Issuu on Google+

grande Porto

política

com canetada de Cid, Ciro vira czar da saúde

Ano 1 - número 12 - 12 de setembro / 18 de setembro de 2013

Página 3

Moradores de São Gonçalo sofrem com torneiras vazias denúncia] Um verdadeiro contraste: o Complexo Industrial e Portuário do Pecém recebe água do Canal da Integração, mas os moradores de São Gonçalo do Amarante sofrem há mais de um mês com a falta de água para cozinhar, beber, lavar e tomar banho. Página 4 Linha de passe

Meio ambiente Grande Porto VAREJO

Caucaia terá primeiro outlet do Ceará Incorporadores negociam instalação de empreendimento no município, com cerca de 90 lojas de grifes onde os fabricantes vão comercializar seus produtos diretamente ao consumidor. Página 5

Ceará agora

Dicas de saúde

Danilo Forte sonha com prefeitura de Caucaia

Como se prevenir dos males causados pela diabetes

Página 3

Página 7

Lixões por aterros sanitários Em todo o Estado municípios se mobilizam para dar o destino correto ao lixo Página 6

Página 8

economia

Porto s/a

Portos cearenses: 2013 terá aumento em cargas Página 5

cultura

Docas monta estratégia para atrair exportadores Página 5

programa

artigo

Chico Lopes e os 23 anos do CDC Página 2

Insucesso nas pistas tira Massa da Ferrari

em preparação para a etapa nacional, Políticas culturais entram em discussão no Ceará Página 8

Municípios cearenses serão beneficiados com Água para Todos Página 4


2

Opinião

GRANDE [ PORTO ] artigos

Governo do PT e o compromisso com os mais pobres

Editorial

Caucaia prospecta investimentos O crescimento econômico do Nordeste brasileiro nos últimos anos tem despertado o interesse de empreendedores em expandir seus nichos de mercado para a região. Em alguns estados, como o Ceará, anima os índices de crescimento do PIB acima da média nacional. Não à toa, um desses segmentos que vem crescendo no País, o de outlets, está focado na construção de uma unidade desse segmento no Estado, especificamente em Caucaia, na Região Metropolitana de Fortaleza. As tratativas para a instalação de um empreendimento desse porte estão avançadas com a Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE) de Caucaia. Outlet é a denominação para um mercado de vendas a varejo, no qual os produtores e indústrias vendem

Atacado, uma ampla construção localizada na confluência da BR222 com a BR-020, que planeja, inclusive, um prédio com perfil específico para o segmento de outlet. Caso não haja interesse pela localização, também será avaliada uma área específica no município para receber esse tipo de construção. Um estudo do Ibope Inteligência, que simula o mercado e prevê as vendas desses empreendimentos, aponta que serão inaugurados 30 outlets no país nos próximos seis anos. o Nordeste desperta o maior interesse nesse tipo de operação comercial por parte das incorporadoras, tanto que estão previstas três unidades na região, incluindo aí o Ceará. Com a confirmação desse empreendimento, o Estado passa a ser o segundo da região a receber esse tipo de

O Ceará é o segundo estado da região Nordeste a receber investimentos em outlets, empreendimento voltado para centros de compras onde são encontradas grifes de marcas famosas a preços vantajosos seus produtos diretamente ao público, e geralmente com um preço inferir ao que é oferecido nas lojas. As incorporadoras que representam esses negócios procuram instalar os outlets nas saídas de grandes cidades ou regiões metropolitanas, daí o interesse pelo município de Caucaia, próximo à capital, porto, aeroporto e rodovias. Nas negociações com representantes da incorporadora interessada no investimento, o Secretário Francisco Vieira, da SDE, propôs como opções para o empreendimento a Cidade do

operação comercial. O primeiro fica na Bahia e está prestes a ser inaugurado. Investimentos desse porte serão sempre bem vindos porque estimulam a cadeia produtiva e geram novos postos de trabalho. No caso de Caucaia, o secretário Francisco Vieira ainda não dispõe de projeções sobre a criação de postos de trabalho, mas deverá superar mais de mil postos. Serão empregos que chegam para movimentar a economia local, melhorar a qualidade de vida das pessoas e ampliar o poder de consumo.

Expediente

Dedé Teixeira, deputado estadual do PT

A assinatura do termo de compromisso do Programa Água Para Todos, firmado pela presidenta da República Dilma Rousseff, no Palácio do Planalto, levará água para mais de 41 mil famílias em 336 municípios do Semiárido Nordestino. Os estados beneficiados são Alagoas, Bahia, Ceará, Minas Gerais, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte e Sergipe. Serão investidos R$ 135 milhões em 1.042 sistemas simplificados de abastecimento de água. O governo federal destinou R$ 4,7 bilhões para a iniciativa no Programa de Aceleração do Crescimento (PAC2). A ação faz parte do Plano Brasil Sem Miséria e visa universalizar o acesso

e uso de água para populações carentes. Durante a cerimônia, o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, destacou as parcerias que o ministério possui com todos os estados da Federação no que diz respeito ao abastecimento de água. Coordenado pelo Ministério da Integração Nacional, o programa leva água ao semiárido por meio de diferentes tecnologias, como cisternas, sistemas de abastecimento, pequenas barragens, barragens subterrâneas e poços. Até 2014, a previsão é de levar água para 750 mil famílias do Semiárido. No primeiro ano de programa, 111 mil famílias foram beneficiadas. No Ceará os sistemas

Uma grande conquista do povo

Chico Lopes, deputado federal do PC do B

Uma grande conquista para os consumidores, com uma das legislações mais avançadas de todo o mundo, quanto às relações de consumo. Esta é a leitura que faço dos 23 anos do Código de Defesa do Consumidor, comemorados nesta quarta-feira, 11/9. Mais de duas décadas depois, o Código redefiniu as relações entre clientes e fornecedores de produtos e serviços e, apesar dos desafios que persistem, ajudou a formar uma cultura de respeito ao consumidor e de consumo consciente. O Código de Defesa do Consumidor marcou uma nova etapa no Brasil. Antes do Código, as pessoas sentiam falta de uma referência, de um instrumento que pudesse ajudar na hora de exigir os seus direitos.

