__MAIN_TEXT__
feature-image

Page 1


S I O P E OS D

10 AN

!

U O T L O ELE V

! A D A LARG

A A D A D Á ? R E R S A R A C N E I VA

Baixe gratuitamente o aplicativo e descubra um mundo de novidades do universo da comunicação visual e impressão digital! Além de estar por dentro de TUDO que acontece com os adesivos do DESAFIO em tempo real!


Sumário

PARA ALCANÇAR ALTAS VELOCIDADES E COM BAIXO TCO, VOCÊ SÓ PRECISA DE UM IMPULSO. A COMUNICAÇÃO VISUAL E O MERCADO NOVO Luciana Andrade e Maicol Souza trazem toda sua experiência no mercado de comunicação visual e fazem uma análise do que foram os últimos anos do mercado, e o que esperar para 2017. Como reagir as rápidas mudanças e vislumbrar novas oportunidades. Confira!

EFI VUTEk HS125 Pro

20

Você gosta de velocidade. A EFITM VUTEk® HS125 Pro é uma impressora de altíssima velocidade que oferece gráficos incríveis e TCO super-reduzido. Impressões de até 125 placas por hora. Adicione um servidor de impressão

06

editoriaL e EXPEDIENTE

08

suas impressões

10

LANÇAMENTO

Arclad lança vinil que promete revolucionar mercado das lonas

11

28

GF profissional oferece soluções para o mercado de comunicação visual

Cinco ações que devem ser evitadas em 2017

gf news

Fiery® e está pronto para começar. Visite efi.com

ARTIGO CHRISTIAN BARBOSA

16

DEIXE-NOS IMPULSIONAR SEU SUCESSO

gf news Vem aí a segunda edição do desafio de marcas de vinil

18

GF NEWS

Fespa Brasil Fórum leva rico conteúdo aos profissionais de Curitiba

©2016 Electronics For Imaging, Inc. All rights reserved.


EDITORIAL

Expediente Novembro/Dezembro 2016 | Ano 10 – nº 118

Editora/Diretora Luciana Cristina Andrade editora@grandesformatos.com

Luciana Andrade Editora editora@grandesformatos.com

Queridos leitores Parafraseando minha amiga, a ilustre Alessandra Assad, quando lançou seu primeiro livro: ATREVA-SE A MUDAR! Vivemos muitas situações neste ano que nos colocaram a prova. Acredito que a maioria de vocês estão vivendo um momento muito peculiar em cada empresa. Será a hora de aceitar que o desanimo tome conta de seus planos? Ou será o momento mais oportuno para fazer novos e providenciais planos? Porque não tirar aquela ideia que estava lá no fundo da gaveta e agora ter forças para deixar ela bem ali, na sua frente, como META? Vamos tentar juntos?

jornalista

Atendimento ao leitor +55 (41) 3023-4979

Anúncios atendimento@grandesformatos.com editora@grandesformatos.com

Projeto e desenvolvimento gráfico Malorgio Studio welcome@malorgiostudio.com

6

To d os os d ireitos reservad os . A reprodução total ou parcial deste material é permitida mediante autorização prévia expressa

A GF está buscando muitas soluções! E mostraremos várias inspirações a cada edição! Deixe-se levar por uma inspiração e desfrute da mudança em sua empresa, em sua vida!

opinião da revista. Os informes técnicos são de caráter

Um beijo no seu coração N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6 • RE V I S TA GF

issuu.com/grandesformatos

www.linkedin.com/company/revista-grandes-formatos

Antonio Escobar capacitacao@grandesformatos.com

pela GF Editoração Ltda e desde que tenha citada a

Que este seja nosso lema neste novo ano!

Envie suas sugestões, comentários e críticas

@grandesformatos

Atendimento e Cursos

Vamos juntos mudar e fazer com que o destino venha a nosso favor?

So quem passa por momentos difíceis sabe apreciar o gosto da vitória!

Sociais

Andressa Fonseca MTB 9186/PR faleconosco@grandesformatos.com

Atrever-se a mudança! Acho que Alessandra previa o que passaríamos neste momento naquele insight! 2017 será o ano dos fortes! Na comunicação visual temos infinitas soluções e saídas que nos tornam fortes! Como sempre afirmo: um vendedor de comunicação visual é um vendedor de sonhos..não de banners..

GF nas Redes Siga a

www.facebook.com/revistagf

fonte. O conteúdo dos artigos é de responsabilidade dos autores, não expressando necessariamente a informativo, não são comercializados e a revista é imparcial, não prevalecendo nenhum fabricante em detrimento de outro. Os anúncios são de total responsabilidade dos anunciantes. Visite nosso portal www.grandesformatos.com

twitter.com/RevistaGF


SUAS IMPRESSÕES

Comentários “Como é bom receber a vossa Edição aqui na empresa e(sign em Hamburg. Os colegas alemães aqui na empresa na brincadeira falam que a GF trás um sabor Tropical e muito cheirinho a Guaraná e Açai... Ora eu sei o quanto aqui adoram o Brasil e lá tenho de traduzir algumas páginas...hehehe. A revista GF aqui na Alemanha não é só trabalho profissional mas também Samba, sabor tropical e muita alegria. Seja: Sal, Sol e Sul... Um Obrigado ao Team GF+

