Page 1

MIRONGA DA VOVร’

contato@grupoboiadeirorei.com.br Pรกgina 1


Maçã e benefícios desconhecidos

Sabia que a maçã é um dos alimentos mais saudáveis ??que você pode comer? Ela é rica em fibras e com poucas calorias, esta deliciosa fruta possui alguns benefícios já comprovados pela ciência, como redução do risco de câncer, doenças cardiovasculares e diabetes.

No entanto, as contribuições da maçã para sua saúde vão muito além dos benefícios listados acima. Confira a seguir alguns deles.

1. Uma recente pesquisa descobriu que, quando uma pessoa ??consome uma maçã 15 minutosantes de uma refeição, ela tende a comer 15% menos durante o almoço ou janta. Esse simples hábito pode resultar na perda de peso para quem procura uma maneira fácil e saudável de emagrecer.

2. As maçãs ajudam a alterar significativamente os valores das bactérias presentes nointestino grosso, fornecendo benefícios para a saúde gastrointestinal.

3. Graças ao seu alto teor de fitonutrientes, as maçãs colaboram para diminuir o risco deasma e câncer de pulmão.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 2


4. Segundo um estudo norte americano, as mulheres na pós-menopausa que ingeriram maçãs diariamente, tiveram uma redução de 23% nos níveis de colesterol LDL (colesterol ruim) e um aumento de 4% no colesterol HDL (bom colesterol) dentro de seis meses.

5. As catequinas presentes nas maçãs também melhoram a capacidade do organismo de utilizar a insulina, evitando flutuações de açúcar no sangue.

6. Pesquisadores da Universidade de Tufts, EUA, descobriram que os polifenóis encontrados na maçã aceleram em 77% a perda de gordura abdominal e dobram a perda de peso em indivíduos com sobrepeso.

7. As maçãs contêm flavonóides (incluindo catequina e quercetina), que ajudam a interferir no desenvolvimento de células cancerígenas e impedem a sua capacidade de se multiplicar.

8. Maçãs contêm um composto natural conhecido como o ácido málico, que ajuda a melhorar a produção de energia no corpo.

9. Uma pesquisa apresentada na revista Nutrition Reviews descobriu que uma dieta pobre em magnésio aumenta o risco de câncer.As maçãs são uma boa fonte de magnésio.

10. A maçã tem sido associada a uma melhora da memória e redução das chances de desenvolver a doença de Alzheimer.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 3


Chá de freixo – Benefícios e propriedades O freixo (palavra originária do termo latino fraxinus), de nome científico Fraxinus angustifolia, é uma árvore de solos frescos e profundos, pertencente à família das Oleáceas, a mesma família da oliveira. Também conhecida como freixo-comum e freixo-europeu, é uma árvore que cresce na Europa, possui porte médio e pode chegar a atingir aproximadamente 25 metros de altura. A casca da árvore é de cor castanha escura acinzentada e possui sulcos profundos e verticais; as suas folhas são verdes e as flores apresentam-se em cachos, aparecendo antes do surgimento das folhas.

Esta planta apresenta flavonoides, rutosídeos, taninos e iridoide entre os seus constituintes e, devido às suas propriedades medicinais, é utilizada para auxiliar no tratamento de alguns males. As partes utilizadas da planta são as suas folhas secas e a sua casca. Confira a seguir as propriedades e os benefícios desta árvore:

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 4


Propriedades e benefícios do freixo Ação anti-inflamatória; Diurético; Pode combater os sintomas da gota, da artrose e artrite; Devido às suas propriedades medicinais, o chá de folha de freixo pode ser utilizado como um remédio natural para tratar a retenção de líquido; É usada para auxiliar no tratamento de problemas de prisão de ventre (também chamada de obstipação ou constipação intestinal); Utilizada para regular o colesterol; A casca da planta é usada para combater a febre e também pode ajudar no processo de cicatrização de feridas. O chá de freixo As substâncias presentes no chá de freixo garantem efeitos diuréticos e laxantes, evitando o inchaço do corpo. Receita Ingredientes:

- 2 colheres de sopa de folhas de freixo;

200 ml de água fervente. Modo de preparo: Acrescente as folhas de freixo à água fervente e deixe descansar por 10 minutos, dentro de um recipiente fechado. A indicação de consumo do chá, para que se possa aproveitar todos os benefícios proporcionados pela planta, é de até três vezes ao dia. Curiosidade

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 5


A madeira do freixo é pesada, dura, densa, porosa e apresenta um som estridente, rica em agudos. Por causa disso, foi utilizada nas primeiras guitarras modelo Stratocaster e Telecaster e, atualmente, é usada nos modelos mais caros da Fender.

Chá de urtiga – Benefícios e propriedades A urtiga, de nome científico U. urens, é uma planta medicinal também popularmente conhecida como urtigão, urtiga-maior, ortiga ou ortigão. Pertencente à família das Urticáceas, a planta é bastante frequente nas regiões de clima temperado, produz pequenas flores de cor clara e apresenta folhas no formato de coração, com as bordas serreadas. A urtiga é conhecida por queimar quem nela encosta, deixando a região irritada e ardida. Isso é causado por um ácido que está presente nos pelos das folhas desta planta. Até o princípio do século XX, a urtiga foi utilizada pela indústria têxtil; nos tempos atuais, a planta é usada na medicina, na alimentação e como fonte de clorofila. Confira a seguir as propriedades medicinais e os benefícios do chá de urtiga.

Propriedades medicinais Devido à presença de sais minerais, cálcio, potássio, silício, ácido fólico, ferro, aminas, rutina, quercetina, ácido málico, ácido fórmico e clorofila em sua composição, a urtiga possui propriedades adstringente, desintoxicante, diurética, galactogoga e antihistamínica. Para que serve?

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 6


O chá de urtiga auxilia no tratamento de casos de hemorragias, anemias, insuficiência hepática, artrite, artrose, gota, alergias, catarro, tosse, bronquite, febre, febre do feno, asma, diabetes, circulação, diarreias, próstata, úlcera, reumatismo gotoso.

Além disso, atua como complemento alimentar, como coadjuvante no tratamento de distúrbios urinários, estimula a produção de leite, diminui o bócio, limpa o fígado, fortalece as unhas, regula o açúcar no sangue e limpa a pele em caso de urticária e eczema. Externamente, o chá de urtiga pode ser usado no tratamento de irritações e corrimentos.

Modo de uso da urtiga Muitas vitaminas são encontradas nas flores jovens da planta, porém, as suas substâncias ativas encontram-se nas flores secas e nas raízes. A urtiga pode ser usada na forma de chá, sucos prontos e na preparação de saladas com as folhas jovens. Ademais, a urtiga também pode ser utilizada na estética, no preparo de um banho de imersão com o líquido da planta para eliminar as impurezas da pele.

Como preparar o chá? Para preparar o chá de urtiga, adicione uma colher de sopa em um litro de água. Deixe cozinhar por aproximadamente 3 ou 4 minutos, contando a partir do início da ebulição. Após esse período, retire do fogo e deixe repousando, em um recipiente tampado, por 10 minutos. Coe e beba, de duas a três xícaras ao dia. Cuidados e contraindicações O contato direto com as folhas frescas da urtiga deve ser evitado, pois elas podem causar irritação na pele. A planta não deve ser usada em caso de edemas causados por doenças cardíacas ou função renal prejudicada.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 7


Graviola – propriedades e benefícios

A graviola é conhecida por ser uma fruta saborosa, comum na culinária e nas casas brasileiras. É típica da América Central e foi trazida ao Brasil, onde se reproduz com maior facilidade em climas frios ou amenos, embora cresça em qualquer tipo de solo e seja bastante presente na região Nordeste. Seu consumo inicialmente era apenas alimentício, porém, estudos foram comprovando aos poucos suaspropriedades medicinais, sendo utilizada dessa maneira não só no Brasil, mas em outros países do Mercosul. A árvore que dá origem a essa fruta pode alcançar até 5 metros de altura, com folhas verdes, brilhantes e com flores amareladas. Os frutos não têm proporções definidas, de formato oval, casca verde e branco e suculento por dentro, seu sabor é quase indefinido, sendo um pouco ácido, doce e leitoso ao mesmo tempo e a sua safra é anual. Sua composição química é rica em carboidratos, vitamina C, B1 e B2, anonacina (presente na casca), e compostos fitoquímicos e bioativos. Entretanto o uso medicinal não se restringe a fruta, o chá de suas folhas é utilizado para tratamento de doenças como insônia e diabetes, suas sementes servem para alívio de dores estomacais e

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 8


suas cascas e raízes, que são fontes de substâncias benéficas, ainda estão em estudos sobre sua utilização medicinal.

A graviola pode ser utilizada no tratamento de 

Abscessos

Artrite

Asma

Câncer

Catarro

Cólicas

Diabetes

Diarreias

Depressão

Hipertensão arterial

Reumatismo

Vermes

Inflamações Seu uso é tão benéfico para tratar doenças distintas, graças à presença da vitamina C, que combate os radicais livres, protegendo as células saudáveis do corpo. Testes em animais comprovaram que o seu chá combate as células cancerígenas, porém nada se sabe sobre o seu uso em humanos. Estudos vêm procurando comprovar seus benefícios anticancerígenos, para auxiliar no tratamento de pacientes dependentes de quimioterapia e outros processos que agridem o corpo dos enfermos. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 9


Consumo Presente na culinária, o fruto da graviola pode ser consumido ao natural, em sucos, vitaminas, doces, sorvetes, geleias entre outras sobremesas.

