Page 1

RITUAIS FEITIร‡OS E ENCANTAMENTOS

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Pรกgina 1


Tão importante quanto saber usar instrumentos mágicos e manipular energias é conhecer e saber utilizar as ervas Elas são empregadas em quase toda nossa prática seja para curas naturais, seja no preparo das poções, amuletos e filtros para os mais diversos fins. É importante ter um conhecimento básico sobre elas... Conhecer para que serve, como manipular corretamente (cascas, flores, raízes e folhas). Deter tal conhecimento significa ter o poder nas mãos para resolver, ou pelo menos amenizar, problemas de ordem física, espiritual, emocional, etc. Além do conhecimento básico (indicação e preparo) é de bom tom, a bruxa/ bruxo se preocupar em combinar a erva com o planeta que a rege. Sobre a combinação ervas + planetas, Laurie Cabot, in O poder da Bruxa, escreveu: “A antiga sabedoria sempre viu correlações entre a astrologia e as ervas, manifestando-se a influência planetária como cor e luz que interatua com a aura da planta (...)” E, é isso mesmo. As plantas – como todo ser vivente – possuem uma aura. E ela prossegue: “(...) Dizemos que a erva é “regida” por um determinado planeta porque a luz que é refletida e refratada do planeta está contida nessa erva.” Como exemplo, Laurie Cabot cita a raiz de bardana: Esta sob a influência de saturno pode ser utilizada para a disciplina; Se em Urano pode ser usada para divulgar/ comunicar alguma coisa a alguém; sob a influência de Vênus esta raiz pode ser utilizada para o amor sexual, amizade, dinheiro e por aí vai. A importância e a tradição de utilizar as plantas vem de longa data e tem sido esquecida... relegada... Hoje bruxas e bruxos, se preocupam com altares maravilhosos, robes estilizados, mas se esquecem das ervas em suas operações mágicas. Tomam chá de hortelã porque gostam sem lembrar que por trás daquele gosto de hortelã existem propriedades e indicações diversas. O uso das ervas na vida mágica deve ser tão importante quanto o cuidado que se tem ao abrir um círculo mágico, por exemplo. A bruxa/ o bruxo deve saber para que serve, como manipular, qual o Planeta que a rege, etc. Sem tais cuidados de nada adianta mover céus e terra para conseguir, por exemplo, mandrágora, para usar em determinada receita se não sabe sequer porque a está usando. O conhecimento da planta que está se utilizando pode ser a chave para o sucesso ou o ingrediente para a perda de tempo de um feitiço, poção, amuleto, filtro, feitiço. Abaixo deixo uma lista inicial de ervas, que julgo ideal para um contato inicial. Algumas extraídas da obra de D .J. Conway, in “a Magia Celta” e outras que incluídas por mim após pesquisas na internet e outras por conhecimento próprio. Essa lista é só o chute inicial. A partir daqui cabe, exclusivamente, a você ampliar essa lista e a incrementar com informações complementares através da aquisição de bons livros sobre o tema.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 2


A Absinto (artemisia absinthium) – Erva druídica sagrado. Muito mágica e sagrada para divindades lunares. Queimado em incensos em Samhain para ajudar a evocação, a adivinhação e a profecia. Especialmente boa quando combinada com artemísia. Fortalece incensos para exorcismo e protecção Abacate (Persea gratissima): O abacate pode substituir a carne, porque contém gordura e o mesmo valor nutritivo. O abacateiro serve especialmente aos diabéticos, tanto através da fruta como das folhas. Às pessoas atacadas por esse mal é aconselhável um tratamento a base do abacateiro, durante quinze dias: Comer em jejum metade de um abacate amassado Após as refeições tomar um chá de folhas SECAS do abacateiro, sem açúcar. Outra indicação das folhas do abacateiro é para a limpeza do fígado. Se o fígado não vai bem por estar saturado de gordura e tóxicos, fazer um chá das folhas SECAS do abacateiro e toma-lo em goles, de hora em hora, durante todo o dia, repetindo por 15 dias. O caroço serve como tônico capilar. Em dores de cabeça aplicar folhas quentes do abacateiro sobre a cabeça, em compressa. Usar sempre folhas secas pois as verdes provocam palpitações cardíacas Abacaxi (Ananás sativus): O abacaxi, além de ótimo purificador do sangue, é diurético e ajuda a digestão. Sua indicação notável é no tratamento das feridas, inflamações, infecções. Em infecções agudas, consumido em fatias, é um ótimo parceiro dos antibióticos. Contra tosse catarral, usa-se duas colheres de suco de abacaxi diluídas em uma xícara de água quente e uma colher de mel. Beber bastante quente antes de deitar-se Abeto-Prateado (abies alba) – Árvore druídica sagrada. As agulhas são queimadas durante o parto para abençoar e proteger a mãe e o bebé Abobora: Cucúrbita pepo Rica em potássio, ferro, fósforo e magnésio, é eficaz como diurético e para combater a prisão de ventre. Faz-se um suco fresco com pedaços grossos de abóbora madura, colocando-os em um guardanapo e torcendo para extrair o suco. Adoçar com pouco açúcar e tomar uma manhã sim e uma não, em jejum por um mês Açafrão (Crocus sativus) Planeta: Sol Elemento: Fogo Usado em rituais de prosperidade e cura Alecrim (Rosmarinus officinalis) Planeta: Sol Elemento: Fogo Usado em encantamentos de proteção, para ajudar nos estudos. Lavar as mãos com uma infusão de alecrim substitui um banho de purificação. Beba um chá de alecrim Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 3


antes de fazer um exame ou uma entrevista para ter a mente alerta. O chá de alecrim é ótimo para trazer o ânimo de volta. Está ligado a fidelidade, amor, lembranças felizes. O cheiro de alecrim mantém a pessoa alegre é um símbolo de amizade Alho (Allium sativum) Planeta: Marte Elemento: Fogo Erva extremamente protectora. Pode ser pendurado em casa para proteger. Também utilizado para fazer exorcismos. Os antigos gregos colocavam o bulbo do alho em um monte de pedras em um cruzamento como uma oferenda à Hécate Amendôas (Prunus amygdalus[doce] Amygdalus communis[amarga]) Antigamente as amêndoas era conhecidas por prevenir a intoxicação, no tempo medieval as amêndoas eram adiconadas as refeições por esse mesmo propósito. Além disso a amêndoa é consumida para dar inteligência Amieiro (alnus glutinosa) – Árvore druídica sagrada. Retirada a medula dos rebentos verdes fazem-se apitos, sendo que vários rebentos atados lado a lado, com uma das pontas tapadas com madeira, barro ou composto de lacre, podem ser usados para atrair elementais do Ar. Apare o fim de cada rebento de forma a produzir as notas que pretende Angélica (Angelica archanegelica) Planeta: Sol Elemento: Fogo A raiz dessa erva guardada em um saquinho de tecido azul, funicona como um poderoso talismã protetor. A raíz também pode ser colocada em um saquinho de tecido branco ou azul, e pendurado na janela para proteger a casa e as pessoas que moram nela de todo o mal Anis (Pimpinela anisum) Planeta: Júpiter Elemento: Ar Usado para proteção. Um travesseiro feito com anis, proporciona um sono tranquilo e sem pesadelos. É considerado um ótimo protetor contra olho gordo Arruda (ruta graveolens) – Os celtas consideravam-na uma erva anti-mágica, ou seja, uma defesa contra os encantamentos e a magia negra. Uma vergôntea fresca pode ser usada para salpicar de água sagrada em consagrações, bênçãos e curas. Queimada em exorcismos ou incensos de purificação, expulsa a negatividade e estabelece a ordem das coisas Artemísia (artemisia vulgaris) – Erva druídica sagrada. Seus poderes são mais fortes quando apanhados na lua cheia. Apanhe-a no solstício de verão para dar sorte. Esfregue a erva fresca em bolas de cristal e espelhos mágicos para aumentar a sua força. Mergulhe 10g de artemísia numa garrafa de vinho durante 7 dias, começando numa lua nova, esprema-a e beba uma pequena quantidade para auxiliar a clarividência e a adivinhação Aspérula (asperula odorata) – Erva druídica sagrada. Use uma vergôntea de aspérula quando quiser mudar o curso da sua vida e alcançar a vitória. Acrescente-a ao vinho de Beltane como símbolo do afastamento de barreiras Avelã (Corylus spp.) Planeta: Sol Elemento: Ar A madeira é apropriada para fazer qualquer tipo de bastão.Um ótimo encatamente para lhe trazer sorte consiste em fazer uma cruz solar amarrando 2 galhos juntos com um cordão vermelho ou dourado Aveleira (espécies Corylus) – Árvore druídica sagrada. As varas da sua madeira simbolizam magia branca e cura. Se estiver ao ar livre e precisar rapidamente de protecção mágica,

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 4


desenhe à sua volta um círculo com um ramo de aveleira. Para atrair a ajuda das fadas das plantas, enfie nozes numa corda na sua casa ou sala ritual. Azevinho (ilex aquifolium) – Árvore druídica sagrada. Sagrada para o solstício de Inverno em que era usada como decoração. Plantado próximo de uma casa repele os encantamentos negativos que lhe forem enviados. Um saco de folhas e bagas usado por um homem aumenta sua habilidade para atrair mulheres

B Bálsamo de Gilead (Populus candicans) Planeta: Saturno O botão pode ser usado para curar um coração partido. Também é usado em feitiços de amor e proteção Bardana (arctium lappa) – Também conhecido por Cardo. Mergulhe uma mão cheia de erva num balde com água para lavar o chão: isso afasta a negatividade, purifica e protege Basílico (Ocimum basilicum) Planeta: Marte Elemento: Fogo Usado em rituais de riqueza e prosperidade. Pode ser carregada no bolso para atrair dinheiro. Há tempos atrás acreditava-se que a mulher acabaria com a infidelidade do marido salpicando basil no corpo dele Baunilha (Vanilla aromatica ou Vanilla planifolia) Planeta: Júpiter Elemento: Fogo Usado me encantamentos de amor, e o óleo de baunilha tem função afrodisíaca Beladona: venenosa, porém, excelente para ser utilizada em feitiços e preparo de pós para ser utilizada contra os inimigos. O pó pode ser feito com beladona açafrão e cânfora. Benjoim (Styrax benzoin) Planeta: Sol Topo Elemento: Ar Usado como incenso para purificação Betónia (stachys officinalis, betonica officialis, stachys betonica) – Erva druídica sagrada. Era uma erva muito mágica para os druidas, na medida que poder de expelir os espíritos malignos, os pesadelos e o desespero. Era queimada no solstício de verão, para purificação e protecção. Salpicar próximo de todas as janelas e portas para formar uma barreira protectora. Se for

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 5


incomodado por pesadelos, encha com ela uma pequena almofada de tecido e coloque-a debaixo da sua Bistorta (polygonum bistoria) – Também chamada Erve-Daninha-da-Serpente, Erva-do-Dragão, Cauda-Doce. Acompanhe-se de um pedaço de raiz seca para conceber Briónia-Branca (bryonia alba, bryonia dioica) – Venenosa. Também conhecida por Mandrágora-Inglesa. As raízes podem ser substituídas pela rara raiz da mandrágora verdadeira. Junte um bocadinho da raiz ao seu dinheiro para aumentar a prosperidade

C Calêndula (calendula officialis) – Erva druídica sagrada. A água da calêndula é feita das flores. Se a passar pelas pálpebras, ajuda-o a ver as fadas. As flores metidas nas almofadas produzem sonhos clarividentes Camomila (anthemis nobilis) – Planeta: Sol Elemento: Água Usado em encantamentos e em rituais de prosperidades um chá feito com duas colheres de chá mergulhado em água a ferver durante 5 minutos é um suave indutor de sono. Também pode ser queimada ou acrescentada às bagas da prosperidade para incrementar o dinheiro. Outra indicação: O chá acalma e tranquiliza, pode ser muito útil quando você precisar fazer um ritual e estiver sentindo raiva ou agonia. Lavar o rosto e as mãos com camomila atrai amor. Canela (Cinnamonum zeylanicum) Planeta: Sol Elemento: Fogo Usado como incenso para cura, clarividência, vibrações espirituais. Conhecida como um poderoso afrodisíaco.Usado em feitiços de prosperidade. Muito usada também em feitiços de amor. O banho de canela em pau desperta a vitalidade, o tesão. O poder masculino. Cardo-Santo (cnicus benedictus, carduus benedictos) – Erva druídica sagrada, que se utiliza, principalmente, para protecção e força. Se for plantado no jardim, afasta os ladrões Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 6


Carvalho (quercus robur) – Planeta: Sol Elemento: Fogo Árvore sagrada em muitas culturas. Árvore druídica sagrada, o carvalho era o rei das árvores numa floresta. As varas mágicas eram feitas da sua madeira. As nozes de galha de carvalho, conhecidas por Ovos-de-Serpente, eram usadas como amuletos mágicos. As glandes recolhidas de noite detinham o maior dos poderes fertilizantes. Os druidas e as sacerdotisas escutavam o murmurar das folhas de carvalho e das carriças para obterem mensagens divinatórias. As folhas queimadas purificam a atmosfera. Outra fonte: Queimar folhas de carvalho purifica. A madeira é usada para fazer bastões de todos os tipos. O fruto de carvalho pode ser usado para fazer encatamentos de fertilidade, preservar a juventude, evitar doenças. O homem pode usar o fruto de carvalho para aumentar seu poder sexual Cebola (Allium cepa) Planeta: Marte Elemento: Fogo Topo Usado para proteger e curar Cedro (cedrus libani) – Uma árvore sagrada dos druidas. Os antigos celtas do continente usavam óleo de cedro para preservar as cabeças dos inimigos tomadas nas batalhas. Para atrair a energia da Terra e manter-se firme, coloque as palmas das mãos contra as extermidades das folhas Celidónia (chelidonum majus) – Como prevenção contra o aprisionamento ilegítimo, use um saco de flanela vermelha repleto desta erva, junto à pele. Substitua a erva de 3 em 3 dias Cerejeira-Brava (prumus serotina) – Árvore sagrada dos druidas. Pedaços da árvore ou da casca eram queimados em festivais celtas Cevada: Hordeum vulgare Diurética, Tonica e digestiva. Usada em pó é um ótimo substituto para o café, principalmente para pessoas nervosas e insones. Para as infecções na garganta ferver 70gr de cevada em um litro de água, por 20 minutos. Quando morno, filtrar o liquido, adoçar com uma colherinha de mel, misturando bem. Fazer gargarejos durante o dia. Para inflamações do intestino, colite, ferver em um litro e meio de água por dez minutos três punhados de cevada lavada. Filtrar o liquido quando frio, adoçar com mel e beber em xícaras Cipestre (Cupressus spp.) Planeta: Saturno Elemento: Terra A fumaça do cipestre pode ser usada para consagrar intrumentos mágicos Coentro (Coriandrum sativum) Planeta: Marte Elemento: Fogo Usado em feitiços de amor. Indicado como calmante. O chá de coentro deve ser feito com toda a planta, folhas, talos e raiz, depois de bem lavados. Como estimulante do estômago e fígado verter uma xícara de água fervente em 5gr de frutos de coentro secos, filtrar, adoçar e tomar após as refeições Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 7


Cominho (Carum carvi) Planeta: Mercúrio Elemento: encatamentos de amor para atrair a pessoa amada

Ar Usado

em

Consolda (symphytum officinale) – Chás, tintura e compressas de folhas ou de raízes de consolda aceleram curas de cortes, urticária e ossos partidos. Para acautelar a segurança da sua bagagem, em viagem, introduza um pedaço de raiz em cada mala Cravo (Dianthus caryophyllus) Planeta: Sol Elemento: Fogo Na época da inquisição as bruxas carregavam o cravo consigo para prevenir-se da captura ou enforcamento. Gera energia no ritual quando usado como incenso Crisântemo-Virgem (chrysanthemum parthenium) – Os viajantes usavam-no como proteção contra a doença e os acidentes durante suas deslocações

D Dedaleira (digtalis purpúrea) – Venenosa. Erva druídica sagrada, associada às fadas e ao pequeno povo Dill (Anethum graveolens) Planeta: Mercúrio Elemento: Fogo Usado em feitiços de amor. Pendurado em quarto de crinças para protegê-las. Em tempos antigos o dill era usado para se proteger contra bruxarias.

E Espinheiro (crataegus oxyacantha) – Árvore druídica sagrada cujas varas têm grande poder. Os botões são altamente eróticos para os homens.Planeta: Marte Elemento: Fogo Usado em "saquinhos"de proteção. Na antiga Grécia e Roma, era associado a felicidade no casamento. Pode ser queimado como incenso quando você percisar de energia e dinamismo em sua vida, e quando precisar refletir sobre sua vida Espinheiro-Negro (prunus spinosa) – Também chamado Abrunheiro. Árvore druídica sagrada. Os espinhos são usados para espetar em imagens em vela negra, ou bonecos dos inimigos que não o deixam em paz. Antes de queimar a Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 8


vela ou o boneco, prenda-lhe o nome do importuno e grave-o na vela com a sua faca. Arranque três espinhos e espete-os na cabeça, no coração e na barriga da imagem, dizendo: “Mal, volta àquele que te mandou. Eu e os meus estamos agora livres. Nenhum prejuízo ou mal pode entrar aqui. A minha vida e o meu caminho estão agora desimpedidos.” Eucalipto (Eucalyptus globulus) Planeta: Lua Elemento: Ar Usado em rituais de cura, e em feitiços de todos os tipos. Pode ser utilixado para cura colocando as folhas em volta de uma vela azul e em seguinda queimá-la. Também pode ser pendurada em volta do pescoço para curar resfriados e dores de garganta Eufrásia (euphrasia officinalis) – Árvore druídica sagrada. Numa panela bem fechada, deixe cozer devagar um punhado de erva em água a ferver. Deixe repousar durante a noite. Torça a erva, espremendo-a até ficar o mais seca possível. Guarde o líquido num recipiente hermeticamente fechado, protegido da luz e do calor, mas não no frigorífico. Beba meia colher de chá em meia chávena de água da fonte ou em chá de erva psíquica, para fomentar a clarividência.

F Fetos, especialmente Feto-Macho (dryopteris filixmas), Cabelo-deVirgem (adiantum pedatum), Feto-Grande (pteridium acquilinium), FetoDama e Polipódio (ambos polypodium vulgare) – Os druidas classificavam os fetos como sendo árvores sagradas. As frontes lisas do Feto-Macho eram colhidas a meio do verão, secas e usadas para dar boa sorte. Todos os fetos Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 9


são poderosas plantas protectoras. Queimados dentro de casa produzem um fortíssimo muro de protecção. Queimados no exterior provocam chuva Freixo (fraxious excelsior) – Planeta: Sol Elemento Árvore druídica sagrada. As varas dos druidas eram muitas vezes feitas de freixo e enfeitadas com gravações. As varas de freixo são boas para a magia curativa, geral e solar. Coloque folhas frescas debaixo da almofada para estimular sonhos psíquicos. Recolha folhas de freixo e leve-as para um local ao ar livre onde possa trabalhar sem ser incomodado. Com a sua espada ou faca, escave um círculo à sua volta no chão. Faça-o suficientemente grande para que possa trabalhar lá dentro sem ultrapassar a linha. Vire-se para este, segurando as folhas de freixo em ambas as mãos. Diga:”Elementais do este, governantes de Ar, daime conhecimento e inspiração”. Atire as folhas para este. Vire-se para sul e diga:”Elementais do sul, governantes de Fogo, dai-me energia e mudança”. Atire algumas folhas para sul. Vire-se para oeste e diga:”Elementais de oeste, governantes da Água, dai-me cura e amor.” Atire algumas folhas para oeste. Vire-se para o norte e diga:”Elementais do norte, governantes da Terra, dai-me prosperidade e sucesso”. Atire as folhas para norte. Mantenha-se no centro do círculo com ambas as mãos erguidas:”Bênçãos para todos os que vieram em meu auxilio. Entre amigos é este contrato feito”. Apague a linha traçada. Outra Fonte: Elemento água Usado para fazer vassouras, e bastões de cura. As folhas deixadas embaixo do travesseiro induz a sonhos psíquicos. A folha pode ser trazida no bolso pra atrair boa fortuna

G Gardênia (Gardenia spp.) Planeta: Lua Elemento: Água Use as flores para atrais amor Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 10


Gataria (nepeta cataria) – Também conhecida como Nêveda-dos-Gatos. Erva druídica sagrada, mastigada pelos guerreiros para se tornarem ferozes em batalha. Grandes folhas secas são marcadores poderosos nos livros de magia. Dê ao seu gato para criar um vínculo psicológico com ele,. Gengibre: Zingiber officinalis Uma raiz com altos poderes medicinais. Combate as náuseas, provocando o aumento de salivação, pode ser mastigado para prevenir enjôos em viagens marítimas. Age muito bem na garganta, sendo seu chá indicado a todas as pessoas que utilizam bastante a voz como oradores, cantores, etc. Combate a flatulência, bastando para isso apenas usa-lo como tempero nas refeições. Tem também uma aplicação em casos de reumatismo, problemas pulmonares e circulação sanguínea, usando-se o chá Giesta (cytisus scoparius) – Árvore druídica sagrada. Pode ser substituída por Tojo no equinócio da primavera. Os Irlandeses chamavam-lhe “poder de médico”, devido aos seus rebentos diuréticos. Varra as suas áreas rituais ao ar livre com ela para purificar e proteger. Queimar as flores e os rebentos acalma os ventos Girassol (Helianthus annus) Planeta: Sol Topo Elemento: Fogo Traz bênçãos do Sol em qualquer jardim no qual ele cresce

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 11


H Hera (Hedera spp.) Planeta: Saturno Elemento: Água Guarda e protege a casa, de quem possui essa planta. Hera-Inglesa (hedera helix) – Venenosa. Erva druídica sagrada. Ligada ao solstício de Inverno, em que era usada como decoração. A hera oferece protecção quando cresce próximo de uma casa, ou nas suas paredes. Hipericão (hypericum perforatum) – Erva druídica sagrada. Os celtas passavam-na pelo fumo da fogueira no solstício de verão, usando-a depois na batalha, para lhes dar invencibilidade. Pode ser queimado para banir e exorcizar espíritos Hortelã (Mentha piperata) Planeta: Vénus Elemento: Ar Usado em encantamentos de cura, tomar banho com hortelã também é óptimo para curar, e também pode ser usado como incenso. A hortelã-miuda, é empregada como tempero e age como calmante quando usada em chá. A hortelã-pimenta, estimula a pele e os terminais nervosos sensíveis ao frio. Para aquecer ambientes muito frios, coloca-se uma bacia com água e folhas de hortelã. Como digestivo, faz-se uma infusão com 100g de água quente já adoçada, coloca-se 5g de folhas frescas ou secas de hortelã, filtrar e beber em seguida bem devagar. Para excitação nervosa e insónia colocar uma pitada de folhas frescas de hortelã em uma xícara de água quente, filtrar e beber o liquido. (Em casos de insónia, tomar antes de deitar). Outra Fonte: Erva druídica sagrada. Bonecos para o amor e para as curas podem ser cheios de folhas de hortelã secas. Acrescentada aos incensos, purifica a casa ou a área ritual

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 12


I Inhame: Colocasia antiquorum O inhame cru é um poderoso antianêmico e mesmo cozido conserva muito de seu poder curativo. É um grande depurador do sangue, deve ser ingerido pelas pessoas que sofrem processos inflamatórios de qualquer espécie e todas aquelas que precisam beneficiar o sangue Iris (Iris florentina ou Iris germanica) Planeta: Vênus Elemento:Água Usado em feitiços de amor, banhos e incensos

J Jasmin (Jasminum officinale ou Jasminum odoratissimum) Planeta: Júpiter Elemento: Terra. Usado em feitiços de amor Junípero (Juniperus communis) Planeta: Sol Elemento: Fogo O ramo de junípero é usado para evitar acidentes. O grão seco tem a propriedade de atrair amor. Essa planta protege a casa contra roubo

