Page 220

religiãO

>> 220

queM É ele João teixeira de Faria, 70 anos. aos nove anos começou sua jornada, quando previu, sem querer, que sua casa seria destruída por uma forte chuva, em itapaci, interior de goiás. caçula de cinco irmãos, foi em busca de seu sustento. aos 14 anos, em campo grande, ouviu uma voz lhe dizendo para ir ao centro espírita. Foi. lá, perguntaram seu nome e disseram que o estavam esperando. nesse dia, entre preces e sono profundo, João realizou 50 atendimentos. Ele ficou um tempo na cidade, mas logo ganhou a estrada. Não se vinculou a nenhum grupo religioso, e sua fama crescia no boca a boca. esteve na Bahia, tocantins, Maranhão, onde sobrevivia como pedreiro, engraxate e alfaiate, nas horas vagas de sua atividade-mor. ele foi parar em abadiânia em 1976, depois de ter que deixar anápolis por causa de uma forte pressão da classe médica local, incomodada com as suas curas. Mas João fez abadiânia prosperar. as pequenina cidade de poucas ruas vive em função da casa de dom inácio. Pousadas, restaurantes, tradutores, taxistas, lojas de conveniência, centros de massagem e esoterismo... tudo gira em torno de João.

“Minha missão é servir de instrumento às entidades de luz. quem cura é deus, eu nunca curei ninguém” João de deus

quando não está em atendimento, João, goiano típico, forte, alto, de voz grave e simpático, faz vários trabalhos assistenciais na cidade, concentrados numa casa filial que mantém numa outra rua. lá, distribui refeições e oferece abrigo. Paga escolas para alguns jovens, uma vez que interrompeu seus estudos no segun-

do ano primário, e até veículos para a polícia ele já comprou. João de deus tem um mantra que entoa para todos. ele diz: “Minha missão é servir de instrumento às entidades de luz. quem cura é deus, eu nunca curei ninguém”, diz. “É tão difícil alguém chegar a deus pelo amor. a maioria chega pela dor”. além de estrangeiros de

todas as nacionalidades imagináveis virem ao Brasil para serem curados, João atende igualmente desconhecidos, políticos, artistas. Seja quem for, tem que esperar na fila. Haja vista a apresentadora norte-americana Oprah Winfrey, que veio especialmente para entrevistá-lo. Passou dois dias à espera e saiu emocionada após o encontro.

Revista GPS Brasília  

A REVISTA PREMIUM DE BRASÍLIA

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you