Page 1

Boas-vindas a 2017 A secretária de Educação, Gilça dos Santos Silva (foto), juntamente com a equipe pedagógica e administrativa da secretaria, comanda uma atividade de integração com a comunidade escolar, que será realizada nesta sexta-feira (17), a partir das 19h, no ExpoGramado. Professores, orientadores pedagógicos, diretores e vice-diretores, bem como secretários da rede pública de ensino de Gramado, são aguardados para o encontro de boas-vindas ao ano-letivo de 2017. RADAR 4

17 A 23 DE FEVEREIRO/2017

ANO 3 - EDIÇÃO 68

www.gramadofm.com.br

A todo momento uma nova informação

DISTRIBUIÇÃO GRATUITA

Jornal • Rádio • Internet

Um ano após passar por intervenção, hospital quer ser modelo no Sul do País

O presidente da Comissão Interventora, Jeferson Moschen, avalia a situação do São Miguel, aponta os desafios na administração e revela o planejamento para a instituição em 2017 ENTREVISTA 3

Aberta a temporada da folia Com um baile no Clube Esportivo Minuano nesta sexta-feira (17) e muambas programadas para o final de semana, o carnaval está oficialmente aberto na cidade. O Gramado Fantasia - Carnaval do Bem, que contará com quatro dias de programação a partir da próxima sexta-feira (24), terá entre os destaques o retorno dos blocos carnavalescos ao tradicional baile da Sociedade Recreio Gramadense, na noite de sábado (25). GERAL 2

GLAUCIA NIELSEN

Fedoca garante universidade federal gratuita POLÍTICA 8

Inscrições da Segunda de Futsal prorrogadas até o dia 22 Koetz, Eliana e Berti comandam os preparativos para a noite em que os foliões serão recepecionados na Recreio Gramadense

ESPORTES 6


GERAL Gilnei Casagrande

Professor Mestre em Micro História SABORES DE UM PASSADO Antigas práticas deixam saudades. É tempo de colher frutas. Nasci em outubro e, na sequencia dos meses, devo ter ido caminhar nos braços de alguém sob as parreiras. Ainda hoje como uva além do que posso. Deve ser uma lembrança mal resolvida. Se for, que continue comigo. As frutas sondam o universo do nosso paladar. Ainda há um tacho de cobre onde as frutas eram transformadas em geleias. Minha nona e minhas tias, invariavelmente todas, sempre foram excelentes para tudo. Umas mais afetas à ciranda em volta do fogão abrasador, outras um pouco afastadas, mas todas voltadas as delícias de uma cozinha rural. Dentro dos genes, herdei o paladar. Lamber as bacias e raspar o tacho de onde jaziam pequenas porções das geleias, tenho saudades. Minha mãe faz um doce de de chuchu como ainda não comi igual. A uvada da tia Nayr era um mosaico. Esse relato iria longe. Gramado, no seu passado distante, foi alimentado em grande parte pelos nossos agricultores. As frutas, in natura ou transformadas, iam para as mesas dos hotéis e todos se deleitavam e deliciavam. Pelos relatos orais, Clodoveu Zatti foi quem trouxe esse modo de produção para as terras de Gramado em maior escala, se instalando nas veredas da atual Rua João Petry. A família da Diva Masotti por décadas construiu esse patrimônio cultural imaterial. “Sabores de um passado”, seria um belo título para uma obra sobre os nossos sabores. Quem recorda dos sabores das gulodices das nossas avós? Provavelmente, muitos tenham esse registro na memória, entretanto, espalha-se ao vento com plumas. Amo figada. Ela me remete às chamadas de atenção quando queria estar perto do fogo onde a massa saltitava como pipoca no óleo. O cheiro do cozimento da figada é tão majestoso quanto o aroma das goiabas. Não essas que encontramos à venda nas beiras das estradas, mas aquelas do mato, silvestres, escondidas entre outras árvores. Era uma odisseia sair com a tia Xica. Comíamos mais que colocávamos no cesto. Outra coisa deliciosa eram as amoras. A tia Irma era uma contumaz devoradora de amoras. Sabia de todos os lugares onde havia ramas tão longas, que era difícil saber onde estava o pé. Com as construções, aos poucos, a parte nativa da nossa mata, berço dessa espécie, praticamente sumiu. Posso citar um exemplo dessa ruína. Na decida para a “grutinha”, onde hoje é a extensão de um conjunto de apartamentos, exatamente onde está o reservatório de gás, havia majestoso pé de amora. Havia um outro, tão grande quanto esse, na Avenida Walter Bertoluci ou das Hortênsias, mas os pseudos jardineiros que lavram tudo o que tem pela frente conseguiram a façanha de acabar com ele. Mas o bom disso é que nada se perdeu. Hoje, as agroindústrias do nosso interior, em especial as que exploram o plantio de frutas, estão dando um exemplo de conservação, até porque tudo isso reverte em dinheiro. Figada com uma bela camada de nata sobre uma fatia generosa de pão de milho, é o que tiraria Pericles, engenheiro do Partenon grego, das profundezas da terra...