Cana-de-macaco – propriedades e benefícios desta planta

A planta herbácea de origem brasileira, Cana-de-macaco (Costus spicatus Sw., Costaceae), aparece mais nas regiões brejeiras e tem várias propriedades benéficas para a saúde das pessoas. Antigamente os caboclos a usavam para dores, edemas e contusões. Ela é conhecida também como cana-do-brejo, cana-branca, cana-do-mato, caatinga, pacová, etc. Possui haste ereta, com até 2 metros de altura e de coloração verde-clara, suas folhas são espiraladas, invaginantes e possui flores com cores diversas, em espiga terminal. Na medicina natural, as partes da cana-de-macaco utilizadas são o colmo e as folhas.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 10


As partes aéreas da planta são ricas em flavonoides glicosilados (por ex. tamarixetina 3-O-neo-hesperidosídeo, canferídio 3-O-neo-hesperidosídeo e quercetina 3-O-neohesperidosídeo). Outras substâncias encontradas na cana-de-macaco incluem:, ácidos orgânicos, compostos fenólicos, mucilagens, pectina, óleo essencial, resinas, sapogeninas, saponinas, β-sitosterol, substâncias albuminoides e taninos. Seu cultivo deve ser feito em solos úmidos e ricos em material orgânico.

Na medicina popular, a cana-de-macaco é indicada como: 

Anti-inflamatória dos rins e da bexiga

Anti-diabética

Anti-reumática

Calmante das excitações nervosas e do coração

Depurativa

Aperitiva

Diurética

Tônica

Resolve alguns casos de tumores

Etc.

A cana-de-macaco é indicada popularmente para diversas doenças e condições, tais como: Amenorréia, arteriosclerose, problemas na bexiga, blenorragia, calculo renal, cancro, cistite, corrimentos gonocócicos, distúrbio menstrual, dor nas costas, dor reumática, dores e dificuldade para urinar, gonorreia, hérnia, hidropisia, inchaço, inflamações, insuficiência cardíaca, leucorréia, nefrite, reumatismo, rins, sífilis, uretrite e ulceras. Saiba mais Pesquisas científicas com camundongos mostraram que o chá das folhas da cana-demacaco não apresentaram efeito sobre a progessão do diabetes tipo 2, demonstrando que a planta não possui efeito hipoglicemiante, contrariando as indicações populares. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 11


Por outro lado, as propriedades anti-inflamatória, analgésica e anti-herpética foram confirmadas em outros estudos. Segundo os pesquisadores, a atividade antiinflamatória é devida a ação dos flavonoides glicosilados. Estudos realizados com outra espécie do mesmo gênero, Costus spiralis Roscoe, mostraram que a planta é capaz de reduzir a formação de cálculos urinários (pedras nos rins) e ainda auxiliar no tratamento de hipertensão arterial e hiperexcitabilidade cardíaca (batimentos acelerados).

É contraindicada em casos de: Gravidez e período de lactação, a não ser que seja sob orientação médica. Como fazer uso da planta A planta pode ser usada de várias formas. Não há uma receita específica, com quantidades exatas da planta a ser usada. O importante é ter cuidado para não fazer um chá muito concentrado. Segue abaixo algumas maneiras de utilizar a cana-demacaco: 

O chá das partes áreas é indicado como diurético e para inflamações e dores.

Suco das hastes é tônico, diaforético, emenagogo e depurativo.

Cataplasma ou compressas com as partes aéreas secas/frescas serve para hérnias, inchaços e contrações.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 12


Nogueira – veja os benefícios e propriedades desta planta

A nogueira é uma árvore popular por sua utilidade medicinal, vinda da Eurásia, sua fama da-se ao fato que várias partes da planta podem ser usadas contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 13


para tratamentos comuns. De casca acinzentada e folhas longas e verde-claras, essa árvore pode chegar a 25 metros de altura. Seu uso já era citado na Roma antiga, onde os habitantes das cidades acreditavam que o fruto da planta, a amêndoa, por ter o formato de cérebro humano, era eficaz no combate a males da cabeça. Outras culturas falam que eles assemelhavam o formato do fruto ao cérebro do Deus Júpiter, que na cultura Grega se refere a Zeus. Sua composição é principalmente benéfica devido à quantidade de taninos, inosita, juglona, jugladina, minerais resinosos e pécticos.

As diferentes partes dela podem ser utilizadas Casca: 

Antifúngico

Adstringente

Detergente

Laxante

Purgante

Folhas e Fruto: - Antiinflamatórias. Todas as partes da plantam podem ser utilizadas na substituição de anti-sépticos, suas folhas ainda possuem um óleo aromático, e o seu chá auxilia na redução de glicose presente na urina, sendo bastante utilizada no tratamento de portadores de diabetes, como um ótimo banho para limpeza íntima das mulheres, repelente de insetos e cicatrizante de feridas e erupções cutâneas. Seu uso ainda trata de males como doenças uterinas, sistema urinário, inflamações dos ovários, anemia, anginas, artritismo, dermatose, diabete, diarreia, fraqueza orgânica, gota, hemorroidas, icterícia, impureza do sangue, mal do Pott, mau-hálito, pele ressecada, reumatismo e transpiração.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 14


Os frutos, conhecidos como nozes, são bem agrestes e com mesocarpo de sabor adstringente, endocarpo lenhoso, bivalve e dividido em quatro lojas com semente comestível. São bastante utilizados na culinária, assados ou em conservas. São ricos em ácidos gordurosos essenciais, o famoso ‘’colesterol bom’’, vitamina C que combate os radicais livres e manganês. Deve ser evitado por pessoas com estômago sensível a tanino, pois esses compostos possuem o nível ácido alto, podendo também causar mal-estar e crises de vômito. Uso É possível ainda fazer algumas receitas utilizando a nogueira como ingredientes principal, basta ferver 3 colheres de café das folhas secas. Deve ser consumido 2 a 3 xícaras ao dia.

Arnica – propriedades do chá e pomada desta planta

A planta da mesma família do Girassol, a Arnica, tem diversas propriedades terapêuticas e cicatrizantes. Seu nome significa “pele de cordeiro” devido a aparência de suas folhas, que são aveludadas de toque macio e suave. É uma planta de regiões temperadas e é abundante na América do Norte ocidental. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 15


A Arnica Montana é a espécie mais conhecida, pode ser chamada popularmente de arnica das montanhas, tabaco das montanhas, arnica verdadeira etc. Ela combate hemorragias, é anti-inflamatória, analgésica, cicatrizante e em caso de febre pode ser usada como antipirético natural. Arnica também trata contusões, distensões musculares, roturas de ligamentos, clarear e desfazer edemas e hematomas, furúnculos, reumatismos, traumatismos, entorses e outras lesões desportivas. É considerada um estimulante e tem propriedades tônicas

Por ser uma planta de origem das regiões montanhosas européias, no Brasil o cultivo é de adaptação difícil, mas pode ser encontrada em campos rupestres nos estados de Minas Gerais, Goiás e Bahia. Com as flores da Arnica é feito a pomada e o chá: Pomada de Arnica Preparações farmacêuticas de consistência cremosa. São destinadas ao uso externo, em caso de contusão ou distensão. Recomenda-se que a área afetada seja massageada com a pomada três vezes ao dia. Feitas com o extrato de flores frescas de Arnica. Chá de Arnica Feito com as flores da Arnica, o chá pode ser usado como compressa para relaxar a musculatura lesionada ou internamente. O uso interno deve sempre ser feito por indicação médica, pois é muito perigoso. Precauções 

O chá das folhas e flores pode ser tóxico, causando vômitos, dores abdominais, bolhas na pele, aumento da pressão arterial e até mesmo aborto!

Nunca utilize em feridas expostas, profundas e sem pele.

Se estiver grávida ou amamentando não faça uso da Arnica.

Arnica na medicina 

Acupuntura; contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 16


Antroposofia;

Cirurgia plástica;

Homeopatia;

Oftalmologia;

Ortopedia;

Etc.

Angélica – Propriedades medicinais desta planta

Planta alta e elegante nativa do norte da Europa, a Angélica é facilmente encontrada em locais frios e úmidos, sendo às vezes considerada até selvagem. Suas folhas são verdes, extremamente brilhantes e possuem um recorte irregular. Pode chegar até os contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 17


dois metros de altura e algumas vezes nascem em grupos de até cinco plantas. Possui caule oco (na cor vinho) e um serrilhado em sua margem. Suas flores são esverdeadas e amarelas, numerosas e pequenas e são agrupadas em sequências globulares (como um brócolis). É uma planta bianual que se propaga sozinha, dando flores de três em três anos (depois desse período a planta morre). A Angélica possui aroma intenso e bastante agradável. Pouco se fala sobre esta planta, mas como quase sempre, a natureza nos oferece ela como mais uma erva cheia de benefícios, tanto para a saúde, quanto para o uso comercial. O caule e as sementes da Angélica servem para dar cheiro aos confeitos, enquanto as folhas são usadas na fermentação de cervejas amargas. Já a planta por um todo possui diversas propriedades medicinais, como o uso contra o desconforto digestivo, a anorexia, bronquites, cólicas e cãibras. Porém, justamente por ser uma planta ainda pouco conhecida e estudada, alguns cuidados e contraindicações precisam ser levados em consideração.

Como usar a Angélica Não deve ser consumida em excesso (como qualquer outra planta), pois em altas doses o óleo dela é tóxico, podendo provocar paralisia no sistema nervoso e câncer na pele, pois pode causar dermatites ao contato solar, podendo evoluir bruscamente. Lembre-se também de que nenhum tratamento, por mais natural que seja, deve ser feito sem a ajuda de um profissional. Quem não deve usar Pessoas que possuem algum tipo de úlcera, mulheres grávidas ou no período de amamentação, crianças que apresentam problemas neurológicos (como a epilepsia) e pessoas que já o tem ou apresentam sinais de mal de Parkinson. Benefícios da Angélica 

Ajuda na diminuição de dores na cabeça e dores dorsais.

Diminui sintomas de melancolia, prevenindo problemas maiores como insônia, ansiedade ou depressão.

Atua na liberação dos líquidos que ficam retidos no corpo, ajudando então no emagrecimento.

Diminui a necessidade do vomito. Consequentemente ajuda a diminuir problemas digestivos, dores intestinais e a falta de apetite. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 18


Alivia cólicas.

Ajuda pessoas que possuem asma.

Se aplicada externamente, ajuda a diminuir a sensação de dor nos ossos (como nos casos de reumatismo).

