Page 1


Desde 1996 por você

Agende já o seu Dia da Noiva Ligue já: 2503-8912

|

2037-0830

|

9176-4724

fb.com/MarcosFreitasStudio instagram.com/hairstyles_marcosfreitas/ 2

Avenida. Ten. Laudelino Ferreira do Amaral, 452 - Vila Jacuí Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018


Editorial Prezados leitores e amigos Temos o prazer de apresentar a nova Revista Acontece Leste, que nesta edição vem confirmar a fama de ser uma das melhores revistas regionais de toda a cidade de São Paulo, seja pelo conteúdo editorial focado totalmente na Zona Leste, seja pela atualidade das suas reportagens especiais. A edição de abril-maio traz na capa o Fashion Show Itaquera, um grande evento de moda realizado nas dependências do Shopping Itaquera, que trouxe para a passarela artistas globais como Eriberto Leão, Ellen Rocche e Rafael Zulu num evento que teve programação de desfiles, palestras e workshop. Destaque também para a matéria que fala de Bruno Covas o novo prefeito da cidade de São Paulo

fb.com/grupoaconteceleste/

que assume o cargo com apenas 38 anos, substituindo o ex-prefeito João Doria. Para quem gosta de festas regionais trazemos a tradicional Festa do 1º. de Maio de Ermelino Matarazzo que retornou com todo gás, depois de ficar 3 anos sem realizar e a Festa de Aniversário da Cidade Tiradentes, um dos bairros mais pobre da cidade mas que mantém uma enorme força cultural. Na parte de turismo destacamos a cidade de Guararema com uma infraestrutura turística de dar inveja em cidades do mesmo porte, próximas a São Paulo. Para os apaixonados por cachorros temos uma ótima reportagem falando do surgimento de tantas raças de cachorros, e muitas outras reportagens para todos os gostos. A Revista Acontece Leste continua firme no propósito de informar bem os leitores da Zona Leste. E nesses tempos de recuperação econômica nos preocupamos cada dia mais em alcançar melhores resultados para os nossos anunciantes, melhorando a nossa distribuição porta a porta e a nossa mídia digital complementar. Boa leitura à todos.

Divaldo Rosa Diretor Executivo

www.aconteceagora.com.br

Expediente Editor Executivo: Divaldo Rosa Jornalista: Henrique dos Santos (freelancer) Editoração e Arte: Bruno B. Rosa Comercial: Eduardo Rocha Ariane Andrade Fotografia: Eduardo Rocha Revisão: Henrique Santos Administração: Ademir Rodrigues

Área de Circulação: Zona Leste de São Paulo Tiragem: 10.000 exemplares Edição 40° Abril/Maio de 2018

Central de atendimento: 2031-2364 Redação e Comercial: raleste@gmail.com Nosso site: www.aconteceagora.com.br Sede: Av. dos Guachos, 166 - CEP 08030-360 - SP IMPORTANTE: Não mantemos vínculos empregatícios com os nossos colaboradores e não autorizamos permutas de anúncios sem prévia autorização da diretoria. Capa: shutterstock.com/

Whatsapp: 11 97770-3799

raleste@gmail.com

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

3


SUMÁRIO Alckmin tem ex06 POLÍTICA periência de poder, respon-

10

14 16 22

26 28 35 38 40 44 46 48 4

sabilidade fiscal e é uma pessoa simples, diz FHC. SÃO PAULO Após a renúncia de Dória para concorrer ao governo estadual, Bruno Covas assume o cargo de prefeito do coração econômico do Brasil. TURISMO Guararema: O turismo a todo vapor. CULINÁRIA Tá chovendo hambúrguer: Mercado de hamburguerias ganha força nos últimos anos. PERSONALIDADES Conheça o deputado Floriano Pesaro, considerado um dos melhores parlamentares do Brasil. DESTAQUE LOCAL A 59ª Festa de 1º de Maio de Ermelino Matarazzo volta com toda força. COMUNIDADE Nitro Química lança relatório de sustentabilidade. MODA Tendências da moda Outono-Inverno. DIA DAS MÃES A história de Anne Jarvis e o nascimento desta data comemorativa. SAÚDE Advogada cria corrente nas redes sociais para auxiliar mães de crianças diagnosticadas com plagiocefalia posicional. CIÊNCIA Cientistas elaboram teoria sobre vida inteligente na terra antes dos humanos. ANIMAIS Como surgiram tantas raças de cachorro? INTERESSANTE Os endereços mal-assombrados na cidade de São Paulo. Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

32

FASHION SHOW ITAQUERA: O Shopping Metrô Itaquera apresentou o evento Fashion Show com as principais tendências de outono/inverno 2018 e as novidades do universo fashion.

Fotos: Alcantara’s Fotografia


Acesse o maior portal de notícias com informações da Zona Leste! personalidades ESPORTE

ENTRETENIMENTO

POLITICA

DESTAQUE LOCAL

Contato: 2031-2364 raleste@gmail.com Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

5


Sobre Joaquim Barbosa, o expresidente afirmou que ‘qualquer juiz é competente àquela área específica, para governar o Brasil é preciso mais’

O

ex-governador e presidenciável do PSDB Geraldo Alckmin é uma pessoa que tem experiência no poder, tem responsabilidade fiscal e é uma pessoa simples e tolerante, afirmou, em entrevista ao programa Canal Livre, da Band, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. O tucano disse, por outro lado, que o pré-candidato de seu partido terá de criar uma estratégia para tornar sua imagem mais palatável para o eleitor do restante do País, já que ela é muito ligada a São Paulo. “Quais são as virtudes que vejo em Alckmin: ele tem experiência do poder, governou por vários anos o Estado de São Paulo; olha o cofre, isto é, tem responsabilidade fiscal; é uma pessoa simples, e isso é bom; e é tolerante, isso é muito importante numa democracia”, disse FHC. “Quais são as dificuldades: é muito difícil para qualquer paulista ganhar eleição, o último foi Rodrigues Alves (1902). Então terá que criar uma linguagem para atingir outros lugares”, acrescentou. “Geraldo foi deputado, vai ter que se expor, ele sabe disso.” Questionado sobre a visita que fez na semana passada ao presidente Michel Temer e se teria aproveitado o encontro para fazer articulações políticas, FHC negou. Disse apenas que passou para entregar o livro que lançou no mês passado. Sobre a possibilidade de uma aliança dos dois partidos, disse entender ser “difícil”, dado que as duas legendas deverão ser adversárias em muitos Estados. Já 6

Alckmin tem experiência de poder, responsabilidade fiscal e é uma pessoa simples, diz FHC em relação à disputa presidencial, disse apenas que é preciso “fortalecer o candidato viável.” “No caso, o candidato é o do PSDB”, emendou. O ex-presidente ainda minimizou a importância das alianças

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

entre partidos para a eleição deste ano. “Não creio que, dadas todas as mudanças que aconteceram no mundo, a tecnologia, isso vai ser decisivo (as alianças). Decisivo vai ser a mensagem do candidato. Acho que a aliança maior é a do


