Issuu on Google+

MOMENTOS Informativo da Paróquia São Braz

Edição - Fevereiro/2012 - Ano VII - Nº 97

Evangelização, Cultura & Boas Notícias - Distribuição Gratuita

“São Braz, livrai-nos de todos os males da garganta e outras enfermidades”


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 2

Voz do Pároco O que significa colocar uma comunidade paroquial sob a proteção de um santo ou santa? Ou mesmo de Jesus e Maria? Várias respostas poderiam ser dadas, mas há uma que considero essencial. Quando pedimos a proteção de um santo ou santa queremos seu auxilio num momento difícil de nossa vida. Ao fazermos nossa oração, ela não vai somente ao encontro do intercessor que escolhemos, mas através dele ao coração de Jesus. Nossas orações fazem parte da oração dos santo, entramos na sua comunhão. O santo não faz milagre, e sim Jesus. O santo pede por nós. São João Batista tinha a missão nesta terra de nos mostrar o Cordeiro de Deus, no céu, continua sua missão. Ele intercede por aqueles

Expediente que procuram a verdade, o verdadeiro Deus. Nosso padroeiro, São Braz, pela sua santidade, em vida, auxiliou muitas pessoas. A tradição das velas cruzadas sobre a garganta, pedindo sua intercessão, vem de um fato marcante em sua vida. Uma mãe traz sua criança com um espinho em sua garganta. São Braz, penalizado pela dor da mãe e também do garoto, como era um homem de oração, implora ao Senhor pela cura. Jesus vendo sua sinceridade pelo desejo do bem da mãe e do filho, escuta a prece e a criança é curada. Não foi São Braz que realizou o milagre e sim o Senhor. Por isso, ao fazermos um pedido ao Senhor através de um dos seus eleitos, em 1° lugar devo levar em conta se o que peço é realmente para meu crescimento espiritual.

Se atendido, estarei aberto a envolver-me mais estreitamente com Deus e assim com meus irmãos? Os santos, em vida demonstraram sua ternura pelos mais fracos, pelos doentes, pelos aflitos e atribulados, seguindo o exemplo de Jesus. Por isso, ao morrerem, as pessoas lembrando-se de sua santidade de vida começaram a pedir a sua intercessão. Como exemplo: São Francisco e Santo Antonio, tão populares no meio do povo. Nosso querido Papa João Paulo II, tinha seu olhar voltado para os doentes, para os sofredores, dedicava a eles diariamente suas orações, ao nos deixar, veio do povo, espontaneamente o pedido de ele ser reconhecido como santo. Os santos são nossos irmãos que nos precederam e estando junto a Deus, nos céus, olham com carin-

MOMENTOS Informativo da Paróquia São Braz

R. Antonio Escorsin, 1860 - São Braz - Curitiba/PR FONE/FAX/E-MAIL: (41) 3024-1310 - momentossb@gmail.com Padre Renato

ho por nós, intercedendo para que possamos nos juntos a eles, na felicidade que encontraram. Os santos são dignos de amor, de carinho, pois já passarem por este vale de lágrimas e agora são vencedores, como Jesus vencendo o sofrimento da cruz. Os santos nos ajudam a irmos ao encontro do que já alcançaram: a vida eterna. Mas tenhamos uma devoção, um carinho sincero por eles, não os antepondo ao amor de Cristo, o que seria uma idolatria. Paz e Bem!

DIRETOR ESPIRITUAL: Padre Renato Burigo JORNALISTA RESPONSÁVEL: Maria Graciele Muraro - DRT/PR - 8258 TIRAGEM: 16 páginas - 3.000 exemplares COLABORAÇÃO: Todas as Pastorais, Capelas, Movimentos, Amigos, Associações e voluntários. DIAGRAMAÇÃO, ARTE FINAL E PRODUÇÃO: Maria Graciele Muraro

As opiniões e conceitos expressos nas matérias são de responsabilidade de seus autores, não representando necessariamente a opinião deste informativo. Reservamo-nos o direito de publicar ou não textos, fotos ou anúncios recebidos como colaboração, se estes não estiverem dentro da linha editorial.

Horários HORÁRIO DA SECRETARIA - MATRIZ DE 3ª FEIRA À SÁBADO: DAS 08H30 ÀS 11H30 E DAS 13H30 ÀS 17H30. TELEFONE PARA CONTATO: 3024-1310

CAPELA SAGRADA FAMÍLIA: QUARTO DOMINGO DO MÊS: MISSA ÀS 9H GRUPO DE ORAÇÃO MATRIZ: SEXTA-FEIRA: ÀS 20H CAPELA SAGRADA FAMÍLIA: TERÇA-FEIRA: ÀS 20H

CAPELA JESUS CRISTO RESSUSCITADO: QUARTA-FEIRA: ÀS 19H30 (NOVENA N. SRA. PERPÉTUO SOCORRO)

LEGIÃO DE MARIA MATRIZ: TERÇA E QUINTA: ÀS 15H

GRUPO DE JOVENS E ADOLESCENTES MATRIZ: SÁBADO: ÀS 16H

CAPELA SAGRADA FAMÍLIA: QUARTA-FEIRA: ÀS 19H30 (NOVENA N. SRA. PERPÉTUO SOCORRO)

MATRIZ: QUARTA, SEXTA FEIRA E SÁBADO: ÀS 19H

ENCONTRO DE BATISMO ÀS QUARTAS MISSA COM NOVENA E BÊNÇÃO COM O SANTÍSSIMO E IMPOSIÇÃO DAS MÃOS. TERÇA E QUINTA FEIRA: MISSA ÀS 07H DOMINGO: ÀS 07H30, 10H30 E 19H CAPELA JESUS CRISTO RESSUSCITADO: SEGUNDO DOMINGO DO MÊS: MISSA ÀS 9H

MATRIZ: PRIMEIRO SÁBADO DO MÊS: 15H APOSTOLADO DA ORAÇÃO MATRIZ: PRIMEIRA SEXTA-FEIRA DO MÊS: HORA SANTA ÀS 14H, MISSA ÀS 15H E REUNIÃO ÀS 15H30 TERÇOS E NOVENAS MATRIZ - TERÇO DOS HOMENS: TODOS OS DOMINGOS, ÀS 18H

EQUIPE DE LITURGIA MATRIZ: TERCEIRO SÁBADO DO MÊS: ÀS 15H30 OUTROS MATRIZ: PASCOM - TERCEIRA QUARTA-FEIRA DO MÊS: DAS 20H ÀS 21H AA - ALCOÓLICOS ANÔNIMOS: QUARTAFEIRA ÀS 20H


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 3

Artigo

Calendário Litúrgico Ademir Muraro

Confissão inválida Lembre-se que uma confissão pode ser invalida ou até mesmo sacrílega quando: 1. A pessoa omite um pecado mortal, seja por um exame de consciência feito de modo negligente,ou se isso acontece de forma intencional. Conta alguns pecados e oculta de propósito outros. Muitas almas já foram para o inferno por causa disso 2. A confissão se faz sem arrependimento e sem propósito sincero de emenda,pois estas são decisões que devem ser tomadas antes de se confessar os pecados. Ela vai mais para se justificar,que para se declarar pecadora. 3. Quando a pessoa confessa por modismo,para se parecer justa aos olhos dos homens, sem estar profun-

damente arrependida de sua,falta, e sem prometer a Deus que vai lutar para emendar-se. 4. Quando ela omite de propósito o numero dos pecados mortais ou uma circunstancia necessária. É preciso que a pessoa diga quantas vezes cometeu aquela falta grave. 5. Quando já antes da absolvição ela não tem vontade de cumprir a penitência. Tudo deve ser fielmente cumprido como manda a santa madre Igreja. 6. Quando a pessoa esconde do sacerdote o fato de viver amasiado, na situação que se chama de pecado continuado que impede a absolvição. 7. Quando a pessoa simplesmente se nega a perdoar alguém, vivo

Catequese Matrículas e rematrículas para catequese: Documentos necessários para inscrição na catequese: Certidão de batismo (se for batizado) Certidão de nascimento Comprovante de residência Taxa de R$ 40,00 para I etapa incluindo a bíblia, ou R$ 30,00 para as outras etapas. Os novos moradores da paróquia devem trazer a transferência.

ou falecido,não importa o que este lhe tenha feito. Se uma pessoa não dá o perdão também,e antes,de nada adiante ir ao confessionário,porque não recebera o perdão de Deus. Jesus sempre nos diz: quando você pede alguma coisa – alguma graça – para Deus, ele te dirá :Como é que tens coragem de me pedir alguma coisa, se odeias aquele meu filhi-nho? Se não gostas daquele outro filhinho meu? Se não perdoas aquele outro meu filhinho?... Noutro dia uma pessoa me falou que sentia continua vontade de confessar,e o padre já estava impaciente com ela. A certa altura ela me disse: Eu não consigo perdoar o meu sogro,que já faleceu! Então eu

falei:você sente vontade de confessar,porque está em pecado,pois todas as confissões que você tem feito ultimamente foram inválidas! Você não perdoa como quer receber o perdão! Então ela falou: Meus Deus,eu vou resolver isto já! Disso devemos entender que a absolvição não implica em automático ou compulsório perdão da falta, pois a pessoa deve cumprir todos os requisitos,para que o perdão ocorra na terra e no céu. É preciso antes que o Sacramento seja ligado na terra,para que se confirme no Céu. E para ligar no Céu, deve antes estar ligado aqui. Continua no próximo exemplar. Fonte: Livro Confessar-se.