Acabei de receber a melhor revista do segmento de comunicação visual do BRASIL! Obg Luciana Andrade e a rodos da GF por toda a atenção que sempre nos dão!!! VOU LER AGORAAA!! #partiuGF Anisio Monteiro

Mais uma edição maravilhosa da @ grandesformatos em minhas mãos.. O melhor está por vir. Crê no senhor Deus que serás salvo tú e tua casa. gladystone tintim CENTRAL MÍDIA COMUNICAÇÃO VISUAL Itupiranga-PA

Baita matéria da revista Grandes Formatos... parabéns a equipe.. quem também atua nesse mercado, é interessante ler. #GF #revistagrandesformatos Alê teixeira de freitas

Humberto Brito, Wentorf bei Hamburg, Schleswig-Holstein, Alemanha “Primeiramente parabéns pela sua reflexão do exemplar de número 116. Me fez repensar bastante, trabalhamos feito loucos, nos preocupamos tanto com o bem estar dos colaboradores e muita das vezes esquecemos o nosso. “Pensar mais com com o CPF” foi ótimo. Parabéns mesmo, em poucas palavras fez muita gente refletir, com certeza!

Quer ver sua foto aqui na próxima edição? Deixe um comentário em nossa página do Facebook, o próximo print pode ser o seu!

David Mendes, Identidade Visual - Rio de Janeiro * Em razão do espaço ou compreensão, os textos podem ser resumidos ou editados

8

N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6 • RE V I S TA GF

Envie suas sugestões, comentários e críticas: E-mail: faleconosco@grandesformatos.com Cartas: GF Editoração Ltda - Revista GF Marechal Deodoro, 2413 - Sobreloja Alto da XV - Curitiba/PR - CEP 80045-235 Telefone: (41) 3023-4979 R E V I S TA G F • N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6

9


gf news

Arclad promete revolucionar mercado das lonas

FAÇA OS LUCROS DECOLAREM

IQuote A ARclad, fabricante de materiais especiais e autoadesivos para o mercado de comunicação visual, lança a lona Flatban, que segundo a empresa promete revolucionar o mercado por ser diferenciada das demais. A inovação se dá por conta da resistência oferecida, já que são duas faces de PVC com um filme de alta resistência no lugar do reforço têxtil. A Flatban

é uma lona totalmente lisa e sem marcas de trama do

10

N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6 • RE V I S TA GF

reforço têxtil, o que permite ser plana, não encanoar, não curvar as pontas, e oferecer um acabamento muito mais refinado no trabalho de impressão de banners, painéis, cenários, revestimento de parede, backdrops, etc. Presente em 11 países e recém-chegada ao Brasil, a ARclad aposta na boa aceitação do seu lançamento. Segundo o fabricante, a FlatBan oferece excelente resistência, e passa

pelo mesmo processo de acabamento, inclusive podendo ser soldada normalmente. O preço, é similar aos das lonas convencionais de boa qualidade encontradas no mercado, e está disponível em frontlit fosca nas larguras de 1,40m, 1,52m, 2,05m e 2,50m em bobinas de 50 metros, e em breve estará disponível também nas versões frontlit brilho e double side B.O

O EFI™ IQuote é o primeiro software na história da indústria gráfica que oferece total automação na confecção de orçamentos. Para sua empresa significa dar respostas muito mais rápidas para o cliente, ter mais “inteligência” para definir o melhor roteiro de produção e ter segurança nos cálculos de custos e preços. Utilizado pela Internet, o IQuote integra vendedores, orçamentistas e gerentes que, trabalhando juntos e com melhor comunicação, podem aumentar a eficiência das vendas. Por estas razões o IQuote já ganhou importantes prêmios, como o Intertech Awards (2014) e o Must See’EMS (2013 e 2014) e já está sendo usado por empresas líderes em vários países da América Latina, Estados Unidos e Canadá. Visite: www.metrics.com.br/iquote ou ligue 11 2199.0100 e saiba como o EFI IQuote pode ajudar sua empresa a decolar.

©2014 EFI. Todos os direitos reservados.


gf profissional

Turma do Curso Operacional em Impressoras Digitais

Foco na tarefa x Foco no resultado 12

N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6 • RE V I S TA GF

GF Profissional oferece soluções para o mercado de comunicação visual Por Andressa Fonseca Se você é um empresário que como muitos neste ano de crise no Brasil, está a todo tempo pensando em buscar soluções para sair desta posição desfavorável, esta matéria vai te ajudar. Porque queremos ir além da matéria institucional, ir além de te contar que na GF nós temos um centro de capacitação. Queremos te mostrar o que temos

