Issuu on Google+

grande Porto

Coluna do marmita

Circo imperial trás alegria e diversão aos moradores de Caucaia

Ano 1 - número 36 - 6 a 12 de março de 2014

Página 7

Segurança já política NA ORDEM DO DIA] Tema de capa da última edição do Grande Porto, a violência é o centro das discussões em Caucaia. A população pede ações urgentes e o envolvimento de autoridades locais.

Crise entre PT e PMDB pode beneficiar Eunício

Página 4

Página 3

Campanha da fraternidade

Balanço parcial

Carnaval de 2014 é mais violento que o do ano passado Página 4

Ceará agora

Falta de compromisso da prefeitura irrita foliões de Fortaleza Página 3

economia

Meio ambiente

Novela sem fim

Projeto de Icapuí garante água e renda para moradores

Depois de entrar na geladeira da Petrobras, a refinaria volta a entrar nos planos da estatal, mas falta parceria para o negócio. Página 5

Página 6

Autoridades da igreja Católica mobilizam o país inteiro em torno do tema da Campanha de 2014, que fala em tráfico humano. Página 7

Linha de passe

A 100 dias da Copa do Mundo, obras ainda preocupam organização Página 8


2

Opinião

GRANDE [ PORTO ] artigos

Duelo de Titãs

Editorial Fraternidade e Tráfico Humano “É para a liberdade, que Cristo nos libertou”, assim diz o lema da Campanha da Fraternidade, que neste ano de 2014 traz para a sociedade sua atenção sobre o tráfico humano. A escolha do tema surgiu com a proposta dos Grupos de Trabalho de Enfrentamento ao Tráfico de Pessoas e de Combate ao Trabalho Escravo, junto à Conferência dos Bispos do Brasil (CNBB) e a entidades ligadas à Pastoral da Mobilidade Humana. A situaçäo do tráfico humano no país e no mundo é alarmante: a Organizaçäo Internacional do Trabalho (OIT) atenta para o aumento de vítimas do tráfico humano, do trabalho forçado e do tráfico para a exploraçäo sexual. De acordo com o site da Organizaçäo das Naçöes Unidas (ONU), no Brasil, o tráfico de pessoas faz cerca de 2,5 milhöes de vítimas por ano, incluindo homens, mulheres e crianças, mas principalmente pessoas vulneráveis e carentes - psicologicamente e de recursos. A escassez de estatísticas e de registros desta forma de exploração deixa a sociedade ainda sem perceber sua amplitude e a Campanha da Fraternidade tem esse propósito: revelar e expor a realidade do comércio de seres humanos para as mais vis finalidades como trabalho escravo, exploração sexual, comércio de órgãos, entre outras.

O tema da Campanha da Fraternidade ganha ainda mais relevância em 2014 porque chega junto com a Copa de 2014, época em que o país receberá muitos eventos e visitantes, o que pode favorecer a ação de aliciadores e traficantes. A Campanha será intensificada com um trabalho de conscientizaçäo para minimizar a prática criminosa. Segundo a ONU, o tráfico de pessoas é bastante lucrativo: movimenta anualmente 32 bilhões de dólares em todo o mundo. Desse valor, 85% provém da exploraçäo sexual. Entre os principais destinos de pessoas traficadas estäo: Espanha, Itália, Portugal, França, Holanda, Austria e Suíça. O tráfico de seres humanos é um fenômeno difícil de ser detectado, por isso ao colocar o tema em debate na sociedade, a CNBB já está dando uma grande contribuição, tornando o assunto visível e criando as condições para entender as razões de se cometer tais atos. Por fim, a campanha toca em um valor essencial para o ser humano: a liberdade. .A vocação fundamental de qualquer pessoa é ser livre, poder fazer suas escolhas. Quem não é livre deixa de exercer sua condição humana, perdendo o pleno controle sobre a própria vida. A Igreja, no seu propósito evangelizador, lembra que Jesus veio ao mundo para libertar. É a própria essência da vida.

Expediente O Jornal Grande PORTO é uma publicação semanal do Sistema Ceará Agora de Comunicação e da Editora Assaré. www.cearaagora.com.br Redação: Waldery Uchôa 567A, Benfica, Fortaleza, Ceará - CEP 60020-110. Telefone: (85) 3254.4469 Escritório comercial: Desembargador Moreira, 2800, 16º andar, Dionísio Torres, Fortaleza, Ceará Telefone: (85) 3194.4150 Diretor-presidente: Luzenor de Oliveira - luzeno@uol.com.br Diretor de Relações Institucionais Francisco Bezerra - presidenteassare@gmail.com Assessoria Jurídica Mário Baratta / OAB-CE 6427 - mariobaratta@gmail.com Editor Chefe: Beto Almeida - almeidabeto85@gmail.com Repórter: Antonio Cardoso - cardoso_mts@hotmail.com Editor de Arte: Claudemir Gazzoni - claudemirgazzoni@gmail.com Representante comercial: Lael Semente Fone: (85) 8821.4243 (85) 3011.0907 - laelsemente@gmail.com Para elogiar, criticar, opinar ou sugerir: assare@editoraassare.com.br Os textos, incluindo opiniões e conceitos emitidos, são de responsabilidade exclusiva de seus autores. É livre a reprodução não comercial, desde que citada a fonte.

Para anunciar, ligue (85) 3194.4150

Leonardo Attuch, é jornalista

“Não dá mais. É preciso mudar agora”, discursava o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso, numa sessão solene do Senado, marcada a pedido de seu pupilo Aécio Neves (PSDB-MG), para celebrar os 20 anos do Real. No mesmo dia, um artigo do também ex-presidente Lula, ecoava nos meios políticos e empresariais. “Por que o Brasil é o país das oportunidades”, explicava Lula em artigo. FHC e Lula estão de volta e serão, sim, bem mais do que atores coadjuvantes das eleições de 2014. O resgate de FHC é uma ação deliberada de Aécio, uma vez que a estratégia de escondê-lo, usada pelo PSDB nas últimas três eleições presidenciais, se mostrou ruinosa. Na mesma solenidade do Real,

