Issuu on Google+

A Invocação Preliminar A invocação do coração cingido com uma serpente ou o ritual do Não-Nascido Eu vos invoco, oh Não-Nascido. [1] Vós, que criaste a Terra e o Céu. [2] Vós, que criaste a Noite e o Dia. Vós, que criaste a Escuridão e a Luz.


2/56

Vós sois Osorronophris: [3] que nenhum homem jamais viu. Vós sois Iäbas: [4] Vós sois Iäpōs: [5] Vós distinguistes entre o Justo e o Injusto. Vós fizestes o Macho [6] e a Fêmea. Vós produzistes a Semente e o Fruto. [7]


3/56

Vós formates os Homens para amarem uns aos outros e odiarem uns aos outros. [8] Eu sou ..........................., [9] vosso profeta, a quem Vós confiastes vossos Mistérios,

as

Cerimônias

de

.............................: [10] Vós produzistes a humidade e a aridez, e aquilo [11] que alimenta todas a Vida criada.


4/56

Escutai-me, pois eu sou o Anjo de Apophrasz [12] Osorronophris: este é o vosso verdadeiro Nome, transmitidos aos Profetas do Sol. [13] ‫א‬ <

. Leste. Glória Dourada. Tahoeloj. ‫הוהי‬

.


5/56

Shusustentando o Céu.2° = 9□> Ar: Thiao: [14] ├ Reibet ┤: [15] Atheleberseth: [16] A: Blatha: [17] Abeu: ├ Eben┤: Phi: [18] ├

Chitasoe ┤: [19] Ib: [20] Thiao. [Rubrica]

Escutai-me e fazei com que todos os Espíritos se submetam a mim, para


6/56

que todo Espírito do Firmamento e do Éter, sobre e sob a Terra, na Terra seca e na Água, do revolvente Ar e do impetuoso Fogo, e de todo encanto e flagelo de Deus, o Infinito, possam me obedecer. [21] ‫ש‬ <

. Sul. Vermelho são os Raios. Ohooohaatan.

.


7/56

‫םיהלא‬ Thoum æsh neith.4° = 7□> Eu vos invoco, Deus Terrível e Invisível: que habitais no Lugar Vazio do Espírito: — Arogogorobraō: ├ Sochou ┤: [22] Modoriō: ├ Phalarchaō ┤: Oöö: [23] Apé, [24] O Não-Nascido:


8/56

Escutai-me e fazei com que todos os Espíritos se submetam a mim, para que todo Espírito do Firmamento e do Éter, sobre e sob a Terra, na Terra seca e na Água, do revolvente Ar e do impetuoso Fogo, e de todo encanto e flagelo de Deus, o Infinito, possam me obedecer. ‫מ‬ <

. Oeste. Azul Radiante.


9/56

Thahebyobeeatan.

.

‫לא‬ Auramoth.3° = 8□> Escutai-me: — Roubriaō: Mariōdam: Balbnabaoth: [25] Assalonai: Aphniaō: I: ├ Thōleth ┤: [26] Abrasax: Aëöōü: Ischure, Poderoso e Não-Nascido!


10/56

Escutai-me e fazei com que todos os Espíritos se submetam a mim, para que todo Espírito do Firmamento e do Éter, sobre e sob a Terra, na Terra seca e na Água, do revolvente Ar e do impetuoso Fogo, e de todo encanto e flagelo de Deus, o Infinito, possam me obedecer. ‫ת‬ <

. Norte. Chama Verde.


11/56

Thahaaotahe.

.