“Quais são as virtudes que vejo em Alckmin: ele tem experiência do poder, governou por vários anos o Estado de São Paulo; olha o cofre, isto é, tem responsabilidade fiscal; é uma pessoa simples, e isso é bom; e é tolerante, isso é muito importante numa democracia”,

candidato com a população.” Sobre Barbosa e Marina Questionado sobre a possibilidade de o ex-ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Joaquim Barbosa entrar na corrida eleitoral pelo PSB, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso evitou dar uma opinião sobre a possível candidatura. No entanto, notou que magistrados “têm tendência a tomar decisões monocraticamente” e que, ainda que tenha mostrado competência em sua área específica, para governar o Brasil “é preciso mais.” “Mal conheço o Barbosa, o respeito”, disse FHC. “Mas não é só com ele, qualquer juiz é competente àquela área específica, para governar o Brasil é preciso mais”, acrescentou o tucano, relembrando ainda o fama de pouco afeito ao diálogo político de Barbosa. Questionado se previa que as

eleições de 2018 veriam um “tufão” de renovação política, ao invés da “ventania” que teria caracterizado a participação da ex-senadora Marina Silva (Rede) nas eleições de 2014, o ex-presidente disse entender que não. “Eu temo que não haja um tufão. Todos querem uma renovação política, mas poucos conseguem precisar o que é isso. E todos pensam no presidente, mas e os deputados?”, questionou. Ainda sobre a eleição deste ano, o tucano disse que, com o enfraquecimento da imagem dos partidos, em especial do PSDB e do PT, o essencial é ter mensagem e construir a relação entre o candidato e o eleitor. “Tem que ser um candidato que seja inexpugnável no sentido moral”, disse, acrescentando que vê no ex-governador Geraldo Alckmin essa característica da moralidade. Questionado se previa que as eleições de 2018 veriam um “tufão” de renovação política, ao invés

da “ventania” que teria caracterizado a participação da ex-senadora Marina Silva (Rede) nas eleições de 2014, o ex-presidente disse entender que não. “Eu temo que não haja um tufão. Todos querem uma renovação política, mas poucos conseguem precisar o que é isso. E todos pensam no presidente, mas e os deputados?”, questionou. Ainda sobre a eleição deste ano, o tucano disse que, com o enfraquecimento da imagem dos partidos, em especial do PSDB e do PT, o essencial é ter mensagem e construir a relação entre o candidato e o eleitor. “Tem que ser um candidato que seja inexpugnável no sentido moral”, disse, acrescentando que vê no ex-governador Geraldo Alckmin essa característica da moralidade. Por: Marcelo Osakabe, OESP

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

7


8

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018


Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

9


Gestão Covas: Afinal, quem é o novo Prefeito de São Paulo?

Após a renúncia de Dória para concorrer ao governo estadual, Bruno Covas assume o cargo de prefeito do coração econômico do Brasil

Ainda no mês passado, João Dória (PSDB) venceu as prévias do partido para validar a sua indicação à disputa do governo do Estado. Uma foto sua estampava as manchetes dos jornais depois daquele domingo, e nela estava um “jovem político” repetindo um sinal que se tornou um dos slogans dos tucanos paulistas: “Acelera! ”. Era Bruno Covas, que ainda não estava à frente da chefia do poder executivo municipal, mas, que, posteriormente, assumiu após a renúncia definitiva de Dória. Em menos de 10 dias, o Datafolha foi às ruas para interrogar a população sobre “quem era o novo prefeito? ”. O resultado obtido exemplifica o quanto Covas mantém uma discreta carreira política, afinal apenas três em cada 10

dez moradores de São Paulo sabiam dizer quem é o atual prefeito paulista. A Revista Acontece traz nesta matéria um resumo sobre o perfil do homem que, atualmente, ocupa a cadeira de administrador público da quinta maior cidade do mundo. Respondendo, quem é Bruno Covas e quais as suas experiências políticas? Carreira Formado em direito pela USP (Universidade de São Paulo) e economia pela PUC (Pontifícia Universidade Católica de São Paulo), Bruno Covas se filiou a sigla do PSDB em 1998. Inicial sua participação ativa como presidente estadual e nacional da juventude tucana. A primeira vez, que decidiu avançar na carreira política e apostar nas eleições, foi em 2004. Quando se candidatou a vice-prefeito de Santos, cidade em que morou, na chapa do também tucano Raul Christiano. Infelizmente, a dupla amargou o quarto lugar. O sobrenome de peso atrelado

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

a um novo modo de fazer política diante do atual cenário de desgaste dos representantes públicos, pesaram para as suas conquistas de deputado estadual em 2006 e deputado federal em 2014 – cargo que renunciou em 2016 para assumir a vice-prefeitura da capital paulista -. Entre 2011 e 2014, Bruno foi secretário do Meio Ambiente do Estado de São Paulo, na gestão do governador Geraldo Alckmin (PSDB). Em 2016, Bruno foi eleito junto com Doria ainda no primeiro turno. Em uma entrevista à revista Veja, o vice foi questionado se estava ansioso para assumir o comando da maior cidade do país a partir de abril de 2017. Ele respondeu: “É claro! Já viu criança quando vai para a Disney pela primeira vez? Estou igual”. O que muda de Bruno para Dória? Obviamente, que os programas criados por Dória serão todos mantidos, como o Bairro Lindo, Asfalto Novo e etc. Porém, o recém


empossado parece mais sugestivo a dialogar com políticos de lados opostos, como, por exemplo, suas relações com Márcio França (PSB), que é um dos adversários a ser batido por Dória nas campanhas deste ano. O próprio prefeito atual já deixou claro que as questões eleitorais ficarão de fora entre o governo e a prefeitura. Outra bandeira levantada é a questão de combater a desigualdade, que segundo ele “incomoda demais, ver gente dormindo nas ruas” e que “na Praça da

Sé e o Pateo do Collegio ainda tem muita gente largada nas calçadas”. Covas, tem vistoriado mais de perto as prefeituras regionais e mantém a agenda de suas participações nas atividades de zeladoria programadas em todas as zonas de São Paulo. No sábado, 7, contribuiu nas ações da prefeitura regional de Cidade Tiradentes, localizada no extremo leste. Servidores e munícipes mostram-se contentes com a sua postura. “Esta é minha primeira visita como prefeito à Cidade Tiradentes,

bairro que foi iniciado na gestão de meu avô, Mário Covas, no começo da década de 80. Vamos realizar aqui e em toda cidade serviços de manutenção e zeladoria para cuidar não apenas de São Paulo, mas também das pessoas que aqui moram”, afirmou Bruno Covas. Apoio Bruno Covas também separa os tempos livre para apoiar João Dória e Geraldo Alckmin. Quando questionado, deixou claro que vai subir nos palanques e respondeu: “Eu sou um homem de partido”.

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

11


12

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018


Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

13


Guararema: O turismo a todo vapor

O município tem priorizado melhorias para aprimorar suas varias atrações

Enquanto os nossos trens são ringues de vale tudo nos horários de picos, em outros municípios eles podem ser ótimos atrativos turísticos. Este caso do Trem de Guararema, uma Região Metropolitana de São Paulo, geograficamente situada entre o Alto Tietê e o Vale do Paraíba. E te preparando para os meses de férias, resolvemos visitar este ponto turístico e trazer na Revista Acontece um pouco do que você está perdendo. Inaugurado no dia 16 de outubro de 2015 o seu mais novo 14

trem turístico em Guararema-SP. A composição com três carros de madeira fabricados na Inglaterra entre 1896 e 1937 é tracionada por uma locomotiva a vapor fabricada nos Estados Unidos em 1927, a maior em atividade no Brasil, que percorre o trecho entre a Estação Central de Guararema e a Vila Luis Carlos, num total de 6,8 km de extensão. O passeio de Maria-Fumaça está entre os principais atrativos como o Recanto do Américo, também conhecido como Pau d’Alho, a Ilha Grande, o Parque Municipal da Pedra Montada e o Núcleo Turístico de Luís Carlos. Porém, muitos destes pontos são desconhe-

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

cidos pelos moradores da própria cidade. Investir no turismo tem sido uma das apostas deste da atual gestão. Neste ano, a Prefeitura afirmou que deve desembolsar na execução e implantação de uma ciclofaixa no município. O valor de cada projeto é de R$ 385.029,08, já aprovado pelo Conselho de Orientação e Controle do Fundo de Melhoria das Estâncias (COC). Estas ações que estão previstas no Plano Diretor de Turismo. As saídas da locomotiva ocorrem nos finais de semana, feriados nacionais e pontes de feriados nacionai. Partida às 10:00hs e chegando de volta às 12:00hs.