Aécio não apenas exaltou o legado de FHC, como também destacou o ímpeto reformisma do próprio PSDB. “Mudamos uma vez, podemos mudar de novo.” No campo petista, Lula é, até agora, o “candidato dublê”, uma espécie de reserva de luxo, pronto para qualquer eventualidade. A tendência é que ele ajude a candidata Dilma Rousseff a multiplicar sua presença. Se ela estiver em campanha num canto do País, ele estará em outro. E por mais que grupos internos do PT e da base aliada alimentem intrigas e rumores de divisão entre ambos, Dilma já deixou claro que será impossível criar conflitos na relação que ambos mantêm. Nesse contexto, o movimento “Volta, Lula” também tende a perder força diante

das mais recentes pesquisas eleitorais. Mesmo tendo menos gordura do que seu antecessor, Dilma mantém amplo favoritismo para vencer em primeiro ou segundo turno. Substituí-la sem uma razão objetiva seria traumático. Além disso, o cansaço da população com os protestos, já captado em várias pesquisas, tende a esfriar o movimento #naovaitercopa. Com as duplas FHC-Aécio e Lula-Dilma competindo por corações e mentes, cresce a tendência de que se repita a mesma polarização entre PT e PSDB das eleições anteriores. A menos que, com a entrada de Marina Silva como vice em sua chapa, o que se espera para a semana pós-Carnaval, Eduardo Campos consiga se firmar como terceira via.

Prática local exitosa Dedé Teixeira, deputado estadual do PT.

A inovação é, sem dúvida alguma, a característica maior do cearense. Sobretudo quando as condições econômicas e climáticas são desfavoráveis mais esta qualidade se realça. Nesse sentido, destaco como boa prática local exitosa o projeto “De Olho na Água”, da Fundação Brasil Cidadão, implementado no município de Icapuí. A iniciativa já beneficiou 18 mil moradores. Vencedor de edital da Petrobras Ambiental, na semana passada foi lançada a terceira fase do projeto, que é considerado uma das 25 melhores iniciativas da agricultura familiar. Cinco comunidades

foram saneadas a partir desse projeto, por meio da construção de 425 fossas biológicas e 400 cisternas de captação de água pluvial. A iniciativa, além da construção desses equipamentos, proporciona o cultivo sustentável de algas marinhas, para a alimentação escolar e promove a criação de abelha Jandaíra. O projeto também realizou a construção de trilhas em áreas de turismo ecológico. Nos próximos dois anos, serão desenvolvidas ações de gestão dos recursos hídricos, de uso racional desses recursos naturais superficiais e subterrâneos, buscando a reversão do processo de

degradação. É também proposta do “De Olho na Água”,fomentar, junto aos estudantes, ações educativas. A Fundação Brasil Cidadão, com apoio da Petrobras Ambiental, também está publicando mapas do município, da fauna e flora nativas. O resultado é muito importante, por ser referência junto ao Ministério do Meio Ambiente. É gratificante saber que anualmente o projeto tem vencido os editais da Petrobras Ambiental, sendo renovado pela terceira vez. Na nossa avaliação, assim como prêmios concedidos pelo Unicef, o projeto De Olho na Água também dá visibilidade ao município.

frases da semana

“Temos que repensar esta aliança, porque não somos respeitados pelo PT. Quando falei em repensar, não falei ainda em romper, e sim em rediscutir” Do

líder do PMDB na Câmara, deputado Eduardo Cunha em meio a crise com o PT.

“O secretário de Cultura de Fortaleza amarelou e voltou atrás em sua decisão de bancar o carnaval da mocinha” Do animador cultural Dilson

Pinheiro sobre o cano que a prefeitura deu nos foliões de Fortaleza.


Política

GRANDE [ PORTO ]

Crise PT x PMDB ajuda Eunício Oliveira ELEIÇÃO 2014] O Jornal Grande Porto tem acompanhado os bastidores da sucessão estadual, com o racha na base governista e vem antecipando cenários sobre o futuro de Cid Gomes.

Edições anteriores do Grande Porto que falam sobre racha na base do governo

A

troca de farpas entre lideranças nacionais do PT e do PMDB, que ganhou, nesta semana de carnaval, um novo capítulo, beneficia a pré-candidatura do senador Eunício Oliveira ao Governo do Estado. O clima na relação das duas siglas azedou ainda mais com as declarações do líder da bancada do PMDB na Câmara Federal, Eduardo Cunha, que defendeu o rompimento da aliança com o PT.

Eduardo Cunha reagiu às críticas do presidente da Executiva Nacional do PT, Rui Falcão. Falcão o apontou como um dos articuladores do grupo de parlamentares insatisfeitos com o Governo Federal pela demora na liberação de emendas ao Orçamento da União e, também, porque o peemedebista não estar contemplado com a reforma ministerial. “A cada dia que passa, me convenço mais que temos que repensar esta

aliança porque não somos respeitados pelo PT’’, esbravejou o líder da bancada do PMDB, para, em seguida mandar outro recado aos petistas: ‘’não preciso xingá-lo como fizeram outras lideranças do PMDB porque não sou igual a ele. Mas por onde passa o Rui Falcão mais difícil fica a aliança’’. Henrique lamentou as críticas de Falcão ao PMDB e não escondeu a insatisfação de alas do partido com o Governo Federal.

Colisão Em meio ao conflito nacional, o PMDB enfrenta trombadas com o PT nas articulações para definição de alianças nos estados. Os problemas acontecem no Rio de Janeiro, São Paulo, Bahia, Paraíba e no Ceará, onde o senador Eunício Oliveira não tem recebido o que chama de reciprocidade do PT e, especialmente, do PROS. A postura adotada pelo líder do PMDB na Câmara Federal é acompanhada com atenção pelo peemedebista cearense que, em duas oportunidades, rechaçou o convite da presidente Dilma Rousseff para assumir o Ministério da Integração Nacional. Eunício se mantém disposto a concorrer ao Governo do Estado, com ou sem apoio do governador Cid Gomes. “Mesmo que o Cid (Gomes) não o apóie, ele (Eunício) será candidato’’, disse, neste período de carnaval ao Jornal Grande Porto, um militante da cúpula estadual do PT, que torce pela candidatura de Eunício Oliveira à sucessão de Cid Gomes. “Se não receber o apoio do Governador, o Eunício vai viabilizar uma aliança com o PSDB’’, acrescentou o petista, candidato às eleições de 2014.

PRÉ-CANDIDATURA

Domingos, um vice sem pressa O vice-governador Domingos Filho chega às vésperas do prazo de desincompatibilizacão sem demonstrar pressa e ansiedade com o quadro político que cerca os novos caminhos do grupo do governador Cid Gomes (PROS). Cid tem até o dia 5 de abril para tomar a decisão que pode colocá-lo no Senado ou passar os próximos quatro anos sem mandato. Seja qual for o rumo, Domingos Filho fica como personagem de um jogo com desenho ainda indefinido.

