Então, conheci minha irmã - A morte as separou, um diário as uniu

Page 9

Com ou sem rabo de cavalo, o prestígio de Gibs subiu vertiginosamente até o teto. – Hummm... – murmura mamãe, erguendo uma única sobrancelha bem delineada. – Bem, Gibson, continue assim – diz a senhora Rollins, mas desejando mesmo é que ele vá para o inferno. – Barbara, precisamos reunir nossas meninas em breve – diz minha mãe para ela. – Ah, falando em Leah – responde a senhora Rollins, ficando na ponta dos pés para espiar o outro lado da multidão –, lá está ela com todos os seus... amigos. – Ela prende a respiração antes da última palavra, mas já é tarde demais, por isso me lança um olhar sem graça. Eu sorrio corajosamente. – É melhor me apressar – ela disse, corando e partindo na direção de Leah. O olhar da minha mãe a segue, melancólico. Depois, ela se vira para Gibs e para mim. – Bem – ela diz –, estou muito orgulhosa por vocês dois. Acho que ela acabou de declarar Gibs como sendo “seu”. Graças a Deus, ela tem algo com que se alegrar.

12