‫ינדא‬ Set Lutando1° = 10□> Eu vos invoco: — Ma: Barraiō: [27] Iōēl: [28] Kotha: [29] Athorēbalō: Abraoth:


12/56

Escutai-me e fazei com que todos os Espíritos se submetam a mim, para que todo Espírito do Firmamento e do Éter, sobre e sob a Terra, na Terra seca e na Água, do revolvente Ar e do impetuoso Fogo, e de todo encanto e flagelo de Deus, o Infinito, possam me obedecer. ‫ןמא‬ <


13/56

‫היהא‬ +. O[síris] Assassinado. L. Í[sis] em Luto. V. T[yphon]. X. O[síris] R[enascido]> Escutai-me! [30] Aōth: [31] Abaōth: [32] Basum: [33] Isak: [34] Sabaoth: [35] Iao:


14/56

Este é o Senhor dos Deuses: Este é o Senhor do Universo: Este é a quem os Ventos temem. Este é Aquele que, tendo feito a voz por Seu mandamento, é o Senhor de todas as Coisas; Rei, Regente e Auxiliador. Escutai-me e fazei com que todos os Espíritos se submetam a mim, para que todo Espírito do Firmamento e do


15/56

Éter, sobre e sob a Terra, na Terra seca e na Água, do revolvente Ar e do impetuoso Fogo, e de todo encanto e flagelo de Deus, o Infinito, possam me obedecer. Escuta-me: - [36] Ieou: Pūr: Iou: Pūr: [37] Iaōt: Iaeō: Ioou: Abrasax: Sabriam:

Oo: Uu:

[[Eu: Oo: Uu:]] <Adōnai>: Ede: Edu: ├

Angelos tou theou ┤: <Analala>


16/56

Lai: [38] Gaia: ├ Apa: Diachanna Chorun ┤. [39]

<1> Eu sou Ele, o Espírito Não-Nascido, com a visão nos Pés: Forte, e o Imortal Fogo! <2> Eu sou Ele, a Verdade! <3> Eu sou Aquele que Odeia que o mal ocorra no Mundo!


17/56

<e + Eu sou Aquele que ilumina e 4 5> troveja! <6> Eu sou Aquele de quem provém a chuva da Vida da Terra! <% p Eu

sou

Aquele

cuja

boca

7 8> sempre flameja! <9> Eu sou Ele, o Gerador e Manifestador da Luz! <10> Eu sou Ele, a Graça do Mundo!


18/56

“O Coração Cingido por uma Serpente” é meu Nome! [40]

Aparecei e segui-me: e fazei com que todos os Espíritos se submetam a mim, para que todo Espírito do Firmamento e do Éter, sobre e sob a Terra, na Terra seca e na Água, do revolvente Ar e do impetuoso Fogo, e de todo encanto e flagelo de Deus, o Infinito, possam me obedecer.


19/56

Iao: [41] Sabao: [42] Tais são as Palavras!

PAPIRO LONDRINO 46 TRANSCRIÇÃO GREGA [43] Στήλη το? Θεο? το? ζωγρ. ε?ς τ?ν έπιστολήν. Σ? καλ?, τ?ν ?κέφαλον, τ?ν κτίσαντα γ?ν κα? ο?ραν?ν, τ?ν κτίσαντα νύκτα


20/56

κα? ?μέραν, σ? τ?ν κτίσαντα φ?ς κα? σκότος. Σ? ει¢ ´Οσορόννωφρις, ?ν ο?δε?ς ε?δε πώποτε, σ? ε? éΙαβας, σ? ε? `Ιάπως, σ? διέκρεινας τ? δίκαιον κα? τ? αéδικον, σ? ?ποίησας θ?λυ κα? αéρ`ρ`εν, σ? εéδειξας σπορ?ν κα? καρπο?ς, ?νθρώπους

σ?

?ποίησας

?λληλοφιλειÛν

το?ς κα?

?λληλομισειÛν. `Εγώ ε?μι Μούσης ? προφήτης

σου,

?

μυστήριά

σου

τ?

παρέδωκας

τ?

συντελούμενα

`Ιστράηλ, σ? εéδειξας ύγρ?ν κα?


21/56

ξηρ?ν

κα?

`Επάκουσόν

π?σαν [44]

τροφήν.

