Issuu on Google+

RETRANCA

0£JLFD"(UDLVVRTXHFUHGLWDYDDREUDVHGHXSDL" Sim, mágica. Muitas vezes tem esse elemento envolvido, unido à habilidade, ao trabalho, à pesquisa contínua. O meu pai trabalhava muito. Ele tinha poucas horas de sono por dia, ele constantemente pesquisava e estudava design. Eu o via nesse ritmo, mas era bem preguiçoso. Ele tentou passar essa dinamicidade para mim, de que é preciso trabalhar muito. E eu o enxergava como um condenado a atuar 24h por dia. (QW¥RRWUDEDOKRHUDRTXHPRYLDRVHXSDL"7DOYH]PDLVTXHD inspiração? Sem dúvida, o trabalho. Ou a inspiração do trabalho. As ideias vinham de outras ideias. Nada caía do céu. O meu pai gostava de desenvolver as coisas. E você, o que puxou do seu pai? Acho que sou parecido em alguns aspectos. Sempre tomo cuidado de aplicar as criações, experimentando materiais diferentes. Eu chamo isso de reinventar. Porque o arquivo é enorme. Eu preciso adaptá-lo a novos objetos. ([LVWHDOJXPREMHWRHVSHF¯ŵFRTXHWHQKDDSHQDVRVHXWRTXH" Sim, por exemplo, o espelho cinza. Ele é feito com pratos

de litografia originais. Eu gosto da ideia, porque é uma forma de reciclar algo que era bonito e, além disso, útil. Sempre tive vontade de usá-los. Até porque havia milhares de pratos no ateliê com outra funcionalidade, a de impressão. Meu pai queria se desfazer e eu disse: “Não, eu sei que fim dar a eles”. Também fiz a mesa com as cobras e o armário com a zebra. Qual o seu preferido? Todo mundo me pergunta isso. Eu não tenho. A cada momento, eu descubro algo novo. Mas, hoje, por exemplo, estou amando essa mesa. Ela se chama Sotto Solo Di Roma, o subsolo de Roma. 9RF¬DFKDTXHVHXSDLLPDJLQDULDVHXWUDEDOKRDRUHGRUGRPXQGR FRPRYRF¬IH]DFRQWHFHU" Ele já estava vendendo ao redor do mundo quando eu entrei no negócio. Mas não como agora? Agora se intensificou, de fato, mas havia um momento no fim dos anos 60 em que ele vendia bastante nos Estados Unidos. Talvez ele não imaginaria ter clientes na Sibéria ou na Nova Zelândia. Mas ele já estava na África do Sul, na Austrália e até mesmo na China.

40 « GPSBrasília

revista_GPS_brasilia_edicao_10.indd 40

07/04/15 00:07


Revista GPS Brasília 10