Issuu on Google+

que consegui chegar à Esplanada dos Ministérios, fiquei maravilhado em rever conhecidos prédios. A escala monumental de Lucio Costa estava se reapresentando de forma espetacular. Poças de água da chuva beirando os meio fios refletiam o céu cheio de desenhos das nuvens e o ato de praticamente mergulhar meu telefone nas poças me trouxe novos e deslumbrantes reflexos.  Lembrei-me de Alice, a personagem de Lewis Carroll, que imaginou como seria o mundo do outro lado

do espelho. Nesse dia, imaginei tudo ao contrário, uma nova vida cheia de energia e uma cidade que voltaria a ter a capacidade de nos dar “leite e mel”. Tudo estava ali, além na linha d’água. Não precisei pegar estradas para viver novas aventuras, não precisei rodar o mundo em busca dessas novas emoções. Bastou um novo olhar. As portas estão na nossa frente e devem ser abertas, sem medo do que vem pela frente. Sempre podemos ter boas surpresas.

28 « GPSBrasília

[GPS_brasilia_edicao_14_final.indd 28

11/08/16 22:37


Revista GPS Brasília 14