μου’

?γώ

ε?μι

αéγγελος το? Φάπρω `Οσορόννωφρις, το?τό

?στίν

?λήθινον,

σου

τ?

προφήταις

τ?

οéνομα

παραδιδόμενον

`Ιστράηλ.

τ? το?ς

`Επάκουσόν

μου, αρ... θιαω, ρειβετ, αθελεβερσηθ, α... βλαθα, αβευ, εβεν, φι, χιτασοη, ιβ...

θιαω,

?πόστρεψον

ε?σάκουσόν τ?

μου

δαιμόνιον

κα?

το?το.

`Επικαλο?μαί σε τ?ν ?ν τ? κεν? πνεύματι δειν?ν κα? ?όρατον θε?ν,


22/56

αρογογοροβραω, φαλαρχαω, ?π?λλαξον

οοο, τ?ν

συνέχοντος

σοχου,

μοδοριω,

απε

?κέφαλε,

δειÚνα

?π?

α?τ?ν

το?

δαίμονος.

Ρουβριαω, μαριωδαμ, βαλβναβαωθ, ασσαλωναι,

αφνιαω,

ι,

θωληθ,

αβρασαξ, αηοωυ, ?σχυρ?, ?κέφαλε, ?πάλλαξον

τ?ν

δειÚνα

συνέχοντος

α?τ?ν

?π?

το?

δαίμονος.

Μα,

βαρραιω, ιωηλ, κοθα, αθορηβαλω, αβραωθ, ?πάλλαξον τ?ν δειÚνα. Αωθ, αβαωθ, βασυμ, ισακ, σαβαωθ, ιαω,


23/56

ο?τός ?στιν ? κύριος τ?ν θε?ν, ο?τός ?στιν ? κύριος τ?ς οιÍκουμένης, ο?τός ?στιν ?ν οιÍ αéνεμοι φοβο?νται, ο?τός ?στιν ? ποιήσας φων?ν προστάγματι εÍαυτο?, πάντων [45] κύριε, βασιλε?, δύναστα, βοηθ?, σ?σον ψυχ?ν, ιεου, πυρ, ιου, πυρ, ιαωτ, ιαηω, ιοου, αβρασαξ, σαβριαμ, οο υυ, ευ, οο, υυ, αδωναιε, ηδε, εδυ, αéγγελος το? θεο?, ανλαλα, αλι, γαια, απα, διαχαννα, χορυν, ?γώ ειÍμι ? ?κέφαλος δαίμων ?ν ταιÚς ποσιÉν εéχων τ?ν οéρασιν,


24/56

ιÍσχυρ?ς, τ? π?ρ τ? ?θάνατον, ?γώ ειÍμι ? ?λήθεια, ? μεισ?ν ?δικήματα γειÍνεσθαι ?ν τ? κόσμ?, ?γώ ειÍμι ? ?στράπτων καιÉ βροντ?ν, ?γώ ειÍμι ο? ?στιν ? ιéδρως οéμβρος ?πιπείπτων ?πιÉ τ?ν γ?ν ιéνα ?χεύη, ?γώ ειÍμι ο? τ? στόμα καίεται δι’ οéλου, ?γώ ειÍμι ? γενν?ν καιÉ ?πογενν?ν, ?γώ ειÍμι ? χάρις το? αιÍ?νος, οéνομά μοι καρδία περιεζωσμένη ?φιν. éΕξελθε καιÉ ?κολούθησον. Τελετ? τ?ς προκειμένης ποιήσεως. Γράψας τ? ?νόματα ειÍς


25/56

καιν?ν χαρτάριον καιÉ διατείνας ?π? κροτάφου ειÍς κρόταφον σεαυτο?, ?ντύγχανε

πρ?ς

βορέαν

το?ς

ς?