EXPEDIENTE Diretor Lucas Rodrigo Martins Jornalista responsável Glaucia Nielsen (MTb 13.192)

Redação Glaucia Nielsen Lucas Rodrigo Martins Revisora de texto Luana Dalmolin Dourado

www.gramadofm.com.br

17 A 23 DE FEVEREIRO/2017

2

Muambas abrem carnaval de Gramado neste sábado Pré-carnaval na Minuano também será atração no fim de semana Gramado Fantasia - Carnaval do Bem começa na próxima sexta (24) e deve reunir 6 mil foliões

Gramado já está em clima de folia. A programação começa com o pré-carnaval, nesta sexta-feira (17), à meia-noite, no Clube Esportivo Cultural Minuano, com a apresentação da rainha do carnaval da cidade e animação da banda GDO do Forró. Os ingressos antecipados estão à venda na loja Look Fashion ou com os componentes dos blocos, por 20 reais, e na hora, a 30 reais. Os blocos Velhinhos Transviados, Quereu Bebeu, Sópranóis, 100 Juízo e Diz Meu Cafezinho integram o circuito carnavalesco. Seguindo a programação, o fim de semana contará com muambas em ruas dos bairros Floresta, Piratini e Várzea Grande. No sábado (18), às 15h, a saída será do pavilhão São José Operário, no bairro Floresta, em direção ao campo do bairro Piratini. No dia 19 (domingo), no mesmo horário, a muamba começa em frente à Prat-K, na Várzea Grande, e termina na Vila Olímpica, no mesmo bairro. O 21º Gramado Fantasia – Carnaval do Bem prosseguirá a partir da próxima sexta-feira (24). Serão mais quatro dias de programação, até a terça-feira (27), com a expectativa de reunir seis

mil foliões (confira a agenda abaixo). SOLIDARIEDADE Uma das novidades desta edição é uma ação beneficente, em que não será cobrado estacionamento nas três noites do evento no ExpoGramado. Serão recolhidos cinco quilos de alimentos não-perecíveis ou um quilo de ração animal por carro. O Gabinete da Primeira-Dama será responsável pela arrecadação e pela doação. Outro diferencial da edição é a venda de bebidas não-alcoólicas e lanches pelos clubes de serviço (Rotary Club, Lions Clube e Orbis). A renda será revertida para ações beneficentes dessas entidades. A venda do chope ficará a cargo de três cervejarias locais, patrocinadoras do Gramado Fantasia. Nesta edição, a prefeitura destinará parte dos recursos do Gramado Fantasia para o Hospital Arcanjo São Miguel. Da verba de R$ 140 mil determinada, R$ 90 mil será para o evento e R$ 50 mil serão repassados à instituição hospitalar.

Recreio recebe blocos após 4 anos GLAUCIA NIELSEN

Koetz, Eliana e Berti organizam os bailes do clube para o sábado (25)

O retorno dos blocos carnavalescos ao tradicional baile da Sociedade Recreio Gramadense é outra novidade desta edição. Após quatro anos, a diretoria do clube conseguiu promover as adequações impostas pela Lei Kiss, permitindo lotação de 755 pessoas. “Com isso, os 350 integrantes dos blocos retornam à festa e garantem a participação efetiva dos gramadenses”, diz o presidente da Recreio, Luís Henrique Koetz. O baile será realizado no sábado (25), a partir das 23h, com animação da Fama Show e a presença da rainha de honra do carnaval do clube, Dora Bertolucci. Conforme a secretária-executiva da sociedade, Eliana Waszlawick, mais de 50% dos ingressos já foram adquiridos e quase a metade das 25 mesas

• Agende-se

SEXTA-FEIRA (24) Abertura Oficial Carnaval Adulto Local: ExpoGramado Horário: 22h Valor: 15 reais (feminino) e 20 reais (masculino) Atração: apresentação de blocos e animação da Banda Rainha Musical SÁBADO (25) Carnaval Infantil Local: Sociedade Recreio Gramadense Horário: 15h Valor: 10 reais (adulto) e 5 reais (criança) Atração: concurso de fantasia e animação do Musical Fama Show

disponíveis estão reservadas, a 80 reais (além do ingresso). Os convites devem ser adquiridos com os integrantes dos blocos, antecipados a 30 reais, ou 40 reais na hora. Sócios em dia não pagam. Já o baile infantil, que terá concurso de fantasias e cabine de fotos, ocorrerá também no sábado (25), às 15h, com ingressos a 5 reais para crianças e 10 reais aos adultos. Segundo o vice-presidente de Patrimônio, Cristian Lopes Berti, em relação à presença de jovens entre 16 e 17 anos no baile noturno, é imprescindível alertar sobre a necessidade de autorização (que pode ser assinada na hora) e presença de algum familiar, conforme ajustes feitos com o Conselho Tutelar. Mais informações: 3286-1004.

Carnaval Adulto Local: Sociedade Recreio Gramadense Horário: 23h Valor: 40 reais (na hora) ou 30 reais (antecipado com os blocos) Atração: apresentação de blocos e animação com o Musical Fama Show DOMINGO (26) Carnaval Infantil Local: Clube Esportivo Cultural Minuano Horário: 14h30 às 18h Valor: 1 quilo de alimento não perecível Atração: Som mecânico Carnaval Adulto Local: ExpoGramado Horário: 22h Valor: 15 reais (feminino) e 20 reais (masculino) Atração: apresentação de

blocos e animação com a Companhia Show 4 SEGUNDA-FEIRA (27) Carnaval Adulto Local: ExpoGramado Horário: 22h Valor: 15 reais (feminino) e 20 reais (masculino) Atração: Musical Caravelle TERÇA-FEIRA (28) Carnaval Adulto Local: Clube Esportivo Cultural Minuano Horário: 22h às 3h Valor: antecipado 12 reais (feminino) e 15 reais (masculino) na Star Vídeo, Lancheria Derrubas, Skilo Lanches e Clube Minuano, ou na hora, 15 reais (feminino) e 20 reais (masculino) Atração: Banda Toke Legal

GRAMADO NEWS CNPJ: 05.597.063/0001-90 Comercial comercial@gramadofm.com.br Endereço: Av. Borges de Medeiros, 2889 Sala 204 - Centro | Gramado/RS | CEP: 95.670-000 Sugestões de pauta: redacao@gramadofm.com.br Telefone: (54) 3286-2334 |WhattsApp: (54) 99118-5352 Impressão Gráfica Uma/RBS Jornais