percebido do nosso mercado e como a solução pode estar mais clara do que pensa. A apenas um passo, ou ainda, logo abaixo do seu nariz. Mas para isso é preciso falarmos um pouco sobre foco. Onde está seu foco? Nas tarefas ou nos resultados? De acordo com vários coachings a quem temos acesso, a livros e pesquisas de profissionais de alta performance, identificamos o ponto inicial para começarmos a mudar nossa situação frente às dificuldades financeiras que encontramos em nosso país. O que define a competitividade e o valor do profissional é a diferença dos resultados que ele produz. Existem dois tipos de profissionais: O realizador de tarefas e o gerador de resultados. À primeira vista parece ser a mesma coisa, mas existe uma grande diferença entre os dois estilos. O realizador de tarefas geralmente é muito esforçado, leva trabalho para casa e mantém seu posto de trabalho com a aparência de quem ainda tem muito que fazer. Realiza muito bem as tarefas que lhe são designadas sem se preocupar com os resultados que ele deva gerar. Diante do aumento de trabalho solicita mais recursos para que possa cumprir a qualidade e os prazos exigidos. O gerador de resultados entende como resultado o valor que ele agrega aos resultados empresariais. Ele busca junto ao solicitante entender a demanda dos resultados desejados, especificando o que deve ser entregue, o prazo e o valor. A seguir negocia os recursos necessários e propõe um plano de trabalho. No desenvolvimento das atividades busca racionalizar as tarefas e reduzir os custos. Seu foco está orientado para a inovação e não para evolução. Evoluir é melhorar para atingir o melhor padrão de referência. Inovar é fazer diferente para produzir resultados melhores que os de referência. E é com esta visão que oferecemos nossos cursos, como uma opção para quem produzir melhores resultados. Queremos oferecer uma visão mais ampla. Como empresários precisamos buscar em nossos colaboradores, verdadeiros geradores de resultados.

Saiba como a GF Profissional pode te ajudar nesta missão. Em novembro de 2016 muitos alunos saíram satisfeitos e prontos para trazer o melhor resultado para suas empresas. O curso “Técnico de Impressoras Digitais” foi ministrado pelo Mestre Vinícius Timi, e o curso “Avançado de Aplicação de Adesivos” foi ministrado pelo Diomédes Souza, ambos realizados em Curitiba. Os alunos saíram satisfeitos e aptos para atuar com excelência. Carlos Eduardo Spiess, Gerente de Vendas da Inscreen, conta sua experiência como aluno do GF Profissional “Ótimo curso!!! Já começamos super bem com o Professor Vinicius Timi que é referência no mercado, foi um curso muito produtivo pois trouxe a mim mais conhecimento. Já havia feito o curso há 4 anos atrás e refiz para reciclar meus conhecimentos já que nossa área está sempre em constante evolução. E também ao colaborador da nossa equipe que depois do curso já pode operar a máquina com os conhecimentos adquiridos. Com certeza valeu cada centavo, levando em conta que o investimento ao adquirir um novo equipamento é muito maior que o investimento para operar e preservar essa máquina, pois fazer o uso de forma errada trará um prejuízo muito maior a empresa, sem

contar na valorização do profissional e o conhecimento que ganhamos para adquirir novos equipamentos, fazendo assim investimentos que não trarão dor de cabeça no futuro, e para possíveis manutenções e imprevistos quando ficamos à mercê de técnicos que muitas vezes não são honestos. Já estamos ansiosos para fazer novos cursos e receber ainda mais conhecimento, agradecemos a toda equipe da GF por disponibilizar esses treinamentos valorizando nossa área e nos ajudando a crescer cada vez mais” afirma Carlos. A GF surpreendeu a todos com a abertura de cursos agora em todo país, e o primeiro a ser realizado fora de Curitiba, foi o “Técnico de Impressoras Digitais” em Belém do Pará, mais um sucesso. O encerramento dos cursos contou a com a presença da Diretora da Revista GF Luciana Andrade, que com mais de 20 anos de experiência no mercado de comunicação visual, palestrou com maestria o tema “Como Obter Sucesso Comercial na Comunicação Visual”. E Vinícius Timi finalizou o ano letivo com o curso “Operacional em Impressoras Digitais” em Curitiba.

Turma do Curso Técnico de Impressoras digitais - Belém do Pará

R E V I S TA G F • N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6

13


Saiba mais sobre nossos cursos Curso Avançado em Aplicação de Adesivos

Antonio Escobar,

Coordenador de Cursos, conta quais são os projetos para 2017.

“O nosso planejamento estratégico para 2017 prevê um volume maior e novos cursos com abrangência nacional. Em Janeiro, o curso Como Obter Sucesso Comercial na Comunicação Visual estará em Porto Velho/RO e Cubatão/SP; em Abril, já está confirmado em Rio Branco/AC o curso Técnico de Impressoras Digitais, além dos demais cursos agendados em nossa sede em Curitiba/ PR”, afirma Antonio.

regionalizada, continuando com o nosso sistema de bolsas de estudos, como forma de inclusão social, e um novo projeto de transformação que iniciará em 2017 é a realização de cursos no ambiente online EAD – Ensino à Distância”, complementa Escobar. Os apoiadores oficiais do GF Profissional, são a Aplike e Imprimax que estão nesta parceria de sucesso desde a criação do GF Profissional, outros parceiros também investem nesta ideia, como os bureaus de impressão digital. “Quero aproveitar a oportunidade, e convidar os fornecedores de equipamentos e suprimentos para entrar em contato conosco e tornarem-se apoiadores. Com o seu apoio, faremos a mudança e a inovação chegará cada vez mais longe no nosso país”, incentiva Antonio Escobar.

