Issuu on Google+

85 <<

www.gpsbrasilia.com.br

Enrico Bianco (ao centro), Fernando e Christina Queiroz

Jangadeiro, óleo sobre tela, 2013

a imagem sagrada do anjo e, ao lhe ser oferecida a dádiva de ser a mãe do filho de Deus, ela se estica para receber tal benção, mostrando toda a sua vontade, como se dissesse “claro que aceito”. Essa humanidade trazida pelo pincel do artista diferencia por completo essa Anunciação das demais, fazendo-a ainda mais especial. Conceitualmente o quadro estava maravilhoso e Bianco sabia disso, então colocou em suas mãos toda a força que merece uma obra-prima e o resultado final foi de uma beleza sem igual. A luz, as cores, a textura e detalhes da asa do anjo são emocionantes.

cilmente se encantavam pela pessoa por trás do pincel. Em Brasília, encontra-se o casal que, sem dúvida, é um dos maiores entusiastas do artista. Além de grandes amigos, Fernando e Christina Queiroz são os maiores colecionadores da obra de Bianco. Por ocasião do desenvolvimento de um lindo livro que mostra parte da sua coleção, Fernando Queiroz descreve seu envolvimento nesse maravilhoso mundo: “Sempre fui autêntico na escolha das obras que compro, sem atentar para modismos ou tendências. Embora tenha sido um constante admirador do pintor Bianco, minha primeira obra dele foi adquirida devido a um pedido de minha esposa Christina, que queria uma Madona. Segundo ela, a Madona assemelhava-se a uma santa em todo seu esplendor, sua

Amigos em Brasília As lindas criações de Bianco conquistaram admiradores em todo país, muitos deles tiveram o privilegio de conhecê-lo pessoalmente e fa-

beleza e sua aura. Meu respeito por Bianco não se restringe somente ao artista, mas ao homem, ao filósofo, ao cientista político e ao grande ser humano que ele é. Seus quadros e sua diversidade de temas, com sua riqueza de cores e nuances nos fazem ver e sentir a força de um grande criador.” Christina começou seu encanto após ver uma Madona, mas se apaixonou por toda a obra: “Bianco nos mostra que pintura não é decoração... Pintura tem vida, tem status, tem ação. Além da beleza, tem emoção... Posso dizer que, diante de uma obra de Bianco, todos os nossos sentidos se exaltam. E isto ocorre porque é um ser diferenciado, que soube construir uma trajetória única, digna de grandes mestres... Por isso e por tudo mais

me reverencio diante desse homem, desse pintor, desse Mestre das cores e das formas...”

O futuro da obra Diferentemente de muitos artistas que ao partirem desse mundo deixam a obra órfã, a família do artista abraçou o trabalho de manter o legado do já saudoso Bianco. Já há alguns anos Paulo Bianco inicia o trabalho para abrir o instituto Bianco, que, com a ajuda de um certificado emitido pela Casa da Moeda, reduz dramaticamente o número de quadros falsos sendo vendidos no mercado de arte, o que garantiu uma boa valorização da obra e garantirá o investimento de quem escolheu o artista.

Maurício Lima é marchand e consultor de investimento em arte


Revista GPS Brasília 5