ENTREVISTA

www.gramadofm.com.br

17 A 23 DE FEVEREIRO/2017

3

Jeferson Moschen: “Queremos ser destaque como o melhor hospital do Sul” GLAUCIA NIELSEN

Um ano após a intervenção no HASM, presidente da comissão faz avaliação Em entrevista ao Gramado News, relata os desafios de 2016 e os planos para o futuro da instituição

Prestes a completar um ano como presidente da Comissão Interventora do Hospital São Miguel Arcanjo (HASM), Jeferson Moschen concedeu entrevista ao Jornal Gramado News, relatando as dificuldades, as conquistas, as mudanças e os planos para a casa de saúde gramadense. Ex-vereador e ex-secretário de Saúde, Moschen se manteve na instituição, apesar da troca de gestão no Executivo, e fala sobre o futuro do HASM. Confira alguns trechos: Gramado News – Como está a organização do hospital, prestes a completar um ano da intervenção, em 1º de março? Jeferson Moschen – Estamos procurando ter todo cuidado com a questão documental, a nível de filantropia, que prevê a oferta mínima de 60% ao Sistema Único de Saúde (SUS), e com os alvarás, para que estejam em dia, além de todas as situações jurídica, contábil e administrativa. Gramado News – E como está a situação financeira do hospital? Moschen – Ao longo do ano passado, R$ 500 mil foram investidos em manutenção, compra e recuperação de equipamentos com recursos de fluxo de caixa, exceto as doações, que foram em torno de R$ 1 milhão. Foram entidades, empresas e pessoas físicas que contribuíram. Não deixamos de buscar a renovação do parque de equipamentos, visto que 60% é obsoleto e arcaico. Na medida do possível, temos buscado adquirir novos ou conseguir por meio de doações, emendas parlamentares e com recursos, como o do estacionamento. Gramado News – Que investimentos foi possível realizar? Moschen – Com isso, foi possível adquirir novos aparelhos. Estamos realizando campanha publicitária, além de comunicação interna e externa, para prestar contas e mostrar que o recurso foi para proporcionar melhorias em setores como a UTI. Foi comprado um ecógrafo, extremamente moderno e portátil, que custou R$ 102 mil. Na sequência, outros serão comprados, como uma central de monitoramen-

Moschen: “Estamos vivenciando o São Miguel e nos adequando dia a dia”

to para a UTI, que custará R$ 300 mil. Os que temos já estão ultrapassados, sem condição de manutenção e precisam ser substituídos. Mas, acima de tudo, buscamos treinamento, ajuste e aprimoramento da equipe. Recentemente, duas colaboradoras estiveram em Brasília passando por uma capacitação para tratar da segurança do paciente, desde a sua entrada até a aplicação de medicamentos, com todo manejo documental e trâmites internos. Gramado News – A situação dos equipamentos era preocupante logo que a comissão assumiu. Como pode ser considerado atualmente? Moschen – Houve um ciclo de manutenção, com uma atuação preventiva em contratos, que estão em dia. Entretanto, há equipamentos que vão se esgotando e precisam ser trocados. Conseguimos um foco cirúrgico, uma mesa cirúrgica, mas precisamos comprar pelo menos mais dois focos e uma mesa, além de cabo de parada, mais monitores de UTI, entre outros aparelhos, como de hemodiálise, para a UTI. Gramado News – Quais foram as maiores dificuldades desde a intervenção? Moschen – Estamos vivenciando o São Miguel e nos adequando dia a dia. Mas acontecem imprevistos, que acabam interferindo no planejamento. São equipamentos que estragam e precisam de conserto. Isso tudo é reflexo de aparelhos sucateados. O que também dificultou nosso trabalho foram os atrasos de pagamentos pelo Estado, que afetaram diretamente o fluxo de caixa. Situações como a de precisar prestar atendimento a moradores de Canela também nos pegaram de surpresa. O que nos trouxe alívio foi o empréstimo de R$ 1,2 milhão pelo Município, no início do ano. Colocamos as contas todas em dia e será descontado em dez parcelas. Com isso, ganhamos um “gás” para conseguir planejar outras ações. Precisamos trabalhar em cima de qualidade, organização

e busca de recursos. Foi uma vitória termos chegado até o final do ano. Mas estamos fortes e firmes para tocar 2017. Olhamos o horizonte com várias possibilidades e estamos abertos a críticas, sugestões e ideias. Gramado News – A taxa de ocupação, na época em que ocorreu a intervenção, era de 40%, e a comissão queria alcançar 80%. Como está essa situação? Moschen – O SUS está na faixa de 50%, e a ocupação média está em 75% a 80%. Temos uma margem para agregar, e o nosso maior propósito é a sala de recuperação. Seriam mais espaços de leitos junto ao bloco para um pós-cirúrgico que dispensa internação. Hoje são apenas três, e queremos chegar a 12. Ainda precisamos finalizar uma obra. Com isso, aumentaremos índice de faturamento, sem internação, com menor custo. Queremos chegar a 90% em cirurgias rápidas, como oftalmológicas, ortopédicas e politraumas, que garantem alta rápida e diminuem até mesmo o risco de infecção hospitalar. Gramado News – É possível mensurar quanto o hospital precisaria para garantir a plena saúde financeira? Moschen – Hoje, temos um custo fixo, um custo médico e as despesas, para só depois receber. Há convênios que, em média, pagam em 60 dias. Os que pagam mais rápido são o Município, o SUS e agora esperamos que o Estado também. Em faturamento, o econômico do hospital está positivo, e o financeiro negativo. Precisaríamos em torno de R$ 500 mil para ter um fluxo adiantado e uma tranquilidade financeira para otimizar o caixa. Gramado News – Houve uma renovação e ampliação da equipe do hospital? Moschen – Incorporamos mais técnicos e enfermeiros. De 273, hoje temos 303 profissionais. Se falarmos em mudança de equipe, ficou em torno de 10%. Há uma rotina de

