Page 1


CONHEÇA NOSSAS REDES SOCIAIS /canonbr

@canonbr

canonbrasil

canonbrasil

www.canon.com.br


2 anos

de ideias

GENIAIS

Vinil Autoadesivo ARplus

Vinil Autoadesivo ARDprint

Vinil Autoadesivo P4/R4/PV

2016


Lona Flatban Vinil PVG Automotivo

Lona Fita Dupla Face

ACM Vinil Colorido

Removedor de Adesivos

Policarbonato Alveolar

2018

PVC Expandido


SUMÁRIO

WE LOVE SUPPLIES Conquiste o poder de sair da briga de preço por metro quadrado, e entregar melhores serviços por meio do conhecimento dos suprimentos no mercado. Aprenda sobre cada um dos substratos e suas limitação e saia na frente em busca de inovação.

20

06

Editorial

10

Artigo | Conhecimento como diferencial

12

Primeiro dia da Comunicação Visual

13

Fim do Desafio de marcas

14

Coluna | Emoções tóxicas: um veneno para o organismo

16

Magink | A reinvenção da aplicação tradicional

28

Coluna | A importância dos suprimentos para birôs de impressão profissionais

36

Histórias de Sucesso | Inspiração para crescer

40

Coluna | Tempo x Produtividade

42

Nutec: Um paraíso na Africa do Sul – Capetown. Uma viagem fantástica pelo mundo de tintas de impressão digital


LANÇAMENTO COALA MAGNÉTICO

FÁCIL E INTERATIVO! Não magnético

Não magnético

Magnético

antalis.com.br falecom@antalisbrasil.com.br

.........

....... .......

Película Coala Ferro Canvas Para Impressão

Película Coala Ferro Pet Para Impressão

Base Magnética Coala

(11) 4617 - 8600

Personalize suas campanhas com criatividade! • Alterações de layout • Inclusão de promoções • Comunicação em PDV • Mudança de produtos e preços • Decoração Compatível com todas as tecnologias: UV, Látex, Solvente, Eco Solvente.

facebook.com/antalisbrasil instagram.com/antalisbrasil


EDITORIAL

Queridos leitores

Expediente Maio/Junho 2018 | Ano 12 – nº 126

A quarta revolução industrial, com promessas do domínio digital e do sucesso dos negócios que cabem em um smartphone, assustam não só a nós, mas a muitos negócios onde suas vertentes se dão fora da internet. Não há como negar o aspecto funcional de marketing, de ampliação de várias esferas das empresas por esta vertente, mas quando prestamos atenção nos acontecimentos ao nosso redor podemos ter certeza de que nem tudo será substituído! Desde 2011, quando montamos o Centro de Capacitação da GF aqui em Curitiba, recebemos alunos de todo Brasil e do exterior. As turmas, principalmente dos cursos técnicos, que tem duração de quatro dias, mistura alunos com propostas, culturas e objetivos diferentes. Tenho analisado o comportamento destes alunos desde o princípio e hoje posso afirmar: nenhum curso EAD, por melhor que seja, será o suficiente para mudar o que temos aqui: o relacionamento. Os então colegas de classe viram amigos. Na maioria das vezes se ajudam nas práticas diárias do trabalho depois dos cursos e estas relações acabam sendo para sempre. Nenhuma ferramenta fantástica poderá mudar esta realidade! Estamos estudando os canais de EAD faz alguns anos, inclusive já fizemos muitos vídeos, mas o lançamento ficou para segundo plano quando apareceu a oportunidade de montar os treinamentos em SP. Facilitar o acesso aos nossos alunos é primordial, mas prezando por treinamentos com muita qualidade e envolvimento. Comemoro com vocês o GF Profissional SP e espero vocês lá! Tive a oportunidade de visitar a Nutec na Africa em um treinamento comercial da fábrica. Tudo que aprendi e vivenciei naqueles dias jamais seria possível pela internet! Agradeço a Digimais pela oportunidade! Levando em conta ainda a eficácia dos “encontros reais” fizemos o Primeiro dia da Comunicação Visual em SP, na sede da ABTG! O público presente pode desfrutar de cada assunto abordado, agradeço a presença de todos que lá estiveram conosco! Que venham mais “momentos mágicos de conhecimento” como o dia 08 de junho!

Editora/ Diretora Luciana Cristina Andrade editora@grandesformatos.com

Jornalista Stefanie Bohnke faleconosco@grandesformatos.com

Atendimento ao Leitor +55 (41) 3023-4979

Atendimento e Cursos Antonio Escobar capacitacao@grandesformatos.com

Anúncios atendimento@grandesformatos.com editora@grandesformatos.com

Projeto e desenvolvimento gráfico Malorgio Studio paolo@malorgiostudio.com

Assim são as feiras! Não existe melhor oportunidade no mercado para além de estarmos a par das novidades rever os amigos! Costumo brincar que para mim as feiras são a “Disney”! São dias que mesmo com grande fluxo de trabalho e responsabilidades posso ter a oportunidade de ver meus amigos de mercado, que não são poucos! Adoro quando cada um de vocês passa em nosso estande para bater papo! Sempre são conversas que acrescentam em nossas vidas! Sendo assim, espero que degustem esta “Revista impressa” feita com muito carinho! (a versão digital está no ar, mas a impressa ainda é a minha favorita!) Um beijo

Luciana Andrade Editora/Diretora

editora@grandesformatos.com

Momento GF com amigos no encerramento do treinamento Nutec – África do Sul

8

Todos os direitos reservados. A reprodução total ou parcial deste material é permitida mediante autorização prévia expressa pela GF Editoração Ltda. e desde que seja citada a fonte. O conteúdo dos artigos é de responsabilidade dos autores, não expressando necessariamente a opinião da revista. Os informes técnicos são de caráter informativo, não são comercializados e a revista é imparcial, não prevalecendo nenhum fabricante em detrimento de outro. Os anúncios são de total responsabilidade dos anunciantes. Visite nosso portal www.grandesformatos.com


Linha Prosign 3800 da Intercoat No Brasil, os melhores vinis coloridos para Sign e Comunicação Visual

C

hegou ao mercado brasileiro a Linha Prosign 3800 de vinis coloridos da Intercoat, com dezenas de cores à disposição dos profissionais de Sign e Comunicação Visual. São vinis de excepcional qualidade, resistentes a produtos químicos e solventes (duram até 5 anos depois de aplicados) e ecologicamente corretos, como todos os produtos da marca. Isso porque a Intercoat não usa solventes em

todo o seu processo de fabricação, empregando somente colas acrílicas à base d’água, o que torna sua produção totalmente segura para pessoas e o meio ambiente. Seus vinis também atendem a todas as normas de qualidade e ambientais europeias. A Intercoat oferece uma enorme variedade de materiais que cobrem praticamente todas as necessidades em Sinalização e Comunicação Visual, para as mais exigentes e diversificadas aplicações.

A INTERCOAT NO BRASIL A Intercoat distribui seus produtos exclusivamente através da BLUTRADE, à qual fornece total suporte para que seus produtos se tornem referência também na América Latina.

Lançamento oficial na

IMPORTAÇÃO E EXPORTAÇÃO DE PRODUTOS GRÁFICOS Fone: +55 (47) 3340-0157 Visite-nos na Rua L, nº 43

www.blutrade.net.br


artigo

A Comunicação Visual como a conhecemos hoje é uma evolução tecnológica de processos manuais como a pintura a pincel, e também de processos artesanais como a antiga serigrafia. Grandes marcas do nosso mercado fazem diariamente altos investimentos no desenvolvimento e no aperfeiçoamento dos produtos, seja com o intuito de inovar, melhorar durabilidade ou reduzir custos, proporcionando um avanço constante para o nosso mercado. É fundamental principalmente para o profissionais de vendas acompanhar e conhecer mais profundamente cada linha de material e suas especificações, assim ele será um consultor para o cliente final que normalmente não compreende nada sobre isso. Hoje existe uma guerra muito grande de várias empresas somente por preços, e normalmente os profissionais que conseguem fugir dessa briga são os que mais tem conhecimento técnico, já que acabam passando mais confiança para o cliente final, agregando diferenciais e gerando valor na sua venda.

