Page 1

2011 Edelman Trust Barometer Resultados Portugal 7 Fevereiro 2011 Victor Cavaco, Director Spirituc-Investigação Aplicada


Edelman Trust Barometer Portugal 2º estudo anual 203 inquiridos Entre os 25 e os 64 anos Com formação superior No quartil superior de rendimento familiar, por escalão etário em cada país

Consumidores habituais de informação, com destaque para informação política e económica Entrevistas telefónicas (CATI) realizadas em Outubro 2010

2


Retrospectiva 2010

ONG's são a instituição de maior confiança

3


As ONG's são, claramente, a instituição mais confiada pelos portugueses Inversamente, o Governo possui o menor capital de confiança Confiança nas Instituições 100% 90%

80% 70%

69%

60% 47%

50%

39%

40% 30% 20%

9%

10% 0%

ONGs

Empresas

Media

Agora vou ler uma lista de instituições . Para cada uma, por favor diga-me até que ponto confia que essas instituições têm uma conduta correcta. Numa escala de 1 a 9, onde 1 significa que “não confia nada “e 9 significa “confia bastante”, qual o seu nível de confiança de que a instituição faz o correcto? (Top 4 Box)

Governo


ONG's reforçam posição enquanto instituição mais confiada O Governo é única instituição cujo nível de confiança se reduz Confiança nas Instituições – análise evolutiva 2010

2011

100% 90% 80%

+17 69%

70% 60% 52%

47%

50%

39%

40%

34%

-18

32%

27%

30%

20% 9%

10% 0%

ONG's

Empresas

Media

Agora vou ler uma lista de instituições . Para cada uma, por favor diga-me até que ponto confia que essas instituições têm uma conduta correcta. Numa escala de 1 a 9, onde 1 significa que “não confia nada “e 9 significa “confia bastante”, qual o seu nível de confiança de que a instituição faz o correcto? (Top 4 Box)

Governo


Suécia, Suíça e Canadá são “Países-Sede” com maior nível de confiança Países emergentes geram desconfiança Confiança nas Multinacionais 100% 90% 80%

“Países-Sede” Confiados

“Países-Sede” Desconfiados

87% 83%

82%

81%

80% 75% 71%

70% 61%

60%

60% 50% 50%

46% 42%

40% 30%

35% 28%

20% 10% 0%

Agora gostaria que nos focássemos .em empresas multinacionais de alguns países específicos. Diga-me por favor até que ponto confia que estas empresas multinacionais têm uma conduta correcta. Use a mesma escala de 1 a 9, onde 1 significa que “não confia nada” e 9 significa “confia bastante” [Top 4 Box)

28%

24%

23%


Crescimento transversal da confiança nas Multinacionais face a 2010 Confiança nas Multinacionais: análise evolutiva 2010

2011

100% 87%

90%

82%

81%

80%

80%

75% 71%

70% 60% 50% 40%

62%

61% 52%

61% 52%

61%

60%

49% 45% 36%

35% 28%

30% 20%

24% 17%

19%

10% 0%

Agora gostaria que nos focássemos .em empresas multinacionais de alguns países específicos. Diga-me por favor até que ponto confia que estas empresas multinacionais têm uma conduta correcta. Use a mesma escala de 1 a 9, onde 1 significa que “não confia nada” e 9 significa “confia bastante” [Top 4 Box)

28% 24%

23%

16% 12%


Tecnologia e Biotecnologia são os sectores mais confiados Seguros, Serviços Financeiros e Banca os menos confiados Confiança por Sectores Tecnologia

78%

Biotecnologia/Ciências da Vida

77%

Energia

67%

Alimentação

66%

Automóvel

63%

Fabricantes de Bens de Grande Consumo

62%

Retalho/ Distribuição

59%

Indústria Serviços de Saúde

58%

Farmaceuticas

58%

Entretenimento

58%

Produtos de cuidados de saúde

58%

Industria da Cerveja e bebidas espirituosas

57%

Grupos Media

41%

Banca

37%

Serviços Financeiros

31%

Seguros

31%

Agora gostaria de falar sobre a sua confiança em diferentes sectores de actividade. Diga-me por favor até que ponto confia que as empresas de cada uma das áreas que vou referir têm uma conduta correcta. Como antes, use a mesma escala por favor de 1 a 9, em que 1 significa “não confia nada” e 9 significa “confia bastante. Se nunca ouviu falar dessa indústria diga-me e passamos à frente (Top 4 Box)


Biotecnologia foi o sector que teve o maior aumento de confiança face 2010 Banca e Seguros com os maiores decréscimos Confiança por Sectores – análise evolutiva 2011