relação boa com os corpos clínico e técnico. Buscamos aprimorar a cada dia essa convivência. Mas é bom que se esclareça, um profissional com manchas no CRM (Conselho Regional de Medicina) não é o que queremos. Temos um passivo de mais de R$ 13,5 milhões adquiridos de processos judiciais e trabalhistas. Já vencemos quatro. Queremos evitar isso, mas também queremos evitar funcionários que estejam suscetíveis a esse tipo de situação. É algo que não interessa ao São Miguel. E a instituição, assim, será mais responsável, uma melhor prestadora de atendimento e com uma melhor imagem. Não estamos atrasando salários, INSS e FGTS. Tivemos rescisões, como qualquer empresa. A mudança é necessária, e vamos encarar, com a mesma energia que tivemos em 2016. Gramado News – O senhor acredita que os investimentos mais importantes seriam em equipamentos ou na qualificação de pessoal? Moschen – Com certeza, o pessoal. Treinar, capacitar e “abrir” os profissionais para o processo de modernização é essencial. Vamos investir em um plano de cargo de salários neste ano, mas precisamos de dedicação, com aprofundamento em estudos e novos treinamentos. Equipamentos, tendo o recurso, se obtém. Mas a agregação de ferramentas vai exigir que os colaboradores estejam preparados. É preciso saber como tratar o cidadão e entender que não somos uma redoma, precisamos ter um desempenho forte, porque estamos em um município que vive da hotelaria, o que temos que considerar. Hoje, 32% dos atendimentos da urgência e emergência são flutuantes (turistas), que precisam ser bem recebidos. Queremos ser destaque como o melhor hospital do Sul do País, pelo menos no interior. Esse é um objetivo: ser referência hospitalar abaixo de 200 leitos (hoje o HASM conta com 101). Gramado News – A participação da comunidade foi importante ao longo do último ano? Moschen – Tivemos uma parceria muito forte com os clubes de serviços ao longo do último ano e temos sempre pessoas dispostas a fazer doações. Tudo é válido, toda doação é bem-vinda, porque ameniza a compra, o desembolso. O que mais vale é a intenção. Gramado News – E como está o retorno do Cartão Amigo? Moschen – O Cartão Amigo do hospital tem contribuído para manter contratos e serviços. Iniciamos com R$ 30 mil, e hoje são mais de R$ 55 mil por mês. E queremos ainda ampliar esse recurso.

O hospital não pode ser visto como vítima, mas como um parceiro que presta serviço e precisa estar ferramentado. Estamos preparando o Troco Amigo, que será lançado no comércio. Serão pequenas doações que vão auxiliar e terão a marca da solidariedade da comunidade. Gramado News – E como está a questão da compra do hospital pelo Município? Moschen – Ainda não entramos muito nesse detalhe com o Executivo. Buscamos adequar a questão de fluxo e o adiantamento que nos foi concedido. Acredito que nos próximos seis meses seja possível alinhar com o prefeito a real intenção de comprar. A negociação é o maior entrave: por quanto e como pagar? Nesse sentido, vamos precisar do prazo do próximo decreto de intervenção para definir a situação. Gramado News – Quais são os prazos do decreto de intervenção? Moschen – Vence no dia 25 de fevereiro. Serão mais 180 dias, e nesse prazo pretendemos definir a questão da compra do hospital. Gramado News – O senhor foi nomeado presidente da comissão intervencionista e, depois disso, vieram as eleições e houve a troca de administração. Como se deu a sua permanência no cargo, mesmo com a oposição assumindo o Executivo? Moschen – Por mais que existam questões políticas, eu era vereador e secretário da Saúde, e no hospital adotei uma postura muito profissional e técnica. Sou formado em Administração de Empresas e busquei não politizar o processo, o que está se mantendo. Com isso, várias correntes – internas, externas e apolíticas – estavam colocando a intenção de me manter no hospital. Me comprometi até de forma pessoal, com adiantamentos de crédito, para saldar as receitas do hospital. Então, passei a ter um olhar muito diferente no aspecto político. Eu não poderia e nem ia querer deixar meu nome com problemas. E, além disso, via da necessidade de dar sequência ao trabalho. Gramado News – E como tem sido sua relação com o prefeito Fedoca e a equipe do novo governo? Moschen – Está sendo uma tranquila, de um governo que está conhecendo e aprofundando toda a sua atuação. É natural, é um período de adaptação. É praxe que uma nova gestão precise de 100 a 180 dias para se organizar. Existem críticas e comentários, o que é natural, mas muitas vezes agressivos e até desvalidos em algumas questões, porque é muito precoce querer resultados. É preciso respeitar esse prazo.