O passeio tem duração total de duas horas, que inclui todo o trajeto de Guararema a Luís Carlos, parada na vila para visitação e retorno a Guararema O passageiro tem direito a transportar, sem pagamento, uma criança de até cinco anos, por responsável, desde que não ocupe assento (viajando no colo), observadas as disposições legais e regulamentares aplicáveis ao transporte de menores. É a taxa dos adultos é apenas de R$60,00. Então, o que você esta esperando para conhecer este passeio. Vale a pena visitar!

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

15


Acesse o site e faça a sua reserva: https://www.aluguetemporada.com.br/imovel/p4957598 https://www.airbnb.com.br/rooms/23903123 16

MĂ­dias: facebook.com/naturezavivaguararema

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018


Alugue uma das melhores chรกcaras de guararema!

Contatos: Telefone: 11 97212-0309 E-mail: naturezavivaguararema@gmail.com

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

17


La Casa de Popeye Enjoy

Tá chovendo hambúrguer: Mercado de hamburguerias ganha força nos últimos anos Tendência cresceu desde 2015 e impulsiona uma nova frente deste comércio alimentício

Tá chovendo hambúrguer! Não no filme com chuvas de sanduíches é claro, e, sim, no crescente número de hamburguerias que estão surgindo em diversos pontos da cidade de São Paulo. Motivados por um público cansado dos famosos fast-foods, muitos empresários decidiram investir num modo de preparo mais artesanal do hambúrguer para voltar as raízes deste ícone da culinária americana. Graças a esta comida, muita gente tem literalmente um ganha pão. Apesar dos riscos de mercado, a eclosão deste negócio alinhado a boa administração, pode resultar numa consolidação financeira a médio prazo. Segundo um levantamento realizado pela consultoria do Ins18

tituto Gastronomia, houve uma alta de 575% deste nicho alimentício - se considerarmos a última década -. A ideia de montar um comércio particular neste ramo é viabilizada pela praticidade na operação e o baixo custo com funcionários que, normalmente, não ocorre em pizzarias, lanchonetes e outros estabelecimentos. Além disso, o surgimento de muitas hamburguerias pode estar ancorado ao fato destes investidores buscarem alternativas para criar algo diferenciado. “Criei a ideia em um momento de fome, quando olhei para o meu bairro e só achei pizzas ou hot-dogs. Não havia nenhum lugar para comer um bom lanche. Mas, até começar a ideia, não sabia do sucesso que se tornaria. A princípio, eram apenas alguns lanches comuns. Porém, fazendo isso, percebi que não conseguia um grande encanto dos consu-

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

midores. Foi aí que visualizei uma hamburgueria artesanal”, conta Alex Rodrigues, que elaborou recentemente uma hamburgueria na própria casa. Anteriormente, Rodrigues trabalhava como cabelereiro na Cidade Tiradentes, localizada na zona leste da capital paulista. E, apesar de ter um público fidelizado, decidiu abrir mão desta atividade e ir atrás de outros desafios em sua carreira profissional. A pequena hamburgueria “Sanduba de Rua” surgiu de um hobbie, mas a rentabilidade o impressionou e o fez reformar uma das partes da residência, a fim de garantir um espaço mais apropriado. O marketing dos seus negócios ainda é feito “boca a boca”. De vizinho para vizinho, a fama de seus hambúrgueres tem alçado mais cliente com o passar do tempo. Além do disso, ele faz uso das redes sociais para divulgar as pro-


moções, chamar a atenção dos consumidores e continuar crescendo. Todavia, no que diz respeito aos benefícios deste negócio de pequena escala, Rodrigues fala dos efeitos de apostar no ramo. “Consegui mudar muita coisa na minha vida e na vida da minha família. É um negócio que vale a pena encarar, mas como todo tipo de comércio de bairro há altos e baixos. Aprendi a guardar meus lucros, inovar e, sobretudo, ficar de olho na concorrência”, conclui. Uma matéria divulgada no jornal ‘Folha de São Paulo’ afirmou que “um hambúrguer gourmet é vendido por até 300% do seu custo de produção”. Assim, se você está pensando em se lançar de cabeça saiba que este mercado oferece um cenário oportuno e a moda das hamburguerias pode ser a sua chance de sucesso em novos negócios. Afinal, com o investimento certo e sempre priorizando a qualidade da comida, acima das demais necessidade, o resto se tornará consequência.

Hambúrguer bizarro Um restaurante nos EUA gerou polêmica nas redes ao oferecer um hambúrguer com recheio de tarântula. O Bull City Burger and Brewery, de Durham, no estado da Carolina do Norte, é famoso por seus lanches com jacaré, iguana, cobras, tartaruga e insetos como ingredientes, e está promovendo uma semana de carnes exóticas, para “celebrar a diversidade” dos alimentos mundo afora. Segundo o restaurante, a aranha, uma tarântula-ebra (Aphonopelma seemanni) originária da Costa Rica, tem gosto de caranguejo ou marisco, um pouco metálico. O sanduíche custa o equivalente a R$ 100, e quem conseguir comer a tarântula inteira ganha uma camiseta eternizando o feito. Perto de você! Costela da Enjoy Hamburgueria Amantes de uma costela ao molho não podem perder um dos pratos mais tradicionais da ham-

bugueria Enjoy, na Vila Jacui, zona leste de São Paulo. Uma costela cuidadosamente selecionada, para que seja mantida uma padronização. A preparação do prato inclui uma sequência de iguarias e temperos para marinar a carne durante cerca de 12 horas, afim de apurar o sabor, pegar o tempero e trazer maciez. Após o processo de 12h, ela é encaminhada para um forno e é cozinhada durante três horas e meio no vapor. A carne se desprende do osso e desmancha na boca do cliente na hora de comer. “Armazenamos a costela refrigerada e, quando o cliente pede, passamos um banho de barbecue e recolocamos no forno para gratinar. O prato também vem com acompanhamento, podendo o cliente escolher entre legumes salteados na manteiga de ervas criada pelo chefe da casa, “Mac and Cheese” que é um macarrão com molho de queijos ou com uma batata assada recheada de requeijão e bacon”, explica o Chef Diego Castro.