Conhecimento como diferencial Temos vários materiais no mercado pouco explorados, infelizmente alguns deles acabam até saindo de linha por baixa rotatividade, verdadeiras soluções para alguns trabalhos que normalmente acabam sendo trocadas por lona ou vinil promocional impressos, perdendo o profissional a oportunidade de gerar inovação e um ótimo resultado. As vezes o cliente quer pagar barato porque acredita que os materiais são todos iguais, ao passar esse conhecimento e utilizar o material correto você estará oferecendo a melhor relação custo x benefício, e na maioria das vezes é o que ele realmente está procurando. No meu modo de ver, o responsável por este resultado é o modelo comercial utilizado pelas empresas, nos orçamentos que exigem soluções diferentes muitas vezes os vendedores acabam ficando sem referência, o que acaba consumindo mais tempo que o normal para chegar em um preço de venda. O modelo baseado em metro quadrado ainda tradicionalmente utilizado pela maioria das empresas corresponde somente a material impresso, poucas conhecem realmente seu custo de mão de obra e cobram por ela corretamente, normalmente só enxergam e mensuram de maneira clara tinta e mídia, por isso acabam utilizando os mais baratos para conseguir o menor custo e se tornar mais competitivo em um mercado com preços de venda cada vez mais baixos. Estamos mais uma vez falando de conhecimento como solução para esse mercado. Tanto técnico como 10

administrativo. Sei que no ritmo frenético do dia a dia onde muitas vezes falta tempo até para algo essencial como a família, separar um pequeno período para analisar erros, acertos e buscar novas soluções acaba se tornando realmente difícil. Mas compreenda isso como um alerta! Como podem ver estamos em evolução constante, quem tem informação estará no pelotão da frente acompanhando ou até ditando para que lado esse mercado deve seguir, espero te ver lá!

Maicol de Souza Diretor comercial da Vivasign trabalha há18 anos no segmento com experiência na Administração e Gestão de empresas de Comunicação Visual.


MULTIPLIQUE O RETORNO SOBRE SEU INVESTIMENTO COM AS IMPRESSORAS DIGITAIS SINÔNIMO DE DESEMPENHO E DURABILIDADE. Indiscutivelmente, as impressoras digitais AMPLA são reconhecidas por sua performance, baixo custo de operação e vida útil de dar inveja. Todos estes atributos, somados as suas tintas genuínas - com o melhor custo do mercado fazem seus proprietários multiplicarem resultados a cada “print” na impressora. Entre em contato conosco que auxiliaremos você a identificar o melhor equipamento AMPLA para seu negócio e descubra como nossas soluções em impressão digital multiplicaram os lucros de centenas de empresas ao longo da nossa história.

A MAIS COMPLETA LINHA DE IMPRESSORAS DIGITAIS DO BRASIL NAS TECNOLOGIAS ECO SOLVENTE, SOLVENTE, LED UV E SUBLIMAÇÃO

4 1 . 3 5 2 5 . 9 3 0 0 | w w w. a m p l a d i g i t a l . c o m . b r


GF News

O Primeiro Dia da Comunicação Visual

Debate com os gigantes Ricardo Nani (Fusão) e Arnaldo Peres (NeobandW)

A GF, com apoio da ABTG, APS Feiras, Grupo Informa e Fcem realiza um dia todo de conhecimentos em SP! Dia 08 de junho, no Senai da Mooca em SP, os professores da GF, juntamente com palestrantes convidados orquestraram um evento único! Das 9h da manhã as 18h as dezenas de pessoas presentes participaram de palestras com o melhor do conhecimento para impressão digital em grandes formatos de todos os níveis. A Instituição Casa Vida de SP foi agraciada com muitos quilos de alimentos não perecíveis arrecadados na entrada do evento. Foram momentos de repensar a estratégia com palestra do Alexandre Keese sobre marketing, além de debater com grandes empresários: Ricardo Nani – Diretor da Fusão e Arnaldo Peres Jr – Diretor Neobandw, gentilmente aceitaram o convite e compartilharam suas experiências com o público (foi incrível!). Não como concorrentes, mas como fontes de aprendizado. Momentos mais técnicos foram vividos com leveza nas palestras dos professores: Vinicius Timi (equipamentos), Marcelo Chagas (colorimetria) e Diomedes Souza (adesivos). O momento contou com a palestra da Designer Carla Vendramini sobre “As expectativas do mercado de design e decoração sobre os fornecedores de comunicação visual”, palestra com muita relevância no momento do mercado. O evento foi um momento de comemorar, comenta Luciana

GROUP 12


Andrade, diretora da GF: “Nascemos com a missão de levar conhecimento focado em comunicação visual, o evento cumpriu sua finalidade! Agora com nossa estrutura de cursos em SP será mais fácil criarmos mais momentos assim! ” Um dos principais momentos do evento foi o final do Desafio de Marcas de Vinil, onde nosso professor de aplicação Diomedes Souza pode apresentar a remoção parcial de cada um dos materiais: Arlon (DPF 6000XRP – reposicionavel e permanente), Arclad (Vinylcar removível e reposicionável) e Imprimax (Digi Gold reposicionavel e permanente), para verificar se algum dano tinha sido causado por algum dos materiais. Ficou muito claro que após 1 ano e 1 mês - de utilização continua do veículo em todas as condições – nenhum dos materiais apresentou qualquer dano ou performance inadequada em relação a sua estabilidade durante o período e na retirada! (vídeo da retirada está em nossos canais digitais, confira!) As marcas foram “Desafiadas”, foi um desafio e tanto, pois foram avaliadas durante todo este período por centenas de profissionais, mas podemos assinar embaixo enquanto GF: são excelentes!

Cursos GF CWB e SP • Operacional em Impressoras digitais • Técnico em Impressoras digitais • Aplicação de adesivos • Gerenciamento avançado de perfil de cores • Fechamento de arquivos • Arte Finalista • Operador em impressora sublimatica www.grandesformatos.com

DESAFIO DE MARCAS

fim do desafio

13


coluna

é preciso admitir que o balanceamento é necessário. Quanto mais entendermos como funciona tudo isso, menos vamos nos deixar contaminar e mais fácil vai ficar para neutralizarmos todas essas toxinas.

Estimulando ou maltratando? O cérebro humano é tão fascinante quanto complexo. A linha entre o que o estimula e o que o maltrata é muito tênue. Gregory Berns, professor de Psiquiatria, Economia e Negócios e diretor do departamento de Neuroeconomia da Emory University, explica que até os melhores programas organizacionais podem se tornar uma ameaça se não levarem em conta as reações do cérebro diante de determinadas situações.

Emoções tóxicas:

um lento veneno para o organismo Quantas vezes você já estragou um momento pessoal importante por causa de algo ruim que aconteceu durante o dia? E que nem foi com você? Mas, só o fato de você ter sido o manipulador da toxina, fez com que aquela emoção ficasse latente. Pronto, você tem dificuldade para comer, insônia, briga com o seu parceiro, ou acaba frustrando uma série de expectativas, simplesmente porque não soube gerenciar tudo isso. O preço mais comum da manipulação de toxinas é o esgotamento psicológico, físico e emocional. Daniel Goleman diz que emoções são contagiosas. As toxinas dos outros, então, penetram por nossas defesas, e levamos a dor de cabeça para casa junto conosco. Um dos maiores perigos da manipulação de toxinas é se tornar tóxico a si mesmo. Manipuladores sem estratégia acabarão com suas vidas pessoais. Assim como as pessoas que manipulam lixo tóxico em zonas radioativas, os manipuladores precisarão de um “traje protetor” para ficar longe do perigo. O trabalho de um manipulador de toxinas não é celebrado nem admirado, não espere por isso. Nem mesmo o reconhecimento daqueles que estão sendo ajudados, uma vez que este trabalho é feito nos bastidores. E como os manipuladores geralmente trabalham sozinhos, guardando para si mesmos a dor que estão administrando, eles ficam isolados e aprisionados na função. Os manipuladores de toxinas não são psicoterapeutas, professores de meditação ou líderes religiosos. Ainda assim, lidam com o sofrimento e ajudam os outros da mesma forma que esses profissionais fazem. Tendem a sacrificar suas vidas pessoais com este trabalho e a negligenciar seus estados físico, emocional, mental e espiritual no decorrer do processo. Por isso, 14

Ele cita como exemplo as análises de desempenho. As pessoas que estão sendo examinadas costumam sentir que só por participar dessa atividade seu status dentro da companhia é afetado. Elas vivenciam a experiência como uma ameaça, e essa postura dificulta o retorno esperado: a mudança positiva do comportamento. Todas as situações relacionadas com a “dor social” experimentada pelo cérebro diante da sensação de exclusão acabam afetando a capacidade cognitiva. Berns explica que quando alguém adota uma postura diferente, uma pequena parte do cérebro associada ao medo da rejeição é ativada. Então inicia-se uma reação emocional que reduz os recursos disponíveis para o ‘cérebro pensante’, no córtex pré-frontal, o que, por sua vez, diminui o desempenho e a capacidade de criar e de tomar decisões. Sendo assim, os líderes devem entender a importância de promover ambientes de aceitação e autonomia para oferecer segurança para sua equipe. A rejeição social é tão difícil de suportar quanto a dor física, já que os caminhos do cérebro de ativação das dores física e social são similares. Relacionamentos tóxicos ou negativos fazem mal, e ao longo do tempo podem funcionar como um lento veneno para o seu organismo. Atividades mentais como a meditação e exercícios de respiração liberam o estresse e evitam que você absorva as energias negativas, ajudando a ajustar o foco da mente, de modo a possibilitar uma melhor recuperação. É imprescindível que você fortaleça a sua capacidade física e o seu sistema imunológico, uma vez que gastará muita energia sem recuperação. Portanto, faça pausas e construa suas próprias reservas. A sua saúde é a sua vida!