www.gramadofm.com.br

17 A 23 DE FEVEREIRO/2017

4

Everton Michaelsen

Consultor de empresas e professor ATÉ QUANDO? Nasci em 1964. No ano da Revolução. Me lembro um pouco de algumas coisas boas daqueles primeiros anos de vida. Ganhar aquela Copa de Futebol de 1970 foi uma grande alegria para uma criança que se orgulhava de estar num País em destaque. Falar de Pelé era o máximo. Nos anos 1980, já trabalhava. Comecei a entender que por essa atividade que ganharíamos nosso sustento. Comecei a ouvir a palavra crise e aquilo me inquietava. Queria morar nos Estados Unidos ou quem sabe na Europa. Imaginava que nesses países a vida seria bem melhor. Nosso País falava em desemprego e inflação. Os empresários reclamavam do governo que não facilitava a vida de quem oferecia empregos. Talvez em outros países seria bem melhor. A partir de 1990, já estava na Caixa Econômica Federal e conheci um pouco do governo. Um banco público depende do seu governante. Tive como patrões Sarney, Fernando Collor, Itamar, Fernando Henrique Cardoso, Lula e Dilma. Todos com suas crises. Sempre enfrentamos crises e não consigo entender o porquê disso. Estamos piorando nossos serviços públicos e aumentando nossos impostos. Me lembro muito bem que em muitas esquinas de nossa cidade tinha um policial militar. Nossas escolas tinham professores orgulhosos e referências respeitadas. Estamos indo não sei para onde. Já trocamos tanto de governo. Elegemos tantos e tantos partidos e nossa crise continua. Nossos índices que nos comparam a outros países continuam horríveis. Governos falam em grandes investimentos em áreas básicas, mas estamos longe de muitos países sem grande expressão. Até quando teremos de esperar para ver atendido tão somente o que nossa Constituição Federal prevê? A população quer apenas trabalhar, ter seus filhos numa boa escola, ter um atendimento básico na saúde e um pouco de segurança. Será que nossa única oportunidade de alegria é o futebol? Já não sou mais novo. Não estou vendo nosso País sair dessa crise continuada. Estou perdendo as esperanças de que poderei ver um Brasil melhor. Tomara que ainda consiga, mas as perspectivas não são boas. Até quando?

Secretaria de Educação prepara início do ano letivo O ano letivo de 2017 inicia oficialmente com evento de integração com a comunidade escolar. Marcado para esta sexta-feira (17), com início às 19h, a Secretaria de Educação prepara algumas surpresas para o encontro, que acontece no ExpoGramado. A secretária da pasta,

Gilça dos Santos Silva, conta que toda equipe pedagógica e administrativa da secretaria está à espera de um grandioso público que integra professores, orientadores pedagógicos, diretores e vice-diretores, bem como secretários da rede pública de ensino de Gramado. “Esse será

um momento de boas-vindas à classe escolar”, explica Gilça, que ressalta a importância da participação de todos os profissionais para dar continuidade ao trabalha desenvolvido nas escolas. Atualmente, a rede municipal conta com cerca de 570 profis-

sionais que atuam em 27 escolas do pré ao nono ano, na Educação de Jovens e Adultos (EJA) e na Educação Infantil. Nas Emeis, as aulas já iniciaram no começo do mês, em 1º de fevereiro. Já na próxima segunda-feira (20), iniciam as demais atividades da rede.

Indústria e produção de ovos será tema de evento Gramado receberá a 1ª Conferência Brasil Sul da Indústria e Produção de Ovos (Conbrasul). O evento ocorrerá no Wish Serrano Resort & Convention, de 11 a 14 de junho. O evento é uma realização da Associação Gaúcha de Avicultura (Asgav) e do projeto Ovos-RS, com apoio da Associação Brasileira de Proteína Animal, do Instituto Ovos Brasil e da International Egg Com-

mission. Na manhã de terça-feira (14), representantes das entidades organizadoras se reuniram em Gramado, no Wish Serrano (foto), para definir detalhes da programação. A organização do evento é da empresa gramadense Rossi & Zorzanello. Mais informações sobre pelo telefone (51) 3228-8844 e e-mail conbrasul@ovosrs. com.br e site www.conbrasul.ovosrs.com.br.

FLÁVIO PRESTES


Dia da Mulher traz destaque à Vencimento da cota única do IPTU diversidade da mulher de Gramado é prorrogado para 10 de março CARLOS BORGES

O Gabinete da Primeira-Dama de Gramado promove, no dia 8 de março, o evento “Mulher: Construção da Nossa Identidade”. A atividade, que comemora o Dia Internacional da Mulher, busca resgatar a identidade da mulher gramadense e mostrar a sua diversidade. O encontro, que vai acontecer na Rua Coberta, às 19h, contará com a participação especial do fotógrafo, maquiador e apresentador Fernando Torquatto, e da doutora em Imagem e Identidade de Pessoas,Charlene Dalbosco, que trazem para Gramado a palestra “O Criador e a Ação é organizada pelo Gabinete da Primeira-Dama, Cientista”. Bianca Bertolucci A primeira-dama, Bianca Bertolucci, ressalta que sua importância na construção de o evento se destina a todas as mulhe- nossa história e no desenvolvimenres, sejam elas do Centro da cidade, to de nossa cidade”, destaca Bianca, dos bairros ou do interior, de dife- que ainda reforça: “Quando falamos rentes culturas, etnias, orientações em mulher gramadense, não estasexuais, idades, credos e de outras mos nos referindo somente àquelas tantas características. “Queremos que nasceram em Gramado, mas a reunir neste dia todas as mulheres todas as que contribuíram e contrigramadenses e mostrar para elas a buem com a nossa história”, finaliza.

“Novos Olhares” recebe Briane Bicca A próxima convidada za e a cidade, com foco do projeto “Gramado: Nona paisagem como ativo vos Olhares” é a doutora econômico, bem como em Planejamento e pósa feição de Gramado e -doutora em Conservação sua origem, a relação do Patrimônio Histórico, entre natureza e cidade, Briane Bicca, que palese a longevidade deste tra na segunda-feira (20) atrativo que é o segundo para o primeiro escalão do melhor destino turístico governo municipal, busdo Brasil. cando o aperfeiçoamento Briane Bricca Briane Bicca é Arquipara temas da atualidade. teta e Urbanista formada O encontro acontecerá às pela Universidade Fede17h, no auditório da Prefeitura. ral do Rio Grande do Sul (UFRGS). Com o título “A Paisagem como Desde 2014 é coordenadora do PAC Patrimônio Cultural”, Briane vai Cidades Históricas Porto Alegre, abordar a relação entre a nature- SMC/PMPA.