Beldroega – propriedades desta planta

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 19


A Beldroega é uma planta de origem européia e com incidência no Brasil, Uruguai e Argentina. É utilizada na preparação de saladas, pois possui o sabor semelhante ao espinafre e não é tóxica ao homem. Seu uso medicinal vem sendo muito discutido, já que a planta apresenta propriedades benéficas no tratamento de acidentes domésticos e cura de órgãos comprometidos. Características da planta A planta da Beldroega vive mais de um ano e tem crescimento rápido, chegando a medir 30 cm de altura, é rasteira com folhas espessas e carnudas e flores amarelas pequenas de cinco pétalas, muitas vezes é considerada como uma erva-daninha, pois é comum brotar em plantações e cultivos, já que se desenvolvem muito bem em climas temperados, solos drenados e a sol aberto, também encontrada em quintais, calçadas e terrenos abertos. Pode ser conhecida pelos nomes de portulaca, porcelana, saladade-negro, caaponga e beldroega-da-horta. Esse último nome a discrimina das outras plantas de sua família, a Portulacaceace composto por outras ervas como a planta Onze-horas e Língua-de-vaca.

Seu uso na culinária teve início na Europa, Ásia e México, usada em saladas, para refogar outros vegetais em azeite de oliva e no preparo de sopas e guisados. A planta é rica em substâncias como ômega 3, vitamina A, B, C, minerais como magnésio, cálcio, potássio, ferro e o pigmento carotenoide, responsável pela cor avermelhada do caule da planta. É rica em glicose, frutose e sacarose. A erva é eficaz no tratamento de doenças da bexiga, colesterol, olhos, rins, vermes e vias urinárias, sendo um ótimo remédio diurético, emoliente, emenagogo, laxativo, antiinflamatório e estanca o sangue de hemorragias gengivais.

Uso É possível utilizar as folhas, sementes e talos da planta aplicando em:

Sucos: o suco das folhas de beldroega pode ser utilizado para tratar inflamações oculares, queimaduras, eczemas, erisipelas, calvície, entre outros. Sendo diretamente aplicado na área afetada, não ingerido, apenas ingerido no caso de problemas do fígado, bexiga e rins. Chá: usado de forma diurética. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 20


Sementes: quando ingeridas, combatem vermes intestinais. Os talos e as folhas machucados, podem ser aplicados sobre queimaduras e feridas, pois aliviam a dor e aceleram o processo de cicatrização.

As crianças podem consumir a erva em forma de salada.

Fumária – Propriedades dessa planta medicinal

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 21


Tendo reconhecimento por suas propriedades benéficas para certos casos no corpo humano, aFumária é uma planta herbácea de origem européia também conhecida pelos nomes de: fumo-da-terra, erva-moleirinha, erva-pombinha e fel da terra. Desde a Idade Média, herbários descreveram a planta como sento muito útil para a medicina natural, como no tratamento de eczemas, problemas de constipação, condições dermatológicas e outros. Na medicina popular turca, a Fumária é utilizada como um purificador de sangue e é componente de extratos que tratam alergias. Seus princípios ativos são: ácido fumárico, protopina e alcaloides A planta é possível de ser encontrada em todo o mundo e não se conhece a origem de seu nome, mas há quem suponha que é porque suas folhas cinzentas se parecem com o fumo de um incêndio.

Propriedades e indicações da Fumária contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 22


É uma ótima laxante para quem tem problemas de prisão de ventre; Rica em propriedades diuréticas e depurativas; O seu ácido é um regulador da secreção biliar e do metabolismo da pele, portanto é recomendada no tratamento da psoríase; Doenças no fígado e na pele podem ser tratadas com a planta; Arteriosclerose, urticária e sarna também podem ser tratadas com a Fumária; Ela ajuda a expulsar pequenas pedras da vesícula; É cardiotônica e escrofulante. Contra-indicações da planta Mulheres grávidas ou lactantes devem evitar a Fumária, mesmo que não existam muitas informações sobre a sua toxidade nessas condições. Para as outras pessoas, é importante lembrar-se de nunca consumir excessivamente, seja da forma que for, chá ou extrato, por exemplo. O uso prolongado e exagerado dessa planta pode provocar severas dores no estômago.

O chá de Fumária – Como fazer e consumir? Vendida em casas de produtos naturais e medicinais, a Fumária deve ser triturada. Coloque 3 colheres de sopa para cada litro de água. Ponha no fogo, espere que ferva e desligue. Deixe tampado por cerca de 10 minutos para apurar os nutrientes, coe com um pano extremamente limpo e beba, no máximo 3 xícaras ao dia.

Os poderes da planta medicinal Fel da Terra contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 23


contato@grupoboiadeirorei.com.br Pรกgina 24


O Fel da Terra é uma planta herbácea anual (apesar de em alguns anos ser considerada bienal) de toda a Europa (com exceção da Islândia), conhecida por ser uma planta medicinal. É colhida geralmente na primavera e apesar de ser nativa da Europa, cresce bem em terrenos abertos pantanosos e também em áreas mais secas, como as dunas. Possui um caule duro e reto e é ramificada apenas na parte superior. Seu tamanho varia de 20 a 30 cm de altura, já que é uma planta de pequeno porte. Cada ramificação termina numa espécie de cimeira e as suas flores são vermelhas ou de um tom rosa bem claro. Seu fruto é uma cápsula alongada. É uma erva caracterizada por ser muito amarga, seca e por possuir efeito digestivo, já que estimula o suco gástrico (pois contém glicosídeos amargos como a genciopicrina e eritrocentaurina, que estimulam o fígado e a vesícula biliar, aumentando o fluxo biliar, melhorando assim, o apetite e a digestão de quem a consome). Também é conhecida pelos nomes: erva-da-febre, planta-de-febre, erva-febrífuga e quebra-febre. Todas as suas partes são utilizadas.

Propriedades do Fel da Terra 

Cicatrizante.

Calmante.

Vermífugo.

Estimulante de suco gástrico.

Antipirético.

Anti-inflamatório.

Indicações e contraindicações Indicações: Diabetes, febre, doenças do fígado, doenças nervosas, dor de barriga, tosse, dispepsias, hepatite, síndrome pós viral, icterícia, cólica, vermes, cansaço, stress ou anorexia. Contraindicações: Em caso de gastrite, úlceras gastrintestinais, acidose devido à ação de estimulante do suco gástrico e pacientes com distúrbios da coagulação sanguínea. Gestantes: Não existem relatos de contraindicações em mulheres nesta condição ou na amamentação, mas o uso sem a orientação médica deve ser evitado!

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 25


Como usar o Fel da Terra O Fel da Terra pode ser usado em licores de ervas, vinhos e chás. No caso do chá, ele deverá ser consumido 3 vezes ao dia e sempre antes das refeições. O chá de Fel de Terra deve ser feito das seguintes maneiras: colocar uma colher das folhas em uma chávena de água fria e deixar que descanse por 8 horas, mexendo de vez em quando. Antes de beber, é preciso que seja aquecido. Ou coloque duas colheres de sopa de erva para um litro de água e quando ela alcançar a fervura, desligue. Tampe para abafar a solução por pelo menos 10 minutos, depois é só coar e beber.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 26


Chá de semente de sucupira – Benefícios e propriedades

A sucupira, de nome científico Pterodon pubescens Benth, é uma árvore de médio porte, chegando a alcançar de 8 a 16 metros de altura. O tronco retorcido possui casca lisa branco-amarelada e as raízes formam, às vezes, expansões de reserva, as batatasde-sucupira. Com raízes profundas fincadas no solo, esta árvore ocorre no Cerrado e sua transição para a floresta semidecídua da Mata Atlântica, nos estados de Minas Gerais, Mato Grosso, Tocantins, São Paulo, Goiás, Piauí e Mato Grosso do Sul. Povos indígenas costumavam utilizar a planta através de chás ou beberagens, e, atualmente, o consumo do chá desta planta vem se popularizando a cada dia e estudos científicos já comprovaram os benefícios que o extrato de sucupira-branca proporciona à saúde. A planta possui propriedades medicinais que auxiliam no tratamento da artrose e do reumatismo aliviando as dores provocadas por estas doenças. As sementes de sucupira podem ser encontradas em lojas de produtos naturais. As propriedades e os benefícios Estudos apontam que o óleo das sementes de sucupira possui propriedades antibióticas, antioxidantes, anti-inflamatórias, analgésicas, tônica, estimulante, antirreumáticas e anticarcinogênicas. Segundo estudos publicados, a presença de flavonoides e de determinadas proteínas na composição da semente da sucupira apresenta efeitos positivos na redução de dor, principalmente em casos de artrite e reumatismo.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 27


Além disso, esses estudos também apontam a presença de antioxidantes, que combatem os radicais livres, e a ação broncodilatadora da árvore. Investiga-se, ainda, a ação da semente de sucupira no tratamento de casos de doenças parasitárias, como a Doença de Chagas. O extrato da semente de sucupira é indicado para pessoas que sofrem com casos de dores ósseas, dentre os quais problemas de coluna (hérnias de disco), bicos de papagaio, artrites, reumatismo e dores das articulações em geral. Receita do chá de semente de sucupira Ingredientes: 

6 sementes de sucupira (Pterodon Pubescens Benth)

1,5 l de água.

Modo de preparo: Coloque a água no fogo para ferver e triture as sementes de sucupira. Após isso, junteas à água em ebulição e deixe ferver por mais dois minutos. Apague o fogo, deixe amornar e coe. O chá pode ser bebido várias vezes durante o dia, como substituto da água.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 28


Castanha da Índia – Benefícios e propriedades desta semente

No dia a dia consumimos algumas sementes sem nem nos darmos conta de seus benefícios para a saúde e uma que deveria aparecer muito mais em nosso cardápio é a castanha da índia. Produto da castanheira, a castanha da índia é uma planta medicinal bastante utilizada em tratamentos para problemas venosos, como varizes e hemorroidas. Para os fins medicinais as principais partes da planta, como as folhas, frutos e sementes, são usadas. A castanha ainda é excelente em outros tratamentos, basta ter um pouco de moderação sempre que for consumir, pois mesmo com várias propriedades benéficas, em exagero nada é bom.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 29


Propriedades da Castanha da Índia A castanha é adstringente, antiedêmica, anti-hemorroidal, anti-inflamatória, estimulante, redutora da permeabilidade dos capilares, tônica, vasoconstritora, analgésica, diurética, hemostática e vasoprotetora, além de aumentar a resistência das veias e capilares.