“Nosso objetivo é expandir o GF Profissional para as 5 regiões do país, levando conhecimento aplicado à realidade dos profissionais de forma

O curso é prático, onde o aluno aprenderá técnicas para economia de material, finalização e acabamento, recorte, diferenciação de mídias e de superfícies de aplicação. Aprenderá a aplicar adesivos em diversos materiais: (PVC/PS/ACRILICO/PAREDE/MDF/VIDRO/ MOTOS/CHAPA CORRUGADA COM REBITES – porta traseira de caminhão baú – PÁRA¬ CHOQUE/PORTA/CAPÔVeículo), além de todo embasamento teórico sobre os produtos.

Técnico Prático em Impressoras Digitais

Acima, Turma do Curso Avançado de Aplicação de Adesivos. E abaixo, Curso Técnico em Impressoras Digitais

O curso capacitará técnicos para receberem uma impressora digital em laboratório, ensinará o princípio do funcionamento de uma impressora digital de alta resolução. O aluno conhecerá funcionamento dos cabeçotes de impressão, fará desmontagem completa do equipamento, aprenderá a fazer a reforma geral da impressora, calibrações físicas e eletrônicas, fará a montagem completa do equipamento, identificará e resolverá os principais problemas de um equipamento. Também instalará e configurará o Software RIP.

Curso Operacional em Impressoras Digitais

Projeto de Inclusão Social O GF Profissional oferece vagas para bolsistas. Entre em contato com capacitacao@grandesformatos.com e consulte os requisitos para o programa.

14

N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6 • RE V I S TA GF

O curso capacitará operadores de equipamentos de grandes formatos. O conteúdo é focado na utilização do equipamento, independente de marca ou modelo e sem levar em conta

a forma de gestão empresarial. No momento em que o profissional se depara e entende melhor o conceito correto do seu trabalho, ele estará mais apto e capacitado a trabalhar com o equipamento que utiliza diariamente. Através de aulas teóricas e práticas, o impressor tomará consciência da importância dele e do equipamento no trabalho. Compreenderá melhor como funciona o processo produtivo, para que serve a ordem de serviço, conhecerá as impressoras analisando cada etapa do trabalho do equipamento, envolvendo o sistema de cabeças, o que difere um cabeçote de impressão o outo, para que serve e como funciona, incluindo a tecnologia de impressão e a diferença dos sistemas de impressão digital. Os alunos serão capazes de reconhecer e eliminar problemas no equipamento e acumularão conhecimento em mídias, tintas e temperaturas.

Curso Gerenciamento Avançado de Cores – Monitor, Impressora e Impressão de Cores Especiais O curso Gerenciamento Avançado de Cores ensinará quais são os procedimentos e tecnologias necessárias para garantir que as cores sejam consistentes em todo o processo de produção de conteúdo digital, desde a concepção até a publicação final. O aluno aprenderá a calibrar monitores,

calibrar equipamentos de impressão digital, também a fazer o gerenciamento de perfil de cores pantone e manual, conhecerá o softproof, entre outros assuntos que darão seguimento a todo conhecimento.

Curso Fechamento de Arquivos Requisitos para fechar um arquivo, Melhor formato para envio de arquivos e diferenças, aprenderá a trabalhar com vetor e imagens, tudo sobre resolução e tamanhos de impressões, qual é o melhor padrão de cores e o melhor programa para criação de arquivos, como importar e exportar arquivos, como funcionam os softwares RIPs.

Curso Como Obter o Sucesso Comercial na Comunicação Visual Este treinamento tem como objetivo discutir todas as formas possíveis para transformar vendedores de comunicação visual em SUPER VENDEDORES DE DESIGN VISUAL! Conhecendo o cliente, fornecedor, produto, serviço e a empresa. Desvendando as necessidades do cliente e criando novas oportunidades.

Para mais informações sobre agenda de cursos, ou como se tornar um apoiador, entre em contato pelo email: capacitacao@grandesformatos.com

apoiadores

R E V I S TA G F • N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6

15


gf news

Ele voltou GF Desafio de Marcas de Vinil

Logo em seu nascimento, em 2006, a Revista Grandes Formatos mostrou a que veio. Chegou sacudindo o mercado, com o desafio de marcas de vinil. Foram 6 tipos de vinil diferentes, impressos e aplicados da mesma forma, no veículo da Revista. Mês a mês a GF mostrou tudo o que acontecia com cada tipo de vinil exposto às intempéries, durante um ano! O carro era levado às empresas de comunicação visual para fazerem a avaliação, e os fabricantes tinham direito de resposta a cada questionamento. Após um ano os adesivos foram retirados, e a GF realizou a cobertura de todo o processo.

16

N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6 • RE V I S TA GF

Esta ação deixou boas lembranças, para falar a verdade, nunca foi esquecida, e ainda foi solicitada por muitos leitores, para voltar. E como pedido de leitor para nós é uma ordem, ele voltou, 10 anos depois! Preparem-se, vem aí a II EDIÇÃO DO DESAFIO DE MARCAS DE VINIL Enveloparemos o veículo ao vivo dentro da FESPA 2017. Os maiores fabricantes estarão presentes na ação e aceitarão o desafio!

A arclad já aceitou o desafio, e terá seu vinil aplicado na lateral do veículo! Em breve você saberá quem mais estará no maior desafio de durabilidade de vinis do mundo!

