Page 20

Paula Santana

Rafael Badra

Guilherme Siqueira

E

É muito amor

sta data é muito significante para nós que vivemos em Brasília. É quando se comemora o seu aniversário. E sempre esperamos que algo se renove. Nem que seja a esperança de uma cidade cada vez mais programada, planejada para se viver bem, sobretudo. É isso que todos, cada um a seu modo, tentamos fazer diariamente. De ensinar nossos filhos a serem cidadãos a exercer a cidadania, permanecendo atentos ao meio ambiente, às leis que surgem no legislativo local, às manifestações urbanas. Bradando por um trânsito melhor, por mais parques e ciclovias. E foi assim que surgiu esta edição. Nossa equipe, sempre muito apaixonada por Brasília, filtrou os elementos que a personalizam. Urbanismo e urbanidade. Gente e estilos de vida. Pessoas de fora, que prosperaram no Cerrado. Nativos que levaram a nossa identidade para outros mundos. Iniciamos a revista com algo que o brasiliense preza muito: a religião. Numa comunidade essencialmente católica, Celso Junior revela a suntuosidade implícita nas três mais expressivas casas de Deus. Ao final da revista, a Capital da República se despe e expõe muito do que é no dia a dia em seu centro mais nervoso: a Rodoviária. E não há como negar: Brasília é mestre em transformar o comum em arte, o rotineiro em cultura. E daí surgem portadores desse hábito, como grafiteiros e skatistas. Jovens que se multi-

plicam na cidade das siglas, numa junção de letras que só fazem sentido para quem aqui vive. Sentido também terá o Estádio Nacional de Brasília Mané Garrincha, que será inaugurado com a final do campeonato brasiliense. Justíssimo. Em louvor ao criador, convidamos Anna Christina Kubitschek, neta de Juscelino Kubitschek, para uma visita ao Catetinho, o museu que foi a casa de JK em meio ao canteiro de obras 53 anos atrás. Para encerrar, tivemos a boa sorte de ter em nossa capa, uma top que vive ascendente carreira de modelo e que tem laços frequentes com Brasília. É Renata Kuerten, uma adorável catarinense. E, assim, ao lado de Guilherme Siqueira e Rafael Badra, iniciamos o segundo ano da GPS|Brasília. Sempre na expectativa de contribuir para o crescimento e a divulgação da nossa capital. Afinal, quem aqui reside não gosta e tampouco aceita enxergar Brasília sem a sua natural imponência. Ela é assim... como o seu céu: infinita em sua magnitude.

Revista GPS Brasilia 4  

GPS Brasília 4 Magazine

Read more
Read more
Similar to
Popular now
Just for you