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 13


L Laranja (Citrus sinesis) Planeta: Sol Elemento: Água A casca seca de laranja é usada em feitiços de amor e fertilidade, e como incenso solar. É um símbolo tradicionalmente chinês de sorte e prosperidade. Esta fruta combate a tendência as hemorragias e a gripe, febre e inflamações nas veias. Para combater excitação nervosa, verter uma xícara de água fervente em 2gr de folhas de laranjeira, filtrar, adoçar com mel e beber. Contra febre, colocar uma laranja madura, cortada , com a casca e em pedaços, em 30gr de água fervente adoçada com duas colheradas de açúcar. Depois de totalmente frio, coar o liquido e beber. Lavanda (Lavendula vera ou Lavendula officinale) Planeta: Mercúrio Elemento: Ar Usado em banhos ou como incenso para purificação. Jogar lavanda no fogo no solstício de verão é um tributo aos Deuses e também nos dá visão e inspiração. Usado também em banhos para curar, e para atrair homem. O perfume da Lavanda induz ao sono. Excelente para dar claridade e coerência em trabalhos mágicos e concentrar a visualização Lírio-do-Vale (convallaria majalis) – Venenoso. Um líquido produzido pela infusão das flores em água da fonte pode ser salpicado em volta da área ritual, atraindo a paz e o conhecimento. Lisimáquia - Púrpura (lythrum salicaria) – Colocada nos cantos de cada divisão, esta erva restaura a harmonia e traz a paz Losna: Artemísia absinthium É aconselhado o chá nos problemas de fígado e intestinos, assim como nos casos de urina solta. Em diarreias pode-se ferve-la em vinho e beber o chá ou usa-lo em compressas sobre o ventre. Esse mesmo chá é um excelente colírio (veja: Artemísia, absinto) Louro (laurus nobilis) – Planeta: Sol Elemento: Fogo. As suas folhas eram queimadas pelas sacerdotisas da Deusa Tripla para provocar visões psíquicas. As folhas sob a almofada dar-lhe-ão também inspiração e visões. O louro contra-ataca a negatividade e a restrição. Outra Fonte: Na Antiga Grécia as Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 14


folhas de louro eram usadas para fazer coroas para os vitoriosos no atletismo ou nos concursos de poesia. As folhas podem ser queimadas ou mastigadas para induzir visões. Usado como amuleto para evitar as negatividades. As folhas deixadas embaixo do travesseiro induz a sonhos proféticos. Pode ser usado em rituais de protecção e purificação. Manter um pé de louro em casa protege todos os que moram nela de doenças Lunária (botrychium lunaria) – As folhas em forma de crescente são usadas em sacos de amor. Coloque um pedaço de lunária dentro de um medalhão com a fotografia do seu amado para fomentar um amor duradouro Lúpulo (humulus lupulus) – Erva druídica sagrada. Uma almofada cheia de lúpulos secos ajuda a dormir e cura

M Maçã (Pyrus malus) Planeta Vénus Elemento: Água Muito usada em feitiços de amor há milhares de anos. O suco da maçã pode substituir o vinho, quando for realizar um feitiço ou algum ritual. A madeira da macieira pode ser usada para fazer bastões, e utilizá-lo para realizar feitiços de amor. Digestiva e exerce um controle sobre a flora intestinal. Recomendada contra febres e inflamações, e dietas curtas nos casos de diarreias. Contra febres, má digestão e prisão de ventre, pode-se confeccionar a AGUA DE MAÇÃS: Misturar uma maçã grande, descascada, mondada (livre de partes inúteis, sementes, cabo e muito bem lavada) e cortada em fatias bem finas, com 10gr de folhas de erva cidreira (melissa, a de folhas não a de capim), suco de meio limão e um pedaço de canela. Acrescentar duas colheres de mel e meio litro de água fervente, deixando repousar por dez minutos. Passar o preparado por uma peneira, bebendo o liquido no final das refeições. No caso de febres e inflamações intestinais, consumir a água no decorrer do dia. Pode-se ainda confeccionar o VINHO DE MAÇÃS, que é indicado para distúrbios digestivos e prisão de ventre: Colocar uma colher de açúcar e um pedaço de casca de limão em um cálice e meio de vinho, nele cozinhando uma maçã mondada e descascada. Passar tudo pela peneira e beber esse vinho logo após as refeições Macieira – Árvore druídica sagrada. Use cidra de maçã em quaisquer encantamentos que exijam vinho. Mandrágora (Mandragora officinarum) Topo Planeta: Mercurio Elmento: Terra Uma erva muito poderosa para proteger o Lar. A raíz pode ser usada para curar a impotência masculina. Pra carregar a mandrágora com seu poder Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 15


pessoal, deixe-a em sua cama durante 3 dias durante a lua cheia. Usada para dar coragem. Manjericão (ocimum basilicum) – Queime manjericão para exorcizar a negatividade da casa. Para efectuar uma verdadeira e total purificação e protecção de si próprio e da sua casa, salpique também um pouco de manjericão em cada canto da sua divisão e use-o também na água do banho Manjerona (origanum majorana) – Planeta: Mercúrio Elemento: Ar. Uma infusão de manjerona, hortelã e alecrim pode ser salpicada por toda a casa para proteção. Também funciona na proteção de objectos específicos. Usada em feitiços de amor. Margarida (Bellis perennis) As margaridas estão associadas as celebraçòes da primavera e do verão: decorar a casa na noite do verão, traz felicidade para o lar e atrai as fadas Meimendro (Hyoscyamus niger) Planeta: Saturno Element: Água Venenoso! Usado para atrair o amor de uma mulher. Também usado em adivinhação salpicando meimendro na água (srying) Mil-Folhas (achlillea millefolium) – Também conhecido como Milefólio. Esta erva é um poderoso aditivo para incenso na adivinhação e nos feitiços de amor. Tem o poder de manter os casais unidos e felizes Mirra (Commiphoria myrrha) Planeta: Sol Elemento: Água Usado como incenso protector e purificador. Também pode ser usado para consagrar instrumentos mágicos Morango: Fragaria vesca Mais rico em vitamina C do que a laranja ou limão, portanto bastante indicado para prevenção de gripes e resfriados. Cozido não tem nenhum valor e cru atua na purificação do organismo e combate reumatismos. O consumo de morangos facilita a digestão, estimula as funções hepáticas e o apetite; combatem a gota e o reumatismo articular. Uma dieta á base de morangos traz inúmeros benefícios a quem sofre de hemorróidas, perturbações circulatórias, afecções renais Murta (Myrica cerifera) Planeta:Vênus Elemento: Água Sagrado para Vênus, é usado em feitços de amor e de todos os tipos.Ter murta em casa atrai sorte. Use as folhas de murta pra atrair amor, e a madeira para preservar a juventude. Use a madeira para fazer encatamentos Musgo-Terrestre (lycopodium clavatum) – Também conhecido como Garra-deLobo, Corno-de-Cervo. Erva sagrada para os druidas. Entre os celtas, apenas os sacerdotes e sacerdotisas podiam colher musgo-terrestre; tinha de ser Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 16


colhido com um punhal de prata. As plantas e os esporos (colhidos em Julho e Agosto) eram utilizados em bênçãos e para protecção Musgo-Irlandês (chondrus crispus) – Também conhecido por Musgo-Pérola. Esta erva serve para ganhar e manter um afluxo estável de dinheiro. Se fizer bonecos para ganhar dinheiro ou sorte, enfie este musgo lá dentro. Queime-o com incenso durante os encantamentos para lhe dar sorte ou dinheiro. Salpique um pouco dentro da sua bolsa ou carteira.

N Nabo: Brassica napius O nabo é indicado para combater a gripe e doenças dos brônquios. O chá de suas folhas e até da raiz fortalecem os ossos, agindo também como diurético. Em caso de bronquites, pneumonias, resfriados, brônquios fechados: rale um nabo, coloque dentro de uma gaze grande aqueça no micro ondas apenas para tornar quentinho e coloque diretamente sobre as costas ou peito da pessoa doente. Repita isso por duas ou 3 vezes por dia até a pessoa melhorar. É excelente! Noz (Juglans regia) Topo Planet: Sol Elemento: Fogo Use a noz em encantamentos para promover a fertilidade e fortalecer o coração. Sagradas para os druidas. Muito usadas em magia. Pequenas glandes são usadas para as pontas das varas empregues pelos sacerdotes celtas. Todas as nozes podem ser usadas na magia da fertilidade Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 17


Noz-moscada (Myristica fragrans) Planeta: Júpiter Elemento: Ar Usado para reforçar a clarividênciae prevenir reumatismo. Sonhar com nóz-moscada significa mudanças na vida do sonhador

O Olíbano(Boswellia carterii) Planeta: Sol Elemento: Fogo Seu perfume é muito poderoso para ajudar em meditações. Use como incenso para proteger Oliva (Olea europaea) Sagrado para Atenas. É um símbolo de paz e prosperidade

P Patchouli (Pogostemon cablin ou Pogostemon patchouli) Planeta: Sol Elemento: Terra Erva afrodisíaca, também atrai amor Pimenta (Capsicum spp.) Paneta: Marte Elemento: Fogo Usado em feitiços de proteção.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 18


Pimenta do reino: atirada nas costas do inimigo o afasta de vc se atirado com essa intenção. Nunca fazer isso se estiver tomado pelo ódio (pode até mesmo matar a pessoa inimiga). Pinheiro (espécies pinus) – Sagrado para os druidas, o pinheiro era conhecido como uma das sete árvores principais dos Irlandeses. Misture as agulhas secas em partes iguais de zimbro e de cedro, queime para purificar a casa e a área ritual. As glandes e as pinhas podem ser usadas como um amuleto de fertilidade. Obtém-se um banho purificante e estimulante colocando agulhas de pinheiro dentro de um saco largo e deixando a água correr através dele. Para purificar e santificar uma área ritual ao ar livre, varra o chão com um ramo de pinheiro. Polígono (polygono multiflorum, polygonatum odoratum) – Também conhecido por Centidónia, Persicácia, Pimenta d’Água, Trigo Mourisco. Esta erva pode ser queimada como oferta de agradecimento aos elementais pela sua ajuda

R Rosa (Rosa spp.) Planeta: Vênus Elemento: Água Beba um chá de rosas parar ter sonhos adivinhatórios, ou para melhorar a beleza. Usados como incenso ou em encantamentos, para dormir, atrair amor e curar. Sonhar com rosas significa, sucesso no amor, fortuna Roseira-Brava (rosa rubinosa) – Pode ser substituída por rosas perfumadas normais. Para sonhos clarividentes, coloque duas colheres de chá de pétalas secas de rosa numa chávena de água a ferver. Tape e deixe repousar durante cinco minutos. Beba antes de se deitar. Queime as pétalas com incensos de amor para fortalecer os encantamentos de amor

S Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 19


Sabugueiro (sambucus nigra) – Árvore druídica sagrada. Sagrada para a Dama Branca no solstício de verão. Os druidas usavam-no tanto para abençoar como para amaldiçoar. Estar debaixo de um sabugueiro a meio do verão, tal como estar num anel de fadas de cogumelos, ajudá-lo-á a ver o pequeno povo. As varas de sabugueiro podem ser usadas para expulsar os espíritos malignos ou as formas mentais. A música produzida pelas flautas de Pã, ou flautas normais de sabugueiro, tem o mesmo poder que as varas. Outra Fonte: Planeta: Vênus Elemento: Ar Os galhos podem ser usados para fazer varinhas mágicas. O banho dele fervido em água é eficaz nos casos de sarampo. Salgueiro (salix alba) – Planeta: Lua Elemento: Terra. Também conhecido por Chorão. Uma das sete árvores sagradas dos Irlandeses, árvore druídica sagrada. O salgueiro é uma árvore da lua, sagrada para a Dama Branca. As suas matas eram consideradas tão mágicas que os sacerdotes, as sacerdotisas e todos os tipos de artesãos se sentavam entre as árvores para ganhar eloquência, inspiração, habilidade e profecias. Para que um desejo seja concedido, peça permissão ao salgueiro, explicando que desejo é. Escolha um rebento adequado e ate-lhe um nó solto enquanto expressa aquilo que quer. Quando o desejo for cumprido, volte lá e desfaça o nó. Lembre-se de agradecer ao salgueiro e de deixar uma oferenda. Outra FONTE: Os bastões feitos com a madeira do salgueiro têm a propriedade de cura. O salgueiro traz bênçãos da Lua para aqueles que o tem em sua propriedade. O salgueiro pode ser usado para fazer a vassoura mágica. Tanto as folhas quanto a madeira Salsa (Carum petroselinum) Planeta: Mercúrio Elemento: Ar Na antiga Grécia e Roma era um símbolo de morte, e era usada nas coroas de flores em túmulos. Era sagrado para Perséfone e usado em ritos funerários. Combate gases intestinais, estimula o apetite, facilita a digestão e limpa os brônquios. Um chá de folhas de salsa é um poderoso diurético, aconselhado em casos de gota. A salsa atua também como auxiliar na cura de afecções hepáticas e hipertensão. A infusão da salsa é feita deixando por dez minutos 30gr de sementes de salsa (novamente não usar as destinadas a plantio, e sim as retiradas da planta) em 200g de água fervente, filtrar o liquido, bebendo metade em seguida; o restante três horas depois. Sálvia (Salvia officinalis) Planeta: Júpiter Elemento: Terra Usado em encatamentos de cura e prosperidade. Promove a longevidade e saúde. Samambaia Plabeta: Saturno Elemento: Terra É uma planta extremamente poderosa para a proteção da casa Sândalo (Santalum album) Planeta: Lua Elemento: Ar Usado como incenso para purificar, curar e proteger

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 20


Sangue de Dragão (Daemonorops draco ou Dracaena draco) Planeta: Marte Elemento: Fire Usado em feitços de amor e proteção. Um pedaço colocado debaixo da cama ajuda a curar a impotência. Carregue um pedaço com você para sempre ter sorte. Pode ser dissolvido e usado no banho para uma poderosa purificação. O sangue de dragão também é usado para fazer tinta mágica Sorveira (sorvus aucuparia, fraximus aucuparia) – Árvore druídica sagrada e também sagrada para a deusa Brigit. É uma árvore muito mágica, utilizada para varas, bastões, amuletos e encantamentos. As suas bagas são especialmente mágicas, mas as sementes são venenosas. Um ramo de sorveira em forquilha pode ajudar a descobrir água. As varas servem para o conhecimento, a localização de metais e adivinhação em geral. As fogueiras de sorveira servem para chamar os espíritos, especialmente quando se enfrentam conflitos.

T Teixo (taxus baccata) – Árvore druídica sagrada. Esta árvore era sagrada para o solstício do Inverno e para as divindades da morte e do renascimento. Os Irlandeses usavam-no para fazer cabos de punhais, arcos e tonéis de vinho. As bagas são venenosas. A madeira de teixo, ou as folhas, eram colocadas nas sepulturas para recordar aos espíritos que partiam que a morte é apenas uma pausa na vida antes do renascimento Tília (Tilia europaea) Planeta: Júpiter Associado ao amor conjugal e a longevidade Tojo (ulex europaes) – Árvore druídica sagrada. As suas flores douradas estão associadas ao equinócio da primavera. Tanto a madeira como os botões são queimados para protecção e preparação para conflitos de qualquer espécie Tomilho (thymus vulgaris), Tomilho-Bravo (thymus serpyllum) – Planeta: Vênus Elemento: Ar. Erva druídica sagrada. Um banho de purificação mágico pode ser obtido despejando um chá de tomilho e manjerona na água do banho. Uma almofada cheia com tomilho cura os pesadelos. Quando assistir a um funeral, use uma vergôntea de tomilho para afastar a negatividade dos enlutados. Outra Fonte: Usado como incenso purificador, banhos mágicos de limpeza. Pode ser inalado para refrescar e renovar energia. Use para se defender contra negatividade. Traz inspiração e coragem Trevo (espécies trifolium) – Planeta: Mercurio Associada a Deusa Tríplice. Usado em rituais de beleza e juventude. Erva druídica sagrada que simboliza Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 21


as divindades triplas. Deixe sempre algo como pagamento sempre que apanhar um trevo, pois é uma das ervas favoritas do pequeno povo e das fadas. Um pouco de gengibre ou de leite entornado no chão são ofertas aceitáveis. Decorações de trevo no altar honram todas as divindades triplas. Use um trevo de três folhas para proteção e sorte; um de quatro folhas para evitar o serviço militar.O trevo de quatro folhas, pode ser usado para ver fadas, curar doenças, e em feitiços de boa sorte. Sonhar com trevo significa fortuna principalmente para pessoas jovens

U Ulmária (filipendula ulmaria, spirea ulamria) – Uma das três mais sagradas ervas druídicas, sendo as outras duas a hortelã e a verbena. A ulmária pode ser empregue para decoração do altar durante os encantamentos de amor Urtiga (Urtica dioica) Planeta: Marte Elemento: Fogo Encha um pote com urtiga para mandar má vibrações e maldições de volta para quem te mandou. Usado em feitiços de proteção. Usado para dar coragem. Foi considerado como antídoto contra vários venenos Urze (caluna vulgaris) – Erva druídica sagrada. Usada no meio do verão para fomentar o amor e a protecção. A urze vermelha é para a paixão, a branca para arrefecer as paixões de cortejadores indesejáveis

V Valeriana (valeriana officinalis) – Planeta: Mercúrio Elemento: Água Também conhecida por Erva-dos-Gatos. Use esta erva em feitiços de amor, especialmente para a reconciliação de casais com problemas. Use-a em almofadas para um descanso profundo. Embora a raiz da erva tenha um odor forte e pungente, alguns gatos gostam do cheiro mais do que da gataria. Esta erva é usada em feitiços de amor, e em banhos de purificação. Também pode ser usada como calmante Verbena (verbena officinalis) – Também conhecida por Lúcia-Lima. Erva druídica sagrada, vulgar nos seus muitos ritos e encantamentos. Era tão Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 22


grandemente estimada que as oferendas desta erva eram colocadas em altares. Quando queimada, é poderosa na defesa contra ataques psíquicos, mas é também usada em feitiços de amor, purificação e para atrair riqueza. É um poderoso atractivo para o sexo oposto Verbasco (verbascum thapsus) – As folhas pulverizadas são por vezes denominadas “pó-de-cemitério” e podem substitui-lo Vidoeiro (betula alba) – Árvore druídica sagrada. Curiosamente, corte tiras de casca na lua nova. Com tinta vermelha, escreva numa tira da casca “Trazei-me o verdadeiro amor”. Faça o seu pedido aos deuses e queime-a juntamente com incenso de amor ou lance a casca num riacho Violeta (Viola tricolour) Planeta: Vênus Elemento: Ar Misture com lavanda para um poderoso encantamento de amor. A compressa feita com violeta ajuda a curar a dor de cabeça . Sonhar com violetas significa mudanças para melhor. Violetas absorvem feitiços do mal. A fragância acalma e limpa a mente Visco (viscum álbum) – Planeta: Sol Elemento: Ar. Era a mais sagrada árvore dos druidas e governava o solstício de Inverno. As bagas são venenosas. Ramos de visco podem ser pendurados como erva protetora para todos os fins. As bagas são usadas em incensos de amor apesar de venenosas. Usado com um amuleto protetor contra o mal.

Y YUBA GOLD: Chamado, também, de cigarro do amor, consiste em uma mistura de ervas totalmente legais, que altera o estado de consciência, ajuda em processos que exigem relaxamento, descontrai. Aumenta a libido. Para ser utilizado em rituais, projeções astrais. REQUER O USO RESPONSÁVEL e apenas por maiores de idade. Essa mistura é formada por damiana, scullcap, lobelia, flor da paixão e menta.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 23


Z Zimbro (juniperus communis) – Árvore druídica sagrada. As suas bagas eram usadas com tomilho em incensos druídicos que provocavam visões. O zimbro plantado à porta desencoraja os ladrões. As bagas maduras podem ser enfiadas num cordel e penduradas em casa para atrair o amor

PENTAGRAMA, O SÍMBOLO MÁGICO DAS ANTIGAS TRADIÇÕES ATÉ HOJE

Desde os primórdios da humanidade, o ser humano sempre se sentiu envolto por forças superiores e trocas energéticas que nem sempre soube identificar. Sujeito a perigos e riscos, teve a necessidade de captar forças benéficas para se proteger de seus inimigos e das vibrações maléficas. Foi em busca de imagens, objetos, e criou símbolos para poder entrar em sintonia com energias superiores e ir ao encontro de alguma forma de proteção. Dentre estes inúmeros símbolos criados pelo homem, se destaca o pentagrama, que evoca uma simbologia múltipla, sempre fundamentada no número 5, que exprime a união dos desiguais. As cinco pontas do pentagrama põem em acordo, numa união fecunda, o 3, que significa o principio masculino, e o 2, que corresponde ao princípio feminino. Ele simboliza, então, o andrógino. O pentagrama sempre esteve associado com o mistério e a magia. Ele é a forma mais simples de estrela, que deve ser traçada com uma única linha, sendo consequentemente chamado de "Laço Infinito". Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 24


A potência e associações do pentagrama evoluíram ao longo da história. Hoje é um símbolo onipresente entre os neo-pagãos, com muita profundidade mágica e grande significado simbólico.

ORIGENS, RITOS E CRENÇAS Um de seus mais antigos usos se encontra na Mesopotâmia, onde a figura do pentagrama aparecia em inscrições reais e simbolizava o poder imperial que se estendia "aos quatro cantos do mundo". Entre os Hebreus, o símbolo foi designado como a Verdade, para os cinco livros do Pentateuco (os cinco livros do Velho Testamento, atribuídos a Moisés). Às vezes é incorretamente chamado de "Selo de Salomão", sendo, entretanto, usado em paralelo com o Hexagrama. Na Grécia Antiga, era conhecido como Pentalpha, geometricamente composto de cinco As. Pitágoras, filósofo e matemático grego, grande místico e moralista, iniciado nos grandes mistérios, percorreu o mundo nas suas viagens e, em decorrência, se encontram possíveis explicações para a presença do pentagrama, no Egito, na Caldéia e nas terras ao redor da Índia. A geometria do pentagrama e suas associações metafísicas foram exploradas pelos pitagóricos, que o consideravam um emblema de perfeição. A geometria do pentagrama ficou conhecida como " A Proporção Dourada", que ao longo da arte pós helênica, pôde ser observada nos projetos de alguns templos. Para os agnósticos, era o pentagrama a "Estrela Ardente" e, como a Lua crescente, um símbolo relacionado à magia e aos mistérios do céu noturno. Para os druidas, era um símbolo divino e, no Egito, era o símbolo do útero da terra, guardando uma relação simbólica com o conceito da forma da pirâmide. Os celtas pagãos atribuíam o símbolo do pentagrama à deusa Morrigan. Os primeiros cristãos relacionavam o pentagrama às cinco chagas de Cristo e, desde então, até os tempos medievais, era um símbolo cristão . Antes da Inquisição não havia nenhuma associação maligna ao pentagrama; pelo contrário, era a representação da verdade implícita, do misticismo religioso e do trabalho do Criador. O imperador Constantino I, depois de ganhar a ajuda da Igreja Cristã na posse militar e religiosa do Império Romano em 312 d.C., usou o pentagrama junto com o símbolo de chi-rho (uma forma simbólica da cruz), como seu selo e amuleto. Tanto na celebração anual da Epifania, que comemora a visita dos Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 25


três Reis Magos ao menino Jesus, assim como também a missão da Igreja de levar a verdade aos gentios, tiveram como símbolo o pentagrama, embora em tempos mais recentes este símbolo tenha sido mudado, como reação ao uso neo-pagão do pentagrama. Em tempos medievais, o "Laço Infinito" era o símbolo da verdade e da proteção contra demônios. Era usado como um amuleto de proteção pessoal e guardião de portas e janelas. Os Templários, uma ordem militar de monges formada durante as Cruzadas, ganharam grande riqueza e proeminência através das doações de todos aqueles que se juntavam à ordem, e amealhou também grandes tesouros trazidos da Terra Santa. Na localização do centro da "Ordem dos Templários", ao redor de Rennes du Chatres, na França, é notável observar um pentagrama natural, quase perfeito, formado pelas montanhas que medem vários quilômetros ao redor do centro. Há grande evidência da criação de outros alinhamentos geométricos exatos de Pentagramas como também de um Hexagrama, centrados nesse pentagrama natural, na localização de numerosas capelas e santuários nessa área. Está claro, no que sobrou das construções dos Templários, que os arquitetos e pedreiros associados à poderosa ordem conheciam muito bem a geometria do pentagrama e a "Proporção Dourada", incorporando aquele misticismo aos seus projetos. Entretanto, a "Ordem dos Templários" foi inteiramente dizimada, vítima da avareza da Igreja e de Luiz IX, religioso fanático da França, em 1.303. Se iniciaram os tempos negros da Inquisição, das torturas e falsos-testemunhos, de purgar e queimar, esparramando-se como a repetição em câmara-lenta da peste negra, por toda a Europa. Durante o longo período da Inquisição, havia a promulgação de muitas mentiras e acusações em decorrência dos "interesses" da ortodoxia e eliminação de heresias. A Igreja mergulhou por um longo período no mesmo diabolismo ao qual buscou se opor. O pentagrama foi visto, então, como simbolizando a cabeça de um bode ou o diabo, na forma de Baphomet, e era Baphomet quem a Inquisição acusou os Templários de adorar. Também, por esse tempo, envenenar como meio de assassinato entrou em evidência. Ervas potentes e drogas trazidas do leste durante as Cruzadas, entraram na farmacopéia dos curandeiros, dos sábios e das bruxas. Curas, Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 26


mortes e mistérios desviaram a atenção dos dominicanos da Inquisição, dos hereges cristãos, para as bruxas pagãs e para os sábios, que tinham o conhecimento e o poder do uso dessas drogas e venenos. Durante a purgação das bruxas, outro deus cornudo, como Pan, chegou a ser comparado com o diabo (um conceito cristão) e o pentagrama - popular símbolo de segurança - pela primeira vez na história, foi associado ao mal e chamado "Pé da Bruxa". As velhas religiões e seus símbolos caíram na clandestinidade por medo da perseguição da Igreja e lá ficaram definhando gradualmente, durante séculos.