?νόμασι, λέγων. `?πόταξόν μοι πάντα τ? δαιμόνια, ιéνα μοι η [46] ύπήκοος π?ς δαίμων ο?ράνιος καιÉ αιÍθέριος καιÉ ?πίγειος καιÉ ?πόγειος καιÉ χερσα?ος καιÉ εéνυδρος καιÉ π?σα ?πιπομπ? καιÉ μάστιξ [47] θεο?. ΚαιÉ εéσται σοι τ? δαιμόνια πάντα ?πήκοα. `ΕστιÉν δ? τ? ?γαθ?ν ζώδιον.


26/56

PAPIRO LONDRINO 46 TRADUÇÃO PARA O PORTUGUÊS[48] Endereçado ao deus traçado sobre a carta. Eu te chamo, o acéfalo, que criaste a terra e o céu, que criaste o dia e a noite, tu, o criador da luz e da escuridão. Tu és Osoronnophris, a quem


27/56

nenhum dos homens viu em qualquer momento; tu és Iabas, tu és Iapõs, tu distinguiste os justos e os injustos, tu fizeste a fêmea e o macho, tu produziste sementes e frutos, tu fizeste os homens para amar e para odiar uns aos outros. Eu sou Moisés o teu profeta, a quem tu entregaste teus mistérios, as cerimônias de Israel; tu produziste o úmido e o seco e todos os tipos de alimentos. Escuta-me: eu sou um anjo de Phapro Osoronnophris;


28/56

este é o teu verdadeiro nome, proferido aos profetas de Israel. Escutame, .....................................................ouçame e trabalhe duramente este espírito. Eu chamo-te o terrível e invisível deus que reside no vento vazio, ........................................................... tu, o acéfalo, entregue isto ao espírito que

possui

aquele

.................................................... forte, acéfalo, entregue isto ao espírito que o


29/56

possui

aquele

.................................................................. entregue

aquilo

........................................... Este é o senhor dos deuses, este é o senhor do mundo, este é aquele a quem o ventos temem, este é aquele quem fez a voz por seu mandamento, senhor de todas as coisas, rei, governante, ajudante, escave

esta

alma

.................................................................. de


30/56

Deus.......................................................... Eu sou o espírito acéfalo, tendo visão do meu pé, forte, o fogo imortal; eu sou a verdade, eu sou aquele que abomina que o malfeito seja feito no mundo, eu sou aquele que ilumina e troveja; eu sou aquele cujo suor é a chuva que cai sobre a terra que ela pode abundar; eu sou aquele cuja boca sempre queima; eu sou o gerador e condutor (?), eu sou a Graça do Mundo; meu nome é o coração


31/56

cingido com uma serpente. Saia e siga. — A celebração da cerimônia precedente. — Escreva os nomes sobre um pedaço de papel novo, e que tenha sido estendido o sobre sua fronte de um templo ao outro, voltando-se para o norte até os seis nomes, dizendo: — Faça todos os espíritos sujeitos a mim, para que todo o espírito do céu e do ar, na terra e debaixo da terra, na terra seca e na água, e cada encanto e flagelo de Deus,


32/56

possam ser obedientes a mim. — E todos os espíritos devem serão obedientes

a

.....................................................

você


33/56


34/56

Extrato do Papiro Mágico Londrino 46 mostrando os nomes bárbaros de evocação. Cortesia do Museu Britânico. [1] <ΑΠΕ Π?Π. O Fogo Não-Nascido = 666.> [2] <K’un [?] e Ch’ien [?].> [3]

<Asar-Un-Nefer.>

<Osorro-

nophris = o Osíris perfeito. O hierofante no ritual do neófito na G.D. Mas


35/56

para aqueles que aceitam a variação de Θελημα, a fórmula é de Hórus, criança conquistando, não do deus morrendo. Candidato ? é Hórus, & o Hórus perfeito é Ra-Hoor-Khuit.> [4] <Ia-Besz. Vida, Pão, Carne.> [5]

Ia-Apophraz.