Para Refletir

O jumentinho Um jumentinho voltando para sua casa todo contente, fala para sua mãe: - Fui a uma cidade e quando lá cheguei fui aplaudido, a multidão gritava alegre, estendia seus mantos pelo chão... Todos estavam contentes com minha presença. Sua mãe questionou se ele estava só e o burrinho disse: -Não, estava levando um homem com o nome de Jesus. Então sua mãe falou: -Filho, volte a essa cidade, mas agora sozinho. Então o burrinho respondeu: - Quando eu tiver uma oportunidade, voltarei lá... Quando retornou a essa cidade sozinho, todos que passavam por ele fizeram o inverso, maltratavam, xingavam e até mesmo batiam nele. Voltando para sua casa, disse para sua mãe: - Estou triste, pois nada aconteceu comigo. Nem palmas, nem mantos, nem honra... Só apanhei, fui xingado e maltratado. Eles não me reconheceram, mamãe... Indignado o burrinho disse a sua mãe: - Porque isso aconteceu comigo? Sua mãe respondeu: - Meu filho querido, você sem JESUS é só um jumento ... LEMBRE-SE SEMPRE DISSO.

MÊS DE FEVEREIRO/2012-ANO B 05/02 – 5º DOMINGO DO TEMPO COMUM “A VERDADEIRA LIBERDADE ESTÁ NO SERVIÇO DO REINO!” Leituras: Jó 7, 1-4. 6-7; Salmo 146; 1Cor 9, 16-19. 22-23; Mc 1, 29-39. 12/02 – 6º DOMINGO DO TEMPO COMUM “SE QUERES, TEM O PODER DE CURAR-ME!” Leituras: Lv 13, 1-2. 44-46; Salmo 31; 1Cor 10, 31-11,1; Mc 1, 40–45. 19/02 – 7º DOMINGO DO TEMPO COMUM “A MISERICÓRDIA NOS FAZ VIVER DE NOVO!” Leituras: Is 43, 18-19. 21-22. 24b-25; Salmo 40; 2Cor 1, 18-22; Mc 2, 1-12. 22/02 – QUARTA-FEIRA DE CINZAS - FRATERNIDADE E SAÚDE PÚBLICA – QUE A SAÚDE SE DIFUNDA SOBRE A TERRA! “UM JEJUM QUE AGRADE AO SENHOR!” Leituras: Jl 2, 12-18; Salmo 50; 2Cor 5, 20-6,2; Mt 6, 1-6. 16-18. 26/02 – 1º DOMINGO DA QUARESMA “CONVERTEI-VOS E CREDE NO EVANGELHO!” Leituras: Gn 9, 8-15; Salmo 24; 1Pd 3, 18-22; Mc 1, 12-15.

BALANCETE - MOMENTOS Dezembro 2011 HISTÓRICO Recebimento de Anunciantes Pagamento a Editora (Diagramação, Arte final e impressão - 3000 exemplares) Acumulado Anterior Saldo do Mês Saldo Acumulado

ENTRADA 1.530,00

SAÍDA

1.370,00 6.340,00 160,00 6.500,00


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 4

Capela Sagrada Família

Pastoral Social Pastoral da Criança

Antonio Tadeu de Oliveira

Missa de Natal na Capela Sagrada Família Após 19 anos da criação da Capela Sagrada Família, foi relizado no dia 25 de dezembro a 1ª missa de Natal, celebrada pelo Mons. Francisco Fabriz.

Elizabete Muraro

Doação Sensibilizada pelos mais necessitados da nossa comunidade, a paroquiana Jaqueline faz apelo à empresa e consegue alimentos e brinquedos para doação a Pastoral Social e Pastoral da Criança. Agradecemos a Empresa Diapar que num ato de solidariedade, através de seus Diretores e Funcionários, se mobilizaram e fizeram uma campanha para arrecadar alimentos e brinquedos para doação.

Notícia

Crise da fé é obstáculo para evangelização, salienta Bento XVI Notícia

Imagem de N. Senhora de Fátima é resgatada de navio naufragado O Santuário de Fátima, em Portugal, confirmou nesta segunda-feira, 23, em comunicado, que a imagem da Virgem Maria resgatada intacta este sábado do navio Costa Concordia, naufragado junto da ilha de Giflio, Itália, é “uma réplica da imagem da Capelinha das Aparições”. A imagem de Nossa Senhora do Rosário de Fátima foi recuperada por mergulhadores na capela do navio de cruzeiros, onde tinha sido colocado no dia de inauguração da embarcação, a 7 de julho de 2006. Fonte: Canção Nova

Para o Papa Bento XVI, um dos obstáculos para o impulso da evangelização é a crise da fé, uma crise que atinge não somente o mundo ocidental, mas grande parte da humanidade. Em sua mensagem para o Dia Mundial das Missões, divulgada pelo Vaticano no dia 25 de janeiro, o Pontífice salienta que a humanidade simplesmente tem fome e sede de Deus e deve ser convidada e conduzida ao Pão de Vida e Água Viva. “A ânsia de anunciar Cristo nos impulsiona também a ler a história para detectar os problemas, as aspirações e as esperanças da humanidade, que Cristo deve sanar, purificar

e preencher com sua presença. A Sua Mensagem, de fato, é sempre atual, está próprio no centro da história e é capaz de dar resposta as inquietações mais profundas de cada homem”, destaca o Papa. Este encontro com Cristo preenche a sede do coração e leva ao desejo de compartilhar com os outros esta alegria. O Santo Padre destaca, na mensagem intitulada “Chamados a fazer resplandecer a Palavra de verdade”, que é preciso então renovar o entusiasmo de comunicar a fé para promover uma nova evangelização das comunidades e dos países de antiga tradição cristã, que

estão perdendo a referência de Deus, de modo que eles possam redescobrir a alegria de crer. “A fé em Deus, neste plano de amor realizado em Cristo, é, antes de tudo, um dom e um mistério a ser acolhido, no coração e na vida, e que se deve sempre agradecer ao Senhor. Mas a fé é um dom que nos é dado para que seja dividido; é um talento recebido para poder dar frutos; é uma luz que não deve ser escondida, mas deve iluminar toda a casa; é o dom mais importante que nos foi dado para nossa existência e não podemos detê-lo para nós mesmos”, afirma. Por Nicole Melhado. Fonte: Canção Nova


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 5

Obras e Obreiros Por Graciele Muraro

Responda: SIM!

De cima para baixo: 1. Suzi aos sete anos. 2. Suzi e sua mãe na formatura em 2007. 3. Equipe de liturgi no ano de 2008.

“É uma grande responsabilidade proclamar a palavra de Deus, pois não é apenas ler. Quando vou fazer uma leitura fico pensando se eu, Suzi, estou praticando aquilo que a Bíblia nos fala”. É assim que a coordenadora da liturgia, Maria Suzane de Carvalho, encara sua participação em nossa paróquia. Assim como muitos outros leigos que atuam na igreja, no início Suzi sentia vergonha e achava que não era capaz. “Eu sempre ia a missa sozinha, pois minha mãe gostava de ir em outro horário. Um dia o Fonseca me convidou para participar da liturgia. No momento não aceitei pela vergonha. Mas aquilo ficou na minha cabeça. Eu senti que Jesus estava me chamando e eu disse não, então superei minha timidez e comecei a participar da liturgia”. Suzi revela também que mesmo hoje ainda sente “um nervoso” antes de proclamar a palavra, mas que aprendeu a lidar com isso. No segundo mandato como coordenadora da liturgia (o primeiro foi em 2003, quando foi convidada pelo falecido Pe. Idenando), Suzi sente que a equipe de liturgia está ainda mais unida. “Vejo um comprometimento muito grande das pastorais. As ações são pensadas coletivamente e todos dão sugestões. E a Karina, a vice coordenadora, também me ajuda muito”, diz. Suzi é formada em administração e trabalha há 19 anos na empresa Anaconda. Quando ela tinha sete anos seus pais se separaram. A convivência com o pai sempre foi difícil, mas Suzi nunca deixou de ajudá-lo. “E minha mãe é uma guerreira. Passou por muita coisa na vida e nunca deixou faltar nada em casa”, conta. “Eu dou o melhor de mim estando a frente da liturgia, e amo o que faço”. Suzi disse sim ao Senhor, enfrentou seus medos e hoje faz um trabalho importante em nossa comunidade. E você? Qual é sua resposta para Deus?