DO RENASCIMENTO ATÉ HOJE As sociedades secretas de artesãos e eruditos, que durante a inquisição viveram uma verdadeira paranóia, realizando seus estudos longe dos olhos da Igreja, já podiam agora com o fim do período de trevas da Inquisição, trazer à luz o Hermetismo, ciência doutrinaria ligada ao agnosticismo surgida no Egito, atribuída ao deus Thot, chamado pelos gregos de Hermes Trismegisto, e formada principalmente pela associação de elementos doutrinários orientais e neoplatônicos. Cristalizou-se, então, um ensinamento secreto em que se misturavam filosofia e alquimia, ciência oculta da arte de transmutar metais em ouro. O simbolismo gráfico e geométrico floresceu, se tornou importante e, finalmente, o período do Renascimento emergiu, dando início a uma era de luz e desenvolvimento. Um novo conceito de mundo pôde ser passado para a Europa renascida, onde o pentagrama (representação do número cinco), significava agora o microcosmo, símbolo do Homem Pitagórico que aparece como uma figura humana de braços e pernas abertas, parecendo estar disposto em cinco partes em forma de cruz; o Homem Individual. A mesma representação simbolizava o macrocosmo, o Homem Universal - dois eixos, um vertical e outro horizontal, passando por um mesmo centro. Um símbolo de ordem e de perfeição, da Verdade Divina. Portanto, "o que está em cima é como o que está embaixo", como durante muito tempo já vinha sendo ensinado nas filosofias orientais. O pentagrama pitagórico - que se tornou, na Europa, o de Hermes, gnóstico já não aparece apenas como um símbolo de conhecimento, mas também como um meio de conjurar e adquirir o poder. Figuras de Pentagramas eram

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 27


utilizadas pelos magos para exercer seu poder: existiam Pentagramas de amor, de má sorte, etc. No calendário de Tycho Brahe "Naturale Magicum Perpetuum" (1582), novamente aparece a figura do pentagrama com um corpo humano sobreposto, que foi associado aos elementos. Agripa (Henry Cornelius Von de Agripa Nettesheim), contemporâneo de Tycho Brahe, mostra proporcionalmente a mesma figura, colocando em sua volta os cinco planetas e a Lua no ponto central (genitália) da figura humana. Outras ilustrações do mesmo período foram feitas por Leonardo da Vinci, mostrando as relações geométricas do Homem com o Universo. Mais tarde, o pentagrama veio simbolizar a relação da cabeça para os quatro membros e consequentemente da pura essência concentrada de qualquer coisa, ou o espírito para os quatro elementos tradicionais: terra, água, ar e fogo - o espírito representado pela quinta essência ( a "Quinta Essência" dos alquimistas e agnósticos). Na Maçonaria, o homem microcósmico era associado com o Pentalpha (a estrela de cinco pontas). O símbolo era usado entrelaçado e perpendicular ao trono do mestre da loja. As propriedades e estruturas geométricas do "Laço Infinito" foram simbolicamente incorporadas aos 72 graus do Compasso - o emblema maçônico da virtude e do dever. Nenhuma ilustração conhecida associando o pentagrama com o mal aparece até o Século XIX. Eliphas Levi (Alphonse Louis Constant) ilustra o pentagrama vertical do homem microcósmico ao lado de um pentagrama invertido, com a cabeça do bode de Baphomet ( figura panteísta e mágica do absoluto). Em decorrência dessa ilustração e justaposição, a figura do pentagrama, foi levada ao conceito do bem e do mal. Contra o racionalismo do Século XVIII, sobreveio uma reação no Século XIX, com o crescimento de um misticismo novo que muito deve à Santa Cabala, tradição antiga do Judaísmo, que relaciona a cosmogonia de Deus e universo à moral e verdades ocultas, e sua relação com o homem. Não é tanto uma religião mas, sim, um sistema filosófico de compreensão fundamentado num simbolismo numérico e alfabético, relacionando palavras e conceitos. Eliphas Levi foi um expositor profundo da Cabala e instrumentou o caminho para a abertura de diversas lojas de tradição hermética no ocidente: a "Ordem Temporale Orientalis" (OTO), a "Ordem Hermética do Amanhecer Dourado" Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 28


(Golden Dawn), a "Sociedade Teosófica", os "Rosacruzes", e muitas outras, inclusive as modernas Lojas e tradições da Maçonaria. Levi, entre outras obras, utilizou o Tarot como um poderoso sistema de imagens simbólicas, que se relacionavam de perto com a Cabala. Foi Levi também quem criou o Tetragrammaton - ou seja, o pentagrama com inscrições cabalísticas, que exprime o domínio do espírito sobre os elementos, e é por este signo que se invocavam, em rituais mágicos, os silfos do ar, as salamandras do fogo, as ondinas da água e os gnomos da terra" ("Dogma e Ritual da Alta Magia" de Eliphas Levi). A Golden Dawn, em seu período áureo (de 1888 até o começo da primeira guerra mundial), muito contribuiu para a disseminação das raízes da Cabala Hermética moderna ao redor do mundo e, através de escritos e trabalhos de vários de seus membros, principalmente Aleister Crowley, surgiram algumas das idéias mais importantes da filosofia e da mágica da moderna Cabala. Em torno de 1940, Gerald Gardner adotou o pentagrama vertical, como um símbolo usado em rituais pagãos. Era também o pentagrama desenhado nos altares dos rituais, simbolizando os três aspectos da deusa mais os dois aspectos do deus, nascendo, então, a nova religião de Wicca. Por volta de 1960, o pentagrama retomou força como poderoso talismã, juntamente com o crescente interesse popular em bruxaria e Wicca, e a publicação de muitos livros (incluindo vários romances) sobre o assunto, ocasionando uma decorrente reação da Igreja, preocupada com esta nova força emergente. Um dos aspectos extremos dessa reação foi causado pelo estabelecimento do culto satânico - "A Igreja de Satanás" - por Anton La Vay. Como emblema de sua igreja, La Vay adotou o pentagrama invertido (inspirado na figura de Baphomet de Eliphas Levi). Isso agravou com grande intensidade a reação da Igreja Cristã, que transformou o símbolo sagrado do pentagrama, invertido ou não, em símbolo do diabo. A configuração da estrela de cinco pontas, em posições distintas, trouxe vários conceitos simbólicos para o pentagrama, que foram sendo associados, na mente dos neo-pagãos, a conceitos de magia branca ou magia negra. Esse fato ocasionou a formação de um forte código de ética de Wicca - que trazia como preceito básico: "Não desejes ou faças ao próximo, o que não quiseres que volte para vós, com três vezes mais força daquela que desejaste."

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 29


Apesar dos escritos criados para diferenciar o uso do pentagrama pela religião Wicca, das utilizações feitas pelo satanismo, principalmente nos Estados Unidos, onde os cristãos fundamentalistas se tornaram particularmente agressivos a qualquer movimento que envolvesse bruxaria e o símbolo do pentagrama, alguns Wiccanianos se colocaram contrários ao uso deste símbolo, como forma de se protegerem contra a discriminação estabelecida por grupos religiosos radicais. Apesar de todas as complexidades ocasionadas através dos diversos usos do pentagrama, ele se tornou firmemente um símbolo indicador de proteção, ocultismo e perfeição. Suas mais variadas formas e associações em muito evoluíram ao longo da história e se mantêm com toda a sua onipresença, significado e simbolismo, até os dias de hoje

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 30


O ALTAR

Sempre que possível, uma Bruxa deve ter seu Altar, que deverá ser seu ponto de ligação com os Deuses. Não precisa ser nada complicado ou Luxuoso. O ideal é que o altar seja posicionado no Norte pois acredita-se que este é o lugar onde "moram" os deuses, sendo considerado o ponto de partida para todas as operações mágicas. Montar um altar mágico não é nada difícil, pois a maioria dos instrumentos nós todos temos em casa. Uma vela preta é colocada a Oeste simbolizando a Deusa, e uma vela branca a Leste para o Deus. No Altar deve estar o Cálice e o Athame, o Pentagrama, a Varinha e outros objetos utilizados nos rituais. Também é comum se colocarem símbolos para os Quatro Elementos, como uma pena para o Ar, uma planta para a Terra, uma vela vermelha ou enxofre para o Fogo, e, logicamente, Água para esse mesmo Elemento. Muitas pessoas colocam um símbolo para a Deusa e o Deus, como uma concha e um chifre, ou mesmo estátuas e gravuras dos Deuses. Abuse da sua criatividade, pois o Altar é o seu espaço pessoal, onde deve ser colocado todo o seu Amor. Se, por algum motivo, você não puder montar um Altar onde você mora, crie um espaço na sua imaginação, pois o verdadeiro Templo está dentro de você, ou vá para a Natureza e faça dela o mais lindo de todos os santuários. Nós gostamos ainda de utilizar, bem no centro do nosso altar, um caldeirão de ferro, apoiado em um tripé, pois este representa o "útero" da Mãe. Nele, fazemos nossos feitiços, poções, queima de incenso e pedidos e tudo mais.Por Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 31


vezes é redondo, para representar a Deusa e a espiritualidade, apesar de também poder ser quadrado, simbolizando os quatro elementos. Pode ser nada mais do que uma área no chão, uma caixa de papelão coberta com um pano, dois blocos com uma tábua sobre eles, uma mesa de café ou seja pode ser em qualquer lugar. O Lado esquerdo do altar é geralmente dedicado à Deusa seus instrumentos sagrados são ali depositado: o cálice, o pentagrama, o sino, os cristais e o caldeirão. Pode-se ainda, colocar uma imagem da Deusa ali, e também apoiar uma vassoura no lado esquerdo do altar. No lado direito, a ênfase é no Deus. Uma vela vermelha, amarela ou dourada, ou ainda uma figura apropriada e ali colocada assim como incensário, o bastão, o athame. O Altar é seu, use sua imaginação, arrume-o do jeito que seu coração mandar! Se você quiser se aprofundar sobre o significado do altar, de como criar seu espaço sagrado, até mesmo no trabalho (lugar onde sempre perdemos preciosa energia pessoal), recomendo o livro da Peg Streep, "Altar, a Arte de Criar um Espaço Sagrado", da Bertrand Brasil. "Na Magia, todo gesto tem um significado, pois eles são usados como representações físicas das realidades interiores. Na hora em que um bruxo pega na mão o seu instrumento mágico e o ergue no ar de uma determinada maneira, é a ordem para o invisível liberar as hostes das qualidades do instrumento utilizado".

COMO FAZER UM ALTAR O ALTAR DOS ELEMENTOS Em uma mesa, não importa a sua forma, coloque uma toalha colorida (tradicionalmente são usadas as cores: branca, vermelha ou negra). Imagine que o Altar é um Microcosmo (uma sintética imagem do Universo) e disponha os seguintes elementos, em cruz (+), sobre ele: Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 32


1.Incenso e incensário (aromas florais, madeiras ou especiarias) na parte superior (o Ar o Oriente ou Leste). 2. Um cálice ou caldeirão de ferro com água na parte inferior (a Água o Ocidente ou Oeste). 3. Uma pedra achada misteriosamente ou cristal de quartzo, a esquerda (a Terra o Norte). 4. Uma vela (branca, vermelha ou negra) sobre um candelabro a sua direita (o Fogo o Sul No centro, coloque um Pentagrama (Estrela de Cinco Pontas). Consagração do Altar: Acenda a vela e o incenso, ponha o dedo indicador na água, trace um pentagrama em sua testa e diga: - Em Nome da Deusa e do Deus, consagro este altar para o trabalho Sagrado! Passe sua mão direita sobre a fumaça do incenso e diga: - Em Nome da Deusa e do Deus, este altar seja purificado! Passe sua mão esquerda sobre a chama da vela e diga: - Em Nome da Deusa e do Deus, este altar adquira força! Toque a pedra com ambas as mãos e diga: Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 33


- Em Nome da Deusa e do Deus, este altar tenha firmeza! Abra os braços em cruz (+), olhe fixamente para o altar e diga: - Em Nome da Deusa e do Deus, meu altar está construído com Magia! Blessed Be! Deixe a vela e o incenso queimarem até o fim, jogue a água em um vaso com plantas e guarde a pedra em um lugar secreto

O CÍRCULO MÁGICO Precisamos do círculo mágico para garantir nossa proteção durante nossos rituais, pois, quando ele é aberto corretamente, nada pode nos atacar, além disso, depois de aberto, nada sai e nada entra. Seu formato, círculo, nos mostra que nele não há começo nem fim. Ele deve ser visto, no momento de sua abertura, como uma espécie de bolha que penetra no solo e acima de sua cabeça. A energia gerada ficará contida dentro dele e você poderá facilmente constatar a presença desta energia por causa da temperatura dentro dele. Dentro do círculo, que é um lugar sagrado, deve ser feito as celebrações, os rituais e o trabalho mágico. Não há uma fórmula fixada para a abertura dele. Vária de pessoa para pessoa ou de coven para coven. Abaixo, segue um MODELO para a abertura e fechamento do círculo. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 34


ABRINDO O CÍRCULO MÁGICO Para abrir o círculo, você precisará do seu athame. Se não dispuser de um, use os próprios dedos da mão projetiva. Andando em círculo vagarosamente em sentido horário (que deverá ir sendo acelerado aos poucos), visualize a energia saindo do seu athame ou dedos e marcando os limites do círculo...enquanto isso diga: COM ESSE ATHAME, ABRO O CÍRCULO. QUE TODAS AS COISAS PREJUDICIAIS À REALIZAÇÃO DESTA CERIMÔNIA FIQUE DE FORA. QUE ESTE CÍRCULO PROTEJA A MIM (se tiver outras pessoas...QUE ESTE CÍRCULO PROTEJA A TODOS NÓS). A partir deste instante, começa o ritual. Agradeça a Deusa e ao Deus por estarem presentes e fale: LESTE: SALVEM OS GUARDIÕES DAS TORRES DO LESTE. VENHAM SE JUNTAR A MIM NESTE CÍRCULO. PODERES DO AR, VINDE AQUI! VIGIEM ESTE ESPAÇO. EU OS SALDO. SUL: SALVEM OS GUARDIÕES DAS TORRES DO SUL. VENHAM SE JUNTAR A MIM NESTE CÍRCULO. PODERES DO FOGO, VINDE AGORA! EU OS SALDO. NORTE: SALVEM OS GUARDIÕES DAS TORRES DO NORTE. VENHAM SE JUNTAR A MIM NESTE CÍRCULO. PODERES DA TERRA, VIGIEM ESTE ESPAÇO! EU OS SALDO. OESTE: SALVEM OS GUARDIÕES DAS TORRES DO OESTE. VENHAM SE JUNTAR A MIM NESTE CÍRCULO. PODERES DA ÁGUA, PROTEJAM ESTE ESPAÇO! EU OS SALDO. Feito isso, desenhe no ar o pentagrama de invocação e inicie o ritual.

DESFAZENDO O CÍRCULO Agradeça a Deusa e ao Deus por terem estado presente e, também aos elementos. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 35


LESTE: SALVEM OS GUARDIÕES DAS TORRES DO LESTE. PODERES DO AR, AGRADEÇO SUA PRESENÇA AQUI, COMO GUARDIÕES DE MEU CÍRCULO. VÃO EM PAZ, SENHORES, COM MINHAS BÊNÇÃOS E AGRADECIMENTO. OBRIGADA E ADEUS! SUL: SALVEM OS GUARDIÕES DAS TORRES DO SUL. PODERES DO FOGO, AGRADEÇO SUA PRESENÇA AQUI, COMO GUARDIÕES DE MEU CÍRCULO. VÃO EM PAZ, SENHORES, COM MINHAS BÊNÇÃOS E AGRADECIMENTO. OBRIGADA E ADEUS! NORTE: SALVEM OS GUARDIÕES DAS TORRES DO NORTE. PODERES DA TERRA, AGRADEÇO SUA PRESENÇA AQUI, COMO GUARDIÕES DE MEU CÍRCULO. VÃO EM PAZ, SENHORES, COM MINHAS BÊNÇÃOS E AGRADECIMENTO. OBRIGADA E ADEUS! OESTE: SALVEM OS GUARDIÕES DAS TORRES DO OESTE. PODERES DA ÁGUA, AGRADEÇO SUA PRESENÇA AQUI, COMO GUARDIÕES DE MEU CÍRCULO. VÃO EM PAZ, SENHORES, COM MINHAS BÊNÇÃOS E AGRADECIMENTO. OBRIGADA E ADEUS! Feito isso, desenhe o pentagrama de expulsão e mais uma vez agradeça e desfaça o círculo andando em círculo no sentido anti-horário visualizando a energia voltando para seu athame ou dedos (mão receptiva). Basicamente é isto. Volto a lembrar que este método deve ser usado apenas como modelo, como base para criar ou incrementar sua própria abertura e encerramento.

A LEI 1. Somos da Antiga Tradição, daqueles que caminham com a Deusa e com o Deus e recebem seu amor. 2. Conserve o Sabbats e Esbats para melhorar suas habilidades, caso contrário, diminuirá sua conexão com a Deusa e com o Deus. 3. Mal nenhum. Esta é a antiga lei e ela não está aberta para interpretações ou mudanças. 4. Que não jorre ou caia sangue nos rituais; a Deusa e o Deus não precisam de sangue para que sejam adorados de maneira apropriada. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 36


5. Aqueles da nossa Tradição são bons com todas as criaturas, no entanto, aqueles que têm pensamentos negativos e nos esgotam inteiramente, não são dignos de nossa perda de energia. A miséria é auto-imposta, assim sendo, também a alegria, portanto crie alegria e despreze a miséria e a infelicidade. E tudo isto com sua força interior. Não há mal algum. 6. Ensine somente aquilo que você sabe, dê o melhor de si, para aqueles estudantes que você escolheu, mas não passe conhecimento para aqueles que poderiam usar seus ensinamentos para destruir ou controlar. Além disso, ensine sem vangloriar-se, se lembre sempre: aquele que ensinar por vaidade conseguirá somente um pouco de orgulho por seu trabalho; mas aquele que ensinar por amor será envolvido pelos braços da Deusa e do Deus. 7. Sempre se lembre disso se você pretende estar dentro da Tradição, mantenha a Lei próxima a seu coração, pois é a natureza do Wicca manter a Lei. 8. Se a necessidade chegar, nenhuma lei poderá ser modificada ou descartada, e se novas leis forem escritas para substitui-las, contanto que estas novas leis não descaracterizem as antigas: não há mal algum. 9. Bençãos do Deus e da Deusa para todos.

LEI TRÍPLICE É comum os wiccanoss dizerem frases, do tipo: “faça o que quiseres, se for para o bem” e outras frases, que ouvidas ou lidas por pessoas leigas em Wicca, podem ser mal interpretadas e podem levar estes leigos a pensar que nossa religião não tem qualquer tipo de controle, pois “Tudo é Permitido!”, o que sabemos que não é verdade! Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 37


A verdade é que temos a Lei Tríplice, a única Lei Wicca, que na verdade é a mais completa, das 200.000 que poderiam existir. Esta Lei se baseia no princípio de que tudo que fizermos retornará para nós (aquele que pratica o ato) 3 vezes maior do que fizemos inicialmente. Veja, se desejarmos, por exemplo, que uma determinada pessoa caia e quebre o nariz, pode ter certeza que mesmo demorando este desejo inicial retornará 3 vezes maior fazendo com que você (que desejou) caia, quebre o nariz, os braços e a cabeça! É claro que isto é apenas um exemplo, mas acho que serve para você entender o significado da Lei Tríplice. Devemos tomar muito cuidado com tudo o que fazemos na Wicca, pois o que pensamos estar certo pode voltar como uma bomba sobre nós. Muitas vezes você pode interferir, sem saber, na vida de uma pessoa ou no curso natural das coisas ao seu redor. Esta interferência pode ser ruim para o caminhar natural das coisas ou pessoas. Já parou para pensar que as pessoas têm seu livre arbítrio para fazer ou deixar de fazer o que bem entender? Antes de ajudar uma pessoa que se encontra enferma numa maca de hospital, você precisa ter o consentimento dela, pois a SUA vontade de que ela melhore e saia do hospital pode ser contrária à da pessoa que quer mais é morrer, porque não vê mais sentido em nada! O mesmo se aplica àquelas pessoas que por amor ou loucura, não sei, quer “amarrar”, ou seja, obrigar uma pessoa, que nem sabe que ela existe, ficar de “4”, perdidamente apaixonado e cego de amores...Acha isto certo? Acho que não, né? Pior ainda quando estas pessoas loucas de amor decidem fazer feitiços usando as energias e procedimentos mirabolantes para conseguir o que quer! E Conseguem!!!!!! Não é novidade nenhuma escutar casos de casamentos desfeitos e tragédias homéricas por causa destas ações. Com certeza, o troco chegará, cedo ou tarde, mas, chegará! Para estas pessoas, um recadinho: CUIDADO!!!