Após o código, o consumidor se tornou senhor dos seus direitos, passou a saber quais as obrigações dos prestadores de serviço e dos fornecedores de produtos, a conhecer como reagir em caso de desrespeito. Claro que esse é um processo que continua, que tem ainda questões a avançar, desde os ‘call-centers’ que continuam com um atendimento demorado e cansativo, até os serviços prestados pelas grandes empresas e concessionárias de telefone, água, energia. Mas os avanços nesses anos todos são muito grandes. O deputado Destaque-se o crescimento da conscientização sobre a Defesa do Consumidor, no dia a dia e como política pública. A presidenta Dilma Rousseff levou para todo o País a

O Jornal Grande PORTO é uma publicação semanal do Sistema Ceará Agora de Comunicação e da Editora Assaré. www.cearaagora.com.br Redação: Waldery Uchôa 567A, Benfica, Fortaleza, Ceará - CEP 60020-110. Telefone: (85) 3254.4469 Escritório comercial: Desembargador Moreira, 2800, 16º andar, Dionísio Torres, Fortaleza, Ceará Telefone: (85) 3194.4150 Diretor-presidente: Luzenor de Oliveira - luzeno@uol.com.br Diretor de Relações Institucionais Francisco Bezerra - presidenteassare@gmail.com Assessoria Jurídica Mário Baratta / OAB-CE 6427 - mariobaratta@gmail.com Editor Chefe: Beto Almeida - almeidabeto85@gmail.com Repórter: Antonio Cardoso - cardoso_mts@hotmail.com Editor de Arte: Claudemir Gazzoni - claudemirgazzoni@gmail.com Para elogiar, criticar, opinar ou sugerir: assare@editoraassare.com.br Os textos, incluindo opiniões e conceitos emitidos, são de responsabilidade exclusiva de seus autores. É livre a reprodução não comercial, desde que citada a fonte.

Para anunciar, ligue (85) 3194.4150

de abastecimento beneficiará os municípios de: Aiuaba, Antonina do Norte, Assaré, Aurora, Barro, Brejo Santo, Campos Sales, Canindé, Capistrano, Caridade, Hidrolândia, Ibaretama, Itapiuna, Itatira, Jardim, Lavras da Manguabeira, Milhã, Missão Velha, Mombaça, Morada Nova, Novo Oriente, Ocara, Pentecoste, Piquet Carneiro, Quiterionópolis, Quixadá, Salitre, Santa Quitéria, Santana do Cariri, Senador Pompeu, Sobral, Tabuleiro do Norte, Tauá e Umari. A iniciativa confirma o compromisso do governo do Partido dos Trabalhadores com os mais pobres. Mesmo que os tucanos digam não.

frases da semana

“A grande maioria do Judiciário é formada por juízes honrados, mas infelizmente ainda temos uma minoria que tem que ser expelida do Judiciário” Ministro Francisco Falcão, corregedor nacional de justiça, que passa o cargo a Joaquim Narbosa nesta terça-feira.

“Tais tentativas de violação e espionagem de dados e informações são incompatíveis com a convivência democrática entre países amigos, sendo manifestamente ilegítimas” Dilma Rousseff, sobre as

novas denúncias de que a Petrobras seria alvo de espionagem dos Estados Unidos.

importância da defesa do consumidor, se engajou diretamente na exigência de prazos menores para troca e conserto de produtos e lançou o programa para fortalecimento dos Procons. É uma ação importantíssima, porque os Procons, assim como as demais entidades, ajudam o consumidor a fazer valer os seus direitos. Centenas de pessoas são atendidas diariamente por entidades como o Procon Fortaleza, por exemplo. Esse reforço se reverte em benefício para o consumidor, porque, infelizmente, muitas empresas ainda precisam da chamada do Procon para resolver as questões e respeitar o consumidor.


Política

GRANDE [ PORTO ]

Troca de secretários reforma] Canetada de Cid é inédita na política do Ceará.

Ciro Gomes é o novo Secretário de Saúde do Estado

U

ma canetada inédita na história política do Ceará inibiu e fragilizou as candidaturas de ocupantes de cargos da administração estadual. A caneta foi usada pelo Governador Cid Gomes (PSB) que, com o argumento de azeitar a máquina e prepará-la para o último ano do seu Governo, antecipou a saída de possíveis candidatos a um mandato eletivo em 2014. O gesto de Cid Gomes pode ser considerado único na história política do Ceará. Cid matou candidaturas que estavam sendo viabilizadas à sua sombra e com

o uso da máquina administrativa. Uso de forma direta e indireta. Direta, porque os ocupantes de cargos de confiança construíram relações com bases políticas. Indireta, porque a visibilidade dada pelo cargo projeta quem o ocupa. O afastamento dos secretários se deu com 10 meses de antecedência das convenções para homologar candidaturas às eleições de 2014. A desincompatibilização dos cargos poderia ser feita até o dia 31 de março – seis meses antes das eleições. Ou seja, ao tirar do primeiro escalão os candidatos às eleições par-

lamentares ou majoritárias com tanta antecedência, Cid deixa muitos sem fôlego. E diz mais: nem todos são os meus preferidos. Com essa medida, Cid Gomes guarda uma boa reserva de colégios eleitorais para dividir entre os seus aliados de maior confiança. A canetada tem, ainda, uma boa repercussão na base parlamentar na Assembléia Legislativa. São freqüentes as queixas de deputados que apoiam o Governo e perdem força em suas bases políticas porque o secretário pré-candidato apresentava condições e poder para so-

lucionar um problema ou agilizar uma obra. A esses secretários, estava dado o crédito pelo atendimento da reivindicação do serviço ou da obra. Há, também, outro aspecto com repercussão eleitoral: a reserva de colégios eleitorais permite a Cid Gomes ampliar o chamado arco de alianças, atraindo partidos que receberão, em troca, votos para os seus candidatos à Assembléia Legislativa e Câmara Federal. Os colégios que passam a ser uma espécie de reserva de mercado estavam sendo ocupados por secretários pré-candidatos. A lista de secretários pré-candidatos era puxada por Ferrúcio Feitosa (Copa), Bismarck Maia (Turismo), Eduardo Diogo (Planejamento), Evandro Leitão (Ação Social) e Arruda Bastos (Saúde). Com mandatos, estavam no secretariado quatro deputados estaduais – Mauro Filho (Fazenda), Gony Arruda (Esporte), Francisco Pinheiro (Cultura) e Camilo Santana (Cidades). Dos quatro parlamentares, Mauro receberá a missão de reforçar a defesa do Governo na Assembléia Legislativa, onde a oposição ganha fôlego no volume de críticas à administração Cid Gomes.

Aliado novo

Moroni abraça Ciro e define rumo político Nome de maior expressão eleitoral do DEM no Ceará, o ex-vice-governador e ex-deputado federal Moroni Torgan tem ocupado os espaços da propaganda partidária no rádio e na televisão com um abraço no ex-governador Ciro Gomes (PSB) que, para muitos, define o seu novo rumo político no Ceará. Moroni disputou em 2012 a eleição à Prefeitura de Fortaleza, ficou em quarto lugar e, no segundo turno, apoiou a candidatura de Roberto Cláudio. O gesto rendeu aproximação com os irmãos Cid e Ciro Gomes. Moroni tinha expectativa de ocupar uma secretaria, o cargo não saiu e nem por isso se distanciou do PSB. Das eleições municipais aos dias atuais, transformou-se em uma espécie de consultou da área de segurança pública. Moroni tem o projeto de concorrer à Câmara Federal nas eleições de 2014, está bem perto dos Governos Municipal e Estadual e poderá trocar o DEM por um dos partidos ligados ao Governador Cid Gomes. A saída do DEM provoca estragos na vida dos tucanos que correm o risco do isolamento nas eleições de 2014.