“Deus não escolhe os capacitados, mas capacita os escolhidos!”

Primeira comunhão. Na foto o Pe. Ivanir, Suzi e a catequista Jandira.

Viagem para Madre Paulina com a presença do Pe. Idenando em 2008.

Suzi, Pe. Renato e Karina em 2011.


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 6

Dizimistas Aniversariantes de Fevereiro- Matriz ROMEU NEVES MACHADO ......... 01/02 INACIA DIAS GOMES.................. 01/02 OLGA OLIVEIRA LIMA ................. 01/02 WALDOMIRA L FUNCZ ............... 02/02 RUBENS BERNARDO V. LIMA ...... 02/02 DAMIANO PIETROSKIE ............... 02/02 MARCIO DA SILVA ...................... 02/02 LUCIA POROCHRIAK ................... 03/02 BRASILIA FERREIRA LEAL ............ 03/02 LUIZA GONCALVES METZER ...... 03/02 RITA MARIA A. I. ORTEGA .......... 03/02 IOLANDA GEVARD ..................... 03/02 SILNEZ MARIA V. LEMISZKA ....... 04/02 IVONE PAULINI DE JESUS ........... 05/02 MAURA NUNES RAFAEL ............. 05/02 JOAO FAGGION ......................... 06/02 DORACI BUENO DA SILVA .......... 06/02 HILDA FABRI ............................... 07/02 MARIA SOLANGE H TETER ......... 07/02 KAWANE P. DE S. CAETANO........ 07/02 EDSON LUIZ Q. RIBEIRO............. 07/02 ROSA ESTER M. STELA ............... 07/02 RENE C. BOSCARDIM ................. 07/02 ANTONIO TADEU PEREIMA ........ 07/02 JOSÉLIA I. S. C. DE MELLO .......... 07/02 MARIA SOLANGE H. TETER ........ 07/02 MARIA INDIANARA LEGÁRIO ..... 07/02 IRENE MAESTRELI ....................... 08/02 VALFRIDO BUAVA DA LUZ .......... 08/02 ANA GENOVEVA GOMES ............ 08/02 SEBASTIAO DOS REIS PRADO .... 08/02 VIRGINIA S SOUZA VILELA ......... 08/02 SUELI POLONIA TREVELIN .......... 09/02 JOSE ROS CALDERON ................. 10/02 ANDREIA JAVORSKI DE SOUZA .. 11/02 JUSTINO BUENO DE LARA ......... 12/02 JOSE IVO STRAPASSON .............. 12/02 MARIA DE L. DE RAMOS............. 12/02 ADERIS EUGENIO MAZETTO...... 12/02

MARTA MARIA STRAPASSON ...... 12/02 ROSINA ROGOSKI ...................... 13/02 ANOEL BARBARINI ..................... 13/02 PAULO M. G. DA COSTA ............ 13/02 REGINA A. L. HACHOR ............... 13/02 VALDOMIRO COLASSO............... 14/02 RAUL DE SOUZA ........................ 15/02 JOSE CARLOS DOS SANTOS ....... 15/02 ARIANE C. PEREIRA .................... 15/02 JOSE CARLOS E FAMILIA ............. 15/02 EDEMILSON MORELLI ................. 15/02 FRANCISCO DOS SANTOS .......... 16/02 RINALDO PASCOAL G. BARONI .. 16/02 GILSON MARCOS GRANDE ........ 17/02 IRAYDES E. SOARES .................... 19/02 MARIA M. DOS S. OLIVEIRA........ 19/02 SUZI REGINA MULLER KUSMA .. 19/02 EDSON ALTEVIR MURARO .......... 20/02 CELMA KLETTKE LOPES .............. 20/02 ROSANE GORETE A. PONHO ...... 20/02 WILSON S. DOS SANTOS ............ 21/02 ELZIRA TETER ............................ 21/02 CLARICE AP. DE JESUS ................ 21/02 DANIEL FILHO SANTO ................ 21/02 AMADEUS LEAL.......................... 21/02 CIRCE MARLI Z. LUCCA .............. 21/02 GILBERTO PROCÀPIO HORNES ... 22/02 ROSANA DO R. C. OLIVEIRA ....... 23/02 MARCOS JOSE NASCIMENTO ..... 23/02 SUELI MARIA RODRIGUES .......... 23/02 AMELIA A. F. DE CAMARGO........ 24/02 DIONISIO BRAGATO ................... 25/02 ALICE BOSCARDIN ..................... 25/02 JUSSARA M. DOS SANTOS ......... 25/02 CLARICE AP. BROSIN................... 27/02 TERESINHA BICZKOVSKI............. 27/02 MARIA RODRIGUES DA CRUZ .... 27/02 SANDRO BARBARINI .................. 27/02 ELIANE A. N. RUFINO ................. 28/02 MARILENE BRYK DAS CHAGAS ... 28/02

A Paróquia de São Braz parabeniza os Dizimistas aniversariantes do mês de Fevereiro! “Dízimo, bênção para quem entendeu a lei de Jesus: amar a Deus e aos irmãos”.

Aniversariantes de Casamento Fevereiro - Matriz CARLOS PASTORIO e JOCELI PASTORIO............................................................ 02/02 JOEL CARLOS VICENTE DA SILVA e CLEONICE TEREZINHA SARTORI................ 02/02 AMILTON JOSE FIDELIS LEITE e HILARIA FIDELIS LEITE .................................... 03/02 VALDIR DA COSTA FRAZAO e WILZA REGINA DOS S. FRAZAO........................ 03/02 AUGUSTINHO DIBAX e MARIA AP DIBAX ........................................................ 05/02 JOAO CARLOS PEREIRA e LIDIA WEIWANKO PEREIRA ....................................... 07/02 MARCELO JOSE GABRIEL e HELENA ZAROLISKI GABRIEL ................................. 07/02 SEVERINO STELA e ADELAIDE THEREZA BUDEL STELA .................................. 08/02 ARYAN AUGUSTO DE OLIVEIRA e MARIA MADALENA DOS S. OLIVEIRA .......... 08/02 AITON BATISTA DOS SANTOS e ZENI BATISTA DOS SANTOS .......................... 08/02 ANTONIO BENEDITO WALTER e DOLORES PEREIRA COSTA WALTER .............. 10/02 FRANCISCO GOMES DE BRITO e MARISETE M DALPRA DE BRITO ................... 10/02 WILSON LORENZETTI e FRANCISCA G. LORENZETTI ....................................... 13/02 ANOEL BARBARINI e CIMARA LOPES DO P. BARBARINI .................................... 14/02 JOSE IVO STRAPASSON e MARTA MARIA STRAPASSON ................................... 15/02 MARCIO FELIPE SANTOS e IARA APARECIDA NEVES......................................... 18/02 NILSON MELLO DA SILVA e NAIR LUCIA MELLO DA SILVA ................................ 19/02 EDUARDO DE MEDEIROS BODACHNE e LURDELI MIRANDA BODACHNE ........ 20/02 NILSON GONSALVES DA LUZ e JANE ROSANGELA DA SILVA .......................... 20/02 MAURO FURLAM FILHO e CLAUDINEIA AP. DAMAZIO ..................................... 22/02 MANOEL DA SILVA e DORACI BUENO DA SILVA ............................................... 23/02 Eventuais erros de datas de aniversário, procurar a secretaria paroquial na Matriz.

Humor A professora tenta ensinar matemática para o Joãozinho. - Se eu te der 4 balas hoje e mais 3 amanhã, você vai ficar com... com... E o Joãozinho: -Contente! Última aula, todos os alunos loucos pra sair da sala. Principalmente o Joãozinho! A professora pede que cada um faça um desenho de uma ferrovia, quem terminar pode ir pra casa. O moleque rabisca e rapidamente numa folha e já vai arrumando as coisas na mala. Quando está quase na porta, a professora interrompe o espertinho: - Joãozinho! Cadê o trem na sua ferrovia? - Xi, professora! A senhora chegou atrasada! Ele acabou de passar! Joãozinho chega para a professora e pergunta: - Professora, alguém pode ser culpado por alguma coisa que não fez? -Claro que não, Joãozinho! - Ufa! Eu não fiz o dever de casa.