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

19


20

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018


Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

21


Conheça o deputado Floriano Pesaro, considerado um dos melhores parlamentares do Brasil Depois de pouco mais de três anos licenciado e comandando a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Social de São Paulo, o deputado Floriano Pesaro (SP) reassumiu seu mandato na Câmara em abril reafirmando o compromisso com a área social. Uma das ações imediatas do tucano na Casa é a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) que pretende vincular 6% do orçamento para o Fundo Nacional de Assistência Social. Sociólogo formado pela USP, Floriano Pesaro tem diversas especializações na área pública, inclusive o curso Executive Leadership Program in Early Childhood Development na Universidade de Harvard, Massachusetts (EUA). Foi eleito vereador em 2008 e reeleito em 2012, sendo considerado, pela ONG Voto Consciente, o melhor parlamentar do Legislativo paulistano. Em 2014 foi eleito deputado

22

federal com 113.949 votos. No Executivo Federal, Floriano foi diretor de Projetos da Secretaria de Educação Superior no Ministério de Educação, em 1999, quando criou e implantou o Programa de Financiamento Estudantil (FIES) e foi secretário do Programa Nacional da Bolsa Escola, o primeiro do País na área de transferência de renda que deu origem aos atuais programas sociais. Em entre 2003 e 2004 foi Secretário Adjunto da Casa Civil do Governo do Estado de São Paulo, durante o segundo mandato de Geraldo Alckmin; Secretário Executivo do Comitê de Qualidade da Gestão Pública; e Coordenador do Comitê Gestor de Política Social, criado para formular políticas, programas e ações sociais do Governo do Estado. Em 2005 assumiu a Secretaria Municipal de Assistência e Desenvolvimento Social da cidade de

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

São Paulo, onde criou um modelo inovador de gestão social, implantando os programas São Paulo Protege e Ação Família– viver em comunidade, além do lançamento da inédita campanha ”Dê mais que esmola, dê futuro”, que afastou do trabalho infantil mais de 2 mil crianças na capital. Como vereador, integrou a Comissão de Justiça e Legislação Participativa (CCJ) e foi o primeiro Presidente da Comissão Extraordinária Permanente do Meio Ambiente. Presidiu a Frente Parlamentar em Defesa das Microempresas, Empresas de Pequeno Porte, dos Microempreendedores Individuais e das Cooperativas. E foi membro da Comissão Parlamentar de Inquérito da Pedofilia e de Enfrentamento à Violência Sexual Infanto – Juvenil; integrou a Frente Parlamentar para implantação do Conselho de Representantes da Cidade de São Paulo


(vice-presidente) e a Subcomissão de Acompanhamento do Plano de Metas 2012 (relator). Eleito líder da bancada do PSDB na Câmara por quatro vezes consecutivas, ganhou o prêmio “Boas Práticas Legislativas” (1ª edição), com o projeto “Aquisição de Papéis com Certificação”, na categoria “Inovação”. No mesmo ano, foi finalista na categoria “Excelência”, com a Lei 15.276, que estabelece diretrizes para a Política Municipal de Prevenção e Combate ao Trabalho Infantil em Suas Piores Formas. No Governo estadual, foi Secretário-adjunto da Casa Civil e Secretário de Estado de Desenvolvimento Social. Durante sua gestão, sob o comando do governador Geraldo Alckmin, avançou substancialmente com programas de enorme repercussão social, como o Bom Prato e o Viva Leite, entre outros. Saiba mais sobre Floriano Pesaro em www.florianopesaro.com.br

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

23


24

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018


Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

25


A 59ª Festa de 1º de Maio de Ermelino Matarazzo volta com toda força

O vereador João Jorge foi o responsável pelo resgate da festa de 1º de Maio de Ermelino Matarazzo

Cerca de 20 mil pessoas participaram com imensa alegria e animação da 59ª festa de 1º de Maio, em Ermelino Matarazzo, conhecida como a mais antiga e tradicional festa integrante do calendário oficial de eventos do Município de São Paulo. Sob a realização da ONG Jovens do Brasil – e com o apoio do Prefeito Regional de Ermelino Matarazzo, Artur Xavier –, o evento teve início ainda no começo de abril, no dia sete, e contou com várias atrações, ao longo do mês, para atender a população local, com programas esportivos, culturais e de entretenimento, para público de todas as idades. Na data de encerramento, no feriado do dia 1º maio, as avenidas Paranaguá, Boturussú, Milene Elias, a Rua Fioravante Lopes Garcia, o Largo 1º de Maio e a Praça Benedicto Ramos Rodrigues, 26

Ronaldo Lino (Chefe Gab.), João Jorge e Rubão (Organização da Festa)

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018


Vanderley Macris (Dep.Fed.), Arthur Xavier (Prefeito Regional), João Jorge (Vereador) e Divaldo Rosa (jornalista)

transformaram-se num grande cenário para abrigar várias atrações, tais como corrida de rua, desfile da miss Thainá Freitas, celebração de missa campal – celebrada pelo Padre Ticão –, desfile cívico, shows musicais de vários gêneros musicais (sertanejo, samba, hip hop, rock e gospel). Este ano os festejos tiveram como presidente o deputado federal Vanderlei Macris, como vice-presidente o deputado estadual Cauê Macris, e como presidente de honra o vereador João Jorge. A festa surgiu ainda nos anos 60, após diversas manifestações contra as condições de trabalho oferecidas pelas empresas insta-

ladas aos arredores de Ermelino Matarazzo. Após o apoio de um número mínimo de comerciantes,

foi realizada a primeira reunião para a organização da primeira festa, no dia 21 de abril de 1960.

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

27


Nitro Química lança relatório de sustentabilidade Com as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), companhia expõe as conquistas, avanços e desafios em três esferas: ambiental, social e econômica A Nitro Química, líder global na produção de nitrocelulose e especialidades químicas à base deste produto, lança seu primeiro relatório de sustentabilidade, que segue as diretrizes da Global Reporting Initiative (GRI), instituição que estabelece o padrão internacional de relatórios socioambientais corporativos. Nesta primeira edição, a empresa reforça por meio da publicação o comprometimento e transparência com os stakeholders, os investimentos em pesquisa e inovação e expõe os desafios, conquistas e avanços nas áreas ambiental, social e econômica. Com exportação para mais de 70 países, a empresa destaca as 28

principais ações realizadas em 2016. No período, com os projetos de melhorias nas instalações da fábrica na capital paulista, a empresa reduziu em cerca de 30% as emissões de gases de efeito estufa, 10% o consumo de energia na planta de nitrocelulose e 5% o consumo de água. O recurso natural, que é captado do rio Tietê, em São Paulo, conhecido pelo alto grau de concentração de poluentes, é tratado em uma estação interna da Nitro Química, para que seja utilizado no processo. Após a utilização, o efluente passa por um tratamento primário, que corrige o pH e retém os sólidos e depois é enviado à estação da companhia paulista de saneamento (Sabesp) e, enquanto parte da água é devolvida ao rio, outra parte é aproveitada para reuso. Além disso, a companhia gera internamente cerca de 40% da energia que consome em

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

suas operações. No relatório também são apresentadas as principais movimentações referentes aos negócios da empresa no ano passado. Entre os destaques está a consolidação da internacionalização da companhia, com a aquisição da Alchemix Corporation, principal produtora de soluções à base de nitrocelulose no mercado norte-americano, localizada em Atlanta (Georgia/ EUA), e a abertura do escritório regional em Viena (Áustria), que visa fortalecer o relacionamento e o contato com os mercados europeus, asiáticos e do Oriente Médio. Com a estratégia e os desafios de oferecer produtos e serviços customizados, agregando ainda mais valor aos clientes, aNitro Química tem investido fortemente em pesquisa e inovação. Na publicação, a empresa reforça a série de ações de-


senvolvidas e que buscam levar soluções cada vez mais capazes de atender necessidades específicas dos clientes em diversos nichos de atuação. Para o CEO da Nitro Química, Marcos Cruz, a iniciativa demonstra a preocupação da direção da companhia com a sustentabilidade e a transparência dos processos. “O relatório expõe aos stakeholders os desafios, conquistas, avanços e o crescimento sustentável da companhia. É, ainda, uma forma

importante de prestar contas à sociedade sobre as atividades realizadas ao longo do último ano”. O relatório de sustentabilidade da Nitro Química está disponível na versão completa e resumida por meio do link. O conteúdo também pode ser conferido em três idiomas: português, inglês e espanhol. Sobre a Nitro Química A Nitro Química é a principal

produtora global de nitrocelulose e de derivados deste produto, com fornecimento para o mundo todo. A empresa possui mais de 80 anos de competência tecnológica acumulada e trabalha continuamente para oferecer soluções químicas que melhoram a vida das pessoas e o negócio de seus clientes. É reconhecida mundialmente pela atuação destacada em relação à segurança de suas operações e segue rigorosos padrões de sustentabilidade.

