Page 1

Amanda Moura, ex-aluna da Escola João XXIII conta sobre o seu tempo de estudante, revela como conseguiu entrar para a Marinha e agradece muitas pessoas por ter realizado seu sonho. João XXIII de Coração. pág 06

Canal de Comunicação do Grupo Educacional Carlos Drummond de Andrade Distribuição Gratuita Edição de novembro a dezembro de 2010

CORONEL MARINHO VISITA A FACULDADE DRUMMOND O presidente da Comissão Estadual de Arbitragem e também membro da Comissão Nacional de Prevenção da Violência faz uma palestra para os alunos dos Cursos Superiores Esportivos sobre segurança, regras, responsabilidades, melhorias, estatuto do torcedor e outros quesitos importantes no mundo do Futebol. Esportes. pág. 05

Alunos vencedores no Campeonato de Robótica, realizado no Colégio Drummond (Tatuapé), recebem medalhas e homenagem de professores, coordenadores e diretores. Projetos Inovadores. pág.11

UM NATAL DE POSSIBILIDADES Mais uma vez é Natal! Data esta que nos proporciona momentos de reflexão, magia, promessas, alegrias, Renascimento. É momento de identificar em nós mesmos tudo o que temos para melhorar, assim poderemos produzir a mais perfeita harmonia. Todas as possibilidades de felicidade estão em nossas mãos! Homenagem. pág. 15

Alunos do Colégio Drummond ( Ponte Rasa) utilizam o Portal Educacional como uma ferramenta de apoio aos estudos. Nesta plataforma, participam de campeonatos, oficinas de texto, projetos colaborativos, concursos entre outras atividades educacionais. Educação. pág.14

Oferecimento:


QUERO SÓ O CALDINHO...

Por Osmar B a

sílio

N

ossa narrativa baseia-se em fato ocorrido no início dos anos 60.

Como já relatado em ocasiões anteriores, o Tatuapé era um Bairro bem diferente. Ainda não começara seu desenvolvimento, principalmente, onde hoje localiza-se o Jardim Anália Franco e os "altos" do Tatuapé. As ruas eram de terra batida, o esgoto corria a céu aberto, não havia água encanada, enfim, era o retrato da chamada periferia. Vivíamos todos com muitas dificuldades, inclusive financeira, o que nos levava a soluções caseiras, principalmente, no tocante a alimentação. E aí situa-se nossa história. Mamãe especializara-se na confecção de bolos e doces em geral. Por facilidade, os doces mais frequentes eram os de frutas e Mamãe fazia doce de qualquer fruta de época, pois muitas colhíamos em nossos quintais (da minha família e dos vizinhos) como mamão, laranja, sidra, etc. O de bananas

Quem Faz Acontecer Diretores Prof. Ms. Osmar Basílio Profª. Esp. Maria Elisabete Dib Basílio Ms. Marcelo Dib Basílio Rafael Dib Basílio

Jornalista Responsável Fabiana Conti Diniz MTB: 00593435SP

22

era mais constante, pois por morarmos em rua de feira livre, podíamos comprá-las por valores ínfimos, talvez daí a expressão “preço de banana”, quando antigamente, nos referíamos a algo de pouco ou nenhum valor econômico. A estratégia da compra era simples, esperávamos o final da feira e comprávamos as “baciadas”. Essas consistiam-se em sobras (ou restos) de frutas que os feirantes colocavam em bacias de alumínio e vendiam por CR$ 0,50 ou CR$ 1,00. Íamos sempre à banca do senhor Nicola e por um cruzeiro, despejava todas as “bacias” que ainda sobravam, em nossa velha e boa sacola de feira. Depois, eu e meu irmão limpávamos as bananas, separando aquelas aproveitáveis e as descascando. A partir daí era com Mamãe.

constante em nossa casa e embora fôssemos “mais velhos” (eu tinha por volta de 11 anos e meu irmão 15 anos), dificilmente conseguíamos ludibriar o “gordinho” com nossas brincadeiras, e quando algo não lhe parecia bem, consultava minha Mãe, que todos sabiam ser incapaz de mentir ou mesmo participar de alguma “pegadinha”.

Os doces, quase sempre acompanhados por farta calda de açúcar, eram deliciosos, a ponto de atrair alguns vizinhos, para almoçar/jantar conosco. Algo comum à época, ou seja, era costumeiro comermos com os vizinhos, cujas casas estavam sempre abertas e entrávamos e saíamos como se fossem nossas próprias residências.

O almoço transcorreu com naturalidade e chegara a esperada hora da sobremesa. Mamãe havia preparado uma surpresa, uma nova receita, doce de casca de laranja. Até papai que pouco comentava achou estranho, mas Dona Maria tinha crédito.

Mas, um garotinho vinha à nossa casa com mais frequência, para nossa alegria, pois embora com apenas 5 ou 6 aninhos era esperto e ótimo parceiro. Com seus cabelos avermelhados, rosto salpicado de sardas e peso um pouco acima do normal, lhe rendiam os tradicionais apelidos de “gordinho”, “ferrugem” etc; com os quais pouco se importava. Sempre bem humorado era figura

Fotos

Paulo Lara Fabiana Conti Diniz Banco de Imagens Grupo Drummond

Diagramação/Arte

André Brazão dos Santos

Supervisão Gráfica e Editorial Carlos Antonio Lima (Marketing) Revisão: Fabiana Conti Diniz

O fato que nos inspirou à história de hoje ocorreu em um almoço. Estávamos todos à mesa (mamãe, papai, meu irmão e eu) quando chegou o "gordinho", como sempre falante e cheio de graça. Sentou-se à mesa, mamãe, imediatamente, providenciou o prato e a colher, (tinha o costume de comer de colher, aliás, como a maioria das crianças de nosso relacionamento).