Na aula de catequese a instrutora chega na classe e pergunta “Quem que ir pro céu???” Toda a classe levanta a mão. Mas o Joãozinho não levantou... - Joãozinho você não quer ir pro céu??? -Bom... Querer eu quero, mas minha mãe falou que depois da aula é pra mim ir pra casa...

Transporte Escolar Transporte seu filho(a) com segurança, conforto e responsabilidade.

Ligue 3273-1629 / 9191-9566 (Zeferino) Há 10 anos atendendo as escolas : Escola Estadual Santo Antônio Escola Municipal Paranaguá


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 7

Pastoral da Comunicação

Pastoral Familiar Por Dorvalino e Priscila

O ano da graça do Senhor em nossas famílias A igreja doméstica Este ano, será com certeza de muitas graças e bênçãos para a nossa igreja, e principalmente para todas as nossas famílias. E por que desta certeza? Ela está justamente em seu calendário, Senão vejamos: 1) O Concilio Vaticano II, uma graça extraordinária que Deus nos concedeu, e que ainda temos muito que aprender, está completando 50 anos. Entre os diversos documentos que surgiram deste Concilio, todos iluminados pelo Espírito Santo, destacamos o “Lumen Gentium”, que coloca a família como a “Igreja doméstica”. Em seu nº 11 está escrito que: “Deste consórcio procede à família, onde nascem os novos cidadãos da sociedade humana, que pela graça do Espírito Santo se tornam filhos de Deus no batismo, para que o Povo de Deus se perpetue no decurso dos tempos”. A encíclica Familiaris Consortio retoma esta expressão, Igreja doméstica, tão querida a João Paulo II, onde afirma que “a família constitui o lugar natural e o instrumento mais eficaz de humanização e de personalização da sociedade: ela colabora de maneira original e profunda na construção do mundo, tornando possível uma vida propriamente humana…” (Familiaris consortio, 43).

A Família fundada em Jesus Cristo, a pedra angular, é uma igreja feita à moda da casa, é uma pequena igreja, é uma igreja doméstica. No Catecismo da Igreja Católica temos em seu cap. VI, §1655: Cristo quis nascer e crescer no seio da Sagrada Família José e Maria. A Igreja não é outra coisa senão a “família de Deus”. Desde suas origens, o núcleo da Igreja era em geral constituído por aqueles que, “com toda a sua casa”, se tomavam cristãos. Quando eles se convertiam, desejavam também que “toda a sua casa” fosse salva. Essas famílias que se tomavam cristãs eram redutos de vida cristã num mundo incrédulo. 2) “Educar os Jovens para a Justiça e para a Paz”. Este foi o tema escolhido pelo Papa Bento XVI para este ano. Assim o Papa deixou-nos uma profunda mensagem no primeiro dia do ano, o Dia Mundial da Paz, centrando seu pensamento nos jovens e sua educação. “Diante das sombras que pairam sobre o mundo, educar os jovens

é a saída e a esperança; mas, para isso é preciso formá-los no conhecimento da verdade e nas virtudes”. E o Papa traça o itinerário a ser percorrido: educar os jovens para a compaixão, a solidariedade, a colaboração, a fraternidade; porque a crise que aflige a sociedade, mais do que financeira, é uma crise cujas raízes são culturais e humanas. E no final de sua mensagem o Papa Bento XVI, deixa aos jovens palavras de coragem e confiança. Ele nos diz: “Nunca vos sintais sozinhos! A Igreja confia em vós, acompanha-vos, encorajavos e deseja oferecer-vos o que tem de mais precioso: a possibilidade de levantar os olhos para Deus, de encontrar Jesus Cristo – Ele que é a justiça e a paz”. 3) O ano da Fé. Com a Carta apostólica Porta Fidei, (porta da Fé), o Santo Padre Bento XVI convocou um Ano da Fé. Ele começará no dia 11 de outubro 2012, por ocasião do qüinquagésimo aniversário da abertura do Concílio Ecumênico Vati-

cano II, e terminará em 24 de novembro de 2013, Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo. O Papa Bento XVI salienta que atravessar a porta da fé é embrenhar-se num caminho que dura a vida inteira. “Este caminho tem início com o Batismo, pelo qual podemos dirigirnos a Deus com o nome de Pai, e está concluído com a passagem através da morte para a vida eterna”. O Papa ainda nos lembra: “O Ano da Fé é convite para uma autêntica e renovada conversão ao Senhor, único Salvador do mundo”. Queridas famílias, analisando estes três pontos vemos que todos nos levam a um único caminho: o caminho para Deus. E estão tão interligados entre si, que sentimos a presença forte do Espírito Santo em nossa igreja, iluminando o nosso Papa, e nos “provocando” de uma maneira dócil, a refletirmos a nossa vida e nossa família. Somos a Igreja Doméstica, através do Concilio Vaticano II, que nos pede a educar nossos filhos, nossos jovens para a justiça e paz, buscando a todos os membros da nossa família, para que vivam na Fé desde o batismo até a passagem para a vida eterna. Jesus eu confio em Vós.

Regina Mazuroski, coordenadora

Caros amigos, a equipe da Pascom tem a alegria de mais uma vez agradecer a todas as pastorais, associações, movimentos, capelas e amigos que estão conosco para mais uma edição do nosso Informativo Momentos, também agradecer pela contribuição mensal dos nossos amigos anunciantes e aos leitores que nos prestigiam. Enfim, o informativo é um meio de comunicação que permite divulgação das notícias e acontecimentos da nossa paróquia de São Braz, por isso, muito obrigado pela colaboração de todos! Que Deus os abençoe e derrame muitas graças.

Para Refletir

O turista e o sábio Conta-se que no século passado, um turista americano foi à cidade do Cairo no Egito, com o objetivo de visitar um famoso sábio. O turista ficou surpreso ao ver que o sábio morava num quartinho muito simples e cheio de livros. As únicas peças de mobília eram uma cama, uma mesa e um banco. - Onde estão seus móveis? Perguntou o turista. - E o sábio, bem depressa olhou ao seu redor e perguntou também: - E onde estão os seus...? - Os meus?! Surpreendeu-se o turista. Mas estou aqui só de passagem! - Eu também... - Concluiu o sábio. “A vida na Terra é somente uma passagem... No entanto, alguns vivem como se fossem ficar aqui eternamente, e esquecem-se de serem felizes.”

GRUPO NOVO VIVER PARÓQUIA SÃO BRAZ R. Antônio Escorsin, 1860 Reuniões todas as Quartas-Feiras as 20:00h Os Grupos Familiares Al-Anon são uma associação de parentes e amigos de alcoólicos que compartilham sua experiência, força e esperança, a fim de solucionar os problemas que têm em comum. A família pode fazer muito para se ajudar, quer o alcoólico procure ajuda ou não.


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 8

Noite de Natal com encenação do grupo de jovens


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 9

Drogas, Adolescência e Trânsito Os conflitos da adolescência sempre existiram. A adolescência é o amadurecimento emocional e a puberdade o amadurecimento físico. Essas mudanças da puberdade geram enorme conflito, o que contribui para o amadurecimento emocional. É nesse momento que surgem as mudanças: alterações no corpo, na voz, e outras transformações ocorrem sem que possam exercer algum controle sobre elas. O adolescente se sente impotente para controlar essas transformações. E na vontade de não “perderem” seus corpos, o marcam com tatuagens ou piercings, ou até se sentem envergonhados de seu próprio corpo. Um corpo diferente, desconhecido, novo. É em meio a todos esses conflitos que as drogas lícitas e ilícitas surgem como elemento capaz de solucioná-los. Oferecem a fuga à realidade e, por alguns instantes, sob o efeito dela, se sentem os “todo-poderosos”, independentes (pois se torna “onipotente de fato”). Diante de tantas transformações, na ânsia de conquistar a tão sonhada independência, que o jovem se junta a grupos. A busca pela independência o leva a ser dependente das regras desse grupo e muitas vezes dependente da droga. É nesse ajunta-

mento que ele consegue, muitas vezes, ser ouvido na sua “linguagem”, pois para eles os pais são ultrapassados, caretas e não sabem nada da vida. Muitas vezes, a regra desse grupo é se drogar. E se em casa não houve diálogo suficientemente capaz de envolvê-lo, ele fácil e fatalmente, cederá a essas regras. O adolescente crê piamente que, no momento em que resolver parar com a droga, irá conseguir. Infelizmente esse mesmo jovem não conta com o poder destrutivo dessas substâncias, que atuarão até mesmo na sua vontade em parar de usálas. A linha limite entre o prazer que a droga dá e a sua dependência é imperceptível. Um simples prazer, até mesmo em nível social, pode levar a um caminho sem volta. O início é sempre inocente:

