ótimo para dinheiro, com movimentações favoráveis e investimentos. Dias positivos para conversas mais difíceis, decisivas, importantes, sobre os assuntos mais delicados.

CAPRICÓRNIO – de 22/12 a 20/1 Bom momento para grandes mudanças, capricorniano. É bom ter em mente o que quer, ter seu tradicional planejamento, mas sabendo ser leve e se for o caso, podendo improvisar. Dias mais movimentados em casa, com mais demanda familiar, mas com ótimas surpresas e novidades nessa área. Inclusive assuntos da casa, de imóveis e outros burocráticos e financeiros.

LEÃO – de 23/7 a 22/8 Os holofotes continuam voltados para você, leonino, sendo um ótimo momento para se cuidar, ficar mais vaidoso, fazer coisas que você gosta e sempre pensando em como se melhorar e fazer com que as coisas possam sempre dar certo. Bom momento para planejar ou fazer uma viagem, começar ou se inscrever num curso e fortalecer suas parcerias, no amor e no trabalho.

AQUÁRIO – de 21/1 a 19/2 É um ótimo momento para estar perto dos seus queridos, aquariano. Pode fazer festa, sim, mas prefira os amigos mais íntimos, a família, os mais chegados. Aqueles com quem tem mais intimidade, para ter assuntos mais profundos e interagir mais. Dias bem legais para as conversas, as viagens e as novidades. Bom momento para sentar e definir objetivos nas relações.

VIRGEM – de 23/8 a 22/9 É um momento de muita reflexão, virginiano. Mas também de ação, de atitude! Você tende a se sentir melhor e com suavidade e diplomacia tende a conseguir tudo que quiser. Seja gentil, pense antes de falar, e vá decidido. É um momento de decisões e mudanças importantes e tudo com muita intensidade e profundidade. Ótimo momento para saúde e trabalho.

PEIXES – de 20/2 a 20/3 Ótimo momento para o trabalho pisciano. Você pode ter uma novidade, pode decidir mudar alguma coisa. É um ótimo momento para se cuidar mais, sendo um momento ideal para ir ao médico, começar ou mudar um tratamento e pensar mais em você. Grandes insights, sonhos e novidades vem quando você simplesmente relaxa e deixa acontecer. Cuidado para não gastar demais.

Fã de Futebol Um cara chegou no trabalho com as duas orelhas envoltas de esparadrapo. Seus colegas perguntaram: — O que foi isso? O cara respondeu: — Eu estava assistindo futebol e a minha mulher estava passando roupa ao meu lado. Nisso o telefone toca. Eu estava tão entretido no jogo que confundi o ferro de passar roupa com o telefone e levei-o até a orelha. Seus colegas perguntaram: — E a outra? Ele respondeu: — Não adivinham? Assim que eu desliguei, o cara ligou de novo! Malandragem na Faculdade Na véspera de uma prova, 4 alunos resolveram chutar o balde: decidiram viajar! Voltaram na terça, sendo que a prova havia ocorrido na segunda. Então, se dirigiram ao professor: — Professor, fomos viajar, o pneu furou, não conseguimos consertá-lo, tivemos mil problemas, e por conta disso tudo nos atrasamos, mas gostaríamos de fazer a prova. O professor, sempre compreensivo: — Claro, vocês podem fazer a prova hoje à tarde, após o almoço. E assim foi feito. Os rapazes correram para casa e se racharam de tanto estudar. Na hora da prova, o professor pôs cada aluno em uma sala diferente e lhes entregou a prova. Primeira pergunta, valendo 1 ponto: fale sobre a “Lei de Ohm”. Os quatro ficaram contentes, pois haviam visto algo sobre o assunto. A prova seria fácil e haviam conseguido se “dar bem”, pensaram. Segunda pergunta, valendo 9 pontos: “Qual pneu furou?” Relógio Legal Dois amigos se encontram: — Caramba! — diz o primeiro — Que relógio legal você comprou, hein? — Não comprei não... — responde o amigo — Ganhei em uma corrida! — Que legal, cara! E quantas pessoas participaram dessa corrida? — Três! — Só isso? — É... Eu, o antigo dono do relógio e um policial!

13 a 19/02/2017

||receita

por http://gordelicias.biz

Pavê Verão

Ingredientes Para o creme base █ 1 lata de leite condensado █ Mesma medida da lata de leite integral █ 2 gemas

Para o recheio █ 1 pacote de biscoito maizena (ou biscoito champagne, se preferir) █ 100 ml de leite integral █ 8 colheres de achocolatado em pó

Para a cobertura █ 1 caixinha de creme de leite █ 2 claras (as mesmas que sobraram da gema, lá do creme!) █ 2 colheres de açúcar Modo de preparo Em uma panela, misture o leite condensado, o leite e as gemas, e cozinhe até o ponto de brigadeiro, desgrudando da panela. Ainda quente, despeje o creme em uma travessa com tamanho médio de 30 cm x 20 cm. Coloque os biscoitos por cima, cobrindo todo o creme. Em uma leiteira, ferva o leite com o achocolatado, e sem seguida com o auxílio de uma colher, despeje sobre os biscoitos, deixando bem molhadinho. Em uma batedeira, bata as claras até o ponto de neve, acrescentando o açúcar lentamente. Assim que obter o ponto, misture o creme de leite com uma colher, sem bater novamente com a batedeira. Despeje em seguida sobre os biscoitos com o chocolate. Se preferir, confeite com granulado ou outro tipo de confeito de açúcar. Leve à geladeira por no mínimo 4 horas, principalmente por causa da cobertura que vai se transformar numa leve espuminha. O ideal é deixar a sobremesa para o dia seguinte!

15


16 13 a 19/02/2017

A Gazeta RegiĂŁo Metropolitana

www.grupoparanacomunicacao.com.br


A Gazeta Região Metropolitana - Edição 165