3

Ceará agora Por Luzenor de Oliveira luzeno@uol.com.br

Cid quebra tradição O governador Cid Gomes (PSB) quebrou a tradição na política do Ceará ao barrar pré-candidaturas de secretários que se dão bem no cargo e sonham com a vida parlamentar. Quem conquista uma vaga na Câmara Federal ou Assembléia Legislativa sem o empurrão dado pelo cargo no Governo sabe o sofrimento e as dificuldades para somar votos. O gesto de Cid Gomes, ao tirar com muita antecedência os secretários pré-candidatos às eleições de 2014, agradou a base parlamentar e gerou frustração. Tanta frustração que alguns integrantes do primeiro escalão, como Bismarck Maia, Ferrúcio Feitosa, Eduardo Diogo e Nelson Martins, jogaram a toalha e esqueceram as urnas. Outro nome – Fernando Oliveira, estava na condição de pré-candidato à Câmara Federal mais pelo estímulo de amigos e admiradores e menos pela ânsia de poder.

Rei posto, rei morto É pouco provável que os secretários alvo da canetada de Cid Gomes tenham o mesmo desempenho eleitoral em 2014 ao serem tirados do Governo com tanta antecedência das convenções. É pouco provável, também, que alguns entre os demitidos se mantenham candidatos. Fora do poder, as benfeitorias que os projetaram já não mais os pertencem. Em nove meses, são nomes menos lembrados.

Regra com exceção Como toda regra tem exceção, dois deputados estaduais – Mauro Filho (PSB) e Camilo Santana (PT), que saíram do secretariado, possuem bases eleitorais sólidas e trabalham sem muitas dificuldades para renovação do mandato. Ambos devem concorrer à reeleição. O sonho majoritário está adiado.

Cálculo no gelo Cid Gomes pensou, analisou e aprofundou a leitura sobre a repercussão da decisão de mudar parte do secretariado. Resolveu alguns problemas que, se tirasse um ou outro nome, não seria possível. Entre os secretários que deixaram o Palácio da Abolição, dois saíram por desobediência. Imaginaram que não precisavam dar satisfação

sobre constantes viagens para o Interior, nem sobre demissão e contratação de ocupantes de segundo e terceiro escalão. Dançaram.

Sonho de 2016 O deputado federal Danilo Forte (PMDB) trabalha a reeleição em 2014 com os olhos abertos para 2016. Danilo alimenta o sonho de ser candidato à Prefeitura de Caucaia com o apoio do atual prefeito Washington Goes (PRB). A agenda política sempre tem visitas a Caucaia.

Espaço vazio Como em política não há espaço vazio por muito tempo, Danilo avança com o distanciamento do ex-deputado federal José Gerardo Arruda. José Gerardo tem o filho como suplente da Câmara Federal, mantém liderança política no Município, mas tem se distanciado cada vez mais do dia-a-dia de Caucaia.

Insegurança O vereador Américo Rocha (PTN) teve requerimento aprovado na Câmara Municipal cobrando mais segurança para o Município de Caucaia. Américo provocou debate sobre o crescimento da violência e agora espera um gesto de sensibilidade do Governo do Estado para a gravidade da questão.


4

Cidades

GRANDE [ PORTO ]

Moradores de São Gonçalo há um mês sem água nas torneiras denúncia] A crise de abastecimento de água no município vem gerando transtornos à população que sofre com as torneiras vazias.

O vereador Péricles Roberto Lima, esteve na redação do Grande Porto para fazer a denúncia

A

cidade de São Gonçalo do Amarante, sem dúvida nenhuma a mais próspera em todo o Estado do Ceará, em função da instalação de várias indústrias atraídas e principalmente

pelo Complexo Industrial e Portuário do Pecém, vem sofrendo há mais de trinta dias com a falta de água nas torneiras. As localidades de Passagem, Castanhinha, Carcará, Bairro Carioca e Omega, são as

mais atingidas. Há informações de que o problema acontece pela redução do nível do açude de Sítios Novos, que abastece a região, mas de acordo com o vereador Péricles Roberto Lima, Pekim,

a verdadeira causa seria o fato de que a cidade de São Gonçalo foi projetada para o máximo de 4 mil ligações e, hoje, já seriam mais de 6 mil, fora o uso em condomínios. Mesmo diante disso, a Cagece não vem ampliando a rede e isso gera transtornos. “Só os que passam pela situação sabem o quanto difícil seja passar dias sem água. Famílias precisam se reversar durante a madrugada a espera das primeiras gotas de água e quando cai nas torneiras não é suficiente”, observa Pekim. Segundo o vereador, a Cagece havia proposto um acordo informal onde a prefeitura faria a compra dos canos e a Companhia faria o serviço de ampliação da rede. “Outro problema constante é a quebra da tubulação que leva a água do açude Sítios Novos a São Gonçalo. Em alguns trechos, ainda existem canos antigos que

não suportam a pressão e arrebentam”, conta. Nas redes sociais e emissoras locais há uma grande mobilização para denunciar a incompetência da Cagece. Muitos são os pedidos de socorro e reclamações da população que está à mercê de carros-pipa. A equipe do Grande Porto procurou a Cagece, mas até o fechamento desta edição não obtivemos resposta. Açude Sítios Novos O açude Sítios Novos foi construído em 1999, através do Projeto de Desenvolvimento Urbano e Gestão de Recursos Hí-

dricos – PROURB, com recursos do estado do Ceará e financiamento do Banco Internacional para a Reconstrução e o Desenvolvimento – BIRD e do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social - BNDES. A COGERH iniciou no mesmo ano o monitoramento quantitativo e qualitativo de suas águas. A principal finalidade de sua construção foi a de acelerar o progresso da região, abastecendo o Complexo Portuário e Industrial do Pecém, a sede do município de São Gonçalo e os distritos de Umarituba, Catuana, Siupé e Sítios Novos.

DESCRIÇÃO DO SISTEMA HÍDRICO: Capacidade do Açude

126.000.000m3

Vazão máxima

00 l/s.

Extensão Total

23.500m

Extensão Canal Aberto

21.692m

Fonte COGERH

programa

Comunidades recebem dessalinizadores

Uma parceria entre a Coordenadoria de Defesa Civil do Estado do Ceará, a prefeitura de Pentecoste e secretaria municipal de Agricultura, Pesca e Defesa Civil deve amenizar o sofrimento das comunidades de Miranda, Serrote Branco e Minguá Terra. Nos locais afetados pela estiagem,

foram instalados 03 dessalinizadores que, como o próprio nome diz, faz a retirada do excesso de sal e impurezas da água. Também foram instalados outros 05 Sistemas Simplificados nas localidades de Lagoa de Dentro, Macambira, Escondido, Grossos e Salgado do Cosmo Chagas. A implantação dos siste-

mas faz parte das ações emergenciais de convivência com a estiagem que assola a região. De acordo com o secretário de Agricultura, Pesca e Defesa Civil de Pentecoste, Glayson Guimarães, ele pessoalmente já teria procurado a Secretaria Estadual de Recursos Hídricos, para tratar do “Programa Água Doce”, para Pentecoste. “É um Programa que trás a possibilidade de não apenas emergencial, mas preparar o município, para outros momentos cruciais que poderão vir acontecer em comunidades que tem um potencial e que já tem poço profundo, vazão boa”. Outra medida a ser