A Revista GF fará a cobertura por um ano na revista, em nosso app e também com vídeos em nossas redes sociais, enfim, usaremos todos os nossos canais para nossos leitores participarem de tudo referente ao maior desafio de tempo de vinil, em utilização diária do mundo! Os adesivos serão retirados na feira FESPA em 2018!

E você? Aceita o desafio?


gf news

FESPA Brasil Fórum leva rico conteúdo aos profissionais da indústria O mercado de impressão lotou o Auditório do Sigep, na cidade de Curitiba, para a primeira etapa do FESPA Brasil Fórum 2016, iniciativa que visa compartilhar informações e práticas relevantes aos profissionais que fazem parte da indústria. Os participantes receberam um conteúdo rico transmitido por especialistas do segmento e puderam trocar experiências e fazer networking. Em Curitiba, a primeira palestra foi com o diretor da FESPA no Brasil e da APS Feiras, Alexandre Keese. O especialista iniciou sua apresentação abordando o portfólio de iniciativas da APS, como a ExpoPrint Latin America, a ConverExpo e a próxima feira a ser realizada em 2017,

18

N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6 • RE V I S TA GF

ExpoPrint Digital / FESPA Brasil, entre os dias 15 e 18 de março. Alexandre apresentou uma pesquisa promovida pela FESPA ressaltando que há no mercado global de impressão um otimismo dos empresários, assim como também no Brasil. Características do mercado atual foram abordadas, como o aumento por produtos mais customizados, que sejam entregues com maior rapidez em tiragens a cada dia mais baixas e com designs criativos e revolucionários. O mercado desta forma demanda por um trabalho integrado - e não excludente - entre impressão analógica e digital. O especialista da FESPA explicou processos evolutivos que vêm sendo incorporados nos negócios. Os dados variáveis fazem parte desta evolução, trazendo um

produto extremamente personalizado, um objetivo facilmente alcançado com a impressão digital. As baixas tiragens e os dados variáveis também mudam a forma de pensar em processos como design, armazenamento e logística. No setor de grandes formatos, Keese ressaltou o forte investimento na internet com o web-to-print; as empresas que apostaram neste método já estão conseguindo aumentar suas vendas, alcançando novos clientes e mercados. A especialista em Comunicação Visual e diretora do Grupo GF, Luciana Andrade, também palestrou na etapa Curitiba do FESPA Brasil Fórum. Ela destacou que o melhor investimento para atingir novos

mercados é a mudança do pensamento das empresas, pensando na mudança de estratégia, a busca de novas parcerias, mudar o foco comercial do vendedor e direcionar investimentos em marketing e treinamento. Luciana citou como fundamental a criação de espaços de mercados inexistentes, para que a empresa faça com que seu concorrente seja irrelevante, criando e capturando uma nova demanda. Para completar, Luciana trouxe depoimentos de empresários que fazem sucesso no segmento; eles destacaram o quão relevante é buscar o novo para alavancar os negócios, como estreitar os laços com os clientes, pensando sempre no relacionamento e não apenas

com vendas; desta forma, a venda se transforma em uma experiência. Envolver os setores das empresas, com uma comunicação entre todos, além do constante treinamento e estudo do segmento, também foram citados como elementos que fazem parte de uma empresa de sucesso. Os participantes do Fórum ficaram satisfeitos com o conteúdo apresentado, como destacou a profissional de marketing Lucilla Bark: “A

troca de conhecimento foi enriquecedora. Os dados e números sempre auxiliam nas tomadas de decisões estratégicas para o futuro. Os profissionais presentes puderam acompanhar dados e

refletir sobre o atual mercado de impressão digital em têxtil e comunicação visual”. O FESPA Brasil Fórum contou também com a apresentação de especialistas de empresas que patrocinaram a iniciativa. Marcelo Dutra, da Mimaki; Tiago Barbosa, da Roland; e Bruno Ayala, da Caldera, destacaram tecnologia em hardware e software para mercados de impressão digital em comunicação visual, impressão digital têxtil e impressão por sublimação, dentre outros segmentos. Além de Curitiba, o Fórum Fespa passou por Belo Horizonte e Rio de Janeiro.

R E V I S TA G F • N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6

19


capa

A comunicação visual e o

mercado novo Luciana Andrade e Maicol Souza trazem toda sua experiência no mercado de comunicação visual e fazem uma análise do que foram os últimos anos do mercado, e o que esperar para 2017. Como reagir as rápidas mudanças e vislumbrar novas oportunidades. Confira!

20

N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6 • RE V I S TA GF


Vamos enumerar

Por Luciana Andrade

Quando surgiu nosso

Só comprar novo

enfrentados para

segmento? Se começarmos

equipamento, faz com que

chegarmos nas

a contar a partir das

você tenha rentabilidade e

conclusões que

impressoras eletrostáticas

lucros extraordinários?

precisamos para seguir

vamos contar a partir

Você daria seu carro para

em frente com um novo

de meados dos anos 90.

qualquer um dirigir? Não?

“cilindro de oxigênio”

Solventes a partir de 97.

Porque coloca qualquer

para 2017!

Nesta conta são 20 anos

um para operar um

pelo menos de história (e

equipamento que pode

eu participei dela), por

te trazer muitos carros

isto levanto a questão com

e garantir o sustento de

propriedade de vivência:

várias famílias? Só pelo

Quantos problemas

valor do salário? Sem

já enfrentamos na

treinamento?

comunicação visual?

