Issuu on Google+

AS GALERIAS Para os colecionadores, curadores e amantes da arte, as milhares de obras artísticas se dividem em 22 galerias. Elas reúnem trabalhos dos mais renomados artistas do mundo, como o Haitian Heritage Museum, que exibe produções de muito bom gosto enquanto o visitante fica por dentro da história do Haiti. Um pouquinho de Roma também é apresentado na famosa Galleria Ca’d’Oro. Artistas italianos e europeus têm espaço garantido entre os painéis. Na Markowicz Fine Art, nomes consagrados, como Andy Warhol, formam um time de peso para atrair colecionadores e curadores. Esculturas e quadros enchem os olhos dos que passam na rua e são um convite para entrar na galeria.

PARAR E COMER Depois tanto de caminhar pelas lojas e galerias, o corpo começa a dar sinais de que precisa de energia. É quando os olhos são tomados por deliciosos pratos. Não bastasse ter as lojas mais famosas do mundo ou um acervo excepcional de obras de arte, o Design District também é casa

de dezenas de chefs reconhecidos internacionalmente. No total, 18 restaurantes estão instalados por ali. E já que comida pode ser uma genuína forma de expressão artística, até os itens do cardápio merecem ser apreciados. A sensação de saciedade é não só física, mas também mental. A luz baixa em alguns restaurantes, mesas distribuídas em locais abertos ou até mesmo a decoração minimalista conseguem oferecer ao cliente o tom certo para a refeição. Escolher o melhor deles é uma tarefa deveras complicada. Michal Schwartz tem duas cozinhas na região. Uma é mais casual, a Harry’s Pizzeria. Lá, é possível pedir uma deliciosa pizza com ingredientes frescos e orgânicos, além de se perder em uma linda ambientação. Já no outro, Michael’s Genuine Food & Drinks, o cliente pode solicitar de sanduíches a frutos-do-mar, e ter a oportunidade de experimentar a cerveja produzida pelo próprio restaurante. Quem também merece uma visita é o Mandolin Aegean Bistro. Pão fresquinho, cordeiro, peixe grelhado e muitos outros ingredientes dão sabor aos autênticos pratos gregos e turcos cuidadosamente preparados no local. Diferentemente do Brasil, as lojas abrem mais tarde (11h, de segunda a sábado, e 12h, aos domingos) e

48 « GPS|MIAMI

guia_GPS_miami_edicao_1.indd 48

26/11/15 21:01


Revista GPS Miami 01