Discreto, presente no dia a dia da agenda administrativa do Governo Estadual, Domingos Filho entregou o seu destino político ao Governador Cid Gomes. Essa decisão foi tomada quando se filiou, no mês de setembro do ano passado, ao PROS. Ele demonstrou naquele momento desapego a projetos pessoais e deu uma sinalização clara de que não seria obstáculo para Cid Gomes compor a chapa majoritária para o pleito de 2014. A opção partidária

pode até frustrá-lo, como, também, premiá-lo com uma missão: a candidatura a governador. Tudo depende do quadro que começa a ser pintado nas articulações de Cid Gomes com a presidente Dilma Rousseff e o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva. Membros do ciclo mais íntimo de Cid Gomes, como o presidente da Assembleia Legislativa, José Albuquerque, demonstraram, nesta semana de carnaval, certa convicção de que Cid continuará no

Governo. Outros, discordam dessa convicção. Com perfil conciliador e apontado como o mais habilidoso articulador da atual safra de políticos cearenses, o vice-governador não se mete em fofocas, não faz declarações polêmicas que provoquem rupturas ou dissabores para o grupo liderado por Cid Gomes. E, entre todos os pré-candidatos a governador, é o único sem arestas com dirigentes partidários da situação ou de oposição.

3

Ceará agora Por Luzenor de Oliveira luzeno@uol.com.br

Segurança já! A manchete da edição desta semana do Jornal Grande Porto retrata o sentimento popular presente no semblante de cada caucaiense assombrado com a onda de violência. São inúmeros crimes que nos remetem a reflexão sobre a demora do poder público em agir para dar mais proteção ao cidadão, ao pai de família, ao trabalhador, ao pequeno, médio e grande comerciante que ver a família e os negócios atingidos pela insegurança. A população cobra e espera das nossas autoridades municipais e estaduais resposta ao grito que ecoa nas ruas: segurança já. O grito é para ser verbalizado pelo prefeito de Caucaia, Washington Gois (PROS), e pelos vereadores, a quem compete a iniciativa de provocar o debate e convidar o Secretário de Segurança Pública, Servilho Paiva, a conhecer de perto a realidade da violência na cidade que mais cresce no Ceará. A influência do Porto do Pecém transforma a vida econômica e social da população de Caucaia e, por essa razão, a cidade deve receber um plano especial de combate à criminalidade. Uma ação que deve ser conjunta, também, com a vizinha cidade portuária de São Gonçalo do Amarante.

União e mobilização

Maior atenção

A mobilização sugerida pelo Jornal Grande Porto não deve ser restrita aos vereadores de Caucaia e precisa se estender, também, aos vereadores de São Gonçalo do Amarante. As duas Casas Legislativas precisam responder, com atos e ações, aos apelos da população por mais segurança. A voz é única e não é aceitável o silêncio dos senhores vereadores.

A grandeza do Complexo Industrial e Portuário do Pecem exige do Governo do Estado a criação de um órgão que dê mais atenção a essa área econômica do Ceará. Talvez uma secretaria, que reúna todos os órgãos e empresas ligadas diretamente ao Pecém, como Ceará Portos e ZPE. A tarefa – tudo indica, vai ficando para o sucessor do Governador Cid Gomes.

Cid e o Senado

Pré de Cid

Os próximos dias serão decisivos na definição do cenário das eleições de 2014. Uma das primeiras e mais importantes decisões acontece até o dia 5 de abril, quando ocupantes de cargos no Poder Executivo deverão deixar os cargos para disputar as eleições de 2014. As expectativas nesse campo se voltam para o destino do Governador Cid Gomes.

A lista de précandidatos de Cid Gomes tem Leônidas Cristino, José Albuquerque e Domingos Filho – todos do PROS. Hoje, pelas circunstâncias da política, é pouco provável o surgimento de um nome novo, desconhecido. O peemedebista Eunício Oliveira, o primeiro a se lançar candidato dentro da base governista, ainda não perdeu as esperanças de receber o apoio de Cid Gomes.

Futuro político

Sem candidatura

Se deixar o Governo no dia de abril para concorrer ao Senado, Cid Gomes mudará o cenário da disputa eleitoral. Ao deixar o comando do governo estadual, Cid estará desestimulando o ex-senador Tasso Jereissati a entrar na corrida eleitoral. Os tucanos querem Tasso como candidato ao Senado para dar palanque ao presidenciável Aécio Neves. Com Cid na briga pelo Senado, Tasso continuará onde está: cuidando dos negócios.

Após cinco mandatos na Assembléia Legislativa, o deputado estadual Rogério Aguiar desistiu das eleições de 2014. Ele cansou da política e vai se dedicar exclusivamente a atividades empresariais no setor moveleiro. Rogério não lançará sucessores na política. Os filhos optaram pelo ramo empresarial, herdando do pai a garra e o talento na fabricação de móveis a partir da cidade de Marco, no Vale do Acaraú.


4

Cidade

GRANDE [ PORTO ]

Segurança: novo desafio

NA ORDEM DO DIA] Tema de capa da última edição do Grande Porto, a violência é o centro das discussões em Caucaia. A população pede ações urgentes e o envolvimento de autoridades locais. inha bancária, as lideranças políticas de Caucaia têm a obrigação e o dever moral de reivindicar um novo modelo de segurança para o município, que concentra hoje a segundo maior população entre as cidades do Ceará. Caucaia precisa ser vista pela nova realidade econômica e social a partir dos investimentos no Complexo Portuário do Pecém. Uma realidade que ainda não é enxergada pela classe política do Município. A sucessão de homicídios, latrocínios, assaltos, roubos e furtos de carros, assaltos a residências e estabelecimentos comerciais exige uma tomada de posição mais firme das lideranças políticas locais, independente de conotação partidária. Última edição do Grande Porto destaca violência

P

aralela à agenda para contenção do avanço do mar nas praias de Caucaia, as lideranças políticas, empresariais, religiosas e comunitárias do município tem um novo desafio: a mobilização urgente para cobrar da Secretaria de Segurança Pública ações de combate a criminalidade. O debate precisa ser puxado pelo prefeito

Washington Gois (PROS) e pelos vereadores. O primeiro passo é convidar o Secretário de Segurança Pública, Servilho Paiva, para um debate que reúna representantes dos diferentes setores da sociedade de Caucaia. A população se sente desprotegida e, após o assassinato do comerciante José da Rocha Sales Filho, morto em uma said-