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 38


Claudiney Pietro, em seu livro “Wicca – Ritos e Mistérios da bruxaria moderna”, diz o seguinte: “Quando interferimos no livre arbítrio de uma pessoa estamos efetuando um ato negativo contra a pessoa e contra nós mesmos. Quando um Bruxo faz isso, está trabalhando com a Baixa Magia, e ele pagará caro, pois o Universo nos retribui tudo o que emitimos aos outros numa escala de 3.” Ponha uma coisa em sua cabeça: NO UNIVERSO HÁ A FAMOSA LEI DO REFLEXO, OU SEJA, TUDO QUE VOCÊ FAZ, VOLTA PARA VOCÊ MESMO E MUITO MAIS FORTE! Ponto final e não discutamos mais sobre esta questão. Claudiney, prossegue afirmando que os feitiços são parte integrante do núcleo operacional da Wicca. Este feitiço é colocado pelo autor como sendo “um conjunto de técnicas e conhecimentos específicos que quando colocados em prática, enviam uma projeção mental ao Universo”...”Um feitiço age DIRETAMENTE com a natureza”... “Tudo na natureza é vivo e possui energias específicas acumuladas”...”quando canalizadas corretamente, passam à agir em benefício daqueles que sabem utilizá-las”. Você precisar ser consciencioso quando usar suas energias em seus ritos. Tenha em mente que apesar de muitas vezes esquecermos deste detalhe, NÃO SOMOS SENHORES DA MAGIA, DAS PESSOAS E DAS SITUAÇÕES! Scott Cunningham em seu livro Guia Essencial da Bruxa Solitária dá algumas dicas de como você utilizar bem seu poder evitando assim, ser punido por seu mal uso. Vamos a elas: 1. O Poder não deve ser usado para gerar danos, males ou para controlar os outros. (Se surgir necessidade para tais atos, o Poder deverá ser usado APENAS para proteger sua vida ou de outros); 2. O Poder só deve ser utilizado conforme as necessidades; 3. O Poder pode ser utilizado em seu benefício, desde que ao agir não prejudique ninguém; 4. Não é sábio aceitar dinheiro para utilizar o Poder, pois ele rapidamente controla o que o recebe. Não seja como os de outras religiões; Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 39


5. Não utilize o Poder por motivo de orgulho, pois isto desvaloriza os mistérios da Wicca e da magia; 6. Lembre-se sempre de que o Poder é um Dom sagrado da Deusa e do Deus, e não deve JAMAIS ser mal usado ou abusado; Agora vai minha dica: antes de agir em favor ou contra algo ou alguém, pare, reflita em cada uma destas dicas de Scott Cunningham e veja se não fere nenhuma. Se estiver tudo certo, siga tranqüilo Fonte Bibliográfica CUNNINGHAM, Scott: Guia Essencial da Bruxa Solitária, Editora Gaia; PIETRO, Claudiney: Wicca Ritos e Mistérios da Bruxaria Moderna, Editora Germinal ADHORAT Maio/2000

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 40


O QUE É WICCA? Este texto retirado do livro de um grande amigo, Claudiney Prieto (Lugh)é, sem dúvida, o mais completo e simples de ser entendido por aqueles que nada sabem sobre a Wicca e foi por esta razão que resolvi transcrevê-lo aqui. A cultura celta foi uma das mais importantes culturas que predominaram na Europa milhares de anos antes da ascensão e conquista de Roma. Os celtas surgiram na Europa Central em meados do II milênio a.C. e provavelmente se originaram dos povos indo-europeus do continente Asiático, na época do Bronze Tardio e espalharam-se por todo continente europeu a partir da Idade do Ferro. Os primeiros relatos da exist6encia dos Celtas na Inglaterra e Península Ibérica datam de 1000a. C. Começaram a ocupar as margens do rio Danúbio e Sul da Alemanha a partir de 600 a. C. O avanço das artes e da cultura céltica aconteceu na Suíça às margens do rio Neuchâtel e em La Téne. A partir daí entre os séculos III e V a. C espalharam-se por toda Europa chegando à Turquia e Ásia Menor. Pesquisadores afirmam que os Celtas permaneceram na Irlanda até a época de Cronwell, mais ou menos no século XVII. Apesar de terem se espalhado por longas distâncias e países diferentes, a cultura celta jamais se fragmentou, pois haviam forças maiores que os unia: a língua, a arte e a religião. A Religião dos celtas era o Druidismo, uma das religiões mais antigas do mundo. Na organização da sociedade celta, os Druidas exerciam um papel fundamental e de maior importância, já que eram os ministros da religiosidade, guardiões das tradições, cultura e da teologia. O Druidismo eram uma religião politeísta e seus ritos sempre eram realizados ao ar livre, pois os Deuses jamais poderiam ser reverenciados em templos feitos pelas mãos humanas e assim a natureza era reverenciada como a Única forma de atingir a essência das divindades.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 41


A raiz filosófica-espiritual dos Celtas era baseada na reverência à duas Grande Divindades: a Grande Deusa Mãe e o Deus Cornífero, chamados de Ceridwen e Cernunos. Essas duas Grande Divindades garantiam a prosperidade da descendência, da agricultura, do gado e o sucesso na guerra. O calendário céltico tinha uma estreita relação com a agricultura e os ciclos sazonais da natureza. O Druidismo ou a religião céltica pode ser exprimida como o culto à Grande Deusa Mãe, a própria natureza, em todas as suas manifestações. Os Druidas ensinavam sobre a arte da agricultura, da cura com ervas, da caça entre outras coisas. Realizavam as festas ritualísticas em homenagem as Divindades, além de iniciarem as pessoas nos preceitos da arte da Magia. A iniciação nos mistérios druídicos durava em média 20 anos e os ensinamentos eram transmitidos oralmente, pois temiam que a palavra escrita pudesse se tornar veículo de Magia incontrolável. Eram versados na adivinhação, onde utilizavam bastões oculares chamados de coelbren para predizer o futuro. A classe sacerdotal era dividida entre homens e mulheres, mais a sociedade era extremamente matriarcal. Originariamente o sacerdócio era totalmente feminino. As Druidesas eram divididas em 3 classes: a primeira vivia enclausurada para alimentar o constante fogo da Deusa Brigit. As outras 2 classes se casavam e eram as principais participantes nos rituais sagrados. A raiz filosófica-espiritual dos celtas era baseada na reverência à GRANDE DEUSA MÃE e ao DEUS CORNÍFERO. Os pagãos diziam que o Universo foi criado à partir do corpo e da mente da Grande Deusa. Ela é o princípio que simboliza a fecundação e a criação, Mãe de todos os Deuses. Seu filho e consorte, o Deus Cornífero, representa a fertilização. No final da Idade de Bronze, que data de 5000 a.C. à 2000 a.C., encontramos muitos indícios de culto à Deusa Mãe. Pesquisas arqueológicas trouxeram à tona diversas obras de arte, da mais antigas, que são representações humanas do arquétipo da mãe. Estas descobertas se estendem por toda Europa, África, Escandinávia e diversas outras localidades. Estatuetas femininas esculpidas em osso, marfim, barro, argila e pedra representando mulheres nuas com longos cabelos, grandes ventres e seios, Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 42


sempre foram encontradas nas proximidades de lugares sagrados e em sepulturas, significando algo sagrado e de simbologia religiosa. Foram encontrados também alguns objetos ritualísticos com desenhos da Deusa, que pela data constatada através de testes com carbono 14, datam de 500.000 a.C., o que seriam no paleolítico inferior. A adoração a Cernunos, filho e consorte da Deusa, também era muito difundida na Europa. Foram encontradas diversas estátuas na Suécia e em Mohenio Daro, no vale Indo, com representações do Deus Cornífero com galhos de cervo e cercado por diversos animais. Os homens primitivos, nossos ancestrais, sempre consideraram que o poder divino que presidia a criação era feminino e não masculino, como o cristianismo impôs ao mundo. Torna-se evidente que as crenças religiosas centrais da Europa envolvia a adoração da Grande Deusa Mãe (a Terra e a Lua) e ao Deus (o sol). Com o advento do século XXI e consequentemente da Era de Aquário, todos estes velhos conceitos estão voltando à tona e ressurge em todo mundo com uma força brutal as crenças e todo o poder da Magia dos Antigos Celtas. A bruxaria é a antiga religião dos povos da Europa, que após quase 2000 anos de exclusão e desaparecimento ressurgiu nos idos de 1940 sob o nome de WICCA, como muitos usam hoje quando se referem às crenças e práticas de origem pagãs. Talvez o mais antigo relato sobre a prática e a continuidade dos cultos da Bruxaria em nosso século, data de 1921 quando Margaret Murray publicou o livro “The Witch Cult in Western Europe”. Neste livro a famosa e respeitada Dra. Murray revelou que os cultos pagãos pré-cristãos ainda eram conhecidos e realizados em inúmeras partes da Europa. Nesta obra, mencionou que o culta a Cernunos e Ceridwen, os Deuses primordiais dos Celtas, tinha sido incorporado por inúmeros grupos Neo-pagãos atuantes da época. Quando Robert Graves publicou em 1948 o livro “The White Goddess”, a Wicca começou a ser reavivada. Mas somente em 1951, quando a última das leis inglesas contra a Bruxaria foi sancionada e Gerald Gardner publicou o famoso livros “Witchcraft Today”, que a Bruxaria explodiu e tornou-se uma religião oficial, constitucional e reconhecida por toda a Inglaterra e de lá imigrou para todo o mundo. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 43


Desde 1979 o interesse pela Bruxaria cresceu incrivelmente, podemos notar isto através dos vários livros sobre o assunto que foram publicados desta época para cá nos EUA e na Europa. A Bruxaria tornou-se muito conhecida e professada entre os europeus e norte americanos, porém, nos últimos dois anos houve um crescente interesse pela Bruxaria no Brasil. A Magia Wicca surgiu no neolítico nas regiões européias entre os povos da Irlanda, Inglaterra, País de Gales, percorrendo os povos da Itália e da França. O povo Celta, ao invadir a Europa, trouxe suas crenças nativas, que se mesclaram ao conjunto de crendices da população local, dando assim início às práticas Wiccanianas. Apesar da Wicca ter criado raízes entre o povo Celta, é de suma import6ancia ressaltar que a Bruxaria é anterior à estes povos. A palavra Wicca vem do saxão witch ou do inglês arcaico wicce que significa “girar”, “moldar”ou “doblar”. Alguns estudiosos porém, afirmam que esta palavra vem da raiz germânica wit que quer dizer”saber”. Deduzimos daí que a palavra Wicca significa a “A SABEDORIA DE GIRAR, DOBRAR E MOLDAR AS FORÇAS DA NATUREZA AO NOSSO FAVOR”, um dos objetivos da Bruxaria. Assim como na crença Celta, na Wicca existem duas forças primárias que são veneradas nos rituais, sortilégios e petições: A Grande Deusa Mãe e o seu filho e consorte o Deus Cornífero, um ser meio homem, meio animal, responsável pelos rebanhos e pelas florestas. A Deusa é o princípio da feminilidade, da fecundidade e da criação. Seu símbolo é a Lua e na Bruxaria ela é a detentora de 3 personalidades e 3 faces que representam o presente, o passado e o futuro; as 3 fases da Lua que são veneradas – Crescente, Minguante e Cheia; os 3 ciclos da vida – Juventude, maturidade e velhice; as 3 cores sagradas da Bruxaria – branco, vermelho e preto. A Deusa é a Grande trindade feminina de Donzela, Mãe, Anciã, tão comum nas mitologias de várias culturas antigas. A Wicca é uma filosofia mágica de vida baseada nos ciclos da natureza, incluindo várias formas de Magia Branca e rituais para harmonização pessoal, através das forças da natureza, envolvendo o poder das fases lunares e da 4 estações do ano. Como representação primordial do ressurgimento Pagão numa versão moderna, revive o culto à Grande Deusa e aos Deuses Antigos através de rituais, quase esquecidos, de nossos ancestrais. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 44


A Bruxaria foi muito deturpada através dos tempos, principalmente pelo clero da igreja Católica que se sentiu ameaçada pelo seu poder, já que o Paganismo era a religião oficial da Europa, antes da chegada do catolicismo. Devido à forte influência da Bruxaria entre os europeus, a igreja promoveu a “Caça às Bruxas”, através da Santa Inquisição. Em 330 d.C., o cristianismo foi estabelecido e imposto como religião oficial. A partir daí, muitos dos velhos rituais e Deuses que eram venerados foram abandonados. A aristocracia, sedenta em querer dominar a população e adquirir riquezas uniu sua força ao poder político da nova religião. Mas os camponeses, os verdadeiros pagãos se recusavam veementemente em aceitar a religião cristã e se o fizeram foi por extremada imposição. Mesmo assim, nunca abandonaram seus ritos, práticas mágicas e continuaram a cultura seus Deuses. Na idade média, a bruxaria foi colocada em segundo plano e marginalizada pela igreja católica. O objetivo principal da Inquisição era acabar de vez com as crenças wiccanianas, que eram ameaçadoras à nova religião que se preocupava muito mais em enriquecer e acumular fortunas do que levar ao mundo o evangelho. Em nenhum momento a bruxaria foi uma religião maligna ou que cultuava os poderes do mal, mas apenas uma forte crença arraigada no coração de todos os antigos europeus e que precisava ser eliminada à qualquer custo pelo cristianismo que crescia. OS sacerdotes do início da era cristã adaptaram diversos rituais da Bruxaria, anulando desta forma o Culto Pagão pela absorção. Assim, mesmo que de forma disfarçada ocorreu um sincretismo religioso, e massacrando as Divindades e crenças antigas a religião católica ganhou forças e dominou o mundo. A Wicca tenta trazer novamente ao conhecimento público os rituais antigos. Hoje nada pode ocorrer além disso, pois muitos dos segredos que a envolviam foram perdidos quando a Bruxaria era considerada crime. Hoje também não existe mais uma linhagem de Sacerdotes como antigamente, mais sim pessoas normais que praticam rituais antiquíssimos cuja origem se perde no tempo. A Wicca é a prática mais antiga do mundo, a mesma que inspirou os homens a gravar caracteres rupestres nas cavernas. Por ser uma filosofia centrada na natureza e realidade de vida primitiva, muito do que se era praticado foi Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 45


adaptado. Porém sua essência não foi perdida e suas práticas possuem tanta eficácia quanto às que eram praticadas no Neolítico. A Wicca prega a liberdade de ação e expressão, ensinando o homem a compreender sua verdadeira relação com a Terra e com o que a envolve, pois segundo a crença pagão os Deuses se manifestam através de todas as coisas. Celebrando os ciclos da natureza, as estações sazonais, as fases da Lua, os poderes do Sol e das estrelas, os Bruxos realizam seus ritos mágicos e adoram as duas grandes forças polares do Cosmos manifestadas como a Deusa Tríplice do Círculo do Renascimento e o Deus Cornífero, o fecundador da Vida. Os Bruxos e Bruxas da Magia Wicca acreditam que essa Deusa e esse Deus estão presentes dentre e fora de nós mesmos, por isso todas as formas de vida devem ser respeitadas como expressão da Grande Divindade. Acreditando que a Terra é a própria manifestação da Deusa, nós Bruxos amamos e cultuamos a natureza ao contrário da maioria das crenças patriarcais que fizeram dos homens os maiores exploradores da Terra, colocando-os contra a natureza. Na atualidade onde dificilmente há lugar para expressão dos valores femininos e onde não existe qualquer figura feminina como caráter sagrado principal, a perspectiva matrifocal da Wicca contribui para o seu crescimento, tanto junto aos homens como das mulheres. A cada dia mais e mais pessoas se voltam às práticas Wiccanianas, já que a Bruxaria é uma filosofia adequada às crises ecológicas, psíquicas e espirituais do homem moderno. Hoje centenas de milhares de pessoas vêm participando freqüentemente de Sabás, Esbats e rituais específicos da Bruxaria. Além disso, a procura por cursos e informações sobre a Wicca cresceu enormemente. A Wicca prega o amor incondicional à natureza e por isso tem muito a oferecer ao homem da atualidade que se encontra perdido em meio ao avanço científico e tecnológico. (TEXTO EXTRAÍDO DO LIVRO: Wicca – Ritos e Mistérios da Bruxaria Moderna, AUTOR: PRIETO, Claudiney/ EDITORA: Germinal/ ISBN: 8586439-05-3)

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 46


Wicca: Desmistificando Tabus Runillon Wicca é uma religião. Não é uma seita, tampouco um culto. A tradição, como é chamada, é uma religião de natureza xamanística, que a priori enfoca a natureza, a mulher e o homem. A Wicca - nome dado a arte da feitiçaria moderna - como religião, integra o paganismo atual ou movimento neopagão, como muitos preferem chamar, contudo sua origem está no período paleolítico, o que o torna uma fé pré-cristã. Vale lembrar que o paganismo não se opõe e nem nega qualquer outra religião. O próprio termo o define como fé naturais e nativas. Algumas observações sobre o pensamento pagão: 1 - A divindade é imanente ou interna, bem com transcendente ou externa: "Você é deusa"; "Você é Deus". 2- A multiplicidade de deuses e deusas são facetas, arquétipos de como melhor se comunicar com a força viva do todo pela personificação em partes - cria-se um elo maior com o todo criando uma conexão do amor com uma deusa chamada Afrodite, do que simplesmente usar uma face única chamada Deus. A Wicca é monoteísta, personificando a visão do todo em partes para criar mais laços com o seu próprio microcosmo. 3- A vida é para viver repleta de alegria, amor, prazer e humor. Os conceitos ocidentais de pecado e retribuição divina são considerados distorções das experiências de crescimento. 4- Com treinamento e intenção apropriados, as mentes e os corações humanos são capazes de realizar toda magia e milagres de que necessita. 5- O mínimo de dogma e o máximo de ecletismo. Os pagãos relutam em aceitar qualquer idéia sem uma investigação pessoal e que desejam adotar e usar qualquer conceito que considerem útil, independente da origem. Os adeptos da religião Wicca são chamados de Wiccans - o termo Wiccanianos - é uma infeliz tradução - ou bruxos. Os Wiccans não aceitam o conceito de pecado original ou do mal absoluto, não acreditam num céu ou num inferno, mas somente naqueles que são as suas criações próprias. Os Wiccans não cultuam os diabos, demônios ou qualquer entidade criada pelo cristianismo, tampouco acreditam na existência do demônio. Como a história claramente comprova, era comum o fato de deuses e deusas de uma religião serem transformados em diabos e demônios da seguinte. O diabo é um instrumento de Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 47


propaganda antipagã inventada pela Igreja Cristã. Ele nunca existiu na bela literatura escrita antes do Novo Testamento. A arte é uma religião pré-cristã que já existia há muito tempo antes da

Igreja ou do seu conceito de Satã. O diabo é estritamente parte do sistema de crença cristão e não da religião telúrica e de amor à natureza de Wicca. Como religião, a Wicca possui aqueles que seguem os seus conceitos e celebram os solstícios e equinócios entrando em equilíbrio com a Mãe Natureza e os sacerdotes que além disso buscam um aprofundamento maior na sua introspeção, no estudo da magia, no estudo da arte da divinação, na estudo das ervas medicinais, enfim, nos estudos místicos para habilitar-se a realizar casamentos, batizados, aconselhamentos, curas do corpo e da alma. Conheço muito bruxos e bruxas que nunca realizaram magia. Por isso, tabus como a bruxaria lida com o diabo, com magia negra (como se existisse cor), mata criancinhas, vive em grupos secretos não revelando que são bruxos e inúmeros outros devem ser desmistificados para não continuarmos ofuscados por superstições e crendices como na Idade das Trevas, no fim da Idade Média. Por fim, cabe explicar que não faço consultas, leio sorte, etc. Apenas me disponho a orientar no que puder aqueles que gostariam de aprofundar-se um pouco mais na tradição.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 48


RITUAIS, FEITIÇOS E ENCANTAMENTOS Feitiços e encantamentos são a parte da bruxaria mais comumente usada pela bruxa, seja em seu coven ou de forma solitária. O mais importante ingrediente para a prática de um ritual, feitiço ou encantamento (simpatia) é a emoção. Quando o realiza, você procura a realização de algo que quer, ou quer que algo aconteça. E, para atingir o êxito desejado, você de querer com a força de todo o seu ser e através desse seu forte desejo você vai direcionar todo o seu poder para a magia. Segundo Raymond Buckland, "essa é a razão pela qual é melhor você fazer magia para si mesma si mesmo) do que pedir para que outra pessoa faça por você". Se você estiver fazendo um feitiço para outra pessoa não há como você colocar a mesma quantidade de impulso emocional (de poder interior) que ela seria. Raymond Buckland, ensina que "feitiços e encantamentos não estão necessariamente ligados ao lado religoso da bruxaria. E trabalhar um feitiço dentro de um círculo, imediatamente após um ritual de Esbat, com certeza será extraordinariamente efetivo. Ainda assim você pode criar um simples círculo e fazer seu feitiço em qualquer outra época e ainda obter resultados. " Amigos, os rituais abaixo foram: alguns criados por mim e o pessoal do EW, outros enviados por amigos e/ou retirados da "net" e devem ser utilizados com cautelaAs feituras de rituais, preparos de poções e feitiços não devem ser feitas como brincadeira, Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 49


ou com espírito egoista e muito menos sem que sejam observados os cuidados necessários, como limpeza pessoal, astral e do espaço a ser utilizado, etc..

***RITUAIS***

RITUAL DA INTENÇÃO

Para realizar esse pequeno ritual você precisará de: uma vela branca nova, fósforos, um pedaco de papel ou papel pergaminho, uma caneta preta e um pedaco de linha, lã ou qualquer fio na cor preta. Pode acender um incenso que mais lhe agrade e que ajude a concentrar-se. Uma música ritual baixinha também pode ser utilizada. Encontre um lugar calmo onde tenha a certeza de que não será incomodado por terceiros. Sem celulares, telefones e olhares bisbilhoteiros. Com os itens nas mãos e o local escolhido vamos ao ritual. Em um pequeno pedaço de papel branco ou pergaminho, escreva suas intenções. Não importa quantas são, apenas as escreva. Por exemplo: quero ser bruxa(o); quero trabalhar em determinada empresa, etc. Feito isso, contemple sua lista e quando sentir preparado invoque a Deusa e o Deus, da forma com a qual está acostumado. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 50


Um singelo exemplo, que pode ser: " Eu (diga seu nome de batismo ou mágico) peço em nome da Deusa e do Deus ajuda em minhas intuições. Pretendo completar esse trabalho com sucesso dentro do prazo de um ano (determine o prazo em que deseja realizar sua intenção). que assim seja". Pegue a vela e a segure em suas mãos. Pense nas intenções que deseja realizar. Acenda a vela. Passe alguns instantes refletindo em suas intenções, o por que deseja realizalas, onde pretende chegar, etc. Coloque a vela sobre um pratinho e em frente a vela, leia sua lista de intenções em voz alta. Em seguida, enrole o papel ou pergaminho, amarre-o com o fio preto e com a cera da vela sele o mesmo (você estará selando suas intenções). Deixe-o repousar ao lado da vela até que ela queime toda, tomando o cuidado para o papel /pergaminho não pegar fogo. Ao acabar a vela, guarde sua lista (enrolada e selada) em um lugar longe do manuseio e olhos dos curiosos. Todas as vezes que vc se sentir esmorecer, pegue o rolinho e relembre mentalamente o ritual.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 51


RITUAIS RÁPIDOS PARA O AMOR

1. PARA ENCONTRAR UM GRANDE AMOR

Pela manhã, em jejum e em silêncio, saia de casa e se dirija ao jardim de sua casa, ou ao quintal ou na falta de quintal ou jardim a uma praça próxima de casa. Virada para o Norte, segure um copo ou uma taça de vidro ou cristal com água mineral (de fonte ou comprada). Durante, no mínimo um, minuto contemple a água e quando sentir-se pronto peça às ondinas (com suas palavras, se quiser escreva antes em um papel o que deseja) que ajudem você a encontrar um"namorado/a, uma pessoa legal que lhe faça feliz e que ambos se completem. Conclua dizendo: "Que assim seja e assim de faça!" e beba a água do copo e permaneça em silêncio por 1 minuto sentindo a água percorrendo seu corpo e transfomando-se em uma espéicie de imã. Volte para casa ou a seus afazeres normais.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 52


TAÇA DA PROSPERIDADE Suscintamente, a taça é um símbolo de receptividade, do útero, da fecundidade... E é na taça que brindamos os momentos de felicidades, as conquistas , as vitórias da nossa vida, em todo os sentidos. Ainda a taça está relacionada à sacralidade, como ao Sant Graal e sempre representou o poder dos Deuses pagãos. Antes de montá-la, o bruxo/ a bruxa, precisa estar devidamente limpo, tanto física como espiritualmente. O círculo mágico aberto evita possíveis contaminações. Mas, na impossibilidade de abrir o circulo, monte-a sem o Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 53


mesmo. A queima de um incenso para a prosperidade é bem vindo. Monte a taça mentalizando, o mais forte que puder, o recebimento da prosperidade. Você vai precisar: - 1 taça de cristal ou vidro (ou uma fruteira, taça de chapagne ou um recipiente qualquer desde que transparente, de vidro ou cristal e virgem. O tamanho deverá ser aquele que acondicione o tamanho das pedras que serão acondicionadas no recipiente.