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

29


30

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018


Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

31


Fotos: Alcantara’s Fotografia

Atores Eriberto Leão, Ellen Rocche e Rafael Zulu se juntam a nomes renomados da moda em evento que teve programação por desfiles, palestras e workshop

uem disse que as tendências precisam ficar apenas nas páginas das revistas ou nas fotos dos sites e redes sociais das blogueiras? Para deixar os clientes ainda mais antenados dentro da moda, o Shopping Metrô Itaquera apresentou o evento Fashion Show com as principais tendências de outono/ inverno 2018 e as novidades do universo fashion. O Fashion Show Itaquera contou ainda com uma vasta programação com palestras direcionadas para lojistas e convidadas e workshops com nomes renomados do mundo da moda, como a jornalista Mônica Salgado, ex-editora da revista Glamour, o maquiador e cabeleireiro Carlos Carrasco e a ilustradora Clau Cicala, 32

especializada em estamparia. Para fechar com chave de ouro a programação, o Fashion Show contou com três desfiles para apresentar as tendências e novidades em moda feminina, masculina e infantil das principais lojas e âncoras do Shopping Metrô Itaquera. Na passarela, o público também curtiu a presença dos atores Rafael Zulu, Ellen Rocche e Eriberto Leão, globais que formam o triângulo amoroso da novela O Outro Lado do Paraíso. Cerca de 90 mil clientes estiveram presentes no evento. Em plena temporada de outono inverno, o Fashion Show desfilou peças que já estão disponíveis nas lojas. “O mercado mudou, principalmente o mundo da moda que atualmente conta

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

Fotos: Alcantara’s Fotografia

Q

Fashion Show Itaquera apresenta as tendências de outono/inverno 2018


Fotos: Alcantara’s Fotografia

Fotos: Alcantara’s Fotografia

Quintana, referindo-se à tendência que proporciona comprar uma peça recém-saída da passarela, ou seja, o consumidor não precisa esperar mais seis meses para adquirir o que foi desfilado nas semanas de moda.

Fotos: Alcantara’s Fotografia

com no mínimo seis coleções durante todo o ano. O fenômeno see now, buy now (veja agora, compre agora) já é uma realidade das grifes internacionais e brasileiras”, afirma o gerente de Marketing do Shopping Metrô Itaquera, Fábio

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

33


Fotos: Alcantara’s Fotografia

O evento, gratuito, foi realizado na Praça de Eventos da Expansão. O Shopping Metrô Itaquera fica na Avenida José Pinheiro Borges, s/n, Itaquera.

34

Jornalista Monica Salgado

jas Marisa, C&A, Preçolândia, Besni, Pernambucanas, além de uma moderna operação de cinema (Cinépolis) com oito salas e uma academia Smart Fit. O empreendimento também é conhecido por sediar o maior Poupa Tempo do Estado de São Paulo e o primeiro Drive Thru de MC Donald’s dentro

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

de um shopping center na Zona Leste.

Ancar Ivanhoe

Pioneira no setor de shopping centers, a Ancar Ivanhoe é uma das líderes do mercado, com mais de 40 anos de atuação.

Fotos: Alcantara’s Fotografia

Shopping Metrô Itaquera

Inaugurado em 2007, o Shopping Metrô Itaquera, administrado pela rede Ancar Ivanhoe, é uma das principais referências comerciais na Zona Leste de São Paulo. Com localização privilegiada, está instalado em um bairro com aproximadamente 520 mil habitantes e possui seus acessos interligados à estação do Metrô Corinthians-Itaquera, CPTM, Terminal Urbano e Arena Corinthians. Com 300 lojas, sendo 15 âncoras, 100 quiosques, duas Praças de Alimentação com 38 fast-foods e 5 restaurantes, como Outback e Johnny Rockets, o shopping abriga as principais marcas do varejo que inclui Renner, Riachuelo, Kalunga, Magazine Luiza, Lojas Americanas, Daiso Japan, Extra Hipermercados, Casas Bahia, Lo-


Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

35


Tendências da moda Outono-Inverno Conheça algumas tendências da coleção outono inverno 2018 As palavras chaves das tendências outono inverno deste ano , são di-

36

versidade e conforto. O importante é você se sentir bem pois não existe uma única verdade na maneira de vestir, e sim uma

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

grande variedade de estilos, cores e cortes. Cabe a você saber adaptá-las e usá-las da melhor forma e da maneira que mais lhe convém.


Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

37


Especial Dia das Mães

A história de Anne Jarvis e o nascimento desta data comemorativa

É comum, no mundo contemporâneo, a comemoração do Dia das Mães em todo segundo domingo de maio. Essa data já se tornou sinônimo de afeto, carinho, consideração pelas genitoras e também símbolo de consumismo. A despeito do viés mercadológico, o Dia das Mães é uma data de singular importância para o mundo ocidental, sobretudo por reforçar os vínculos familiares. Mas como o segundo domingo de maio passou a ser considerado, mundialmente, como o Dia das Mães? Desde a Idade Antiga há relatos de rituais e festivais em torno de figuras mitológicas maternas e de fenômenos como a fertilidade. Na Idade Média, havia também muitas referências a respeito da figura da Mãe, sobretudo o simbolismo judaico-cristão com as figuras de Eva e Maria. Mas foi apenas no início do século XX que as mães passaram a ter um dia oficial para serem home38

nageadas. A escolha da data (todo segundo domingo de maio) remete à história da americana Anna Jarvis. Origem do Dia das Mães Anna Jarvis perdeu sua mãe, Ann Marie Reeves Jarvis, em maio de 1905, na cidade de Grafton, no estado da Virgínia Ocidental, EUA. Com a morte da mãe, Anna, diante do sofrimento e da dor que sentiu, decidiu organizar com a ajuda de outras moças um dia especial para homenagear todas as mães e para ensinar as crianças a importância da figura materna. Anna e suas amigas eram ligadas à Igreja Metodista da cidade mencionada acima. Em 10 de maio de 1908, o grupo de Anna conseguiu celebrar um culto em homenagem às mães na Igreja Metodista Andrews, em Grafton. A repercussão do tema do culto logo chamou atenção de líderes locais e do então governador do estado de Virgínia Ocidental, William E. Glasscock. Glassock definiu a data de 26 de abril de 1910 como o dia oficial de comemoração em homenagem às mães. Logo a repercussão da cele-

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

bração oficial em âmbito estadual alastrou-se para outras regiões dos Estados Unidos e foi adotada também por outros governadores. Por fim, no ano de 1914, o então presidente dos EUA, Woodrow Wilson, propôs que o dia nacional das mães fosse comemorado em todo segundo domingo de maio. O importante a ser mencionado é que a decisão de Wilson foi tomada a partir de sugestão da própria Anna Jarvis, que ficou internacionalmente conhecida como patrona do Dia das Mães. Dia das Mães no Brasil No caso do Brasil, o Dia das Mães foi comemorado pela primeira vez em 12 de maio de 1918, na Associação Cristã de Moços de Porto Alegre. Em outros lugares, houve também outros focos de comemoração de mesmo teor, geralmente associados a instituições religiosas. Mas foi somente em 1932, durante o governo provisório de Getúlio Vargas, que o Dia das Mães passou a ser celebrado segundo o molde dos Estados Unidos, isto é, em todo segundo domingo do mês de maio.


