Issuu on Google+

Resultados do II Medilar Tennis Cup

Campeões de Duplas Júlio Silva e Fernando Romboli, acompanhados pelo Dr. Marcelo Mattar e o atleta convidado Andres Gomez

Os vice-campeões de Duplas Marcelo Demoliner e Rodrigo Guidolin

O vice-campeão José Pereira e o campeão da chave simples Júlio Silva

Ano 1 - Edição 02 - Junho e Julho/2009

O esporte é uma das causas que a Medilar abraça O II Medilar Tennis Cup foi um verdadeiro sucesso, com aproximadamente 100 atletas inscritos, jogos disputados e o apoio do público, o torneio foi muito elogiado por todos todos os que compareceram, tanto para jogar como para assistir. Além de promover o torneio com o intuito de apoiar à prática esportiva, a empresa anunciou, dia 23 de maio, o patrocínio do tenista José Pereira Júnior de 18 anos, vice campeão do II Medilar Tennis Cup. O atleta que veio de família humilde e já possui inúmeros títulos brasileiros e sulamericanos, demonstrou toda sua garra

Jose Pereira - Atleta Medilar

e vontade de vencer ao iniciar o torneio no qualifying e chegar à final, vencendo os favoritos da chave principal. Este ano, José Pereira venceu pela terceira vez a Copa Gerdau, alcançou a quarta posição no ranking mundial de 18 anos em março, além de garantir vaga para disputar os torneios de Roland Garros e Wimbledon. Ele também disputará como juvenil, os Grand Slams da França e da Inglaterra. Vamos torcer para que nosso atleta, que representará a Medilar em todos os campeonatos, retorne vitorioso.

A importância do bom atendimento Discurso de Sam Walton, fundador do WAL MART, na abertura de um programa de treinamento para seus funcionários. - “Eu sou o homem que vai a um restaurante, senta-se à mesa e pacientemente espera, enquanto o garçom faz tudo, menos o meu pedido. - Eu sou o homem que vai a uma loja e espera calado, enquanto os vendedores terminam suas conversas particulares. - Eu sou o homem que entra num posto de gasolina e nunca toca a buzina, mas espera pacientemente que o empregado termine a leitura do seu jornal. - Eu sou o homem que, quando entra num estabelecimento co-

mercial, parece estar pedindo um favor, ansiando por um sorriso ou esperando apenas ser notado. - Eu sou o homem que entra num banco e aguarda tranquilamente que as recepcionistas e os caixas terminem de conversar com seus amigos, e espera. - Eu sou o homem que explica sua desesperada e imediata necessidade de uma peça, mas não reclama pacientemente enquanto os funcionários trocam idéias entre si ou, simplesmente abaixam a cabeça e fingem não me ver. Você deve estar pensando que sou uma pessoa quieta, paciente, do tipo que nunca cria problemas. Engana-se.. . s a b e qu e m eu sou???

EU SOU O CLIENTE QUE NUNCA MAIS VOLTA !!! - Divirto-me vendo milhões sendo gastos todos os anos em anúncios de toda ordem, para levar-me de novo à sua empresa. - Quando fui lá, pela primeira vez, tudo o que deviam ter feito eram apenas ter a pequena gentileza, tão barata, de me dar um pouco de ATENÇÃO e CORTESIA”. “CLIENTES PODEM DEMITIR TODOS DE UMA EMPRESA, DO ALTO EXECUTIVO PARA BAIXO, SIMPLESMENTE GASTANDO SEU DINHEIRO EM ALGUM OUTRO LUGAR.” (Palavras do Sr. Sam Walton, fundador do Wal Mart, que é a maior rede de varejo do mundo).

Medilar - um time vencedor Quando se fala em comunicação corporativa, uma das coisas mais discutidas atualmente é o trabalho em equipe. Questões relacionadas a todas as áreas de uma empresa podem ser afetadas negativamente quando falta a predisposição de funcionários e colaboradores em estabelecer relações entre si. É sobre isso que o especialista em transformação pessoal e formação de líderes empreendedores, Gilberto Wiesel, faz um resumo do diferencial de uma empresa vencedora: “Equipes vencedoras são formadas por pessoas que não pensam somente em sua vitória pessoal, mas sim, no todo. Vibram pelas conquistas dos colegas e entendem que o sucesso deles é também seu. São pessoas capazes de perceber que aquilo que se obtém, não vem por acaso, mas sim pelo resultado do trabalho de todos. Assim, se desencadeia o autodesenvolvimento de uma organização. Procurando sempre evoluir, em busca das novidades e da participação com idéias criativas para serem implantadas, esforçam-se ao máximo para que toda a equipe cresça. Sabem que cada tarefa realizada é para o crescimento do todo, por isso, comprometemse em todos os aspectos do trabalho. Têm consciência de que necessitam de constante atualização, para ampliar o seu conhecimento com cursos, treinamentos, independentes da empresa, e que o resultado disso será a melhoria individual e, principalmente, do time. Sentem-se gratificados por compartilhar o conhecimento adquirido com os demais. São dedicados, informados, sugerem abordagens que possam gerar lucros, visando à sustentação da equipe que passa a ter um crescimento constante.”