Como sempre mamãe nos serviu com porções modestas, era sua estratégia para repetirmos o prato. Mas, desta feita, ninguém se dignou a pedir mais sobremesa, sinal de que a nova receita não caíra no agrado. Fez-se breve silêncio, o tempo parou por instantes, para logo nos depararmos com simultâneos olhares para “o gordinho”, sem dúvida ele seria a nossa salvação, pois, jamais iria desprezar um doce. Mamãe pensou

Colaboradores dessa Edição Prof. Esp. Conceição Setim (Escola João XIII) Prof. Esp.Márcia Andrade (Escola João XIII) Prof. Esp. Patrícia Gouveia (Drummond Ponte Rasa) Prof. Esp. Ricardo Torrado (Depto. Esportes ) Prof. Ms. Renan Amaral (Gestão Academica ) Prof.ª Ms. Sandra Duda (Colégio Alvorada) Prof.ª Esp. Maria Amélia (Drummond Ponte Rasa) Prof.ª Ms. Waldenize Oliveira Dias (Drummond Tatuapé) Prof.ª Esp. Marilia Portieri (Drummond Tatuapé) Prof.ª Esp.Elismara Pereira de Brito (Colégio Alvorada) Prof.ª Esp. Felipe Avelino (Colégio Alvorada)

rápido, ofereceu uma nova porção a todos, papai logo arrumou uma tarefa e saiu da mesa, eu e o mano demos a desculpa de estarmos satisfeitos e deixamos o “problema” para “o gordinho”. Mamãe que o chamava pelo nome (jamais chamava alguém por apelido) insistiu: “Vamos, Ameriquinho, coma mais um pouco”, quase que suplicando. A essa altura, Ameriquinho estava na chamada “sinuca de bico” e achamos que, finalmente o havíamos encurralado, mas o garoto era esperto e saiu-se, com uma solução genial. Após as insistências, olhou-nos com ar de vitória e concordou: “Ta bom Dona Maria, mas coloca só o caldinho”. Com essa ninguém contava, papai que já estava no quintal, não segurou o riso, no que acompanhamos. Até mamãe caiu na risada. E o “gordinho” então arrematou: “Não podia deixar a Dona Maria triste”. Depois de adulto nunca mais tivemos o prazer de encontrar o nosso “amiguinho”, pois sua família mudou-se e perdemos o contato. Espero que esteja bem e que tenha encontrado, também para superar as adversidades da vida, soluções tão criativas como esta. Valeu “gordinho”! Ainda hoje, eu e o Zau, quando não gostamos de uma coisa, “copiamos” você e quase em código dizemos :“manda só o caldinho”.

Prof.ª Esp. Rudney Soares de Souza (Colégio Alvorada) Prof. Esp.Sandra Mara Quinto (Escola João XIII)

Redação

Rua Professor Pedreira de Freitas, nº 401/415 Tatuapé ( 03312-052) Tel.: 2942-1488 / ramal 1447 Impressão OESP Gráfica - Grupo Estado Tiragem: 30 mil exemplares

Opine, sugira, elogie, nós queremos ver o seu ponto de vista. Envie e-mail para:

imprensa@drummond.com.br


Jornal O POETA

Saúde e Experimentos

Ed. Janeiro/Fevereiro Ano 2011

Nesta edição, prepare-se para fazer um prato saudável e muito apetitoso! Junte o pessoal de casa e mãos à obra! Receita natural para você e toda a sua família. Experimente!

NHOQUE VERDE AO MOLHO BRANCO Molho: - 2 colheres (sopa) de manteiga - 3 colheres (sopa) de farinha de trigo - 2 xícaras (chá) de leite - noz-moscada em pó - Sal a gosto Massa: - 1 maço grande de espinafre

O

- 350 gramas de ricota peneirada - 2 gemas - ½ xícara (chá) de farinha de trigo - Sal a gosto Modo de fazer a Massa: Cozinhe o espinafre, escorra e pique. Junte a ricota, as gemas, o queijo, o sal e a pimenta. Misture até formar uma

massa, corte em pedaços e cozinhe em água fervente como o nhoque normal. Modo de fazer o Molho: Derreta a manteiga em fogo baixo. Junte a farinha, mexendo até formar um mingau. Coloque o leite, sempre mexendo, junte o sal e a noz-moscada. Sirva sobre o Nhoque!