Indicações e contraindicações A castanha da índia é indicada para: 

Casos de afecção circulatória;

Úlceras varicosas e varizes;

Cólicas menstruais;

Dores nas veias;

Inchaço causado pela má circulação;

Dermatites, eczemas e inflamações superficiais;

Sensação de peso e dor nas pernas;

Hemorroidas;

Edemas;

Fragilidade capilar;

Tromboflebite;

Metrorragia;

Dismenorreia;

Facilitar a digestão e melhorar o apetite.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 30


A castanha da índia é contraindicada para: 

Grávidas;

Crianças menores de 8 anos de idade;

Lactantes;

Durante tratamento que use anticoagulantes;

Casos de insuficiência renal e hepática;

Pessoas com lesões na mucosa digestiva.

Cuidado com os efeitos colaterais! Mesmo com muitos benefícios a castanha da índia pode ter alguns efeitos negativos quando ingerida em altas doses ou por outros motivos. Algumas pessoas podem sentir sede, eritema facial, distúrbios na visão, urticária, vômitos, sangramento, irritação nas mucosas digestivas e até dermatite de contato. Em qualquer um desses casos é importante a visita de um médico com urgência. Receita – Chá de castanha da índia Ingredientes: - 1,5 gramas de sementes de castanha da índia com casca - 150 mililitros de água Modo de preparar: O processo mais indicado para fazer a infusão é pelo meio da decocção. Basta acrescentar as sementes na água, deixar que ferva por 5 a 10 minutos, para que as propriedades sejam extraídas, e deixar esfriar. Para beber é ideal que seja uma xícara de chá duas a três vezes ao dia, depois das principais refeições.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 31


Saiba quais são as propriedades da semente de abóbora!

A abóbora é um vegetal muito nutritivo, rico em carotenoides, que é antioxidante, por isso, protege as células de todo nosso organismo de doenças e do envelhecimento precoce. Também contém vitamina A, que beneficia a pele. Além das propriedades encontradas no fruto, uma parte importante sempre é jogada fora: as sementes, que se revelaram extremamente nutritivas, ricas em fibras, sendo um dos alimentos mais ricos em fibras já pesquisados. As sementes de abóbora, que podem ser um delicioso petisco, são consideradas um calmante natural, (são chamadas de “Prozac natural”, devido ao seu efeito calmante), isso porque contém altas doses de triptofano, uma substância que atua como neurotransmissor e atua sobre o humor. Essas sementes também são especiais para serem consumidas em um lanchinho, contendo, cerca de 150 mg de magnésio, que é um protetor do sistema imunológico e também fortalece os músculos. Além disso, são transformadas em uma farinha para enriquecer alimentos, como bolos e pães, etc. Essa farinha, ajuda a proteger o intestino de doenças, pois trabalha como se estivesse “varrendo” o intestino, eliminando substâncias tóxicas e nocivas que se alojam nas paredes contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 32


Veja como é simples preparar a farinha de abóbora em casa! Lave bem a abóbora e deixe-a em solução de água e cloro, por cinco minutos; retire as sementes e deixe-as de molho em água para separá-la bem da polpa; deixe as sementes secando por doze horas ao natural ou seque-as em forno por dez minutos; torre as sementes em uma frigideira até que fiquem douradas; bater as sementes torradas no liquidificador e peneirar até se tornar um pó bem fininho. Essa farinha, além de enriquecer alimentos diversos, pode ser transformada em deliciosos biscoitinhos criados pela nutricionista Cristina Freitas da Universidade Federal do Rio de Janeiro:

Aprenda a receita dos biscoitinhos da farinha de sementes de abóbora Rendimento: 1 quilo de massa rende 150 unidades de biscoitos.

Ingredientes:

1 ovo; 5 xícaras de chá de farinha de semente de abóbora; 1 xícara e meia de chá de açúcar mascavo; 12 colheres de sopa cheias de margarina; 10 gotas de baunilha; 1 xícara de chá de açúcar refinado; 1 colher de chá de sal; 1 colher de chá de bicarbonato; 2 xícaras e meia de chá de farinha de trigo. Preparo: contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 33


Selecione as sementes de abóbora, lave em água corrente e seque ao natural, por doze horas, ou no forno por dez minutos. Depois, torre as sementes por 20 minutos em fogo brando (numa panela) ou no forno (numa assadeira) até dourar. Assim que esfriar, triture (no liquidificador), peneire e reserve. Bata o ovo com a margarina até formar um creme. Acrescente a farinha de semente de abóbora e os outros ingredientes. Misture até obter uma massa homogênea. Molde os biscoitos e coloque-os em assadeira untada. Asse por 15 ou 20 minutos à 120°C.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 34


Saiba quais as propriedades do chá de mulungu

Mulungu (Erythrina mulungu) é uma árvore de aparência muito bonita, com flores de cor coral alaranjadas, comum na região central do Brasil. É muito comum crescer espontaneamente. Tem casca com diversas propriedades e é bastante usada em chás e tratamentos diversos.

Indicações No Brasil, sua maior aplicação se dá nos casos de estresse e relacionados ao sistema nervoso, já que é conhecida por estabilizar o sistema nervoso central. Seu chá é muito usado para tratar tosses, asma e coqueluche, também nos casos de dores reumáticas, nevralgias crônicas. Além disso, nos casos de afecções hepáticas, costuma ser muito eficiente, já que seu poder antioxidante consegue equilibrar, tonificar e fortalecer o fígado. Nos casos de deficiências e problemas cardíacos, o uso desta planta pode influenciar positivamente, regulando o ritmo cardíaco e ajudando a baixar a pressão arterial.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 35


Mulungu ajuda a parar de fumar! Vários estudos sobre as substâncias presentes na casca do mulungu revelam que elas tem grandes quantidades de flavonóides, alcalóides e triterpenos. Um desses alcalóides, a erisodina, bloqueia os receptores de nicotina, por isso, o chá de mulungu passou a ser a fórmula medicinal natural para quem quer se livrar do vício do tabagismo. Antes, a kava kava era a melhor indicação, mas, seus efeitos colaterais prejudiciais ao fígado passaram a restringir seu uso. Como o mulungu, além de possuir a erisodina, ainda tem poderes calmantes, que evitam a ansiedade e beneficiar o fígado, passou a ser considerado o substituto da kava kava no tratamento antitabagismo.

Dosagem, preparo do chá e precauções O chá de mulungu é feito a partir da decocção das cascas e ramos da árvore, ou seja, deve-se cozinhá-las. Ferve-se um litro de água com 2 colheres de mulungu por dez minutos após iniciar a ebulição. Retira-se do fogo e deixa-se abafado por mais dez minutos. Coa-se e pode ser bebido. Pode-se beber de duas a três xícaras ao dia. As precauções, além das gestantes, referem-se a pessoas que já tenham pressão arterial baixa, ou façam uso de remédios para hipertensão, já que o chá realmente diminui a pressão arterial! Além disso, cuidado com a ingestão também porque causa sonolência.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 36


Saiba quais são os benefícios do morango

Uma fruta rica em benefícios e que ajuda a emagrecer (100 g têm somente 30 calorias) | Imagem: Reprodução Essa linda e saborosa frutinha é uma das mais apreciadas, sendo associada ao prazer e à beleza, por sua cor vermelha vibrante! Possui inúmeras propriedades benéficas à saúde e pode auxiliar na prevenção de doenças, desde uma simples gripe, até arteriosclerose! Propriedades do morango O morango possui vitaminas, como a vitamina C, que é antioxidante e previne gripes, infecções e fortalece dentes e ossos. A piroxidina, que está presente na vitamina B6, é excelente às mulheres; a antocianina, responsável pela cor do morango, também é antioxidante e previne o envelhecimento da pele e a arteriosclerose. A niacina (vitamina B5), que protege o sistema nervoso, o digestivo, evita reumatismo e problemas de pele. E também é rica em ferro, que faz parte da formação do sangue.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 37


Além dessas substâncias poderosas, o morango ainda é rico em fibras, portanto, auxilia nas funções intestinais e possui também potássio e magnésio, ambos com leve ação diurética, o que ajuda quem sofre de pressão arterial ou retenção de líquido. Associados ao fósforo, essas substâncias auxiliam o sistema nervoso. A memória é beneficiada por causa da fisestina, também presente na composição da frutinha. O morango é indicado em casos de gota, reumatismo e age também contra infecções de garganta, fígado e vias urinárias. Dicas para preservar os benefícios desta fruta

MELHOR MANTÊ-LO INTEIRO! Ao cortar a fruta, o contato com o oxigênio fará com que parte das substâncias antioxidantes se percam, o que seria um desperdício!

EVITE O LIQUIDIFICADOR! Pelo mesmo motivo, se o liquidificador for inevitável, procure não bater a fruta por muito tempo para não perder as substâncias benéficas.

BEBA O SUCO IMEDIATAMENTE! As substâncias benéficas da fruta se perdem rapidamente ao serem transformadas em suco, por isso, assim que for feito, deve ser consumido!

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 38


EVITE COZINHAR! Quando a fruta é cozida, boa parte da vitamina C se perde, por isso, leve ao fogo apenas ao final do preparo ou cozinhe apenas no vapor.