Nenhum de nós é tão inteligente quanto todos nós juntos.” Warren Bennis


Lição do Ratinho Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e sua esposa abrindo um pacote. Pensou logo no tipo de comida que haveria ali, mas ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado. Correu ao pátio da fazenda advertindo a todos: - Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira na casa !! A galinha disse: - Desculpe-me sr. rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda. O rato foi até o porco e disse: - Há uma ratoeira na casa, uma ratoeira ! - Desculpe-me sr. rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranquilo que o senhor será lembrado nas minhas orações. O rato dirigiu-se à vaca. E ela lhe disse: - O que? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não! Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira. Naquela noite ouviu-se um barulho, como o da ratoeira pegando sua vítima. A mulher do fazendeiro correu para ver o que havia pego. No escuro, ela não viu que a ratoeira havia pego a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra picou a mulher... O fazendeiro a levou imediatamente ao hospital. Ela voltou com febre. Todo mundo sabe que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou seu cutelo e foi providenciar o ingrediente principal. Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la. Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco. A mulher não melhorou e acabou morrendo. Muita gente veio para o funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar todo aquele povo. Moral da estória: Na próxima vez em que você ouvir alguém dizer que está diante de um problema e acreditar que o problema não lhe diz respeito, lembre-se que quando há uma ratoeira na casa, toda fazenda corre risco. O problema de um é problema de todos!

Jornal Interno - Medilar Av. Nicomedes Alves dos Santos, 400 - B. Lídice - Uberlândia-MG Conselho Editorial: Dr. Marcelo Mattar, Adilson Haddad, Dr. Ricardo Guaraldo Redação e Arte: Graciela Faria Tiragem: 1.000 exemplares

Painel Medilar

Avaliação de Desempenho Começou em junho, o processo de Avaliação de Desempenho, que deverá ser finalizada e entregue até o dia 31/08/2009. Todas as informações foram repassadas para os coordenadores das bases nas reuniões que ocorreram em Uberlândia, nos dias 08 e 09/06. Qualquer dúvidas, entrem em contato com Juliana Camargos.

Participantes do Curso de Transporte Aeromédico realizado em Uberlândia Dia das Mães Especial - A Medilar levou o pequeno Glauco, que depende re respiração mecânica, para ver a mamãe em casa. Foi uma ótima surpresa!

Melhores Empresas O processo de avaliações da Medilar para a pesquisa que irá eleger “As melhores empresas para você trabalhar em 2009”, do Guia Você S/A - Exame, já terminou.

Colaboradores da Base Brasília em dia de comemoração de aniversários

O resultado das avaliações será divulgado em agosto, e acreditamos que esse será o ano em que nossa empresa será reconhecida como uma das melhores do Brasil para se trabalhar. Independente de qualquer resultado, nos consideramos vencedores, primeiro porque vimos a forma carinhosa com a qual todos os colaboradores trataram o assunto, e segundo porque sabemos que o crescimento e a estruturação da Medilar se devem ao esforço, ao trabalho e ao comprometimento de todos nós.

A pequena Ana Luiza, alegria do papai Eudes (Rio Quente e da mamãe Daiana.

Agradecemos a colaboração de todos que participaram direta ou indiretamente, durante todas as etapas da pesquisa.

Festa Medilar - 23/05

A sua voz! Seção para publicação de e-mails com críticas e elogios sobre o Nosso Jornal

“Adoramos o Nosso Jornal da Medilar, ele está muito bem feito, bonito, bem elaborado e é realmente muito legal saber o que se passa com todos os nossos colegas de trabalho, que muitas vezes temos contato, seja por telefone ou email e ao menos sabemos como são suas “carinhas” e o que se passa com cada um deles e suas bases...

Dr. Marcelo Mattar, Celso Scorsolini e Adilson Haddad junto a colaboradoras de coordenação e do depto. comercial

Alguns dos jogadores do II Medilar Tennis Cup

Além disso, podemos compartilhar o dia a dia da Empresa e seus colaboradores com nossas famílias, já que também recebemos este Jornal em nossas residências. Foi uma iniciativa muito legal e parabenizamos toda a equipe de jornalismo e marketing da Medilar pela iniciativa e criatividade!” Tatiane Carvalho Henrique - Aux. Administrativo

A festa foi uma verdadeira confraternização, na qual os colaboradores puderam se rever, ou mesmo, se conhecer pessoalmente.

Medilar Campinas Esse espaço é seu. Envie-nos uma notícia ou uma foto para que possamos publicá-la aqui.


Nosso jornal 2ª edição