adotada pela Secretaria é a perfuração de poços. “O processo é muito burocrático, mas já temos audiência com o governador para tratar também desse assunto”, ressalta o jovem secretário. Água para Todos A Presidenta Dilma Roussef participou, em Brasília da cerimônia de assinatura do termo de compromisso do Programa Água Para Todos, que ira investir R$ 135 milhões em 336 municípios do semiárido, onde mais de 41mil famílias em 336 municípios nordestinos vão ser beneficiadas. A iniciativa faz parte do Plano Brasil sem Miséria e visa universalizar o

acesso e uso de água para populações carentes. Água para Todos II O Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), em parceria com o Ministério da Integração, realizou processo licitatório para prestação de serviços de engenharia para a implantação de 104 sistemas de abastecimento de água em comunidades do meio rural do Programa Água para Todos no Estado. A sessão aconteceu na sede da Procuradoria Geral do Estado (PGE). Os 104 projetos foram divididos em três editais de concorrência pública nacional com licitação do tipo menor preço,

sendo no primeiro edital, 37 sistemas de abastecimento de água, no segundo, 25 e no terceiro 42 projetos. O secretário de Desenvolvimento Agrário do Estado, Nelson Martins destaca que o Programa Água Para Todos é uma das políticas do Estado do Ceará, em parceria com o Governo Federal, para universalizar o abastecimento d’água no Estado. “Vamos investir R$ 200 milhões para garantir água de qualidade para a zona rural cearense que se caracteriza pela seca. Será água de qualidade, seja através de sistemas de abastecimento d’água ou através de cisternas de polietileno”, afirmou.


Economia

GRANDE [ PORTO ]

Caucaia terá primeiro Outlet do Ceará VAREJO] Negociações estão avançadas e empreendimento poderá se instalar na Cidade do Atacado.

Francisco Vieira Secretário de Desenvolvimento Econômico

O

município de Caucaia se prepara para sediar um grande empreendimento comercial em um nicho de mercado inédito no Estado. Trata-se da instalação de um Outlet, com cerca de 90 lojas de grifes onde os fabricantes vão comercializar seus produtos diretamente ao consumidor. De acordo com o Secretário de Desenvolvimento

Econômico de Caucaia, Francisco Vieira, as negociações estão avançadas com o grupo empresarial que já atua nesse segmento na região sudeste. - Eles virão, isso é certo. Alguns aspectos da negociação é que precisam ser melhor detalhados, como por exemplo, a localização do empreendimento. Nós oferecemos duas opções: uma, seria a instalação

desse Outlet na Cidade do Atacado porque lá já está sendo construída uma estrutura apropriada. Uma outra opção seria a escolha de uma área específica para receber essas lojas, diz. Segundo Vieira, os empresários avaliam os espaços ofertados para avançarem na proposta. Para ele, os fabricantes passaram a focar no potencial do Estado depois da inauguração do Centro de Eventos do Ceará (CEC), que permitiu a vinda de grandes eventos como a Ficcan/Nordeste Prêt-à-Pôrter, que vai reunir fabricantes de marcas de atacado, voltadas tanto para fornecimento de matéria-prima, quanto de peças prontas. – Esses centros de compras temáticos com lojas onde os fabricantes vendem diretamente para o consumidor desperta a atenção de empreendedores porque permite um custo de operação até 70% menor que os shoppings tradicionais. Para os consumidores, é a chance de adquirir produtos de qualidade a preços convidativos, exemplifica o secretário. A procura por espaço em Caucaia atende também a uma das especificações desse tipo de empreendimento. Os Outlets geral-

mente são construídos em regiões periféricas e saídas de grandes cidades para permitir o acesso de consumidores de diversos municípios. A construção, com especificações técnicas mais simples, sai pela metade do preço e as lojas, com administração centralizada, são dos próprios fabricantes ou varejistas não franqueados. Além do Sudeste, o Nordeste desperta o maior interesse nesse tipo de operação comercial por parte das incorporadoras, tanto que estão previstas três unidades na região.Com a confirmação desse empreendimento, o Ceará passa a ser o segundo estado a receber esse tipo de operação comercial. O primeiro está para ser inaugurado no dia 1º de outubro, na Bahia. Trata-se do Outlet Premium, do grupo General Shopping Brasil, com 15 mil metros quadrados de área construída em Camaçari, a 15km do aeroporto Luís Eduardo Magalhães. O grupo não divulga investimentos, mas o número de empregos gerados será de dois mil postos. No caso de Caucaia, o secretário Francisco Vieira ainda não dispõe de projeções sobre a criação de postos de trabalho.

Sindquímica e Simec apresentam projeto à Prefeitura de Caucaia Os sindicatos da indústria metal-mecânica (Simec) e do segmento químico (Sindquímica) se reúnem nesta quinta-feira ( 12), às 8h30, durante café da manhã na Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), para apresentar à Prefeitura de Caucaia o projeto de instalação de um condomínio industrial no município. Até o momento, 34 empresas (11 do Simec e 23 do Sindquímica) já manifestaram interesse em participar do projeto, somando R$ 200 milhões em investimento. A ideia da instalação de um condomínio de empresas vem sendo discutida pelos dois sindicatos com outros

municípios, sem que isso implique que haja leilão, explica Marcos Soares, presidente do Sindquímica. Nesse sentido, já foram contatados os municípios de Aquiraz, Eusébio, Horizonte, Pacajus, Itaitinga, Guaiúba e São Gonçalo do Amarante. Segundo ele, como várias empresas demonstraram interesse em participar do projeto, é possível que mais de um município receba a estrutura pensada pelos sindicatos. “Por isso, estamos ouvindo as propostas.” A intenção dos sindicatos com o condomínio é procurar um terreno que tenha redes de esgotamento sanitário, de energia e de gás natural,

para receber as empresas já em operação, assim como escolas profissionalizantes e de segundo grau para atender aos funcionários. Outro ponto ressaltado pelos sindicatos às prefeituras é que o terreno seja cedido com a escritura, a fim de que seja dado como garantia para a captação de recursos mediante financiamentos. Por meio do condomínio, as empresas se encarregariam pela administração da estrutura, criando as condições necessárias ao seu funcionamento. Em contrapartida, o município cederá o terreno que, na avaliação dos sindicatos, precisa ter cerca de cem

hectares, para poder comportar até 40 empresas. A principal vantagem de se empreender no modelo de condomínio, segundo Ricard Pereira, presidente do Simec, é a redução dos custos com serviços, como segurança, que serão compartilhados. “Como cada um não precisará ter uma infraestrutura particular, você tem um projeto que atende às necessidades de todas as empresas, barateia custos, e proporciona um inter-relacionamento entre elas”. Ricard estima que o condomínio, em pleno funcionamento, gere 3 mil empregos diretos e 12 mil indiretos.