Por meio de Decreto Municipal de nº 017/2017, do dia 13 de fevereiro, foi prorrogado o vencimento da cota única do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) para 10 de março. O imposto pode ser pago com desconto de 15% a quem não tiver dívidas para com o município ou com desconto de 10% para quem tem a dívida ativa ou seu parcelamento. A Prefeitura, por meio da Secretaria da Fazenda, informa que a prorrogação do vencimento por decreto, conforme Lei 3.511/2016,

ocorreu devido ao atraso na confecção dos carnês pela gráfica responsável por sua impressão, somada à demora dos Correios em distribuí-los, ocasionaria prejuízo aos contribuintes. O secretário da pasta, Paulo Cezar Bisol, lembra que saúde e educação têm assegurados 40% do total de arrecadação oriundos do pagamento do IPTU. Sendo destinado 25% para a área da educação e 15% para a saúde pública, porcentagem mínima institucional e por lei.

Taco de rua inspira campeonato

MARTINA BELOTTO

Ruan Foss acompanhou a produção do material para as competições na fábrica da Masotti

Uma brincadeira de criança que teve seu auge nas décadas de 1980 e 1990 virou campeonato em Gramado. O 2º Mundialito de Tacobol está sendo promovido pela Secretaria Municipal de Esportes. As atividades ocorreram quinta-feira (16) e prosseguem no sábado (18), às 8h, no Ginásio Perinão. A competição é levada tão a sério que até os tacos foram construídos especialmente para os jogos e seguem um padrão para a categoria infantil e outro para adulto. Produzidos em madeira maciça de eucalipto, o formato adulto tem 72,5 cm de comprimento, e o infantil, 60 cm. Quem

acompanha a produção é o coordenador do 2º Mundialito de Tacobol, Ruan Foss, de 29 anos. Eles são construídos pela fábrica Móveis Masotti, que cedeu o material e a mão-de-obra. O 2° Mundialito de Tacobol é um evento solidário, que arrecada alimentos para doação a entidades beneficentes por meio das inscrições. As inscrições são um kit por dupla composto de um litro de leite, um quilo de farinha e um litro de óleo. A premiação será troféu ou medalha e kit de chocolate Lugano para os primeiros lugares. Informações 3286-6210 ou monica.angeli@ gramado.rs.gov.br.

Futsal abre inscrições Fedoca é homenageado em rodeio Gramado As inscrições para o projeto Gra- Av. Borges de Medeiros, 3940, FloO Prefeito Fedoca – João Alfredo de Castilhos Bertolucci (PDT) foi homenageado durante 38º Rodeio Crioulo Nacional de Gramado, que ocorreu de 10 a 12 de fevereiro. Ele recebeu o troféu Taça Cidade, entregue pelo patrão do CTG Manotaço, Volmir Port, e pelo capataz campeiro, Samuel Wagner. O rodeio é organizado pelo Manotaço, com apoio da prefeitura na infraestrutura, por meio das secretarias de Cultura e Obras.

CARLOS BORGES

Prefeito Fedoca recebeu o troféu Taça Cidade, entregue pelo patrão do CTG Manotaço, Volmir Port (à dir.) e pelo capataz campeiro, Samuel Wagner

mado Futsal estão abertas para crianças e adolescentes de 7 a 15 anos. O projeto, realizado pela Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (SMEL), busca usar o futsal como um caminho para proporcionar uma formação esportiva com base ética, promoção de valores, saúde, educação, socialização e inclusão. As inscrições são gratuitas e abertas para estudantes de escolas municipais, estaduais ou bolsistas em escolas particulares e devem ser realizadas na SMEL (junto ao Centro Municipal de Esportes – Perinão, na

resta) das 7h às 17h, sem fechar ao meio dia. As aulas acontecerão no Perinão, e o início será definido em uma reunião no dia 23 de fevereiro, no local, com os inscritos. O projeto, coordenado por Gabriel Zorgetz Capeletti, com o auxílio da professora Célia Steffens, tem como objetivo proporcionar aos alunos diversas experiências por meio de atividades lúdicas. A ideia central é fazer com que o aluno pense por meio de sua própria criação mental, incentivando a independência cognitiva e aprendendo a tomar decisões.


ESPORTES Lucas Rodrigo

Radialista e Assessor de Imprensa GRAMADENSE O Centro Esportivo Gramadense vai retornando as suas atividades nas categorias de base. A primeira categoria a voltar do recesso foi a Juvenil, que realizou treino no último sábado (11), na Vila Olímpica. No sábado (18), a categoria tem novo treino. Na segunda-feira (20), a categoria Infantil também retornará aos treinos. As escolinhas do projeto Gramadense/Independente devem voltar no início de março. Este ano, o CEG se prepara pra disputado Estadual Infantil, Liga Serrana e Sulicampe, entre outros campeonatos. SEGUNDONA Foi prorrogado o período de inscrição para a Segunda Divisão de Futsal de Gramado. Na quarta-feira (15), 21 times estiveram reunidos no Perinão para um encontro com a SMEL. O número é metade do total de fichas que foram retiradas na SMEL. Algumas equipes não puderam comparecer, porém, foi unanimidade entre as equipes presentes que todos os detalhes da competição fiquem a cargo da Secretaria, o que já mostra confiança no trabalho da nova administração. PANELÃO A equipe do Panelão, uma das mais tradicionais agremiações do futsal de Gramado, recebeu um convite para participar do Torneio dos Campeões, uma das maiores competições do futsal amador gaúcho. O torneio reúne campeões de diversos abertos importantes do Estado, além de algumas equipes convidadas. A missão da equipe agora é levantar recursos pra poder participar dessa competição. Conversando esta semana com o presidente do time, Jorginho Souza, percebi que a expectativa da equipe é das melhores possíveis. Tomara que o empresariado de Gramado possa apoiar a equipe, seja com água, deslocamento, uniforme... O pouco se torna muito nessas horas. TACOBOL Na quinta-feira (16), no estacionamento do Ginásio Perinão, a gurizada do Projeto Sapeca e demais inscritos nas categorias Sapeca e Moleque esteve reunida no 2º Mundialito de Tacobol. A data foi antecipada, já que seria no dia 19. Ao todo, 16 duplas participaram da disputa. No sábado (18), será a vez da categoria livre, acima de 14 anos, a partir das 8h, também no Perinão.