Agenda com Secretário Passado o período do carnaval e, com a crescente onda de violência, o prefeito Washington Gois deve dar uma resposta imediata aos moradores que o clamam para pedir ao Governo do Estado mais segurança e menos violência. O mesmo discurso precisa acordar, também, os vereadores que não podem ficar calados, nem indiferentes ao mapa que

coloca Caucaia como uma das cidades mais violentas do Ceara. O desafio é, também, para a deputada estadual Inês Arruda, representante de Caucaia na Assembléia Legislativa. Caucaia é o centro das discussões sobre violência, mas a mobilização por mais segurança deve envolver, também, o prefeito de São Gonçalo do Amarante, Cláudio Pinho (PROS). A razão para a presença de Cláudio Pinho é justificável: Caucaia e São Gonçalo sediam o Porto do Pecém e, com isso, atraem os maiores contingentes populacionais do Ceará. O plano de segurança deve contemplar as duas cidades, que merecem atenção especial com ações mais duras de enfrentamento da violência. Maior atenção A grandeza do Complexo Industrial e Portuário do Pecem exige do Governo do Estado a criação de um órgão que dê mais atenção a essa área econômica do Ceará. Talvez uma secretaria, que reúna todos os órgãos e empresas ligadas diretamente ao Pecém, como Ceará Portos e ZPE. A tarefa – tudo indica, vai ficando para o sucessor do Governador Cid Gomes.

carnaval

Balanço parcial aponta 2014 mais violento que 2013

Jairo Pequeno considera carnaval violento em balanço parcial

60 homicídios, em todo o estado, foram registrados entre as 18 horas de sextafeira e o encerramento da edição do Grande Porto desta semana. Na Região

Metropolitana de Fortaleza (RMF), 32 pessoas foram assassinadas, sendo 20 na Capital e 12 nas demais cidades do cinturão da capital. Apesar de parcial, o

balanço já supera o que foi registrado oficialmente em 2013, quando foram computadas 56 mortes. Em Caucaia, o sábado foi marcado por dois homicídios, sendo um a bala e outro a faca. O primeiro ocorreu na Rua Francisco Antônio, no Conjunto São Miguel. A vítima foi José Wanderson Dias Menezes, que levou vários tiros de revólver. O segundo crime de morte foi cometido a faca, na Rua Soleira, bairro Mirambé, e vitimou Luis Antônio da Silva Mesquita. No domingo, Mike Alexandre

Luiz Santos foi morto a tiros no Cumbuco. Esse crime também tem autoria desconhecida. O diretor do Departamento de Polícia Metropolitana (DPM), Jairo Pequeno, achou o Carnaval violento, mas frisou que esses crimes ocorreriam independente do feriado, visto que muitas vítimas tinham envolvimento com o tráfico e uso de drogas. O balanço oficial da violência durante o Carnaval será ainda divulgado pela Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social.

CAUCAIA agora Por Edilson Alves

reporteredilsonalves@yahoo.com.br

Caucaia Sem Carnaval As manifestações foram grandes, principalmente, nas redes sociais contra decisão da prefeitura de Caucaia em não realizar o tradicional carnaval de rua da cidade. “Não justifica a falta de carnaval no Icaraí. Independente de avanço do mar, nossa cidade é uma cidade turística, os gastos que seriam feitos não tem nada a ver com recuperação da orla. Comerciantes de pequeno e médio porte, pousadas, restaurantes no prejuízo. Cidades com menos potencial turístico estão lucrando. Só tem a avenida litorânea pra fazer? Nossa orla é imensa como todos sabem e mais e serra, praia, lagoas e muito mais. Era só ter usado a imaginação e feito um carnaval simples e organizado nos diversos cantos do município. Preguiça. Falta compromisso descaso, burrice. Mas aguardem vem aí as despesas de licitações por conta do estado de emergência e principalmente por conta das eleições que se aproximam. Tiro no pé”. (Facebook de Marcos Fábio)

Caucaia Sem Carnaval II Uma decisão unilateral e arbitraria tomada pela prefeitura de Caucaia de não realizar o carnaval de rua gerou descontentamento de comerciantes de hotéis pousadas, barracas de praia, vendedores ambulantes e dos próprios brincantes que não tendo opção em Caucaia tiveram de se descolar para outros municípios a fim de encontrar lazer no período momino. Os comerciantes de Caucaia, em especial, os da orla marítima, contabilizam prejuízos. Relatam que com a realização do carnaval eles arrecadavam dinheiro que dava para sustentar seus familiares por mais de quatro meses e agora o que vamos fazer? Perguntam com um tom de indignação. A pergunta que não quer calar: Por que a prefeitura não ouviu os agentes envolvidos na realização do carnaval?

Local Para as Indústrias Os vereadores Silvio Nascimento e Sebastião Conrado reclamaram da falta de decisão da prefeitura de Caucaia em implantar definitivamente o Distrito Industrial. Local com toda estrutura necessária para a instalação de empresas gerando emprego e renda para o povo caucaiense. 43 empresas que haviam protocolado intenção de se instalar em Caucaia, desistiram. A prefeitura deve vir a público explicar o que acontecer para acontecer essa desistência.

Prefeitura Omissa A Prefeitura de Caucaia está sendo omissa no que se refere à implantação

de estrutura na fronteira do complexo portuário do pecem. “O município de São Gonçalo encontra o espaço vazio e ocupa propiciando a sua população as vantagem proporcionada pelos investimentos feitos naquela área. A prefeitura de Caucaia era para ter um prédio com funcionários para recepcionar os empresários e tentar atrair os investimentos para nossa terra, é como se Caucaia não existisse no mapa” a declaração é do vereador Américo Rocha.

Falta de Ação Social O vereador Samuel do PT denunciou na Câmara Municipal a falta de um acompanhamento social por parte da prefeitura de Caucaia para com os moradores que cedem suas terras para a implantação de indústrias no município. Segundo o vereador as empresas oferecem dinheiro para a compra de terras, mas não tem o cuidado com o destino desses moradores. “Para onde esse morador vai tem a estrutura para a família com escola, posto de saúde, transporte, comercio. Então é preciso um acompanhamento social por parte do poder público” cobra o vereador Samuel do PT.

Pergunta Não Ofende O dinheiro aprovado pela Câmara Municipal para publicidade da prefeitura de Caucaia está sendo gasto como?