5

PORTO S/A Por Beto Almeida

almeidabeto85@gmail.com

Portos cearenses: 2013 terá aumento em cargas Os Portos do Mucuripe e Pecém vão finalizar o ano de 2013 com movimentação de nove milhões de toneladas de cargas e cerca de 250 mil contêineres. Esse prognóstico otimista é do Secretário Executivo da Secretaria Nacional de Portos, Mário Lima Júnior. Esse volume de cargas tende a aumentar ainda mais nos próximos anos. Para isso é que o governo federal está elaborando o Plano Nacional de Logística Integrada. A ideia é conciliar o uso racional dos diversos modais: rodovias, ferrovias, rios e portos de forma a reduzir os custos com a infraestrutura. E esse é um grande desafio: tornar os portos do Ceará ( e do país como um todo) mais competitivos, integrados a rodovias competitivas, com ganho para todos.

De olho nas frutas I

De olho nas frutas II

A Companhia Docas do Ceará montou estande na Frutal 2013 para atrair novos clientes. Com um pátio de armazenagem de 131 mil m², 240 tomadas frigoríficas (em expansão para 500 unidades), duas câmaras climatizadas para inspeção de frutas e um berço de atracação especializado para navios de contêiner, o Porto do Mucuripe está em busca de novos clientes, uma vez que a alta temporada de frutas inicia agora nos meses de setembro, outubro e novembro.

O tempo de viagem do Ceará para a Europa, de navio, leva em média sete dias. Atualmente, o Porto dispõe de linha semanal feita pela empresa CMA CGM. No 1° semestre de 2013, foram exportadas 30.143 toneladas de frutas pelo Mucuripe, ultrapassando o 1° semestre do ano passado em 15%, quando foram exportadas 26.008 toneladas. Do total movimentado em 2013, a banana foi o item em destaque, totalizando 13.710 toneladas, equivalente a 45% do total. Em seguida, vem o melão, com 10.196 toneladas (34%) e depois a manga, com 4.536 toneladas (15%).

De olho nas frutas III O principal porto de destino das frutas exportadas pelo Porto do Mucuripe é Roterdã (35%), na Holanda, seguido por Algeciras (29%), na Espanha, e Felixstowe (21%), na Inglaterra. As origens das frutas exportadas neste 1° semestre de 2013 são os Estados do Ceará, Rio Grande do Norte, Bahia, Pernambuco, Pará, Piauí e Sergipe.

120 mil no CEC Por falar em Centro de Eventos do Ceará (CEC), o grande espaço receptivo de feiras vai terminar setembro com um público estimado em 120 mil pessoas. São 13 acontecimentos agendados no mês. Apenas as três feiras que o CEC recebe em setembro, vão atrair, juntas, cerca de 65 mil pessoas. A Frutal, teve público estimado em 35 mil pessoas; enquanto a Nordeste Prêt-à-Pôrter e a Feira Internacional de Calçados e Artefatos do Nordeste – Ficcan, que ocorrem simultaneamente, entre os dias 24 e 26 próximos, devem atrair 15 mil cada uma.

ZPE no Encomex A ZPE Ceará participará da próxima edição do Encomex. O maior evento de comércio exterior do Brasil acontecerá próxima semana, dia 19, no Centro de Eventos do Ceará. O objetivo desse encontro é expandir a pauta brasileira de exportação em quantidade, qualidade e variedade de produtos, mercados de destino e empresas brasileiras participantes no mercado internacional. A iniciativa é fruto da necessidade das instituições públicas e privadas de fomentar o desenvolvimento da exportação em todos os setores da economia.


6

Educação e Meio Ambiente

Substituir lixões por aterros sanitários

Saúde pública] Em todo o Estado municípios se mobilizam para dar o destino correto ao lixo.

Lixões são vistos em vários municípios do Estado do Ceará

O

prazo para a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS) termina no ano que vem, mas, apesar dos avanços muitas das diretrizes inovadoras não saíram do papel. Entre elas estão os planos nacional, estaduais e municipais com o planejamento de longo prazo para cada ente da Federação. A política nacional foi sancionada em 2010, pelo então presidente Luiz Inácio Lula da Silva. Pela Lei, os lixões devem ser substituídos por aterros sanitários até 2014, mas desafio é grande para o Ceará. Atualmente, são quatro aterros sanitários implantados. Pela característica regionalizada dos aterros a serem implantados, o modelo de gestão escolhido foi o de Consórcios Públicos, que preserva a autonomia dos entes

federados e são disciplinados pela Lei 11.107 de 06 de abril de 2005 e seu Decreto Regulamentar nº 6.017, de 17 de janeiro de 2007. Este modelo vem se mostrando nas demais regiões brasileiras o mais eficaz, por garantir maior transparência e economia de escala, principalmente para os pequenos municípios, com escassa arrecadação de recursos. Em 2006, foram concluídos os estudos técnicos e econômicos para a destinação final de resíduos sólidos, que apontaram necessidade de implantar 26 (vinte e seis) aterros sanitários regionais e a melhoria de 04 (quatro) já existentes, totalizando 30 aterros sanitários regionais. Portanto, de propriedade do Estado, são 04 os aterros com cessão de uso

para os municípios. E, de acordo com a Secretaria das Cidades, o grande desafio está na possibilidade dos que são de responsabilidade municipal virem a se transformar em lixões. Pacatuba, Cascavel, Lavras e Quixadá são exemplos de cidades que tiveram investimento federal para dar a destinação adequada ao lixo e, segundo a Secretaria, acabaram transformando os aterros em lixões. Por isso a importância dos consórcios, visto que a gestão partilhada garante recursos para destinação adequada dos resíduos. Municípios se mobilizam No último dia 06 de setembro aconteceu a eleição para definir a nova diretoria do Conselho Regional de Resíduos Sólidos. Composto por nove

municípios o consórcio visa a implantação em Itapajé de um aterro sanitário dentro dos padrões exigidos pelos órgãos de Meio Ambiente do Estado. Para ser dada a destinação correta ao lixo produzido por Itapajé e os municípios consorciados. A instalação do aterro contempla o município com a construção de uma usina para o processamento do lixo que pode ser reciclado e somente será descartado o que realmente não puder ser aproveitado. Fazem parte deste consórcio os municípios de Itapajé, Pentecoste, São Luis do Curu, Irauçuba, Umirim, Tejuçuoca, Apuiarés, Tururu, General Sampaio. Por ser o município com a maior produção de lixo, Itapajé foi escolhido para receber o aterro sanitário e resíduos sólidos dos demais municípios que fazem parte do consócio. Da nova diretoria do conselho Regional de resíduos sólidos ficou a seguinte definição: Presidente o Prefeito de Itapajé Ciro Braga, Vice-presidente a prefeita de Pentecoste Ivoneide Rodrigues, Diretor Administrativo o prefeito de Umirim Zé da Marieta, Diretora Financeira a prefeita de São Luis do Curu Danieli Nunes e Gerente Operacional o prefeito de Irauçuba Zé Mota. A expectativa é que o consórcio conclua a instalação do aterro sanitário dentro dos padrões exigidos em no máximo um ano.

