Page 78

RETRANCA

elemento decorativo e também para fazer a blindagem, por dar privacidade”, conta. O cobogó pode ser usado ainda em varandas, áreas de serviço e áreas semiabertas. “Mas como ele não impede o ruído nem a poeira, é preciso cuidado em sua utilização”, alerta Ney Lima. Por conta disso, em vários prédios do Plano Piloto observa-se que os moradores os fecharam com blindex ou armários, também para impedir a entrada de água da chuva e bichos. Isso já gerou confusão em muitos condomínios. Há quem ame e há quem odeie. Pela sua beleza arquitetônica, o cobogó também passou a ser utilizado por designers de interiores em projetos dentro de casas, apartamentos, restaurantes e lojas, na divisão de ambientes. Ganhou cores e formatos diferentes. Originalmente feito em cimento e tijolo, passou a ser produzido em cerâmica, vidro e ainda em adesivos, muito utilizados em banheiros e cozinhas. Arredondados, triangulares, desenhados. Verdadeiras obras de arte contemporâneas. Do lado de dentro, eles dão charme e características brasilienses e, muitas vezes, são usados junto com um projeto de iluminação, para destacar.

DIA A DIA Há um ano, quando foi comprar um imóvel para viver com o namorado, a arquiteta Larissa Sudbrack, 27 anos, fez questão de procurar na 108 Sul. Queria morar em uma das primeiras quadras de Brasília. Encontrou um apartamento de canto, com cobogós na cozinha e

78 « GPSBrasília

revista_GPS_brasilia_edicao_10.indd 78

07/04/15 00:09

Revista GPS Brasília 10  
Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you