Alessandra Assad é Master of Sciense in Business Administration in Neuromarketing na instituição de ensino Florida Christian University, é jornalista especializada em management, com MBA em Direção Estratégica e Mestrado em Neuroliderança. Professora nos MBAs da Fundação Getulio Vargas em todo o Brasil e professora no Master of Sciense in Business Administration in Neuromarketing na Florida Christian University. Palestrante internacional e CEO da ASSIM ASSAD Desenvolvimento Humano. Autora dos livros Atreva-se a Mudar!, Leve o Coração para o Trabalho e A Arte da Guerra para Gestão de Equipes e Liderança Tóxica.


ABRA PORTAS COM ACUITY

Qualidade de imagem quase fotográfica, versatilidade inigualável e baixo custo de impressão as impressoras Acuity trazem o DNA Fujifilm de inovação e tecnologia. Com até oito canais de tinta Fujifilm Uvijet e cabeças de impressão industriais Fujifilm Dimatix as impressoras Acuity produzem cores vibrantes em uma ampla gama de substratos flexíveis e rígidos, e podem incluir até mesmo tintas brancas, lights e verniz para aumentar o valor visual do produto e criar impacto. Opções para cura UV ou UV LED e até 20 configurações, incluindo plataformas rolo a rolo, híbridas e flatbed, as impressoras Acuity oferecem o máximo em flexibilidade e qualidade de produção para sua gráfica.

Oportunidades à sua porta Acuity LED 1600II

Acuity EY

Acuity LED 1600R

Saiba mais. Fale com a Fujifilm do Brasil: Tel.: (11) 5091-4000 • www.fujifilm.com.br

mento Lança


entrevista

A reinvenção da aplicação tradicional! Novidade no mercado, o Nanovinyl promete surpreender com a facilidade de aplicação e dinamismo nas campanhas publicitárias. filme Pet Magink, para proteção de telas e celulares, e recentemente o Nanovinyl. Um material único, capaz de revolucionar este segmento.

O material é oferecido em bobinas com 50m, nas larguras de 1,00m, 1,30m e 1,50m. Com preços próximos do vinil auto adesivo de boa qualidade e inferior ao eletrostático e removível.

A inquietude criativa de Diego Zapata, Fundador da Magink, que trabalha com sistemas adesivos a mais de 15 anos, foi responsável por um lançamento transformador para este mercado. Incomodado com os resíduos de cola que estavam manchando uma geladeira nova na sua casa, observou uma lagartixa passando pela parede atrás dela e teve um estalo criativo! “Neste animal, a natureza já teria se encarregado de “um adesivo sem cola”, então, bastava desenvolver um produto industrial com este conceito, sem resíduos. Isto será o futuro! ”. Após anos dedicados a muitos estudos e testes nasceu primeiramente o 16

Para entender esta grande novidade, conversamos com Diego Zapata, diretor executivo e sócio fundador da Magink, e com Ricardo Ottolia, um dos precursores da comunicação visual no mercado de decoração e que há anos tem incentivado as empresas nacionais a atuarem em mercados especiais. Diego, trabalha no mercado de matérias prima para telas de celulares desde 2012, com os filmes Pet Magink, e recentemente lançaram esta novidade no portfólio de soluções para atender a comunicação visual, para isto, fez a parceria assertiva com Ricardo, que está no mercado de comunicação visual desde 2003, atualmente, além de levar soluções em mídia ao mercado, faz consultorias nas empresas de comunicação visual. Eles nos contaram mais sobre isto: GF Poderia descrever um breve relato do histórico da Magink? Diego Quem nunca teve algum tipo de transtorno com resíduos de adesivo? Seja no vidro do seu carro, nas paredes ou em algum produto novo? Um dia, na minha casa eu estava justamente incomodado com os resíduos de cola que estava manchando uma geladeira nova na


Não perde a aderência

Não tem cola

Fácil Instalação

Não deixa resíduo

NOVIDADE! MAGINK

Superior ao eletrostático

Material lavável 1000 / 1300 / 1500mm Formato offset 66x96

NanoVinyl

Autoadesivo sem cola e reposicionável. Conheça toda a linha MAGINK em www.magink.com.br Grupo EBR Tel.: +55 11 3585.6700


área da churrasqueira. E me perguntando: como um produto novo poderia ficar com aspecto velho por causa de resíduos de adesivo? Nesse momento passou uma lagartixa na parede de trás da geladeira e me veio o estalo criativo! A lagartixa, a natureza já criou um adesivo sem cola, então eu preciso criar de forma industrial este mesmo conceito da lagartixa. Um material que ao ser aplicado não tenha cola e que por consequência, não deixe resíduos. Isto será o futuro do adesivo! Eu já tinha experiência no ramo de tintas e pigmentos também. Através desta ideia, comecei a estudar substratos e juntei uma equipe, para que juntos pudéssemos estudar a viabilidade. Após alguns anos de desenvolvimento finalmente conseguimos finalizar, aprimorar e lançar no mercado o Magink, e recentemente o NanoVinyl, o vinil com tecnologia Magink de “pega” sem cola. GF Quais fatores te levaram a “comprar a idéia” do Nanovynil? Ricardo Tive um contato inicial com o Magink: película de poliéster que adere a superfícies lisas, como vidro, telas de LCD, etc, que não deixa resíduo ao ser retirado. Ao tentar colocar o produto no mercado, notei que o valor do poliéster seria um impeditivo. Foi quando sugeri desenvolvermos o mesmo produto, mas com um frontal mais econômico como o PVC. Com muita dedicação de nossa equipe técnica, nasceu o NanoVinyl que associa um produto revolucionário e de alta tecnologia, com um valor mais apropriado ao mercado de comunicação visual. GF Como foi o desempenho com os testes de impressão? Quais tecnologias de impressão são recomendadas? Ricardo O frontal adotado no NanoVinyl é de excelente procedência. Além disso, o Grupo EBR desenvolveu ao longo de sua existência, grande “knowhow” em tratamento superficial em películas, o que nos garantiu o ápice em qualidade de impressão em todos os testes realizados, nas tecnologias Solvente, Eco Solvente, UV e Látex. GF Quais as vantagens para a empresa de comunicação visual? Ricardo Acreditamos ter hoje a melhor relação custo/ benefício e com as seguintes vantagens: - Aplicável em superfícies lisas, como vidros, metais, plásticos, telas de lcd; 18

- Sem qualquer resíduo na superfície em que foi aplicado ao ser retirado; - Garantia de aderência mesmo quando estocado, por muitos meses; - Possibilidade de ser aplicado e reaplicado, quantas vezes for necessário; - Lavável nas duas faces, sem perder suas características de aderência; - Garantia de posicionamento na superfície, mesmo que seja de grandes formatos. GF Quem serão seus clientes neste material? Quais novas oportunidades de mercado estes clientes podem agregar? Ricardo Queremos fortalecer o mercado de comunicação visual com este produto, este é nosso foco. E estes poderão atuar em diversos segmentos do mercado: - Aplicação em vitrines, portas de elevadores, laterais de escada rolante; - Aplicação em veículos; - Propaganda em telas de LCD em geral, como televisores, computadores; - Decoração residencial e corporativa de forma geral Enfim, onde sua imaginação alcançar! GF Como conhecedor deste mercado qual mensagem você deixa aos nossos leitores? Ricardo Mantenho meu foco em buscar mercados com maior valor agregado, saindo da tradicional impressão em materiais que já são commodities, como lonas e adesivos. O mercado carece de novidades, de empresas que estejam na frente, que dominem a informação e levem soluções aos seus clientes. Precisamos ter empresas que não faturem por metro quadrado, mas sim por projetos. Saliento que em breve lançaremos outros produtos para o mercado de comunicação visual adotando a mesma tecnologia do Magink, será mais um avanço de alto nível. Contato Ricardo Ottolia 11 99172 8185 r.ottolia@hotmail.com


CAPA

We Love Supplies Por Luciana Andrade Para um bom funcionamento, qualquer que seja o negócio, assim como as metas, os preceitos de Missão, visão e valores, tudo baseia-se em uma tendência inovadora mundial de gestão. Disto se fazem milhões de estudos e técnicas para melhorar as performances das empresas. Na comunicação visual tentamos implantar todas as melhores tendências. Nossos amigos empreendedores de norte a sul nos atualizam sempre com suas ideias fantásticas para os melhores resultados empresariais, seja com a aquisição de uma nova tecnologia, com aumento do parque gráfico, com softwares de gestão eficazes, com implantação de planejamentos estratégicos, entre tantas outras inovações em suas empresas. Levando em conta que “tudo precisa melhorar” existe um abismo intencional na pratica da busca dos suprimentos por algumas empresas! É contraditório, mas alguns empresários nem testam os novos materiais (com tantas coisas incríveis que temos!), e as revendas por sua vez nem sempre conseguem dar continuidade

20

nas linhas diferenciadas. São os suprimentos os principais responsáveis pela mudança de “valor percebido” dos clientes finais. Convidamos você a embarcar o mundo dos suprimentos, a conhecer a fundo o que você usa primeiramente (sim, muitos não sabem o que usam e acabam comprando “gato” por “lebre”), assim você será o consultor do seu cliente. Saberá todas as vantagens e desvantagens de cada utilização. Isto te dará poder de sair de qualquer briga por preço de m2. A partir de agora priorize o conhecimento e garanta as vantagens de ousar em suas escolhas!