Saiba quais são os benefícios da pimenta dedo de moça à saúde

A pimenta dedo de moça também é chamada de calabresa e chifre de veado e é bastante picante quando madura. Costuma ser usada para temperar molhos e também carnes e linguiças. Ela possui um aroma forte, além do sabor ardido e muitas propriedades benéficas à saúde! O que arde, cura? Segundo nutricionistas, no caso da pimenta, sim, esse tempero aromático tem poderes curativos, devido à substância capsaicina, que, assim como a piperina no caso da pimenta preta, é uma substância que libera endorfinas e funciona como um sinal ao cérebro para que libere essas substâncias, que são analgésicos naturais em nosso organismo. A pimenta tem ótimos efeitos em casos de dores de cabeça, por exemplo e também alivia indigestão e dores musculares. Também possui outros nutrientes, como minerais, como ferro e vitaminas, como A e C, que são antioxidantes, por isso, previnem várias doenças (até câncer!) e infecções e também o envelhecimento precoce. Estimulam a circulação sanguínea e garantem uma melhor visão, cabelos e unhas fortes, menos resfriados e gripes, etc.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 39


A pimenta possui valor calórico insignificante, pode ser consumida in natura, nos temperos de diversos pratos e também em conservas. Apenas 3g de pimenta por dia, já garantem que a pessoa usufrua de seus benefícios.

Será que ela é afrodisíaca?

A influência dos alimentos e das plantas medicinais na libido é conhecida e muito usada | Imagem: Reprodução Conhecida como um dos alimentos que estimulam a libido, o desejo sexual, a pimenta é relacionada à sensualidade em diversos segmentos. Apesar da controvérsia acerca da possibilidade de alimentos serem afrodisíacosde fato, existem características que põe a pimenta na lista de alimentos mais estimulantes, já que ela possui propriedades que mexem com os sentidos, olfato e paladar e isso é o esperado desses alimentos. Seu aroma e seu sabor picante podem estimular os neurotransmissores ligados ao prazer

Veja uma lista das propriedades e benefícios da pimenta 

analgésica,

antiinflamatória;

energética,

estimulante,

afrodisíaca,

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 40


rica em vitaminas,

antioxidante,

controla o colesterol,

ameniza enxaquecas,

emagrecedora,

reguladora de estômago e intestinos,

Obs.: Apesar de benéfica, seu consumo deve ser moderado, pois, em excesso, pode causar sudorese e elevar a pressão arterial.

Saiba quais os benefícios dos tratamentos naturais para a cistite

O que é cistite? A cistite é uma infecção ou inflamação da bexiga que costuma afetar, principalmente as mulheres ativas sexualmente, embora os homens possam ser atingidos, em menor número. Quais são os sintomas da cistite? A mulher sente dor ou queimação na região púbica e lombar; ardência ao urinar; necessidade frequente de urinar; urgência para urinar; a urina é turva e pode até ter sinais de sangue.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 41


Quais são as possíveis causas do surgimento da cistite? Normalmente a causa da cistite é uma invasão da bexiga por bactérias, veja algumas formas de surgimento da doença: 

vírus e fungos;

reação à alguns medicamentos, como as sulfas;

a higiene da região genital é fator comum para a contaminação por bactérias;

uso de sondas uretrais;

uso de diafragma;

espermicidas;

roupas apertadas e calcinhas sintéticas;

alergias;

imunidade baixa

Entre outras. Como prevenir e tratar a cistite de maneria natural Alguns tratamentos naturais, ou caseiros, funcionam como prevenção e também podemos tratar essa incômoda doença com esses métodos bastante simples! 

Beba muita água durante o dia, pois assim as bactérias localizadas na bexiga são mais facilmente expulsas;

Faça “banhos de assento” no bidê ou numa bacia, encha de água e coloque duas colheres de sopa de vinagre e lave a região genital;

Dissolva uma colher de café de bicarbonato de sódio em 300ml de água e beba todo de uma vez, repetindo essa solução de seis a sete vezes ao dia. A urina se

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 42


torna desfavorável à proliferação das bactérias, já que o bicarbonato altera seu ph, tornando-o básico. 

Faça uma infusão de cavalinha, com 20g (cerca de duas colheres de sopa) do chá em uma xícara de água fervente, deixando até amornar e então coando e bebendo em seguida. Podem ser bebidas três xícaras ao dia, no intervalo das refeições;

Faça uma infusão com 1 colher de chá de flores de alfazema (lavanda) em 1 xícara de chá de água fervente. Deixe abafado por quinze minutos e beba. Pode ser tomado até três vezes ao dia.

Prepare uma infusão com 5g de cabelo de milho; 5g de zimbro; 5g de alteia em 750ml de água fervente, deixando tampado por dez minutos. Coe, separe em quatro porções e beba ao longo do dia.

Chás para amenizar os sintomas da cistite A cistite é uma infecção causada por bactérias (ou em alguns casos, fungos) que atacam a bexiga, órgão funcional do sistema urinário, responsável pelo armazenamento da urina. Esses agentes causadores da inflamação geralmente vêm do intestino, presentes nas fezes. Homens e mulheres podem ser afetados pela ação bacteriana, mas as mulheres estão mais vulneráveis devido à proximidade do ânus e da vagina, consequência da menopausa ou uso de diafragmas. Nos homens, o problema pode surgir devido ao crescimento da próstata. Os sintomas podem variar dependendo do caso, mas em geral o paciente apresenta:

Previna a infecção urinária através de chás naturais A cistite é uma infecção causada por bactérias (ou em alguns casos, fungos) que atacam a bexiga, órgão funcional do sistema urinário, responsável pelo armazenamento da urina. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 43


Esses agentes causadores da inflamação geralmente vêm do intestino, presentes nas fezes. Homens e mulheres podem ser afetados pela ação bacteriana, mas as mulheres estão mais vulneráveis devido à proximidade do ânus e da vagina, consequência da menopausa ou uso de diafragmas. Nos homens, o problema pode surgir devido ao crescimento da próstata. Os sintomas podem variar dependendo do caso, mas em geral o paciente apresenta:

Vontade constante de urinar e dificuldade, por vezes sentindo ardência;

Dores na região ventral ou costas, próximo à bexiga;

Febre;

Presença de sangue (em casos graves).

Se os sintomas forem esses, é necessário que a coleta da urina seja realizada para análise, o número de compostos dela será avaliado para o possível diagnóstico da doença. Por vezes os sintomas da cistite podem ser confundidos com cálculo nos rins, que diferente da cistite já que apresenta pedras de cálcio no interior dos rins. É necessária, no caso das mulheres, a higiene da região vaginal para evitar contaminações, roupas íntimas e absorventes devem estar sempre limpos e o uso de roupas confortáveis auxilia na ventilação da região, pois fungos se adaptam melhor à lugares quentes e úmidos. Um fato curioso é que o indivíduo sexualmente ativo pode contrair a cistite, nesses casos, recomenda-se urinar sempre após o ato sexual, pois a urina expele as bactérias presentes. Casais que praticam sexo anal não devem utilizar o mesmo preservativo, pois essa troca do ânus para a vagina pode causar a contaminação na mulher. Tratamento natural O tratamento da patologia é feito com o uso de antibióticos ou até quimioterápicos, dependendo do tipo de bactéria encontrado no exame. A mais comum é a Escherichia coli. Com sintomas iniciais, um tratamento caseiro pode fazer a diferença e até mesmo dispensar o uso de medicamentos, que em geral é feito por meio de chás, já que o importante para a bexiga é água, somamos a polaridade da água mais aditivos naturais, que auxiliam no combate às bactérias. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 44


Recomendações de chás e sucos 

Bater em um pouco de água as sementes cruas da abóbora, tomando de hora em hora;

Tomar diariamente um copo do suco de pepino sem açúcar;

Alternar o consumo de melancia, maçã e melão, substituindo uma das refeições;

Chá de cavalinha, utilizando três colheres de sopa da planta picada, para cada 1 litro de água. Tomar 3 xícaras ao dia;

Beber bastante água.

É necessário, contudo, um acompanhamento médico para avaliar a gravidade da doença, pois essas receitas são eficazes para prevenção ou tratamento inicial da mesma.

Dois chás para infecção urinária

Um problema feminino As mulheres costumam sofrer mais do que os homens com este problema, isso porque a uretra feminina é mais curta, o que possibilita um trânsito mais fácil das bactérias para o interior do corpo.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 45


Infecção urinária é qualquer infecção bacteriana que afete o sistema urinário. Existem dois tipos comuns, a cistite, que afeta a bexiga e a mais grave, a pielonefrite, que atinge os rins. A cistite apresenta os sintomas: necessidade constante de urinar, mas urinando pouca quantidade e muita dor e ardência ao urinar. Também pode apresentar febre baixa e até sangue na urina. Já a pielonefrite tem sintomas mais fortes, são dores na lombar, febre alta, calafrios e enjôos. Normalmente o tratamento das infecções urinárias é feito com antibióticos, indicados pelo médico após uma avaliação. O que não significa que não se possa fazer uso de ervas medicinais também.

Alguns chás ajudam a curar as infecções urinárias, veja as receitas de alguns deles Chá com cabelo de milho

Ingredientes: 

5g de cabelo de milho;

5g de zimbro;

5g de alteia;

750ml de água.

Como fazer: Ferva a água e despeje sobre estas ervas, deixando em infusão por cinco minutos. Dividir em quatro porções e tomar ao longo do dia. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 46


Chá de alfazema (lavanda) para cistite

Ingredientes: 

1 xícara de chá de água

1clh de chá de flores

Como fazer: Ferva a água e coloque as flores de alfazema na xícara, tampando por 10 minutos. Coe e beba este chá de duas a três vezes ao dia. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 47


Chá de Cabelo de milho trata infecção urinária e distúrbio cardíaco

O chá desta parte do milho ajuda até a emagrecer! | Imagem: Reprodução O milho (Zea mays, L., Poaceae) é, sem dúvida, um dos alimentos mais nutritivos que existem. A utilização dele na alimentação humana é bastante abrangente, seja na forma in natura (milho verde fresco), enlatado ou na forma de farinha usada na fabricação de biscoitos. Entretanto, não é apenas na culinária que o milho tem destaque. O cabelo de milho, também conhecido como barba de milho ou estigma de contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 48


milho, é uma parte da planta que geralmente é jogada fora, mas com ele se pode fazer um chá usado popularmente como diurético, no tratamento de infecções urinárias ou no controle da pressão alta. O cabelo de milho é indicado em quais situações? Embora não haja comprovação científica até o momento, o cabelo de milho pode auxiliar nas seguintes situações:

Cura de infecções urinárias

Em caso de cistite ou dores ao urinar, inclusive em casos de pedras nos rins.