curiosidade, desejo de ser aceito, a sensação de onipotência e outras mais. É importante lembrar, pelos aspectos epidemiológicos que: 24,6% dos estudantes já experimentaram alguma droga ilícita e 3,2% fazem uso de substâncias psicoativas, além do álcool e tabaco. Por isso, é importante salientar que esse uso não é proveniente apenas desse aspecto, pois não há causa única para o uso de drogas. São problemas

humanos multifatoriais: familiares, escolares, profissionais e os grupos (já citado). O indivíduo procura na droga, inclusive no álcool, uma forma de alienação, adaptação ou convivência com seus problemas não resolvidos, ou a falsa solução para eles. A droga promove o afastamento da família, ansiedade, perda da saúde, perda dos amigos, decadência financeira, acidentes de trabalho, impotência, perda do

autocontrole e envolvimentos em acidentes de trânsito. N e s t e p a r â m e t ro , é importante mencionar alguns fatos: No Brasil, estudantes do 1º e 2º grau, de Escolas públicas e particulares, 65% já consumiram álcool, sendo apenas 18,5% uso regular. O abuso de álcool e drogas corresponde a 50% dos suicídios e o maior índice corresponde a acidentes de carros, onde o fator é de 80 a 90% decorrente ao consumo de álcool. Acidentes com veículos motores constituem a principal causa de morte em jovens de 15 a 19 anos de idade. O risco de envolvimento em acidentes de trânsito fatais na adolescência, especialmente entre 16 e 19 anos de idade, é três a quatro vezes maiores do que em qualquer outro grupo etário. Para cada adolescente morto em acidente

com veículo motor, ocorrem cerca de cem lesões não fatais. Portanto, acidentes de trânsito resultam, também, em graves seqüelas. Com isso, os principais fatores de risco são: - Características próprias da adolescência; - Sexo masculino; - Falta de habilitação e tempo de habilitação; - Período dos acidentes – noite, causas; - Excesso de velocidade; - Não utilização de equipamentos de segurança; - Consumo de bebidas alcoólicas e outras drogas. Os adolescentes estão sempre em busca de conquistar a sua independência e de estabelecer a sua identidade. Nesta situação, engloba-se toda a família, que também tem sua participação como fator de risco: Fator genético, pais ausentes, falta de limites, falta de diálogo, falta de Amor. Nada mais importante como a prevenção e o alerta do que mencionar as conseqüências do uso de álcool e drogas na adolescência. Pessoas que se sentirem tocadas por essa matéria, e quiserem ter mais conhecimentos, procurem o AMOR-EXIGENTE, que funciona em todas as quintas-feiras na Paróquia das Mercês no horário das 20 às 22h. Telefone para contato: (41) 3272-5180 ou 9183-8803. Mauro e Cecília de Oliveira. Por Mauro e Cecília de Oliveira Fonte: O Capuchinho


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 10 Irmãs Pias Op. da Imaculada Conceição

“Deixa a tua terra e vai onde te mostrarei” As Irmãs por vocação são missionárias e por isso não tem morada, nem trabalho fixo nesta terra. As Irmãs Pias Operarias da Imaculada Conceição, através dos três votos se dispõem a trabalhar para o Reino de Deus como e onde a obediência enviar. A comunidade das Irmãs em São Braz é uma casa de formação e, na medida em que as Irmãs vão prosseguindo no caminho de formação do ponto de vista religioso e cultural, e adquirindo novas experiências, são sujeitas a serem transferidas para colaborar nas outras comunidades.

Neste ano três Irmãs deixaram a nossa comunidade. Ir. Marli Monteiro, 40, foi destinada à comunidade de Barra do Garças – MT, onde será responsável pela direção de uma escola que atende crianças do primeiro ao quinto ano. É uma grande responsabilidade, mas temos

certeza de que ela, com seu jeito irreverente e animado, trará grande enriquecimento para o povo daquela região. A Ir. Sueide Sousa Silva, 27, foi transferida para Cascavel, a fim de colaborar em nosso Abrigo, o Recanto da Criança. Lá trabalhará diretamente com crianças em situação de risco de 2 a 12 anos, um trabalho desafiador e exigente. A Ir. Sueide, formada em Pedagogia, tem tudo para desenvolver com sucesso esta atividade e ficou muito feliz com a oportunidade.

A Ir. Vanessa Camargo, 25, foi transferida para Itaquaquecetuba em São Paulo para concluir os estudos universitários, colaborar com a catequese, a liturgia e os jovens nos diversos ministérios. A comunidade paroquial de São Paulo tem 34 capelas, é uma paróquia muito extensa e conta com um povo cheio de desejo de conhecer e amar Jesus. Diante dessa realidade a jovem juniorista, Ir. Vanessa, vai desenvolver um grande trabalho sem dúvida. Nós iremos acompanhá-las com nossas orações e pedimos a todos que também rezem por elas com carinho a fim que o Senhor desperte cada vez mais jovens para continuar este bonito e importante trabalho.

Dízimo Por Diácono Daniel

Qual a porcentagem que se deve contribuir com o dízimo? Diz a Lei do Antigo Testamento que é a décima parte. O povo Israelita, entregavam em atitude de reverência e agradecimento a Deus, 10% (dez por cento) de tudo o que colhiam da terra e do trabalho. Daí surgiu a palavra dízimo, que significa a décima parte de tudo. Na Igreja Católica, antes do Concílio Vaticano Segundo, mantínhamos ainda um jeito da antiga lei judaica quando o quinto mandamento da Igreja determinava claramente: Pagar dízimo, segundo o costume. Se consultarmos o Catecismo da Igreja Católica, bem como, o Código de Direito Canônico, adequados ao Concílio Vaticano Segundo, não encontramos mais este mandamento. O compromisso do Dízimo acha-se implícito no Catecismo da Igreja Católica na conclusão do parágrafo 2.043: Os fiéis cristãos têm ainda a obrigação de atender, cada um segundo suas capacidades, às necessidades materiais da Igreja. No Código de Direito Canônico diz: Cân.222 - Os fiéis têm a obrigação de so-

correr às necessidades da Igreja, a fim de que ela possa dispor do que é necessário para o culto divino, para as obras de apostolado e de caridade e para o honesto sustento dos ministros. Não consta no Catecismo e nem no Direito Canônico, alguma citação dízimo, bem como, qual a porcentagem que os fiéis tem de pagar; diz apenas: os fiéis tem a “obrigação”. Entende-se por ter obrigação, as contribuições fruto de uma obrigação moral, de generosidade, de gratidão e até de justiça, e não observância de uma lei imposta. A Igreja Católica diz que todos o fiéis (rico ou pobre) tem a obrigação, deixando livre, conforme a consciência de cada fiel a porcentagem

que deva ser entregue mensalmente para a Igreja, em forma de dízimo. O que ama a Cristo, a Igreja e os irmãos, não sente o dízimo como uma obrigação pesada, porque guiado pelo Espírito Santo contribui livremente e espontaneamente. Para ele contribuir com o dízimo ao Senhor é a sua alegria e a sua fortaleza na fé. É um dado da experiência que quando se ama de verdade se tornam fáceis e suportáveis muitas coisas que seriam difíceis e até insuportáveis sem o amor. O Apostolo Paulo escreve: “Dê cada um conforme o impulso do seu coração, sem tristeza nem constrangimento. Deus ama a quem dá com alegria” (2

cor 9,7). Deus quer que contribuímos com alegria e liberdade, sem imposições. Seja qual for a porcentagem dos rendimentos que deva ser separado como dízimo para a Igreja, que seja entregue em atitude de reverência, alegria, gratidão, amor ao Senhor e ao próximo. Quando o dízimo é entregue com alegria, gratidão e amor, é abençoado o(a) dizimista e a Paróquia ou comunidade que o recebe. Contudo, aqueles que sem restrições, crendo na fidelidade de Deus, nos dão belos testemunhos dizendo que a décima parte dos seus rendimentos entregue mensalmente para a Igreja, como dízimo, não lhes fazem falta em seu orçamento familiar. Ao contrário, sentem-se muito mais agraciados, prósperos nos bens materiais e principalmente na vida espiritual. Deus não deixa na mão os que n’Ele confiam, cumpre plenamente suas promessas, Deus é sempre fiel. Então, porque não fazer a experiência dos 10% (dez por cento)? Quem a fez não se arrependeu e continua a fazê-la. É questão de fé!