Mídias flexíveis Fernando Bifulco, Diretor de pesquisa e desenvolvimento de produto Imprimax

Vinís Calandrados GF A que se destina? É utilizado para faixas, banners, vitrines, toda parte de comunicação visual, depois de um tempo fomos indo para a parte do automotivo, decoração. Temos clientes de vidraçaria, marcenaria, arquitetos, decoradores, lojas de som, enfim. GF Quais são as limitações? É um material é quem um efeito memória maior, mas hoje na parte prática de aplicação tem como utilizar isso a seu favor, por exemplo, um parachoque a gente usa uma técnica negativa que a gente desce forçando o material e quando ele volta é como de ele abraçasse o para-choque. Essa mesma técnica pode ser usada para o retrovisor, o aerofólio, farol de milha, enfim, peças que precisam de maior moldabilidade. Ao invés de forçar o PVC a gente faz ser mais natural até sobre uma curva. De vez em quando você tem uma

largura de um PVC para fazer um capô de um carro importado, a minha limitação está na emenda, algumas vezes nós temos que usar o recurso da emenda para não forçar o material. Muitos profissionais querem fazer tudo sem emenda, pra deixar mais bonito, mas isso força o material.

O profissional precisa saber aplicar e usar corretamente os recursos do material. Tem gente que consegue fazer sem e se torna referencia no mercado, mas é difícil. GF Quais são os novos nichos? O mercado tem crescido muito, mas ainda temos muito que explorar. Temos clientes de diversos segmentos. Hoje nós estamos vendo que os adesivos estão indo para muitos segmentos que antes nós não vendíamos. O consumo do vinil adesivo está crescendo no Brasil. O limite do adesivo hoje é a sua criatividade, onde a sua criatividade for o adesivo te acompanha.

21


We Love Supplies

Vinil Cast

Roberto Vannuchi, Diretor OverSign Envelopamentos

22

GF Quais as novidades em vinil cast? Atualmente o mercado vem crescendo, principalmente no Brasil. A procura por novidades sempre foi constante, com essa preocupação, os fabricantes de adesivo Cast vem lançando novidades em relação às cores e o principal, a qualidade desses produtos, está aumentando rapidamente. Hoje os vini’s Cast, já se assemelham muito a uma pintura automotiva, o brilho e textura são realmente perfeitos. O que se ganha com isso, é que no Vinil Cast não precisa de polimento, correção de pintura, etc. Em 2018 os fabricantes vêm forte nas tonalidades de Camaleão, diferentemente de 2017, que foram os adesivos Cromados. GF A que se destinam? O Vinil CAST é destinado ao envolvimento total da carroceria dos veículos na parte externa, como uma troca de cor. Pode-se também personalizar partes do carro, como o teto Black Piano, muito procurado na minha loja nesses últimos anos. GF Quais as limitações? O vinis Cast assim como um Vinil Calandrado, tem suas limitações, porém a moldabilidade do adesivo Cast é muito grande devido a sua fabricação. O adesivo Cast nasce de uma forma liquida e é colocado em uma forma, após seu total descanso chega à gramatura determinada pelo seu fabricante. Devido ao processo ele tem uma elasticidade muito maior, porém não é superior a 30% de sua forma natural. GF Quais são os novos nichos? O adesivo Cast é voltado para envelopamento total e parcial de carros, o que se pode dizer em novos nichos para esse material são os próprios lançamentos de carros, por exemplo, ano passado houve uma grande procura na minha loja, de teto Black Piano para o Jeep Compass, já nesse ano estamos com uma forte demanda de confecção de faixas para o novo Ford Mustang, em 2016 foi o teto laranja do Nissan Kicks e por ai vai.


ricardo Ottolia, Consultor de empresas de comunicação visual

Tecidos para impressão GF A que se destinam? A impressão digital em tecidos cresceu expressivamente nos últimos anos, principalmente na Europa. No Brasil, seu ingresso no mercado de impressão digital ganhou força a partir do momento em que o governo decretou a Lei Antidumping para as lonas, fazendo com que seus preços atingissem patamares jamais imaginados. Era o momento mais propício para que as empresas inserissem o tecido como uma mídia alternativa, substituindo aos poucos o uso das lonas. Soft Signage”ou sinalização leve, é o termo usado para descrever o mais novo processo de impressão digital direta em tecidos. O tecido é leve, não encanoa como a

lona, pode ser dobrado e armazenado de melhor forma para o transporte, o que facilita muito. Com preço acessível e muitas vantagens a seu favor, o tecido trouxe a possibilidade de se produzir banners promocionais, materiais de ponto de venda, itens decorativos como cortinas, almofadas, decoração em sofás e cadeiras, quadros, decoração de paredes, fundos de vitrines e de palcos de shows e festas infantis, bandeiras, backdrops, windbanners, displays roll up – sua versatilidade é infinita. GF Quais as limitações? Produzidos à base de poliéster ou fibras naturais como o algodão, estes tecidos são encontrados em larguras superiores a 3 m e precisam receber tratamento químico específico para poderem impressos em todas as tecnologias de tinta, ou seja, UV, Látex, Solvente e Eco Solvente. GF Quais são os novos nichos? Canvas branco, canvas natural, canvas auto-adesivo, flags leves e pesados, com ou sem liner, poliéster e oxford, são alguns dos diferentes tecidos aptos a receber impressão digital direta que encontramos em nosso mercado. É importante salientar que já existe uma fábrica com tecnologia 100% nacional que possibilita ao nosso mercado não depender mais dos produtos importados, proporcionando assim estoques constantes e um custo/benefício bastante atraente para as empresas de comunicação visual. Para as empresas que pretendem “sair” da venda por metro quadrado e buscam atuar no mercado de valor agregado, é importante ressaltar que é necessário constante investimento em know how e tecnologias, atualização de softwares e hardwares. Entretanto é fundamental acentuar que os tecidos para impressão digital direta encontram-se em fase embrionária e têm uma capacidade de grande evolução e crescimento de seu market share.

Lonas

Diomedes Souza, Proprietário da empresa O Aplicador desde 2014

GF Quais são as limitações das lonas? O maior problema das lonas é o fator de encanoamento, que faz as lonas dobrarem para dentro, como uma concha, além disso, também existe o problema de perder a coloração quando a lona é de baixa qualidade. Quando acontece a substituição do PVC pelo cálcio, por exemplo, e essa material é utilizado de forma externa a água da chuva reage com o cálcio e a lona perde a coloração, não por conta da tinta, mas em função da lona ser de baixa qualidade. Hoje no mercado já existem alternativas de lonas sem trama que não permitem que o encanoamento aconteça, além de materiais de maior qualidade que permitem maior durabilidade do produto. GF Quais são os novos nichos? A comunicação visual como um todo está trabalhando muito e se desenvolvendo para a área de decoração. Muita gente utiliza a lona para fazer o estofamento de puffs, revestimentos, decoração para datas festivas, entre outros. Eu, por exemplo, recentemente fiz uma toalha de mesa quadriculada para decoração de festa junina. Então eu acho que o que está em alta no momento é o nicho de decoração. 23


Substratos Rígidos

PVC

Diomedes Souza

Roberto D’Amore, Diretor Comercial da empresa Day Brasil

ACM GF Quais as novidades? Para o mercado de comunicação visual sempre possui novidades em rígidos e flexíveis. No que se refere aos rígidos, lançamos uma linha de exclusiva de cores de ACM inspirada na Patagônia. Estes ACMs possuem textura, são foscos e possuem cores incríveis inspiradas em paisagens da Patagônia. GF Quais os novos nichos? O ACM colorido e com textura está a cada dia sendo utilizado em novos nichos de mercado, temos um case de mercado de uma importante instituição financeira brasileira que optou por utilizar o ACM Verde Limão em seus caixas eletrônicos dando destaque e modernidade nos caixas de suas agências. 24

GF A que se destina? O PVC pode ser expandido, que tem um aspecto aerado, como um isopor. É um material mais leve, é possível deixalo mais espesso colando chapas do material. É muito usado para letras caixa devido à durabilidade. Utilizado para sinalização e fachadas. Possui diversas cores, quando usada à versão expandida ele tem o aspecto fosco e com o PVC compacto ele tem aspecto brilhante. É um produto durável e aceita pintura. GF Quais são as limitações? Uma das limitações é que não se pode fazer o corte a laser, já que o produto emite uma fumaça tóxica, podendo ser feito apenas o corte a frio, como o corte em Router, por exemplo. GF Quais são os novos nichos?

Os novos nichos neste caso tem sido a utilização do PVC para fazer móveis. O MDF, por exemplo, pode ser substituído por PVC expandido e ser usado para fazer prateleiras, mesas, entre outros objetos. Ele está muito presente no setor de decoração e sinalização em locais que é necessário maior durabilidade.