Dia das Mães 2018: 13 de maio Dia das Mães 2019: 12 de maio Dia das Mães 2020: 10 de maio Dia das Mães 2021: 9 de maio Dia das Mães 2022: 8 de maio Dia das Mães 2023: 14 de maio O Dia das Mães também é uma importante data para o comércio no Brasil, perdendo apenas para o Natal em vendas. A celebração está à frente do Dia dos Pais, Dia dos Namorados e Páscoa. Todo dia é Dia das Mães A casa está suja, as roupas acumuladas para lavar, a pia cheia de louça e a comida para fazer. Muitas vezes pode-se acreditar que as mães são heroínas e conseguem fazer mil atividades em um dia, mas a coisa não funciona dessa forma. Comece a ser mais gentil e a perceber que uma pequena ajuda aqui ou ali são fundamentais para deixa-la viver melhor e ser mais feliz, afinal ela não deve servir a todos, pelo contrário, deve ser colocada no seu posto de direito den-

tro de casa e ser tratada como uma verdadeira rainha. Filhos têm uma tendência de discutir por coisas irrelevantes, tudo para provar que são independentes ou coisa parecida. Tome cuidado, pois as mães perdoam,

mas as mágoas de uma palavra ofensiva ou de uma briga podem conturbar elas durante uma vida inteira. Mesmo se você estiver errado, pense sempre na importância de valorizar a mãe. Afinal, todo dia é dia das mães.

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

39


Fotos: Ellen Brito

Mulheres que fazem acontecer

Advogada cria corrente nas redes sociais para auxiliar mães de crianças diagnosticadas com plagiocefalia posicional. Falta de informação e uns dilemas vividos pela própria filha, motivam Carolina a estudar sobre a patologia

Sócia fundadora de uma assessoria jurídica de referência em São Paulo e vice-presidente da OAB de São Miguel, nunca sequer passou pelos planos de Carolina se tornar uma referência em outro assunto que não fosse à área do direito. No instante que a pequena Isadora veio ao mundo, isso tudo mudou. Não é à toa que o nome de origem egípcia escolhido para a bebê quer dizer ‘presente’ ou ‘dádiva’, pois, foi por um problema vivido por ela, que Carolina Chiavaloni pode ir a fundo nas pesquisas sobre a plagiocefalia posicional e ajudar ou40

tras famílias. A reportagem da Revista Acontece traz nesta matéria a história da advogada consolidada, que passou a usar as redes sociais para auxiliar e amparar outras mães de crianças diagnosticadas com a patologia da “cabecinha torta”. Apesar do pouco acervo bibliográfico de conteúdos sobre esta má formação craniana, o número dos últimos anos cresceu exponencialmente e a estimativa é que a cada 100 bebês, 12 nascem com algum tipo de assimetria craniana. Quando tudo começou? Inicialmente, Isadora não apresentava uma deformidade no crânio, mas as suspeitas de que havia algo errado recaíram no quinto mês de vida. Obviamente, Carolina consultou alguns pediatras, a fim de entender sobre aquele desalinhamento na cabeça de sua filha. As repostas obtidas contrariavam todas as lógicas e, na maior parte dos casos, os médicos informaram

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

lhe que “era normal nesta idade” e que “se normalizaria quando ela atingisse 3 anos de idade”. O que alimentou a sua desconfiança não foi a natureza do seu trabalho, mas sim, o lado de mãe. Algumas características tornavam camuflável o dilema vivido por Isa, porém a advogada observava minuciosamente a filha, durante algumas das atividades no dia a dia - o que não ocorre em todas as famílias com o mesmo problema. “Como o cabelinho dela foi crescendo e enchendo, aos olhos de muitos passava totalmente despercebido. Mas, meu marido e eu, notávamos que aquela assimetria continuava, principalmente na hora do banho com o cabelinho molhado”, conta Carolina. O diagnóstico correto só veio depois de muita insistência e, com a avalição de especialistas das áreas de neurologia e fisioterapia, chegaram ao veredito: plagiocefalia posional, ou popularmente conhecida como “cabecinha torta”. E


Fotos: Ellen Brito

agora? O que é plagiocefalia posicional ou cabecinha torta? Plagiocefalia posicional é o achatamento de um dos lados da cabeça do bebê. Na maioria das vezes, a cabecinha torta pode ser corrigida com simples procedimentos. Mas, com o passar do tempo e sem o cuidado correto, o caso pode agravar e deve receber uma atenção especial. As consequências das futuras complicações estéticas fazem com que os olhos ou orelhas fiquem totalmente desalinhados, prejudicando o fechamento da mandíbula. Felizmente, os danos não são revertidos na parte cognitiva e neurológica do cérebro. Tratamento Carolina não é mãe de primeira viagem, mas aquele termo sim foi uma novidade para ela. Parada ali diante de sua filha, ela teria duas escolhas: viveria questionando e sofrendo? Ou iria atrás de mais aprendizado sobre a plagiocefalia posicional? Felizmente, a segunda, para ela, era de longe a melhor escolha. Isadora despertou em sua mãe, a vontade de entender tudo sobre aquele diagnóstico. Ao longo das pesquisas, Carolina se deparou com uma das formas de tratamento mais eficiente e que poderia reverter o quadro da sua filha, desde que realizasse o tratamento antes de completar 18 meses. Para isso, Isadora usou uma espécie de órtese craniana (capacete) que normalizou a deformação. Essa órtese é confeccionada sob medida nos Estados Unidos, num processo de escaneamento tridimensional no crânio do mesmo. Problemas enfrentados Descobrir este tratamento foi uma mistura de alegria e temor. De fato, ele apresentava resultados rápidos, eficientes e o método era indolor. As razões, que a levaram há algumas inquietações, foi pensar sobre o impacto financeiro em que a família mergulharia.

Acontece que, aqui no Brasil, só existe uma clínica especializada no tratamento de plagiocefalia posicional e, em média, o tratamento custa R$15 mil. Sendo que, quase todos os convênios, negam a cobertura. “Os que não apoiam sustentam que com o tempo se resolve apenas com reposicionamentos do bebê, que é um investimento muito alto para algo que se resolveria naturalmente, que ainda que fique algum achatamento o cabelo vai esconder. Vivemos em uma sociedade muito preconceituosa e cheia de padrões, já estamos deixando um futuro tão difícil e cheio de incertezas para nossos filhos, porque então não usar em favor deles tudo aquilo que temos de melhor que a medicina hoje nos oferece”, disse ela para si mesmo ao abraçar a causa de seu neném e seguir em frente mesmo com o alto custo. Espelho para outras mães Durante o tratamento, Carolina se acostumou a postar algumas fotos da Isadora com a órtese e comentar sobre o andamento do tratamento. Nas redes sociais, a advogada ganhou uma maneira de veicular as informações relevantes sobre o assunto para um grande número de pessoas.

Em pouco tempo, seu número de seguidores cresceu de maneira expressiva e, tão logo, outras mães se interessaram sobre aquele “capecetinho” usado por sua filha. Perguntas como: quais institutos médicos ofereciam o tratamento para a plagiocefalia posional, quanto custava o procedimento e entre outras questões, passaram a ser frequentes em seu perfil do Facebook e no Instagram. “(...) todo aquele sentimento ruim que sentimos em um primeiro momento, se transformou em gratidão! Gratidão por ter acesso a informação e por ser a chance de proporcionar para nossa filha esse tratamento. Isso fez também com que me sentisse na obrigação de passar as informações, que obtive, à frente e também dar a chance a outras famílias”, explica Carolina. Atualmente, a advogada administra um grupo de Whatsapp com várias mães. Através desta plataforma, elas trocam dicas e experiências sobre os desafios das crianças, como as transpirações pela cabeça e o aparecimento de vermelhidões. Sem querer, Carolina se tornou uma referência para falar sobre a patologia da “cabecinha torta”. De fato, Isadora foi um presente não só para a sua mãe, como para muitas outras.