Diminuição da pressão sanguínea

Diabetes

Obesidade

Cientificamente comprovado, o chá de cabelo de milho atua como poderoso antioxidante, auxiliando em doenças ou processos decorrentes do estresse oxidativo (aterosclerose, inflamações, envelhecimento e até mesmo câncer). Seus efeitos diuréticos, antidiabético, antidepressivo, revitalizante, redutor de triglicerídeos e colesterol, anti-inflamatório e neuroprotetor vêm sendo estudados em centros de pesquisa e têm apresentado resultados promissores. Além de auxiliar na cura de todos esses problemas, o chá de cabelo de milho parece favorecer o “emagrecimento”, pois devido ao seu efeito diurético alivia a retenção de líquidos, que é um dos fatores que mais causam inchaço. Deve se ter em mente que o chá não emagrece (ou seja, não queima gordura), apenas ajuda na eliminação de líquidos do organismo, conferindo uma sensação de leveza ao corpo. Estudos mostraram que o chá do cabelo de milho não apresenta toxicidade, portanto não apresenta risco potencial à saúde. De todo modo, o consumo abusivo do chá deve ser evitado. Para homens com dificuldade em urinar, devido à inflamação da próstata, é preciso evitar a infusão do cabelo do milho, pois o seu efeito diurético aumenta a frequência urinária e isso pode aumentar a sensação de dor. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 49


Como fazer o chá? 1 a 2 colheres de sopa de cabelo de milho (deve-se utilizar os estigmas secos ou frescos) e 500 mL de água. Ferver a água e despejar sobre os estigmas. Abafar por cerca de 5 a 10 minutos, coar e beber. Consumir 1 a 2 xícaras por dia durante o período de inchaço ou retenção de líquidos. É preciso lembrar de ter cuidado na hora de utilizar esta infusão, assim como qualquer produto natural. Mesmo sendo produtos medicinais, dependendo do organismo, podem possuir efeitos diversos se usados de maneira errada. O ideal é sempre consultar um especialista antes de qualquer tratamento.

Chá de Carqueja serve para emagrecer e tem outros benefícios

A infusão desta planta ajuda a emagrecer e tem muitos outros benefícios para saúde Conhecida por ser uma planta amargosa, mas que contém propriedades emagrecedoras, a carqueja é uma erva espontânea em terrenos baldios e pastos, sendo por muitas vezes considerada daninha. Sendo mais bem produzida em locais úmidos e com luz solar direta, a planta pertencente à família Asteraceae que tem o nome científico deBaccharis trimea, pode se reproduzir por meio de sementes ou mudas e seu cultivo é mais evidente nas regiões tropicais da América Latina e a planta pode chegar a medir até dois metros de altura. No Brasil a carqueja tem vários nomes, tais como: bacanta, bacárida, cacália, cacália-amarga, vassoura. Propriedades e benefícios É usada para o tratamento de várias doenças, atribuindo-se as propriedades tônicas, estomáquicas, febrífugas, e principalmente, em problemas hepáticos e contra contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 50


disfunções estomacais e intestinais, além das propriedades anti-inflamatórias, diuréticas e digestivas, antianêmica, antiasmática, antibiótica, antidiarréica, antidiabétíca, antidispéptica, antigripal, anti-hidrópica, anti-reumática, antiTrypanosoma cruzi (causador da moléstia de Chagas), laxante, moluscocida (contra Biomplalaria glabrata, hospedeiro intermediário do Schistosoma mansoni, causador da esquistossomose), sudorífica e vermífuga.

Indicações Afecções febris, afecções gástricas, intestinais, das vias urinárias, hepáticas e biliares (ictérícia, cálculos biliares, etc.); afta, amigdalite, anemia, angina, anorexia, asma, astenia, azia, bronquite asmática, chagas venéreas, coadjuvante em regimes de emagrecimento, colesterol (redução de 5 a 10%.), desintoxicação do fígado, diabete, diarréias, dispepsias; doenças venéreas; enfermidades da bexiga, do fígado, dos rins, do pâncreas e do baço; espasmo, esterilidade feminina, estomatite, faringite, feridas, fraqueza intestinal, garganta, gastrite, gastroenterites, gengivite, gota, hidropisia, impotência sexual masculina, inflamações de garganta, inflamação das vias urinárias, intestino solto, lepra, má-digestão, mal estar, má-circulação, obesidade, prisão de ventre, reumatismo, úlceras (uso externo), vermes. Contraindicações Não utilizar em gestantes e lactantes. O uso pode causar hipotensão. Evitar o uso concomitante com medicamentos para hipertensão e diabetes. Uso destinado a maiores de 12 anos. Como preparar Para fazer a infusão basta colocar a água para ferver (1/2 Litro) e quando ela atingir o ponto de fervura desligue o fogo e acrescente as 2 colheres (sopa) de folhas picadas da planta. Abafe o chá por alguns minutos, deixe amornar, coe e beba a seguir. Tome até contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 51


03 xícaras do chá por dia, pois em excesso pode causar indigestão. Para adoçar, prefira o mel.

Descubra os benefícios do chá de bardana

Também conhecida como “gobó”, a bardana tem propriedades diuréticas, laxativas, antissépticas, depurativa, diaforética, estomáquica e antidiabética. Sendo muito contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 52


utilizada em casos de insuficiência hepática, para “limpeza” do sangue e no tratamento externo de dermatoses. Uma planta cheia de benefícios Além dos usos mais conhecidos, como o uso externo, a bardana serve para outras indicações, como tratamentos de fígado, nos casos de hepatites e cirrose, além de cálculos biliares. Seu uso como depurativo, para purificar o sangue também é bastante conhecido, sendo usadas suas raízes em decocção. As raízes também tratam doenças reumáticas, sendo excelente antiinflamatório para tratar artrite; problemas renais e digestivos e com ela é preparada uma pomada, para uso externo, para curar eczema, além de uma loção para queda de cabelos. As raízes dessa planta são comestíveis, podendo ser consumidas cruas ou cozidas. No Japão, inclusive, é cultivada uma variedade para o consumo das raízes e, na Europa, os brotos e folhas tenras são consumidos como verduras.

Para o uso externo, as folhas frescas de bardana são aplicadas em cataplasmas que aliviam dores por torções, hemorróidas, picadas de insetos e, em infusão, é excelente para limpar feridas e inflamações da pele. Como tem ação bactericida e antimicótica, as folhas, esmagadas e aplicadas sobre a pele, são remédio ideal para tratar feridas purulentas, úmidas, pruridos, eczemas, herpes simples, seborreias e acne. Ainda em tratamentos da pele, as sementes podem ser utilizadas em infusões ou por decocção para curar problemas crônicos de pele. Indicações e dosagens da bardana 

Como depurativo; colerético (aumenta o fluxo biliar); diurético (eliminação do ácido úrico) e laxativo.

- Colocar 1 colher de sopa de raiz fatiada em 1 xícara de chá de água fervente. Deixar ferver por 5 minutos e manter abafado por mais 10 minutos. Coar e comer a raiz, o chá deve ser bebido três vezes ao dia, entre as principais refeições. 

Diurético (infusão)

- Colocar em infusão: 30 g de raiz de bardana em três xícaras de água fervente, deixando em por 30 minutos. Coar e beber duas vezes ao dia. Uso culinário contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 53


Colha talos e flores antes que estas se abram e os prepare refogados ou crus e temperados com azeite e vinagre (como salada). As folhas e brotos tenros podem ser refogados com espinafre. Obs.: os talos são laxativos, portanto, cuidado com o consumo!

As raízes são estimulantes do sistema nervoso e altamente nutritivas. No Japão, as raízes são usadas raladas, cruas ou refogadas e também em sopas. Também pode-se preparar a bardana como batata.

Chá de verônica – Conheça seus maravilhosos benefícios

A Veronica officinalis L, ou simplesmente Verônica, é uma planta da família das Scrophulabiaceae que possui determinadas propriedades medicinais que podem ser aproveitadas na forma de chá ou compressas quentes e ainda em produtos encontrados em farmácias de manipulação. A planta nativa da Europa, mas também encontrada em panes da Ásia e América do Norte, é cultivada em locais frios e possui sabor amargo e pequenas flores de cor branca ou azul claro.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 54


A Verônica possui várias aplicações, auxiliando desde problemas como a falta de apetite, à enxaqueca causada por uma má digestão ou aquela sensação de peso no estômago. As coceiras ou os populares “comichões” também podem ser tratados com a planta, que ajuda a suavizar apele ressecada pelo frio intenso. Entre os nossos avós ou bisavós ela é bastante comum, tendo sido sempre utilizada na medicina popular devido às suas propriedades curativas, sendo possível . Suas indicações variam dentre as já citadas e em casos de bronquite, rouquidão e chiados no peito, reumatismo, contusões acompanhadas de dores e incômodos da artrite em geral.

Propriedades 

Diurética

Sedativa

Analgésica

Antisséptica

Anti-inflamatória – também das vias urinárias

Antiulcerosa contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 55


Antimicrobiana

Laxante

Expectorante

Eupéptica

Anti-hemorroida

Tonificante

Depurativa

Digestiva

Béquica

Aperitiva

Como utilizar a Verônica? A Verônica pode ser utilizada em forma de chá, para tratar dos problemas internos como a inflamação das vias urinárias, úlceras ou mal estar relacionado à digestão, ou em forma de compressa para as enfermidades externas como coceira, dores musculares entre outras. Veja abaixo como usar a planta nestas duas ocasiões. 

Para fazer o chá você irá precisar de 1 litro de água e cerca de 30 a 40 gramas das folhas e caule da Verônica. Leve a água ao fogo e espere até que alcance a fervura para adicionar a planta em pequenos pedaços, deixe em infusão por aproximadamente 10 minutos e espere ficar morna para poder ser consumida. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 56


Lembre-se de coar antes de beber. Beba de 3 a 4 xícaras por dia, mas atenção ao adoçar, o uso de açúcar pode interferir na eficiência de suas propriedades. 