Economia

GRANDE [ PORTO ]

O vai e vem da refinaria PREMIUM II] Depois de entrar na geladeira da Petrobras, empreendimento volta a entrar nos planos da estatal, mas falta parceria para o negócio.

Área reservada às instalações da refinaria

E

m abril próximo completa-se um ano da visita que a presidente Dilma Rousseff fez ao Ceará, oportunidade em que o Governo do Estado fez a entrega dos 1.930 hectares do terreno à Petrobras para a instalação da refinaria Premium II, em São Gonçalo do Amarante. A solução do que era considerado o maior impasse para o empreendimento, entretanto, não ajudou a tirar o projeto do papel. O cercamento da área já foi iniciado, em novembro de 2013 foi assinado o termo de compromisso para a compra de terreno para assentar famílias indígenas e, em abril, será lançada a licitação para a construção da refinaria. Entretanto, isso

ainda não é garantia de que o projeto vai avançar. Na semana passada, durante a apresentação dos resultados da Petrobras em 2013 e do Plano de Negócios da estatal para 2014-2018, a presidente Graça Foster, anunciou que as refinarias Premium I (Maranhão) e a Premium II (Ceará) são os dois únicos projetos de investimento previstos no horizonte da estatal em seu Plano de Negócios. O que parece ser uma boa notícia, expressa outra realidade: na prática pouco mudou. As refinarias ainda não estão com os investimentos 100% garantidos. Segundo Graça Foster, as refinarias só sairão do papel se os projetos “atenderem às métri-

cas internacionais” de custos e prazos. As refinarias, disse a presidente da Petrobras, não serão feitas “de qualquer jeito”. “Faremos se atenderem aos nossos princípios de rentabilidade”. O que dificulta ambos os empreendimentos são os problemas financeiros da Petrobras. Para reduzir a necessidade de investimento, a companhia garante que está em busca de sócios. As petroleiras chinesas saem na frente nessa prospecção por parcerias. “Há parceiras chegando, fazendo propostas, mas não está fechado. Tem empresa chinesa, sim”, disse Graça Foster. Em junho do ano passado, a estatal chinesa Sinopec assinou Carta de

Intenções com o objetivo de desenvolver estudo conjunto para o projeto da Refinaria Premium II e a possível viabilidade de criação de uma joint venture entre as empresas. Do ponto de vista político, a presidente Dilma Rousseff espera acalmar os eleitores cearenses com o lançamento da licitação da obra – mas o que isso significa de fato?. Pressionada politicamente, a Petrobras tem tido uma posição dúbia. O contraditório nessa história é que a Petrobras precisa aumentar os investimentos em refinaria, pois está com sua capacidade estrangulada. Sem isso, vai continuar com as importações em alta, comprometendo sua rentabilidade. Resta aguardar a nova visita presidencial, prevista entre os dias 5 e 7 de abril, e avaliar atentamente o discurso da presidente. A Premium II, quando pronta, será uma das maiores refinarias de petróleo do mundo, e o maior projeto estruturante já realizado no Ceará. Ela terá capacidade de processar 300 mil barris de óleo por dia e, durante sua construção, deverão ser gerados 90 mil empregos, entre diretos e indiretos.

5

PORTO S/A Por Beto Almeida

almeidabeto85@gmail.com

Corrida ao Garantia-Safra Com a seca assolando os agricultores, todos os municípios cearenses – à exceção de Fortaleza e Eusébio, que não têm características rurais – cuidaram de aderir ao Garantia-Safra. Cada município pagou R$ 38,25 por agricultor cadastrado. O pagamento do benefício devem começar entre os meses de maio e junho, caso as previsões de estiagem no Estado sejam confirmadas. O valor do Garantia-Safra será de R$ 850 por agricultor, divididos em cinco parcelas de R$ 170. No Ceará, estão cadastrados este ano no programa 334.113 agricultores familiares. Os agricultores reivindicam que o benefício deveria ser no mesmo modelo do seguro-defeso, que paga um salário mínimo mensal para pescadores impedidos de exercer sua atividade na fase de reprodução de algumas espécies de peixes e crustáceos.

E a refinaria? As oscilações que têm atingido as ações da Petrobras na Bolsa de Valores e seu valor de mercado trazem uma inquietação a mais para os cearenses. É que se torna cada vez mais imprevisível a promessa do Governo de instalar no Pecém a refinaria Premium II. De promessa em promessa, o empreendimento é cada vez mais incerto.

VLT em maio O secretário de Infraestrutura do Ceará, Adail Fontenele, garante que a´te 31 de maio, entra nos trilhos o VLT Parangaba-Mucuripe, ou seja, dias antes da Copa do Mundo. Alguns detalhes da obra estão ainda lentos, como o término de uma ponte no bairro Tauape, que só ficará pronta em abril. Mas vai dar pra funcionar na Copa.

Pessimista O consumidor está pessimista em fevereiro, revertendo as perspectivas otimistas do mês anterior, é o que revela o Índice Nacional de Expectativa do Consumidor (INEC), divulgado na sexta-feira, 28 de fevereiro, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI). O INEC registrou queda de 4,5% em relação a janeiro, atingindo 108,8 pontos, o menor valor desde junho de 2009. O INEC havia crescido 2,4% em janeiro sobre dezembro.

Novo comando O Sindicato que reúne os microempreendores do setor de transporte coletivo, o Sindvans

de Caucaia, tem novo comando. Trata-se do jovem formando em Direito Leonardo, 34 anos, filho do vereador Zé Almir. Leonardo chega com mentalidade nova, mas mantém uma preocupação da entidade sindical: a boa qualidade dos serviços prestados pelo transporte complementar de passageiros.

Caucau e Otimismo O casal Marcel Pita e Fabiana Ferreira aposta no sucesso de uma marca conhecida nacionalmente e que atrai, a cada dia, novos consumidores. Falo da Caucau Show que o casal empreendedor trouxe para o Shoppinmg Iandê e que, atualmente, lança promoções de vários itens para os apreciadores do legítimo chocolate. Vale à pena conferir.