Poliestireno (PS) Diomedes Souza GF A que se destina? O poliestireno é um tipo de plástico, tem o mesmo aspecto do PVC, mas tem características muito diferentes em relação a durabilidade por exemplo, é um produto utilizado para baratear o custo, usado em instalações internas e tenham um tempo específico de utilização, já que a durabilidade é de curto prazo. Ele é utilizado em placas de sinalização, para revestimentos, por exemplo, para planificar paredes, fazer displays, móbiles e também serve para campanhas de curto prazo. GF Quais são as limitações? A maior limitação deste material é quanto à durabilidade que ele tem, por outro lado este é um produto de baixo custo. Quando o PS é utilizado de forma externa ele amarela muito rápido por conta da ação do sol, além disso, ele fica quebradiço, quebra muito fácil com o passar do tempo.

We

Love Su

pplie

s

GF Quais são os novos nichos? O poliestireno é usado em alguns materiais de campanhas eleitorais, aquelas réguas finas e pequenas com a impressão de estabelecimentos ou para fazer propaganda de alguém, é feita com este material. Eu também já fiz jogo americano com ps. É um material bem versátil, aceita impressão direta, tanto a base de solvente quanto de UV. Pode ser cortado, é flexível e fácil de moldar com o calor.


GF Quais são os novos nichos? O nicho mais novo é de decoração, revestimentos e móveis. Eu já fiz um stand totalmente feito de papelão, mesa, bancos, armários, prateleiras, enfim, tudo de papelão. É utilizado mais para eventos, mas é uma opção interessante.

Diomedes Souza, Proprietário da empresa O Aplicador desde 2014

Acrílicos

Papelão GF A que se destina? O papelão é muito utilizado para fazer caixas, mas também para fazer displays em função do custo. Atualmente o Falconboard, que é um papelão mais resistente tem sido usado para fabricação de móveis, já que o papelão tem uma estrutura que fornece sustentação quando utilizado da forma correta. Para está finalidade o papelão se torna mais caro, mas é uma opção para quem quer inovar. Muita gente já tem utilizado em show rooms e em feiras, tem stands feitos totalmente de papelão. Além de diferente ele tem a vantagem de ser ecologicamente correto. GF Quais são as limitações? O maior problema é que ele não é resistente à água, também não tem uma durabilidade muito grande. Além disso, ele tem um aspecto rústico, daí depende da finalidade para a qual o produto será usado, pode ser tanto um problema quanto uma solução.

GF A que se destina? O acrílico serve para uma infinidade de coisas, ele possui diversas cores. Nós utilizamos bastante para fazer fachadas, principalmente quando é utilizada iluminação, daí é feita a combinação da fachada, da chapa de acrílico e da luz de led que é colocada atrás da chapa. Também é usada para fazer letra caixa, além de ser usada na decoração. GF Quais são as limitações? A limitação do acrílico é que ele trinca com facilidade por ser um material mais seco. Quando usado de forma externa ele pode trincar ou craquelar. O policarbonato é uma opção que não trinca e pode ser moldada, além de ser muito resistente. Uma terceira opção é o Petg, que é uma chapa mais flexível. GF Quais são os novos nichos? Tem sido muito empregado na decoração, mas funciona muito bem para sinalização interna também, dá um aspecto mais refinado. O acrílico pode ser mesclado com o ACM e luz de led.

Citamos apenas os suprimentos básicos, porém, quando falamos com os leitores muitos ainda tem dúvidas sobre suas aplicações e limitações, por isso a dica de ouro: CONHEÇA TUDO SOBRE CADA SUBSTRATO. Conhecimento sempre deixará sua empresa à frente com seus clientes. Temos uma grande demanda de novos materiais: Nanovinyl, tipos de back light film, eletrostáticos, magnéticos, enfim, trazer novidades para sua empresa é fundamental. Mas antes conheça todos os materiais a fundo, assim terá certeza de oferecer o melhor para 26

seu cliente sempre!


coluna para melhor! Atualmente existem soluções de todos os tipos, qualidade e nacionalidades. Costumo orientar as decisões sobre tintas com base nos seguintes fatores: Reprodutibilidade de cores. Pois é difícil agradar clientes quando não temos aquele bom cinza, vermelho, verde, azul, ou até mesmo os tons Pantone, que sempre nos deparamos. Para isso precisamos de pigmentos de boa qualidade. Resistência física e química. Já que cada vez é mais comum uso de mídias que necessitam de resistência ao atrito e a produtos de limpeza, como detergente, álcool, etc. A ancoragem de uma boa tinta, aliada à um bom substrato, podem resolver esse problema.

Ricardo Gomes Diretor executivo Megagraphic ricardo@megagraphic.com.br

A importância dos suprimentos para birôs de impressão profissionais

Desde 1999 acompanho a evolução do mercado de impressão digital e junto com ele toda oferta de soluções em equipamentos e suprimentos em geral. O que vem crescendo em diversidade e qualidade em todos os níveis. Normalmente tenho sido chamado para comentar equipamentos, por ser minha especialidade, mas hoje vamos falar mais sobre suprimentos. Costumo dividir os suprimentos em 3 categorias principais: Tintas, Substratos e Peças de Reposição. Houve-se um tempo onde encontrarmos tintas perfeitamente compatíveis com cada impressora era algo complicado, uma tarefa muito difícil. Ano após ano este cenário tem mudado, e 28

Resistência a intempéries. É outro fator importante a se destacar. Saber o tempo mínimo de exposição necessária para cada trabalho, e conhecer o perfil dos clientes que o birô atende será importante para determinar se para seu perfil a durabilidade é mais ou menos importante. Existem tintas hoje para todas as necessidades, 3 meses a 24 meses de durabilidade quando falamos de eco solvente ou solvente, mas podem passar de 2 anos quando o assunto é UV. E por fim, algo cada vez mais frequente é a preocupação quanto ao nível de odor. Este fator tem sido ponto de decisão importante a cada dia, pois os pequenos birôs e gráficas rápidas normalmente são instalados em locais onde a exaustão dos odores são complicadores. Galerias, shopping, locais com pouca ventilação. Isso dificulta o projeto de exaustão, então a busca por tintas com pouco ou baixo odor são cada vez mais frequentes. Lembrando que inodoro, ou sem odor, somente água! Tinta é produto químico, então, o termo internacionalmente usado tem sido ODORLESS, ou menor odor. Mesmo tendo encontrado em uma tinta todos os fatores acima conforme sua necessidade, a tinta também precisa ser perfeitamente compatível com o equipamento e sua tecnologia de impressão. A perfeita compatibilidade irá trazer outros benefícios como: diminuição no consumo, menor descarte, maior velocidade de impressão, maior durabilidade das cabeças, dentre outros fatores. Quando o assunto são os substratos para impressão digital, os avanços também são espetaculares. Atualmente temos a disposição grande variedade de materiais que atendem a demandas de todos os preços e qualidade. Rígidos, flexíveis, planos, texturizados, foscos, brilhantes, translúcidos, têxtil, enfim, é muito grande a oferta de mídias. A sugestão é solicitar amostras aos fornecedores e avaliarem como cada material se comporta em sua impressora, já que resultado pode ser diferente em cada uma delas, de acordo com a tecnologia de impressão de cada equipamento. Por fim, as peças de reposição são consumíveis menos frequentes, mas nem por isso menos importantes para sua gráfica digital. Encontrar um fornecedor eficiente e responsável é caminho importante para o sucesso. Normalmente, o gestor do birô se lembrará deste item somente quando o equipamento é paralisado por alguma razão. Quando isso ocorre, é importante que a solução seja rápida e eficaz, buscando sempre fornecedores que sabem o que estão vendendo, que oferecem produtos realmente compatíveis ou homologados para cada tecnologia de impressão, e que preferencialmente, tenha a disposição também serviços técnicos especializados para seus equipamentos. E sempre exija sua nota fiscal, pois será importante para as garantias!


UM NOVO 10 a 13 ENCONTRO DE setembro BONS NEGÓCIOS Das 15h às 21h

2019

50%

CENTRO DE EVENTOS DO CEARÁ - FORTALEZA

EVENTO PARALELO:

Mais de dos espaços já renovados para

2019

Não fique de fora! Informações:

www.signsnordeste.com.br

Agência de Viagens Oficial:

Promoção:


Explore novos mercados! Personalize capas de celulares, brindes diversos e acessórios em MDF como brincos, pulseiras, colares e muito mais.

Projetadas para maior exibilidade, as tintas ECO-UV reproduzem com delidade as imagens e seus contornos para a decoração de uma grande variedade de objetos, desde lindos presentes e itens inovadores até peças industriais e prototipagem de produtos.

Tamanho da mesa: Máximo 305x280mm

Tamanho da mesa: Máximo 508x330mm

Tamanho da mesa: Máximo 770x330mm

A linha VersaUV LEF são equipamentos com tecnologia de impressão por meio de cura UV LED que possibilita a impressão direta em diversos objetos!