Apetitoso Conhecimento

s alunos do 7º ano do Ensino Fundamental II do Colégio Alvorada participaram de um projeto, no mês de Outubro, sobre a América Latina e sua riqueza natural. Através de pesquisas os estudantes fizeram trabalhos a respeito dos alimentos típicos dos países do continente americano. Durante as atividades, aprenderam sobre a cultura dos países, além de adquirirem conhecimento da história. Foi um dia produtivo e agradável, principalmente porque os grupos trouxeram alimentos para degustação, procedimento este que fazia parte da exposição. Descobriram que os alimentos típicos de cada país têm uma história, como por exemplo o

milho, que além de ser saboroso era considerado pelo povo inca um alimento sagrado. Os Incas construíram um império nas regiões do extremo norte da América do Sul, como: Equador, sul da Colômbia, Peru, Bolívia até o noroeste da Argentina e o norte do Chile.Este povo considerava o milho um alimento vindo dos

Apresentação em sala de aula

próprios deuses. Entre uma pesquisa e outra, a turma pode aprender sobre a história da batata, do milho, mandioca, cacau e do guaraná, alimentos típicos da América Latina; e investigaram a importância nutricional e histórica de cada um. Este delicioso e nutritivo banquete foi oferecido aos de-

mais alunos do Colégio, que tiveram a oportunidade de experimentar e conhecer sobre as peculiaridades de cada prato. Os professores responsáveis pela elaboração e aplicação desse projeto interdisciplinar foram: Felipe Avelino, Elismara Brito e Hirome Tanaka.

Momento de degustação dos alimentos

3


Esportes Superação em Quatro Rodas

N

o dia 15 de Setembro, os alunos do Curso Superior de Gestão Desportiva e de Lazer, da Faculdade Drummond (Tatuapé), visitaram o Clube Atlético Ypiranga. Estes futuros gestores do esporte acompanharam de perto e puderam entender como funciona o basquetebol em cadeira de rodas, uma modalidade esportiva adaptada para pessoas com necessidades especiais e inserida nos eventos paraolímpicos nacionais e internacionais. O Basquetebol nacional em cadeira de rodas, sem conhecer ainda a grande notoriedade em nível europeu ou mundial, está, apesar de tudo, em desenvolvimento com trabalhos importantes. Os jogadores que fazem parte desses times são pacientes do Hospital e também patrocinados pelo mesmo, que visa à reabilitação das pessoas através do esporte, além de terem apoio do Banco do Brasil e Clube AtléticoYpiranga, que sede o local para os treinamentos. Acompanhados pelo professor Ricardo Torrado, da disciplina de Organização e Gestão de Eventos para Grupos com Necessidades Especiais, os alunos assistiram ao treino da equipe de Basquete de Cadeiras de Rodas sob a orientação da técnica da seleção

4

Profissionais em ação.

brasileira, professora Maria José dos Santos. Em meio a explicações sobre a modalidade, regras e curiosidades, os alunos vivenciaram o esporte participando do treino, sentados numa cadeira de rodas jogando basquete. De acordo com o professor Ricardo, sabemos que ainda existe um grande preconceito em relação aos cadeirantes, mas que isso já deveria ter acabado. Pois quem não conhece a vida deles, não sabe o quanto eles são capazes e iguais aos demais, são cobrados da mesma forma e desempenham funções tão bem ou até melhor do que as outras pessoas. Ao final da atividade, a técnica Maria José, o Preparador

Físico Eduardo Matias e o capitão da equipe e atleta da seleção brasileira, Alex Gomes Alves, explanaram sobre as dificuldades encontradas nas competições nacionais e, também, sobre a importância do basquete adaptado na vida dos atletas. “As nossas cadeiras de rodas evoluíram muito, mas ainda estamos bem atrás da tecnologia das cadeiras usadas na Europa. Elas são mais rápidas e leves”, destacou Alex. Maria José diz que todos são

uma verdadeira família, pois passam mais tempo juntos do que com os próprios parentes. Ela faz questão de dizer que este convívio é algo muito prazeroso, principalmente para os atletas, que sabem sua importância no trabalho. São visitas como essa que trazem ao aluno a oportunidade de vivenciar e aprender sobre as questões que são discutidas em sala de aula.


Jornal O POETA Ed. Novembro/Dezembro Ano 2011

Segurança e Organização Esportiva

N

o dia 13 de Setembro, os alunos dos cursos superiores esportivos da Faculdade Drummond (Tatuapé) receberam a visita de um profissional renomado, Coronel Marinho. O Tenente-Coronel Marcos Cabral Marinho de Moura assumiu a presidência da Comissão Estadual de Arbitragem em Outubro de 2005 para fazer uma série de mudanças. Também membro efetivo da Comissão Nacional de Prevenção da Violência para a Segurança dos Espetáculos Esportivos – Comissão Paz no Esporte, Coronel Marinho falou

sobre as responsabilidades de todos os envolvidos nos eventos. Durante a palestra os estudantes receberam informações sobre o Estatuto do torcedor e suas normas, como realizar um evento de maneira organizada, as melhorias que foram feitas dentro e fora dos estádios, o funcionamento da arbitragem entre outros assuntos. De acordo com Marinho, hoje em dia as pessoas pensam muito mais em segurança do que antigamente. O Ministério público do Estado de São Paulo junto à Polícia Militar fazem toda a organização dos eventos. “ Hoje vemos o empenho de

Campeãs

Estaduais Atletas femininas do Colégio Drummond Ponte Rasa e Alvorada conquistam título em Atibaia-SP

O

Grupo Educacional as equipes de Handebol FemiDrummond está em fes- nino e Futsal Feminino conta. No dia 16/10/2010, quistaram o título nos Jogos Escolares do Estado de São Paulo, categoria Infantil, dis-

todos. Algumas torcidas foram caçadas, já existe a obrigatoriedade de numeração nos estádios, passou-se a preservar as saídas etc.”, diz Marinho. O Tenente explica que não se pode falar em segurança quando não se tem uma boa organização e que todos têm responsabilidades nesse processo, é um conjunto de mudanças. Coronel Marinho fala sobre planejamento nos eventos A visita do Coronel foi muito importante para os alunos, pois Os presentes interagiram com o ele trouxe toda a sua experiência palestrante e aproveitaram para profissional, conhecimentos e técnica entender sobre o universo do futebol. na área esportiva e de segurança.

