Issuu on Google+

Pousada Cavaleiro dos Pireneus

Além da comida, o local oferece trabalho histórico e cultural desenvolvido pela proprietária Telma Lopes Machado. A antiga casa de bandeirantes, de 1864, é a última preservada no Estado. Passou pelo período imperial, agrícola e pecuário até ser aberta para o público em 1997.

PIRI PARA DORMIR Antes de colocar o pé na estrada, é interessante fazer uma pesquisa rápida para saber onde ficar. Isso, porque, dependendo da temporada, Piri fica superlotada. A cidade, que abraça todos os estilos de vida, passou a ser considerada a “Paraty do Cerrado” – referência ao local paradisíaco do Rio de Janeiro. A nova fama deu-se, em parte, graças ao casal Geovani e Maristela Ribeiro. Empresários do grupo de hotelaria, os dois partiram em busca da construção do sonho: um hotel de campo. A antiga área de pasto aos poucos tomou forma e deu lugar à Villa do Comendador. A Villa apostou em formas de atendimento baseada na excelência e na estrutura diferenciada das demais pousadas. Tais características os levaram a participar do mais

importante guia Hotéis de Charme do Brasil. O empreendimento oferece espaços Veuve Clicquot, apartamentos com banheiras, bangalôs com piscinas de borda infinita. A grandeza da Pousada dos Pireneus Resort segue o roteiro. O parque aquático recém-reformado atrai crianças de todas as idades, enquanto o acervo histórico e as lojas de artesanato distraem os mais velhos e os workaholics aproveitam a estrutura para eventos, seminários e congressos, mas mantendo o clima leve. No alto de um vale foi construída a Pousada Cavaleiro dos Pireneus. Também integrante do roteiro dos Hotéis de Charme, o local oferece da tranquilidade do campo a opções de lazer. Possuem estrutura para casamentos, SPA, restaurantes, piscina aquecida, ofurô, trilhas para cachoeiras. As diárias giram em torno de R$ 280 a R$ 2 mil.

PIRI PARA URBANOS Depois da hospedagem definida, vale a visita ao Centro Histórico de Pirenópolis. Tombada como Patrimônio Histórico pelo conjunto arquitetônico, urbanístico, paisagístico e histórico, cada metro da cidade merece atenção especial. Casarões e igrejas do século XVIII estão preservados em ruas assentadas de pedras quartzíticas, cercados pelo desfile das águas do Rio das Almas.   Logo na chegada, a Igreja Matriz de Nossa Senhora do Rosário, construída entre 1728 e 1732, impõe respeito. Ficou famosa pelo incêndio de 2012, que destruiu em poucas horas tudo o que foi preservado por séculos. A própria sociedade se organizou e reergueu o local. Na praça ao seu redor acontecem os principais eventos religiosos.   Ainda dentro de Piri, o visitante pode assistir a shows no Teatro de Pirenópolis, conhecer a antiga Casa de CâmaGPSBrasília « 69

[GPS_brasilia_edicao_14_final.indd 69

11/08/16 22:40


Revista GPS Brasília 14