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 11

Santo do Mês Tayanne Tavares Muniz

03 de fevereiro - São Braz, Bispo e Mártir

São Braz nasceu na Armênia, Foi médico e depois bispo de Sebaste, onde sofreu o martírio por não sacrificar aos deuses pagãos. É invocado especialmente contra as doenças da garganta, porque certa vez salvou, conforme narram as Atas de sua vida, um menino que estava para morrer por ter engolido uma espinha de peixe. São Braz é venerado no Oriente e Ocidente com a mesma intensidade ao logo de séculos,

e até hoje, mães aflitas recorrem à sua intercessão quando um filho se engasga ou apresenta problemas de garganta. A bênção de São Braz, procurada principalmente por quem tem problemas nesta parte do corpo, onde é ministrada nesta data em muitas igrejas do mundo cristão. O prodígio atribuído à ele quando era levado preso, para depois ser torturado, é dos mais conhecidos por pessoas de todo o planeta. Consta que uma mãe aflita

jogou-se aos seus pés pedindo que socorresse o filho, que agonizava com uma espinha de peixe atravessada na garganta. O santo rezou, fez o sinal da cruz sobre o menino e este se levantou milagrosa, e imediatamente como se nada lhe tivesse acontecido. Também sabemos que, apesar de aqueles anos marcarem os finais das grandes perseguições aos cristãos, muitos ainda torturados e mortos na mão dos poderosos pagãos. Braz abandonou o bispado e se protegeu na caverna de uma montanha isolada e mesmo assim, depois de descoberto e capturado, morreu em testemunho de sua fé sob as ordens do imperador Licínio, em 316. Muitas tradições envolvem seus prodígios, graças e seu suplício. Segundo elas, fama de sua santidade rodou o mundo ainda enquanto vivia e sua morte foi impressionante. O bispo Braz teria sido terrivelmente flage-

lado e torturado, sendo por fim pendurado em um andaime para morrer. Como isso não acontecia, primeiro lhe descarnaram os ossos com pentes de ferro. Depois tentaram afogá-lo duas vezes e, frustrados, o degolaram para ter certeza de sua morte. O corpo do santo mártir ficou guardado na sua catedral de Sebaste da Armênia, mas no ano 732 uma parte de suas relíquias foram embarcadas por alguns cristãos armênios que seguiam para Roma. Nessa ocasião uma repentina tempestade interrompe a viagem na altura da cidade de Maratea, em Potenza; e alí os fieis acolhem as relíquias do santo numa pequena igreja, que depois se tornaria sua atual basílica e a localidade receberia o nome de Monte São Braz. Ultimamente, em 1983 no local da igrejinha inicial foi erguida uma estátua de São Brás, com a altura de vinte e um metros. Fonte: Internet

Outros Santos do mês de Fevereiro 1. Santa Veridiana, Virgem. 2. Festa da Apresentação do Menino Jesus no Templo. 3. São Bráz, Bispo e Mártir. 4. São João de Brito. 5. Santa Águeda. 6. O Santo do Dia - Santo Paulo Miki e Companheiros. 7. São Ricardo, Rei e Confessor. 8. Santo Jerônimo Emiliano. 9. Santo Miguel Febres Cordero Munhoz. 10. Santa Escolástica. 11. NOSSA SENHORA DE LOURDES, Santo Castrense. 12. S. Eulália de Barcelona, S. Julião Hosp. , B. Reginaldo de Orleans. 13. Santa Catarina de Ricci, S. Martiniano, S. Gregório II, S. Benigno. 14. Santo Cirilo, Santo Valentim, Santo Valentim de Terni, Santo Metódio 15. Santo Cláudio Colombiere, Santos Faustino e Jovita, Santo Teotônio. 16. Santo Onésimo, Beato José Allamano, Beato

Felipa Mareri . 17. Santo Aleixo Falconieri, Os sete fundadores da ordem dos Servitas. 18. Santa Beranardete Soubirous, S. Flaviano, B. João de Fiesole. 19. São Conrado de Placência, Santo Gabino. 20. Santo Euquério, S. Ulrico, Santo Ulrico, Santo Eleutério. 21. Santo Pedro Damião. 22. Santa Margarida de Cortona, Cátedra de São Pedro. 23. São Policarpo, Bispo e Mártir, Bem-aventurada Rafaela Ybarra. 24. Santo Sérgio, Tomás Maria Fusco Bem-aventurado. 25. São Cesário, Santa Valburga, Santo Tarásio, B. Domingos Lentini. 26. São Porfírio de Gaza, S. Alexandre do Egito, S. Paula Montal Fornés. 27. Santo Gabriel de Nossa Senhora das Dores, Santo Nicéforo. 28. São Romão e São Lupicino, Santo Osvaldo, B. Daniel Aleixo Brottier. 29. Santo Leandro.


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 12

Falecimento

Protasio Gonçalves Hiro e Marie Taminato Com sorriso e andar silencioso, lá vinha o guardião para atender a todos que o procuravam. Ora para abrir a Igreja, ora para abrir o salão, o portão, a sala de catequese, enfim, Sr. Protásio era o primeiro a chegar e o último a sair da Igreja, após minuciosa inspeção se as janelas, as portas estavam devidamente fechadas. Quando fez parte do CAEC, era assíduo nas reuniões. Era muito reservado, mas , quando era para emitir qualquer opinião, era muito firme e convicto no pouco que falava. Simplicidade e humildade com que tratava as pessoas, foram as peculiaridades do Sr. Protásio que fica como exemplo para nós que convivemos com ele. Muito obrigado, Sr. Protásio! Que esteja junto de Deus, no seu descanso eterno, merecido! Dona Maria e Sr. José Contam-nos: “Se nos conseguíssemos contar todos os passos dados por Protazio de sua casa até a igreja levando a chave para abri-la, sempre paciente e tranquilo. Ficava esperando o tempo que fosse necessário, sem reclamar e sempre com uma paz silenciosa um exemplo de vida”. Olhe o que nos diz dona Maria lembrando as palavras do Monsenhor: “Protazio, tenha certeza que todas as vezes que você abriu a igreja não passarão desapercebidas por Deus. Esteja certo que nesta data 27/12/2011 São Pedro falou: venha Protazio, pode entrar, hoje sou eu quem abre a porta pra você. Seja muito bem vindo.” Perdemos um amigo, mas ganhamos um intercessor no céu. Carolina Mateus e Marcio Cruz Falar o que o senhor Protazio foi para nos e nossa família não e fácil. Ele foi um exemplo de vida não só porque todos os dias ele estava abrindo a igreja mas sim por seu grande testemunho. Imaginemos o quanto Jesus deve estar com todos os feitos deste grande guerreiro, Certamente o senhor contou cada passo que este nosso amigo deu de casa para a igreja e da igreja para sua casa. E quantos passos foram dados? Certamente muitos, estes muitos passos abriram inúmeras vezes a casa do pai para que outras pessoas tivessem um encontro com cristo. Renata Mazarotto Quando me pediram para falar do Seu PROTASIO, pensei em escrever um texto sobre sua pessoa, mas enfim, resolvi resumir tudo em umas poucas linhas, há quarenta anos que o conheço sempre trabalhando na Capela: Liturgia, Batismo, Comissão de finanças, Ministro da Eucaristia, Responsável pelas chaves, enfim, sempre presente. O que falar, a não ser dizer: Você hoje está nos braços de Jesus e nós aqui o temos na lembrança “O seu Protásio da Igreja”.

Francisco Adamio dona Julia Desde o começo quando foi construída a primeira igreja de madeira que nos trabalhava juntos fazendo trabalho voluntario. Lembro-me que a animação das festas era feitas com alto falante e Protasio era sempre quem cuidava de tudo.

Terezinha e Paulo Eles nos contam. tantos anos de trabalho 20 anos como mêce servidor do altar e foram enumeras as vezes que acompanhou mon. senhor Francisco em visitas aos doentes de nossa comunidade. Sempre com palavras de animo e estimulo as pessoas doentes era o amigo companheiro.em todas as horas sempre presente. Uma qualidade trabalhava no silencio e anonimato tudo que a gente pedisse ele estava sempre pronto em atender ele trabalhava em todas as áreas da comunidade. Com sua humildade e simplisidade foi um exemplo de vida para quem conviveu com ele. Certa vez era dia dos pais ele Protasio e eu Terezinha cervia mos o altar com o padre Evair .quando ele foi convidado para representar todos os pais da comunidade Ele veio para frente do altar e sua filha Maristela entrou vestida de anjo elhe fez uma declaração de amor ao papaizinho querido e ele se emocionou muito. Padre Emerson Perdemos um santo homem! Quantas vezes o encontramos que ia levar a santa comunhão pára os doentes que visitava. Protasio não havia pressa em nada que fazia mais sim muito amor e dedicação nestas tarefas pois um dia ele tinha encotrado sua estrela guia. Me lembro que as vezes o grupo de jovens passava do horário mas La estava você com sua grande paciência esperando que terminássemos o nosso encontro para assim poder finalmente fechar o portão. Protazio hoje você faz parte da vida sem fim. Dona Lurdes de Abreu Protasio o que ele fazia era sempre coisa boas nunca fez nada que desagradasse alguma pessoa.ele era portador de uma grande virtude A paciência.