Ponte Rasa) e Magali Fernandes (Futsal – Alvorada), as meninas deram um verdadeiro show. Com muita garra e técnica, as equipes superaram as adversidades, bem como as fortes equipes que enfrentaram na fase final. Após vencerem na capital, vencerem o time campeão de Santos e conquistarem o título em Atibaia, as duas equipes representarão o Estado de São Paulo na etapa brasileira

nacional (Olimpíadas Colegiais) é a principal competição esportiva estudantil do país, sendo organizada pelo Comitê Olímpico Brasileiro. Parabéns a todas as alunas! Verdadeiras campeãs!

“Alunas dos Colégios Drummond e Alvorada ganham taça de campeãs nos Jogos Escolares do Estado de São Paulo...„ putados em Atibaia-SP. do evento, a ser realizada Acompanhadas pelos professores de 03 a 12 de dezembro em Momentos de concentração, garra e determinação Paulo Goulart (Handebol – Goiânia – GO. Esta etapa

Momentos de concentração, garra e determinação

5


Jornal O POETA

DRUMMOND de CORAÇÃO Vamos realizar uma entrevista Ping Pong. A nossa entrevistada da vez é Amanda Moura Bacelar de Macedo, ex-aluna da Escola JoãoXXIII. Ela conta o que faz atualmente, fala sobre o futuro e agradece por tudo o que viveu e aprendeu na escola. .

O Poeta – Amanda, em qual Amanda – Entendi que o ano se formou na escola aprendizado é algo que não se JoãoXXIII? acaba com o fim de um curso. Há sempre novas coisas. Amanda – Me formei em 2009. Cursei o Ensino Médio O Poeta – Sabemos que você no João. se tornou uma marinheira e que vai representar o Brasil e O Poeta – Em sua opinião, a Marinha nos jogos mundiais quais os diferenciais Militares do Brasil. O que a existentes no JoãoXXIII? Marinha representa para você? Amanda – O diferencial é o apoio ao esporte e o entendimento das necessidades de cada aluno, em relação à dificuldade de aprendizado, horários e compatibilidade de atividades com a vida escolar.

Amanda – A Marinha oferece tudo o que um atleta deseja: estrutura, apoio de todos os modos e a garantia de que ( se assim você desejar) mesmo após uma “aposentadoria” em seu esporte, você poderá ter uma boa carreira, estável e O Poeta – O que você relacionada ao que você aprendeu durante sua jornada escolheu, seu esporte. estudantil?

Ed. Janeiro/Fevereiro Ano 2011

O Poeta – incentivou?

Alguém

lhe somam pontos, só entram os que tiverem mais pontos, incluindo provas escritas Amanda – Meus técnicos e entrevistas orais sobre quando souberam da assuntos atuais. Sem o preparo oportunidade, juntamente da escola não seria possível com meus pais e até mesmo a “passar”. E o diploma de diretora Dona Conceição, que uma escola conhecida soma quando soube da oportunidade pontos também. fez o possível para que eu conseguisse cumprir os prazos O Poeta – Deixe um recado com a documentação escolar. para todos os alunos e educadores do JoãoXXIII. O Poeta – Você acha que a escola JoãoXXIII lhe ajudou Amanda – Gostaria de para que hoje esteja bem agradecer a todos por posicionada no mercado? tudo! Nunca esquecerei de quanto puderam me Amanda – Sim! Antes de ajudar, em épocas difíceis sermos recrutados ( mesmo de competições e provas. Só sendo para representar as guardo lembranças doces e forças armadas competindo saudades da minha época de como é o meu caso) fazemos escola. Obrigado por isso! vários tipos de testes que

Regina Macedo e Antonio Macedo, pais de Amanda

6

Ao lado do Contra-almirante Fuzileiro Naval, Fernando Cesar da Silva Mota e do CMG. Renê (imediato), Amanda agradece à marinha


Jornal O POETA

VOCÊ no Drummond

Ed. Janeiro/Fevereiro Ano 2011

Quem faz a diferença Profa. Msa. Sandra Duda Diretora Pedagógica

Colégio Alvorada

Preocupados com uma formação que resgate valores sociais e culturais nesse “tempo”, nossas escolas pensam no educando como mediador entre a família e a sociedade contemporânea, pautando suas ações no diálogo permanente com as questões do cotidiano.A partir desse contexto, os encontros presenciais e também os tele conferenciais com os pais, alunos e educadores são frequentes e apontam para a necessidade de relacionamento e transparência dos objetivos que a escola propõe, aproximando, dessa forma, todos os envolvidos no processo educacional. As ações caminham em direção a autonomia