17 A 23 DE FEVEREIRO/2017

6

Prorrogadas as inscrições da Segundona de Futsal LUCAS RODRIGO MARTINS

Competição em Gramado pretende reunir mais de 40 times Participação na disputa deve ser confirmada até o dia 22 de fevereiro

A Secretaria de Esportes e Lazer (SMEL) de Gramado decidiu estender por mais uma semana o período de inscrições para a segunda divisão do futsal de Gramado. As equipes que retiraram as fichas de inscrição terão até 22 de fevereiro para

Romeu Nissola, da SMEL, atua na coordenação do campeonato

entregar o material na sede da secretaria, junto ao Ginásio Perinão. O primeiro prazo para a inscrição terminou na última quarta-feira (15), quando foi realizada uma reunião entre SMEL e representantes das equipes. Ao todo, 21 times estiveram representados no encontro, motivo pelo qual

o prazo foi estendido. Na reunião, foi consenso que toda a fórmula de disputa e demais detalhes da competição fiquem totalmente a cargo da Secretaria de Esportes. A competição tem previsão de início na semana de 15 de março. O diretor de Esportes da SMEL, Romeu Nissola, destaca que os repre-

sentantes das equipes que ainda não entregaram as fichas podem entrar em contato com a secretaria para mais informações. “As equipes têm novo prazo até a próxima quarta-feira e podem procurar a sede da SMEL ou entrar em contato pelo telefone 3286-6210. Estamos à disposição para sanar qualquer dúvida. Logo após a definição dos detalhes, iremos encaminhar todo o regulamento e as tabelas para cada equipe”, comenta. Segundo informações da SMEL, 42 fichas foram retiradas na sede da entidade. Ao se confirmar, será uma das maiores competições da história de Gramado, envolvendo mais de 630 esportistas entre atletas e dirigentes.

Canela debate construção de Ginásio Municipal A prefeitura de Canela, por meio do Departamento Municipal de Esportes e Lazer (DMEL), está convocando os esportistas canelenses para um debate sobre a construção do fu-

turo Ginásio Municipal da cidade. Conforme Alziro Daros, o Dilo, diretor do DMEL, a intenção é ouvir a opinião dos envolvidos com diferentes modalidades esportivas, principal-

mente em relação à área que deve receber o novo complexo esportivo. A reunião está marcada para a próxima quarta-feira (22), a partir das 19h, na sede do DMEL, que fica

localizada no interior do Centro de Feiras Cidade de Canela. “Contamos com a presença de todos para o pontapé inicial deste sonho que está virando realidade”, avalia Dilo.


BRUXA Ela está solta na Arena. A bruxa das lesões parece ter se instalado no Grêmio. A principal foi a de Douglas, na última semana, que rompeu o ligamento colateral do joelho esquerdo e vai ficar seis meses parado. Depois, o jovem Beto da Silva, peruano e recém-contratado, teve lesão muscular e para durante um mês inteiro. Na última quarta, o lateral Edilson teve uma lesão na panturrilha direita e fica 15 dias fora. Há ainda casos menos graves: Luan (tendinite no joelho esquerdo), Jael (entorse no joelho direito) e Pedro Rocha (tendinite no calcanhar do pé esquerdo). Renato pediu cuidado. E em tempos assim, precisa ser redobrado! RAMIRO Que fase vive o nosso conterrâneo! A sua melhor no Grêmio, sem dúvida. E exponenciada com o lindo gol contra o Passo Fundo, a la Ibrahimovic. Ramirinho é peça de confiança de Renato desde a última passagem dele, em 2013. Depois de tempos complicados sob o comando de Roger e Felipão, a volta de Portaluppi, transformando o gramadense em meia, trouxe uma fase incrível pra ele. Que se mantenha por um longo tempo!

CASO VICTOR O goleiro Victor trocou o Olímpico pela Cidade do Galo em 2012. O Tricolor acabou nunca recebendo por isso. Nessa semana, o Grêmio obteve a penhora de todas as contas que estejam vinculadas ao Galo para receber os R$ 10,5 milhões referentes à venda. Até mesmo outras formas de crédito que o Galo tem a receber, como direitos de transmissão, podem ser bloqueados. A ideia do jurídico gremista é de receber o dinheiro da venda de Lucas Pratto para o São Paulo. O valor já transferido seria de 3,2 milhões de euros (R$ 10,47 milhões). O arqueiro deixou o Grêmio em junho de 2012, após quatro anos no clube gaúcho. Em troca do jogador, o Grêmio teria direito a receber 50% dos direitos econômicos do zagueiro Werley, atualmente no Coritiba, e 3 milhões de euros, parcelados durante dois anos. ÚLTIMO RESULTADO: Grêmio 1 x 0 Passo Fundo PRÓXIMOS JOGOS: Grêmio x São José - 19/02 - 19h30 - Gauchão Grêmio x América Mineiro - 22/02 - 19h30 - Primeira Liga