Para a compressa você irá seguir o mesmo procedimento do chá: 30 a 40 gramas das folhas e caule de Verônica para 1 litro de água. Deixe ferver por aproximadamente 10 minutos e quando estiver à temperatura morna, ou suportável para a pele, aplique sobre a área afetada com um pano limpo. Conheça os maravilhosos benefícios do mastruz

O mastruz é uma erva medicinal, herbácea e seu nome científico é Chenopodium ambrosioides, nativa da América Central do Sul, suas folhas possuem um tom de verde escuro e as flores têm um tom esbranquiçado. Seu cheiro é muito forte e desagradável e chega a crescer até 70 cm de altura. Conhecida também como erva de Santa Maria, lombrigueira, ou quenopódio. Essa planta pode ser encontrada em lojas naturais ou em farmácias de manipulação.

Propriedades O mastruz carrega consigo várias vitaminas, como A e C e principalmente do complexo B. Além disso, possui cálcio, ferro, fósforo, zinco e potássio. Consequentemente suas propriedades são vastas, ela é um ótimo cicatrizante de machucados, isso porque, suas folhas carregam uma grande quantidade de óleos essenciais. A planta também é antibacteriana e antiviral. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 57


Benefícios Podemos dizer que o uso dessa planta é versátil, auxilia tanto no tratamento da rouquidão, quanto câimbra e até problemas respiratórios. Gripes fortes podem ser amenizadas com uma xícara de chá de mastruz, a vitamina C presente na planta auxilia no seu combate. Quem tem crises de rinite, asma, sinusite, também podem se beneficiar de seu uso imediato, com apenas uma xícara de chá, essa planta limpa o muco e o catarro. Problemas de indigestão são bastante comuns, é tanta comida gostosa que fica difícil escolher ou até mesmo controlar a alimentação O mastruz também ajuda na indigestão e com problemas de gastrite. Quem sofre com flatulência também pode ser beneficiado com o seu uso. Seu chá pode ser passado em machucados que já não estão sangrando, isso ajudará a acelerar a cicatrização e não deixará marcas do hematoma. Outro modo diferente de usar essa planta é misturando seu chá com leite. É uma combinação poderosíssima para deixar seu corpo imune a parasitas e bactérias, embora não seja muito gostosa é recomendada para evitar problemas de saúde futuros. Contraindicação O chá dessa planta não é indicado para mulheres grávidas, pois é abortivo. Consumido por um período de tempo muito longo pode causar infertilidade. Além disso, a planta é para tratamentos imediatos e não é recomendado seu uso contínuo, ela causa náuseas. Não é recomendado para crianças. Antes de iniciar o tratamento com essa erva procure seu médico. Como fazer chá de Mastruz? Em uma chaleira com 500 ml de água fervente, coloque uma xícara de café de sementes de mastruz, deixe durante 10 minutos. Coe e adoce com mel ou açúcar a gosto. Conheça os benefícios da aloe vera para o organismo O aloe vera, também conhecido como babosa, foi muito usado pelas civilizações antigas. Era transportada por soldados para ser utilizada como medicamento de primeiros socorros nas guerras. Assim como outras plantas suculentas, a babosa é capaz de sobreviver em climas áridos e desérticos por ter um armazenamento de água. É uma das plantas medicinais mais importantes que existem. Seus benefícios podem ajudar na prevenção e tratamento de muitas doenças. O uso de suplementos que contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 58


contém esta planta, no Brasil, é proibido, no entanto, pode-se fazer uso de seus benefícios por meio da própria planta.

Benefícios O gel da babosa é composto de gliconutrientes de cadeia longa, denominados polissacarídeos, enzimas, terpenos, glicoproteínas e glicosídeos fenólicos. Neste gel estão presentes propriedades antivirais, bactericidas e fungicidas, além de conter centenas de fito químicos que concedem os seus efeitos medicinais. A planta auxilia na prevenção dos tumores cancerígenos, reduz os índices de colesterol ruim, dissolve pedras no rim e protege contra a cristalização dos oxalatos dos cafés e chás, alcaliniza o sangue, trata úlceras, síndrome do intestino irritável, doença de Crohn, reduz a pressão sanguínea, acelera a cura de queimaduras físicas e radioativas, é útil para constipação, estabiliza os níveis de açúcares no sangue, previne e trata infecções causadas pela bactéria da cândida. Além de tudo isso, ainda protege o fígado, funciona como isotônico natural, aumenta o desempenho cardiovascular e a resistência física, hidrata a pele, acelera o processo de cicatrização, aumenta a oxigenação sanguínea e protege o corpo contra o estresse oxidativo.

Como extrair o gel da planta? A planta que pode ser facilmente cultivada em casa pode ter seu gel extraído no mesmo ambiente. Para isso, você deve escolher a folha que estiver abaixo de todas as outras, e removê-la com cuidado. Assim que cortá-la, começará a escorrer uma resina amarela, que posteriormente torna-se vermelha. Espere alguns segundos com a folha na vertical para que toda essa resina saia. contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 59


Coloque a folha em uma tábua de alimentos e corte o meio da parte côncava da folha, segurando a faca paralelamente à tábua de cortar, evitando ao máximo cortar o gel. Comece da parte grossa e vá até a fina. Dessa forma, vá retirando a casca da folha, até deixar apenas uma casca como base. Em seguida, cuidadosamente, corte o gel da casca. Cuide para que não haja nenhum resquício da casca no gel, uma vez que não é aconselhável o seu consumo. Esta parte de gel retirada é a que deve ser consumida ou aplicada em ferimentos.

Benefícios da siriguela para o organismo

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 60


Com nome científico Spondias purpúrea, a siriguela é uma planta da família das Anacardiaceae, também conhecida como ameixa-da-espanha, cajá vermelho e ciroela. A planta normalmente não passa dos 7m de altura e possui ramos que se desenvolvem rentes ao solo. Possui flores perfeitas que formam frutos em cachos ou isolados. Os frutos, de mesmo nome da planta, são de coloração verde, amarela ou vermelha, dependendo do estado de maturação e sua polpa tem pequena espessura ao redor de um grande caroço. Seu sabor é doce, e quando madura tem coloração amarelo opaca e leves tons de vermelho. Originária do México e da América central, a planta tem mais de 18 espécies, encontradas em pomares domésticos pelo Brasil. Muito popular no Norte e no Nordeste do país, a fruta pode ser consumida ao natural ou em forma de doces e refrescos. Sua frutificação se dá em outubro e novembro, podendo ser colhida em dezembro e janeiro. A planta se propaga facilmente por meio de sementes, sendo multiplicada com a utilização de estacas de cerca de trinta centímetros de comprimento.

Propriedades e indicações Rica em carboidratos, a fruta é bastante doce. É fonte de vitaminas A, B e C e auxilia no fortalecimento da imunidade devido ao alto teor de cálcio, ferro e fósforo. Além disso, contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 61


é muito recomendada no tratamento de anemias. Rica em antioxidantes atua contra os radicais livres que danificam as células e causam tumores. A siriguela é rica em fibras, contribuindo para o bom funcionamento do intestino e reduzindo as taxas de colesterol. Por ser fonte de carboidratos, é uma alternativa enérgica de peso, ideal para quem pratica esportes e atividades físicas com frequência. É indicada para aliviar espasmos, diarreia, disenteria, febre, gases, inflamações, para higiene de feridas e queimaduras. Cajá e siriguela O cajá, ao contrário da siriguela, é uma fruta normalmente de coloração alaranjada. Ambas são ricas em vitaminas como sais minerais, cálcio, fósforo e ferro e podem ser encontradas no Brasil. Suas árvores pertencem à mesma família. O cajá, assim como a siriguela, é eficaz no tratamento da anemia, contra inapetência e a diminuição dos glóbulos brancos. A aparência é semelhante, e a diferença encontra-se principalmente no sabor da siriguela que, ao contrário do cajá, é bastante doce.

Os benefícios e propriedades do delicioso cajá

Para quem não conhece o cajá é uma fruta originalmente da América Central e é encontrada em grande quantidade nas regiões Norte e Nordeste, mais precisamente na região sul da Bahia. Conhecido por ser uma fruta exótica e nutritiva o cajá mede por contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 62


volta de 7 a 10 cm, tem uma forma cilíndrica, oval e pesa no máximo 100 gramas. Sua árvore chega a atingir 20 metros de altura, por ser muito alta dificulta na hora da colheita, então é necessário esperar que os frutos maduros caiam da árvore. Ao cair da árvore muitos frutos são danificados e perdem o líquido, entrando em processo de fermentação, sendo assim a colheita do fruto acontece duas vezes ao dia, evitando desperdícios e ataques de formigas, insetos e roedores à fruta.

As formas de consumo da fruta Por ser uma fruta ácida, normalmente não é consumido ao natural. Existem diversas maneiras de se consumir o cajá. Ele pode ser consumido como suco, sorvete, geleias, vinhos, licores, refrescos, polpas e também como caipirinha, a mais apreciada pelas pessoas que consomem a fruta. Os benefícios do cajá Por ser uma fruta rica em tantos nutrientes, fibras, vitaminas e sais minerais, o cajá acaba sendo uma fruta benéfica em vários aspectos. Ele ajuda no funcionamento do intestino evitando a prisão de ventre, aumenta o sistema imunológico, assim seus benefícios vão além de deixar o organismo mais resistente contra bactérias e vírus. Previne a osteoporose, a constipação, resfriados e gripes, e previne também a fadiga. Ele atua também na proteção da pele e mucosa, diminui o cansaço físico, é importante na função da retina e é muito eficaz contra infecções.

