Issuu on Google+

23 <<

www.gpsbrasilia.com.br

e com a vizinhança. “Aos finais de semana, o Setor Militar Urbano vira uma pista de corrida, de caminhada, de lazer. Há pouco fluxo de carros na região e a segurança é garantida por militares que rondam as ruas. O lugar é bem frequentado e arborizado”, comenta. A infraestrutura da vila garante mais qualidade de vida aos trabalhadores. São pelo menos três praças para o convívio dos moradores. Nas proximidades, há uma churrasqueira comunitária e quadras poliesportivas. Os oficiais ainda podem frequentar o Clube do Exército, que conta com academia de ginástica, piscinas olímpicas e churrasqueira, além do Clube Pandiá Calógeras. “Para mim, a vila militar é sinônimo de tranquilidade. Aqui, temos padaria, banco, restaurante, lanchonete, barbearia, farmácia e o comércio do Sudoeste e do Cruzeiro à disposição. É um lugar com clima de interior onde as pessoas se conhecem, os vizinhos se frequentam, uma verdadeira família”, relata o Capitão Sá. O Setor Militar foi projeto por Oscar Niemeyer. Acima, o Oratório do Soldado. Abaixo, um dos prédios do Quartel General


Revista GPS Brasília 5