do discente. As avaliações contemplam transversalmente parâmetros definidos pelos professores que coordenam as áreas das ciências da natureza, humanas, exatas, biológicas, linguagens e códigos e suas tecnologias para que os conteúdos tenham aplicabilidade no mundo real e multifacetado. Também preocupados com a comunicação que atinge o maior número de pessoas na atualidade, a Escola não desconsidera o “boom” da informação, por isso, linca em seus projetos uma perspectiva educacional de acesso às redes sociais: os alunos interagem entre si e com os educadores, possibilitando benefícios na utilização dessas ferramentas, podendo assim, estabelecer critérios fundamentais para

a comunicação imediata em situações diversas. No Ensino Médio, algumas disciplinas são ministradas utilizando-se os meios tecnológicos e pedagógicos da EAD, enriquecendo o curriculum, despertando no aluno a responsabilidade com a rotina de estudos: os prazos estabelecidos para a postagem de pesquisas nos portfólios devem ser cumpridos rigorosamente, sob o risco da não conclusão dos trabalhos. As dificuldades diante do conteúdo sistematizado são revistas e discutidas em grupos de monitoria constituídos durante o ano letivo, por alunos de séries diferenciadas, sob orientação dos professores, também em horários posteriores as aulas, fazendo da pesquisa um fator

indispensável na vida de todos que estão na escola. Os nossos projetos dos grupos de Teatro e as Ações Solidárias (Jovem Solidário) direcionam práticas pedagógicas que alicerçam toda a trajetória estudantil, possibilitando o desenvolvimento de habilidades e competências de cada um, a fim de despertar pensamentos para valores fundamentais como respeito, honestidade, amizade, justiça e solidariedade. Assim, nossos alunos têm revelado grande capacidade de expressão por meio da desenvoltura diante das produções artísticas, esportivas, das pesquisas, da linguagem acadêmica, dos relacionamentos interpessoais e da determinação, demonstrando com força e sensibilidade a certeza da conquista de grandes vitórias.

7


Cultura e Lazer Vinícius de Moraes – Soneto de uma Paixão Entre músicas e encenações alunos do Grupo Drummond encantam a plateia

F

oi dia 22 de Setembro, em um clima agradável e envolvente, que os atores contaram um pouco da vida e obra deste grande e renomado homem. Durante o espetáculo, o elenco trouxe algumas letras e músicas para o palco, além de poesias conhecidas e que fizeram parte de uma história. De forma realista, a peça mesclou fatos da vida, da infância, curiosidades e momentos da intimidade do poetinha, quando ele se reunia com os amigos para compor. Cultura, conhecimento e entretenimento, todos os que prestigiaram este grande evento puderam aprender e entender mais sobre a obra “ Antologia Poética”, título que foi utilizado na apresentação e que será leitura obrigatória nos maiores vestibulares.

Boemia

As noites com os amigos no bar

Vinícius de Moraes

Amores e amigos

A "namoradinha"da infância A casa de Vinícius

Festa e dança na casa do poeta

Entre amigos, Vinícius se diverte

Infância de composições

Declamando poesias

Mesa de bar Querido poetinha

8

Brincadeiras de criança

Estréia do espetáculo Elenco da peça

A morte de Vinícius de Moraes


Jornal O POETA Ed. Novembro/Dezembro

África – A Mãe do Mundo

Alunos do Colégio Drummond dão um verdadeiro show de interpretação

N

o dia 19 de Outubro, o grupo de teatro infantil do Colégio Drummond (Tatuapé) realizou a estreia da peça sobre a África. Foram momentos de magia, dramaticidade, cultura, músicas e tradições! Os atores juvenis falaram

Princesa com o poder do tempo

sobre o surgimento da humanidade, desde o Mundo Primitivo quando os primatas habitavam e ainda não havia continentes, países, povos e culturas. Uma luta entre o bem e o mal, onde vários superpoderes foram usados para controlar toda a

Princesa dona das tempestades

situação de risco e vencer a batalha contra as feiticeiras. Batalha esta que só foi resolvida quando todos entenderam que a união das forças é o que torna o mundo melhor. Um espetáculo com personagens do imaginário infantil, tais

como Rei, Rainha, Princesas, Guerreiros e Feiticeiras que enriqueceram a história e levaram para a plateia uma profunda pesquisa de contos, lendas e mitos Africanos completando o enredo. Uma verdadeira Homenagem ao povo Africano e suas origens!

Princesas, rainhas, reis e guerreiros

O rei e seus guerreiros

Mãe África

A dança das princesinhas A hora em que o bem mostra o seu poder!

Encontro das feiticeiras, fadas e princesas

9 9


Jornal O POETA

Cultura e Lazer

Ed.Janeiro/Fevereiro Ano 2011

Família e Escola: um relacionamento sólido

N

os dias 18, 25 e 26 de Setembro, as quatro unidades que compõem o Grupo Educacional Drummond (Escola João XXIII, Colégio Alvorada, Colégio Drummond Ponte Rasa e Drummond Tatuapé), realizaram pela primeira vez, a Festa da Família. Uma inovação para proporcionar momentos de união e entretenimento entre família, aluno e escola. Este passeio aconteceu em Mairiporã,

e coberta, salão de jogos e tevê, playground, campo de futebol gramado, quadra de vôlei, lago para pesca e lago para passeios de pedalinho. Com as atribuições diárias, a correria do trabalho e afazeres, atualmente, os pais não conseguem estar

