Page 130

RETRANCA

O carinho com avó, a matriarca da família Rollemberg, dona Teresa: almoço semanal reúne parte do clã

TRABALHADOR Ícaro começou a suar a camisa cedo. Ainda na época do colégio, para garantir a entrada nas festinhas, vendia ingressos para os colegas. Ou panfletava em eventos para ganhar um extra. Com isso, estava em todas as baladas da cidade, mostrando que herdou da família Rollemberg a veia cultural. Foi ainda produtor de boate e vendeu anúncio para revista. Durante a faculdade, produziu eventos de entretenimento. Depois, atuou em uma empresa que trabalhava com organização de eventos corporativos. “Viajei 87 cidades do Brasil, gerenciando equipes com mais de cem pessoas. Foi uma grande experiência profissional e de vida, pois me permitiu conhecer verdadeiramente o nosso País”, diz. Em 2013 sua vida profissional deu uma guinada. Participou de uma criteriosa seleção e foi admitido numa multinacional. “Hoje, atuo com planejamento financeiro baseado em seguro de vida, conceito que nos países de primeiro mundo existe há mais de cem anos. É outra área de atuação, mas não deixei de ser comunicador, porque meu trabalho é atender clientes, pessoa física e empresas privadas”, garante. A rotina de Ícaro começa cedo. Acorda às 6h e segue para a academia. Depois, veste terno com gravata e enfrenta um dia repleto de reuniões.

Nessa rotina executiva já se destacou. Recebeu a classificação 2015 do Million Dollar Round Table (MDRT), uma associação que reconhece internacionalmente profissionais pelo padrão de excelência comercial. Mérito de somente 1% dos atuantes no mercado financeiro mundial. “É um trabalho árduo. Tudo é conquista minha”, avalia.

O DEFENSOR Atualmente, Ícaro conta que o sobrenome de certa forma atrapalha. “Quando descobrem que sou filho do governador, vêm perguntas, comentários de decisões políticas, abordagens, questões de governo”, conta. “São muitos conselhos e críticas. Filtro e o que acho relevante levo para meu pai”, explica. Quando algum assunto polêmico ganha notoriedade, pede esclarecimentos para saber o que dizer para quem o abordar. “Confio muito na sua honestidade e idoneidade. Sou um defensor. E tenho subsídio para tal”, afirma. Com tantos anos convivendo com política, ele confessa: “Eu gosto, mas prefiro os bastidores”. Para Ícaro, o desafio do governador é grande. “Como cidadão, espero que ele consiga trazer de volta o real conceito da política, que é melhorar a vida dos cidadãos. Meu pai tem uma trajetória política sem processos e sem aumento de patrimônio. Ele é um grande missionário e a população do DF terá a oportunidade de ver isso”, conclui.

130 « GPSBrasília

revista_GPS_brasilia_edicao_11.indd 130

07/08/15 00:41

Revista GPS Brasilia 11  
Revista GPS Brasilia 11  
Advertisement