Issuu on Google+

RETRANCA

Ele conseguiu ver a reviravolta que você proporcionou ao negócio antes de sua morte? Sim, nós trabalhávamos juntos o tempo todo. Ele estava muito feliz. Às vezes sonho que ele está falando comigo. E depois de você? Como dar sequência a essa arte? Eu estou trabalhando para montar um time muito bom, que possa continuar com m a loja. Eu já o tenho, queque ro fazê-lo crescer, deixá-lo forte e estruturado. O que seu pai disse antes de morrer? r? $OJRTXHYRF¬FRQVLJDVHOHPEUDU" Eu tenho um flash... talvez ez uma das poucas vezes que vi meu pai chorar, foi quando ele le conseguiu dar o nome de Paolo lo Venini a uma rua em Murano. o. Uma luta de anos com o goverr rno de Veneza. Finalmente ele le conseguiu antes de morrer, e não conteve as lágrimas.

Ele estava lúcido? Sim, absolutamente. Até o dia anterior à sua morte, por causa do ataque cardíaco. Ele estava trabalhando, na verdade. Então foi algo inesperado? Nós trabalhávamos no primeiro livro, e ele havia pedido que Ettore Scola escrevesse o prefácio. Já no hospital, um dia antes de morrer, ele recebeu o escrito. Ficou muito emocionado, tentou rascunhar “Obrigado”, mas ele estava muito cansado. (Q¥RFRQVHJXLXID]¬OR" Ele assinou o papel antes de escrever, mas sem a mensagem. Quando posteriormente eu encontrei Ettore, dei a ele o papel em branco apenas com a assinatura e disse: “É a carta que meu pai gostaria de ter lhe enviado, mas...”. *A repórter viajou a Milão de Air France

42 « GPSBrasília

revista_GPS_brasilia_edicao_10.indd 42

07/04/15 00:07


Revista GPS Brasília 10