Sangue.> [6] <Involução.> [7] <Evolução.>

Amor,

Vinho,


36/56

[8] <Auto realização.> [9] [Goodwin apresenta o nome Μούσης transliterado na primeira edição como Mosheh. Crowley mudou este para “Ankh-f-n-Khonsu” e instruiu que cada magista deveria personalizar o ritual com seu próprio nome. Veja Liber Samekh, Magick (Livro 4, Partes I-IV), pág. 513. Ele é deixado em branco no texto por este motivo.]


37/56

[10] [Goodwin apresenta o nome Ιστραηλ, transliterado na primeira edição como Ishrael. Crowley mudou este para “Khem” (isto é, Egito) e instruiu que cada magista deveria personalizar o ritual com seu próprio nome. Veja Liber Samekh, Magick (Livro 4, Partes I-IV) ), pág. 513. Ele é deixado em branco no texto por este motivo.] [11] <Águia, Leão & Elixir.>


38/56

[12] [Em sua Goetia velina, Crowley eliminou "Paphro" (o grego original tinha Φαπρο, phapro), e inseriu “Apophrasz”; o texto dado aqui foi alterado em conformidade. Crowley deu uma leitura alternativa para “Paphro Osorronophris” como “Apophi-Asar-UnNefer”, que corresponde a nota de Crowley para “Osorronophris” dada acima. A Yorke Goetia tem a leitura de Crowley usada mais tarde no Liber Samekh,

“Ptah-Apophraz-Ra”,

ou


39/56

retirada da segunda Goetia anotada ou interpolada de Liber Samekh por Yorke.] [13] No lugar de “Profetas do Sol”, pode-se usar os nomes que aparecem nas notas de rodapé 19 e 20, por exemplo, “Profetas de Ishrael (ou de Khem). [14] <‫ = ואיט‬26.>


40/56

[15] <’Ραβδος [Bastão]. Ρη Βητ = 418. O Fluxo de Mercúrio. Spiritusverbi.> [16] <‫טש ראב לא תא‬. A Essência de AL o rebento de Set (Hadit). 401 + 31 + 203 + 31 (? ?) = 666.> [17] <Blatha ‫ב‬. Balata = Justiça (Enoquiano [b a l t] = ? Signo Card[eal] de

.>

[18] <Phi = Φι = 510 = Binah (Νυξ, Θυρα, Κρονος, etc.).>


41/56

[19] <’Ηλιος [=] 318 [= Θητα]. ΘηταCυ. Alma (geradora) do ?.> [A análise cabalística de Crowley foi baseada na variante e possivelmente corrompida leitura de “Thitasoe” na primeira edição.] [20] <IB = ? ? Virgem de Hermes. O Veículo imaculado do Mundo.> [21]


42/56

<Firmamento:

1. O ‫הור‬. Plano Mental. Zeus. Shu. Onde revolve a roda dos

gu?as.

s[attwa]. r[ajas]. t[amas]. . Éter:

1. Ākāśa. Æthyr dos

físicos.


43/56

Recebe, registra & transmite todos os impulsos sem sofrer mutação deste modo. Sobre a Terra:

1. Esfera onde 1 & 2 aparece à percepção


44/56

(projeções percebidas). Sob a Terra:

1. O mundo dos fenômenos que

informa

3. Terra Seca:

1. Esfera

da

morte

das

coisas materiais; (Seca =


45/56

incognoscível) ? incapaz de agir

em

nossas mentes. Água:

1. Veículo

pelo

qual nós sentimos

estas

coisas (5).