- Água mineral - As seguintes pedras: - 1 pirita - facilita ganhos materiais. - 7 citrinos - símbolo da riqueza (7 = Domínio do espírito sobre a matéria) - 1 ponta de cristal branco - união de todas as cores para paz e harmonia. - 1 ametista - transmuta energia negativa em positiva, pedra da espiritualidade. - 1 ônix - facilita a aquisição de bens. - 1 quartzo rosa - traz realização em todas as manifestações do amor. - 1 quartzo azul - proporciona equilíbrio. - 1 quartzo verde - irradia saúde - 1 cornalina - para concretizar objetivos. - 1 crisopraso - suaviza o coração trabalha o perdão. - 1 ágata vermelha para acelerar os processos estagnados. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 54


(atenção as pedras e cristais devem estar limpos e energizados antes de montar a taça) (uma dica para limpeza e purificação básica:, segue abaixo, para facilitar) Limpeza e energização dos cristais: Deixe os cristais e pedras imersos, por 24 horas, em água e sal marinho, depois passar em água corrente e deixá-los expostos ao Sol pelo menos durante uma hora para energizar e pelo menos 1 hora expostos à Lua. Feito isso monte a taça. Montagem da Taça: Na taça, coloque as pedras e cristais na ordem acima exposta. Quando terminada a colocação de todas, completar com água mineral. Em cada pedra colocada, não esqueça de visualizar o recebimento da prosperidade. Deixe a taça em um local visível da casa. Um local que julgue especial e privilegiado em sua casa (mesa de jantar, etc) a fim de que emane prosperidade. A água deve ser trocada 1 vez por semana. E a taça deve ser montada em um dia de quinta-feira da Lua Crescente.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 55


RITUAIS PARA ATRAIR O ÂNIMO 1. Ritual Rápido Para sair do Baixo-astral: Bem cedo, quando o sol estiver nascendo, acenda uma vela laranja. Fique observando a chama e peça para as salamandras aumentarem sua coragem e força. Faça uma oração de agradecimento com palavras simples que venham do coraçao. A vela deve ser jogada em uma praça quando acabar e se sobrar.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 56


Rituais De Exorcismo 1. Um antigo ritual de exorcismo usado na Nova Inglaterra do século XVII para livrar as casas de fantasmas travessos e espíritos hostis, ensinado por Gerina Dunwich em sua obra "A magia da Velas". Você deve acender uma vela branca após o pôr-do-sol em um domingo. Segure uma vela na mão direita e sal na esquerda enquanto entra em cada cômodo da casa caminhando de costas, dirigindo de dentro para fora de sua casa. Ao entrar em cada cômodo, jogue um pouco de sal e diga: SAL SAGRADO E FOGO QUE QUEIMA LUMINOSO, PONHAM OS ÍMPIOS DEMÔNIOS EM VÔO. REMOVAM TODA A MALDADE DESTE LUGAR. QUE TODOS OS FANTASMAS MALÉFICOS SAIAM SEM VAGAR. MALIGNOS MAIS PÉRFIDOS, AGORA ESCUTEM-ME BEM: PARTAM SEM DEMORA E, EXPULSOS DE VEZ, VOEM PARA LONGE DAQUI E NUNCA RETORNEM; OU NO ABISMO DO FOGO EU OS FAREI PERECER.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 57


RITUAL DE CURA DA LUA Amigos, o ritual abaixo foi enviado por colaborador através de e-mail. É um ritual de Gerina Dunwich, até meio clássico. Mas, antes de disponibilizar o ritual, julgo importante lembrar que nós wiccanos não podemos e não devemos interferir no livre arbítrio de ninguém. Seja para questões do coração, caprichos ou mesmo para questões de saúde. Para realizar um ritual (qualquer que seja para uma terceira pessoa, mesmo que doente) faz necessário ter a autorização da mesma. Até mesmo uma pessoa doente tem livre arbítrio e pode decidir se quer ou não se curar. Talvez a pessoa enferma queira por um motivo particular, intimo permanecer no estado em que se encontra.. Tal decisão pode nos parecer sem sentido, mas, para o enfermo pode não ser. . Antes de fazer o ritual de cura é certo você pedir a autorização à pessoa enferma. Com o consentimento dela, cabe a você arregaçar as mangas e usar de todo o poder para buscar a cura. Se não, deve-se limitar a pedir por ela em orações. (Adhorat - Maga Gracio)

Cada um dos doze signos zodiacais governa diferentes áreas da anatomia. As partes do corpo governadas por um signo específico podem tanto ser as áreas físicas mais fortes (mais saudáveis) ou as mais fracas da pessoa nascida sob aquele signo astrológico. Podem também ser uma combinação de ambos. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 58


O signo de Capricórnio, por exemplo, governa os joelhos, ossos, dentes e pele; portanto, um capricorniano pode descobrir que nasceu com ossos e dentes fortes, saudáveis, mas é susceptível de ter problemas de pele. Por outro lado, pode ter uma perfeita "pele de pêssego" e sofrer com problemas ortopédicos e dentários ou talvez reumatismo. Ao curar uma área física específica, é fundamental que o ritual de cura com vela aconteça durante a época lunar apropriada, quando a lua está no signo astrológico que influencia aquela área particular do corpo físico. Sempre se deve usar uma vela branca em rituais de cura, pois é a cor que simboliza a energia curativa, a purificação e o poder da Deusa sagrada. O ritual pode acontecer a qualquer hora do dia ou da noite (a hora não é importante), contanto que a lua esteja no signo correto. (A lua muda de um signo para o outro em aproximadamente dois dias e meio. O melhor é consultar e atualizar o calendário astrológico ou lunar para saber os dias e horas exatos em que cada signo lunar começa e termina.)

LUA EM ÁRIES: influencia a cabeça e o cérebro. LUA EM TOURO: influencia a garganta e o pescoço. LUA EM GÊMEOS: influencia os ombros, os braços e os pulmões. LUA EM CÂNCER: influencia o peito e o estômago. LUA EM LEÃO: influencia a parte superior das costas, a coluna vertebral e o coração. LUA EM VIRGEM: influencia os intestinos e o sistema nervoso. LUA EM LIBRA: influencia a parte inferior das costas e os rins. LUA EM ESCORPIÃO: influencia os órgãos reprodutivos. LUA EM SAGITÁRIO: influencia o fígado, coxas e quadris. LUA EM CAPRICÓRNIO: influencia os joelhos, ossos, dentes e pele. LUA EM AQUÁRIO: influencia as panturrilhas, os tornozelos e o sangue. LUA EM PEIXES: influencia os pés e as glândulas linfáticas.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 59


Desenhe um círculo de cura no chão, de uns dois metros e meio de diâmetro, usando giz ou tinta branca. (Se o ritual acontecer ao ar livre, pode-se fazer o círculo com pedrinhas brancas.) Jogue um pouco de sal no centro do círculo e depois nos limites a leste, sul, oeste e norte. Ao fazer isso, diga:

COM ESTE SAL SAGRADO CONSAGRO ESTE CÍRCULO. QUE TODOS OS MAUS ESPÍRITOS SEJAM BANIDOS DESTE LUGAR! QUE TODAS AS VIBRAÇÕES NEGATIVAS SEJAM BANIDAS DESTE LUGAR! QUE TODAS AS IMPUREZAS E IMPEDIMENTOS SEJAM BANIDOS DESTE LUGAR! E QUE TUDO QUE SEJA POSITIVO E BOM AQUI ENTRE. ABENÇOADO SEJA O CÍRCULO DE CURA EM NOME DA DEUSA. QUE ASSIM SEJA.

Erga um pequeno altar no centro do círculo, voltado para o norte. Em cima dele arranje os seguintes instrumentos necessários para esse ritual de cura: vela branca e athame, no centro; turíbulo de incenso, a leste, como símbolo do elemento Ar; a espada cerimonial, ao sul, como símbolo do elemento Fogo; um cálice de vinho branco (ou água), a oeste, como símbolo do elemento Água; e um pentagrama (um disco de cera ou metal com a estrela de cinco pontas, das Bruxas, ali inscrita), ao norte, como símbolo do elemento Terra. Em frente à vela, coloque a foto da pessoa que necessita de cura. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 60


Com a espada cerimonial na mão direita, trace o círculo, começando pelo leste e movendo em direcção horária. ao traçar o círculo, diga: EU TE CONJURO SAGRADO CÍRCULO BRANCO QUE SEJAS UM DIVINO CÍRCULO DE PODER CURATIVO. UMA VEZ MAIS EU TE ABENÇÔO E TE CONSAGRO EM NOME DA DEUSA. QUE ASSIM SEJA!

Retorne a espada ao altar. Acenda a vela e o incenso. Segure o athame com a mão direita e, suavemente, passe a lâmina pela fumaça do incenso, três vezes, e diga:

YOD HE VAU HE EU TE INVOCO REI ELEMENTAL DO LESTE. Bata com a lâmina da espada cerimonial, três vezes, com a ponta do athame e diga: ADONAI EU TE INVOCO REI ELEMENTAL DO SUL. Mergulhe a lâmina do athame no cálice de vinho e diga: EHEIEH EU TE INVOCO Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 61


REI ELEMENTAL DO OESTE. Trace o pentagrama com a ponta do athame e diga: AGLA EU TE INVOCO REI ELEMENTAL DO NORTE.

Agora segure o athame com as duas mãos e aponte-o para o céu, com os dois braços esticados, e diga: DEUSA DA VIDA DEUSA DO AMOR ENVIA DE CIMA TEU PODER DE CURA PARA ESTE CÍRCULO A TI CONSAGRADO PARA QUE (o nome da pessoa) POSSA SER CURADO. QUE ASSIM SEJA!

Feche os olhos e visualize um raio de luz branca descendo do céu para a ponta do athame e então para seus braços e corpo, preenchendo-a com uma sensação confortável, intensa, fulgurante. Continue a visualização e, quando começar a sentir o divino poder curativo da Deusa acumulando dentro de si, comece a visualizar a pessoa que precisa ser curada. Concentre-se bastante e veja a pessoa em seu olho mental completamente curada, em perfeita saúde. Aponte o athame para a fotografia (ou para a pessoa, caso ela esteja presente no ritual). Dirija e então libere a energia curativa acumulada para a pessoa enferma. Continue até que toda energia tenha sido usada. Relaxe por alguns minutos (esse ritual pode ser fisicamente exaustivo) e depois agradeça à Deusa por sua presença e ajuda. Com a espada cerimonial na mão esquerda, trace o círculo numa direcção anti-horária, começando pelo leste, para desfazer o círculo. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 62


Deixe que a vela queime até o fim.

***FEITIÇOS***

FEITIÇOS PARA O LAR

1. Garrafa de Proteção do Lar Deve ser feito em um dia de terça-feira de uma Lua minguante. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 63


Você precisará de : - 1 pote de vidro com tampa, pintado de preto, - vários instrumentos de ferro e metal pontiagudos( pregos, parafusos, raspas de ferro), - 1 turmalina negra, - 1 obsidiana, - 1 ônix, - 1 vela preta. No pote de vidro coloque todos os itens de ferro e as pedras dentro do vidro. Feche-o. Acenda a vela preta sobre a tampa e diga: em voz alta: "Que os Deuses da proteção abençoem esse pote e que lancem sobre ele seu poder para que a partir de agora ele sirva de um objeto de proteção da minha casa e de todos os que eu amo e vivem comigo.Pelo poder do 3 vezes o 3. Que assim seja e assim se faça!". (esses dizeres devem servir como uma base, podendo ser alterado pelo bruxo/bruxa experiente). O pote de vidro deve ficar sobre a porta de entrada da casa e JAMAIS deve ser revelado o que existe dentro dele e muito menos tocado por curiosos.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 64


Feitiço do Tesouro Esse feitiço deve ser feito na tradicional noite de São João onde você deverá acender uma fogueira ou na falta de local para isso, improvisar uma pequena dentro de seu caldeirão. Contemple por alguns instantes o fogo e quando sentir-se preparado jogue lentamente na fogueira ou caldeirão dizendo em voz alta: Nesse fogo queimo: essas penas de pássaro preto (as penas devem ser colhidas e nunca SOB HIPÓTESE ALGUMA, ARRANCADAS DAS AVES), essa raiz de mandrágora (pode ser a raiz inteira, pedaços dela ou ralada) essa mecha de meus cabelos um pouco de olho de gato em pó (atenção: o olho de gato é uma pedra. vc deve adquirí-la e quebrá-la com um martelo) duas pitadas de sangue de dragão duas pitadas de chifre em pó com sua varinha mexa o ar mentalizando que está mexendo todos os ingredientes Enquanto mexe e mentaliza a mistura dos ingredientes diga: duas vezes, três para assegurar, no dia seguinte com um tesouro vou me deparar. (Esse pequeno feitiço sofreu alguns alterações e foi baseado no livro de Gerina Dunwich, in Magia da Velas. Enviado por Graça Santos, colaboradora do EW) Atenção: aqui destacamos a importância de NUNCA se maltratar animais. Nós Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 65


wiccanos devemos protegê-los e nunca matar ou judiar. Somos os protetores naturais dos nossos pequenos irmaõzinhos.

FEITIÇOS PARA FAZER AS PAZES COM AFRODITE Para fazer as pazes com Afrodite, realize um feitiço de amor. No primeiro dia de Lua nova de setembro, despeje seu perfume favorito num caldeirão e coloque-o para ferver em fogo baixo. Quando o perfume estiver bem aquecido, apague o fogo e adicione 1/2 colher de chá de pólen de lírio, 1/2 colher de chá de canela em pó, 3 gotas de orvalho colhido de uma roseira, 1 gota de seu próprio sangue e 1 pêlo de uma gata negra que tenha caído naturalmente, ou seja, recolhido do chão. Então recite o encantamento: Afrodite, senhora das seduções, aquela que ao homem dá o ardor, me traz o calor das paixões e faz de mim um templo de amor! Guarde tudo num vidro e deixe-o ao ar livre. Recolha o vidro na manhã seguinte, antes do nascer do Sol. Use essa poção quando você quiser seduzir alguém que mereça o seu amor. Se usar esse feitiço de maneira leviana, poderá cair no desagrado da deusa.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 66


***ENCANTAMENTOS***

SIMPATIA PARA OS NEGÓCIOS 1. Simpatia para os Negócios Você precisará de 2 pedaços de pano branco virgem de 5 a 6 centímetros. Linha verde. Agulha. 7 grãos de lentilha. 3 grãos de milho. 1 folha de louro. 2 pitadas de salsinha desidratada. Como fazer: Costure o saquinho com a linha verde, em todo o redor do tecido, fazendo uma pequena bolsinha. Feito, coloque os grãos, o louro e a salsinha. Costure a abertura. Deixe o saquinho no sereno de uma noite. No dia seguinte, passe-o pela fumaça de um incenso de louro. Carregue-o sempre junto contigo na bolsa, no bolso. Só você o toca. Mais ninguém.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 67


SIMPATIAS DE PROTEÇÃO 1. Simpatia de Proteção com Carvão Pegue um copo de vidro, coloque água até pouco mais da metade e coloque um pedaço de carvão vegetal. O copo deve ser colocado em algum canto da casa. Depois de algum tempo o carvão vai afundar, mas você deve observar aproximadamente quanto tempo leva esse processo para ter uma idéia do nível de poluição astral naquele ambiente. O carvão vegetal usado dessa maneira será como um mata-borrão de energias de baixa vibração. Ele vai absorver essas energias e vai afundar, e tanto mais rápido isso acontecer, tanto mais poluído está o ambiente, e isso deverá servir como aviso. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 68


Depois que o carvão afundar, você pode substituí-lo por outro, até que comece a demorar mais para afundar o que significa que o grosso das energias deletérias foi devidamente absorvido. O carvão usado deve ser jogado fora na natureza, em algum jardim, em alguma área verde ou em água corrente para que a energia que ele concentrou seja absorvida e dispersada pela energia da terra. Esse processo não precisa ser constante. Normalmente se faz uma ou duas vezes por mês, sempre dependendo do caso, pois em ambientes mais carregados o processo pode se estender um pouco mais, mas não se trata de algo que deva ser feito todos os dias, até porque essas energias nefastas também precisam de tempo para se espalharem nos ambientes.

SIMPATIAS DE EXORCISMO

1. Simpatia para Exorcizar Fantasmas de uma Casa Coloque um punhado de sávia sob um monte de estrumes. Isso fará com que apareçam vermes. Esses vermes devem ser jogados no fogo. O som emitido por eles afastará os espíritos indesejáveis.

2.

Afastar

Poltergeists

Com um pedaço de madeira de lei , bata em cada porte de sua casa três vezes.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 69


SIMPATIA DOS SIGNOS PARA A SORTE

1. Signo de Áries: Faça um banho com manjericão, palma de santa-rita, 6 folhas de cipreste, um girassol e um pouco de gerânio. Jogue tudo do pescoço para baixo durante a Lua Nova. Essa magia vai trazer força para o seu dia-a-dia.

2. Signo de Touro: Este banho traz boas energias, basta você colocar em água quente malva-branca, papoula, açucena e pétalas de rosa branca. Quando amornar, jogue no corpo, do pescoço para baixo, em noite de Lua Minguante.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 70


3. Signo de Gêmeos: Pegue uma margarida, folhas de louro, um punhado de alecrim e vassourinha. Faça seu banho e jogue no corpo, do pescoço para baixo, em noite de Lua Cheia. Esta é uma boa proteção contra inveja.

4. Signo de Câncer: Em uma noite de Lua Crescente, faça um banho colocando em água fervente arruda, malva-rosa, malva-branca, uma rosa e uma dália. Quando estiver morno, jogue no corpo para alcançar seus ideais.

5. Signo de Leão: Este banho atrai boas vibrações. Em noite de Lua Nova, pegue 9 folhas de laranjeira, 3 levante-branquinha, 2 rosas brancas e 2 pétalas de violeta e coloque em 3 litros de água fervente. Deixe esfriar e jogue no corpo. 6. Signo de Virgem: Numa noite de Lua Minguante faça um banho com folhas de sabugueiro, 3 rosas vermelhas, um pouco de guiné, um cravo branco e uma açucena. Isso irá ajudar a conservar a organização.

7. Signo de Libra: Arrume um lírio, 2 orquídeas, 3 folhas de macieira, algumas folhas de cânfora e 10 folhas de limoeiro. Faça um banho com elas para atrair sorte para sua vida.

8. Signo de Escorpião: Atraia boas energias fazendo um banho com um punhado de cordão-de-frade, uma dália, um amor-perfeito e 2 ramos de comigo-ninguém-pode. Jogue no corpo, do pescoço para baixo, em dia de Lua Crescente.

9. Signo de Sagitário: Faça um banho com 3 gerânios, 3 violetas, 3 cravos amarelos e um pouco de cipó-pedrs. Jogue no corpo num dia de Lua Nova. Isso vai afastar todos os fluidos negativos.

10. Signo de Capricórnio: Para abrir caminhos, faça um banho com arruda macho e arruda fêmea, um cravo branco, uma papoula, folhas de eucalipto, pinheiro e cana. Jogue a mistura no seu corpo numa manhã de Lua Minguante.

11. Signo de Aquário: Em dia de Lua Cheia, faça este banho contra as más influências. Arrume folhas de salgueiro, orquídea, margarida, arrebenta-cavalo, fedegoso, folhas de bambu e banhe-se mentalizando a energia positiva. 12. Signo de Peixes: Este banho traz protecção no lar. Pegue um pouco de guiné, 3 rosas brancas, um amor-perfeito, folhas de laranjeira e de manga. Faça um banho durante a Lua Crescente e jogue no corpo, do pescoço para baixo.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 71


SIMPATIAS DE REVEILON (ANO NOVO) Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Pรกgina 72


Abaixo listamos várias simpatias para serem realizadas no Reveillon. Procure a sua.

1. Arrume a mesa da ceia de reveillon com ramos de trigo. E não esqueça da sopa de lentilhas. Ao badalar da meia-noite, coma três boas colheradas da sopa. A cada uma delas, mentalize um pedido.

2. Na noite do dia 31, escreva três pedidos em pedaços de papel branco e dobre. Acenda três velas azuis num prato branco e virgem. Coloque um pedido ao lado de cada vela. Segundo a crença popular, serão realizados os pedidos cujas velas queimaram até o fim. E se a vela correspondente ao pedido se apagar, desista.

3. No dia 30 de dezembro, tome um banho para descarregar as energias negativas. Ferva água e coloque folhinhas de arruda, alecrim, manjericão, malva-rosa, malvabranca, manjerona e vassourinha para o seu banho. Espere esfriar e jogue a água sobre sua cabeça.

4. Na noite da passagem, para o ano novo, use calcinha ou cueca novas para ter sorte no amor. Esta prática diz deixar para trás os mal-entendidos e garante o futuro para quem está começando o namoro.

5. Use branco para ajudar o novo ano à entrar com muita luz. Deixe a casa também bem iluminada com luzes e velas e aberta durante a festa do réveillon.

6. Para atrair dinheiro, use uma peça qualquer de roupa na cor amarela. Essa cor representa o poder do ouro. Para ter esperança no ano que se inicia, vista azul. Para ter sorte no amor, vermelho.

7. Para atrair riqueza, coloque uma nota de dinheiro dentro do sapato na noite da passagem do ano novo.

8. Para subir na vida, suba um degrau de uma escada ou em uma cadeira com o pé direito assim que der meia-noite.

9. Pule com o pé direito à meia-noite para atrair coisas boas para a vida. Dê três pulinhos com uma taça de champanhe na mão, sem deixar derramar nada. Depois, jogue todo o champanhe para trás, de uma só vez , sem olhar para deixar para trás tudo de ruim. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 73


10. Logo após às doze badaladas, coma doze uvas grandes ou romãs e guarde os caroços na carteira. Comer lentilha e milho logo após à meia-noite, também traz sorte.

11. Para ter um ano doce, coma um merengue ou suspiro, logo após à meia-noite. 12. Para ter um ano farto, coma uma salada com sete frutas diferentes. 13. Logo após a virada do ano beije alguém do sexo desejado para garantir um grande amor ou manter o que se tem.

14. Para ter amor no novo ano, no dia 31, ache um pessegueiro e colha algumas folhas. Guarde-as em papel de seda e coloque na agenda.

15. Para garantir que seu namoro não termine, no dia 31 à noite, pegue um fio de cabelo seu e um do seu namorado e guarde os dois em um saquinho branco durante todo o ano.

16. Para garantir dinheiro, coloque seis moedas embaixo do tapete da porta de entrada da sua casa. Durante o ano, verifique se elas continuam no mesmo lugar. Se estiver faltando uma, reponha. Jogar moedas para fora da casa quando der meia-noite, também atrai riqueza para seus moradores.

17. Faça barulho para afugentar os maus espíritos. Use apito, batucada, panelas, desde que seja exatamente à meia-noite.

18. Se você comemorar a passagem do ano na praia, entre no mar e pule sete ondas. Faça sete pedidos: um para cada onda.

19. Na primeira noite do ano, use lençóis novos para deixar para trás os problemas do ano que passou.

20. Não use roupas apertadas durante a passagem de ano, para não ter dificuldades no ano que começa.

21. PULAR SÓ COM O PÉ DIREITO. Você estará atraindo boas coisas para a sua vida.

22. JOGAR MOEDAS, da rua para dentro de casa. atrai riqueza para todos que moram no lugar.

23. DAR TRÊS PULINHOS, com uma taça de champanhe na mão, sem derramar uma gota. Depois, jogar todo o champanhe para trás, de uma vez só, sem olhar. Você deixa

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 74


para trás tudo de ruim. E não se preocupe em molhar os outros: quem for atingido pelo champanhe terá sorte garantida o ano todo.

24. SUBIR NUM DEGRAU numa cadeira, enfim, em qualquer coisa num nível mais alto. Diz o folclore que isso dá impulso a sua vontade de subir na vida. Comece, é claro, com o pé direito.

25. FAZER BARULHO: é uma forma de afugentar os maus espíritos que os povos antigos praticavam. Vale apito, batucada, bater panelas, desde que seja exatamente à meia-noite. Dizem que não há mal que resista.

