Page 181

www.gpsbrasilia.com.br

Fotos: Getty image

181 <<

Nós sabemos que você tem um carinho especial pelo Brasil. Já esteve por aqui diversas vezes, escolheu São Paulo para sediar sua primeira loja na América Latina. Como é sua relação com o Brasil? eu amo o Brasil e sempre amei. as mulheres são muito confiantes, livres e bonitas. E elas têm uma boa relação com o corpo. e isso é muito o estilo da dFv. Você tem planos de inaugurar uma loja em Brasília? O Brasil tem sido um grande mercado para nós. temos planos de abrir uma loja em Brasília. aguardem noticias em breve. Suas roupas são muito femininas, fáceis de usar e atemporais, peças que só poderiam ser idealizadas por alguém com muita personalidade. Quando você descobriu o seu talento e decidiu tornar-se uma designer de roupas? no começo, eu não sabia o que eu queria fazer, com o que iria trabalhar, mas eu sabia que queria ser uma mulher independente, trabalhar e pagar as minhas próprias contas. assim que fiquei noiva, comecei a trabalhar em uma fábrica têxtil italiana. Foi quando me interessei por moda e aprendi sobre cores, tecidos. ao mesmo tempo, eu entendia as mulheres e o que elas queriam. com toda essa experiência e seguindo a minha intuição, eu criei o wrap dress, que era um vestido fácil de vestir e, ao mesmo tempo, feminino. ninguém tinha feito um vestido simples assim.

Sua mãe foi uma pessoa fundamental na sua formação. Conte para nós um pouco sobre ela. Minha mãe era uma mulher muito forte, que sempre me ensinou a não ter medo. ela era uma sobrevivente do holocausto, mas nunca permitiu ser uma vítima. ela me deu poder para que eu fizesse tudo e nunca me disse que algo era muito complicado ou impossível. eu aprendi muito com ela. Quando você se separou do príncipe Egon Von Furstenberg, seu primeiro marido e pai dos seus dois filhos, você tinha 27 anos, filhos pequenos e já trabalhava muito. Foi um momento difícil?

Egon e eu ficamos grandes amigos. quando nos separamos, minha mãe morou comigo metade de um ano. eu era jovem, tinha muita energia, vontade de viver. eu também atingi o sucesso muito rápido, o que me deu uma situação financeira favorável, que me ajudou muito na época.

O Wrap Dress é considerado a sua maior criação, você revolucionou a moda, o jeito da mulher se vestir e se tornou um ícone. Qual foi a sua inspiração? isso tudo começou por causa do jersey de seda. O tecido era incrível e abraçava o corpo de uma forma espetacular. ele permitia que a mulher se movimentasse. eu já havia usado o jersey para criar saias e tops em wraps e assim surgiu a ideia de juntar os dois e criar um vestido. Acredito que tenha sido uma grande ideia.   Você imaginou na época que faria tanto sucesso? de forma alguma, eu não tinha ideia que esse vestido iria mudar tanta coisa. ele era exatamente o que as mulheres buscavam naquele momento.

Revista GPS Brasília  

A REVISTA PREMIUM DE BRASÍLIA

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you