46/56

Ar Revolvente:

1. Menstruum onde

estes

sentimentos (6)

est達o

mentalmente. Fogo Impetuoso:

1. Mundo

no

qual (pensamento errante) queima

7


47/56

rapidamente sob vontade. 1. Magia: qualquer forma de consciĂŞncia (ideia). 1. Flagelo: qualquer


48/56

forma de ação (ato).>

[22] <HE é ?. Cοθ o Sul 279 = 9 × 31. Cf. σωτηρ.> [23] <“Nada sob suas três formas”> [Liber

Trigrammaton

sub

figura

XXVII]. > [24] <’ΑΠΗ = `α-πη, lugar nenhum, i.e., o Não-Nascido. “Eu que vou” “nada encontrado” Ain Soph.>


49/56

[25] <‫ תוא בא ןכ לב‬Senhor do Filho do Pai do Sinal.> [26] <Thoteth = Fem[inino] de Thoth gêmeo de

como transmissor.>

[A análise de Crowley foi baseada na leitura corrompida de “Thoteth”, dada aqui como “Tholeth”.] [27] <Bar-Ra-Io

Filho do Sol, Salve!

? βαρυ.> [28] <IO-AL

Salve, al!>


50/56

[29] <Taça.> [30] <Ereto [desenho da Pirâmide]. “Vós, que sois Eu, etc.”> [Estas são, provavelmente, notas de trabalho de um rito no qual Crowley entrelaçou vários textos. A pirâmide (que se refere abaixo) sugere a abertura do Liber 671, e também pode significar o phallus; estas leituras não são mutuamente excludentes. A citação é da Antífona de Liber 800,O Navio, que é também referenciado mais tarde.]


51/56

[31] <O Sinal ‫ = תוא‬407 = 11 × 37.> [32] <aba-oth, aba = 4 também 1-2-1, O-I-O, ♀ Pai, 82 × 5.> [33]

<ba-sum

Andador

‫אב‬

Pai-

‫ םוס‬666 Sol.>

[34] <isak

‫ ךאסי‬91 = ‫ןמא‬, etc.

‫[ ךאשי‬tua] essência.> [35] <Sabaoth = o 7 = ‫אבצ‬. e (93) [+] e ‫ תו‬e (406) [=] 499 37 × 11 signum.>

Aoth 407 =


52/56

[36]

<Erga-se

em

[desenho

da

Pirâmide]. [Para] do Pai & o Filho, etc.> [Veja nota 40.] [37] <Π?ρ = Fogo = 186 = 2 × 93 = 6 × 31.> [38] <O grito de guerra da Hoste.> [39]

<O

Estrelas)

jorrar-adiante do

mento.> [40] <Elixir.>

Sêmen.

(como

Transborda-


53/56

[41] <Ele é IA = Onze, a semente ‫ י‬de aleph, ‫ = ףלא‬111, Baco diphues, Ζευς Αρρηνοθηλυς, Heru-pa-kraat. [e ‫ א‬é] = 831 Φαλλος, Πυραμις Πυραμις, ??? = Kether, Chokmah, Binah, [e ‫ א‬é] = Atu O. [e ‫ א‬é] = Um.> [42] <Ele é 6: Ele é ‫ אבצ‬é = [93 = Θελημα =] vontade ou Ele é Saba’a, i.e., sete (arábico).> [43] [Esta transcrição grega e as respectivas notas de rodapé são de


54/56

Charles Wycliffe Goodwin, Fragment of a Græco-Egyptian Work upon Magic from a Papyrus in the British Museum (Cambridge: Deighton; Macmillan; London: J.W. Parker; Oxford: J.H. Parker, 1852), pág. 6, 8.] [44] Manuscrito: επακουων. [45] Manuscrito: παντα. [46] Manuscrito: ην. [47] Manuscrito: μαστιξι.


55/56

[48] [Esta tradução é de Goodwin, op. cit., pág. 7, 9. A parte do papiro dando os nomes bárbaros é fornecida na figura da página 29.]

Gerado em 04/11/2013. Para obter

possíveis

revisões

e/ou

capítulos ausentes neste e-book, acesse: http://hadnuit.com.br/ainvocacao-preliminar-da-goetia.


@Created by PDF to ePub


A invocacao preliminar da goetia