Issuu on Google+

49 <<

www.gpsbrasilia.com.br

tinador esquece o resto do mundo. “Quando entro na pista, todos os problemas somem. É uma atividade na qual me sinto bem. Uma paixão”, revela a patinadora Camila. A prática do esporte exige gastos. A mensalidade varia entre R$ 100 a R$ 150. Os patins indicados aos iniciantes custam em torno de R$ 400, já os modelos profissionais podem chegar a R$ 4 mil. Segundo o presidente da federação, há listas de espera nas academias, da cidade que não conseguem abrigar todos por falta de horários. A patinação é indicada para crianças a partir dos cinco anos. E não há limite de idade. “O esporte pode ser praticado por atletas de todas as idades. Até o ano passado, tínhamos na AABB um praticante de 65 anos”, conta Resende. Assim como qualquer esporte, a patinação artística demanda aptidão e treino. “Uma pessoa que entra hoje deve levar uns dois meses para se adaptar. Para conseguir participar de um campeonato, é preciso mais tempo de treino. Estima-se uma média de oito meses a um ano”, explica Thiago Resende. Para seguir na carreira, é preciso vencer desafios. “A patinação é uma atividade em que não pode ter medo. Afinal, é um esporte de queda. Quanto mais você cai, mais você aprende. Mas também é uma paixão”, finaliza a patinadora Camila Araújo.

Marcela Mendonça é praticante da modalidade há 18 anos


Revista GPS BRASILIA ed 6