Jovens de Capuan A Secretaria Estadual do Trabalho e Desenvolvimento Social, entregou certificados, no último dia 25, a 19 alunos do curso de Capacitação Profissional (Projeto Jovem Bolsista). O curso foi ministrado pelo Governo do Estado em parceria com ASCAJAN (Associação Solidária do Capuan e Jandaiguaba). O curso foi o primeiro do tipo no Capuan e teve apoio determinante da comunidade e do Padre Francisco de Assis. O vereador Zé Almir acompanhou todos os momentos dessa conquista para os jovens que sonham com um futuro melhor. Colaborou Lael Semente


6

Educação / Meio Ambiente

Icapuí: exemplo de sustentabilidade

inovação] Projeto De olho na Água sana escassez de água potável e garante renda para moradores. ção, melhoria na gastronomia etc. Antes do projeto, as comunidades dependiam quase exclusivamente da pesca, mas o que se vê hoje são pais de família com condições reais de melhoria de vida e jovens que se projetam e têm a oportunidade de conquistar seus espaços, sem que para isso precisem sair do local onde vivem.

Moradores são beneficiados pelo Projeto

C

om ações que integram cidadania e meio ambiente, o Projeto “De olho na Água”, em Icapuí, município distante 200km de Fortaleza, tem mudado a realidade local através de ações como o cultivo de algas marinhas para a fabricação de alimentos e cosmético, bem como do cultivo das abelhas Jandaíra para a fabricação de mel. Criado e implantado pela Fundação Brasil Cidadão, com o patrocínio da Petrobras através do Programa Petrobras Ambiental, o projeto tem o mérito de em cinco anos ter beneficiado diretamente sete comunidades e indiretamente toda

a população do município através de ações de educação ambiental e inserção no mercado de trabalho. Antes do “De Olho na Água”, as diversas populações locais não dispunham de acesso à água de boa qualidade. Através do conhecimento científico e da mobilização, cinco comunidades foram totalmente saneadas através da construção de 425 canteiros biossépticos, que permitem com que a água não se contamine. Fora as 442 cisternas para captação de águas fluviais que foram construídas para contornar o problema da escassez desse recurso natural.

Paralelamente a isso, atividades socioeconômicas de baixo impacto ambiental garantiram uma nova perspectiva para os moradores. Uma delas é o cultivo sustentável de algas marinhas. Com elas, os moradores produzem cosméticos e alimentos, inclusive a merenda escolar. Outro exemplo é a criação das abelhas nativas Jandaíra, cujo mel oportuniza renda extra para as comunidades, sendo hoje vendido até pela internet. A essas ações surgidas a partir do apoio do Projeto “De Olho na Água” somam-se atividades de turismo de base comunitária, trilhas em Unidades de Conserva-

Evolução O Projeto “De olho na Água” entrou recentemente em sua III Etapa. A nova fase, podemos dizer assim, contempla o fortalecimento das ações já realizadas e ampliação do seu raio de ação para novas comunidades. “Os próximos 24 meses serão focados, sobretudo, em ações de gestão de corpos hídricos superficiais e subterrâneos, reversão de processos de degradação de recursos hídricos, bem como promoção e prática do uso racional da água”, conta a diretora da Fundação Brasil Cidadão, Leinad Carbogim. Para conhecer mais sobre o projeto, sugerimos que você assista ao vídeo disponível no link: http://www.youtube.com/ watch?v=dkaDox1TIcs

Caucaia poderá ter faculdade municipal A avaliação é de dirigentes públicos, parlamentares e empresários, que a cada dia enxergam mais crescimento e oportunidades de emprego para a população do município. Tudo isso devido à implantação do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP), com parte bem significativa dentro de Caucaia. Um dos fatores preponderantes para este avanço é a grande oferta de emprego, tanto diretamente na área do CIPP, como indiretamente nos setores afins, que a cada dia se instalam no município. Para atender a essa grande oferta de trabalho as empresas necessitam de mão de obra qualificada, o que tem causado certo desajuste entre a demanda e a oferta. Alicerçado na premissa de que o povo de Caucaia está com dificuldade de atender os objetivos de empresários e industriais, que estão se instalando no município, o vereador Kiko do Cazuza (PROS) deu entrada na Câmara Municipal de Caucaia, em dois projetos de indicação que tratam diretamente da qualificação profissional. O primeiro propõe a implantação do Centro de Línguas Estrangeiras para em Caucaia. Segundo o vereador, o fenômeno da súbita globalização

e da conseqüente necessidade de uma linguagem eficiente de comunicação é um fato que não depende de nele acreditarmos ou não. Sendo assim, aprender um idioma se tornou uma necessidade básica para profissionais de diversas áreas e para aqueles que se preparam para ingressar em um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. “O domínio de idiomas significa crescimento, desenvolvimento e, acima de tudo, melhores condições de acompanhar as rápidas mudanças que vem ocorrendo nesse novo e tecnológico século”, disse Kiko.

Faculdade Municipal O segundo projeto se refere a implantação da Faculdade Municipal de Caucaia (FMC), o que representaria um marco na educação superior no município, assim como uma resposta as comunidades caucaienses no sentido de suprir uma necessidade educativa, social e profissional, implantando cursos de graduações de qualidade e gratuitos, com alternativa efetivamente diferenciada, dinâmica e exigente com o comprometimento com as reais necessidades sociais, econômicas e culturais da Região e

do Estado do Ceará. Durante se discurso de justificativa, Kiko foi aparteado pelo colega Dr. Américo (PTN), o qual declinou que, a FMC será a pioneira no estado, lembrando que no vizinho Pernambuco já existem 20 faculdades municipais. Os dois projetos do vereador caucaiense ganharam força em Brasília, através do discurso do Deputado Federal Danilo Forte (PMDB), que na sua fala considerou relevante para o município de Caucaia e uma conquista para a sua população, sobretudo a juventude, que constitui quase cem mil da população municipal de cerca de 340 mil, segundo o IBGE. Exaltando ainda, a importância da educação na vida do povo brasileiro, como a melhor ferramenta para uma mudança positiva na sociedade, no desenvolvimento de uma geração de indivíduos responsáveis e cidadãos comprometidos. Danilo foi enfático em dizer que é isso que o povo está vislumbrando no município de Caucaia, com a instalação de uma Universidade Pública Municipal, e de um Centro de Línguas.Caucaia poderá ter faculdade municipal