Entre em contato conosco através do e-mail vendas@rolanddg.com.br tel: (11) 3500-2600

www.rolanddg.com.br


tintas digitais

Tinta Mild Solvent de Alta Performace Cabeças DX - Ref. 9250 Tinta ECO Solvente Cabeças DX - Ref. 9255 T I N TA S

Tinta Piezo levíssimo odor 6+ Picolitros - Ref. 9257 Tinta Piezo levíssimo odor Cabeças Spectra Polaris - Ref. 9259 Tinta UV Cabeça Ricoh e Konica - Ref. 9400

Tinta UV LED Cabeça Ricoh e Konica - Ref. 9420 PIONEIRA NA FABRICAÇÃO DE TINTAS DIGITAIS PARA GRANDES FORMATOS NO BRASIL

Tinta Sublimá ca Desktop - Ref. 9370 Tinta Sublimá ca Cabeças Ricoh e Konica - Ref. 9380 Tinta Sublimá ca Alta Densidade Cabeças DX + TFP - Ref. 9385 Tinta Sublimá ca Cabeça Epson - Ref. 9387

A SATURNO TINTAS desponta em 2008 com o desenvolvimento e fabricação da Primeira Tinta Digital Solvente genuinamente brasileira. A “Mild Solvent” (CÓD. 9250), é reconhecida por seus clientes por proporcionar durabilidade prolongada das cabeças de impressão presentes em inúmeros equipamentos em território Nacional e América Latina. Lançamos recentemente a tinta digital solvente de levíssimo odor, com excelente ancoragem. Na “Feira da Serigrafia Sign 2018”, teremos como destaque a “9420.UVLED FLEX” desenvolvida pela nossa equipe de laboratório especialmente para a IMPRESSORA ST1800 UVLED HÍBRIDA fabricada em parceria com a TOMASONI INDÚSTRIA DE MAQUINAS, exposta em nosso stand. Qualidade, repetitividade e fidelidade são os padrões de fabricação de nossas tintas. Venha nos visitar na Rua E, stand 061.

Saturno Indústria de Tintas e Representações Comerciais LTDA. Av. São Paulo, 10 - Jordanópolis - S. B. do Campo - SP

Tel.: (11) 4174-7200 - faleconosco@saturno.com.br

www.saturno.com.br


TRADIçÃO em

ImpRImIR

ResulTADOs ATRAçÕes

fÓRum seRIgRAfIA sIgn fuTuReTeXTIl 4 dias de conteúdo intenso, com palestrantes renomados.

DeCOReXpRess

fÓRum DO ACRÍlICO

Infinitas possibilidades que as técnicas de impressão oferecem para a decoração de interiores.

Dicas práticas para alavancar os seus projetos de comunicação visual com o uso do acrílico.

seRIgRAfIA em AçÃO

sAlA De CRéDITO fIesp, ABIgRAf e sInDIgRAf

Oficina criativa com demonstrações práticas de todo processo serigráfico.

Oportunidade de se relacionar com as instituições financeiras parceiras e conhecer formas de financiamento.

CIRCuITO De ImpRessÃO DIgITAl TêXTIl

seBRAe mÓVel

Passo a passo da produção de uma estamparia digital têxtil.

Orientações para abertura de empresa e para quem busca um novo posicionamento no mercado.

/seRIgRAfIAsIgn

Apoio

Serigrafia SIGN FutureTEXTIL 2018, mais completa feira de tecnologias e soluções de impressão para os mercados de serigrafia, comunicação visual e têxtil.

Inscreva-se agora mesmo em

www.serigrafiasign.com.br


Histórias de sucesso

INPIRAÇÃO PARA CRESCER! Conheça a história da Faz Comunicação Visual, que em pouco mais de um ano atinge grandes contas e está na contramão dos desafios de crescimento! Por Stefanie Bohnke Começar um negócio é sempre desafiador, sobretudo no nosso exigente seguimento. De acordo com a pesquisa Demografia das Empresas, divulgada pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) 60% das empresas abertas no Brasil não conseguem chegar aos cinco anos de existência. Para ir contra esta estatística assustadora é necessário muito trabalho, entregar qualidade nos serviços prestados, acreditar no potencial do mercado e unir experiências para construir empresas fortes e sólidas. A Faz Comunicação Visual está á pouco mais de um ano no mercado e já conquistou a conta de grandes clientes. Ao que tudo indica a Faz, seus sócios e colaboradores não pretendem entrar para esta estatística do IBGE, mas para estatísticas de crescimento e sobrevivência que no sudeste 36

do país, onde a empresa está localizada, que é de 84,9%, muito acima da média nacional. A Grandes Formatos conversou com Alexandre Caju, sócio fundador da empresa que hoje conta com a colaboração de 15 funcionários. Alexandre contou quais foram os caminhos traçados por ele, os objetivos que serviram para dar o norte à companhia que já trilha caminhos de sucesso, e o que espera do futuro com a FAZ. GF Qual é a história da empresa? Como e quando nasceu a FAZ? Alexandre Trabalhei por 15 anos em umas das maiores editoras de revistas técnicas da América Latina como contato publicitário, era gerente de contas de uma das sete publicações da editora, ou seja, vendia anúncios. Conheci o mercado de comunicação visual através de um diretor/ presidente de uma grande empresa do setor. Pela minha articulação e relacionamento, fui convidado por essa pessoa a desenvolver a área comercial da empresa. Sem saber o que era substratos e máquinas de impressão e corte, fui buscar informação para entender e atender os clientes da melhor maneira possível levando solução, muitas vezes indicando outros conceitos aos clientes, mas sempre em quatro mãos com a Madeleine Pereira conhecida em nosso mercado como “Made” ela era orçamentista sênior nessa empresa, hoje nossa gerente geral da Faz Comunicação Visual. Em poucos meses nessa empresa, o então diretor decidiu


SOLUÇÕES PARA COMUNICAÇÃO VISUAL

Uma nova identidade visual, um novo posicionamento de mercado, qualidade e confiabilidade de sempre. Seja nosso parceiro!

hub Central de importações e distribuição a canais de revenda em todo território nacional

durata

plotertec Revenda referência Orafol e Mimaki, unidade Porto Alegre

TM

®

Equipamentos, insumos e assistência técnica

www.hubplotertec.com.br Fone: (51)3095.6401


GF Neste curto período de atividades, comparando com as empresas tradicionais da comunicação visual, vocês ganharam muito mercado! A seu ver, a que se deve este sucesso rápido? Alexandre Graças a Deus e a muita dedicação de todos os envolvidos com a empresa nesse um ano e cinco meses, hoje a Faz Comunicação Visual ganhou a conta de produção de grandes clientes. São projetos no Brasil inteiro que são executados por nós sempre com muita qualidade, carinho e respeito, coisa que não abrimos mão.

Mas o fator determinante para esse sucesso rápido é o nosso atendimento! Indiscutivelmente mandar rápido os orçamentos solicitados e fazer follow-up se o cliente recebeu e se entendeu o orçamento é a chave para esse sucesso. Oriento à equipe de orçamentos e o

vender para outro gestor e nesse período as coisas foram ficando cada vez mais difíceis. Primeiro por prazos não cumpridos e depois por qualidade do material impresso. Por conta desses problemas, não conseguia fidelizar os clientes e eu como estava na linha de frente a culpa dos problemas recaiam 100% sobre mim. Pouco tempo depois decidi fazer uma pesquisa com os clientes que eu atendia ventilando a possibilidade de eu ter meu próprio negócio e se eles me dariam a oportunidade de produzir alguns trabalhos. Fiquei muito surpreso! Todos me apoiaram e foi a partir desse momento que decidi fazer um planejamento de negócios e partir para a execução, esse projeto iria sair do papel. A Faz comunicação nasceu em 06/02/2017. Depois de alguns meses no mercado, convidei Davis Campos, um engenheiro de projetos para ser meu sócio. Davis depois de ver o planejamento da empresa e entender onde a Faz poderia chegar aceitou o convite para sociedade e hoje ele toca as operações da empresa comigo. GF Quais eram os principais objetivo da empresa? Alexandre O principal objetivo da empresa foi, é, e sempre será entregar confiança a nossos clientes através de dedicação, comprometimento, agilidade e qualidade, cumprindo sempre os prazos de entregas dos materiais. GF Quais foram os principais impasses? Alexandre Os impasses no primeiro momento era fazer com que os clientes conhecessem o mais rápido possível a empresa e que nos dessem a oportunidade de imprimir o primeiro trabalho. Outra preocupação era envolver os colaboradores mostrando a importância de cada um deles nos processos desde o inicio ao fim.

