Page 219

219 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Obra de Romero Britto sendo catalogada

Por Paula Santana Fotos Celso Junior

M

iami – Já na entrada do seu ateliê, uma frase que define Romero britto: art is for everyone. em um generoso espaço no design District, um galpão absolutamente preto, mas repleto de cores, se destaca. lá dentro, uma engrenagem surpreendente, composta por 82 funcionários. eles se acomodam num espaço de 40 mil metros quadrados, divididos em oito departamentos sincronizados, que vão desde o relacionamento com galeristas até a embalagem do produto. Há, inclusive, uma sala toda na cor rosa, destinada às reuniões, criada especialmente para estimular a criatividade.

esse é o estúdio do mundialmente famoso romero britto, pernambucano, 49 anos, casado, pai de brendon e residente nos estados Unidos há duas décadas. Sua trajetória se inicia aos 14 anos, quando ele se envolveu com uma família de diplomatas ingleses e percebeu que o mundo era bem maior que imaginava. como amava pintura, ele começou a desenhar. “eu fazia coisas de criança. Nunca imaginei que viveria de arte”. sua história começou quando a Organização dos Estados americanos adquiriu um quadro seu. Ganhou uma bolsa de estudos e cursou direito, mas abandonou para tentar a vida de artista em Miami. entre um

trabalho aqui, outro ali, veio a oportunidade que mudaria sua vida, em 1988: assinar o rótulo da vodka absolut. Foi aí que arnold schwarzenegger o conheceu, tornando-se seu melhor cliente entre os famosos. depois veio Madonna, rainha silvia, bill clinton, Ivo Pitanguy... romero teve uma infância difícil ao lado de sua mãe e nove irmãos. “Eu precisava mudar a minha vida. Eu não tinha história, tinha que fazer a minha”. Ele fez. Dono de um patrimônio que ele não consegue estimar, emprega toda a família em diversos setores de seu gigantesco negócio, inclusive a mãe, que havia falecido dias antes desta entrevista. “Mamãe vivia aqui. Me ajudava no ateliê, pintando”.

Revista Gps Brasília 2  

REVISTA GPS BRASÍLIA 2

Advertisement