Caucaia abre inscrições em seis cursos de capacitação A Prefeitura de Caucaia abre inscrições para 85 vagas em seis cursos gratuitos mantidos pela prefeitura e pelo Ministério do Trabalho e Emprego (MTE). Os cursos, de 200 horas/aula, são destinados a profissionais

moradores da cidade e serão ministrados pelo Instituto para o Desenvolvimento Tecnológico e Social (Idear). As oportunidades são para hotelaria (14 vagas), atendimento ao público (15 vagas), petróleo e gás (14

vagas), auxiliar de escritório (14 vagas), informática (14 vagas) e manutenção de computadores (14 vagas). Os interessados devem procurar a Casa do Trabalhador, no Sine Municipal de Caucaia, na Rua Coronel João Licínio,

477, Centro, levando RG, CPF, comprovante de residência e, se possuir, currículo profissional. Para mais informações, ligar para o Idear ou Sine Municipal de Caucaia, nos respectivos números 33826273 e 3342-0706

GRANDE [ PORTO ]

cidadania Por Francisco Bezerra

presidenteassare@gmail.com

Apedeutas da democracia “A democracia muitas vezes significa o poder nas mãos de uma maioria incompetente” George Bernard Shaw , foi um dramaturgo, romancista, contista,ensaísta e jornalista irlandês. As manifestações do mês de junho, espécie de Primavera Árabe tupiniquim, mostraram uma face perigosa para a democracia. Ou seja, as tribos que saíram às ruas eram refratárias às instituições formais do Estado brasileiro. Foram repudiados fortemente pela massa disforme que inundou as ruas, sobretudo das capitais, as agremiações partidárias. A grande mídia também foi escorraçada dos protestos, a Globo que o diga. É certo que os partidos são o suporte institucional que garante o funcionamento orgânico do estado de direito, dentro do princípio de Montesquieu. O drama é que os partidos se transformaram em balcão de negócios e não guardam hoje nenhuma sintonia com o sentimento das ruas. Dai a repulsa. E os dirigentes partidários parece que não aprendem mesmo. Prova disso se dá agora a quase um ano das eleições de 2014. De maneira oportunista, certos políticos estão inventando siglas, uma autêntica sopa de letras, para garantir espaço institucional na disputa eleitoral que se avizinha. São agremiações sem doutrinas firmes que atendem a interesses cartoriais dos seus caciques em busca do poder. O Paulinho, da Força Sindical, por exemplo, esteve no Ceará oferecendo o tal partido da Solidariedade ao governador Cid Gomes. A ideia é que o grêmio político seja utilizado como sigla alternativa ao partido dos que estão em posição de mando na terrinha. Além dele, outros usam o mesmo expediente. A Marina, ecocapitalista que defende o verde montada na grana das grandes corporações mundiais, luta desesperadamente para disputar a eleição presidencial a bordo do Rede. Quer dizer, o partido, se nascer, já nasce com objetivo de servir de aparato institucional de uma candidatura que não encontra capilaridade na sociedade brasileira. Serve apenas aos interesses eleitorais da senhora Marina que demonstrou na eleição de 2010 ser um saco vazio de ideias. Como o povo não é bobo, a resposta a esse oportunismo poderá vir a cavalo. E tenho dito

Soberania ameaçada O estado Brasileiro está aviltado em sua soberania quando a presidente Dilma Rousseff foi alvo de espionagem por parte do governo Norte Americano. Além dela a Petrobras, uma das maiores empresas petrolíferas do mundo foi vítima da bisbilhotice do Tio Sam. O governo de Barak Obama acaba sendo, no contexto mundial, um mal maior que foi os governos dos Bush, pai e filho.

O embuste Obama Ele opera o mesmo esquema de espionagem, pilhagem, política belicista genocida e agressão a soberania dos países mundo afora com uma desfaçatez cretina. O presidente do império se valer da sua condição de afrodescendente e pose de bom moço como forma de anestesiar a opinião pública local e internacional.

Pulso forte O governo brasileiro precisa tomar medidas diplomáticas fortes para não se fragilizar em sua soberania. No passado, o império já nos agrediu apoiando quarteladas que ultrajaram a democracia, instalando estado de terror. As medidas têm que ser enérgicas para evitar um mal maior.

Discurso duro na ONU Em seu discurso de abertura da Assembleia Geral das Nações Unidos, a presidente Dilma Rousseff vai reclamar da ação da Agência de Segurança Nacional dos Estados Unidos (NSA), que espionou as comunicações de brasileiros, do governo e da Petrobras. A fala da presidente deve ser dura contra ação deletéria dos xerifes do mundo.


Serviços

GRANDE [ PORTO ]

7

Direito trabalhista

Dúvidas sobre Carteira de trabalho Rafaela Silva, Maracanaú Quem tem dois empregos, pode ter a carteira assinada nas duas empresas? E esse período das duas carteiras assinadas conta para duas aposentadorias? R – Sim, uma pessoa pode assinar a carteira em dois ou mais empregos de forma simultânea. O motivo é simples: não há em nenhum ponto da CLT, artigo ou parágrafo proibindo um empregado do setor privado em ter dois, três ou mais empregos. Se não há proibição sobre ter duas assinaturas expressa na lei, isso significa que ter duas ou mais assinaturas na carteira de trabalho é permitido. A respeito da aposentadoria deve-se observar o teto do INSS. Alberto Sales, Caucaia Eu tenho quatro meses de trabalho em uma empresa. A minha carteira não está assinada porque o meu patrão disse que o período de

experiência é de seis meses. Isso é verdade? O que devo fazer para a minha carteira ser assinada? R – O contrato de experiência é uma modalidade do contrato por prazo determinado, cuja finalidade é a de verificar se o empregado tem aptidão para exercer a função para a qual foi contratado. Da mesma forma, o empregado, na vigência do referido contrato, verificará se adapta-se à estrutura hierárquica dos empregadores, bem como às condições de trabalho a que está subordinado. Conforme determina o artigo 445, parágrafo único da CLT, o contrato de experiência não poderá exceder 90 dias e só poderá sofrer uma única prorrogação e este por sua vez deve ser anotado na Carteira de Trabalho. Francisco Izidro, Caucaia A minha mãe tem 48 anos

de idade, 12 anos de trabalho na mesma empresa e acaba de receber a demissão. Dos 12 anos, quatro anos (primeiros quatro anos na empresa) eram sem carteira assinada. Ela terá direito a receber direitos trabalhistas desses quatro anos sem carteira assinada? R – Não, porque já ocorreu a prescrição trabalhista, período este que atinge as parcelas relativas aos 5 anos anteriores, ou de 5 anos durante a vigência do contrato de trabalho. Se não o fizer neste prazo, diz-se que o direito está prescrito, não podendo mais ser reclamado. Mário Linhares, Álvaro Weyne, Fortaleza. Com a chegada da reta final do ano de 2013, muitas empresas tem a preocupação com o 13o salário. Como é feito esse pagamento? Pode ser feito em duas vezes e quais as con-

sequências para a empresa que deixar de cumprir a legislação? R – A gratificação natalina é devida a todos os empregados urbanos, rurais e domésticos e deve ser paga em duas parcelas, sendo a primeira entre os meses de fevereiro e novembro e a segunda até o dia 20 de dezembro. A antecipação é obrigatória e o empregador não pode pagar o 13º salário apenas no dia 20 de dezembro. Caso deseje pagar em parcela única, o valor integral deve ser pago até 30 de novembro. As empresas que não pagarem devidamente o benefício aos funcionários poderão receber uma multa no valor de R$ 170,25. “Além do valor fixo, caso atrase o pagamento do 13º salário ou não pague corretamente, terá que arcar com juros e multa referentes aos recolhimentosprevidenciários.