26. As portas e janelas das casas devem estar abertas, as luzes acesas. Ainda é de bom agouro ficar acordado.

27. Para ter dinheiro o ano todo, leve à praia sete rosas brancas, sete moedas do mesmo valor, perfume de alfazema e um champanhe. Faça uma oração , conte sete ondas e jogue as rosas ao mar. A seguir, despeje o conteúdo do champanhe e ofereça aos Deuses da prosperidade. Lave as moedas com o perfume de alfazema e coloque-as na mão direita.\Mergulhe a mão na água e peça proteção financeira. Deixe o mar levar seis moedas e fique com uma, que deve ser guardada o ano inteiro como amuleto. (fonte: Bruxas Angelicais, de Clara Luz)

28. Simpatia para a felicidade: Use um par de meias novas brancas durante três dias, a partir do dia 28. No quarto dia, colocar ao sol do meio-dia a meia do pé direito e, em seguida, atirá-la longe, tomando o cuidado para que ela não caia num local úmido. À meia noite do dia 31, colocar ao luar a meia do pé esquerdo e repetir o mesmo gesto, repetindo as seguintes palavras: "Minhas meias foram longe. Não tem teia, nem idade. Se foram, porque se foram, virá a felicidade. Assim seja". (fonte: internet.)

29. Na ultima noite do ano, coloque 3 mozes na janela e dentro de cada uma delas um papelzinho com o seu desejo. Os elfos ao passarem ajudarão a realizar seus desejos.

30. À meia-noite em ponto coma 12 uvas e mentalize coisas positivas - saúde, paz, amor,união, prosperidade - ao comer cada uma delas. Uma uva para mês do ano. Depois, guarde as semntes em um saquinho branco.

31. Para afastar o mau-olhado você deve, ao se levantar da cama, no dia 1º de janeiro, antes mesmo de tomar o café da manhã, esquentar um litro de água filtrada ou mineral, com cinco colheres de sopa de sal grosso e algumas folhas de arruda. Deixe esfriar e em seguida tome um banho normal. Na última enxaguada, jogue a água preparada pelo corpo, do ombro para baixo, nunca na cabeça. Mentalize pensamentos positivos para o ano novo.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 75


32. No dia 1º do ano, em qualquer hora que esteja tranqüila e serena, acender uma vela branca ou azul. Se solte, relaxe e olhe durante 3 minutos para a chama da vela e, em seguida, faça a seguinte prece de afirmação: Grande e Carinhosa Mãe, - Que eu seja banhada pela luz primordial - Que eu esteja unida com a sabedoria Terra - Que eu identifique meu espaço dentro do conceito cósmico - Que eu tenha percepção das energias sutis - Que eu seja um espelho da força do amor - Que eu limpe as nuvens de minha visão - Que eu saiba o que é preciso saber - Que eu revele a verdade e o caminho mais sábio - Que eu enxergue através da perspectiva superior - Que eu aceite o ser humano sem julgamentos - Que eu possa sempre manter a tolerância - Que eu exerça o significado real do amor - Que eu possa aceitar e usar minha própria força - Que eu e meu Eu Superior atuem em conjunto - Que eu mantenha sempre a calma interior - Que eu respeite o livre arbítrio do outro - Que eu tenha o equilíbrio entre as polaridades - Que eu irradie luz através da própria força criadora - Que assim seja e assim será! Sempre!

33. Simpatia Romana a ser feita no dia 1º de janeiro. A pessoa que deseja ganhar dinheiro deve cumprimentar a todos os presentes na festa de réveillon com um bom Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 76


aperto de mão. Enquanto fizer isso, deve segurar uma moeda com a mesma mão do cumprimento. E quando sentir a pressão da mão da outra pessoa, deve-se mentalizar sorte e prosperidade, para si próprio e para o outro.

34. Para pedir prosperidade ao Cigano Ramon. Pode ser feito no dia 1o.janeiro ou quando você precisar atrair a prosperidade e a boa sorte - faça o seguinte: Ingredientes: 13 pedaços de galhos secos 13 gotas de essência de canela 13 pedaços de pano lilás, cortado no feitio de lenços 13 moedas atuais 13 velas lilás Faça uma fogueira com os galhos. Jogue a essência no fogo. Em seguida, passe os tecidos no corpo, pedindo a abertura de caminhos. Jogue-os no fogo, dizendo: “Estou queimando toda a negatividade do meu caminho”. Jogue as moedas na fogueira, dizendo: “Estou pagando para que meus caminhos sejam abertos”. Acenda as velas ao redor da fogueira e ofereça ao Cigano Ramon. É importante lembrar que a oferenda deve ser colocada embaixo de uma árvore bem frondosa.

35. Simpatia da prosperidade para Cigana Sulamita (assim como a simpatia do Cigano Ramon, essa tb deve ser feita no primeiro dia do ano ou quando vc precisar). Ingredientes: 1 porção de arroz doce feito com cravo-da-índia (sem as bolinhas), canela em pau e erva doce 1 flor de girassol 5 rosas vermelhas 5 moedas atuais 1 porção de fios de ovos 5 velas amarelas 1 prato de papelão dourado Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 77


Coloque o arroz doce no prato. No meio, coloque o girassol. Em volta do girassol, arrume as rosas; em volta das rosas, coloque os fios de ovos; e, em cima dos fios de ovos, coloque as moedas. Passe simbolicamente no corpo o prato já arrumado, pedindo à Cigana Sulamita que abra seus caminhos. Leve a oferenda para a beira de um rio de água limpa e acenda as velas juntas diante do prato. (Fonte:http://www.ligtv.com.br/n/1977/simpatias-para-oreveillon.html)

36. Para começar o ano "com o pé direito", temos de estabelecer um elo entre nossa vontade e as altas forças cósmicas que governam o universo. Uma forma de ter paz o ano todo, conservar a saúde boa, aumentar o dinheiro e preservar a harmonia no lar é garantida pela simpatia das três rosas brancas. Tomamos três rosas brancas e as colocamos em um vaso branco ou de vidro transparente - que nunca tenha sido usado antes. Juntamos dentro dele seis moedas e uma cebolinha. Colocamos água e deixamos ficar assim durante sete dias. Depois dos sete dias, trocamos a água, tiramos a cebolinha e também trocamos as rosas. Só deixamos ficar as moedas. Essa prática deve ser feita de sete em sete dias, de preferência nas sextas-feiras, o ano todo. Quem assim agir terá paz, dinheiro, saúde e harmonia em seu lar. (Fonte:www.soldeamor.com/)

37. Simpatia das Quatro Damas para ter sorte a ser feita do dia 31 para o dia 1: Coloque nesta ordem a Dama de Copas, a de Paus, a de Ouros e a de Espada dentro de sua carteira, enroladas por uma nota de qualquer valor. Deixe que as damas fiquem numa parte reservada da carteira de uma maneira que quando você a abra os outros não possam ver. Atenção: Não confunda ascensão social com ascensão financeira ou de bens. A ascensão social é você ser aceite pela sociedade, se tornar mais conhecido, famoso e popular e isso independe de dinheiro ou poder (ás vezes). E claro que consequentemente pode te levar a ter essas coisas. Aguarde entre 4 dia e 4 meses

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 78


SIMPATIAS PARA A PROSPERIDADE Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Pรกgina 79


1. SIMPATIA DO ARROZ PARA PROSPERIDADE - Arroz cru, - 6 moedas antigas, - 1 maçã, - 1 tigela branca pequena e - 6 folhas de louro Ponha na tigela o arroz cru, por cima as 6 moedas antigas. Coloque a maçã por cima de tudo, e as folhas de louro em volta. Mantenha dentro de sua casa em local apropriado. Troque a maçã quando for necessário. Deve permanecer em casa no máximo um mês. Você poderá refaze-la novamente assim que achar necessário.

2. PARA GARANTIR A PROSPERIDADE O dia 13 de Dezembro era consagrado a Deusa solar Lucina, ou Santa Lúcia, pelo sincretismo. Você pode fazer nesse dia uma bela magia que garante a prosperidade da sua casa ou do estabelecimento. Você pode fazer em sua casa, para sua família ou em seu estabelecimento, com as pessoas que trabalham com você. Faça um bolo branco (qualquer sabor, mas deve ser um bolo claro) e faça uma coroa de velas sobre ele. Ao final da noite, ofereça aos familiares ou colegas de trabalho. (fonte: Manual de Magias, Feitiços e Simpatias, de Luiz Henrique de Castro a partir de fontes públicas e gratuitas na Internet)

3. SIMPARIA PARA PROSPERIDADE DE CASA E COMÉRCIO 3 moedas antigas 3 moedas atuais 1 quartzo citrino Essência de jasmim Danda-da-costa ralada (pode ser raiz ou a erva) 1 noz moscada ralada 1 incenso de jasmim 1 vela amarela 1 saquinho de cetim amarelo 1 pedaço de fita fina amarela Faca essa simpatia nos primeiros dias de janeiro (de preferência), numa lua boa. Coloque as moedas, a pedra, as ervas e a essência no saquinho, feche com a fita. Acenda a vela e o incenso perto do saquinho, e faca o seu pedido a Cigana Nazira. Depois que à Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 80


vela e o incenso se apagarem, pendure o saquinho no seu estabelecimento e ofereça a cigana Nazira a prosperidade do negocio.(fonte: Manual de Magias, Feitiços e Simpatias, de Luiz Henrique de Castro a partir de fontes públicas e gratuitas na Internet)

4.ATRAIR A FORTUNA Acenda uma vela amarela ungida com óleo de madeira. Imagine uma luz dourada caindo sobre você. Continue visualizando esse pó dourado e luminoso vindo do alto enquanto chama pelo seu anjo. Faça essa exercício todos os dias em uma determinada hora. Ao final da visualização, jogue três punhados de purpurina dourada na chama, que vai crescer. Se a vela apagar, é por que algo está no seu caminho atrapalhando. Vai ter que descobrir o que é. Se a chama, pelo contrário, crescer viva e ficar quase do tamanho da vela, regozije-se, pois o melhor ainda está a caminho.

O PENTAGRAMA ESOTÉRICO Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 81


O Pentagrama Esotérico é um símbolo e um instrumento de meditação e de trabalho interior. A estrela de 5 pontas devidamente paramentada com os símbolos sagrados é chamada de Pentagrama Esotérico, Pentalfa Gnóstica ou Estrela Flamígera. No Pentagrama Esotérico acha-se resumida toda aCiência de Gnosis. O Pentagrama expressa o domínio do Espírito sobre os Elementos da Natureza. O signo do Pentagrama chama-se igualmente Signo do Microcosmo e representa o que os rabinos cabalistas do Livro do Zohar chamam Microprosopio. O Pentagrama sempre foi objeto de vivo interesse. Já utilizado pelos egípcios, ele foi também altamente considerado pelos druidas sob a forma de uma estrela regular de cinco pontas chamada “pé dos druidas”. Para Pitágoras, o Pentagrama era o símbolo do himeneu celeste: a fusão da alma com o Espírito. Ele dava ao número 5 o nome de “número do homem no microcosmo”. Entre os primeiros cristãos, o pentagrama representava o cristo, outra designação do Alfa e Ômega, do começo e do fim. Os alquimistas medievais recorriam à estrela de 5 pontas como sinal da Quinta Essentia, o quinto elemento, o éter-fogo ou, ainda, o Espírito Santo. É o sinal do Verbum Dimissum. Giordano Bruno considerava o número 5 como o número da Alma por ser composto (como ele o é) de igual e desigual, de par e ímpar. O Pentagrama é associado ao grau de Mestre Eleito da Maçonaria, no rito Escocês. No Pentagrama Esotérico estão inscritas as proporções exatas do Athanor, essencial à realização da Grande Obra. O símbolo do Pentagrama Esotérico, como nós, estudantes gnósticos, o usamos em nossas práticas de Magia Cerimonial, é bem conhecido em toda a tradição ocultista, especialmente por causa do famoso livro de Eliphas Levi, Dogma e Ritual de Alta Magia. Mas não pensemos que foi o Mestre Levi quem criou, "inventou" este símbolo mágico. Por muitos anos o Pentagrama Esotérico foi conhecido como o "Pentagrama de Goethe", pois este o mencionou em sua obra Fausto. Este emblema chegou a nossos dias graças aos 3 principais discípulos do Abade Trithemo, o verdadeiro criador do Pentagrama Esotérico. Esses discípulos foram: Paracelso, Cornélio Agrippa e o lendário Doutor Fausto de Praga. Este Pentagrama Esotérico passou a ser mundialmente conhecido depois da publicação do Dogma e Ritual de Alta Magia. Posteriormente, o VM Samael Aun Weor chegou a realizar 3 correções deste símbolo: Ele agregou a estrela de 6 pontas, o hexagrama (pois o hexagrama é um dos símbolos do Deus Parvati, o Regente do Elemento Ar, assim como o Cálice representa a Água, o Cajado a Terra e a Espada o Fogo); alterou a palavra hebraica "Eva" e a substituiu por "Jeová"; e finalmente acertou o cálice, que originalmente estava inclinado (como podemos notar no livro de E. Levi), pondo-o em sua posição mais correta, em pé. Dizia o Mestre Samael que o Pentagrama ficaria assim completo em suas representações cosmogônicas e elementais. O Pentagrama Gnóstico é a humana figura com quatro membros e uma ponta superior única, que é a cabeça. O Pentagrama, elevando para o ar seu raio superior, representa o Salvador do Mundo. O Pentagrama, elevando para o ar suas duas patas inferiores, representa o Bode do Aquelarre. Uma figura humana com a cabeça para baixo representa, naturalmente, a um demônio, ou seja, a subversão intelectual, a desordem ou a loucura. O Pentagrama é o Signo da Onipotência Mágica. O melhor “eléctrum” é uma estrela flamígera com os sete metais que correspondem aos sete planetas. Estes metais são: METAL PLANETA

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 82


Prata - Lua Mercúrio Mercúrio Cobre Vênus Ouro Sol Ferro Marte Estanho Júpiter Chumbo Saturno Na parte traseira do Pentagrama afixam-se os 7 metais acima descritos para que seu poder se amplifique ao máximo, de acordo ao grau de energia interna, especialmente sexual, por nós acumulado. Deve-se pedir a algum ouriver para que solde ou cole um microscópico fragmento dos 7 metais. No caso do mercúrio, por ser um metal líquido, deve-se criar um artifício para que este não escorra e se perca. No Pentagrama Esotérico encontramos símbolos sagrados, astrológicos, astronômicos, cabalísticos e numerológicos de alta transcendência, os quais representam as diversas forças e poderes que o Mago deve manipular para sua proteção, autoconhecimento e auto-realização. Palavras Hebraicas do Pentagrama Esotérico Termo Hebraico Tradução Significado Iod-He-Vau-He Um dos nomes sagrados de Deus, que pode ser traduzido por Jeová. É a Hoste dos Elohim que criaram o Universo por meio da Energia Criadora Sexual. É a Inteligência no Macrocosmo. Adam-Kadmon, o Adão Cósmico. Adam Adão neste caso representa os Homens Solares, a família dos Pítris, os nossos antepassados que formaram a Raça Adâmica, os Deuses encarnados na Terra, representando a Inteligência no Microcosmo. Pachad Sexto grau iniciático entre os místicos muçulmanos, significa domínio físico, emocional e mental, sucede o sétimo e último grau, o de Súfi. Kaphir Um dos nomes assignados a Geburah-Marte. Estas quatro palavras, que também têm uma aplicação como nomes de poder, são para o Pentagrama um ponto medular na Magia Cerimonial. Evite-se seu uso quando se ignorar o Ritual.

O QUE SIMBOLIZA O PENTAGRAMA ESOTÉRICO O Pentagrama simboliza o domínio do Espírito sobre os elementos da natureza. Com este signo mágico podemos comandar as criaturas elementais que povoam as regiões do fogo, do ar, da água e da terra. Ante este símbolo terrível tremem os demônios, os quais fogem aterrorizados. O Pentagrama com a ponta superior para cima serve para afugentar os tenebrosos. com a ponta para baixo, serve para chamá-los. Posto no umbral da porta com a ponta superior para dentro e os dois ângulos inferiores para fora ele não permite a passagem aos magos negros. O pentagrama é a Estrela Flamígera, o signo do Verbo feito carne. Segundo a direção de seus raios pode representar Deus ou o diabo; o Cordeiro Imolado ou o Bode de Mendés. Quando o pentagrama eleva ao ar seu raio superior representa o Cristo. Quando eleva ao ar suas duas pontas inferiores representa Satã. O pentagrama representa o Homem Completo. Com o raio superior para cima é o Mestre. Com o raio superior para baixo, e as duas pontas inferiores para cima, é o anjo caído. Todo Bodhisatva caído é a estrela flamígera invertida. Todo iniciado que se deixa cair converte-se na estrela flamígera invertida. O melhor Eléctron é uma estrela flamígera com os sete metais que correspondem aos sete planetas astrológicos. Podemos fazer medalhões para colocarmos no pescoço, anéis para trazermos no dedo anular. Ë interessante, também, desenhar a estrela flamígera sobre uma pele de cordeiro bem branca para tê-la dentro de casa, sempre no umbral da câmara nupcial. Assim, evitamos que os tenebrosos metam-se em nosso quarto. O Pentagrama também pode ser desenhado nos vidros das janelas a fim de aterrorizar os fantasmas e os demônios.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 83


O Pentagrama é o símbolo do Verbo Universal de Vida. Podemos fazê-Io resplandescer, instantaneamente, com a entoação de certos mantras secretos. Nos "Upanishads Gopalatapani e Krishna" encontramos o mantra que tem o poder de formar instantaneamente, no plano astral, a terrível estrela flamígera, ante a qual fogem aterrorizados os demônios. Este mantra consta de cinco partes, a saber: KLIM, KRISHNAYA, GOVINDAYA, GOPIJANA, VALLABHAYA SWAHA... Ao vocalizar-se este mantra, forma-se instantaneamente a estrela flamígera, ante a qual fogem aterrorizados os tenebrosos do Arcano 18. Estes demônios atacam violentamente ao iniciado que está trabalhando na Grande Obra. Os devotos do matrimônio perfeito têm que travar tremendas batalhas contra os tenebrosos. Cada vértebra da espinha dorsal representa acirradas batalhas contra os Magos Negros, os quais lutam para afastar o estudante da Senda do Fio da Navalha. O poderoso mantra que acabamos de mencionar tem três etapas perfeitamente definidas: Ao recitar o KLIM, que os ocultistas da Índia chamam A Semente de Atração, provocamos um fluxo de Energia Crística que desce instantaneamente do Mundo do Logos Solar, para proteger-nos. Abre-se, então, para baixo, uma porta misteriosa. Depois, por meio das três partes seguintes do mantra, infunde-se a energia crística naquele que o recita e, finalmente, por meio da quinta parte, o que receber a Energia Crística pode irradiá-la com tremenda força, para defender-se dos tenebrosos que fogem aterrorizados. O verbo cristaliza-se sempre em linhas geométricas. Demonstra-se isto através de uma fita magnética, na qual fica gravado, por exemplo, um discurso. Cada letra é cristalizada em figuras geométricas. Basta, depois, fazermos vibrar a fita no gravador para que se repita o discurso. Deus geometriza. A palavra toma formas geométricas. Estes mantras citados por nós tem o poder de formar, instantaneamente, nos mundos suprassensíveis a estrela flamígera. Essa estrela é um veículo de força crística e representa o Verbo. Com este poderoso mantra podem defender-se todos aqueles que estão trabalhando na "Frágua Acesa de Vulcano". Esse mantra vocaliza-se silabando-o. Com ele devemos conjurar os demônios que controlam os possessos.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 84


A MAGIA DAS CORES

As Cores Aplicadas à Lei de Atração Nós wiccanos, normalmente trabalhamos as cores. Mas, saindo fora do caminho da Velha Religião, é certo que muitos não dão a importância correta às cores. Ignoram até mesmo o poder que ela exerce sobre nós. Limitam-se a pensar nas cores como uma forma de combinação com sapatos e bolsas. Qual a cor que combinará com os móveis da sala, etc, mas nunca como algo importante que interfere em nossas vidas. A cor é algo que a maioria das pessoas não tendem a pensar muito, o que é lamentável porque a cor ideal no dia ou na hora certa pode ajudar a resolver problemas e ainda nos fazer mudar a sintonia vibracional, estado de humor, etc. O uso da cor certa pode provocar mudanças em nossas vidas e pode funcionar melhor ainda quando aplicada à Lei de Atração. De um modo geral e (muito resumido) temos algumas as seguintes associações:: BRANCO: como mistura de todas as cores está associado à pureza, sinceridade, harmonia, equilíbrio, reconciliação e iluminação; AMARELA: associada à cura energética, clareza de pensamentos, firmar pensamentos, desenvolver a espiritualidade, e por ser uma cor voltada ao sol, também está associada à vitalidade e a riqueza.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 85


AZUL: associada à calma, serenidade, busca da sabedoria, desenvolvimento das atividades sensitivas e aguçamento da intuição. VERDE: equilíbrio, prosperidade, abundância, riquezas, busca da cura física e espiritual, estabilidade financeira, fertilidade. ROSA: associada ao amor puro, moralidade, fortalecimento dos relacionamentos afetivos, realização de desejos no campo afetivo e emocional. VIOLETA, ROXA, LILÁS: associada ao poder de transmutar a energia negativa, aumentar as inspirações e a intuição, trazer a calma. VERMELHO: para paixão, tesão, aumentar a coragem o ânimo, a determinação, vigor, poder, conquista de posição social e financeira, LARANJA: ampliar a força mental, a confiança e a criatividade, o entusiasmo e o sucesso em empreendimentos. PRATA: remove energias baixas e negativas, conecta o relacionamento físico com o espiritual, concentração, poder de influência; PRETO: proteger o mago do ataque de energias negativas, afastar inveja, limpa a negatividade, associado também ao desdobramento, proteção, repele as energias negativas e mantém as boas energias. MARROM: associada ao equilibro material, financeiro, amparo na busca de objetivos profissionais. As associações acima, não são “LEI”. Cada um de nós pode associar cada uma das cores de forma diferente. Se para você a associação das cores é diferente, você deve fazer uma lista particular e usar tal lista como referência pessoal. Ninguém pode obrigar a associar o vermelho à paixão se para você está relacionado à prosperidade. Seja a lista (resumida) acima ou a sua lista de associações às cores, é certo que você pode fazer uso delas visando transformações na sua vida, utilizando as cores como princípio da Lei de Atração. Mas, talvez pergunte: O que é lei de atração? Bem resumido significa uma Lei Universal que determina que: "se você realmente quer alguma coisa e realmente acredita que é possível você vai conseguir, mas colocar muita atenção e pensamento em algo que voc~e não queria siginifica que você também vai receber esta coisa".

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 86


Partindo desse entendimento, resumidíssimo, você pode usar a associação das cores como uma forma de colocar a lei de atração em prática. Por exemplo: se você está buscando o amor puro e inocente... Usando a lei da atração vc associaria a busca por esse amor através do uso do rosa ou da cor que para vc representa o amor puro e inocente e então acreditaria que o uso dessa cor atrairia o resultado da sua busca. Assim, para poderia, por exemplo, utilizar uma roupa rosa, pintar as unhas de rosa, usar lingerie rosa e por aí vai, mas sempre aplicando os conceitos da Lei de Atração, confiando, acreditando e repetindo que o rosa proporcionará o que deseja. Trabalhar a magia das cores como Lei de Atração significa colocar no seu subconsciente que tais cores trarão o que deseja, ou seja, você automaticamente começará a se concentrar na cor e a relacionar com o que deseja atrair para sua vida atraindo através da cor sua busca. A magia das cores é muito mais do que foi aqui colocado. Sugerimos que você adquira bons livros acerca do tema e se aprofunde. A utilização das cores em nossas vidas deixa as coisas mais fáceis. Resolvemos problemas, Evitamos conflitos. Atingimos vitórias. As cores ligadas à Lei de Atração potencializa os resultados. Experimente.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 87


O USO MÁGICO DOS CRISTAIS Os cristais fascinam o homem desde a mais remota Noite dos Tempos. Seu uso como instrumento de cura, de vidência e de abordagem mágica é conhecido desde a mais antiga das Atlântidas e expande-se em nossos dias por todo o planeta. E, quando as energias do quartzo se unem às nossas, cria-se uma nova combinação de força vibracional que nos auxilia a elevar nossas freqüências a níveis superiores de percepção. Os cristais de quartzo são condutores naturais de energia eletromagnética, sendo tecnologicamente usados em computadores, instrumentos de precisão e equipamento de telecomunicações. Cada um de seus elétrons produz um campo de força e um fluxo regular de energia eletromagnética que se move livremente pela estrutura do cristal, o que é possível por sua configuração molecular de triângulos eqüiláteros em espiral. A energia então absorvida pelo corpo do cristal é projetada por sua(s) extremidade(s), podendo ser estimulada pelo calor do corpo, pelo sol, em contato com outros cristais, por alguns metais e também por mentalizações programadas. Este efeito consistente o transforma no melhor instrumento para a criação de Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 88


um equilíbrio harmonioso entre nosso físico e nosso espiritual. Pode nos ajudar a realinhar qualquer energia em desequilíbrio e remover bloqueios que impedem o consciente de absorver energias superiores.