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

41


42

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018


Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

43


Cientistas elaboram teoria sobre vida inteligente na terra antes dos humanos O artigo foi publicado por alguns veículos americanos; Série britânica é homenageada nos termos para designer a espécie antes da humanidade A Terra é o único planeta que nós temos certeza – até o momento - que pode suportar uma espécie tecnologicamente avançada, mas pouca atenção foi dada à possibilidade de que, durante 4,5 bilhões de anos, nosso mundo tenha produzido mais de uma civilização industrializada. O climatologista Gavin Schmidt, diretor do Instituto Goddard para Estudos Espaciais da NASA, juntamente com Adam Frank, cientista da Universidade de Rochester, resolveram investigar essa suposição e escreveram juntos um artigo denominado “A hipótese Siluriana: seria possível detectar uma civilização industrial no registro geológico? ”. 44

O termo Silurian foi emprestado da série de ficção científica britânica “Doctor Who”, o qual se refere a uma raça reptiliana que viveu na Terra milhões de anos antes do surgimento de nossa própria sociedade. A Revista Acontece traz as partes mais importante deste artigo, que expande ainda mais a insaciável vontade humana para descobrir se houve outros espécimes inteligentes e desenvolvidos como nós. Marcas Publicado neste mês no International Journal of Astrobiology (uma revista americana com matérias relacionadas a origem e a evolução da vida na Terra), o trabalho descreve o tipo de assinatura que uma espécie tecnologicamente competente pode deixar para trás. Schmidt e Frank usam rastros projetados do Antropoceno, a era atual na qual a atividade humana está

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

influenciando processos planetários, como clima e biodiversidade, como um guia para o que poderíamos esperar de outras civilizações. Vale lembrar que é improvável que quaisquer estruturas reveladoras maciças permaneçam preservadas ao longo de dezenas de milhões de anos de atividade geológica — isso vale tanto para a civilização humana quanto para quaisquer possíveis precursores no planeta. Quase imperceptível Em vez disso, Schmidt e Frank propõem a busca de sinais mais sutis, como subprodutos do consumo de combustíveis fósseis, eventos de extinção em massa, poluição plástica, materiais sintéticos, sedimentação interrompida do desenvolvimento agrícola ou desmatamento e isótopos radioativos potencialmente causados por detonações nucleares. “Você realmente tem que mer-


gulhar em muitos campos diferentes e reunir o que consegue enxergar”, afirma Schmidt. “Envolve química, sedimentologia, geologia e todas essas outras coisas. É realmente fascinante” completa. Equação de Drake O artigo dos cientistas relaciona a hipótese siluriana à equação de Drake, que é uma abordagem probabilística para estimar o número de civilizações inteligentes na Via Láctea, desenvolvido pelo astrônomo Frank Drake. Uma das principais variáveis da equação é o tempo que as civilizações são capazes de transmitir sinais detectáveis. Uma razão proposta para não termos conseguido contato com uma espécie alienígena é que essa variável de “duração de tempo” pode ser extremamente curta — seja porque civilizações tecnologicamente avançadas se autodestruam ou porque aprendam a viver sustentavelmente em seus mundos de origem. “É possível que o período detectável de uma civilização seja muito

mais curto do que a sua longevidade real, porque você [a humanidade] não pode durar muito tempo fazendo os tipos de coisas que estamos fazendo”, explicou Schmidt. “Você para porque estragou tudo ou aprende a não fazer isso. De qualquer forma, a explosão de atividades, o desperdício e as quantidades massivas de rastros são, na verdade, um período muito curto de tempo”. “Talvez isso tenha acontecido 1 bilhão de vezes no Universo”, acrescentou ele, “mas se durasse apenas 200 anos todas as vezes, você nunca veria isso”, completa Schmidt. Hipótese Siluriana A mesma lógica vale para quaisquer civilizações anteriores que possam ter surgido na Terra, apenas para colapsar em ruínas ou reduzir as atividades que ameaçam sua vida útil. Definitivamente, há algumas lições não tão sutis que os humanos podem tirar desse caminho bifurcado que é, afinal de contas, uma versão industrial

do antigo mantra evolucionário: adaptar ou morrer. Isso, para Schmidt e Frank, é um dos temas centrais da hipótese siluriana. Se pudermos refletir sobre a possibilidade de não sermos os primeiros terráqueos a produzir uma civilização tecnologicamente avançada, talvez possamos apreciar melhor a precariedade de nossa situação atual. Descentralização humana “A ideia sobre o nosso lugar no Universo tem sido esse progressivo distanciamento de nós mesmos do estudo”, afirmou Schmidt, citando crenças ultrapassadas, como o modelo geocêntrico do Universo. “É como uma retirada gradual de uma visão totalmente autocentrada, e [a hipótese siluriana] é realmente apenas uma maneira extra de fazer isso.” “Precisamos ser objetivos e abertos a todos os tipos de possibilidades”, acrescentou ele, “se pudermos ver o que o Universo realmente tem a nos oferecer”, finalizou.

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

45


Como surgiram tantas raças de cachorro?

A Revista Acontece responde e tira suas dúvidas sobre estes animais que, muitas vezes, chegam a serem considerados como membros da família

Nossa redação se mobilizou e foi atrás do que pode ser chamado de “seleção artificial” ou “criação”, defendidas por Charles Darwin em suas teorias.

Labrador, Rottweiler, Beagle, Poodle. Ufa! Aposto que você teve, tem ou conhece alguém quem tem uma dessas raças de cachorro. Existem uma infinidade desses pets que, inicialmente, se limitavam as funções e rotinas diárias de trabalhos para a sociedade. Com o passar dos anos, as migrações êxodos-rurais (do campo para a cidade), deixaram os cães livres das funções como pastoreio, guarda ou puxador de trenós. Mas, não é sobre a história de quando eles passaram a ser mimados com carinhos que a Revista Acontece traz nesta matéria, e, sim, a resposta para “de onde surgiram tantas raças de cachorro?”. Atualmente, existem entorno de 400 raças com tamanhos, cores, pelagens e formas diferentes.

Origem As primeiras aproximações de grupos humanos com os lobos ocorreram por volta de 10 mil anos A.C (antes de Cristo), assim que começaram a estabelecer as aldeias. Os lobos mais calmos passaram a ser ótimas sentinelas para esse formato de sociedade sedentária. Em troca da liberdade, os lobos ganhavam comida fácil e abundante. Além disso, este é o período no qual o homem passa a ter o “poder da evolução”, pois, os humanos começam a forçar certos cruzamentos e sacrificar aqueles que nasciam sem as características desejadas. Chamamos isso de “seleção artificial” ou “criação”. Foi analisando este tipo de trabalho humano sobre espécies que fez com que Charles Darwin procurasse as ex-

46

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

plicações de como isto se sucedia na Natureza. Hoje, modelamos plantas e animais para a nossa alimentação e outros desejos, apenas fazendo sucessivos cruzamentos. Raças Preparamos alguns exemplos de raças, que estão entre as preferidas pelos brasileiros, para descrever a sua origem. Veja a seguir quais são os querinhos do Brasil, com base de um levantamento realizado portal “WebCachorros”. O Poodle é uma raça canina oriunda da França. Originalmente, era utilizado como cão de caça às aves aquáticas. É considerada a segunda raça mais inteligente do mundo, de acordo com a listagem elaborada por Stanley Coren. Além de serem bastante dóceis e inteligentes, outra característica marcante destes pequenos notáveis é o companheirismo: os poodles amam ficar coladinhos aos seus donos e, principalmente, nas crianças.