dicas Saúde

O que é Diabetes? O diabetes é uma síndrome metabólica de origem múltipla, decorrente da falta de insulina e/ou da incapacidade de a insulina exercer adequadamente seus efeitos, causando um aumento da glicose (açúcar) no sangue. O diabetes acontece porque o pâncreas não é capaz de produzir o hormônio insulina em quantidade suficiente para suprir as necessidades do organismo, ou porque este hormônio não é capaz de agir de maneira adequada (resistência à insulina). A insulina promove a redução da glicemia ao permitir que o açúcar que está presente no sangue possa penetrar dentro das células, para ser utilizado como fonte de energia. Portanto, se houver falta desse hormônio, ou mesmo se ele não agir corretamente, haverá aumento de glicose no sangue e, conse-

quentemente, o diabetes. Diabetes tipo 1 No diabetes tipo 1, o pâncreas perde a capacidade de produzir insulina em decorrência de um defeito do sistema imunológico, fazendo com que nossos anticorpos ataquem as células que produzem a esse hormônio. O diabetes tipo 1 ocorre em cerca de 5 a 10% dos pacientes com diabetes. Pré-diabetes A pré-diabetes é um termo usado para indicar que o paciente tem potencial para desenvolver a doença, como se fosse um estado intermediário entre o saudável e o diabetes tipo 2 - pois no caso do tipo 1 não existe pré-diabetes, a pessoa nasce com uma predisposição genética ao problema e a impossibilidade de pro-

duzir insulina, podendo desenvolver o diabetes em qualquer idade. Diabetes tipo 2 No diabetes tipo 2 existe uma combinação de dois fatores - a diminuição da secreção de insulina e um defeito na sua ação, conhecido como resistência à insulina. Geralmente, o diabetes tipo 2 pode ser tratado com medicamentos orais ou injetáveis, contudo, com o passar do tempo, pode ocorrer o agravamento da doença. O diabetes tipo 2 ocorre em cerca de 90% dos pacientes com diabetes. Diabetes Gestacional É o aumento da resistência à ação da insulina na gestação, levando aos aumento nos níveis de glicose no sangue diagnosticado pela primeira vez na gestação, podendo - ou

não - persistir após o parto. A causa exata do diabetes gestacional ainda não é conhecida. Outros tipos de diabetes Esses tipos de diabetes são decorrentes de defeitos genéticos associados a outras doenças ou ao uso de medicamentos. Podem ser: >> Diabetes por defeitos genéticos da função da célula beta; >>Por defeitos genéticos na ação da insulina; >>Diabetes por doenças do pâncreas exócrino (pancreatite, neoplasia, hemocromatose, fibrose cística etc.); >>Diabetes por defeitos induzidos por drogas ou produtos químicos (diuréticos, corticoides, betabloqueadores, contraceptivos etc.).

caminhos da aposentadoria Por Paulo Bacelar

bacelar306@hotmail.com / facebook.com/paulo.bacelar1

Cabe revisão e não recurso quando não há novos elementos e o benefício foi indeferido por erro do INSS. A falta de conhecimento das normas do INSS podem gerar ações judiciais que poderiam ser evitadas. Quando um benefício requerido no INSS é indeferido, o requerente, não se sentindo satisfeito, pode entrar com RECURSO ADMINISTRATIVO, em 30 dias, apresentando ou não novos elementos para que se faça uma nova análise e que se faça a reforma do ato, concedendo o benefício ou se mantendo a decisão proferida. Se passar dos 30 dias e não tiver apresentado novos elementos, quer dizer, se sem fazer nada de novo no processo, o segurado verificar que tem direito ao benefício que foi negado por erro do servidor que analisou o processo, o segurado tem 10, eu disse 10 anos para pedir a revisão do ato, e este tem que ser refeito, concedendo o benefício desde a data do requerimento, pois foi negado indevidamente, e o direito já era do segurado no momento da entrada no benefício. Cicera (Caucaia) Ela quer saber se atestado médico atrapalha na contagem da aposentadoria? r. Deve ser o período de auxilio doença que o segurado quer saber. Esse período que o segurado esteve recebendo auxílio-doença, não atrapalha a aposentadoria se o benefício for concedido entre períodos de trabalho. Trabalhou, se afastou por doença, voltou a trabalhar, assim, todo tempo é contado. Valdênia Henrique (Jurema) Ela trabalha desde 1983 com carteira assinada, tem 45 anos, e quer saber se tem direito a aposentadoria por tempo de serviço ou apenas pela idade? r. Se ela já tiver os trinta anos de contribuição, já pode se aposentar independentemente da idade. Faça a contagem ou agende logo a aposentadoria pelo telefone 135. Herlanilson Roque (Caucaia) Um amigo pagou cinco anos ao sindicato rural. Atualmente essa pessoa está trabalhando há 5 anos de carteira assinada. Quando for para aposentar, tanto a contribuição rural quanto a assinatura da carteira deve valer como comprovação? r. A aposentadoria pode ser urbana ou rural. Para a rural, tem que ser exclusivamente com períodos

rurais. Mas a aposentadoria urbana pode ter períodos rurais, mas para isso o segurado tem que comprovar com provas de cada ano, separadamente, que exerceu atividade rural em cada ano. José Erivan (Fortaleza) Ele tem 47 anos de idade e 27 anos de contribuição ao INSS. Hoje ele está com problema de hérnia de disco e não pode trabalhar. Ele pergunta se pode pedir o auxílio doença? r. Pode. Basta agendar pelo telefone 135. Francisco Lima (Vila Pery – Fortaleza) Ele recebe auxilio acidente há um ano e foi demitido do trabalho de motorista. Agora ele quer voltar a trabalhar e pergunta em qual função pode atuar com carteira assinada. r. Não pode atuar na atividade em que sofreu o acidente, todas as outras pode. Denor Bio (Caucaia) Ele é deficiente físico e trabalha. Portanto quer saber se o prazo para se aposentar será o mesmo de quem n��o tem deficiência? Se for atrás de auxílio junto ao INSS, poderá conseguir? r. O prazo não será o mesmo, mas a aposentadoria com carência inferior para os portadores de deficiência ainda não foi regulamentada.


8

Esportes/ Cultura&Arte

3ª Conferência Estadual de Cultura evento] As Conferências de cultura são reuniões da sociedade civil e do poder público para avaliar e propor políticas culturais.