São muitas questões

Quantas empresas você já

para serem colocadas em

viu quebrar e quantas já

uma só matéria! Poderia

viu ter sucesso rápido?

escrever um livro!

Adianta se basear no que seu concorrente está fazendo?

22

pelos problemas já

N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6 • RE V I S TA GF


1997 – 2002 Poucos equipamentos de impressão solvente no Brasil, imprimindo o que chamávamos de Gigantografia, quadricromia! Era lindo! Vender a R$200,00 o m2! Equipamentos custavam caro. Na casa de 1 milhão de dólares, o que não era para qualquer empresa, porém, por existirem não mais de 15 em todo Brasil era um grande negócio! Atender terceirizados, várias regiões, industrias ícones extremamente lucrativas.

2002 em diante Entrada da indústria asiática de equipamentos no Brasil! Equipamentos de R$100 mil reais, instalados em todo Brasil. Por ano mais de 1 mil equipamentos instalados. Um verdadeiro caos para as empresas que tinham feito investimentos enormes em suas empresas. Estes “novos empresários”, normalmente ex-funcionários das grandes começaram a disputar os clientes a preços muito menores de impressão e com isto o mercado começou a ter um problema de “guerra de preços”. Os grandes não conseguiam atender por valores tão baixos, pois suas estruturas não lhe permitiam. Foi um período muito difícil, até hoje existem sequelas do passado, mas na época, aos poucos, a poeira foi baixando. As empresas pequenas começaram a ter problemas de entrega e prazos com grandes clientes e as coisas foram entrando nos eixos. Empresas pequenas atendem clientes menores e as grandes, que tinham o potencial para isto, atendiam as grandes contas. Ainda hoje vemos problemas assim. Mas são pequenos empresários “Kamikases”, que entram, pegam as contas, nós sempre acompanhamos, dificilmente eles tendem a ter crescimento. Na maioria das vezes, pela informalidade, falta de experiência administrativa, acabam por fechar as portas em pouco tempo.

24

N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6 • RE V I S TA GF

01/01/2007

(10 anos atrás quase exatos)

O CAOS DA LEI CIDADE LIMPA

Centenas de empresas em desespero total, fechando as portas. Gigantes da impressão que tinham foco em outdoor em São Paulo, demitiram seus funcionários. Foi um grande desastre para quem vivenciou aquele momento. Enquanto Revista GF, entrevistamos os empresários, os desempregados, tentamos ajudar com relacionamentos, mas enfim, apesar de ser em São Paulo o desgaste gerado pela situação, tomou proporção em todo pais. Todos com medo, evitando tudo e todos, quase decretavam falência mesmo com seus caixas no azul de tanto desespero! Foram aproximadamente seis meses de terror, depois as coisas foram entrando nos eixos, as agências descobriram que o PDV é muito melhor para colocar publicidade, no que nos outdoors, pois neles que se decidem as compras. As demandas de impressão aumentaram e muito para quem foi forte, e então surgiu o “Mercado Novo” neste período, O PDV! Os fornecedores que queriam ir embora do Brasil começaram a vender equipamentos micropiezo em larga escala para atender esta demanda e um ano depois todos estavam felizes! Mais do que antes.

NOVEMBRO DE 2016 E hoje, conversando sempre com os empresários da comunicação visual posso assegurar que, mesmo com toda a crise que nosso país está passando, com tudo de horrível que aconteceu em 2016 neste país, quanto aos empresários, em sua maioria a resiliência impera em suas veias! Dificilmente um ou outro tocam em assunto de fechar as portas ou voltar atrás. Os assuntos são: planejamento, novos mercados, oportunidades diferentes. São tantas oportunidades que é até difícil enumerar todas elas. Falar de decoração, de têxtil, parecem mercados além, mas não são. Design corporativo está em alta. O varejo precisa vender e depende da comunicação visual. Quando conversamos com algum designer ele sequer sabe onde encontrar uma empresa de CV. Será que o “Mercado Novo” está longe? Ou você está longe de pensar em tornar realidade projetos incríveis? Estude mais! Conheça estes mercados lucrativos em alta! Use os recursos que têm em casa! Faça com que cada recurso de sua empresa, se transforme em uma ferramenta para trazer lucro em 2017! Te desafio, a criar seu próprio destino em 2017. Não lamente, deixe seu concorrente fazer isto!

R E V I S TA G F • N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6

25


Maicol de Souza, diretor comercial da Vivasys.