VAI-E-VEM - Com a atuação irregular do sistema defensivo colorado, o Inter segue em busca de zagueiros no mercado. Segundo informações do Diário Olé, da Argentina, o Colorado está tentando trazer Victor Cuesta, do Independiente. A proposta feita foi de US$ 1,3 milhão por 50% dos direitos federativos do jogador. A equipe argentina pede US$ 6 milhões por 100% dos direitos. - Fernando Bob está de saída. O volante defenderá a Ponte Preta nesta temporada. Em contrapartida, o colorado tenta trazer o atacante Willian Pottker, 25 anos. - Na quarta-feira (15) o Inter fechou acordo com o Atlético-PR para a transferência do atacante Cirino, atualmente emprestado ao Flamengo. Os clubes já estão em fase de troca de documentos, aguardando apenas a definição de salário e finalizando alguns detalhes burocráticos. Na negociação, o Inter emprestará Eduardo Henrique ao Furacão.

mas a situação é delicada: ao mesmo tempo que precisa definir um time, precisa garantir bons resultados, principalmente no Gauchão.

MARATONA O Inter iniciou, na quarta-feira (15), uma maratona de 13 jogos em 40 dias. Ainda não sabemos o impacto que causará no time de Zago,

PRÓXIMOS JOGOS: Passo Fundo x Internacional – 19/02, 17h – Gauchão Criciúma x Internacional – 23/02, 20h15 – Primeira Liga

BRENNER Brenner se destacou no jogo contra o Princesa do Solimões. Entrou aos 30 minutos do segundo tempo, no lugar de Carlos (que pouco fez em campo), e alguns minutos depois foi o autor do segundo gol colorado, garantindo a vitória. ÍDOLOS ARTILHEIROS O empate de 1x1 com o Caxias nos trouxe um ponto positivo. Responsável pelo gol colorado, D’Alessandro chegou ao 77° gol com a camisa do Inter, se igualando a ninguém menos que Fernandão. Os dois estão no 18º posto de maiores artilheiros colorados. ÚLTIMOS RESULTADOS: Internacional 1 x 1 Caxias Princesa do Solimões 0 x 2 Internacional


POLÍTICA

17 A 23 DE FEVEREIRO/2017

Fedoca confirma universidade federal gratuita para Gramado DIVULGAÇÃO

Implantação foi confirmada durante reunião em Brasília Prefeito e secretário cumpriram extensa agenda no Distrito Federal entre terça e quinta-feira

O prefeito Fedoca – João Alfredo de Castilhos Bertolucci (PDT) conseguiu assegurar em Brasília a vinda da Universidade Aberta do Brasil (UAB) para Gramado. A notícia foi confirmada nesta quinta-feira (16) pelo diretor de Educação à Distância da Coordenação

Fedoca apresentou o calendário de eventos ao ministro Freire

de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), Carlos Lenuzza. Em março, devem iniciar as reuniões técnicas para a implantação da UAB, para que no segundo semestre a universidade já comece a receber alunos. Fedoca e o secretário-adjunto de Governança, Anderson Boeira, reuniram-se com diversos ministérios e gabinetes. A agenda incluiu 14 reuniões, que ocorreram entre

terça e quinta-feira. Entre as reuniões, na Agência Nacional de Águas (ANA) eles trataram da readequação de projeto para instalação de uma estação de tratamento de esgoto no bairro Dutra. No Ministério da Cultura, Fedoca apresentou ao ministro Roberto Freire o calendário de eventos de Gramado e solicitou apoio do ministério para as edições de 2018 da Festa da Colônia

e Gramado in Concert, e ainda para a realização do projeto Educavídeo. Fedoca e Boeira reuniram-se também com o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra, para tratar da construção de um centro social, inclusão digital e cursos de programação em parceria com a Microsoft para jovens em situação de vulnerabilidade social, campanhas contra uso de drogas e projeto de monitoramento e bem-estar social e psicológico de crianças e adolescentes. Eles ainda estiveram no Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações e se reuniram com o ministro-chefe da Casa Civil da Presidência da República, Eliseu Padilha, e com o governador José Ivo Sartori, além do senador Lasier Martins.

8

Evandro Moschen assume o Executivo por dois dias

CARLOS BORGES

Bruno Seger, da Casa Civil, visitou Evandro e Altreiter na Várzea

Enquanto Fedoca cumpria agenda em Brasília, Evandro Moschen (PMDB) permaneceu como prefeito em exercício. Pela primeira vez, em 16 anos, o PMDB assumiu a prefeitura. Na quarta-feira (15), Evandro cumpriu agenda de atendimentos à comunidade, visitou dependências do município para conversar com colaboradores e vistoriou o transporte público. Com o secretário de Trânsito, Luiz Quevedo, pegaram um ônibus da Serra Grande até o Centro de Gramado. No caminho, eles conversaram com os usuários sobre a qualidade do serviço. Entre outras atividades, Evandro cumpriu parte do ex-

pediente de quarta na Subprefeitura da Várzea Grande, onde cumpriu agenda de reuniões e atendeu a moradores junto com o secretário-adjunto da subprefeitura, Cícero Altreiter. O assessor de assuntos municipais do Gabinete da Casa Civil, Bruno Seger, visitou Evandro para colocar à disposição os serviços do governo estadual, bem como o coordenador político do Gabinete do deputado Tiago Simon, Daniel Kieling. Na manhã de quinta, ele visitou postos de saúde. Cumpriu, à tarde, agenda em Porto Alegre. Evandro teve reunião no Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (DAER) e na Famurs.

Jornal Gramado News - Ed 68 - 17/02/17  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you