Issuu on Google+

cineMa

Fotos: Divulgação

>> 36

Morangos Silvestres o sétimo selo

i

a Fonte da Donzela

ngmar Bergman estará em Brasília em breve. Para deleite dos cinéfilos,  cinquenta títulos do sueco estarão acessíveis a partir de junho. trata-se da maior retrospectiva já realizada no Brasil sobre o cineasta. quem apresenta é o ccBB, que também a transporta para o Rio de Janeiro e São Paulo.   Sob curadoria de giscard luccas, o projeto resgatou os 40 anos de Bergman, e traz clássicos como O sétimo selo e Morangos silvestres. e mais:

exiStencialiSMO cOM PiPOca Primeira grande retrospectiva do cineasta sueco, ingmar Bergman, falecido em 2007 aos 89 anos, chega a Brasília com 50 títulos restaurados

a compilação traz à tona um Bergman ainda desconhecido do grande público, que assina os bem-humorados Olho do diabo, Sorrisos de uma noite de amor e Para não falar de todas essas mulheres.  “Bergman é um diretor que, apesar de sempre trabalhar de forma marcante os fatores psicológicos da natureza humana, trazia originalidade em cada um de seus longas-metragens, não somente no que diz respeito à técnica, mas, principalmente, na diversidade de temas que propunha”, afirma Luccas.  admirado por nomes como Woody allen e Oliver Stone e citado por colegas como o criador do chamado cinema de autor, Ingmar Bergman  ganhou inúmeros prêmios, incluindo três Oscars de melhor filme em língua estrangeira, com A fonte da donzela, Através de um espelho e Fanny e Alexandre. e seis prêmios em cannes: O sétimo selo, No limiar da vida, Sorrisos de uma noite de amor, A fonte da donzela, entre outros.  Serviço mostra ingmar bergman De 19 de junho a 22 de julho Centro Cultural Banco do Brasil


Revista GPS Brasília