Page 81

há participação coletiva. Na hora da composição, os pode músicas e letras e tod “Compartilhamos ideias ge, uma pessoa traz a ideia dem contribuir. Geralmente es içõ a partir daí. Têm compos ral e inicia-se o processo ta Gonzales. individuais também”, con esenta quatro vezes por Em média, o Móveis se apr cio os lugares do Brasil. No iní mês. E faz turnê em todos . ste várias cidades do Norde de novembro, percorreram , po mais ama é fazer turnê” “Uma das coisas que o gru conta Fabrício. é bem ativa. O Esdras é Nas redes sociais, a banda is ores no Facebook com ma quem responde os seguid itam manter a mesma proxim frequência, mas todos ten a cad . Na trupe, não há líder. É dade existente nos shows organizada. um por si. Uma bagunça ntecem no Rock’n Hood, Em Brasília, os ensaios aco e, io da Scalene. Antigament no Lago Sul, mesmo estúd de mas hoje em dia acontecem os ensaios eram diários, acordo com os projetos.

DISCOS & PROJETOS de estúdio, o Idem, o C_ No total, são três discos s de i; um EP Móveis Coloniai mpl_te e o De lá até aqu lex, Ro 2002/2003, com Seria Acaju; um EP virtual de os ça, dois singles intitulad Copacabana e Menina Mo no o Viv olhar; um DVD Ao Dois Sorrisos e Vejo em teu filme Mobília em Casa. Auditório Ibirapuera e um al Móveis Convida. Nele, Em 2005, criaram o festiv Los bandas, como Pato Fu e já passaram mais de 20 de no tor dio por edição gira em Hermanos. O público mé tival ano, a primeira fase do fes quatro mil pessoas. Este aloc as e setembro, em divers foi realizada, entre junho Mas s e rodadas de negócios. lidades do DF, com oficina s ado vid tival encerra com con é em dezembro que o fes que iodicidade. Teve ano em surpresas. “Não existe per ta o produtor. fizemos três edições”, con

Sobre uma nova turnê internacional, assim como a que fizeram em 20 08 pela Europa – realizaram shows na Bélgica, Suíça, República Tcheca e Alemanha – e mais um CD, eles ainda não têm previsão. Porém, estão a todo vapor na composição de músicas inéditas que deverão soltar em breve. No Dia das Crianç as, lançaram o tema infantil Anibem. “Quem sab e não vira um disco?”, diz Ofugi, deixando o sus pense no ar.

OS INTEGRANTES

. Eduardo Borém – ga ita cromática, escaleta e teclados . Beto Mejía – o mestre da flauta transversal . Fernando Jatobá – gu itarrista . Esdras Nogueira – sax barítono . Fabio Pedroza – baixis ta . Anderson Nigro – ba terista . Paulo Rogério – sax ten or . André Gonzales – voc alista . Fabricio Ofugi – produ tor

VIDA ALÉM DO MÓVEIS

André e Borém são de signers e trabalham na área. Na música, André tem o projeto Sr. Gonza les Serenata Orquestra. O Nigro é professor de bateria, além de tocar em outras bandas. Jat obá trabalha com produçõe s musicais e também toc a na banda Brown-Há. Já o Beto tem trabalho sol o. Paulo é professor de mú sica e o Esdras possui projetos gastronômicos, o Coma lá em Casa. Fab io coordenou, no ano pa ssado, uma incubadora de bandas, chamada Circul a, e lançou recentement e o Vaitéchá. E Ofugi é professor universitário e consultor de projetos.

O NOME

“A Revolta do Acaju nun ca aconteceu”, esse foi o título de uma matéria publicada na revista Ép oca, em 2009. O texto desm ente a história contad a pelos componentes da banda em que afirmam que existiu um obscuro episódio da história do Brasil, chamado a Revol ta do Acaju. “A verdade é que nós não sabemos direito o motivo da esc olha do nome. Aí acabamo s criando essa história, mas tudo não passou de um a brincadeira”, finaliza o vocalista. NAS REDES SOCIAIS . Instagram @moveis . Twitter @moveis . Facebook /moveiscolo niais

GPSBrasília « 81

revista_GPS_brasilia_edicao_12.indd 81

17/11/15 00:52

Revista gps brasilia edicao 12  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you