Por Maicol Souza O ano de 2016 foi marcado como o pior ano da comunicação visual brasileira para a grande maioria das empresas. Este ano fomos surpreendidos com o antidumping das lonas, também tivemos nosso problema econômico que causou uma recessão geral, gerando uma baixa no mercado, deixando o dinheiro na mão do cliente mais escasso fazendo que gaste menos ou invista de forma mais pontual o pouco recurso que lhe sobra. Mas a verdade é que há muito tempo, os custos operacionais acompanham a inflação e o aumento do dólar, enquanto os preços praticados na comunicação visual continuam baixando, esta crise só deixou esse problema mais evidente. É visível que os valores cobrados por m² estão cada vez menores e insustentáveis, a falta de critério na formação de preço compromete a saúde financeira da empresa. Esta realidade junto com a

26

N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6 • RE V I S TA GF

falta de base na composição dos valores de venda faz com que as empresas andem em uma bicicleta ergométrica. Pedalam, gastam muita energia e não conseguem sair do lugar, ainda sofrem um desgaste, uma depreciação e risco de quebra. Mas o que esperar de 2017? Continuar fazendo o mesmo até que a crise passe? Ou mudar? Como mudar? Buscar mercados diferentes pode ser uma saída, desbravar e encontrar um nicho de mercado pouco explorado e pouco concorrido te dá a possibilidade de voltar a praticar margens melhores, seria como voltar anos atrás onde os preços m² eram maiores, conseguiam bancar todos os custos e deixar um bom lucro no final do mês para a felicidade da empresa e do empresário, isso funcionaria bem pelo menos até um concorrente descobrir e fazer o mesmo com preços menores. Outra saída é a segmentação, ou especialização. Este caminho tem pontos bem positivos, se especializar em algo faz a empresa se tornar referência. Mas o que fazer? O ideal é fazer o que sua empresa já faz de melhor, por exemplo, se você possui uma boa equipe de aplicação em carros e se esse tipo de serviço você faz bem, foque sua energia e sua comunicação nesse segmento, ser reconhecido como especialista pode trazer bons negócios, é como uma marca líder de refrigerante ou de palha de aço. Quando o cliente precisar desse tipo de serviço é mais provável que ele lembre da sua empresa. Outro ponto positivo de diminuir seu leque de produtos é uma maior facilidade de gerenciamento, quando se produz várias vezes o mesmo trabalho ganhamos agilidade, e diminuímos erros, reduzindo seus custos e consequentemente aumentando a lucratividade, fica mais fácil detectar erros. Nestes pontos acredito que facilmente vamos ter a mesma opinião, olhando dessa maneira teoria e prática parecem alinhados. O problema é que no Brasil a grande maioria das empresas de comunicação visual tem um leque bem diverso de produtos, lona e adesivos, aliados à chapas, ferros e outros materiais possibilitam atuação em diversos segmentos, resolvendo problemas desses clientes de forma prática e

criativa. Para se tornar especialista, em algum momento você vai ter que dizer não para determinado serviço, isso exige um posicionamento bem definido para saber onde se quer chegar, ou um bom conhecimento de custos para saber que vou negar o serviço “A” para produzir o serviço “B” que é mais rentável. Dizer não em um momento de crise como esse temos que reconhecer que não é tarefa fácil. Afinal, mudar não é fácil. Isso exige principalmente uma mudança de cultura, mudar hábitos é algo muito mais complexo que se imagina. É normal a gente ver novos empresários nesse ramo progredindo, afinal estão com gás e o mercado que eles conheceram e resolveram enfrentar foi esse, enquanto várias empresas tradicionais sucumbem, nesses casos nota-se claramente um problema cultural, empresários fazendo o mesmo que sempre fizeram com a alegação da experiência e que sempre funcionou bem assim. As pessoas têm medo da mudança, ela não é apenas o começo, também é o fim. Ela envolve abandonar o velho e abraçar o novo, e ambos fazem as pessoas se sentirem desconfortáveis. Mas como dizia Albert

“Insanidade é continuar fazendo sempre a mesma coisa e esperar resultados diferentes”. A mudança bem

Einsten

sucedida é a mudança dos hábitos, ela tem que estar focada nos resultados. O ato de mudar não é instantâneo, é um conceito, um processo. No caso de gerar uma mudança na empresa além de um objetivo definido, o empresário tem que ter habilidade de lidar com pessoas, porque a mudança de cultura é da empresa e de quem convive nela, reeducar pessoas a fazer o que elas sempre fizeram de maneira diferente sempre é um grande desafio, mas acredito que é mais uma das habilidades necessárias para os empresários desse

setor que já possuem várias outras que são adquiridas na prática deste segmento, trabalhamos em um país que não colabora nem um pouco com os empresários, enfrentamos diariamente a alta carga de impostos e leis não muito justas. É comum neste meio empresários com carga horária mínima de 12h por dia com 6 a 7 dias por semana, frequentemente buscamos soluções para clientes, que exigem agilidade, flexibilidade e muita criatividade. Então por que não buscar soluções para o seu negócio? Vamos dar parte dessa culpa a situação atual do mercado que pratica preços baixos e na pressão para honrar as contas, exige uma alta carga horária de trabalho sobrando pouco tempo para pensar na solução.

Mas onde está a solução então? Não espere que o mercado mude ou que bons serviços batam a sua porta. Pare de olhar o horizonte na esperança de um futuro melhor, e volte os olhos para dentro de si, e para dentro da sua empresa. Melhore suas

deficiências, busque soluções definitivas para aquele tipo de problema que sempre te incomoda de forma que ele nunca mais se repita, aprimore seus processos, entenda melhor seus custos, abrace os problemas do seu cliente como se fosse seu, e principalmente abrace os seus problemas como se fosse do seu cliente, temos um novo ano pela frente para fazer muito melhor que o ano que passou, que as dificuldades passadas sirvam de lição para aprendizado, e que lhe deixe cada vez mais forte para suas futuras batalhas, que o próximo ano seja próspero, de grande evolução pessoal e profissional, feliz 2017!