38

time comercial a fazer sempre esse trabalho, com isso ganhamos confiança e respeito junto aos clientes, somase a isso o acompanhamento de todas as produções/ instalações/positivações que fazemos em tempo real com nossos instaladores mantendo nossos clientes a par do que está acontecendo e ao final de cada instalação fornecemos check in fotográfico de trabalho executado aos responsáveis pela contratação. GF Como você enxerga a FAZ daqui a cinco anos? Alexandre Essa pergunta é desafiadora, mas enxergo a Faz Comunicação visual como uma das empresas mais reconhecidas do mercado por tudo isso citado acima. Sim, digo reconhecida, pois é diferente de conhecida. Quando alguém lhe perguntar se conhecem a Faz quero que respondam: “Sim, conheço a Faz e meus trabalhos e projetos são executados por eles com muita qualidade e comprometimento”. Isso é RECONHECIMENTO! Quero a Faz daqui a cinco anos como uma empresa exemplo de sustentabilidade, qualidade e ótimo relacionamento com nossos clientes e fornecedores, também enxergo possibilidades de investimentos em máquinas com mais poder de impressão e corte nos tornando ainda mais competitivos do segmento. GF O que você diria para um empresário que quer entrar no segmento? Alexandre Essa é fácil... eu diria: faça o certo e não o fácil! Trabalhe muito e envolva a equipe sempre! Sua equipe precisa ser valorizada. Cada colaborador precisa se sentir acolhido pela empresa. Praticamos isso aqui na Faz, tanto que nossos valores são: “Tornar nossos colaboradores, clientes, fornecedores e parceiros em uma grande equipe. Trabalhar com transparência, responsabilidade e respeito; Fazer do ambiente de trabalho uma extensão de nossas vidas”.


prodv

E M Ó R B I TA COM A MODA E A TECNOLOGIA 21 a 24 agosto

FEIRA BRASILEIRA PARA A INDÚSTRIA TÊXTIL

2018 14h às 21h Parque Vila Germânica Blumenau/SC

www.febratex.com.br Baixe o aplicativo oficial do evento:

FÓRUM i n f or mações

Apoio:

Agência de viagens oficial: www.feiratur.com.br

Empresa Associada:

Promoção:


Coluna

Tempo X Produtividade Estamos vivendo uma sociedade cada vez mais sem tempo, corrida, sem qualidade de vida, dominada pelo estresse e pelas coisas que ficaram para depois. Será que o tempo acelerou ou nós que aceleramos? A verdade, é que o tempo continua igual e o que mudou foi a nossa percepção dele. A tecnologia, sem dúvida, acelerou esse processo, mas também nos fez adicionar coisas demais no nosso dia achando que vai dar tempo. Um dos maiores problemas que temos de tempo hoje, é a ilusão de que podemos dar conta de tudo, e querendo fazer tudo, acabamos por não fazer nada. E aí está a coisa mais simples e centenária que podemos aprender sobre produtividade: nosso trabalho é infinito, se quiser procurar, vamos sempre achar coisas para fazer. Agora, nosso tempo é limitado, ele está concentrado em apenas 24h por dia e, são produtivos, aqueles que conseguem colocar nesse tempo as coisas que devem ser feitas, que trazem resultados nessas horas e que sabem cortar aquilo que não deve ser feito ou é desnecessário.

Quando essa equação está desbalanceada, o estresse aparece, a correria toma conta e a bola de neve da urgência se torna o padrão diário. Imagine que a vida é uma balança. Em um dos pratos, está o equilíbrio – tudo o que fazemos para aumentar nosso bem-estar, qualidade de vida, lazer, esporte, relacionamentos. No outro, está o resultado – todos os objetivos que conseguimos alcançar, nossas finanças, conquistas pessoais, bens, etc. Equilíbrio tem a ver com quem você quer ser e, resultado, com o que você quer ter. Será que você tem resultados com equilíbrio? Ou você tem muito resultado e pouco equilíbrio? Ou está em um momento da vida sem equilíbrio e sem resultados? Nosso foco é ter resultados, mas mantendo nosso equilíbrio, ou haverá um momento em que simplesmente espanaremos. 40

O que poderá ajudar você nessa missão, é aprender a aumentar sua produtividade pessoal, o que infelizmente não aprendemos na escola. Produtividade é você obter seu resultado com equilíbrio, planejar do jeito correto, aprender a priorizar o que deve ser feito, e não apenas o que você gosta de fazer, ter uma organização que ajude você a ganhar tempo e, com apoio da tecnologia, automatizar a maior parte do trabalho braçal. O primeiro passo para ser produtivo você já deu. Leu esse conteúdo até aqui, pois no mundo da pressa, muitos pararam no primeiro parágrafo. Procure aprender mais sobre produtividade, busque literatura especializada (recomendo começar com o livro A Tríade do Tempo), descubra uma ferramenta (que pode ser um app, agenda de papel, software, etc) que ajude na sua gestão e aplique um método que ajude você a conquistar mais equilíbrio, mantendo ou aumentando seus resultados. Tempo não é dinheiro, seria muito pouco se fosse apenas isso. Tempo é vida e você não pode desperdiçar sua vida. É possível ter mais tempo através de uma rotina mais produtiva, e é seu dever aprender o como salvar sua vida Christian Barbosa, ao longo dessa jornada e que, ao longo do processo, maior especialista no Brasil você pare de correr e em administração de tempo e comece a andar. produtividade.

Youtube: /christianbarbosa Instagram: @christiantriad


FESPA BRASIL

impressoes s

TRANSFORMANDO E INOVANDO

CRIE OPORTUNIDADES NO PRIMEIRO EVENTO DE IMPRESSÃO DO ANO! RESERVE SEU ESPAÇO !

www.fespabrasil.com.br


gf news

Um paraíso na África do Sul:

Capetown Uma viagem fantástica pelo mundo de tintas de impressão digital Por Luciana Andrade Atendendo ao gentil convite da renomada Digi Suprimentos, em nome da Nutec, fabricante mundial de tintas para impressão digital, estive em visita a fábrica, que fica em Capetown na Africa do Sul, com o objetivo de participar de um treinamento comercial oferecido pela Nutec às revendas latino-americanas, que aconteceu nos dias 2 a 5 de maio. Como todo aprendizado, em especial na área de impressão me seduz, não hesitei em aceitar prontamente o convite! P.S: Sobre Capetown: Certamente é um dos lugares mais lindos do mundo que eu já estive! Agradeço especialmente à Renato Coelho, Elizangela Moraes, Vagner Martins e Natalia Gonçalves, sem eles não seria possível! E a Gabriel Conti, Tony Davison, Paul Geldenhuys, Neil Green, Martine

42

Goodchild, Jamie Lowndes e TshiamoShole, time Nutec de diretores e amigos que abriram as portas de sua “casa” como excelentes anfitriões! O grupo era de 26 pessoas da américa latina, os brasileiros eram a maior parte! Gabriel Conti, Diretor Nutec para America Latina foi nosso professor e guia em todas as atividades do evento. Sempre com extrema eficiência em todo o proposto. Desde presentinhos nos quartos do hotel, com cartinhas personalizadas, até a relevância dos temas e o profissionalismo com o qual explicou cada etapa do processo. O que mais me chamou atenção foi aprender sobre os processos de fabricação das tintas (solvente, sublimação e UV), que mesclando com a teoria do que era passado, pudemos ver tudo acontecendo! A fabrica, comandada pelos 4 sócios: Tony, Paul, Neil e Jamie, tem sintonia perfeita em seus processos. Todos os cuidados com cada etapa da fabricação nos permitem ver que estamos frente a um forte objetivo


mutuo de padrão de qualidade e de comprometimento com o cliente. Não ficaram dúvidas de que os sócios e a empresa não são movidos por lucratividade a qualquer preço, pelo contrario, eles realmente fazem o melhor para que cada um dos usuários fique extremamente satisfeito. Não à toa eles possuem um parque gráfico invejável! Com um modelo de cada das principais impressoras solvente, sublimática e UV para testes contínuos em cada lote de tinta fabricada. O processo de fabricação parte do pigmento para formulação completa das tintas. Todos os pigmentos devem ter o mesmo tamanho, o que varia são as resinas utilizadas para dar viscosidade. Estas variações são necessárias para a adaptação com os processos e cabeças de impressão. Estes são alguns dos muitos critérios rigorosos utilizados que fazem com que as tintas eco-solvente sejam idênticas as originais, sem necessidade inclusive de fazer perfil especifico. Os fundadores afirmam: “O

primeiro ponto a ser esclarecido é que muitas empresas fazem tintas paralelas, a Nutec faz tintas para

fabricantes de máquinas, além de ter uma marca privada. Um dos pontos é que não fazemos tintas pensando nos distribuidores, nós fazemos para usuários de impressoras. Desta forma nós conseguimos resolver as questões técnicas de performance das tintas em cada equipamento. É o que guia as nossas decisões para formar o nosso portfólio, escolhemos as características para nossa tinta da forma como desenhamos sua eficácia.” Fiquei encantada com o “amor” da equipe pela empresa. Atualmente a fábrica tem 140 funcionários. Nos 3 dias inteiros dentro da fabrica pude perceber a alegria deles em seus postos. Sempre extremamente gentis e dispostos a ajudar, cultura que os donos que passaram para os funcionários. Nos diversos departamentos é gostoso ver as muitas fotos coladas nas paredes e 43