Filhas Mariani e Maristela Protasio Gonçalves , idade 73 anos nasceu no ano de 1938 aos 19/06 na cidade de itaiopoles em Santa Catarina ,veio para Curitiba com seus 18 anos de idade e com 34 anos se casou com Maria Aparecida Gonçalves em Taiopoles na igreja imaculada conceição na data de 27/01/1973 teve 4 filhos Moacir hoje com 38 anos casado com Alice e tem juntos o filho Artur Mariani Cristina 30 anos casada com Marlon que juntos tem uma filha Amanda Mario Sergio 26 anos que tem uma filinha Giovanna rescenasida aos 09/01/2012 Maristela Caroline com 18 anos de idade acasula dos irmãos Em primeiro de maio de 1980 que foi construída a primeira capela de madeira que foi doada pela igreja São Jose trabalhador desde então Protazio começou sua missão na igreja sempre com muita dedicação e amor sem nunca reclamar incansável sempre disposto a ajudar comprometido com a igreja . Foi ministro da eucaristia por mais ou menos por 20 anos como coordenador das capelinhas durante anos realizou sua missão Com amor fazia as novenas de natal sempre com alegria nunca se negou a nada. Um exemplo de ser humano e excelente como pai marido e avo . Procurou sempre encaminhar os filhos e netos para a religião era o que o deixava feliz deu sempre bons exemplo em tudo o que fez , e foi como pai um pouco tímido não era muito de beijos e abraços mas ficava feliz com um abraço ou um te amo de um filho ou de alguém que gostasse , fez sempre o possível pela família nunca deixou que faltasse nada .nos orgulhamos pela pessoa dele não temos do que nos queixar . Nunca reclamou de nada com relação a sua saúde talvez por isso tenha nos deixado tão der repente pois não pois não falava se tinha dor para não incomodar temia ir para o hospital ou ficar preso a uma cama tinha uma vida muito ativa se aparecia problema rezolvia sozinho .nunca deixou nada sem solução. Muito querido por todos amava quando reunia a família para um almoço em casa quando via a casa cheia com parentes que vinham nos visitar. Um comentário da esposa Cida quando lhe era feito um convite para sair a passeio nos finais de semanas ele sempre dizia vou pensar, mas dava uma desculpa e acabava não indo porque vinha antes de tudo seu compromisso de abri e fechar a igreja. Nunca tirava férias de seus trabalhos, sempre ia deixando as férias para o próximo ano.


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 13

Anunciante do mês

Falecimento

Rosa Colaço

D. Rosa, mulher batalhadora que, ao lado de seu marido, Sr. Valdomiro, o primeiro presidente do CAEC, arregaçou as mangas para a construção da antiga Igreja, onde se situa a atual Paróquia Nossa Senhora do Bom Conselho. Nos últimos meses, observava-se a participação dela nas missas nos últimos bancos, de forma bastante reservada, juntamente com o seu marido. Foi chamada tão precoce e repentinamante, mas hoje está gozando do seu descanso eterno. Descanse em paz, D. Rosa! Hiro e Marie Taminato

Oração da Serenidade Concedei-me, Senhor A serenidade necessária para aceitar as coisas que não posso modificar; Coragem para modificar aquelas que posso; e Sabedoria para conhecer a diferença entre elas. Vivendo um dia de cada vez; Desfrutando um momento de cada vez; Aceitando que as dificuldades constituem o caminho à paz; Aceitando, como Ele aceitou, este mundo tal como é, e não como Ele queria que fosse; Confiando que Ele acertará tudo contanto que eu me entregue à Sua vontade; Para que eu seja razoavelmente feliz nesta vida e supremamente feliz com Ele eternamente na próxima. Amém.

Jair das Chagas Lima Jair... Para falar do nosso amor por você...Dói. Mas não podemos ficar mudos. Estamos incompletos, Jair. Você, nosso amor maior, foi embora... E agora? Jair, você era nossa vida! Que brincadeira é essa? Como nós ficamos sem você aqui? “Ficar firme”, como você mesmo disse, como? Solidão e uma fúria inesplicável sem você aqui. Sentimos sua falta, a falta do teu olhar! Tudo o que fizemos e, o que não fizemos também, foi por você, só por você! Obrigada por nos amar tanto! Jair das Chagas Lima nós o amamos mais do que tudo! 27-10-54 23-12-11 Família..Esposa (Marli), Filhos (Kaio, Talyssa e Eduardo) A paroquiana Miralda, diz ter lembranças positivas do paroquiano Jair das Chagas Lima. “Lembro que ele sempre me buscava aqui em casa para me levar à missa, passava aqui às 7h15,” conta. Para ela algo que marcou em especial foram as últimas missas em que ele a levou à Igreja.”Na missa da sexta-feira Santa ele se comprometeu a me levar e buscar, assim o fez, era um homem muito comprometido, sério e bom,” afirma.

Por Graciele Muraro

Clínica Odontológica Você sabia? Devemos escovar os dentes pelo menos quatro vezes por dia, sempre após as refeições. Usar pasta de dente com flúor, de preferência. E ir ao dentista a cada 6 meses. - O fio dental é essencial, para não dar cárie entre os dentes e deve ser usado no mínimo uma vez ao dia. - Escovar os dentes com muita força não é sinal de limpeza, pelo contrário, pode causar danos aos dentes e gengiva. Essas dicas de higiene bucal foram dadas pela cirurgiã-dentista Su Ellen Javorski, que há um ano possui uma clínica odontológica no bairro São Braz. Su Ellen é formada desde 2009, pela Universidade Federal do Paraná, mas há 12 anos trabalha na área. Iniciou a carreira como técnica em prótese dentária, e foi superando barreiras até chegar à graduação. “O curso de odontologia é excelente, porém os alunos precisam comprar muitos materiais para utilizar durante as aulas,tornado-se caro. Durante a faculdade eu não tinha tempo para nada, devido o curso ser período integral. E também precisava trabalhar para poder bancar meus estudos. Então concluir a faculdade foi uma grande vitória”, revela Su Ellen. A clínica oferece serviços de: implante, prótese, estética, clareamento dental, tratamento de canal, emergência e atendimento à crianças. Possui ainda convênio com a Sanepar, Odonto Empresa e Gamaodonto. A clínica funciona de segunda a sexta-feira das 8h30 às 12h e das 13h às 18h. Nos sábados das 9h às 12h.

Um dos tratamentos realizados pela clínica.


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 14

Legião de Maria

Amigos da Natureza

Gemma Lucca Escorsin

Mais um ano nos é oferecido por Deus para nossa reflexão e conscientização na nossa vida legionária. Os legionários (as) devem esforçar-se para que o seu trabalho na comunidade seja iluminado pela Palavra de Deus. A Legião tem como prioridade crescer dentro de suas atividades, resgatando os valores perdidos. O nosso lugar de trabalho é o lugar da nossa santificação. Os desafios são muitos e aparecerão de muitos modos, porém, ao lado de Maria e com sua benção, conseguiremos vencê-los. No dia 03 de fevereiro comemoramos o dia do nosso glorioso Padroeiro “São Braz” e nunca é demais recordarmos um pouco da vida deste grande Santo e procurar imitar a sua vida de fé, de zelo pela conversão das pessoas afastadas de DEUS. São Braz nasceu na Armenia no século III. Era médico, s a c e rd o t e , bondoso com os pobres, com os cristãos perseguidos e, por suas virtudes, foi nomeado Bispo de Sebaste. Como médico usava dos seus conhecimentos para resgatar a saúde do corpo e também da alma , pois fazia questão de evangelizar seus pacientes. Na época aconteceu uma forte perseguição religiosa por parte do Imperador Diocleciano e São Braz procurava por todos os meios exortar seus fiéis à firmeza na fé. Não obstante os favores realizados em favor de seu povo, o Santo foi condenado por não renegar sua fé em Jesus Cristo. São Braz é conhecido como protetor da garganta, justamente porque ao ser levado para o martírio, lhe foi apresentada uma mãe desesperada cujo filho estava sufocado por um espinho de peixe na garganta. Diante desta situação o Santo curou milagrosamente a criança. Já processado e condenado, São Braz enfrentou muitas torturas sem trair sua fé em Jesus. Até mesmo a de arrancarem com dentes de ferro pedaços de sua carne até ser degolado no ano 316. Após sua morte muitas graças foram obtidas por aqueles que oram em seu favor e até hoje, em todo o mundo, o santo é invocado e inúmeros são os milagres alcançados por aqueles que a ele recorrem com fé. SÃO BRAZ ROGAI A DEUS POR NÓS. SALVE MARIA!!!