Conquiste a boa forma com o delicioso chá de abacaxi

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 63


O abacaxi é uma fruta símbolo de países tropicais e é típica de regiões com este tipo de clima por ser altamente refrescante além de apresentar um sabor sem igual. O verão é a estação em que a fruta encontra-se em alta devido ao calor quase sem medidas em países como o Brasil, por exemplo, e uma de suas vantagens é que pode ser consumida de forma natural, podendo também ser aplicada em diversas receitas que aproveitam o melhor do seu sabor sem perder suas propriedades. Esta fruta é rica em vitaminas A e B e principalmente vitamina C, além de ser diurética (combate o inchaço causado pelos líquidos retidos) ela possui apenas 152 calorias para cada porção de 100 gramas, o que é ótimo para quem quer perder aqueles quilinhos a mais. O abacaxi ajuda na digestão de alimentos pesados, atua ainda no combate de problemas como a prisão de ventre, reumatismo, artrite e ajuda na limpeza do sangue. O suco do abacaxi, que reúne praticamente todas estas propriedades, é bastante consumido por aqui, contudo poucas pessoas sabem que da fruta também é possível fazer um chá poderoso com diversos benefícios para a nossa saúde.

O chá de abacaxi, que é feito da fruta em si acrescida das cascas que, acredite são comestíveis, é pouco calórico, reduz o apetite de forma natural, é termogênico, diurético e proporciona uma sensação de saciedade. Sendo assim ele é mais que contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 64


indicado para quem quer emagrecer de forma saudável, vale a pena incorporá-lo na dieta! Contudo as pessoas que possuem problemas de estômago, como gastrite, por exemplo, devem tomar cuidado no seu consumo, por se tratar de uma fruta bastante ácida

Ingredientes do chá de abacaxi 

½ Litro de água

½ Abacaxi cortado em pedaços pequenos

Cascas de ½ abacaxi cortadas em pedaços menores que os da fruta em si

1 Sachê de chá preto

Como fazer? Primeiramente você precisará ferver as cascas numa quantidade de 1 litro de água por aproximadamente 10 minutos. Você tem duas opções: Pode descartar as cascas depois de cozidas, o que tornará o chá mais fraco, ou pode batê-las no liquidificador, o que, por sua vez, tornará o chá mais forte e nutritivo. Guarde o líquido e prepare o chá preto em 200 ml de água ferventes e espere esfriar até que ambas as misturas cheguem à temperatura ambiente, depois disso basta adicionar o pedaços de abacaxi e levar para gelar.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 65


Benefícios e propriedades da laranja

A laranja é uma fruta popularmente conhecida por ser rica em vitamina C, mas além desta vitamina, a fruta também oferece ácido fólico, cálcio, potássio, magnésio, fósforo e ferro, além de fibras, pectina e flavonoides, que aumentam o seu valor nutritivo. Os principais benefícios da laranja são as suas propriedades antioxidantes. Na fruta, existem mais de 170 diferentes tipos de fotoquímicos, incluindo mais de 60 flavonoides que apresentam propriedades antiinflamatórias, antitumor e que inibem a formação de coágulos no sangue. Os especialistas recomendam a ingestão de uma laranja por dia.

Benefícios à saúde Devido às suas propriedades naturais, a laranja traz muitos benefícios à saúde, dentre os quais podemos citar:

Combate ao colesterol contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 66


Controle da pressão sanguínea

Melhoria dos problemas digestivos

Estímulo das funções intestinais

Prevenção de gripes e infecções

Reforço das defesas do organismo

Correção da acidez excessiva do organismo

Estímulo do sistema circulatório, combatendo inflamações das veias

Diminuição do risco de derrame

Pode evitar o câncer de boca e de estômago

O bagaço da laranja A maior parte das fibras presentes na laranja é encontrada no bagaço. Na parte branca, encontra-se a pectina, que exerce várias funções para o organismo, a saber: na boca, ela insere-se nos sulcos gengivais e previne contra cáries dentárias; no estômago, ela aumenta o volume do alimento, produzindo sensação de saciedade; no intestino grosso, a pectina é fermentada e produz uma substância que previne contra câncer neste órgão. O bagaço da laranja também estimula o funcionamento do intestino, sendo indicado aos que sofrem com prisão de ventre. Formas de consumo da fruta A laranja pode ser consumida em sua forma natural ou através de sucos, sendo que o ideal é que eles sejam feitos e consumidos na hora. Uma dica para aumentar o aproveitamento dos benefícios da fruta é bater a laranja no liquidificador ou em uma centrífuga, pois assim a casca também é utilizada. Ao espremer a laranja, a maioria dos nutrientes não serão aproveitados. Uma sugestão é fazer um bolo de laranja com a casca. Dicas - Antes de fazer uma caminhada, tome um copo de suco de laranja: ele é energizante, ajuda a hidratar e a diminuir o colesterol. - Consuma a vitamina C junto com a vitamina E, aumentando assim a potência dos antioxidantes. Amêndoas, semente de girassol, pimentão e grão de bico são algumas das fontes de vitamina E. Quais os benefícios do chá de casca de laranja? contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 67


A laranja é uma das frutas tropicais mais apreciadas e com muitas propriedades nutricionais, rica em vitamina C, por isso também é muito usada para prevenir gripes e ainda possui outras vitaminas, como A e B. Com a fruta se fazem sucos, doces, bolos e diversas outras receitas, já que é bastante versátil, além de nutritiva e refrescante!

Conheça os diversos benefícios da fruta Laranja Uma aliada do coração Mas a laranja não previne ou trata apenas gripes e resfriados, ainda é indicada para tratamento de:

artrite, contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 68


gota,

excesso de ácido úrico,

problemas de intestino preso,

hipertensão (pressão alta),

febre,

fraqueza,

ajuda em casos de cálculos renais,

úlceras, obesidade;

é digestiva,

além de ser bom cicatrizante.

Além da polpa, a laranja ainda fornece mais opções de uso, a casca! Esta é utilizada em chá, que trata enxaqueca e ainda tem efeito emagrecedor! Possui propriedades antioxidantes, o que beneficia ainda mais o organismo, já que o protege de doenças e aumenta e melhora a limpeza orgânica e remove o excesso de líquidos, combatendo o inchaço. Se a casca for utilizada fresca, ou seca na sombra, ela também conserva vitamina C, sendo o chá um bom preventivo de gripes e resfriados. Também funciona como antidepressivo natural, antiespasmódico, anticoagulante, tem propriedades carminativas, digestivas, diuréticas, desintoxicantes e sedativas. O chá é indicado em casos de ansiedade, histeria, nervosismo, taquicardia e em problemas gastrintestinais, como: acidez estomacal, cólicas do aparelho digestivo, flatulência e má digestão.

Como deve ser preparado e bebido o chá de casca de laranja? contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 69


Deve-se lavar bem uma laranja e descascá-la, deixando uma parte do bagaço (aquela parte branca que fica entre a casca e a fruta) rente à casca, reservando-a. Pode-se espremer a fruta e beber o suco. Ferver a casca de metade da laranja por uns cinco minutos em um litro de água, retirá-la e beber o chá várias vezes ao dia.

Conheça os benefícios e as propriedades do chuchu contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 70


Tido como o mais sem graça dos legumes – embora seja na verdade um fruto – o chuchu é o grande coadjuvante da culinária brasileira. Por absorver facilmente o gosto de carnes e temperos, acaba desempenhando tão bem esse papel que poucas pessoas se interessam em saber mais sobre ele ou como prepará-lo de forma a torná-lo mais saboroso. Muitos alegam que ele não tem gosto de nada, mas sendo bem preparado pode ficar delicioso. Além do que, o chuchu é tão benéfico para o organismo que deveria deixar de ser coadjuvante para tornar-se personagem principal da alimentação, já que auxilia até mesmo no emagrecimento.

Sobre o fruto Originário da América Central e do México, o chuchu é fruto de uma trepadeira que, por ser resistente a diversidade de condições climáticas acabou difundindo-se em todo o mundo. No Brasil inclusive, o chuchu é facilmente encontrado, já que cresce em praticamente qualquer lugar que for plantado.

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 71


Nutrientes Quem olha o chuchu com aquela aparência “exótica”, sem cor atrativa, sem cheiro e – dependendo de seu preparo – sem gosto, certamente não imagina que encontraria ali algo do qual pudesse se beneficiar. No entanto, a prática mostra justamente o contrário: o chuchu é rico em nutrientes, como as vitaminas A, C e do complexo B, cálcio, ferro, fósforo, magnésio, potássio e outros minerais, além de muitas fibras. Propriedades e benefícios Entre as propriedades benéficas do chuchu, estão: antioxidantes, estimulantes, fortalecedor, diurético, entre outras. Pelos nutrientes que possui, o chuchu auxilia a prevenir doenças ósseas, além de fortalecer dentes e ossos evitando que quebrem ou sofram algum dano. Como poderoso estimulante, é eficiente em espantar a fadiga e combater a depressão, sendo um grande aliado ao tratamento dessas doenças – que necessitam também do acompanhamento de um especialista e das medicações que este prescrever. Suas propriedades antioxidantes evitam o envelhecimento precoce, fortalecem o sistema imunológico, aceleram o metabolismo e combatem os radicais livres. Assim, o chuchu também é importante para deixar pele e cabelos bonitos, além de auxiliar no emagrecimento, já que um metabolismo adequadamente rápido estimula a queima de calorias. Por falar em caloria, o valor calórico do chuchu é baixíssimo: apenas 30 calorias para cada 100 g do fruto, o que faz dele um aliado da dieta para quem busca emagrecer de forma saudável. Ainda, o chuchu acelera o trânsito intestinal, fazendo o intestino funcionar melhor; reduz a pressão arterial e dá mais energia. Preparo Para manter as propriedades do chuchu, evite cozinhá-lo em muita água por muito tempo, assim como fritá-lo. O ideal é cozinhá-lo em pouca água ou até mesmo refogálo em um fio de azeite. Fique a vontade para preparar receitas diversas com ele, como omeletes, saladas, sopas, cremes, salgados e suflês. Bom apetite!

EDIÇÃO: FERNANDO DE OGUM

contato@grupoboiadeirorei.com.br Página 72


contato@grupoboiadeirorei.com.br Pรกgina 73

Mironga da vovó fernando de ogum  
Mironga da vovó fernando de ogum  
Advertisement