Rottweiler É uma raça canina desenvolvida na Alemanha. Cão criado por açougueiros da região de Rottweil para o trabalho com o gado, logo tornou-se um eficiente animal de guarda e boiadeiro, além de ser útil na tração. Devido à sua utilidade, tornou-se popular em todo o mundo. É uma raça descrita como de exemplares inteligentes, valentes e devotados. Fisicamente é um animal forte, de pelagem preta e curta, com marcações em castanho. Apesar de carregar a fama de durão e violento, o Rottweiler é uma das raças consideradas amorosas e dóceis.

Yorkshire

Maltês

Pug

Estes pequenos são provenientes do condado de Yorkshire na Inglaterra. Exatamente! Seu nome é inspirado de onde os primeiros da raça surgiram. Inicialmente criada para ser rateira, mas seus criadores perceberam cedo o potencial para uma boa raça de companhia. O pequeno peludo é a raça preferida das mulheres brasileiras, por conta do seu porte pequeno. A agilidade e a esperteza também são adjetivos que favorecem a sua popularidade.

Também chamado de Bichon maltês, é uma raça canina de pequeno porte oriunda de Malta. Apesar de existirem diversas controversas na sua origem, alguns desenhos e esculturas datados de 4.000 a.C, mostram este cachorro como inspiração para os nativos das Ilhas Maltesas. Em casas mais tranquilas, o cão mantém a tranquilidade. Já em lares mais agitados, geralmente a espécie exalam agitação.

O Pug, apesar de pequeno, é um cão valente e fiel ao seu dono. Bastante dócil, é uma excelente companhia para as crianças. Ah, quem busca um cão que defenda seus donos com unhas e dentes, encontra no Pug a melhor escolha. É uma raça originária da China. Tal afirmação é baseada no fato de terem encontrado cães similares na nação Oriental nos idos de 1700 a.C

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

47


Os endereços mal-assombrados na cidade de São Paulo Pontos espalhados pela capital paulistana que são temidos por suas lendas urbanas Tem gente que não se levanta de madrugada para beber água depois daquele filme de terror marcante, mas também há aqueles que gostam de contos sobre

lugares mal-assombrados. Endereços que carregam histórias de tristes episódios e, com o passar dos anos, passaram a ser fruto de lendas urbanas. Nossa reportagem foi atrás de alguns destes locais em São Paulo, para provar que os fantasmas não são artigos de luxo provindos dos

americanos. Alguns estão visíveis, mas, quem passa hoje, mal lembra ou sabe o que aconteceu em edifícios como Andraus e Joelma, na região central da capital, nos anos 70. Além disso, há o Cemitério da Consolação, casa eterna de muitos desses personagens mortos em algum evento trágico.

Edifício Andraus

(Inauguração 1962)

Endereço: Av. São João com a Rua Pedro Américo, 32 - Centro Este edifício sofreu um incêndio em 1972, deixando 16 mortos e 360 feridos. Impossibilitada de utilizar as escadas de emergência, a maioria dos sobreviventes da tragédia optou por subir ao último pavimento do edifício, onde ficou até que os bombeiros controlassem o fogo. Eles foram posteriormente resgatados de helicóptero. O incêndio do Andraus foi, na época, a primeira grande tragédia transmitida ao vivo pela televisão brasileira, e as cenas horríveis de pessoas se jogando das janelas do edifício chocaram o Brasil e o mundo. Até hoje, os moradores dizem escutar os pedidos de socorro daqueles que morreram. Já foram registrados casos de “poltergeist”, como o barulho de portas e janelas que abrem e fecham sozinhas, além de ruído de passos.

Edifício Joelma

(Inauguração 1970)

Endereço: Praça da Bandeira, rua Santo Antônio, 184 e av. Nove de Julho, 225 - Bela Vista Os testemunhos de aparições de espíritos no edifício Joelma surgiram, em especial, após o incêndio, em 1974, que atingiu o prédio e matou 188 pessoas. “Muitas das 48

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018


vítimas que estavam no prédio, sem alternativas e com o pavor à flor da pele , se dividiram: umas foram para o terraço na esperança de um resgate de helicóptero e outras foram para os parapeitos das janelas. Para complicar ainda mais a situação, o edifício não possuía heliporto e as telhas e a fumaça impediam um pouso ou aproximação maior dos helicópteros”. Muitas pessoas, em pânico, não enxergaram outra solução para se salvarem e pularam. Nenhuma delas sobreviveu. Durante o incêndio, 13 pessoas tentaram escapar pelos elevadores, mas morreram carbonizadas. O estado dos corpos impediu a identificação dos cadáveres (na época não existia o exame de DNA). Assim, nasceu o Mistério das 13 Almas.

Cemitério da Consolação

(Inauguração 1970)

Endereço: Rua da Consolação, 1.660 - Consolação Localizado em área nobre, foi o primeiro cemitério público da capital paulista e teve sua capela erguida graças à doação da famosa Marquesa de Santos, Domitila,

que era amante do imperador D. Pedro I. “Ela é considerada uma santa popular e sempre há, até hoje, uma flor vermelha em seu túmulo, como ela pediu que fosse feito pouco antes de morrer”, nos contou uma funcionária que não quis se identificar. A necrópole já é mal assombrada por natureza e o Cemitério da Consolação conta com alguns dos “fantasmas” mais ilustres. “Há relatos de aparições da própria Domitila, Monteiro Lobato, Mário Zan (que comprou um

jazigo em frente ao da Marquesa de Santos), Tarsila do Amaral e Antoninho da Rocha Marmo, que morreu na década de 1930 e é conhecido como o Santo do Povo. Todos estão enterrados ali”, conta. Entre outros mortos, estão alguns dos personagens dessas casas mal-assombradas, como os três parentes mortos no Castelo da Rua Apa, Dona Yayá e as mulheres mortas por um professor, jogadas em um poço onde hoje é o Edifício Joelma.

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

49


50

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018


7,4 MILHÕES DE PESSOAS TRANSPORTADAS

TODOS OS DIAS NOS TRILHOS DE SÃO PAULO

NOVA

LINHA

13-JADE

DA CPTM

LIGA A CAPITAL

AO AEROPORTO INTERNACIONAL DE GUARULHOS

23

NOVAS ESTAÇÕES DE METRÔ

E CPTM

ATÉ O FIM

DO ANO, SERÃO

MAIS DE DE METRÔ

5

LINHAS EM OBRAS

DE METRÔ

E CPTM

Milhões de pessoas utilizam o sistema paulista de transporte sobre trilhos todos os dias. Para continuar atendendo a essa crescente demanda, o Governo do Estado de São Paulo segue trabalhando na modernização, ampliação e integração do Metrô e da CPTM.

É com trabalho que a gente chega lá.

Abril e Maio de 2018 | Revista Acontece Leste

51


52

Revista Acontece Leste | Abril e Maio de 2018

Revista Acontece Leste - Edição 40  

Acompanhe nosso site: www.aconteceagora.com.br

Revista Acontece Leste - Edição 40  

Acompanhe nosso site: www.aconteceagora.com.br

Advertisement