GRANDE [ PORTO ]

cidadania Por Francisco Bezerra

presidenteassare@gmail.com

Sucessão em nova etapa “Sonhos, acredite neles” Vladimir Lenine, líder da revolução Bolchevique de 1917 na extinta União Soviética. O carnaval suspendeu temporariamente as articulações politicas em relação ao quadro sucessório deste ano. Os políticos, de um modo geral, também são filhos de Deus e merecem um refresco que o feriadão Momino proporciona. Vencida mais uma etapa do calendário de 2014, o horizonte que se avista agora é o do prazo de desincompatibilização de quem ocupa cargo público poder entrar na disputa eleitoral. O dia fatal é 5 de abril e a grande expectativa diz respeito ao governador Cid Gomes. Já há quem aposte na renúncia do titular do Abolição para disputar cargo de senador. Lembrando sempre que a eleição deste ano reserva apenas uma cadeira da Câmara Alta para a disputa. Exatamente a ocupada hoje pelo senador Inácio Arruda (PC do B). Os outros dois senadores do Ceará estão ainda na metade do mandato. Se o governador fizer a opção pela renúncia muda todo o quadro sucessório. É como se o jogo ficasse zerado. Aí a leitura a ser feita é bem outra. Embora Cid negue, há gente dentro do próprio governo apostando na saída dele para uma disputa majoritária. Isso ocorrendo, o vice-governador Domingos Filho vira titular e pode, no exercício do cargo, disputar reeleição. A perguntar que não quer calar: caso seja este o cenário, qual seria o posicionamento dos petistas que hoje fizeram opção por indicar, numa aliança com o Pros, o nome do deputado federal José Guimarães para disputar o senado? É uma incógnita. Outra questão a ser avaliada é que pedras no tabuleiro político serão mexidas pelo senador Eunício Oliveira que, a preço de hoje, é candidatíssimo a governador.

Cenários

Terceira via

Uma das possibilidades é a de o peemedebista construir uma chapa de oposição que contaria com apoio do PSDB e do PR. Num exercício de futurologia, é possível imaginar uma chapa oposicionista com Eunício como candidato a governador, Tasso Jereisssati candidato a senador e Roberto Pessoa candidato a vice. O grande gargalo para esta composição seria o palanque nacional.

Neste contexto, o PSB local ficaria isolado na disputa com a candidatura da empresária Nicole Barbosa. O presidente regional socialista, Sérgio Novais, admite a hipótese do isolamento, mas observa que o mais importante de uma candidatura própria do partido é garantir palanque para o governador Eduardo Campos em nosso estado. Novais acredita que, com o apoio do Rede local, o palanque nacional do PSB teria bom desempenho.

Cenários II O próprio ex-prefeito Roberto Pessoa disse que esta seria uma engenharia política difícil de ser executada por conta de que tanto o PMDB quanto o PR estão fechados nacionalmente com a candidata do PT, Dilma Rousseff. Por sua vez, o PSDB, maior partido de oposição ao petismo, estará na disputa com o senador Aécio Neves. Embora não haja a verticalização, fica difícil compatibilizar e unificar o discurso com palanques tão antípodas.

Quimera E o senador Inácio Arruda que ainda sonha com a manutenção da aliança Pros/PT/PMDB e PC do B, tenta entrar no jogo como o nome dessas agremiações para disputar a reeleição ao senado. Com o desempenho na eleição de 2012, quando tirou apenas 1,8% dos votos, Inácio Arruda é carta fora do baralho para disputa majoritária. O mais é jogo de cena.


Serviços

GRANDE [ PORTO ]

Tráfico humano é tema da Campanha da Fraternidade

Direito trabalhista

lançamento] A igreja Católica mobiliza o país inteiro em torno do tema da Campanha de 2014, que fala em liberdade.

FGTS, direito inquestionável

Cartaz da Campanha da Fraternidade 2014

A

Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) abriu ontem, quarta-feira (5), a Campanha da Fraternidade de 2014, com o

tema Fraternidade e Tráfico Humano e o lema “ É para a liberdade que Cristo nos libertou”. A solenidade ocorreu, na sede da CNBB, em Brasília.

Coluna do marmita Circo Imperial encanta Caucaienses

O bispo auxiliar de Brasília e secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Ulrich Steiner, presidiu a cerimônia, na qual foi divulgada mensagem do papa Francisco para a Campanha da Fraternidade. O ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, o ex-presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) Marcello Lavenère e a secretária executiva do Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (Conic), pastora Romi Márcia Bencke, estiveram presente solenidade. Primeiro dia da Quaresma (período do ano litúrgico que antecede a Páscoa), a Quarta-feira de Cinzas simboliza, para os cristãos, o dever da conversão e da mudança de vida, para recordar a fragilidade da vida humana, sujeita à morte, explica o arcebispo metropolitano do Rio de Janeiro, dom Orani Tempesta. A data coincide com o dia seguinte à terça-feira de carnaval e é o primeiro dos 40 dias do período da Quaresma. De acordo com dom

Orani, nesse período recomendam-se os grandes exercícios quaresmais: a prática da caridade e as obras de misericórdia. O jejum, a esmola e a oração são exercícios bíblicos até hoje praticados pelos cristãos. No Brasil, a CNBB promove todos os anos a Campanha da Fraternidade, que focaliza sempre um tema da vida social, tem o objetivo de ajudar as pessoas e é considerada um instrumento de evangelização. Segundo dom Orani, a origem do nome Quarta-Feira de Cinzas é puramente religiosa. Neste dia, celebra-se a Missa das Cinzas – as cinzas usadas no ritual provêm da queima dos ramos abençoados no Domingo de Ramos do ano anterior. A essas cinzas, mistura-se água benta. O arcebispo de Fortaleza, dom José Antônio de Aparecido Tose, lançará a Campanha da Fraternidade nesta quinta-feira. A partir das 15 horas, durante entrevista coletiva no Centro Pastoral Maria Mãe da Igreja.

nas comunidades de Nova Metrópole, Açude, Cumbuco, Munguba, Icarai, Curicaca e agora se encontra instalado no Guadalajara, na Jurema, e ainda pretende percorrer várias comunidades de Caucaia.

presença do padre José Ricardo, padre de fogo, cheio de unção, muitas curas e libertações foram concretizadas. Comitivas de diversos bairros da cidade se fizeram presentes,contou entre estas a galera do Filhos de David. O pastor Francisco Silvestre esteve a frente da organização do RENOVAR CAUCAIA assim como o leitor Ilton Santos(Fundador da Comunidade Totus Tuus).