Limpeza do Cristal A limpeza de um cristal, faz com que todas as energias por ele absorvida sejam descarregadas. Até chegar em nossa mãos, desde a sua mineração, o cristal já passou por várias experiências e acumulou cargas energéticas de todos os tipos. Cristais gostam de ficar expostos a luz, precisam de luz para funcionar. Não gostam de ficar escondidos no armário, ou em lugar muito fechado. Existem vários métodos de limpeza de um cristal aplicáveis a quase todos (é indispensável ao interessado no estudo dos cristais pesquisar as exceções), aqui vai os mais utilizados:

a) Água e Sal Grosso Coloque num vidro transparente com água e sal grosso. Deixe por no mínimo 3 horas, ou pelo tempo que sua intuição determinar. Ao retirar, lave o cristal na água corrente da pia, mantendo tanto quanto possível virado para baixo.

b) Defumação Acenda um incenso de sua preferência, passando a fumaça por todo seu cristal, pelo tempo que achar necessário.

c) Sopro Mentalize uma luz branca, ou violeta e sopre seu cristal, com a clara intenção de limpá-lo e de tirar toda energia negativa. Inspire luz branca e/ou violeta e expire pela boca sobre o cristal.

d) Chuva Deixe seu cristal sob chuva forte. É ótimo método de limpeza.

Métodos de Energização dos Cristais Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 89


a) Sol: Deixe seu cristal após ter sido lavado e limpo, diretamente na luz do sol, de preferência na parte da manhã até ao meio-dia. b) Lua: Se quiser energizar seu cristal de forma mais intuitiva, deixe o cristal diretamente exposto à luz da lua crescente ou cheia, durante a noite toda. c) Sol e Luz: Coloque seu cristal exposto à luz durante toda noite e depois, ao sol até ao meio-dia. É um tipo de energização bastante forte e completa. d) Terra: Como os cristais provêm da terra, também se energizam em contato com este elemento. Para isto, basta enterrá-lo por um período mínimo de 3 horas e máximo de 24 horas. e) Tempestade: Outra forma poderosa de energizar seu cristal é esperar a formação de uma tempestade, com bastante vento , chuva, raios e trovões e colocá-lo exposto a esta energia. f) Energização com as Mãos: Coloque seu cristal entre suas mãos e gire-o até esquentar, mentalizando passagem de energia de suas mãos para o cristal. Utilize também o método do sopro juntamente com este. Basicamente vimos até aqui os procedimentos “padrão”, reconhecidos por diferentes culturas em relação à manipulação inicial dos cristais. Agora, vamos às propriedades de alguns cristais mais conhecidos.

Propriedades dos Cristais mais Conhecidos ÁGATA: desenvolve a coragem e a força, ajudando a aceitar a verdade e o destino. Fortalece o corpo e a mente. É uma pedra de energia muito poderosa.

AVENTURINA: neutraliza as emoções fortes, equilibrando o corpo físico. Atua em desequilíbrios da pele. Inspira independência, criatividade e saúde.

AMAZONITA: equilibra todos os centros de energia (chakras) do corpo. Atua beneficamente em todas as desordens do sistema nervoso. É uma pedra de ligação com a alta dimensão e traz paz de espírito.

CITRINO: ativa a força de vontade,

CRISOPÁZIO: excelente para os

ESMERALDA: pedra do amor..

combate a má digestão e os problemas do aparelho digestivo. Protege o sistema imunológico. Pedra de proteção.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 90


períodos pré-menstruais. Preventivo de desequilíbrio dos pulmões, estômago e reativa o metabolismo. Equilibra os centros de energia (chakras) e relaxa estados de ansiedade e medo.

Inspira tranquilidade, prosperidade e paciência. Aumenta a clarividência.

JADE: auxilia nos desequilíbrios dos

JASPE: Amplifica desejos, emoções,

olhos. Auxilia a entrar em contato com planos superiores espirituais.

vitalidade, criatividade, autoconfiança, sucesso. Protege a circulação sangüínea.

LAPIS-LÁZULI: poderosa pedra das

QUARTZO BRANCO: amplifica

habilidades físicas e da comunicação. Aumenta o poder da terceira visão. Acalma e relaxa em estados dolorosos e de tensão.

todas as energias, aumentando a capacidade mental e auxiliando na memória. Potencializa as energias de cura, serve em todos os campos de atuação cristalina.

SODALITA: Tem o poder de relaxar e

QUARTZO ROSA: pedra do amor.

abre a terceira visão, aumentando a comunicação com outros planos astrais.

Inspira tranquilidade, prosperidade e paciência. Aumenta a clarividência.

ALGUMAS INFORMAÇÕES INTERESSANTES SOBRE OS CRISTAIS CRISTAIS DA ALEGRIA: Por sua posição planetária, a alta freqüência vibratória em relação à terra, estimulam o riso, a voz, as mãos e os pés. Entre eles encontramos o citrino, o quartzo rosa e o quartzo transparente.

CRISTAIS DA FELICIDADE: São os que pela sua coloração, posição planetária, situação em respeito ao Universo, influem positivamente em nosso estado de ânimo. Relacionam-se com o coração, com a pele, com os olhos e sua vibração alcança freqüências que emanam felicidade interior. São características do rubi, da granada e do âmbar, entre outros.

CRISTAIS DA TRANQÜILIDADE: Possuem uma freqüência baixa de lenta evolução, de coloração escura, atuando sobre os ombros, pernas e pâncreas, de forte atuação na circulação sangüínea. É o caso da hematita.

CRISTAIS DA BONDADE: Pela sua capacidade expansiva, hospedam diferentes vibrações de cores em sua etapa evolutiva, dando espaço de integração a Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 91


várias freqüências planetárias. Atuam sobre o sistema circulatório e motriz. Entre estes cristais destacam-se as ágatas.

CRISTAIS DA PUREZA: São de coloração branca ou transparentes e de alta freqüência universal. Atuam no umbigo, nos dedos, nas mãos e no tato. O ônix branco, raro, é um destes cristais.

CRISTAIS DO TRABALHO OU SERVIÇO: São cristais muito energéticos, capazes de atrair energias universais e estão relacionadas a todas as etapas da evolução humana. Atuam sobre o aparelho digestivo, coluna vertebral, sistema respiratório e músculos, e trazem grande prosperidade ao trabalho. Estes são a opala, o jade e a pirita.

CRISTAIS DA ESPIRITUALIDADE: São os cristais que mantém altas vibrações com o Sol Central do sistema, em todos os níveis. Estes cristais sublimam os aspectos mais nobres do ser em desenvolvimento interior. Atuam sobre a terceira visão e proporcionam grande luz interior à intuição e desejos elevados. Suas propriedades estão relacionadas às glândulas tiróide, pituitária e timo. São a esmeralda, a turquesa e o lápis-lazuli. A partir do uso quotidiano dos cristais e do domínio da interrelação energética e da sua decodificação nos diferentes momentos de uso, passamos a ter uma leitura do universo que nos rodeia bem mais precisa e nítida. É aí que começa o verdadeiro uso MÁGICO dos cristais, porque se revela totalmente pessoal, onde nossa personalidade passa por um processo de mutação altamente positivo, porque acrescida das qualidades cristalinas. Isto é percebido através do aumento e velocidade das capacidades intuitivas e perceptivas, pelo desenvolvimento da sensibilidade artística (no sentido mais original da palavra ‘arte’), da desenvoltura cada vez maior em se expressar de forma natural e autêntica em qualquer meio (até mesmo nos mais hostis) e num acúmulo de poder energético extraordinário e saudável. É neste momento, ou seja, quando percebemos esta transformação de maneira verdadeira, consciente e responsável, é que estamos dando o primeiro passo no Caminho da Magia e do contato com os Deuses.

A RODA DO ANO E OS SABBATS A RODA DO ANO

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 92


A Roda do Ano representa o círculo sagrado, onde a Deusa virgem concebe seu filho, o vê crescer, se apaixona por ele, até que a morte leva-o para a Terra da Juventude Eterna, para novamente renascer. Muitas pessoas não aceitam a morte do Deus. Não entendem que ele, na verdade é eterno, tão eterno quanto a natureza. Ele se sacrifica para dar continuidade a própria vida, fechando o Sagrado Círculo - Criação, crescimento, apogeu e declínio. A Destruição do velho revigora a força Natural, pois este é substituído pelo novo. Essa Roda é marcada pêlos oito Sabbats.

SABBATS

No passado, quando as pessoas viviam em conjunto com a natureza, o passar das estações e os ciclos lunares da lua tinham um profundo impacto em cerimônias religiosas. Por ser a Lua vista como um símbolo da Deusa, Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 93


cerimônias de adoração e magia aconteciam sob sua luz. A chegada do inverno, as primeiras atividades da primavera, o quente verão e a entrada do outono também eram marcadas por rituais. O calendário religioso Wiccano possui treze celebrações de Lua Cheia e oito Sabbath ou dias de poder. Quatro desses dias(ou melhor noites) são determinados pelos solstícios e equinócios, o início astronômico das estações. Os outros quatro rituais baseiam-se em antigos festivais folclóricos. Os rituais estruturam e adernam o ano Wiccano, além de nos lembrar do infinito ciclo que perdurará muito depois que partimos. Os Sabbaths nos contam uma estórias da Deusa e do Deus de sua relação e de seus efeitos sobre a fertilidade da Terra. Muitas são as variações destes mitos. Os Sabbaths tem datas parecidas com as comemorações cristãs, mais não significa que a Wicca "copiou" o cristianismo, já que a Wicca é uma religião pré-cristã. Abaixo segue uma tabela básica sobre as datas de nossos Sabbats. Muitos preferem comemorar pelo Hemisfério norte, outros pelo sul. Só um detalhe, os Sabbats são datas festivas, comemore-os com alegria, como a festa que são. Se errar...pare...ria e comece tudo de novo. O segredo esta em realizá-los com o coração aberto.

Samhain - NORTE: 31 de Outubro.... SUL: 30 de Abril Yule - NORTE: 21 deDezembro.... SUL: 21 de Junho Imbolg - NORTE: 1º de Fevereiro.... SUL:1º de Agosto Equinócio da Primavera - NORTE: 21 de Março ....SUL: 21 de Setembro Beltane - NORTE: 1º de Maio.... SUL: 1º de Novembro Midsummer - NORTE: 21 de Junho.... SUL: 21 de Dezembro Lughnasadh - NORTE: 1º de Agosto.... SUL: 1º de Fevereiro Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 94


Mabon - NORTE: 21 de Setembro.... SUL: 21 de Marรงo

SABBATS

SAMHAIN

YULE

IMBOLG

EQUINร“CIO DA PRIMAVERA

BELTANE

MIDSUMMER

LUGHNASADH

MABON

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Pรกgina 95


O ESBAT E SEU RITUAL Além dos oitos Sabbats, celebra-se, também, os Esbats, ou seja, as treze luas cheias ao longo do ano solar. A lua cheia foi venerada durante milênios por grupos de homens e mulheres, reunidos nos bosques, nas montanhas ou na beira da água, como a manifestação visível do princípio cósmico feminino, na forma das deusas lunares ou da Vovó Lua. A palavra Esbat deriva do verbo esbattre, em francês arcaico, significando "alegrar-se", pois essas celebrações não eram tão solenes como os Sabbats, proporcionando, além dos trabalhos mágicos, uma atmosfera jovial. Durante os Esbats, reverencia-se a força vital criativa, geradora e sustentadora do universo, manifestada como a Grande Mãe. A noite de lua cheia ou o plenilúnio, é o auge do poder da Deusa, sendo o momento adequado para rituais de cura e trabalhos mágicos. Usam-se altares - simples ou elaborados com os símbolos da Deusa e acrescentam-se os elementos específicos da lunação. Alem dos rituais, há cantos, danças, contam-se histórias e fazem-se meditações. No final, comemora-se repartindo pão ou bolo e bebendo-se vinho, suco ou chá, brindando à Lua e ofertando um pouco à natureza em sinal de gratidão à Mãe Terra. O pão sempre simbolizou o alimento tirado da terra, enquanto que o vinho favorecia a atmosfera de alegria e descontração.

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 96


A Deusa está cada vez mais presente na vida e na alma das mulheres, os raios prateados da Lua realçando suas múltiplas faces. Na Antiga Tradição, nas reuniões praticadas por "covens" ou individualmente, o ponto máximo do Esbat é o ritual de "Puxar a Lua", ou seja, imantar uma sacerdotisa ou mulher com a energia da Deusa. O objetivo desse ritual é triplo: primeiro, procura-se a união com a Deusa para compreender melhor seus mistérios; segundo, busca-se imantar o espaço sagrado com a energia mágica da Deusa e, em terceiro lugar, objetiva-se o equilíbrio dos ritmos lunares das mulheres e o aumento da fertilidade, física e mental. Para atrair a energia da Lua, usa-se o punhal ritualístico ("athame") ou um bastão consagrado, direcionando-o para um cálice com água. Invoca-se a Deusa e expõe-se seu pedido ou, simplesmente, entra-se em contato com sua essência, deixando-a penetrar em todo seu ser. Fundir-se com a energia da Deusa é um ato de realização espiritual e jamais deve ser usado com fins egoístas, forjando mensagens ou avisos "recebidos" durante o ritual. Quando o propósito é sincero e o coração puro, a experiência é sublime e comovente. Após um tempo de interiorização e contemplação, tornam-se alguns goles da água "lunarizada" e despeja-se o resto sobre a terra, para "fertiliza-la". Como em outros rituais, os Esbats devem ser feitos após invocar-se os Guardiões das direções e os elementos correspondentes, criando-se o círculo mágico. Além desse ritual tradicional e formal, pode-se celebrar o plenilúnio de forma mais complexa e criativa, usando-se os conhecimentos astrológicos da polaridade Sol-Lua. Durante a lua cheia, a Lua se encontra no signo oposto ao do Sol, estabelecendo-se, assim, um eixo de complementação. Em certos grupos mistos, trabalha-se a polaridade Sol-Lua reverenciando-se o casal divino, representado por deuses solares e deusas lunares, escolhidos conforme as características astrológicas e espirituais do mês.

O RITUAL DA LUA CHEIA Pratique-o à noite, sob a Lua se possível. É adequado que crescentes, flores brancas, prata e outros símbolos lunares estejam presentes no altar para este ritual. A esfera de cristal de quartzo também pode ser colocada no altar. Ou, Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 97


se preferir, use o caldeirão (ou uma pequena tigela branca ou prateada) cheia de água. Coloque uma peça de prata dentro d'água. Arrume o altar, acenda as velas e o incenso e crie o Círculo Mágico. De pé, diante do altar, invoque a Deusa e o Deus, com o Canto de Bênçãos e/ou outras invocações. Contemple agora a Lua, se possível. Sinta suas energias mergulhando em seu corpo. Sinta a fria energia da Deusa banhando-o com poder e amor. Diga então estas palavras ou semelhantes:

Maravilhosa Dama da Lua Você que saúda o cair da noite com beijos prateados; Senhora da noite e de toda a magia. Que cavalga as nuvens em céus escuros E derrama luz sobre a Terra fria; Ó Deusa Lunar, Aquela do Crescente, Que tece e desfaz as sombras; Reveladora dos mistérios do passado e do presente; Que move os mares e controla as mulheres; Sábia Mãe Lunar, Eu saúdo Sua jóia celeste No crescer de seus poderes, Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 98


Com um rito em sua honra Eu oro sob a Lua, Eu oro sob a Lua,

RITO DE ADORAÇÃO E INVOCAÇÃO À DEUSA PARA SER FEITO NA COMEMORAÇÃO DO ESBAT Atenção: Este ritual colocará você em contato direto com a Grande Deusa. Deve ser realizado na primeira noite de lua cheia Apanhe: 2 velas brancas 1 sino Vinho 1 taça Trace o círculo Mágico. De frente para o seu altar, diga: ESTA É A ÉPOCA DA LUA CHEIA, UM MOMENTO DE GRANDE MANIFESTAÇÃO POSITIVA, UM MOMENTO DE SER FELIZ E TUDO CONQUISTAR. A MARÉ DA LUA CHEIA É FORTE. EU SOU FILHO(A) DA DEUSA. EU ESTOU DIANTE DE TI EM AMOR E ADORAÇÃO. ESTEJA COMIGO MINHA GRANDE DEUSA. DEIXE-ME SENTIR SUA PRESENÇA NESTA NOITE DE MAGIA E PODER. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 99


Vá para o leste e toque o sino, e diga: PODERES DO AR, AJUDE-ME SENTIR A POTÊNCIA E A PRESENÇA DA SENHORA DENTRO DE MIM Vá para o sul, toque o sino e diga: PODERES DO FOGO, PERMITA-ME SENTIR A PRESENÇA DA GRANDE SENHORA DENTRO DE MIM Vá para o oeste, toque o sino e diga: PODERES DA ÁGUA, FAÇA COM QUE A GRANDE SENHORA FLUA DENTRO DE MIM Vá para o norte, toque o sino e diga: PODERES DA TERRA, FAÇA-ME SENTIR A PRESENÇA DA GRANDE SENHORA DENTRO DE MIM. Preste atenção nas sensações que ocorreram em seu corpo e alma. Coloque o sino no altar. Volte-se para o norte, levante seus braços acima da cabeça e diga: GRANDE MÃE! SENHORA DA LUA, SENHORA DA LUZ DOS MISTÉRIOS, DA MAGIA. TU QUE ÉS A LUZ SOBRE A TERRA, TU QUE ÉS OS RAIOS BRILHANTES DO SOL. O COMEÇO, O MEIO E O FIM. DENTRO DE VOCÊ ESTOU. VENHA E ME PREENCHA COM SUA PRESENÇA. Comunique-se com ela. Exponha os problemas, as angustias ou as felicidades e os desejos. Confidencie-se com Ela. Quando terminar diga: TODA A HONRA E AMOR À TI MINHA MÃE, POIS É O PODER ACIMA DE TUDO E DE TODOS. TU QUE ÉS DEUSA, A VIDA ETERNA ACIMA DA MORTE. Erga a taça de vinho e diga: A TI, GRANDE SENHORA! Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 100


Terminado, desfaça o círculo.

WICCANING: O RITUAL DE BATISMO Este ritual de "batismo" extraído do livro de Janet & Stewart Farrar deve ser utilizado apenas como modelo...como base para que você crie o seu próprio Wiccaning. Use sua criatividade e seu coração! ADHORAT

WICCANING Ritual de bruxaria correspondente ao batismo cristão "Os cristãos, quando batizam seus filhos, o fazem em geral com a intenção de compromissálos com o cristianismo, de preferência perpetuamente - e ao próprio ramo particular de cristianismo dos pais. Espera-se via de regra que os filhos endossarão tal compromisso, ratificando-o quando tiverem idade suficiente para aquiescer conscientemente (embora sem maturidade para discernir). Para sermos justos, esses pais - quando não estão meramente

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 101


acatando uma convenção social - amiúde assim agem porque sinceramente acreditam que isso é essencial para a segurança das almas de seus filhos. Foram ensinados a crer nisso e freqüentemente mediante o medo. Essa crença segundo a qual existe apenas um tipo de ingresso para o céu e que um bebê precisa recebê-lo com toda a rapidez para sua própria segurança é, evidentemente, estranha a Wicca. A crença de bruxas e bruxos na reencarnação a nega em todos os casos. Mas, independentemente disto, feiticeiras e feiticeiros sustentam o ponto de vista que era virtualmente universal antes da era do monoteísmo patriarcal, a saber, que todas as religiões são diferentes sendas de expressão das mesmas verdades e que a validade delas para qualquer indivíduo depende da natureza e das necessidades deste. Uma cerimônia Wiccaning para a criança de uma família de bruxos não compromete, portanto, a criança com nenhuma senda em particular, mesmo uma pertencente a Wicca. É similar a um batizado no sentido em que invoca a proteção divina para a criança e ritualmente afirma o amor e o cuidado com os quais a família e os amigos desejam cercar o recém-chegado. Difere de um batizado no fato de especificamente reconhecer que, à medida que a criança se transforma num adulto, decidirá, e realmente terá que decidir, sobre sua própria senda. Wicca é, acima de tudo, uma RELIGIÃO NATURAL - de modo que pais-bruxos tentarão naturalmente comunicar a seus filhos a alegria e realização que sua religião lhes proporciona, a família toda partilhando inevitavelmente do modo de vida vinculado a essa religião. Partilhar é uma coisa, impor ou ditar é outra, e longe de assegurar a "salvação" de uma criança, pode muito bem retardá-la - isto se, tal como as feiticeiras, você encarar a salvação não como uma espécie de transação instantânea, mas como um desenvolvimento ao longo de muitas existências Compomos nosso ritual de Wiccaning dentro desse espírito e achamos que a maioria das bruxas e bruxos concordarão com tal postura. Sabíamos que a idéia de Ter padrinhos - amigos adultos que manterão um interesse pessoal no desenvolvimento da criança - era uma idéia justificadamente popular e sentimos que uma cerimônia de Wiccaning deveria adotá-la também. A princípio chamamos esses amigos adultos de "Patrocinadores", a fim de evitar uma confusão com respeito à prática cristã. Mas reconsiderando o assunto posteriormente, percebemos que "patrocinador era uma palavra fria e que não havia motivo algum para que "padrinho" e "madrinha" (desde que god abarcasse goddess/ Padrinho em inglês é GODfather e madrinha GODmother) não servissem a bruxas e bruxos tanto como servem os cristãos. Afinal de contas, consideradas as diferenças de crença (e Deus sabe quanto os cristãos diferem entre si), inclusive a diferença de postura que já mencionamos, a função é a mesma. Os padrinhos não têm de ser eles mesmos necessariamente bruxos, o que cabe aos pais decidir. Mas precisam, ao menos, simpatizar com a intenção do ritual e tê-lo lido integralmente de antemão, para assegurar que possam fazer as necessárias promessas com toda sinceridade (o mesmo se aplica, afinal, a bruxos e bruxas convidados por amigos cristãos para serem padrinhos num batismo cristão). Se a Grã Sacerdotisa e/ou o Grão Sacerdote se prestam eles próprios a serem padrinhos, farão as promessas um ao outro nos momentos apropriados, durante o ritual. PREPARAÇÃO Se os membros do coven normalmente atuarem despidos, a decisão se assim participarão do ritual ou se farão vestidos caberá aos pais da criança. Num caso ou noutro, a Grã Sacerdotisa

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 102


usará símbolos da Lua, e o Grã Sacerdote símbolos do Sol. O círculo é marcado com flores e folhas verdes e o caldeirão colocado no centro, preenchido com as mesmas flores e folhas e talvez também de frutos. Coloca-se à disposição, no altar, óleo de consagração. Somente incenso leve deve ser usado - preferivelmente sob forma de bastão. Os presentes para a criança são postos ao lado do altar, bem como o alimento e as bebidas para uma pequena festa no círculo, depois do ritual. Os pais devem escolher antecipadamente um "nome oculto" para a criança (isto é, em grade parte, para o próprio benefício da criança; crescendo numa família de bruxos, ele ou ela quase certamente apreciará ter um nome de bruxo ou bruxa particular tal como têm mamãe e papai e se não for o caso, poderá ser discretamente esquecido até que e a menos que seu detentor queira usá-lo novamente). O RITUAL PARA UMA MENINA

O Ritual de Abertura é realizado normalmente até o fim da invocação do "Grande Deus Cernunnos", exceto pelo fato de que todos, inclusive os pais e a criança, se colocam no círculo antes do traçado, sentamos num semicírculo próximos do caldeirão e olhando para o altar cedendo lugar à Grã Sacerdotisa, para que esta trace o círculo em torno deles. Somente a Grã Sacerdotisa e o Grão Sacerdote ficam em pé para conduzir o Ritual de Abertura. Para reduzir movimento excessivo, que poderia amedrontar a criança, a Grã Sacerdotisa traça o círculo com seu athame, e não com a espada, e ninguém se move com ela, ou imita seus gestos quando ela invoca os Senhores das Atalaias. Ela e o Grão Sacerdote carregam os elementos em torno. Após a invocação do Grande Cernunnos, a Grã Sacerdotisa e o Grão Sacerdote consagram o vinho. Não o experimental, mas colocam o cálice no altar. O Grão Sacerdote, em seguida, posta-se diante do altar, encarando o caldeirão. A Grã Sacerdotisa fica pronta para entregar-lhe o óleo, o vinho e a água. O Grão Sacerdote diz: "ESTAMOS REUNIDOS NESTE CÍRCULO PARA PEDIR A BENÇÃO DO PODEROSO DEUS E DA GENTIL DEUSA PARA .....(NOME DA MENINA), A FILHA DE .................. E .................., DE MODO QUE ELA POSSA CRESCER EM BELEZA E FORÇA, EM ALEGRIA E SABEDORIA. HÁ MUITAS SENDAS, E CADA UM TEM DE ENCONTRAR A SUA, E PORTANDO NÃO BUSCAMOS LIGAR ..........(NOME DA MENINA) À NENHUMA SENDA, ENQUANTO ELA É AINDA DEMASIADAMENTE JOVEM PARA ESCOLHER. PREFERIMOS PEDIR AO DEUS E A DEUSA, QUE CONHECEM TODAS AS SENDA E AOS QUAIS TODAS AS SENDA CONDUZEM, PARA ABENÇOÁ-LA, PROTEGÊ-LA E PREPARÁLA AO LONGO DOS ANOS DE SUA INFÃNCIA, DE SORTE QUE, QUANDO FINALMENTE FOR VERDADEIRAMENTE ADULTA, SAIBA ELA SEM ALIMENTAR DÚVIDAS OU MEDO QUAL SUA SENDA E PASSE A TRILHÁ-LA COM CONTENTAMENTO. ....................., MÃE DE ............(NOME DA MENINA), ADIANTA-SE COM ELA PARA QUE POSSA SER ABENÇOADA. O pai ajuda a mãe a se levantar e ambos levam a criança ao Grão Sacerdote, que a toma em

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 103


seus braços. Ele pergunta: ....................., MÃE DE ............(NOME DA MENINA),POSSUI ESTA TUA CRIANÇA TAMBÉM UM NOME OCULTO?