2010 78% 79% 77%

Tecnologia Biotecnologia/Ciências da Vida

63% 67% 61% 66% 61% 63% 63% 62%

Energia Alimentação Automóvel Fabricantes de Bens de Grande Consumo

56% 59% 61% 58% 60% 58% 56% 58% 55%

Retalho/ Distribuição

Indústria Serviços de Saúde Farmaceuticas Entretenimento 41% 44% 37% 48%

Grupos Media Bancos Seguros

31%

42%

-9 -11

Agora gostaria de falar sobre a sua confiança em diferentes sectores de actividade. Diga-me por favor até que ponto confia que as empresas de cada uma das áreas que vou referir têm uma conduta correcta. Como antes, use a mesma escala por favor de 1 a 9, em que 1 significa “não confia nada” e 9 significa “confia bastante. Se nunca ouviu falar dessa indústria diga-me e passamos à frente (Top 4 Box)

+14


Política de verdade e transparência é o principal factor de reputação Liderança e Retorno financeiro são os factores menos relevantes Factores de Reputação Politica de verdade e transparência

92%

Ser socialmente responsável

82%

Preço justo/competitivo nas marcas

82%

Trata bem os seus funcionários

79%

Empresa em quem confio

78%

Produtos e serviços de elevada qualidade

78%

Capacidade de inovação nos seus produtos/serviços/ideias

77%

Comunica com honestidade o estado dos seus negócios

Proporciona retorno financeiro sólido aos seus accionistas Liderança conceituada/admirada

73% 57% 53%

Que importância têm cada um dos seguintes atributos na reputação global de uma empresa? Como antes, use a mesma escala por favor de 1 a 9, em que 1 significa “não confia nada” e 9 significa “confia bastante (Top 2 Box)


Os Técnicos da empresa são os porta-vozes mais credíveis Governantes ou Reguladores são, de longe, os menos credíveis Credibilidade dos Porta-vozes Técnico da empresa (cientista, engenheiro)

81%

Uma pessoa como o/a Sr./Sra.

76%

Um analista ou financeiro da indústria

68%

Representante de uma ONG

61%

Especialista académico

61%

Um normal funcionário da empresa

54%

CEO

Representante do governo ou órgão regulador

46%

27%

Vou agora ler-lhe uma lista de cargos e gostaria de saber qual a credibilidade que atribui a cada uma dessas pessoas/responsáveis no momento em que forma a sua opinião sobre determinada empresa/entidade? Use a mesma escala por favor de 1 a 4, em que 1 significa “nada credível” e 4 significa “extremamente credível” (Top 2 Box)


Na credibilidade dos porta vozes, os resultados estão em linha com 2010 Credibilidade dos Porta Vozes – análise evolutiva 2010

2011

Uma pessoa como o/a Sr./Sra.

74%

Especialista académico

69%

Um analista ou financeiro da indústria

59%

Técnico da empresa (cientista, engenheiro)

81%

Uma pessoa como o/a Sr./Sra.

76%

Um analista ou financeiro da indústria

68%

Representante de uma ONG

Representante de uma ONG

61%

55%

Especialista académico Um normal funcionário da empresa

CEO

46%

-8

61%

Um normal funcionário da empresa

54%

36%

CEO Representante do governo ou órgão regulador

+9

32%

Representante do governo ou órgão regulador

Vou agora ler-lhe uma lista de cargos e gostaria de saber qual a credibilidade que atribui a cada uma dessas pessoas/responsáveis no momento em que forma a sua opinião sobre determinada empresa/entidade? Use a mesma escala por favor de 1 a 4, em que 1 significa “nada credível” e 4 significa “extremamente credível” (Top 2 Box)

+10

46% 27%

-5


Os motores de busca são a primeira fonte de informação Por outro lado, as redes sociais são claramente as menos credíveis Credibilidade das Fontes de Informação Motores de busca como Google

31%

Radio ou noticiários da rádio

22%

Revistas ou Revistas de negócios

22%

Jornais

18%

Televisão ou noticiários televisivos

18%

Comunicações das Empresas (conf. Imprensa, relatórios, etc.

13%

Noticias/RSS feeds

8%

Publicidade da empresa

5%

Sites de conteúdo como Youtube

5%

Blogs Microblogging sites como Twitter

Redes Sociais como Facebook, Myspace, etc.

4% 2% 2%

Agora vou ler uma lista de lugares onde pode aceder a informação sobre uma empresa. Diga-me até que ponto acha credível cada um deles, sempre tendo em consideração a possibilidade de este ser uma fonte de informação sobre a empresa (top box)


Os públicos informados portugueses necessitam de ouvir a mesma informação 2-3 vezes para considerá-la verdadeira Portugal NS/NR Dez vezes ou mais 7%

Uma vez 14%

5% Entre seis a nove vezes 7%

Quatro ou cinco vezes 17%

2-3 vezes 48% Duas vezes 19%

Três vezes 31%

Para terminar gostaria apenas que pensasse em tudo o que ouve diariamente sobre as empresas, seja positivo ou negativo. Diga-me por favor quantas vezes necessita de ouvir determinada informação sobre uma empresa de modo a considera-la como credível e verdadeira.

VALOR MÉDIO 2,99


Edelman Trust Barometer 2011 - Resultados Portugal  

Apresentação dos Resultados para Portugal do Edelman Trust Barometer 2011.