Gostou da matéria? Dê a sua opinião! Envie suas impressões sobre esta matéria para faleconosco@ grandesformatos.com com seu nome, empresa, Cidade e Estado, ou ligue para: (41) 3023-4979

R E V I S TA G F • N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6

27


artigo

5

ações que devem ser evitadas em 2017

por Christian Barbosa

Ao fim de cada ano, realizo uma pesquisa com funcionários de empresas de todo o Brasil para avaliar quais foram as coisas que mais impactaram na produtividade ao longo do período. O objetivo é enxergar quais foram os vilões do tempo e mostrar como é possível mudar esse cenário no ano seguinte. Afinal, muitos não reparam, mas simples ações são capazes de transformar o dia a dia das pessoas.

28

N o v e m b r o | D e z e m b r o 2 0 1 6 • RE V I S TA GF

Por isso, resolvi destacar quais foram os principais problemas citados em 2016 e dar dicas que vão ajudar a mudar esse padrão de comportamento. Confira:

Excesso de redes sociais Muitas vezes, a pessoa está trabalhando, produzindo algo importante, e surgem alertas no celular e no computador a todo instante, pois fica conectada a diversas redes o dia inteiro. Quem deseja ter um ano mais produtivo, precisa diminuir o volume de acesso. Não é necessário parar de usar, basta se desligar de grupos e conteúdos irrelevantes e focar no que é importante.

Descontrole do tempo e das finanças Quem não aprende a controlar o tempo e as finanças, fica com a sensação de que tudo está passando rápido demais e de que o dinheiro não é suficiente. Para mudar isso, é preciso aprender a controlar a agenda, com as atividades e compromissos organizados, de forma que seja possível priorizar o que é realmente importante. Deixar tudo na cabeça ou anotado em um pedaço de papel faz com que a pessoa perca o controle da organização, o que dá a sensação de correria.

Medo

Falta de rotina

Esse foi um ano em que as pessoas demonstraram estar mais receosas, afinal, não foi favorável para a economia e os índices de desemprego estão altos. Infelizmente, não conseguimos extinguir a sensação de medo da nossa vida, mas é possível aprender a lidar com isso. Aqueles que têm projetos em mente e que querem tirá-los do papel precisam aprender a elaborar um planejamento e estudar muito sobre o que desejam fazer. Com isso, a capacidade de decisão é ampliada e, consequentemente, o medo diminui. Esteja preparado para enfrentar os obstáculos com confiança.

Alguém sem hábitos planejados não tem tempo para realizar as atividades pessoais. Estabeleça uma agenda com um tempo dedicado às suas ações, como praticar um esporte ou ler um livro. Quando você cria uma rotina, surge a sensação de evolução, pois começa a colocar no seu tempo as coisas que realmente gosta de fazer.

Muitas promessas Em dezembro, as pessoas costumam fazer diversas promessas, no entanto, grande parte não sai do lugar. Aprenda a selecionar apenas as metas que são realmente importantes e escolha, no máximo, três delas para colocar em prática. A partir disso, elabore um plano de ação eficiente, para colocar as promessas na rotina ao longo do ano e ter a sensação de evolução, não apenas de uma correria frenética; Além de ficar atento a todas essas ações, entenda que só é possível ter um ano melhor ao aprender a trocar promessas por realizações. Para isso, é preciso criar um plano de ação eficiente, com estratégias que ajudem a definir metas com mais clareza e engajamento. É possível fazer com que 2017 não seja apenas um ano de promessas esquecidas, basta elaborar um verdadeiro plano de transformação da rotina.

Christian Barbosa é o maior especialista no Brasil em administração de tempo e produtividade, é CEO da TriadPS, empresa multinacional especializada em programas e consultoria na área de produtividade, colaboração e administração do tempo. Ministra treinamentos e palestras para as maiores empresas do país e da Fortune 100. Autor dos livros “A Tríade do Tempo”; “Você, Dona do Seu Tempo”; “Estou em Reunião”; co-autor do “Mais Tempo, Mais Dinheiro”; e “Equilíbrio e resultado – Por que as pessoas não fazem o que deveriam fazer?”. Sua mais recente obra: “60 Estratégias práticas para ganhar mais tempo”. www.triadps.com.br www.maistempo.com.br


COLEÇÃO

COURO

Couro Branco

Couro Preto

Couro Natural

Couro Marrom

4118.062

4118.06

4118.060

4118.061

COLEÇÃO

PEDRAS

Tijolo 4118.080

COLEÇÃO

DESTAQUES

paolomalorgio.com

Canjiquinha Canjiquinha Mármore Azul Ventura 4118.090

4118.091

4118.04

Mármore Marrom Imperador 4118.05


Profile for Revista Grandes Formatos

Revista GF+ Edição 118 | Novembro e Dezembro 2016  

A comunicação visual e o mercado novo. Como reagir às mudanças rápidas e vislumbrar novas oportunidades. www.grandesformatos.com atendimen...

Revista GF+ Edição 118 | Novembro e Dezembro 2016  

A comunicação visual e o mercado novo. Como reagir às mudanças rápidas e vislumbrar novas oportunidades. www.grandesformatos.com atendimen...

Advertisement

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded

Recommendations could not be loaded