Dia de lazer entre os alunos do Grupo Drummond, amigos e familiares

no Hotel Solar dos Girassóis, perto de seus filhos tanto os pais, brincadeiras com as As turminhas do Ensino Infantil ao em São Paulo. quanto gostariam. Por este crianças, limpeza de pele para Ensino Fundamental I encerraram O evento começou às 8 horas da motivo, esta data foi importante as mães etc. esta festa com apresentações para seus familiares e amigos. Uma linda camiseta, confeccionada especialmente para esta data foi entregue a cada um, como forma de lembrança dos momentos vivenciados neste dia e que certamente ficarão na memória. Descontração e natureza

manhã e terminou às 18 horas, um dia de muitas atividades para todos, onde pais, avós, alunos e amigos se divertiram a valer. Em um clima harmonioso, rodeados pela natureza todos puderam se confraternizar e participar de um dia diferente e divertido. A programação foi completa, e os presentes no evento aproveitaram a infraestrutura do Hotel, que possui: Parque aquático, piscina aquecida

10

Passeio a cavalo

para que todos aqueles que se amam, se respeitam e acima de tudo, se querem bem pudessem passar um dia inteiro juntos. Um passeio recheado de aventuras e banquetes saborosos. Os convidados foram recebidos com um gostoso coffe break de boas vindas, e logo em seguida começou a diversão. Ninguém teve tempo para ficar parado, pois tinham atividades para todos os gostos como, por exemplo: trilhas, jogos entre

Piscina, sol e diversão entre amigos

Pedalinho no lago


Jornal O POETA

Projetos Inovadores

Ed.Novembro/Dezembro

Concurso de Robótica Educacional

N

os Dias 8, 9 e 10 de Setembro realizou-se no Colégio Drummond, Unidade Tatuapé, o segundo campeonato de robótica, envolvendo os alunos de 6º a 9º anos do ensino fundamental II. O desafio dos grupos era montar e programar um robô que fosse capaz de recolher peças nas cores; verde, vermelho, azul e amarelo. Cores estas que representavam um tipo de material reciclável como vidro, plástico, papel e metal. Cada peça recolhida deveria ser armazenada no local correspondente à sua cor. Com o objetivo de oferecer ao aluno mais uma ferramenta educacional que venha estimular seu aprendizado, o projeto de Robótica, Lego Education, foi implantado no Colégio desde 2005. As aulas de robótica são um diferencial na vida estudantil destes jovens, além de ser uma ferramenta utilizada para desenvolver habilidades dos

alunos, como: trabalho em grupo, organização, habilidade motora, habilidade de descrever a experiência através de relatórios, estabelecer conexão com novos conhecimentos através de atividades relacionadas ao mundo real, interação entre conhecimento e sua aplicação prática, entre outras. Atualmente o mercado pede profissionais que tenham organização

Homenagem aos alunos

procura-se envolver todos os alunos em grupos de três a quatro pessoas, no qual cada um assume uma função como:

“ O projeto de Robótica, Lego Education, foi implantado no Colégio desde 2005...„ e principalmente facilidade e flexibilidade para trabalhar em grupos, na comunicação e na resolução de problemas. Pensando nisso, o Drummond prepara seus alunos para o mercado de trabalho e o projeto de robótica apresenta e estimula todas estas habilidades nos estudantes. Durante as aulas de robótica,

Construtor, Organizador, Relator e Apresentador. Estas funções são rotativas em cada aula para que todos participem e tenham a oportunidade de fazer a apresentação em público, organizar o material e testar as habilidades motoras através da montagem do robô. Na realização desse campeonato,

os próprios alunos analisaram quais os motivos que os levaram a vitória ou mesmo a derrota. Em suas análises chegaram à conclusão que a organização dos trabalhos, nas alterações de programação ou montagem e a participação de todos os integrantes do grupo foram primordiais. Ao final do torneio, os grupos vencedores foram premiados com medalhas. Uma forma de homenageá-los pelo empenho e dedicação durante todo o processo.

Momento de colocar em prática o conhecimento adquirido

11 11


Educação Momento de Decisão

Nesta edição, você começará a entrar no clima do Natal! A letra que escolhemos para vocês fala sobre a importância desta data e o sentimento de amor. E para a diversão ficar completa, listamos alguns títulos interessantes. O que está esperando? Veja nossas recomendações e estimule seu filho a embarcar na aventura que só um bom leitor conhece!

Todo dia é dia de Natal Veja nas cores do mundo No brilho das flores Na luz do Luar Sinta o sol que te aquece O sopro do vento A chuva e o mar Preste atenção às pessoas Em cada sorriso Em cada olhar Estenda a mão com carinho A gente se ajuda Tentando ajudar Como se fosse Natal Tempo do bem, celebrar Faça do amor, da bondade O maior motivo para festejar Todo dia, é dia de Natal Cada dia, é um dia especial Todo mundo carrega uma luz A estrela do amor nos conduz Para junto da felicidade que existe

em Jesus. Todo dia, é um dia de Natal Cada dia, é um dia especial Todo mundo carrega uma luz A estrela do amor nos conduz Para junto da felicidade que existe em Jesus. Como se fosse Natal Tempo do bem celebrar Faça do amor, da bondade O maior motivo para festejar Todo dia, é dia de Natal Cada dia, é um dia especial. Todo mundo carrega uma luz A estrela do amor nos conduz Para junto da felicidade que existe em Jesus. Para junto da felicidade que existe em Jesus. Para junto da felicidade que existe em Jesus. Eliana

