Page 46

RETRANCA

OS MONGES

Para se tornar um monge, o processo leva anos. Primeiro é feito um acompanhamento vocacional, por e-mail, carta ou diretamente no Mosteiro, quando o candidato é convidado a passar uns dias na casa e acompanhar a rotina dos monges. Em seguida, é convidado a passar, aproximadamente, três meses com os irmãos. Após esse período, caso deseje, ingressa no Postulantado, que leva um ano, depois o Noviciado, que dura dois anos. Ao fim desse período, tornam-se monges e fazem os votos. A esse período dá-se o nome de Profissão Temporária. Três anos depois, fazem a Profissão Solene, quando é consagrado e tem os votos ratificados. Passa, então, a carregar, antes do nome, a palavra “Dom”.

ORIGEM

A ideia de um mosteiro na cidade existia desde a fundação de Brasília. No entanto, só em julho de 1987 a Abadia de Olinda, Pernambuco, fez morada no DF. Em um terreno no final do Lago Sul, às margens do Lago Paranoá, eles têm como vizinhos um Seminário, um Carmelo e a Ermida Dom Bosco. É naquele pedacinho de Cerrado que se ergueu o Priorado Conventual da Santa Cruz de Brasília, um dos vários mosteiros beneditinos espalhados pelo Brasil.

Decidiram por uma grande mudança de vida. Recebem novas vestes, nomes e costumes. Os tantos Antônio, João e Marcelo ganham outros vocativos à escolha do prior – o responsável pela casa. Passam a usar longas túnicas pretas, chamadas “hábito”, em momentos de oração e, na medida em que se dá a formação monástica, novas peças são anexadas à roupa, como capa e capuz. Para cuidar da horta ou da loja, no entanto, podem usar roupas normais – é comum vê-los de calça e camisa polo. Também fazem o compromisso de viver três votos: obediência, conversão dos costumes e estabilidade.

Nas orações, os monges ficam na parte de baixo da Capela do Mosteiro

Quem não conhece pode até ver como uma prisão, mas os monges passam a certeza de que a vida que escolheram, finalmente, torna-os plenamente livres. Apesar da dedicação, não ficam trancados ali dentro como se imagina. Eventualmente, podem sair do mosteiro, mas só com autorização do prior. Normalmente, eles vão a feiras, shoppings e até pegam uma sessão de cinema. A única quebra na rotina regrada se dá na última segunda-feira do mês, quando as portas do mosteiro ficam fechadas e eles podem acordar a hora que quiserem, sem compromissos. Uma vez por ano, depois da Páscoa, passam quatro dias em alguma cidade próxima ao DF, descansando. Normalmente, o destino é Caldas Novas (GO).

QUEM SÃO Embora muitos achem que são só de alma, eles são, sim, de carne e osso. Conversam, riem, brincam e têm amigos. Nada, no entanto, em exagero. Leem jornal, trocam mensagens em redes sociais, assistem televisão de vez em quando. Apesar de reservados, não há impedimentos para que novas amizades surjam com o tempo. Quinzenalmente, em geral, vão ao supermercado fazer as compras da casa.

46 « GPSBrasília

revista_GPS_brasilia_edicao_12.indd 46

17/11/15 00:50

Revista gps brasilia edicao 12  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you