Por Maria Isabel Keegan

Quem somos? Somos um grupo que se reune mensalmente, há quase cinco anos.Não somos muitos, mas temos consciência da difícil fase pela qual está passando o nosso Planeta e, por isso, consideramos um dever alertar as pessoas para o perigo eminente de, num futuro próximo, não podermos mais contar com as 3 grandes fontes de nossa subsistência: ÁGUA, AR, E SOLO. A AGUA é um bem não renovável. Ela não se multiplica, não aumenta de volume como muitos acreditam. A água que temos, hoje, é a mesma que nos foi dada no momento da criação do mundo. Ela tem o seu ciclo que não pode ser alterado: cair sob forma de chuva,ser absorvida pelo solo, ser armazenada no subsolo para formar os rios que abastecem todos os

seres vivos: plantas, animais, seres humanos. O AR é outra fonte de manutenção da vida. Não podemos viver nem 5 minutos sem ele, mas o estamos envenenando, dia após dia, jogando toneladas de monóxido de carbono na atmosfera, através da queima de petróleo, poluição industrial, queimadas, lixo etc. Com isso estamos comprometendo a continuação da vida no Planeta. O oxigênio de

que tanto precisamos para viver, vem das árvores que transformam o carbono em oxigênio, através da fotossíntese. O SOLO é o que nos alimenta e protege as reservas de água no sub-solo. Mas, como os dois outros elementos, água e ar, está cada vez mais reduzido. O que protege o solo é a camada verde: as floresta e as árvores em geral. O que estamos fazendo com o solo que é

Encerramento da Novena de Natal e Confraternização de final de ano

Acesse: www.paroquiasaobraz.com.br

a despensa que produz tudo o que comemos? Estamos transformando-o em deserto, pela destruição de sua cobertura verde. Florestas como a Amazonia, estão sendo transformadas em pastos. Vale a pena matar uma floresta para transformá-la em carne? Você sabia que restam somente 20% da Amazonia primitiva? Resumindo: o nosso trabalho é conscientizar as pessoas para se engajarem no esforço de proteção ao Planeta. Tarefa que não é fácil porque, hoje em dia, o consumismo, a ganância, o progresso a qualquer custo torna esta tarefa quase impossível. Mas não temos tempo para ser pessimistas. Pequenas ações geram grandes transformações. É nisto que acreditamos.


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 15

Para Refletir

A história do pato Havia dois irmãos que visitavam seus avós no sítio, nas férias. Felipe, o menino, ganhou um estilingue para brincar no mato. Praticava sempre, mas nunca conseguia acertar o alvo. Certa tarde viu o pato de estimação da vovó... Em um impulso atirou e acabou acertando o pato na cabeça e o matou. Ele ficou chocado e triste! Entrou em pânico e escondeu o pato morto no meio da madeira! Beatriz, a sua irmã viu tudo mas não disse nada aos avós. Após o almoço no dia seguinte, a avó disse: “Beatriz, vamos lavar a louça” Mas ela disse: “ Vovó, o Filipe me disse que queria ajudar na cozinha”. E olhando para ele sussurrou: “Lembra do pato?” Então o Felipe lavou os pratos. Mais tarde o vovô perguntou se as crianças queriam pescar e a vovó disse: “Desculpe, mas eu preciso que a Beatriz me ajude a fazer o jantar.” Beatriz apenas sorriu e disse, “Está bem, mas o Filipe me disse que queria ajudar hoje”, e sussurrou novamente para ele, “Lembra do pato?” Então a Beatriz foi pescar e Filipe ficou para ajudar. Após vários dias o Filipe sempre ficava fazendo o trabalho da Beatriz até que ele, finalmente não agüentando mais, confessou para a avó que tinha matado o pato. A vovó o abraçou e disse: “Querido, eu sei... eu estava na janela e vi tudo, mas porque eu te amo, eu te perdoei. Eu só estava me perguntando quanto tempo você iria deixar a Beatriz fazer você de escravo!” Qualquer que seja o seu passado, ou o que você tenha feito... (mentir, enganar, seus maus hábitos, ódio, raiva, amargura, etc ).... seja o que for... você precisa saber que Deus estava na janela e viu tudo como aconteceu. Ele conhece toda a sua vida ... Ele quer que você saiba que Ele te ama e que você já está perdoado. Ele está apenas querendo saber quanto tempo você vai deixar o diabo fazer de você um escravo. Deus só está esperando você pedir perdão, Ele não só perdoa, mas Ele se esquece. É pela graça e misericórdia de Deus que somos salvos. Vá em frente e faça a diferença na vida de alguém hoje. Compartilhe esta mensagem com um amigo e lembre-se sempre: Deus está na janela e sabe de tudo! Fonte: Internet

Orações

Oração a São Braz Ó glorioso São Braz, que restituístes com uma breve oração a perfeita saúde a um menino que, por uma espinha de peixe atravessada na garganta, estava prestes a expiar, obtende para nós todos a graça de experimentarmos a eficácia do vosso patrocínio em todos os males da garganta. Conservai a nossa garganta sã e perfeita para que possamos falar corretamente e assim proclamar e cantar os louvores a Deus.

Oração da Confiança Tu que habitas sob a proteção do Altíssimo, que moras à sombra do Onipotente,* dize ao Senhor: Sois meu refúgio e minha cidadela, meu Deus, em que eu confio. É ele quem te livrará do laço do caçador, e da peste perniciosa. Ele te cobrirá com suas plumas, sob suas asas encontrarás refúgio. Sua fidelidade te será um escudo de proteção. Tu não temerás os terrores noturnos, nem a flecha que voa à luz do dia, nem a peste que se propaga nas trevas, nem o mal que grassa ao meio-dia. Caiam mil homens à tua esquerda e dez mil à tua direita, tu não serás atingido. Porém verás com teus próprios olhos, contemplarás o castigo dos pecadores, porque o Senhor é teu refúgio. Escolheste, por asilo, o Altíssimo. Nenhum mal te atingirá, nenhum flagelo chegará à tua tenda, porque aos seus anjos ele mandou que te guardem em todos os teus caminhos.* Eles te sustentarão em suas mãos, para que não tropeces em alguma pedra.* Sobre serpente e víbora andarás, calcarás aos pés o leão e o dragão. Pois que se uniu a mim, eu o livrarei; e o protegerei, pois conhece o meu nome. Quando me invocar, eu o atenderei; na tribulação estarei com ele. Hei de livrá-lo e o cobrirei de glória. Será favorecido de longos dias, e mostrar-lhe-ei a minha salvação.

Oração da Manhã do Homem Sedento de Deus Ó Deus, vós sois o meu Deus, com ardor vos procuro. Minha alma está sedenta de vós, e minha carne por vós anela como a terra árida e sequiosa, sem água. Quero vos contemplar no santuário, para ver vosso poder e vossa glória. Porque vossa graça me é mais preciosa do que a vida, meus lábios entoarão vossos louvores. Assim vos bendirei em toda a minha vida, com minhas mãos erguidas vosso nome adorarei. Minha alma saciada como de fino manjar, com exultante alegria meus lábios vos louvarão. Quando, no leito, me vem vossa lembrança, passo a noite toda pensando em vós. Porque vós sois o meu apoio, exulto de alegria, à sombra de vossas asas. Minha alma está unida a vós, sustenta-me a vossa destra. Quanto aos que me procuram perder, cairão nas profundezas dos abismos, serão passados a fio de espada, e se tornarão pasto dos chacais. O rei, porém, se alegrará em Deus. Será glorificado todo o que jurar pelo seu nome, enquanto aos mendazes lhes será tapada a boca.

Deus, pastor dos homens O Senhor é meu pastor, nada me faltará. Em verdes prados ele me faz repousar. Conduz-me junto às águas refrescantes, restaura as forças de minha alma. Pelos caminhos retos ele me leva, por amor do seu nome. Ainda que eu atravesse o vale escuro, nada temerei, pois estais comigo.

Vosso bordão e vosso báculo são o meu amparo. Preparais para mim a mesa à vista de meus inimigos. Derramais o perfume sobre minha cabeça, e transborda minha taça. A vossa bondade e misericórdia hão de seguir-me por todos os dias de minha vida. E habitarei na casa do Senhor por longos dias.

Essas e outras orações você pode encontrar no site da nossa paróquia. www.paroquiasaobraz.com.br


Curitiba.fevereiro.2012 MOMENTOS 16


Momentos Fevereiro 2012