N

os dias 08,09 e 10 de Setembro, os alunos do Colégio Alvorada participaram da “ Semana Exame”. São dias de exposições das áreas do mercado de trabalho, onde o aluno tem um contato maior com cada área, suas atividades e compromissos. Com o objetivo de aproximar o estudante, por meio de trabalhos, ao mundo real cuja apresentação dá-se quase que exclusivamente pelo mercado de trabalho, o Colégio Alvorada proporciona todos os anos, esta semana de escolhas e entendimento. Os alunos do Ensino Fundamental II e Médio elaboram trabalhos voltados ao mercado de trabalho e suas profissões. Já os alunos do 6º ao 9º anos do Ensino Fundamental I pesquisam e expõem materiais referentes às leis trabalhistas, como aposentadoria e licenças, além de questões relacionadas ao convívio no ambiente de

trabalho como o preconceito, discriminação e assédio. De forma organizada e esclarecedora, a cada dia, foram explorados temas atuais e de grande importância para estes jovens, que estão no início das escolhas para o futuro de suas carreiras profissionais. Os temas abordados foram: greves, aposentadoria, acidentes de trabalho e licenças, discriminação, conquistas dos trabalhadores, pesquisa salarial das áreas em expansão, engenharias e tecnologias, ciências sociais e aplicadas, ciências exatas e da terra, ciências humanas e sociais e ciências biológicas e saúde. No processo de escolha da profissão, é importante que o adolescente saiba qual o seu perfil comportamental, se possui facilidade para se comunicar, se tem perfil de liderança, facilidade de relacionamento e, principalmente, se sabe ouvir. Tudo isso ajuda na decisão e aumenta as chances desse estudante ser assertivo, e a assertividade sem dúvida o ajudará a alcançar o que se deseja.

Livro para o público Infantil: O teatro de sombras de Ofélia (Michael Ende) – Editora Ática Livro para o Ensino Fundamental I: Felpo Filva, (Eva Furnari) – Editora Moderna Titulo para o Ensino Fundamental II: O senhor dos ladrões (Cornelia Funke) – Cia das Letras Títulos para o Ensino Médio: Iracema, (José de Alencar) – L & PM Editores Memórias de um Sargento de Milícias (ManuelAntôniodeAlmeida)–EditoraGlobo Alunos recebem orientações da profissional da área de psicologia

12


Jornal O POETA Ed. Janeiro/Fevereiro Ano 2011

Leitura e Releitura

N

o mês de Agosto, os alunos do 4º ano do Ensino Fundamental I, da Escola João XXIII, participaram de atividades de releitura em sala de aula. O desafio foi fazer a releitura da obra de Fernando Carraro: “Quero Viver!”. Primeiro eles fizeram a leitura do livro e a atividade escrita, expondo suas opiniões e interpretação da história. A segunda etapa do projeto foi composta por conversas informais entre educador e educando, uma forma de trazer as opiniões de cada um e várias interpretações para

de textos. A releitura surgirá através da compreensão que o aluno constrói na leitura de uma imagem, e será sempre coerente com o ponto de vista de mundo que cada um possui. Cada leitura revela o aprimoramento das ideias estéticas destes estudantes e o nível de complexidade cognitiva, ou seja, o processo de conhecimento. A esses dois aspectos deve-se as diferenças entre as leituras e e comportamentos de as releituras produzidas na escola. outras culturas situadas em Ingrid Boldi Feitosa, professora outros lugares que não o seu. A atividade foi feita em tela e os alunos perceberam os diferentes pensamentos, olhares e interpretações que existem para uma mesma história. A partir daí, estabeleceram relações com sua forma e modo de ser no grupo social ao qual pertencem. Pesquisas do mundo todo revelam que a criança que tem contato com

a literatura desde cedo é favorecida em diversos sentidos: pronuncia melhor as palavras, se comunica melhor de maneira geral, desenvolve a criatividade, imaginação, adquire cultura, valores e conhecimento. Ingrid diz que dentro de um ambiente lúdico e de aprendizagem não pode faltar um livro e que ler, é o melhor remédio.

Alunos do 4º ano mostram o resultado dos trabalhos

todos da classe, que demonstraram enorme sentimento sobre o conteúdo da obra, tornando a história uma realidade solidária e prazerosa. Assim como há diferentes interpretações de um texto visual, há diferentes possibilidades de releituras

do 4º ano da escola João XXIII e, responsável por este projeto diz que seu objetivo é fazer da leitura de histórias um momento em que a criança pode conhecer a forma de viver, pensar, agir, bem como um universo de valores, costumes

Meninas apresentam as releituras da obra

13


Jornal O POETA

Educação

Ed. Janeiro/Fevereiro Ano 2011

Tecnologia Educacional

O

Grupo Educacional Drummond utiliza uma ferramenta excelente para a interação entre a família, o aluno e a escola. Esta ponte entre todos da comunidade escolar, chamada Portal Educacional, oferece uma série de benefícios aos pais, que podem consultar e acompanhar de perto a vida escolar de seu filho, por meio dos conteúdos de acesso restrito como Boletim, Diário de Classe e Mural.