A mãe responde: SEU NOME OCULTO É ..................... O Grão Sacerdote, então, unta a criança na testa com óleo, fazendo a marca de um pentagrama e dizendo: EU UNTO A TI, ............(DIZER O NOME COMUM), COM ÓLEO E TE DOU O NOME OCULTO DE ....................... Ele repete a ação com o vinho, dizendo: EU UNTO A TI, .............(DIZER NOME OCULTO), COM VINHO EM NOME DO PODEROSO DEUS CERNUNNOS. Repete a ação com a água dizendo: EU UNTO A TI, ..............(DIZER NOME OCULTO), COM ÁGUA EM NOME DA GENTIL DEUSA ARADIA. O Grão Sacerdote devolve a criança à sua mãe e, então conduz os pais e a criança a cada uma das atalaias, dizendo: VÓS SENHORES DAS ATALAIAS LESTE (SUL, OESTE, NORTE), COM EFEITO APRESENTAMOS A VÓS .....................(NOME COMUM), CUJO NOME OCULTO É ........................(DIZER NOME OCULTO) E QUE FOI DEVIDAMENTE UNGIDA DENTRO DO CÍRCULO DE WICCA. ESCUTAI, PORTANTO, QUE ELA SE ACHA SOB A PROTEÇÃO DE CERNUNNOS E ARADIA. O Grão Sacerdote e a Grã Sacerdotisa tomam seus lugares voltados para o altar, com os pais e a criança entre eles. Erguem seus braços e invocam cada um por sua vez: Grão Sacerdote: PODEROSO CERNUNNOS, CONCEDE A ESTA CRIANÇA O DOM DA FORÇA; Grã Sacerdotisa: GENTIL ARADIA, CONCEDE A ESTA CRIANÇA O DOM DA BELEZA Grão Sacerdote: PODEROSO CERNUNNOS, CONCEDE A ESTA CRIANÇA O DOM DA SABEDORIA Grã Sacerdotisa: GENTIL ARADIA, CONCEDE A ESTA CRIANÇA O DOM DO AMOR;

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 104


O Grão Sacerdote, a Grã Sacerdotisa e os pais se voltam para encarar o centro do círculo, e o Grão Sacerdote então pergunta: HÁ DUAS PESSOAS NO CÍRCULO QUE SE APRESENTARIAM COMO PADRINHOS DE ......................? (OBS.: Se o sacerdote e a sacerdotisa estão se apresentando como padrinhos, ele perguntará, em lugar disso,: HÁ ALGUÉM NO CÌRCULO QUE SE APRESENTARÀ COMIGO, COMO PADRINHOS DE.................? e a Sacerdotisa responderá: EU ME JUNTAREI A VÓS. Em seguida eles olharão um para o outro e trocarão as perguntas e promessas). Os padrinhos deverão se adiantar e ficar de pé, a madrinha encarando o Sacerdote e o padrinho encarando a Sacerdotisa. O Sacerdote pergunta para a madrinha: TU, ............... PROMETES SER UMA AMIGA DE ................... AO LONGO DE SUA INFÂNCIA, NO SENTIDO DE AJUDÁ-LA E GUIÁ-LA DA MANEIRA QUE ELA NECESSITAR; E DE ACORDO COM SEUS PAIS POR ELA ZELAR E AMÁ-LA COMO SE FOSSE DE TEU PRÓPRIO SANQUE ATÉ QUE PELA GRAÇA DE CERNUNNOS E ARADIA ELA ESTEJA PRONTA PARA ESCOLHER SUA PRÓPRIA SENDA? A madrinha responde: EU,.............. ASSIM PROMETO. A Grã Sacerdotisa pergunta ao padrinho: TU, ............... PROMETES SER UMA AMIGA DE ................... AO LONGO DE SUA INFÂNCIA, NO SENTIDO DE AJUDÁ-LA E GUIÁ-LA DA MANEIRA QUE ELA NECESSITAR; E DE ACORDO COM SEUS PAIS POR ELA ZELAR E AMÁ-LA COMO SE FOSSE DE TEU PRÓPRIO SANQUE ATÉ QUE PELA GRAÇA DE CERNUNNOS E ARADIA ELA ESTEJA PRONTA PARA ESCOLHER SUA PRÓPRIA SENDA? O padrinho responde: EU, .............ASSIM PROMETO. O Grão Sacerdote diz: O DEUS E A DEUSA A ABENÇOARAM; OS SENHORES DAS ATALAIAS A RECONHECERAM; NÓS SEUS AMIGOS LHE DEMOS AS BOAS VINDA; PORTANTO, Ó CÍRCULO DAS ESTRELAS; BRILHA EM PAZ SOBRE ............... CUJO NOME OCULTO É.................. QUE ASSIM SEJA. Todos dizem: QUE ASSIM SEJA!

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 105


O Grão Sacerdote diz: QUE TODOS SE SENTEM DENTRO DO CÍRCULO Todos se sentam, exceto o sacerdote e a sacerdotisa, que experimentam e passam por todos o vinha já consagrado da maneira usual e então consagram e passam a todos os bolos da maneira usual. A seguir, buscam os presentes, o alimento e as bebidas da festa e se sentam com os outros, daqui em diante passando-se para o informal.

O RITUAL PARA UM MENINO

A diferença básica caso a criança seja um menino é que o Grão Sacerdote e a Grã Sacerdotisa trocam suas funções. Ela realiza o enunciado de abertura e executa a unção, o Grão Sacerdote lhe entrega o óleo, o vinho e a água. Ela representa a criança às atalaias. A invocação a Deusa e ao Deus por seus dons de força, beleza, sabedoria e amor, entretanto, é feita exatamente como a feita para a menina, e na mesma ordem.

A Grã Sacerdotisa convoca os padrinhos para que se apresentem e toma a promessa do padrinho; o Sacerdote toma então a promessa da madrinha. A Grã Sacerdotisa pronuncia a bênção final.

Fonte: Oito Sabás para Bruxas

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 106


REQUIEM...O RITUAL DE MORTE WICCANO PREPARAÇÃO

A decoração do círculo e do altar para um Requiem será, neste caso, uma questão de gosto pessoal, dependendo das circunstâncias, da época do ano e do caráter do amigo que está sendo lembrado, bem como das associações com ele feitas. Deposita-se ao lado do altar uma pequena tigela de louça (um caneco ou xícara com asa é o mais adequado) com um cordel prateado a ela atado; é preciso dispor também de um martelo para quebrar o pequeno recipiente e um pano para embrulhá-lo. Para a Lenda da Descida da Deusa deve-se deixar à disposição, próximos do altar, jóias e um véu, bem como uma coroa para o Senhor do Mundo Subterrâneo. Também à disposição sobre o altar deve haver um colar. O RITUAL

O Ritual de abertura deve ser realizado como sempre até o fim da invocação Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 107


do Deus Cernunnos. A Grã Sacerdotisa e o Sacerdote, em seguida, encaram os membros do coven de diante do altar. A sacerdotisa diz: NÓS NOS REUNIMOS HOJE EM MEIO À TRISTEZA E ALEGRIA. ESTAMOS TRISTES PORQUE UM CAPÍTULO SE ENCERROU E, NO ENTANTO, ESTAMOS JUBIOLOSOS PORQUE, COM O ENCERRAMENTO, UM NOVO CAPÍTULO PODE COMEÇAR. NÓS NOS REUNIMOS PARA MARCAR O PASSAMENTO DE NOSSA AMADA IRMÃ ..................... PARA QUEM ESTA ENCARNAÇÃO FINDOU. ESTAMOS REUNIDOS PARA CONFIÁ-LA AO ZELO DA BENÇÃO DO DEUS E DA DEUSA, PARA QUE ELA POSSA REPOUSAR, ISENTA DE ILUSÃO OU TRISTEZA ATÉ QUE ADVENHA O TEMPO DE SEU RENASCIMENTO NESTE MUNDO. E SABENDO QUE ISSO SERÁ, SABEMOS TAMBÉM QUE A TRISTEZA NÃO É NADA E QUE O JUBILO É TUDO. O Sacerdote permanece em seu lugar e a Sacerdotisa conduz o coven numa dança em espiral, lentamente fechando o círculo num sentido anti-horário, mas não o fechando de maneira demasiada. O Sacerdote diz: NÓS TE CONVOCAMOS, MÃE SOMBRIA E ESTÉRIL, TU PARA QUE TODA A VIDA MANIFESTA CUMPRE RETORNAR ADVINDO SEU TEMPO; MÃE SOMBRIA DA TRANQUILIDADE E DO REPOUSO, ANTE QUEM OS HOMENS TREMEM PORQUE FALTA-LHES A COMPREENSÃO DE TI. NÓS TE CONVOCAMOS, QUE É TAMBÉM HÉCATE DA LUA MINGUANTE, SENHORA SOMBRIA DA SABEDORIA, QUE OS HOMENS TEMEM PORQUE TUA SABEDORIA SE ELEVA ACIMA DA DELES. NÓS, OS FILHOS OCULTOS DA DEUSA, SABEMOS QUE NADA HÁ A TEMER EM TEU ABRAÇO, DO QUAL NINGUÉM ESCAPA; QUE QUANDO ENTRAMOS EM TUA ESCURIDÃO, COMO DEVEM TODOS, SERÁ COMO ENTRAR NOVAMENTE NA LUZ. ASSIM, COM AMOR E SEM TEMOR, CONFIAMOS A TI ...................... NOSSA IRMÃ. TOMA-A, PROTEGE-A, NORTEIA-A, ADMITA-A À PAZ DE SUMMERLAND, QUE SE ENCONTRAM ENTRE A VIDA E A VIDA. E SABE, COMO SABES TODAS AS COISAS, QUE NOSSO AMOR COM ELA VAI". Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 108


O sacerdote apanha a tigela, o cordel, o martelo e o pano. A dança cessa e os membros se afastam a fim de admitir a Sacerdote ao centro da espiral, onde ele deposita o pano sobre o chão e a tigela sobre o pano. Em seguida, a extremidade livre do cordel à Donzela. A sacerdotisa diz: SOLTE-SE O CORDEL PRATEADO, OU SE QUEBRE A TIGELA DOURADA, OU SE QUEBRE O CÂNTARO NA FONTE, OU SE QUEBRE NA CISTERNA E ENTÃO O PÓ RETORNARÁ À TERRA COMO ERA, E O ESPÍRITO RETORNARÁ À DEUSA QUE O CONCEDEU.

O sacerdote desata o cordel prateado e a Donzela o colhe. O Sacerdote embrulha então a tigela com o pano e a quebra com o martelo. A seguir recoloca o pano dobrado com os fragmentos da tigela e o martelo ao lado do altar. O Coven retorna, fechando novamente o círculo. A Donzela carrega o cordel prateado e durante a invocação que se segue, movendo-se em sentido horário em torno do círculo, o oferece primeiramente aos senhores das Atalaias do Oeste (Senhores da Morte e da Iniciação), depois aos Senhores das Atalaias do Leste (senhores do Renascimento). Em seguida, ela deposita o cordel no chão diante da vela do leste e se reúne ao Sacerdote, junto ao altar (movendo-se sempre em sentido horário). Enquanto isso, a Sacerdotisa dirige-se novamente a dança, repetindo o movimento de volta em sentido horário, a fim de desfazer a espiral até que se torne mais uma vez um círculo completo, continuando a se mover em sentido horário. Logo depois de recolocar o pano e o martelo ao lado do altar, o Sacerdote encara o coven e diz: NÓS TE CONVOCAMOS, AIMA, MÃE LUMINOSA E FÉRTIL, TU ÉS O ÚTERO DO RENASCIMENTO, DE QUEM TODA VIDA MANIFESTA PROCEDE E EM CUJO SEIO QUE JORRA TODOS SÃO NUTRIDOS. NÓS TE CONVOCAMOS, QUE É TAMBÉM PERSÉFONE DA LUA CRESCENTE, SENHORA DA PRIMAVERA E DE TODAS AS COISA NOVAS. A TI CONFIAMOS .............., NOSSA IRMÃ. TOMA-A, PROTEGE-A, NORTEIA-A; A CONDUZ NA PLENITUDE DO TEMPO A UM NOVO NASCIMENTO E UMA NOVA VIDA. E CONCEDE QUE, Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 109


NESSA NOVA VIDA, ELA POSSA SER AMADA NOVAMENTE, COMO NÓS, SEUS IRMÃOS E IRMÃOS, A AMAMOS. O Sacerdote e a Donzela juntam-se novamente ao coven, que desenvolve um movimento circular e a sacerdotisa inicia a Runa das feiticeiras, os demais se unindo a ela. Finda a runa, a Sacerdotisa ordena: AO CHÃO! os membros se sentam, formando um círculo olhando para o interior deste. A Sacerdotisa atribui papéis para a Lenda da Descida da Deusa ao Mundo Subterrâneo: o Narrador, A Deusa, O senho do Mundo Subterrâneo, e o Guardião dos Portais. A Deusa é adornada com jóias, coberta com véu e fica na borda do círculo ao sudeste. O senhor do Mundo Subterrâneo coloca sua coroa, toma a espada e permanece com suas costas para o altar. O Guardião dos Portais toma seu athame e o cordel vermelho e fica de pé encarando a Deusa.

A LENDA DA DESCIDA DA DEUSA AO MUNDO SUBTERRÂNEO

Narrador: NOS TEMPOS ANTIGOS, NOSSO SENHOR, O CORNUDO, ERA (E AINDA É) O CONSOLADOR, O CONFORTADOR. MAS OS HOMENS O CONHECIAM COMO O TERRÍVEL SENHOR DAS SOMBRAS, SOLITÁRIO, INFLEXÍVEL E JUSTO. MAS NOSSA SENHORA , A DEUSA RESOLVERIA TODOS OS MISTÉRIOS, ATÉ MESMO O MISTÉRIO DA MORTE; E ASSIM ELA VIAJOU AO MUNDO SUBTERRÂNEO. O GUARDIÃO DOS PORTAIS A DESAFIO... O Guardião dos portais desafia a Deusa com seu Athame. TIRA TUAS VESTES, PÕE DE LADO TUAS JÓIAS POIS NADA TU PODES TRAZER CONTIGO AO INTERIOR DESTA NOSSA TERRA. A Deusa retira seu véu e as jóias. Nada deve permanecer sobre seu corpo (se o Requiem é realizado com os participantes vestidos, somente o manto simples Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 110


dela deve permanecer sobre seu corpo). O Guardião então a prende com o cordel vermelho à maneira da iniciação de primeiro grau, com o centro do cordel em torno da frente do pescoço dela e as extremidades passando por seus ombros e indo atar seus pulsos por trás de sua cintura. ASSIM ELA SE DESPOJOU DE SUAS VESTES E DE SUAS JÓIAS E FOI AMARRADA COMO TODOS OS VIVOS QUE BUSCAM INGRESSAR NOS DOMÍNIOS DA Morte, A PODEROSA, TÊM QUE SER. O Guardião dos portais conduz a Deusa perante o Senhor do Mundo Subterrâneo e, depois, se afasta para um lado. TAL ERA A BELEZA QUE A PRÓPRIA MORTE SE AJOELHOU E DEPOSITOU SUA ESPADA E COROA AOS SEUS PÉS. O Senhor do Mundo Subterrâneo se ajoelha ante a Deusa, deposita sua espada e sua coroa no chão a cada lado dela, e em seguida beija os pés direito e esquerdo dela. ...E BEIJOU SEUS PÉS, DIZENDO: ABENÇOADOS SEJA TEUS PÉS QUE TE TROUXERAM POR ESTES CAMINHOS. PERMANECE COMIGO, MAS DEIXA QUE EUPONHA MINHAS MÃOS FRIAS SOBRE TEU CORAÇÃO. O senho do Mundo Subterrâneo ergue suas mãos, com as palmas para a frente e as retém a algumas polegadas do coração da Deusa. E ELA RESPONDE: EU NÃO TE AMO. POR QUE FAZES TODAS AS COISAS QUE AMO E NAS QUAIS ME COMPRAZO FENECEREM E MORREREM? O senho do mundo subterrâneo estende seus braços para baixo, com as palmas das mãos para a frente. SENHORA... - RESPONDEU A MORTE - TRATA-SE DA IDADE E DA FATALIDADE, CONTRA OS QUAIS SOI IMPOTENTE. A IDADE, O ENVELHECIMENTO LEVA TODAS AS COISAS A DEFINHAREM; MAS, QUANDO OS HOMENS MORREM AO DESFECHO DE SEU TEMPO, CONCEDO-LHE REPOUSO, PAZ E FORÇA PARA QUE POSSAM RETORNAR. MAS TU, TU ÉS LINDA. NÃO RETORNES, PERMANEÇA COMIGO. Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 111


MAS ELA RESPONDE: EU NÃO TE AMO!" O senhor do Mundo subterrâneo se levanta, vai até o altar e pega o açoite. Volta-se para encarar a deusa. E ENTÃO DISSE A MORTE: SE NÃO RECEBES MINHAS MÃOS SOBRE TEU CORAÇÃO, TENS QUE TE CURVAR AO AÇOITE DA MORTE. É A FATALIDADE - MELHOR ASSIM... Ela Disse e se Ajoelhou. E a morte a açoitou brandamente. A deusa se ajoelha encarando o altar. O senhor do mundo subterrâneo aplicalhe de maneira muito branda três, sete, nove, vinte e um golpes do açoite. E ELA BRADOU: EU CONHEÇO AS AFLIÇÕES DO AMOR O Senhor do Mundo Subterrâneo recoloca o açoite no altar, ajuda a deusa a levantar-se e se ajoelha, encarando-a. E A MORTE A ERGUEU E DISSE: SEJAS ABENÇOADAS. E LHE DOU O BEIJO QUÍNTUPLO, DIZENDO: ASSIM APENAS PODES ATINGIR A ALEGRIA E O CONHECIMENTO. O Senhor do Mundo subterrâneo dá na Deusa o beijo quíntuplo. Em seguida, desamarra os pulsos dela, depositando o cordel no chão. E ELE A ELA ENSINA TODOS OS SEUS MISTÉRIOS E LHE DÁ O COLAR QUE É O CÍRCULO DO RENASCIMENTO. O senhor do Mundo Subterrâneo pega o colar no altar e o coloca em torno do pescoço da deusa. A Deusa então, toma a coroa e a recoloca na cabeça do senhor do Mundo Subterrâneo. E ELA ENSINA A ELE O MISTÉRIO DA TAÇA SAGRADA, QUE É O CLADEIRÃO DO RENASCIMENTO. O Senhor do Mundo Subterrâneo move-se diante do altar, no extremo leste deste, e a Deusa move-se diante do altar, no extremo oeste deste. A Deusa Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 112


toma o cálice em ambas as mãos, eles se entreolham e ele coloca ambas as mãos das dela. ELES AMARAM E SE TORNARAM UM, POIS HÁ TRÊS GRANDES MISTÉRIOS NA VIDA DO HOMEM,E A MAGIA OS CONTROLA A TODOS. PARA REALIZAR O AMOR, TENDES QUE RETORNAR NOVAMENTE AO MESMO TEMPO E NO MESMO LUGAR DAQUELES QUE SÃO OS AMADOS; E TENDES QUE ENCONTRÁ-LOS, CONHECÊLOS, LEMBRÁ-LOS E AMÁ-LOS DE NOVO. O Senho do Mundo Subterrâneo solta as mãos da Deusa e esta recoloca o cálice no altar. Ele toma o açoite em sua mão esquerda e a espada em sua mão direita e fica na posição do Deus, antebraço cruzados sobre o peito, espada e açoite apontados para cima, com suas costas para o altar. Ela fica ao lado dele na posição de Deusa, pernas escarranchadas e braços estendidos formando o pentagrama. MAS PARA RENASCER, TENDE QUE MORRER E SER PREPARADO PARA UM NOVO CORPO. E PARA MORRER TENDES QUE NASCER E SEM AMOR NÃO PODES NASCER. E NOSSA DEUSA SEMPRE SE INCLINA PARA O AMOR , E O JÚBILO, E A VENTURA; E ELA PROTEGE E ACARICIA SUAS CRIANÇAS OCULTAS NA VIDA, E NA MORTE MINISTRA O CAMINHO DA COMUNHÃO COM ELA; E MESMO NESTE MUNDO ELAS LHES ENSINA O MISTÉRIO DO CÍRCULO MÁGICO, QUE É DISPOSTO ENTRE OS MUNDOS DOS HOMENS E DOS DEUSES. O senhor do mundo subterrâneo recoloca o açoite, a espada e a coroa sobre o altar junto deste. Isto completa a Lenda e os atores se juntam de novo aos demais membros. A Grã Sacerdotisa diz: QUE PARTICIPEMOS AGORA, COMO A DEUSA NOS ENSINOU, DA FESTA DE AMOR DO VINHO DOS BOLOS; E A MEDIDA QUE O FAZEMOS, QUE NOS LEMBREMOS DE NOSSA IRMÃ ..................., COM A QUAL NÓS TÃO AMIÚDE COMPARTILHAMOS TAL FESTA. E MEDIANTE ESTA COMUNHÃO, NÓS COLOCAMOS AMOROSAMENTE NOSSA IRMÃ NAS MÃOS DA DEUSA. Todos Dizem: Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 113


QUE ASSIM SEJA" O vinho e os bolos são consagrados e passados por todos. O mais cedo possível, após o Requiem, os fragmentos da tigela deverão ser ritualmente arremessados num rio, com a tradicional ordem: RETORNA AOS ELEMENTOS DOS QUAIS VIESTE

Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Página 114


Email: fernandodeogum@grupoboiadeirorei.com.br

Pรกgina 115

Rituais feitiços e encantamentos fernando de ogum  
Rituais feitiços e encantamentos fernando de ogum  
Advertisement