Issuu on Google+

Primeira autoclave utilizada na fábrica de Horacio Pagani

Fangio foi o responsável pela a oportunidade profissional que moldou a carreira de Horacio Pagani. Esse pentacampeão argentino de Fórmula 1 o indicou para os líderes de mercado italianos, incluindo Ferrari e Lamborghini. Após conhecê-lo, por meio do amigo Oreste Berta, e ficar impressionado com a versatilidade e talento do jovem, Fangio entregou-lhe cinco cartas de recomendação com as seguintes palavras: “Contratem esse cara. Assinado: Juan Manuel Fangio”. Foi com, literalmente, essas cartas nas mangas que Horacio, em 1983, aterrissou na Itália e conquistou seu posto como designer da Lamborghini. Um ano após sua chegada ao país da velocidade, ele já começou a revolucionar a indústria com o seu Countach Evolucione, projeto que substituiu a carroceria de alumínio por painéis de fibra de carbono.

ALÇANDO VOO Apesar de parecer o emprego dos sonhos, Pagani não estava totalmente satisfeito na Lamborghini. Em um certo momento, ao precisar de uma autoclave para lidar com a fibra de carbono, a empresa lhe negou. Horacio faz um empréstimo e comprou o maquinário em seu nome. Foi isso que garantiu a fabricação do Countach Evoluzione e, consequentemente, o Diablo (de 1990), um dos carros mais reconhecidos da marca. 22 « GPS-Miami

Fangio was the responsible for the professional opportunity that has shaped Horacio Pagani’s career. This Argentinean five-time Formula 1 champion has recommended Pagani to the Italian industry leaders, including Ferrari and Lamborghini. After meeting him by his friend Oreste Berta and being impressed with the talent and versatility of the young man, Fagio gave him five recommendation letters with those words: “Hire this guy. Juan Manuel Fangio”.

Literally with those letters in hands, in 1983, Pagani landed in Italy and won his position as a Lamborghini designer. One year after his arrival at the country of speed, he started to revolutionize the industry with his Countach Evolucione, a project that has replaced the aluminum car body with carbon fiber panels.

AIMING AT THE SKY Despite of seeming like the dream job, Pagani was not completely satisfied at Lamborghini. At a certain moment, he needed an autoclave to deal with carbon fiber, but the company denied it. So Pagani made a loan and bought the machine in his own name, which guaranteed the Countach Evoluzione manufacturing and, as a consequence, the Diablo (from 1990), one of the most recognized cars of the brand.


Revista GPS Miami 03