Page 62

ESPORTE ELES CRESCERAM NO TATAME E ELEGERAM A FLÓRIDA PARA SE FIRMAR PROFISSIONALMENTE. HOJE, OS VALENTE BROTHERS CAPACITAM A POLÍCIA NORTE-AMERICANA E ENSINAM JIU-JITSU PARA 1,2 MIL ALUNOS EM SUAS ACADEMIAS POR MANUELA ROLIM

FROM RIO DE JANEIRO

Joaquim Valente, Guilherme Valente, o pai Pedro Valente, o mestre Royce Gracie e Pedro Valente

Fotos: Divulgação

E

les herdaram a paixão pelo jiu-jitsu. O domínio da luta também está no sangue dos irmãos Valente. Não por acaso, os cariocas de sobrenome Valente, Pedro, 40, Guilherme, 35, e Joaquim, 28, terceira geração de uma família fã do esporte, praticamente, cresceram no tatame. Logo, ficar longe da modalidade nunca foi uma opção. Quando o primogênito se mudou para a Flórida, a solução foi começar a dar aulas para não deixar de praticar. Porém, o que surgiu, sem nenhuma pretensão, por fim, resultou em uma academia referência no treinamento do jiu-jitsu tradicional em Miami. Hoje, o sobrenome do trio tem peso, inclusive, na capacitação da polícia norte-americana. A história da Valente Brothers, aberta em 2003, começou muito antes da sua inauguração. Com dois anos de idade, seus donos já treinavam, incentivados pelo pai e o avô, ambos alunos do grande mestre Hélio Gracie, responsável pela difusão do esporte no Brasil. Desde cedo, os irmãos aprenderam que, mais do que uma luta, o jiu-jitsu é uma filosofia de vida. A maneira como eles foram preparados e encaram o esporte até hoje, rapidamente, chamou atenção. Quando o mais velho, Pedro, chegou aos Estados Unidos para estudar, em 1993, não foi difícil encontrar interessados na técnica dos seus golpes. A partir daí, ele passou a dar aulas particulares em casas de amigos e universidades, até que, em 1998, abriu a primeira academia. Um ano depois, Guilherme Valente foi ao encontro do irmão, seguido de Joaquim, em 2007. Quatro anos antes da

Os brasileiros são referência no esporte na cidade, treinando crianças e adultos

chegada do caçula, porém, a Valente Brothers já começava a deslanchar no mercado. Atualmente, é uma escola completa de defesa pessoal, com cerca de 700 matriculados na matriz, além de três filiais no sul da Flórida. No total, já são mais de 1,2 mil alunos treinando com os brasileiros. O sucesso é consequência de um jiu-jitsu baseado nos ensinamentos da família Gracie, uma das mais tradicionais brasileiras. O currículo foi adaptado para as aulas em grupo e de diferentes níveis, além de exercícios específicos, como os de quedas e golpes traumáticos, que conquistaram muitos adeptos. Todos os dias, um público variado procura a academia, incluindo mulheres e crianças. “Temos ainda alunos do Exército, Marinha e das forças especiais dos Estados Unidos. Também já fomos solicitados para treinar

62 « GPS|MIAMI

guia_GPS_miami_edicao_1.indd 62

26/11/15 21:02

Revista GPS Miami 01  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you