C

om o tema “Uma política de estado para a Cultura – Desafios do Sistema Nacional de Cultura”, a Secretaria da Cultura do Estado do Ceará realiza a

3ª Conferência Estadual de Cultura – 3ª CEC, entre os dias 20 e 22 de setembro. Constitui-se em uma etapa para a Conferência Nacional e foi precedida

de conferências municipais, realizadas entre os dias 03 de julho e 10 de agosto, com a participação de 74% do total de municípios do estado. Ao todo, 136 municípios realizaram sua etapa e contribuíram com diretrizes para a 3ª CEC, elegendo 654 delegados que vão definir as diretrizes e estratégias que, posteriormente, levarão para a etapa nacional. De acordo com o coordenador do Sistema

Estadual de Cultura, José Anchieta, para as discussões nesta etapa estadual optou-se por tratar do tema geral da Conferência com ênfase nas temáticas mais recorrentes das etapas municipais e sua relação com o Plano Estadual de Cultura - PEC, em fase final de elaboração. “A Conferência Estadual de Cultura será mais um momento para pactuar e fortalecer a proposta do Plano Estadual da Cultura”, afirma.

polêmica

Décimo segundo jogador em campo

Durante toda a semana foram muitos os comentários a respeito da façanha cometida pelo massagista Esquerdinha, do Aparecidense (GO), durante partida valendo as oitavas de final da Série D do Cam-

peonato Brasileiro, contra a equipe do Tupi (MG). O placar marcava 2 a 2, o que classificaria o time goiano. Nos acréscimos, aos 46 minutos da etapa final, o atacante Ademílson chuta para marcar

o terceiro gol da equipe mineira e é exatamente aí que surge o personagem inusitado. Esquerdinha entra em campo e evita o terceiro gol, garantindo a classificação de sua equipe para a próxima fase. O fato é que muita gente não sabe, mas isso já aconteceu em terras cearenses. Foi durante a final do primeiro turno do Campeonato Cearense de 2000, disputada entre Ceará e Juazeiro no estádio Castelão. A partida estava de 3 a 1 para o Ceará quando, o atacante Valdeir percebeu o goleiro Invanoé caído no

gramado e chutou em direção ao gol. O massagista da equipe do Juazeiro não pensou duas vezes e evitou o quarto gol alvinegro. Como o placar já estava praticamente definido, não houve grandes desdobramentos. O que não aconteceu na recente partida. O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Flávio Zveiter, colocou o resultado do jogo entre Tupi-MG e Aparecidense-GO sub judice. Com isso, o empate por 2 a 2 entre as duas equipes fica anulado até que o julgamento do processo ocorra.

GRANDE [ PORTO ]

linha de passe

Fórmula do fracasso As manhã de domingo da Globo poderão não ser mais as mesmas a partir do ano que vem. Imaginem as transmissões domingueiras de fórmula um sem nenhum brasileiro nas pistas. O piloto Felipe Massa, temporada ruim atrás de temporada ruim, anunciou que não mais correrá pela Ferrari em 2014. O problema é que ele não pediu para sair. A Ferrari é que saiu com ele. Ruindade tem limites e a escuderia italiana, que só tem olhos para o espanhol Fernando Alonso, não teve mais nenhuma paciência com o piloto brasileiro e seus resultados chinfrins. Pior quer Massa só o Rubinho, o atrasadinho. Massa dá adeus a Ferrari sem ter ainda uma equipe para ocupar o cockpit. Há uma crise no automobilismo brasileiro e desde a morte de Airton Senna nunca mais um piloto verde e amarelo conseguiu bons resultados na fórmula um. Houve uma expectativa muito grande em relação a Bruno Senna, sobrinho de Airton, que acabou em frustração. A realidade é que o automobilismo é um esporte de elite, por isso mesmo caro que dá oportunidade a poucos. Os centros das competições dos motores estão na Europa. Nem mesmo os Estados Unidos, uma potência, entram neste seleto clube da velocidade. Os brazucas que chegaram ao estrelato nos carrinhos de autódromo foram resultado do talento pessoal e muita ousadia de cada um deles para furar bloqueio imposto pelas montadoras europeias. Parabéns a estes audaciosos atletas dos macacões. Citamos Emerson, José Carlos Pace, Piquet, Sena... Dá para contar nos dedos.

Jogando a toalha

O outro lado da moeda

Sonho dourado de Evandro Leitão não será alcançado. Ele ansiava ver o seu time, em ano de centenário, na elite do futebol brasileiro. O time do Ceará provou, pelos últimos resultados, que sua luta na série B não será pelo acesso. Muito pelo contrário, o alvinegro terá que suar muito a camisa para evitar a queda. O time não deu certo, apesar das contratações, muitas duvidosas, e do alto investimento em estrutura. Um fiasco.

Já o Icasa é o reverso da medalha. Com estrutura bem mais limitada e com salários modestos pagos aos seus atletas está em posição confortável na tabela da segundona. O verdão do Cariri já se aproxima do G4 e tem conquistados vitórias importantes jogando fora dos seus domínios. De fazer inveja ao clube de Porangabussu.

Túnel do tempo vexame

Paracuru está suspenso do Cearense de Futebol 2013 A ausência da equipe do Paracuru Atlético Clube no jogo contra o América, marcado para o último dia 1º de setembro e a não justificativa por parte da diretoria acarretou em consequências nada agradáveis para a equipe.

Por determinação da Diretoria de Competições da FCF, o Paracuru Atlético Clube está eliminado do Campeonato Cearense Feminino. A portaria 010/2013, que suspende o Paracuru do certame, foi publicada nesta terça-feira.

A eliminação do Paracuru respeita o artigo 29 do RGC de 2013. Como consequência, para todas as equipes que enfrentariam o Paracuru no Campeonato Cearense Feminino será atribuído vitória pelo placar de 3 a 0.

O brasileiro Emerson Fittipaldi, pilotando sua Lotus-72, com uma técnica e segir5haça invejáveis, com apenas 25 anos, tornou-se, à época, o mais jovem campeão de fórmula um. No dia 10 de setembro de 1972, ele venceu o grande Prêmio da Itália e conquistou o título por antecipação, já que faltavam ainda duas provas para o final da temporada. Após a sensacional vitória, centenas de brasileiros com bandeiras do país invadiram a pista e, em meio a abraços e vivas ao piloto, fizeram um autêntico carnaval, num espetáculo bonito e emocionante. O público italiano, embora decepcionado com a derrota das ferraris, assistiu em silêncio ao início das homenagens a Emerson, mas depois caiu na farra também. Filho de mãe russa e pai brasileiro, o jornalista Wilson Fittipaldi, Emerson nasceu em 12 de dezembro de 1946, em São Paulo, e foi o primeiro brasileiro a se sagrar campeão mundial de Fórmula 1 (1972), o primeiro a ganhar uma 500 milhas em Indianápolis (1989) e o primeiro a se tornar campeão na fórmula Indy


Grande Porto 12