dinâmicas e interessantes. De acordo com a coordenadora do Colégio Drummond ( Ponte Rasa), Patrícia Gouveia, vivemos em um mundo globalizado onde as informações estão acessíveis através de vários meios como: internet, tevê a cabo etc. “ O Portal Educacional ajuda o aluno a ter censo crítico, principalmente em relação aos conteúdos publicados na internet que nem sempre estão corretos.”, diz Patrícia. As ferramentas multimídia

“ O Portal é muito importante para os alunos, pois ele dá suporte ao conteúdo que aprendemos na escola...„ O Portal é muito importante também para os professores, que contam com uma infinidade de recursos e atividades que estimulam o raciocínio e aprendizagem de seus alunos, tornando as aulas mais

14

Livros de um dos projetos do Portal Educacional

estudantes podem participar também necessário para o controle de oficinas de texto, projetos de notas e faltas, por causa da permitem que o aluno tenha mais colaborativos, concursos e muito presença do boletim escolar. Além interesse por determinada disciplina, mais. Tais atividades são altamente disso, aprendemos a ter consciência pois facilitam o entendimento de recomendáveis para a aprendizagem ambiental, porque há muitos projetos situações abstratas que são tratadas de inúmeras disciplinas e ideias para sobre ecologia e que nos trazem nos livros e na lousa convencional. trabalhar com os temas transversais. informações sobre preservação Através desta plataforma, os Giovanna Ranucci ( 13) está no 8º da natureza e do ambiente ano do Ensino Fundamental II no onde vivemos.”, diz Giovanna. Colégio Drummond ( Ponte Rasa) Todos os trabalhos desenvolvidos e já participou de várias propostas através do Portal se tornam no Portal Educacional, entre elas, diferenciais para estes jovens, oficinas de texto e olimpíadas. que adquirem experiências, testam “ O Portal é muito importante seus conhecimentos e enriquecem para os alunos, pois ele dá suporte o currículo. O que os torna melhor ao conteúdo que aprendemos na preparados para os desafios da vida escola, devido ao grande número de estudantil e futuramente para o informações encontradas lá. É mercado de trabalho.

Giovanna Ranucci, aluna do 8º ano do Ensino Fundamental II no Colégio Drummond ( Ponte Rasa)


Jornal O POETA

Homenagem

Ed. Novembro/Dezembro

Um aniversário muito especial No dia do seu aniversário todos irão fazer a maior festa, comemorar com os que lhes são mais queridos e, é claro, dar muitos presentes. Neste dia os corações vão ficar repletos de bons sentimentos, amor, fraternidade, bondade, amizade, felicidade. Todos vão colocar suas melhores roupas, seus maiores sorrisos e estender a mão ao próximo, mesmo que seja só neste dia. Vai haver missa, culto, cerimônias de todas as religiões que o cultuam e todos cantarão músicas em seu louvor. A mesa estará enfeitada e a comida será variada e muito mais caprichada, para comemorarem a data. A casa terá luzes coloridas e será colocada uma árvore na sala para representar este dia tão importante. Os presentes serão abertos á meia noite e as crianças meio sonolentas abrirão seus pacotes rindo, ansiosas para ver o que ganharam. Este dia é especial, pois se comemora o nascimento

de Jesus. Mas na verdade todos os dias são especiais porque a cada instante devemos agradecer, e reconhecer o milagre da vida. Renascer a cada minuto, tentando melhorar, amando ao próximo, sendo tolerantes, respeitando os outros e agradecendo sempre. Festejar a cada novo amanhecer, ou a cada piscada, sentindo a beleza da vida que é um presente de Deus e tendo Jesus no coração, este é o verdadeiro Natal. Jesus que só emanou amor ao próximo, que morreu por nós, que nos ensinou que o amor é o mais importante na vida não pode ter somente um dia no ano, mas todos os dias de nossa vida, quando renascemos a cada momento e recomeçamos no amor de Cristo.

Um feliz Natal para todos!

15 15


DESAFIO CULTURAL 2011 Uma vida de sucesso começa aqui

Preparar-se para os desafios faz parte da vida. Escolher um bom colégio é parte dessa preparação. As escolas do Grupo Educacional Drummond possuem estruturas modernas e profissionais experientes, que preparam seu filho para os desafios de sua vida social, universitária e profissional. Para comprovar isto, convidamos você e seus filhos a participarem do Desafio Cultural do Grupo Carlos Drummond de Andrade - unidades Penha, Ponte Rasa, Tatuapé e Vila Formosa - no próximo dia 05 de Dezembro, às 9 horas. Anos/Série participantes do Desafio Cultural Maternal, Jardim e Pré-Escola Ensino Fundamental: 1ª,2ª e 6ª anos - Ensino Médio: 1ª série Unidades Participantes ALVORADA / VILA FORMOSA Praça Nossa Senhora das Vitórias, 92 Tel.: 2076-4600 DRUMMOND / PONTE RASA Avenida São Miguel, 4335 Tel.: 2214-6644 DRUMMOND / TATUAPÉ Rua Prof. Pedreira de Freitas, 401/415 Tel.: 2942-1499 JOÃO XXIII / PENHA Avenida Penha de França, 35 Tel.: 2227-8400

Para mais informações, acesse: www.colegiodrummond.com.br / www.colegioalvorada.com.br www.escolajoao23.com.br

Jornal O Poeta  

Edição Nov/Dez de 2010

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you