Issuu on Google+

partamento de Engenharia Elétrica, no período de 1991 a 1993. Na Aneel, foi assessor da diretoria, de 1999 a 2002, período em que integrou a equipe responsável por gerenciar a crise energética enfrentada pelo País. De volta à Agência reguladora, de 2010 a 2012, assumiu a Superintendência de Regulação dos Serviços de Distribuição. O professor aponta o pragmatismo como sua principal característica. “O respeito à diversidade, competência para a gestão e tomada de decisão são meus pontos fortes”, afirma. Ele considera a formação de Engenheiro também como um diferencial. “Acredito que contribui, para a função de reitor, uma visão típica da formação de engenheiro”. 1) Qual o balanço que o senhor dá para a universidade ho e?  O Relatório de Gestão que acaba de ser divulgado mostra uma universidade ativa, com muitas conquistas, muita produção e devolvendo à sociedade quadros muito bem formados. Do ponto de vista administrativo, os maiores avanços foram o equilíbrio orçamentário e a regularização da força de trabalho. Temos uma universidade que pode pensar no futuro e que tem todas as condições de ser a melhor da América Latina.

BATE-PAPO COM O REITOR Vinculado à Universidade de Brasília desde 1978, quando entrou para a graduação em Engenharia Elétrica, Ivan Marques de Toledo Camargo é professor da instituição desde 1989. Mestre e doutor em Génie Éléctrique pelo Institut National Politechnique de Grenoble, na França, sua trajetória profissional inclui ainda a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Sua gestão foi do ano de 2012 até setembro deste ano, mas ele irá concorrer à reeleição ao cargo de Reitoria, com mais dois candidatos agora em setembro. Na UnB, foi decano de Ensino de Graduação, de 2003 a 2005; coordenador do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Elétrica, entre 1996 e 1998; e chefe do De-

2) Qual o legado que o senhor pretende deixar para a UnB de sua gestão? Quem deixa legado são os reitores excepcionais, como Darcy Ribeiro, Cristovam Buarque ou Lauro Morhy. O que eu espero deixar é a UnB mais organizada, onde a comunidade acadêmica tenha a oportunidade de mostrar o seu brilho. 3) Quais as dicas que o senhor dá a um aluno que ingressa hoje na Universidade? Aproveite o seu tempo de aluno. Lembro que essa foi a melhor época da minha vida, quando conheci os meus melhores amigos, conheci minha mulher e construí a base da minha carreira profissional. A universidade é muito mais do que a sala de aula. É, também, espaço de arte, cultura e esporte. Os maiores intelectuais do mundo vêm a Brasília e usam o espaço da nossa UnB para passar a sua mensagem. É uma oportunidade imperdível.

38 « GPSBrasília

[GPS_brasilia_edicao_14_final.indd 38

12/08/16 13:38


Revista GPS Brasília 14