armários! Fotos deles, das equipes e das famílias. Isto traduz um sentimento acolhedor a quem chega. A energia da empresa é de uma grande família. Desde o inicio, os principais fatores enfatizados por Gabriel sobre a composição química e os diferenciais Nutec para a equipe salientaram a importância de deixar tudo muito claro aos clientes, inclusive fatores que nem sempre são bons comercialmente, mas a base da estratégia comercial é a transparência, bem como o domínio do conhecimento de todo o processo para fazer uma conversão. Outro fator interessante, foi a forma de abordar sobre a toxidade das tintas solvente. Mesmo dentro do conceito eco-solvent Gabriel enfatizou todo o tempo que existe periculosidade sim, mesmo com ausência de cheiro e que todos os cuidados são necessários. Para as tintas UV, lançamento Nutec, pude aprender com ele que “existe uma tinta UV para cada material” e que “as tintas UV NÃO imprimem em tudo”. Tudo depende da tensão superficial de cada substrato para receber a tinta. Segundo Gabriel, as tintas originais dos equipamentos UV são hibridas. A Nutec, após estudar cada processo de impressão desenvolveu uma tinta para cada sistema de impressão: Plana, rolo e hibrida. “Todas têm ótimos diferenciais, mas a principal é a tinta desenvolvida para substratos rígidos, ela se tornou líder em performance nos maquinas UV planas. Grande parte das impressoras renomadas tem as suas tintas originais produzidas pela Nutec.” As tintas sublimáticas estão ganhando cada vez mais espaço no mundo! Os volumes de impressão digital para indústria têxtil crescem a cada dia e já é possível afirmar que o principal processo da indústria digital é a sublimação (em volumes impressos). As tintas precisam de comportamento eficaz para atender esta demanda. Na produção isto é um lema, fazer o melhor! Inclusive pudemos conversar bastante sobre a sublimação para o mercado publicitário, que já é realidade em muitos países. Falta apenas as tintas ganharem durabilidade externa! 44

Posso afirmar que esta viagem me surpreendeu! A simplicidade no cuidado de cada um dos detalhes me encantou. Todas as noites que estivemos lá, os diretores fizeram questão de nos levar jantar em lugares fantásticos, para que tivéssemos a experiência local. Os restaurantes foram uma experiência única para todo o grupo. Eles se divertiam conosco até o final e às 8h da manhã estavam a postos para nos atender da melhor forma possível. No ultimo dia nos fizeram uma surpresa. Após o final do treinamento da manhã um ônibus de turismo estava nos esperando no portão da fábrica! Desta vez eles nos levaram para conhecer Cape Town, vimos lugares paradisíacos, e pudemos andar de teleférico sobre as maravilhas locais. Também visitamos o Cabo da Boa Esperança, as praias, a Table Montain e para terminar o passeio fomos à Vinicola Groot Constantia, um lugar de tirar o fôlego! A vinícola é um dos principais pontos turísticos de Cape Town, onde nossos queridos anfitriões organizaram uma degustação de vinhos (e que vinhos..rs) com queijos e outras delicias locais!La foram entregues os certificados do curso aos participantes! Eu ganhei o meu e fiquei muito feliz com as lindas palavras deles.

Assim encerrou esta viagem fantástica, que ficará sempre em minhas lembranças e na história da Grandes Formatos. Pela ternura dos diretores, pelas amizades, pelo conhecimento adquirido e pela beleza de Cape Town. Gratidão e admiração, Nutec e Digimais!


45


Tony, Jamie, Neil, Gabriel e Paul

Inspiração por tintas, a visionária história da Techink e da Nutec! Quando os 4 amigos sócios de uma empresa de impressão digital começaram a ter problemas com a durabilidade das tintas que imprimiam em 20dpi decidiram por criar a própria tinta! Esta é a história de sucesso de Neil Green, Anthony Davison, Paul Geldenhuys e Jamie Lowndes. Amigos e sócios visionários, que em 1994, cansados de depender de soluções vindas da Europa ou dos Estados Unidos, formularam a primeira tinta solvente que combinasse as propriedades necessárias para vender impressão com durabilidade em suas maquinas. Com visão arrojada nos negócios, em 1998 os empreendedores apostaram na abertura da fábrica de tintas, a famosa Techink, paralela à empresa de impressão. “Nós não tínhamos onde buscar informações sobre tintas para impressão, aprendemos com os erros e no começo foi muito difícil” afirmam. Com a falta de tintas de qualidade na época, em pouco tempo começaram a exportar tintas de

Capetown para outras partes do mundo, as tintas já eram as melhores do mercado. Diante do sucesso da performance, o grupo Scitex comprou 80% da empresa, era um grupo consolidado com habilidades e pessoas, mas mesmo com 20% da empresa, os 4 fundadores trabalharam muito e fizeram avanços importantes. Até que quem 2005 a HP comprou o Grupo Scitex e consequentemente a Techink, a parceria dos fundadores com a então dona do negócio durou até 2008. Mesmo diante de um grande desafio: reinventar uma formulação química que garantisse que nenhum item de propriedade então da HP estava sendo utilizado, nasce a Nutec, com 7 pessoas na empresa, em 2009. “Tivemos que reinventar todo o processo, garantir até que o material aromático era diferente! Foi nosso maior desafio em todo o tempo do negócio. Mas houve um fator positivo: quando começamos algo do zero, mas com uma bagagem de erros no processo, eliminamos os erros desta vez e conseguimos ser mais eficientes! ”. Isto levou 2 anos. “Tivemos sorte de termos feito muitos amigos, os relacionamentos que construímos na indústria nos ajudaram nesta nova caminhada.” Com muito apoio das empresas parceiras, a empresa aumentou de 7 para 140 funcionários e presente em 18 países. O bom desempenho do mercado latino americano estimula o interesse dos 4 empresários. Segundo eles nosso mercado ajudou muito a consolidar a marca em todos os processos.

“Comemoramos com a América Latina, com Gabriel Conti (diretor para a América latina) e com a empresa Digimais, que representa a Nutec no Brasil, leva todos os diferenciais que temos aqui e passa para os clientes toda a nossa paixão Nutec que hoje representam 35% do negócio!”. Faremos sempre nosso melhor

para as empresas brasileiras, acrescenta.

Fabio Castro está há 18 anos no mercado de impressão digital em grandes formatos, montou em 2015 a empresa FX Equipamentos, empresa de sucesso rápido, que já tem 2 unidades: uma em Cuiabá para atender todo do MT e outra em Porto Velho para os mercados de Rondonia e Acre. A empresa surgiu da carência de distribuição de tintas e assistência técnica nestes locais. Após muitas analises e trabalho com algumas marcas, Fabio optou pela Nutec para ter a credibilidade dos clientes. Segundo ele a marca não tem problemas com lotes e não colocam em risco as cabeças de impressão dos 46

clientes. Ele acredita que o sucesso em seus atendimentos (que são muitos) se deve principalmente ao fator de confiança nas tintas. “Como estratégia para

entrar em um cliente desafio ele a me deixar inicialmente sua pior maquina, a que mais apresenta problemas. Sempre funciona! Em pouco tempo, este cliente me pede para fazer a conversão das demais”, conta Fabio satisfeito em seu segundo treinamento na fabrica!


paolomalorgio.com


Agora Scanners CONTEX e COLORTRAC no Mesmo Lugar!

Scanners de Grande Formato é na Scansystem

VENDE-SE VALOR DE OPORTUNIDADE Tel: 011 3285 5199 www.scansystem.com.br

:ANAPURNA M1600

CMYK cabeça 1024 em excelente estado de conservação (trabalhando no local). Disponível em São Paulo capital com ótimo preço.

CONTATO: ALFREDO (11) 94186-4857 alfredo@grafstock.com.br


SAIBA MAIS SOBRE NOSSOS PRODUTOS E MARCAS


UMA INOVAÇÃO REVOLUCIONÁRIA NA IMPRESSÃO EM TECIDO

EFI VUTEk FabriVu

Isso muda tudo. Conquiste o lucrativo mundo da comunicação visual em tecido com a tecnologia líder mundial em produtos têxteis de alta qualidade. A série de impressoras digitais têxteis EFITM VUTEk® FabriVU oferece imagens de alta qualidade com resolução de até 2400 dpi. Até 500m2 por hora. E até 95% de recirculação de tinta, para uma impressão mais ecológica e com baixo TCO. Saiba mais em efi.com

DEIXE-NOS IMPULSIONAR SEU SUCESSO

©2016 Electronics For Imaging, Inc. All rights reserved.

Profile for Revista Grandes Formatos

Edição nº 127 | We Love Supllies - Nós amamos Suprimentos!  

Precisando de suprimentos? Ficou com dúvida aonde encontrar? Qual é o melhor suprimento para os seu trabalho? Lona, Adesivo, chapas e muito...

Edição nº 127 | We Love Supllies - Nós amamos Suprimentos!  

Precisando de suprimentos? Ficou com dúvida aonde encontrar? Qual é o melhor suprimento para os seu trabalho? Lona, Adesivo, chapas e muito...

Advertisement