humor O grupo de humor intitulado “Humor Metrópole” leva a irreverencia e o jeito caucaiense para as redes sociais desde 2012. A página no facebook já tem mais de 5 mil seguidores e agora um vídeo de Rap “Caucaia Vs Fortaleza” faz sucesso com mais de mil visualizações. Eles chegaram em Caucaia em Dezembro do ano passado e já percorreram várias comunidades levando alegria para milhares de Caucaienses. Estamos nos referindo ao circo de Minas Gerais que

vem fazendo uma turnê pelo Brasil e aqui no Ceará a cidade que mais encantou o elenco foi Caucaia. Segundo o proprietário do circo, Eurico Braskuper, o povo é muito hospitaleiro e receptivo. O circo já esteve

carnaval da fé

Renovar de Caucaia 2014, realizado no Grêmio Recreativo de Caucaia, reuniu centenas de caucaienses no período de carnaval. O destaque foi a

leitora Maria Valdeci folheando o GRANDE PORTO

7

Por Ingrid Baratta

ingridbaratta@globo.com

As empresas precisam ficar atentas para a o depósito dos recursos destinados ao Fundo de Garantia Por Tempo de Serviços (FGTS). O depósito é obrigatório e o trabalhador deve ser fiscal dos depósitos desse benefício. Maria das Graças, Centro, Caucaia Trabalho no comércio e ganho abaixo do piso da categoria. Isso é normal? O que devo fazer para ter os meus direitos e, ao mesmo tempo, não perder o emprego? r. O pagamento do piso salarial é obrigatório, caso não seja observado pode ser denunciado ou questionado em reclamação trabalhista. Elias Firmino da Silva, Caucaia Sofri um acidente e estava há um ano e três meses sem carteira assinada. Já fui demitido e não recebi meus direitos. Quais direitos tenho a receber? r. O auxílio-doença decorrente de acidente do trabalho será devido aos segurados empregado urbano ou rural (exceto o doméstico), trabalhador temporário, trabalhador avulso, e segurado especial. Os segurados contribuinte individual (empresário, autônomo e equiparado), facultativos, e empregado doméstico não têm direito às prestações decorrentes de acidente do trabalho. Contudo, caso fiquem incapacitados para o trabalho, farão jus ao auxílio-doença previdenciário, desde que atendam aos demais requisitos exigidos por lei. “Após ficar afastado por mais de 15 dias e receber alta médica do INSS, o empregado acidentado tem estabilidade no emprego por 12 meses, contados a partir do encerramento do auxílio-doença”. Alberto Sena de Menezes, Caucaia Soube que a empresa não depositando o FGTS. Serei prejudicado? r. O empregador que não realiza o depósito mensal na data estabelecida pela lei e nem presta as informações necessárias aos órgãos com-

petentes fica sujeito às penalidades prevista na legislação do sistema do FGTS, bem como impedido de expedir a Certidão Negativa de Débitos (CND) ou a Certificação de Regularidade perante o FGTS. No caso do direito ao saque pelo trabalhador, conforme as condições previstas pelo sistema do FGTS, caso o empregador não tenha realizado os depósitos mensais, este estará sujeito ao pagamento, de uma única vez, da totalidade das parcelas em atraso (corrigidas monetariamente) para que o empregado tenha seu direito assegurado. Assim, se uma empresa recolheu o FGTS regularmente por 4 anos, mas deixou de fazê-lo nos últimos 8 meses, caso um empregado seja demitido sem justa causa, a empresa estará sujeita a recolher o FGTS dos últimos 8 meses, com a devida correção monetária, além do pagamento da multa sobre o total recolhido normalmente mais o recolhido em atraso. José Arruda Santiago, Caucaia Trabalhei oito anos em uma empresa e recebi o aviso prévio para ser cumprido em 30 dias. Está certo? Quantos dias eu tinha direito de aviso prévio? r. O aviso prévio é a forma de comunicar antecipadamente o empregador ou empregado sobre o fim do contrato. Para aqueles trabalhadores que possuem menos de um ano de serviço na mesma empresa, estes terão o direito de ter o aviso prévio de 30 dias. Já para aqueles que possuem mais de um ano na empresa, o aviso prévio de trinta dias, será acrescido mais três dias por serviços prestados, levando até o máximo de 60 dias, ou o total de 90 dias. Logo, você que trabalhou 8 anos, deverá receber aviso prévio de 54 dias.


8

Esportes Cidades

GRANDE [ PORTO ]

linha de passe Por Queiroz Ribeiro

queiroz-ribeiro@hotmail.com

Dinheiro para copa tem, para o resto não! R$ 26 bilhões. Esse seria o custo da copa 2014, de acordo com a última atualização da Matriz de Responsabilidades, documento que reúne todas as intervenções relacionadas com o Mundial a cargo do governo federal, dos governos estaduais e cidades-sede. A lista tem de obras em estádios a projetos na área de turismo, passando por telecomunicações, portos e segurança, entre outros. No entanto, esse valor está defasado (há estimativas de que, no final, a conta baterá nos R$ 30 bilhões). Enquanto isso como estará; a saúde, a educação, a segurança, a seca e a qualidade de vida do povo brasileiro? Isso é revoltante!

Não seria melhor jogar bola? A polêmica escalação do atacante Assisinho, do Ceará, no Campeonato Cearense, deve ter um desfecho final hoje (06/03). A notícia delito apresentada pelo Fortaleza ao TJDF-CE está sendo avaliada pela procuradoria do Tribunal.O documento aponta que o jogador foi escalado irregularmente no empate com o Guarany de Sobral, pela 1ª Rodada da 2ª Fase do Estadual, no último dia 23 de fevereiro. O procurador geral do TJDF-CE, Caio Falcão, encaminhou para um dos procuradores do tribunal, Paulo Henrique, para analisar o ofício.

Copiando No Clássico-Rei do próximo domingo, a Federação Cearense de Futebol decidiu copiar a Federação Paulista. Os assistentes estarão usando uma bandeirinha de cor branca. Simbolizando a paz nos estádios.

Dois pesos, duas medidas A segunda partida sem vitória no Campeonato Cearense, a vaga conquista de forma implacável às semifinais da Copa do Nordeste, fizeram o presidente do Ceará, Evandro Leitão a soltar uma constatação:“A gente nota a doação do grupo no Campeonato do Nordeste e a postura é outra no Campeonato Cearense”, declarou o mandatário.

COPA 2014 Faltam cem dias para o início da Copa do Mundo. A preocupação, no momento, é com a conclusão as obras que ainda se arrastam pelo país. Não apenas obras das arenas, mas as do entorno também estão atrasadas. Aqui em Fortaleza o túnel que liga a Dedé Brasil a Paulino Rocha não vai ficar pronta a tempo. Isso pode representar transtornos para quem vai assistir aos jogos na Arena Castelão.


Jornal Grande Porto 36